Central ou P.L? Quem faz mais falta?

Desde ontem, discute-se muito o facto de faltar um homem golo na frente de ataque, mas com a ideia de Amorim de dois jogadores por posição, e olhando para as vagas completas, continua a faltar um central, se contarmos que o Rodrigo joga pela B apesar de treinar nos A.

Qual a posição mais carenciada e que faria a equipa jogar melhor e criar mais oportunidades de finalização??

Os dois, mas o ponta principalmente.

1 Curtiu

Faz mais falta a fome ou a sede ?

5 Curtiram

Criei este tópico, por apesar de reconhecer o desacerto de finalização do Paulinho e por vezes ate alguns pormenores técnicos que deixam a desejar, nao deixo de achar que falta um parceiro para o Inácio.

O lado em que ele não joga fica sempre coxo ofensivamente, já para nao falar que o rapaz a jogar a direita fica sempre algo condicionado.

Até que ponto um central com capacidade construção sair a jogar e passe longo, mas destro nao iria melhorar todo o rendimento ofensivo da equipa e incluindo do Paulinho??

E tendo em conta que “falta” um 6° central será que nao se poderia ir buscar um?

ponta de lança

Se tivesse que escolher só um, diria Ponta de lança. É óbvio que um central destro para titular ia “desbloquear o Inácio” para jogar do lado esquerdo e assim favorável ao seu melhor pé, no entanto para central há possibilidade de fazer adaptações como o Esgaio e o Nuno Mendes que podem atuar lá em caso de necessidade. Em relação ao ponta de lança, é algo que já foi dito n vezes aqui, são duas opções curtíssimas para 4 competições e o único que vejo a poder ser adaptado lá e ainda render algo, é o Jovane. Por isso, acho que arranjar um ponta de lança é fundamental para atacarmos a época.

2 Curtiram

os 2 + Plata ou outro

O Paulinho tive a ver as estatisticas e com Amorim no Braga fez 11 jogos, 6 golos.

Acho que Amorim acredita que isso vai voltar a acontecer, mas parece cada vez mais complicado

E para mim por duas razões a primeira clara é que o Sporting não é o Braga a pressão é outra, a segunda é que essa época parece que foi a exceção que confirma a regra, o Paulinho nunca foi um goleador, tirando essa época onde esteve bastante bem.

Eu se fosse treinador tentaria trazer as duas posições,se pudesse SÓ um acho que o central se fosse de qualidade indiscutível, poderia beneficiar toda a nossa equipa.

Um milhão de vezes Ponta de Lança

1 Curtiu

Dinheiro.

1 Curtiu

Trouxeste um tema interessante, achas que se houvesse mais dinheiro o Amorim procuraria outro central ou P.L?

Ele próprio disse numa conferência que o problema nao era a direção, mas era sim ele que nao queria mais jogadores para a posição (de P.L), mas será bluff? Ou será que a direção por exemplo nao consegue chegar ao central ou P.L que ele quererá?

Depende de três coisas pelo menos.

  1. A primeira, onde o Amorim acredita que a equipa está mais sólida, se na defesa ou se no ataque. Se é na defesa então prefere o avançado, se for no ataque então prefere o defesa.

Aqui no fórum, o consenso é que o Sporting está mais fraco no ataque, o que é uma leitura estranha. No ataque temos duas soluções à esquerda (Jovane e Nuno Santos), duas soluções para o centro (não vou comentar a “qualidade”, estamos a falar em quantidade), e temos “duas” solução à direita (o melhor marcador do campeonato, o Tabata e o Plata). Na defesa (central) temos duas soluções (não vou comentar a “qualidade”, estamos a falar em quantodaide) para três lugares.

O Amorim diz que está bem com dois avançados (pode ser verdade ou mentira) e que apenas entravam jogadores para o lugar de quem saiu. O facto é que o Amorim aceitou emprestar o Quaresma (passando de três soluções para duas), por isso ou acha que a defesa está sólida ou ainda está à espera de um defesa (porque saiu alguém). Não conta dizerem que o Inácio / Coates fazem duas posições, porque o Jovane também já jogou na posição do Paulinho.

  1. A segunda, se o Amorim prefere ter mais solidez na defesa ou mais solidez no ataque.

Tendo em conta a época passada, onde o Sporting teve a melhor defesa do campeonato assim como o reforço caro nas laterais cedo no mercado de transferências, diria que o Amorim dá prioridade à defesa. E lá diz o velho adágio, “ataques ganham jogos mas defesas ganham campeonatos”.

  1. A terceira, a quantidade de dinheiro que existe face ás opções de mercado.

Todos sabemos que um defesa central custa muito menos que um avançado (o Vinagre será excepção :flushed:). Se houver dinheiro suficiente para um bom avançado, diria que era preferível trazer o avançado. Se não houver, diria que era preferível resignar com o defesa.

Até pode depender de mais coisas, não sei. Tenho o grau zero de treinador de futebol. :thinking:

Mas tu acreditas que o Amorim é 100% honesto nas CIs? O facto de ele ser tão jeitoso nas CIs é precisamente porque não é 100% honesto nas CIs.

Estou a ver que o RA só deixa o Paulinho no banco se for obrigado. E ainda nem tentámos o plano B que é o Tiago Tomás que a mim me parece de momento a melhor opção por poder trocar de posição com o Pote a meio do jogo.

Portanto para mim seria um defesa central destro, de preferência que ainda esteja em idade de durar (21-25). Gosto muito do Neto e, tal como o Esgaio, é um jogador muito certinho e consistente, sem nunca ter grandes rasgos de brilhantismo. O Matheus Reis e o Rodrigo Fernandes assustam-me um pouco como opções. Vejam-se as quatro bombonas que a equipa B levou este fim-de-semana contra o Torreense com o Rodrigo a titular numa defesa a três.

Para além disso, um central será à partida bem mais barato que um ponta-de-lança. Ir ao mercado com cinco milhões à procura de um ponta-de-lança é meio caminho andado para vir um Deivid.

1 Curtiu

a iludir-me que vem alguém

Eu acho que a questão é que o ruben está contente com o que têm, seja na defesa ou no ataque.

Repara que ele o ano passado pela altura do fecho de mercado de verão dizia, caso nao venha alguém que ele achasse que não acrescentasse ficaria as opções como estavam.

Ele desta vez não fala nisso, fala que está feliz com o plantel que não quer é saídas, e eu acho que se agora lhe aparecesse um Beto ou um avançado que tivesse referenciado por ele a custo zero ele não iria avancar, mas isto é o que eu acho.

Acho que o Ruben dá muita atenção a parte mental dos jogadores, agora por muito bom grupo que ele faça se houver limitações, as coisas não vão acontecer por magia.

E é isso q me assusta um pouco no Ruben como no sábado, acreditou que aqueles iam render e demorou a mexer, depois quando quis já foi tarde.

Sim, o Rodrigo e o Matheus nao me dao nenhuma segurança por aí além, mas parece msm que o Rodrigo vai ser o 6°central com rodagem na B.

Ponta de Lança/Avançado

Mantenho o que digo desde o final da época passada: ambos.

E não há clone do Palhinha. E não temos nenhum abre-latas.

Mas o plantel do ano passado tinha vários défices. Aliás, tinha défices para rotação em quase todas as posições.

Foram corrigidas as laterais da defesa, manteve-se a debilidade no centro da defesa e no ataque.

Quanto ao clone do Palhinha… Dificilmente existe. Em todo o caso, diria que se tentou colmatar com o Ugarte, independentemente de ele também poder jogar ao lado do Palhinha neste modelo.

1 Curtiu

Os dois. Centrais são bons mas falta profundidade, quanto aos pontas de lança é mesmo falta de qualidade