Como sair desta crise futebolística? - "Projecto"

Tão sempre a dizer que a malta talibã não dá ideias, ora cá vai uma. Ainda que contrafeito por este claro clima de exagero acerca do momento do clube quando até já vencemos uma portentosa supertaça este ano, junto apresento uma solução que resolve vários problemas.

Ora cá vai, só o primeiro ponto não depende do meu “projecto” a partir daí é suave como o veludo", senão vejamos:

fase 1 - A Direcção faz o que lhe compete: contrata um administrador para a SAD e uma equipa competente, capaz de gerir plantel e reforcá-lo com qualidade. Convém fazer isto já este fim-de-semana para tudo bater certo pois falta pouco tempo até ao fim do mês e fecho de inscrições.

fase 2 - Qual o nosso símbolo? O Leão. Qual a coisa mais inútil do nosso estádio? O fosso. Ora não preciso fazer um desenho pois não?.. a sociedade que gere o estádio deverá vedar todo o fosso criando uma infraestrutura que permita ali manter, em habitat agradável, meia duzia de leões. Deverão ser alimentados qb, mas é importante que nos dias em que o Sporting joga tanto fora como em casa nada seja dado a comer aos animais. Sugiro 2,3 leoas por uma questão de agilidade, pois todos sabemos que o macho desta espécie é como o Paredes ou o Barbosa no que toca a mexer o rabo em busca do objectivo.

fase 3 - Tendo já cadeiras em todo o estádio, por ser moderno, é mais fácil. O clube investe num sistema de telecomandos apenas com números, de preferência de 1 a 50 para dar opção de escolha, um por cadeira.

fase 3 - Comunica-se na TV, rádio, imprensa e net a nova iniciativa - “O fosso dos Leões do Sporting Clube de Portugal!”. O modelo é simples: nos jogos em casa o estádio enche (como vão perceber pelo descritivo nunca mais estaria noutro estado a não ser à pinha), tudo apoia o Sporting rumo à vitória. Se a vitória se der tudo decorre dentro da normalidade, no final os leões desfilariam em pleno relvado, no máximo receberiam como presente, em dia de grande vitória (um clássico por exemplo) a hipótese de devorarem a speaker loira.
Em caso de empate… activava-se o sistema. A 10 minutos do fim os adeptos seriam convidados a votar num número de 1 a 16 para escolher o jogador a atirar aos leões. Isto poderia ter ainda um efeito positivo sobre a equipa, que percebendo que faltavam 10 minutos para um deles ser pasto de felinos dariam tudo pela camisola que tão comprovadamente amam na sua esmagadora maioria.
Em caso de derrota… bónus. Os adeptos poderiam escolher um jogador e um elemento técnico ou dirigente para repasto leonino. Com o devido suporte de imagem dos placards electrónicos tudo seria devidamente explicado e numerado, para não surgirem erros lamentáveis como eleger o Paulinho para alimento do nosso símbolo em vez do Pedro Afra.

Ora como o tempo é escasso até ao fim do mês este modelo poderia até ser aplicado nos jogos fora, via SportTV, com os adeptos e sócios com TVBox digital, para acelerar a limpeza do plantel e a viabilização de disponibilidade salarial para as devidas correcções, bem como conseguir uma remodelação da direcção sem eleições.

Alguns pensarão que estou a ser brincalhão mas reparem nas vantagens:

1 - no futebol: pela primeira vez em muitos anos no futebol ocidental veriamos uma equipa lutar não pelo amor à camisola, não pelo amor ao salário chorudo mas pelo amor aos próprios tintins e à fabulosa vida. Os efeitos que tal motivação poderão ter sobre o empenho abrem o apetite.

2 - no plantel: tendo em conta o magnífico estado actual do nosso futebol é fácil imaginar que em 2,3 semanas o plantel estaria totalmente reformulado.

3 - nas finanças: não só os desequilibrios salariais seriam rapidamente corrigidos (ex. Os 50k do Paredes já tinham deixado de ser pagos faz meses se isto existisse) como as consecutivas casas cheias (basicamente quanto mais instável o clube estivesse ainda mais cheio o estádio estaria) tornariam interessante até o fim do sistema gamebox, com a venda de bilhetes a preços de Serie A, ou não fosse a “Fossa dei Leoni” do Milan uma brincadeira de crianças ao pé deste conceito.

4 - na direcção e equipa técnica: seriam alvo da mesma influência motivacional que o plantel, tentariam fazer um melhor trabalho, com a garantia que os que não o fizessem teriam um destino traçado e uma substituição rápida.

5 - nos jovens e na renovação da massa associativa: toda a gente sabe que as crianças adoram ver bichos. Que argumentos apresentariam os pais lampios e tripas quando as suas crias mostrassem interesse em ver não os leões do Zoo mas “os leões que vão comer o sr. Paulo Bento no sábado papá, quero ver, quero ver!”

6 - na cultura geral deste país: as ligações deste conceito a antecedentes da Roma Antiga poderiam acordar os cidadãos para coisas realmente interessantes, movendo-as do “preço certo” para o canal História, nas suas TVs.

7 - no futuro do planeta: não sendo uma espécie ameaçada, estariamos mesmo assim a mostrar serviço na defesa do reino animal, e mostrando que ainda é possível o animal sobrepor-se à ameaça humana (neste caso ameaças humanas à boa disposição dos sportinguistas).

E pronto… da próxima vez que algum gajo disser que não se dão ideias para resolver a crise faço link para isto.

Acho que devias enviar esta sugestão para a administração do Sporting! :mrgreen:

Eu concordo a 99%.

E digo 99% porque acho uma afronta aos direitos dos animais dar como refeição a um leão algo como o Paredes ou Ronny.

De resto, grande Mauras :mrgreen: :mrgreen:

acho que eles nao iam nisto porque ja sabem quem seriam os primeiros a ir para o fosso…

FSF com molho de whisky…

Muda o nome do tópico para Culinária Leonina. Se ainda decorressem as votações ainda ias a tempo de ganhar um voto meu para a secção de humor. :lol:

Muito bom!!!

Ideia genial!!! O problema é q num mês ficavas sem metade da equipa e sem dirigentes! :inde: :twisted:
Se os premios do forum ainda nao tivessem saido com este post ainda ganhavas mais 2/3 premios!
:clap: :clap: :clap:

Excelente :clap:

Acho uma ideia má pois para alem de no conjunto equipa tecnica, direcção e jogadores ficarmos apenas com 3 ou 4 jogadores, nenhum jogador ou dirigente se arriscaria a vir para o Sporting. Mas ganhariamos o estatuto de adeptos mais implacaveis do futebol mundial ;D. O outro ponto negativo é que dar Farnerud, Ronny, Had, PB, FSF, etc, é “judiar” com os pobres dos animais, se bem que se eles ingerissem o FSF a partir de uma certa hora como diz o CQ estes ficavam suficientemente alcoolicamente bem dispostos para ingerir o resto da “escumalha”. :rotfl:

Arrancou-me umas boas gargalhadas :lol: . Pegando na deixa do Mauras, sugiro que, além do MVP, passemos a eleger a “Refeição do Leão”[sup]TM[/sup] em cada jogo.

:clap: :clap: :clap: :clap: :clap: Muito bom…! :lol:

Mto bom :rotfl:

E ideias a sério, ninguém tem?! Eu sei que “rir é o melhor remédio” mas já não consigo fazer humor com a tristeza que paira em Alvalade. Desculpa Mauras, desculpem sportinguistas.

E a nota para comprar os leões, ah pois é!

:rotfl: :rotfl: :lol: Concordo plenamente coitados dos bichos :great:

No outro topico deram ideias mais “serias” e ninguem ou quase ninguem està interessado!- Queres fazer o quê!?-Estamos condenados, quem semeia ventos colhe tempestades!

Meus Caros,

Continuo a ler, mas o momento que vive o meu clube não me dá muita vontade de “postar”…

Mas a este era impossivel resistir…

Para mim o melhor Post dos ultimos meses…

Aquele Abraço,

RPA

Sim tambèm concordo,è um dos melhores post`s dos ultimos tempos em…comèdia tragica ! ;D

Posso ser muito mauzinho, mas… eu acabava definitivamente com as modalidades amadoras. É um desperdício de dinheiro e ninguém dá valor.
Fico contente quando vejo que o Sporting ganhou nessas competições, mas nada me faz prender a ver um jogo dessas modalidades e muito menos ir ver. Nem conheço ninguém que vá ver esses jogos e segundo parece o parecer das auditorias, essas modalidades dão prejuízo.
Ficava só a Natação e a Ginástica, já que as pessoas têm de ser sócias para praticar. O Sporting chegou a ser no passado, um dos clubes com mais sócios na Europa devido mesmo á ginástica! Agora, Andebol, Karaté, Boxe… por amor de Deus, acabem com isso!

Depois mudamos o nome do clube para Futebol Clube de Portugal :slight_smile:

Sporting sem modalidades não é Sporting. Quem manda no clube tem de encontrar maneiras de fazer com que as modalidades sejam rentáveis, e não é com uma hora diária de “dedicação” que se consegue :arrow: