Contra um Sporting Resignado

As soluções só podem aparecer se se mostrar descontentamento. Alguém tem de dar o tiro de partida e confrontar as pessoas com a situação. É inadmissível a letargia na “elite” do clube. E depois ainda se tem de ouvir uns parvalhões a quererem limitar o número de sócios e parvoíces que tais, só para manter lá os “fidalgos”. Mas se o Sporting estivesse neste estado com um “pato-bravo” na presidência eles não se calavam. É uma vergonha isto, pá! Até os sócios do Belenenses são mais exigentes. Andamos toda a vida a engonhar para quê? Já não se pode sequer convocar uma Assembleia Geral? Então mas não são os “institucionalistas” que dizem sempre que as coisas têm de ser discutidas nos sítios próprios? Têm medo de quê, afinal? Que o poder caia na rua? Boa. Não há maior prova do estado a que o Sporting chegou. Eles têm medo é que se saiba a VERDADE.

É uma pena a mancha “abstensão” neste teu testemunho…

Se pensares bem em um dos momentos mais importantes decidiste cruzar os braços…

Erros todos cometemos mas não os devemos repetir.

Abstenção nunca é uma solucção.

Mantenho e reafirmo o que disse, e até acrescento o nome do Dias Ferreira à festa.

O silêncio da Juventude Leonina foi comprado e não me venhas dizer o contrário, já são muitos anos, ou não conhecesse eu a claque como a palma da minha mão ou o Nana pq passei lá os melhores anos da minha vida(Pica-Pau Giallo), orgulho-me de ter pertencido à nova geração da claque após incèndio da casinha em 1992. Actuamente encontro-me afastado pq a minha vida já não permite pertencer a esse mundo de loucura que é estar na curva. A verdade é que a claque a certa altura calou-se tal como se calou o Dias Ferreira. O Dias Ferreira durante meses no dia seguinte representou o papel de Taliban com ataques cerrados a Seja Franco até que um dia este chamou o advogado para uma reuniãozinha no seu escritório. Qd valtou o Dias Ferreira vinha diferente, parecia um anjinho, já não voltou mais a fazer oposição. Não brinquem comigo, ou vão dizer que os VETS tb não estão metidinhos até ao tutano no siléncio da claque.

Nem mais Lionheart.
Esse é que é o grande medo deles.É que se descubram as verdades.Por isso estão agarrados como lapas.
Terão que ser bem “escovados”.

Sporting acorda!

Bravo :clap:

O problema é que nenhum dos notáveis, ou das figuras conhecidas do clube dá a cara frontalmente contra, exceptuando Dias da Cunha, penso eu.
Não acham estranho?

Há muita gente dos chamados “notáveis” que não gostam dos dirigentes do projecto, mas não vão aparecer senão mesmo no fim. Vamos ter de aguentar ainda muita porcaria, porque ninguém vai meter a cabeça no cepo para salvar reputações alheias. Esta é que é a realidade. E vendo bem, eu até compreendo. Este direcção vai ser OBRIGADA a cumprir o mandato até final e não vai haver desculpas. Lamento pelo clube e pelos adeptos este tempo perdido, mas eu já estou por tudo, e estou-me c******* para estádios, academias e demais património físico. Esta direcção vai vender o que puder, porque não sabe e não consegue mais, e depois vamos ver qual será a REAL herança do projecto Roquette. Mas o Sporting não acaba por causa disso. O mais bonito no Sporting é como cresceu de uma base “aristocrática” para ter tanta e tão diversa gente, precisamente por causa do desporto e dos ATLETAS do clube. É isto que UNE os sportinguistas. O resto, dirigentes, património, etc, é acessório. Enquanto houver sportinguistas há Sporting. E o Sporting Clube de Portugal não é o Campo Grande Futebol Clube, apesar de algumas pessoas não se conformarem com isso. Vamos passar um mau bocado, mas o Sporting vai-se livrar de muita tralha também, porque se já estamos “vacinados” contra o populismo, ainda falta levar a vacina contra o classismo. Já não falta muito…

O Dias da Cunha apesar de tudo ainda consigo ter algum respeito por ele, pq nos últimos anos por diversas vezes os ordenados dos jogadores chegaram a estar em atraso e foi o Dias da Cunha a viabilizar a tesouraria do clube através do seu próprio bolso. Uma das épocas onse se chegou a um estado crítico, pois estáva-se em Fevereiro e os jogadores ainda não haviam recebido os vencimentos de Dezembro, 13º mês e Janeiro foi na época de 2004/2005 do Peseiro onde podiamos ter ganho tudo e numa semana não ganhámos nada.

Muita gente não sabe destas coisas, o Dias da Cunha fez muita m****, mas qd era preciso meter lá o dinheiro era sempre o 1º e em prejuzo da sua vida pessoal e dos filhos dele que já não estavam a gostar nada da brincadeira.

É verdade. O “velho” foi um péssimo presidente mas metia lá dinheiro para safar aquilo quando era preciso, senão sabe-se lá quantos jogadores não teriam rescindido. E foi avalista também. Mas a “malta” não tem consciência de nada. Pensam que só no tempo do Jorge Gonçalves é que havia ordenados em atraso e outras “indignidades” que tais. Pois, pois. Não há resultados desportivos, não há dinheiro. É evidente que muito do aperto da banca para com o Sporting tem a ver com a saída dos presidentes com dinheiro, Roquette e Dias da Cunha. O Soares Franco é um empregado. Saíram os avalistas, os homens com crédito junto da banca, e a coisa ficou muito preta. Muito mais preta que estava antes. Um Dias da Cunha ou um Roquette tinham outro peso para negociar com a banca em nome do Sporting, só não vê quem não quer. Mas agora isso não interessa nada.

Não tenho saudades de nenhum destes protagonistas. Apenas é preciso que se entenda que a dificuldade em aparecer alternativas a esta gente tem a ver com o “peixe” que se vendeu quando o projecto apareceu, ou seja, que o clube retornava às origens. Esta gente foi tratada como se os fundadores tivessem reencarnado. Por isso, isto dar para o torto é muito traumático, é como se houvesse um sentimento de finis-Sporting. Ainda agora há muitos sportinguistas que se agarram a estes dirigentes como se o Sporting acabasse sem eles. Só que eles não são fundadores de coisíssima nenhuma. São empresários sem a mínima sensibilidade desportiva, que não gostam de futebol e não têm a noção do que é um clube desportivo com a popularidade do Sporting, porque muito poucos viviam o clube antes de entrarem para os corpos sociais. Alguns são descendentes dos fundadores, mas com relação ao clube não passam de simpatizantes, sem paixão nem experiência. Foi por isso que o projecto Roquette falhou. E quando este dogma for ultrapassado, o Sporting pode partir para outra e dar a volta por cima com outra gente, porque há-de chegar a uma altura que já não vai poder haver mais cooptados. É impossível. E então talvez se dê mais valor ao mérito em vez do estrato social…

Tenho de concordar contigo, Nuno Lapa. Já pensei no mesmo que tu e continuo a pensar. Não há dinheiro, mas também não há ambição, há conformismo e deixa-se o barco andar. Apesar de não sermos uma equipa poderosa (nem a nível interno :() não se pode deixar levar toda a história que o SCP fez, os jogadores têm de saber que clube representam e levá-lo o mais para cima possível. Os dirigentes riem-se quando perdemos, o treinador fica tranquilo, os jogadores recebem o deles ao fim do mês e sorriem, isto tudo junto = pequenez.

Essa história de contratarmos jogadores a custo 0 durante dois ou três anos e pensar que daqui a 10 estamos no topo é uma ideia bonita, tenho medo é que este SCP bata no fundo e não se consiga levantar mais!

Só volto a ver o SCP ser o SCP que foi fundado quando formos campeões, até lá nem esperanças tenho, vou só apreciando a caminhada deste SCP nas competições em que está inserido sem ambição.

Apostar agora 20 milhões “do nada” seria uma péssima política. Aliás, nem seria possível, porque esse dinheiro não está disponível.

Porém, se tiverem a (enorme) sorte de alguém accionar a cláusula do Miguel Veloso (ofereceram já 25 milhões na última pré-época, é internacional portugues e estará no Euro2008), teremos 30 milhões disponíveis a pronto. Ora, esses 30 milhões supostamente não serão necessários para levar o passivo até aos 150-160 milhões (pelas palavras do SF), por isso podem perfeitamente pegar em 20-25 milhões e aplicar no futebol, seja em contratações seja em aumento do salário dos outros melhores jogadores da equipa.

Se na próxima pré-época se mantiver a mesma pasmaceira, aí sim, SF terá falhado rotundamente nas suas promessas desportivas. Até lá, é esperar para ver.

Eu estou contra em pegar em 20 milhões da venda de Miguel Veloso, se pegar em 10 já é muito bom, o mercado de Julho está cheio de jogadores a custo zero, pra que é que temos de pagar se podemos ter jogadores do mesmo nível a custo zero, é simplesmente estúpido! Eles que peguem em 5 milhões da venda e metam tudo para salários e tragam um gajo de valor e abatem ainda mais o passivo ao mesmo tempo.

O post do Nuno é fantástico e a ele lhe mando aquele aplauso. :clap: :clap: :clap: :clap: :clap: :clap:

A verdade é que o post dele retrata tudo aquilo que é o Sporting hoje em dia. De x em quando fico a pensar que se calhar as pessoas estão satisfeitas com o clube que têm, tal a acomodação e a resignação reinante no mundo interior e exterior ao clube.

Depois percebemos que quem está no Sporting e quem o dirige, não tem nem o discurso adequado à grandeza que o clube impõe, como as suas acções não são totalmente honestas, tendo sempre outros intuitos por detrás dessas mesmas acções.

Para nós, adeptos, o Sporting é o nosso clube, é aquele por quem aprendemos a lutar, é aquele por quem sofremos e vibramos, para outros o Sporting é uma empresa onde o saldo no final do mês vai crescendo nas suas contas pessoais. Esses, de certeza que não sofrem pelo Sporting nem tão pouco dormirão mal de noite quando o Sporting não vence.

Sejamos realistas, os anos vão passando e cada vez vamos descendo mais, os níveis de exigência não se coadunam com aquilo que a nossa história impõe, e o profissionalismo e a competência das pessoas não é claramente a melhor (e as pessoas que lá estão, saberão disso).

Falam em alternativas e eu pergunto: quem neste momento, tem entusiasmo e sobretudo inteligência para enveredar pelo Sporting e apostar num clube altamente competitivo e ganhador se estamos agarrados por todos os lados?

A verdade é que são estes os betinhos que lá estão e é com eles que temos de levar, muito por culpa ‘nossa’ (falo obviamente dos adeptos, embora alguns devessem ser distinguidos), pois tivemos oportunidade para escolher outro caminho e preferiu-se continuar neste mesmo trilho…

Por isso à uns tempos ter defendido, ou aparece alguém decidido a investir forte no Sporting (falo em dinheiro), ou estamos entregue à mediocridade, medianização e incompetência que vai fazendo updates por todos os anos.

Estou cansado, isso estou, o meu entusiasmo é nulo, mas sempre que possa continuarei a seguir o meu clube por esses estádios fora. Está mal, mas eu não o deixarei só…

E tu achas que os bons jogadores andam por aí sem clube? Desculpa lá, mas o teu post não faz sentido nenhum!

Os poucos bons jogadores que andam por aí a custo zero em Julho têm uma catrefada interminável de clubes interessados, alguns deles com possibilidades financeiras bem mais altas que as nossas. Para trazer esses jogadores também é preciso abrir os cordões à bola, no prémio de assinatura e no ordenado.

Se o que dizes fizesse sentido, então terias quase todos os clubes com dinheiro a contratar jogadores a custo zero. Porquê pagar se podes obter o jogador a “custo zero”?!

Queres encontrar um avançado de qualidade a custo zero? Boa sorte!

Acredito q é possivel fazer boas “compras” no tudo a 0€!!! ! Nao ficar preso a 2/3 empresarios, temos q ir ter com queremos e nao esperar q nos apresentem meia duzia de jogadores q nem o treinador conhece bem!Apenas tens q te saber mexer, e faze-lo com tempo, apartir de Janeiro q podes fazer contractos com jogadores em fim de contracto!O Tulio de Melo já assinou com o Palermo, e esse seria um jogador interessante para a nossa frente de ataque por exemplo!!! A pasmaceira como tratamos o contracto do Tello o ano passado nao pode acontecer a este nivel, esperamos q o msm acabasse e dps foi aquilo q se sabe, um jogador q custa 1 milhao e meio, q joga 5 epocas e só a ultima a bom nivel e sai a custo zero! Bastante ridiculo e ainda por cima fazia bstnte falta este ano!

Os clubes grandes não têm problemas em gastar dinheiro, tal como podes ver no Chelsea e quando me refiro a grandes jogadores não me estou a referir aos titulares das equipas que ainda estão na champions mas sim jogadores que se destacaram em campeonatos pequenos e querem dar o salto para a Europa, ou então jogadores que tenham sido pouco utilizados nos grandes europeus e querem relançar a carreira.

Encontrar bons jogadores a custo zero é como tentar jogar futebol com balizas de hockey.

É possível marcar golo, mas altamente improvável.

(acho que dá para entender)

:exclaim:

Não sendo fã do Abrantes Mendes penso que é imperativo aproveitar esta conjuntura para criar as condições para voltarmos a ser o Sporting.

Agora não é???

Para o que havia de estar guardado, odeio este tipo de ironias… :inde: ^-^

Mas achas que isto pode ser um dado elucidativo (e adquirido) da massa associativa do Sporting?
Qual é a conclusão que tiras desta “sondagem”?
Dos nomes apresentados, Abrantes Mendes é dos que menos confiança depositaria…