Como vão festejar se o Sporting se tornar campeão?

Criem o do bicampeão. Just in case.

O menaço la da australia já diz que tamos a caminho do tetra.

3 Curtiram

Quero é ser campeão europeu!

1 Curtiu

PARLAMENTO REJEITA AUDIÇÃO SOBRE OS FESTEJOS DO SPORTING

SPORTING 13:09

Os requerimentos que solicitavam a audição no parlamento, com caráter de urgência, do ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, na sequência do relatório sobre os festejos do Sporting foram rejeitados.

A Comissão de Assuntos Constitucionais, Direitos, Liberdades e Garantias votou conjuntamente os dois pedidos, numa reunião que decorreu esta manhã, tendo sido rejeitados com voto contra do PS, abstenção do PCP e voto favorável de PSD, CDS-PP, BE e PAN.

No requerimento apresentado pelo PSD, recorde-se, acusava-se Eduardo Cabrita de se limitar a ler o relatório da Inspeção-Geral da Administração Interna (IGAI) e de se ter desresponsabilizado dos incidentes. Já o CDS-PP queria que o ministro fosse ao parlamento esclarecer as «várias contradições» em torno do relatório da IGAI sobre os festejos do Sporting.

AINDA ANDO A FESTEJAR!!!

:green_heart:

1 Curtiu

image

Este também combina.
Até tem uma janelinha para não se enganarem a colocar os números.
Directamente do gabinete de marketing e design da Nikles… :joy: :joy: :joy: :joy: :joy:

Festejos do Sporting: Requerimento do CDS para ouvir responsáveis da IGAI foi aprovado

‘Audição urgente’ da inspetora-geral

O requerimento do CDS-PP para ouvir os responsáveis do relatório da IGAI sobre os festejos do título do Sporting foi aprovado esta quarta-feira.

Recorde-se que ontem a Comissão de Assuntos Constitucionais, Direitos, Liberdades e Garantias votou e rejeitou - com voto contra do PS e abstenção do PCP -, os requerimentos apresentados por PSD e CDS-PP que pediam para ouvir, com caracter de urgência, o ministro Eduardo Cabrita.

No requerimento endereçado ao presidente da Comissão de Assuntos Constitucionais, Direitos, Liberdades e Garantias, os deputados do CDS-PP pedem a audição urgente do ministro Eduardo Cabrita, sustentando que havia “muito por explicar, várias contradições” a esclarecer.

No texto, os centristas referem que na sexta-feira, em conferência de imprensa de apresentação do relatório sobre a atuação da Polícia de Segurança Pública nos festejos do Sporting como campeão nacional de futebol, em maio, o ministro da Administração Interna “declarou que a decisão do modelo dos festejos foi do Sporting Clube de Portugal e da Câmara Municipal de Lisboa”.

O CDS aponta também que, “em resposta, o Sporting emitiu um comunicado em que afirmou que o plano dos festejos foi concertado em reunião presencial no Ministério da Administração Interna, na qual estiveram presentes os chefes de gabinete do ministro da Administração Interna, do secretário de Estado Adjunto da Administração Interna, da ministra da Saúde, representantes do COMETLIS/PSP, da DN/PSP, da DGS [Direção-geral da Saúde] e da CML [Câmara Municipal de Lisboa]”.

“De acordo com o próprio relatório da IGAI, por outro lado, o ministro da Administração Interna validou a realização dos referidos festejos, no formato em que estes vieram a ser realizados, por despacho datado da véspera do jogo que daria o campeonato ao Sporting, ignorando o parecer contrário da Direção Nacional da PSP”, acrescenta o partido.

Na segunda-feira, o PSD também pediu a audição parlamentar urgente do ministro da Administração Interna sobre os festejos do Sporting, acusando Eduardo Cabrita de tresler o relatório da IGAI e de se ter desresponsabilizado dos incidentes.

Na sexta-feira, o ministro da Administração Interna anunciou que o Governo vai avançar com uma proposta legislativa, a submeter à Assembleia da República, para rever o exercício do direito de reunião e manifestação, por considerar que a concentração de adeptos do Sporting junto ao estádio, no dia dos festejos de campeão nacional, foi um uso abusivo desta figura.

Questionado sobre as responsabilidades dos festejos, Eduardo Cabrita respondeu que as comunicações sobre manifestações são apresentadas às câmaras municipais, neste caso foi a de Lisboa, não tendo o Ministério da Administração Interna qualquer “competência de proibição de manifestação”.

Eduardo Cabrita disse ainda que a PSP, “face a esta situação abusiva do direito de manifestação, adotou as medidas que entendeu adequadas”.

«NÃO, NÃO CONHECIA», DIZ ANTÓNIO COSTA SOBRE DESPACHO DE CABRITA PARA FESTA DO TÍTULO

SPORTING 17:09

O primeiro-ministro António Costa garantiu, esta quarta-feira, desconhecer o despacho do Ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, a autorizar a forma como o título do Sporting foi celebrado em Lisboa.

«Não, não conhecia o despacho», disse apenas durante o debate do Estado na Nação, que se realiza hoje na Assembleia da República.

Este Cabrita (para não lhe chamar o aumentativo :face_with_hand_over_mouth: ), é pior que o Titanic a afundar e meter água… Dass :face_vomiting:

IGAI VAI SER OUVIDA SOBRE FESTEJOS DO SPORTING

SPORTING 13:57

A inspetora-geral da Administração Interna, Anabela Cabral Ferreira, vai ser ouvida no Parlamento devido ao relatório da Inspeção-Geral da Administração Interna (IGAI) sobre os festejos do Sporting, uma vez que a Comissão de Assuntos Constitucionais, Direitos, Liberdades e Garantias aprovou o requerimento para uma audição urgente desta responsável sobre esta matéria apresentado pelo CDS-PP - o PS absteve-se, enquanto as restantes forças partidárias votaram favoravelmente.

«Na passada sexta-feira, por ocasião da apresentação do relatório da IGAI sobre as celebrações da vitória do Sporting no campeonato de futebol, o senhor ministro da Administração Interna sublinhou que não foram cumpridas as determinações do diretor nacional da PSP sobre o procedimento nas imediações do estádio do Sporting, no passado dia 11 de maio, tendo igualmente afirmado que o Sporting Clube de Portugal não colaborou com a IGAI», lê-se no requerimento apresentado pelo CDS. «O Sporting Clube de Portugal afirmou, em comunicado subsequente, que o plano dos festejos foi concertado em reunião presencial no Ministério da Administração Interna, com a presença de representantes de várias entidades, designadamente, a DN/PSP, a Direção-geral da Saúde e a Câmara Municipal de Lisboa», acrescenta o documento.

E prossegue: «O relatório da IGAI, por seu turno, não transmite informação completa sobre os intervenientes ouvidos e a que respeito, visto todos os nomes se encontrarem rasurados, por imposição do regime de proteção de dados pessoais». E o CDS-PP considera importante «esclarecer este conjunto de contradições, o que não é possível com um relatório incompleto».

Telmo Correia, líder parlamentar dos centristas, defendeu ainda que «o assunto não pode terminar aqui». E explicou: «Se o ministro não vem, se o PS com o seu aliado PCP impedem a vinda de Eduardo Cabrita ao parlamento, eu vou pedir que os responsáveis do relatório venham e vou pedir que a IGAI seja ouvida.» Com as férias à porta, Telmo Correia defendeu que o assunto terá de voltar a ser discutido em setembro. «O assunto é de gravidade suficiente», alegou.

Todos pró caaralho! Sporting Sempre!

1 Curtiu

Sporting campeão: Cabrita insiste que Governo não organiza festejos

Rejeitou que exista “alguma validação dos festejos” por parte do Ministério da Administração Interna

O ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, insistiu esta sexta-feira, no Funchal, que não é competência do Governo “organizar festejos”, mas apenas garantir o modelo operacional de segurança dos eventos.

“Não cabe ao Governo fazer festejos ou organizá-los. Cabe garantir o quadro de segurança que a PSP, no contexto de uma iniciativa do clube [Sporting], garantiu em condições extremamente difíceis e foram objeto de análise num inquérito que é público”, declarou Eduardo Cabrita.

O governante deslocou-se hoje ao Funchal para marcar a conclusão do Sistema de Vigilância Costeira da Madeira, tendo sido questionado pelos jornalistas à margem da cerimónia de inauguração de uma lancha.

Eduardo Cabrita rejeitou que exista “alguma validação dos festejos” por parte do Ministério da Administração Interna, relacionados com a conquista do título de campeão por parte do Sporting. “Isso é um delírio de quem diz isso!”, declarou.

O governante complementou que os festejos são iniciativa do clube", tendo o modelo sido definido entre a coletividade e a Polícia de Segurança Pública, cabendo a esta força “garantir o modelo de segurança” do evento.

O relatório sobre a atuação da PSP nos festejos do Sporting como campeão nacional de futebol, a 11 de maio, foi apresentado na sexta-feira à tarde numa conferência de imprensa, em que estiveram presentes o ministro Eduardo Cabrita e a inspetora-geral da Administração Interna, Anabela Cabral Ferreira, tendo sido posteriormente divulgado o documento na página da internet da IGAI.

Questionado sobre as responsabilidades dos festejos, à data, Eduardo Cabrita respondeu que as comunicações sobre manifestações são apresentadas às câmaras municipais, neste caso foi a de Lisboa, não tendo o Ministério da Administração Interna qualquer “competência de proibição de manifestação”.

O relatório do IGAI refere que os festejos, nas imediações do estádio e o cortejo até ao Marquês de Pombal, foram subordinados “a um modelo acordado entre o Sporting Clube de Portugal e a Câmara Municipal de Lisboa”, não tendo sido aceites as propostas da PSP sobre modelos distintos, designadamente o de celebração inteiramente no interior do estádio.

Na sexta-feira, Eduardo Cabrita anunciou ainda que o Governo vai avançar com uma proposta legislativa, a submeter à Assembleia da República, para rever o exercício do direito de reunião e manifestação, por considerar que a concentração de adeptos do Sporting junto ao estádio, no dia dos festejos de campeão nacional, foi um uso abusivo desta figura.

Pelos vistos querem “aligeirar” mais alguns dos nossos direitos cívicos, enquanto cidadãos deste país. Sem conhecer a proposta em concreto é difícil avaliar, mas não me admira se estivermos perante mais um atropelo à Constituição da República Portuguesa. Algo de, infelizmente, muito usual neste país.

1 Curtiu

Antes disso sai ele… Pelos vistos não conhece a constituição portuguesa.

Os tachistas são assim, ligam-se aos partidos e quando não concordam com eles acham que é só criar leis repressivas qua a eles não os afetam… Como matar um trabalhador da AE e não assumir as suas responsabilidades.

Meses se passaram e continuam a falar disto.
Fosse o título dos lampiões e já se tinham esquecido

Rui Rio acusa Cabrita de “mentir no Parlamento” sobre festejos do Sporting

O presidente do PSD não poupa críticas ao ministro da Administração interna

O presidente do PSD acusou esta sexta-feira o ministro da Administração Interna de “mentir aos portugueses e mentir no parlamento”, alegando que o relatório da PSP mostra que Eduardo Cabrita autorizou os festejos do final do campeonato de futebol.

“O PSD entende que face ao que o ministro Eduardo Cabrita relativamente aos festejos do Sporting em que sacode a sua própria responsabilidade, depois vem um relatório que mostra que ele próprio autorizou os festejos do fim do campeonato nacional nos exatos termos em que eles decorreram, portanto, ele é obviamente responsável por aquilo que aconteceu”, apontou Rui Rio.

E acrescentou que, “a partir daí, ele [ministro]foge a dar qualquer explicação” e, neste sentido, “o PSD propôs que fosse à comissão parlamentar para esclarecer esta situação e a sua própria responsabilidade até porque, acima de tudo, mentiu aos portugueses e mentiu ao Parlamento”.

Rui Rio explicava assim aos jornalistas, em Tábua, à margem da cerimónia de apresentação do candidato à câmara local, do distrito de Coimbra, o porquê do partido que preside ter recorrido a “uma figura regimental que obriga o ministro a ir à comissão” uma vez que “o PS bloqueou através do seu voto” a presença de Eduardo Cabrita.

“Aquilo que espero, e acontecerá seguramente quando ele lá for, é um esclarecimento das circunstâncias, porque face àquilo que sai no relatório da PSP, o ministro terá de dar as suas justificações. Pode dizer que o que está no relatório é mentira, não sei, mas isso tem de ser naturalmente esclarecido em sede parlamentar”, justificou.

Demasiado tempo depois, consegui FINALMENTE provar o nosso gelado.
Sabe a Campeão Nacional! :trophy:

6 Curtiram

MAI DESCARTA RESPONSABILIDADES NOS FESTEJOS DO SPORTING

SPORTING 14:38

Eduardo Cabrita, ministro da Administração Interna (MAI), esteve esta quarta-feira na Comissão de Assuntos Constitucionais, Direitos, Liberdades e Garantias da Assembleia da República (AR), par ser ouvido sobre os festejos do Sporting como campeão nacional.

A audição foi requerida pelo PSD, o que motivou reação do ministro. «É uma audição ‘sui generis’, que prova o desespero do PSD e a ausência de justificação para esta audição verdadeiramente da época passada.»

Eduardo Cabrita voltou a dizer que nem o MAI nem a PSP definem modelos de celebração, mas sim que decorram em segurança. «A PSP fez aquilo que era adequado num quadro particularmente difícil», referiu.

«A PSP não pode dizer que o 1.º de Maio não é na Alameda, ou que o Avante! não é no Seixal, é noutra localidade qualquer. Não é competência da PSP, mas também não é do Ministério da Administração Interna», frisou ainda.