Como vender os lugares de gamebox desocupados

Irrita-me entrar em Alvalade em dia de estádio esgotado e ver alguns milhares de lugares vazios. Eu só muito raramente não vou e empresto SEMPRE o meu cartão a algum amigo Sportinguista garantindo desse modo uma boa presença no meu lugar.
Concordo que se deveria tentar reduzir o número de lugares vagos quando a poucos dias de um jogo é previsível que o estádio vá esgotar, o Sporting deveria solicitar aos detentores de gamebox autorização para vender esse lugar se não viesse a ser ocupado no jogo em causa. Mas isto é muito fácil de dizer mas não é nada óbvio como o pôr em prática pois pode gerar conflitos com enganos e com pessoas que dão o dito por não dito. Creio que seria uma bronca…

Aqui fica porém uma sugestão que me parece viável:

  1. Só se justifica quando é mesmo evidente que o estádio vai esgotar.
  2. Isto significa que há grande euforia e que os detentores de gamebox até estão em condições de aceitar mais um sacrificiozinho pelo Sporting.
  3. Nestas condições absolutamente excepcionais seria enviado um código multibanco a todos os detentores de gameboxes para ser feito um pagamento adicional obrigatório, até à véspera do jogo, para garantir o lugar. Por exemplo um Euro simbólico que nós ofereceríamos ao Clube.
  4. No próprio dia do jogo haveria esses bilhetes à venda a preços mais caros, com claro benefício para o Sporting.

Espero que não me “mandem fuzilar provisoriamente”… :pray:
Para os que pensem que eu sou louco, que “nem mais um cêntimo para aqueles…”, etc, pode-se sempre imaginar uma forma do Clube nos devolver o Eurito. ;D

Quando não vou (o que é raro),entrego sempre o cartão a pessoal sportinguista amigo.

Parece-me muito burocrático e quase impossível, levantando questões de logística e aparecimento de problemas que agora não se colocam (haver algum problema de comunicação e chegares ao teu lugar e estar lá alguém com um bilhete válido para aquele lugar).

Contudo, é uma boa questão a que colocas, se há lugares disponíveis, porque não ter algum tipo de “reservas” para escolas, núcleos, ou outro tipo de associações de cariz social.

Mas não me parece que a intenção dos responsáveis seja ter o estádio sempre cheio (pelo menos nas acções, não digo no paleio), eles, com algum grau de compreensão é claro, querem é €€€€.

O meu bitaite é este: ter sempre a lotação esgotada (seja por que método for) de maneira a tornar um bilhete para um jogo do Sporting um bem escasso, isto faria que as pessoas sentissem mais as vantagens da game box. Além disso os portugueses têm este estranho hábito de gostarem de ir a sítios onde ficam horas à espera para entrar, quanto mais cheio melhor ^-^.

Quando é que viste isso?
Quantas vezes esgotou o Estádio? 2, 3 ?

Eu estive lá duas vezes com a lotação esgotada e não vi lugares vazios e tenho muitas dúvidas de que alguma vez o Estádio tenha ficado com a lotação esgotada em jogos abrangidos pelas Gameboxes

É raro o Sporting esgotar o seu estádio, mesmo em dias de jogos contra o FCP e o Benfica. Regra geral, ficam-se pelas 45-47 mil pessoas.

O Porto e o Benfica têm assistências médias alguns milhares acima da do sporting, apesar do nosso clube ser o que vende mais bilhetes de época por ano.

Seria interessante se o Sporting arranjasse uma maneira de revender os bilhetes daquelas pessoas que têm bilhete de época, mas que, por qualquer motivo, não podem comparecer ao jogo. Em Inglaterra, há clubes que fazem isso.

Se a memória não me falha já houve lotações esgotadas em jogos com os lamps ou com os trips, em que há gameboxes e em que há mesmo um número demasiado grande de lugares vazios.
Infelizmente, tens razão, não é frequente porque os idiotas que nos governam o clube “não sabem fazer contas”…

digam lá que o Tomás Taveira não é um génio :twisted:

Os jogos a que me refiro são o da inauguração e a Final da Taça UEFA, não me parece que houvessem lugares vazios

Não deviamos ser nós a pagar, devia ser o SCP, a dar-nos qualquer coisa pelo lugar se não fossemos.
Avisavamos o clube com antecedência, se vendem-se o lugar para esse jogo, davam-nos uma percentagem em dinheiro, desconto nas quotas, pontos para trocar por qualquer coisa, qualquer coisa apetecivél, para os avisarmos.

Primeiro e tirando jogos de cariz especial (apresentação ou deste género) é impossivel o estádio estar cheio, porque os regulamentos não permitem que se emita bilhete de acordo com a totalidade dos lugares do estádio…
Segundo e tirando os jogos grandes, os adversários têm assistencias semelhantes à nossa em condições de igualdade… que o sporting teja em primeiro a 5 jornadas do fim com 5 ou 6 pontos de avanço e quer ver se o estádio não enche…

Há umas semanas falámos disso noutro tópico e o Zed falou num esquema interessante que se faz em Espanha e, ao que parece, no FCP. Basicamente, quando sabes que não vais a um jogo, podes ligar ao clube para pôr esse lugar à venda nesse jogo - sendo a receita dividida entre ti e o clube.

Por curiosidade fui à procura e encontrei este exemplo no site do Atlético de Madrid:

http://www.clubatleticodemadrid.com/es/atleticoaldia/noticias.asp?id=18855

Acredito que outros clubes com grandes assistências - Real, Barcelona, Valência, Sevilla, Athletic, etc. - tenham sistemas semelhantes.

Claro que estamos a falar de um clube que tem o estádio a abarrotar em todos os jogos da Liga, em que há lista de espera para se conseguir um cativo. No nosso caso, em que ficam vazios em média por jogo uns 15000 a 20000 lugares, essa necessidade é muito menor.

Não só não faz sentido como princípio, como permite a arbitrariedade do clube em fixar quais são esses jogos, como ignora os custos administrativos do processo.

Para que é que o Clube iria perder tempo e dinheiro a fazer uma coisa dessas se ficam sempre com bilhetes por vender? ^-^

Quem tem Gameboxe e não quer ou não pode ir à bola e quer vender esse jogo pode fazê-lo por sua conta, o Clube é que não têm interesse nenhum nisso >:(

Não deixa de não ser uma iniciativa interessante. :wink: