Carlos Freitas, a Imprensa e a Internet

Parece-me apropriado face ao tema em discussão, conjugando com as afirmações ultimamente proferidas por FSF, inserir este trecho de um jornal desportivo da nossa praça que clarifica, pelo menos, dois aspectos que têm vindo a ser colocados em debate:

  • que a “defesa corporativa” dos amigos do Freitas, veiculada por alguns “insiders” bem posicionados no Izvestia (que surge invariavelmente associado a uma defesa corporativa da linha estratégica desportiva seguida pelo Franquismo), existe de facto.

  • que estão identificados os alvos das afirmações proferidas por FSF aquando da chegada de Luanda quando se referia " a uma certa imprensa desestabilizadora", como as causas de toda a turbulência actual do futebol leonino.

Repare-se no tom particularmente agressivo da prosa e no tom algo rasteirinho utilizado para a crítica, que não deixa de ter razão em alguns aspectos mas que introduz uma dose apreciável de sofismas e generalizações perigosas.

Deixo para vossa apreciação

http://www.ojogo.pt/23-255/artigo668193.asp

Agressivo ou não, rasteirinho ou não, com sofismas ou com generalizações, é ou não verdade o que lá está escrito? É ou não verdade que muitos escrevem em blogs ou fóruns com identidades omissas (felizmente, embora até pudesse ser falso - não é - o meu nome está bem escarrapachado na minha assinatura desde que para aqui vim e até está o lugar onde estou no estádio se alguém me quiser conhecer). É ou não verdade que basta um bocadito de prosa mais apurada e capacidade de argumentação para fazer a tal intoxicação que fala o artigo? Não esqueçamos que a Internet ainda é mais utilizada pelo mais jovens e regra geral as suas opiniões são mais moldáveis.
Antes que me comecem a rotular de pró-CF, volto a afirmar que nada tenho a favor ou contra o homem. Não sou jornalista ou ex-colega do CF, sou um reles professor de programação e faço umas paginazitas para a Internet, não o conheço pessoalmente ou por interposta pessoa, nem a ele nem ninguém de alguma direcção do Sporting - ah, estive uma vez ao lado do PSL (infelizmente). Agora, repito o que disse num post anterior, isto já não me parecem críticas à actuação dele, mas sim cruzadas contra o CF. Aliás, aqui sim, isto parece corporativismo. De que corporação? Não sei. E não venham com o lugar comum de dizer que é da corporação Sporting.

Olhem só o que apareceu no Jornal OJOGO…

GASOSO

JOÃO SANCHES

A internet revolucionou o mundo da informação, favorecendo, no entanto, pela negativa, o rumor fácil e, nalgumas circunstâncias, ordinário ou vexatório. Ferramenta útil ou mesmo indispensável em certos sectores de actividade, serve também, entre as nossas fronteiras e nomeadamente no domínio desportivo, a perversão daqueles que dela se aproveitam para, de forma encapotada ou anónima, inundarem a blogosfera de páginas e comentários, sendo estes, em determinadas conjunturas ou contextos, afectados por ideologias diversas e por espectros conspirativos, ainda que nem sempre bem amanhados. No ciberespaço, existem vários blogues - os pomposos fóruns - “ligados” ao Sporting em que os “assisadeiros”, com identidades omissas, põem lenha, com persistência e regularidade, mas raramente com prova de facto, na combustão de uma espécie de “debate boca” que, hoje em dia, potencia a intoxicação, mesmo se, aqui ou ali, no meio de muito tiro falhado, mas coberto pela impunidade, se salguem feridas ou se antecipem “matérias de revelação preguiçosa”. O acesso ao nível de intriga em que todos procuram defender razões e motivações é ilimitado, ou seja, qualquer pessoa, independentemente das habilitações, com ou sem gravata, e tenha ela a idade que tiver, pode subir ao palanque virtual e comunicar ao mundo - ou, claro, a quem quiser ou se dignar a “ouvi-la” pela escrita - o que lhe vai nas entranhas, mordam as palavras a quem morderem. Os blogues reflectem a mudança dos tempos: as tertúlias de taberna, de tasca, de cafetaria, de esplanada ou de vão de escada, onde, na projecção ou no rescaldo de acontecimentos, diferentes juízos e pontos de vista se digladiavam à roda de uma lambreta ou de um traçadinho gasoso, foram “desviadas” para o ciberespaço. É nesta envolvência que a equipa do Sporting, o seu treinador e os seus dirigentes terão de saber ser selectivos para sobreviverem, procurando de momento soluções urgentes para superar a má fase exibicional. Com o empate do FC Porto frente ao Belenenses - que caíra em Alvalade -, os leões têm de emagrecer dois pontos à “crise”.

Afinal, parece que este e outros foruns do clube incomodam mesmo muita gente.
Mais do que eu pensava…

Não sei o que é mais “pomposo”: chamar “fórum” a este espaço ou “jornalista” a quem escreve coisas dessas. :arrow:

Esse Sacho, ou sanches, é de ser tão levado a sério em matéria de intoxicação, que quando houve eleições no Sporting ele era o primeiro a criar uma coluna oficial de “como queimar o Abrantes Mendes”

Isto é notícia encomedada, e nos blogs e foruns devia-se abrir um tópico só com isto para o caso desse senhor cá passar, ler das boas.

A única coisa positiva que encontro nisto é que de facto é provavel que Paulo Bento e outros jogadores por cá passem. Se for o caso, FORÇA NISSO! :arrow:

Quem é este Joao Sanches?
Tem alguma ligaçao ao scp?
Ja agora, quem paga a proxima rodada? :lol:

Sócios e adeptos servem para comprar e pagar. Mai nada :arrow:

EM 2007, parece que a democracia ainda incomoda alguma gente… :-X

Entao quando se fala de democracia participativa, alguns senhores, que pensam que sabem tudo, ficam muito mas muito incomodados.

Eu penso que a direccçao tem tudo a ganhar ao dar ouvidos ao que pensam e desejam os socios.
Fazer participar os socios a elaboraçao de soluçoes para os problemas do clube so vai ajudar!
Vai ajudar:

  • a reaproximar os socios do clube
  • a federar os socios a volta da equipa, do clube e dos dirigentes
  • a criar produtos e serviços que respondam as necessidades dos socios
  • a aumentar as receitas do clube

Alguns senhores ainda nao perceberam o que é a modernidade, e estao ainda desconcertados com o fenomeno internet. Sao tao inteligentes e sabem tanto que ainda nao perceberam que teem assim novas oportunidades para desenvolver o clube. Ainda nao viram o que vai parecer obvio nos proximos anos e decadas, ou seja que a internet é uma formidavel ferramenta que o clube deve aproveitar para aumentar as suas receitas e aproximar os socios do clube.

O artigo desse “gasoso” parece mesmo encomendado , aqui discute-se a realidade do Sporting onde cada um expressa a sua opinião , e quem viesse para aqui com o objectivo de lançar especulações seria logo apanhado e corrido , a lenha que ele se refere e que cada vez se acumula mais deve ser as contratações falhadas pelo Carlos Freitas , essa é que é a realidade e não dá mais para varrer isso para debaixo do tapete , porque os resultados falam por si por muito que custe a alguns e ao próprio Carlos Freitas.

Hoje, ao ler a “breve” (não se pode chamar aquilo uma coluna) do meu ex-colega porreiro mas que cada vez mais me decepciona, o Bernardo do Record, percebi o que é cada vez mais claro: toda esta palhaçada de “ameaça de saída” são guerras intestinas entre quem está e quem já saiu, entre os que ainda comem do bolo e os que já comeram, e pouco tem a haver com a meia dúzia de esses sim sportinguistas que aparecem nos aeroportos ou nos edifícios preocupados com o estado a que isto chegou.

Não só este artigo “gasoso” mas o do bernado referem blogs e sites de pessoas que já estiveram lá como os grandes focos de problema. A única utilidade que identifiquei nestes pombos correio de Freitas é terem-me identificado algo útil que não sabia: que existem blogs e sites onde estão a surgir comentários e informações úteis sobre esta corja e suas actividades. Alguém me sabe precisar que bookmarks são esses para eu começar a visitar?

Tenho 25 anos de sócio do Sporting; em 25 anos não me lembro de um, um único, ano em que a política de contratações do Sporting não tenha sido considerada disparatada. A pior onda de contestação, conforme podem atestar aqueles que na altura frequentavam as galerias do velhinho Alvalade, foi em Agosto de 1999, quando, à excepção do Schmeichel, parecia que só tínhamos contratado coxos. Escuso de referir que no final da época já nem todos pensavam assim.
Em 25 anos de sócio sempre ouvi acusações envolvendo comissões, comissionistas e corruptos. Ele era o Gonçalves ou o Dias Ferreira, o Duque e, agora, o Carlos Freitas. Até o Ribeiro Teles foi, neste fórum, acusado de receber debaixo da mesa.

Até concordo com algumas das opiniões expressas neste fórum, mas, sobre uma coisa tenho eu a certeza: nos próximos 25 anos a conversa vai ser a mesma. Continuaremos a não saber contratar e continuaremos a ser dirigidos por incompetentes. Mudanças no discurso? Sim. Sempre que nos calhe um título.
Existe um projecto sufragado pelo Sportinguistas que é claro como a água e que passa pela consolidação económico-financeira do Clube no propósito de conseguir construir uma equipa de futebol de permanente afirmação europeia. Eu não estou à espera que os Sportinguistas actuem como os adeptos do MUnited fizeram nos primeiros e penosos anos do Fergunson no clube inglês (até porque nenhum dirigente nosso resistiria a um 11º lugar no campeonato), mas, sobretudo nós no Sporting, por tudo o que devíamos ter aprendido nas 2 últimas décadas, já tínhamos outra obrigação de saber o significado da palavra “tempo”.

“Dar” tempo não deve implicar a ausencia de critica quando se entende existirem razões para o fazer.

A mim parece-me que se os sportinguistas não conhecem o significado da palavra “tempo” desconhecem por completo o da palavra “responsabilidade”.

Aposto 1 milhão de Euros que este é o principal:

Essa dos jogadores, treinadores e dirigentes do Sporting terem de “sobreviver” perante a “tremenda” (penso que se pode considerar implícito) pressão de fórums e blogues é que me parte todo. Que tal um subsídio de risco / stresse para os meninos? :rotfl:

É verdade que há blogues e bloggers lamentáveis. Por exemplo, um blogue que antes das últimas eleições prometeu repetidamente fazer revelações escabrosas sobre o FSF, e pouco antes delas se calou para todo o sempre, por falta de assunto.

De resto, classificar a corja de FSF e muitos dirigentes próximos (no espaço e no tempo) como preguiçosos e incompetentes é pouco menos que factual, e mesmo que seja opinativo, não estou a ver ninguém pagar a advogados para processar alguém por isso. Classificá-los como corruptos é diferente, pois atenta contra o bom nome, direito em princípio de cada pessoa. As coisas mudam de figura se a qualificação for “acredito que são corruptos”. Quem disser “Sei que são corruptos e as instâncias são…” deveria ter a certeza do que diz - estar em posição de prová-lo implica saber se as informações que obteve são divulgáveis sem risco para o próprio ou para terceiros.

Pessoalmente, acho que levantar lebres pode ter alguns efeitos positivos - escrutínio dos dirigentes e consciencialização dos sócios. Reiterar acusações que não se podem provar, em última análise descredibiliza quem toma essa posição, o que é o efeito contrário ao pretendido.

Querem calar os sportinguistas! kirikiiiiirikirikiiiiiiii

Vergonha :cartao:

NÃO sei se já viram isto.

Paulo Bento sobre Carlos Freitas

"Já disse que era uma situação que estava definida. Tem um trajecto no Sporting e conseguiu, dentro das suas funções, ajudar a conquistar títulos. Em determinado momento começou a ser demasiado julgado individualmente, [b]quando tudo aquilo que fez foi em consonância comigo[/b]. Parece-me que há um objectivo, da parte de várias pessoas, de julgar as coisas que não correm tão bem e esconder outras situações. Acredito que é uma situação que se vai resolver para bem do Sporting", afirmou o treinador

Isso foi para proteger o comissionista, é óbvio que o PB é pau mandado do Freitas. Mas se isso é verdade, PB tá muito mal ntão…

Ora la esta, ganda tiro no pe do PB.

Nao tarda nada alguem ainda vai levantar a questao de sera que ele tambem nao agasalha ums comissoes nestes paredes e farneruds, dai a insistencia neles…

Eles mais que ninguem sabem o significado da palavra “sobreviver”, muitos fazem-no no Sporting recebendo ordenados chorudos ou diria mesmo ilucidatórios do seu excelente desempenho de sobrevivência pessoal. Se existem Sportinguistas com conhecimentos internos daquilo que se passa diariamente no seio admnistrativo e empresarial do Sporting e publicam, ainda que superficialmente, no seu blogue pessoal ou num Fórum de Internet apenas a esta familia diz respeito. Como o Rui disse e bem, o que tem faltado durante todo este tempo no Sporting é o sentido ideal do termo resposabilidade, à qual incluo mais uma: Profissionalismo.

Os adeptos não toleram, aliás como ninguem toleraria que dentro do seu clube/empresa houvesse alguem que directa/indirectamente pudesse receber dinheiro através de um meio pouco ou nada justificável. As reacções oficiais do Sporting a este tipo de declaraçoes cada vez mais correntes, seja em blogs ou em jornais tem sido igualmente notória de que feriu alguma suscpetibilidade e/ou abalou algum podre. A estes recentes acontecimento, incluo a pergunta retórica do Caracois Pantene que no seu papel de jornalista, interrogou o beneficio das partes em todo este processo laboral. FSF surgiu imediatamente em defesa de Carlos Freitas (era o seu papel) ameaçando o Caracois Pantene de um processo em tribunal. Como seria de esperar esse processo não tinha pernas para andar, até porque mais facilmente desmascaravam esta corja que governa o Sporting do que outra coisa.

Quem diria que agora até já os blogues e os Fóruns não oficiais do Sporting representam um interesse superior ou até mesmo uma ameaça ao bom funcionamento de todos os orgão admnistrativos. É curioso o discurso de SF até porque ainda há dias vi um Abel sem papas na lingua afirmar “Não damos atenção aquilo que vocês (jornalistas/imprensa) escrevem” e querem-me convencer que agora lembraram-se de dar atenção aquilo que os adeptos/simpatizantes Sportinguistas escrevem/dizem acerca do Sporting.

Em vez de defenderem o bom(?) nome de Carlos Freitas, preocupem-se em defender o bom nome do Sporting que é aquilo que os Sportinguistas estão a tentar fazer.

Não sabia que um comentário meu aqui e de outros users, teria assim tanta importância para a qualidade futebolistica da equipa do Sporting e da qualidade demonstrada pelas novas contratações.
Mas nós desestabilizamos em q?
A pessoa que se manifesta no café é diferente da pessoa que se manisfesta num forum ou em blogues?
Os jogadores do Sporting andam a ler o forum?
O clube é de todos os Sportinguistas e todos têm direito a formar a sua opinião sobre o momento actual do clube , doa a quem doer. No forum, em blogues , no café no barbeiro seja onde for.
Só tenho uma palavra tanto para as declarações de FSF sobre as pressões nos meios de comunicação e para esse senhor que escreveu esse texto no “jogo” RIDICULO!