Conflito Israel - Palestina

tiveste oportunidade de comentar o bombardeamento de um centro comercial que aconteceu ontem?

O que é isso? Whataboutismo do bem? :smirk:

É uma pergunta. Claro que se não quiseres não respondes, nem precisas, todos sabem a resposta.

2 Curtiram

Isto vindo de quem andou meses e meses a navegar a propaganda russa bem no meio da agressão sem qq tipo de justificação à Ucrânia.

Pegando também no post e user que vem a seguir a este, estes “defensores” dos oprimidos e do direito internacional que não se coibiram de entrar na diabolização dos que se defendiam, tem a sua piada, não fosse dramático, vê-los a gritar pela hipocrisia de terceiros enquanto hipocritamente debitam conceitos humanitários entretanto agora descobertos.

( os responsáveis de Israel merecem e têm que ser responsabilizados por crimes de guerra. Não está em questão. E a pressão da Comunidade Internacional contra o regime fundamentalista de extrema direita de Israel tem sido claramente insuficiente.

Isso não inibe que a malta da “Palestina do mar ao rio” se esqueça que está também a falar do Hamas e de outros terroristas fundamentalistas cujo propósito é acabar com Israel e os judeus. Só lhes faltam os meios que Israel tem).

Somo a isto a contínua menorização do terror de 07/10 e dos actos praticados então.

3 Curtiram

Eu percebo que dê jeito à narrativa rotular toda a gente mas interrogo-me onde e quando é que eu defendi uma Palestina do rio ao mar.

Não preciso de falar do ataque ao centro comercial na Ucrânia, o coro da indignação aqui do fórum está bem afinado em tudo o que envolve a Ucrânia (e bem).

Ja quanto ao que se passou em Rafah o único coro que se ouviu aqui foi o dos grilos.

Deves estar equivocado, não vi coro nenhum.
Desde que os instigadores desapareceram do tópico, têm sido partilhadas notícias e pouco mais.

Mas eu sei que é conveniente para a narrativa tentar passar essa ideia.

Antes de tu vires para aqui soltar acusações e insinuações, a mesma pessoa que posta a maioria das notícias no tópico da guerra na ucrânia já tinha também postado uma notícia acerca do ataque em Rafah.
Se há alguém que é altamente incoerente nas reações és tu e o outro companheiro.

3 Curtiram

É o coro habitual dos supostos protestos pró Palestina.
Portanto ou são ignorantes ou protestam contra o genocídio a favor de outro.

Aliás, o uso pejorativo do conceito de “sionista”, nos dias de hoje, fala por si.

3 Curtiram

Portugal e os restantes países devem seguir o exemplo da Espanha e também reconhecer a palestina como estado soberano. É o único caminho pra resolver este genocídio em ambos os lados

2 Curtiram

Assim como o uso pejorativo do conceito de “anti-semita” a todos os que não alinham no genocídio que Israel está a fazer na Palestina. :smirk:

É o unico caminho, mas não vai resolver nada. A convivência vai ser sempre tóxica.
A única resolução possível seria uma facção exterminar a outra. Ao menos nisso o hamas e o Netanyahu estão em sintonia.

https://x.com/VyprCEO/status/1795505447601877276

https://x.com/MyLordBebo/status/1795494545012269507

Convinha era que a “história” fosse apoiada por boas divisões blindadas…, só com escribas e paleio não dá… Já vão longe os tempos de um Nabucodonosor II, de um Tito, ou de um Adriano. :roll_eyes:

1 Curtiu

Já está no ar o vídeo dos 40 bebés decapitados? Eu vi um sem cabeça (não que quisesse mas um animal colocou a imagem numa rede social) mas era um bebê do lado oposto.

Achas?

Do lado dos palestinos não conta.

Só conta para o outro lado.

E quem me venha desmentir, eu posso colocar aqui as páginas e páginas que foram escritas nesta thread pelos policias do costume, quando se falou nos bebés decapitados na altura. (o que não foi dito aqui, jasus)

Curiosamente, agora, fizeram um total de 0 posts sobre os bebés decapitados do lado palestino (onde inclusive existem videos e fotos, ao contrário do que aconteceu da outra vez).

Mas depois a malta escreve isto e eles vão buscar o Putin, como se pode ver uns posts mais acima :joy:

2 Curtiram