Bruno Fernandes

Negócio vergonhoso.
Estão a destruir o clube.

1 Like

Estão a rapar o fundo do tacho!

:sunglasses:

1 Like

Solskjaer revela o que espera de Bruno Fernandes e levanta véu sobre possível estreia


Bruno Fernandes, médio que se transferiu do Sporting para o Man. United
Fotografia: Filipe Amorim / Global Imagens

Treinador do Manchester United falou sobre a contratação do médio português e aponta-o já ao duelo com o Wolverhampton.

Bruno Fernandes aterrou na quarta-feira em solo inglês para assinar contrato com o Manchester United e até pode estrear-se já no sábado, na receção dos “red devils” ao Wolverhampton, de Nuno Espírito Santo.

Questionado sobre a chegada do médio português a Old Trafford, Ole Gunnar Solskjaer deu a entender que já conta com o ex-Sporting para o duelo com os Wolves e revelou o que espera do reforço luso.

“Vamos assinar contrato e fazer os exames médicos, mas presumo que o miúdo esteja pronto para jogar. Vamos ver se tratamos de tudo amanhã [quinta-feira]”, começou por referir o treinador norueguês, após a vitória - infrutífera, uma vez que o United foi eliminado - sobre o rival Manchester City, por 1-0. Logo depois, prosseguiu:

“Sei que o Bruno poderá marcar golos e criá-los”, acrescentou, admitindo nova investida no mercado de transferências, agora em busca de um goleador: “Não sei como será… Vamos falar na sexta-feira. O que sei é que precisamos de mais golos”, rematou Solskjaer.

O Jogo

Idalécio confia nas capacidades de Bruno Fernandes. “Espero que se imponha e que ajude o Manchester United”

29 jan, 2020 - 18:20

Ex-jogador atualmente a viver em Londres refere, em declarações a Bola Branca, que o Manchester United vive tempos conturbados neste momento, mas acredita que ainda assim, Bruno Fernandes tem capacidade para se impôr no futebol inglês.


Foto: Eduardo Costa/Lusa
Foto: Eduardo Costa/Lusa

O ex-jogador Idalécio Rosa diz que há grande expectativa em Inglaterra em torno da contratação de Bruno Fernandes pelo Manchester United.

Em declarações a Bola Branca , Idalécio considera que a instabilidade que paira sobre os comandados de Ole Gunnar Solskjaer pode dificultar o processo de adaptação do médio português, mas confia que a capacidade de Bruno Fernandes ajude a mudar o atual panorama do clube.

“Quando uma equipa está mal, fica mais difícil para um jogador vindo de outro campeonato se integrar. O Manchester United continua a ser uma grande estrutura e com excelentes jogadores. Com a vinda do Bruno Fernandes e com a sua qualidade, espero que se consiga impôr e que consiga ajudar a equipa em busca de melhores resultados. Para o Bruno, é excelente ter a oportunidade de vir para o campeonato inglês, finalmente, e oxalá tudo corra pelo melhor”, enaltece Idalécio.

O antigo defesa, com carreira marcada em passagens pelo Sporting de Braga e pelo Rio Ave e que atualmente vive em Londres, afasta ainda algumas dúvidas sobre a condição física de Bruno Fernandes não ser suficiente para aguentar a dureza da Premier League. O médio compensa o aspeto franzino com a atitude “aguerrida” e “sem medo do choque”. Nesse entendimento, Idalécio considera que as características do médio internacional português encaixam que nem uma luva naquilo de que necessita o United para voltar aos bons velhos tempos.

“Em termos de clarividência do meio-campo, em termos do último passe e até mesmo em termos de finalização, porque aparece bem nessas áreas e é um médio concretizador. Pode ajudar o Manchester United com os seus golos, como fez em Portugal, e com a sua qualidade”, termina.

RR

Oficial: Bruno Fernandes já assinou contrato com o Manchester United

Médio português já veste à red devil

É oficial. Bruno Fernandes já assinou contrato com o Manchester United. Esta fotografia, onde o médio surge ao lado do empresário Miguel Pinho, assinala o momento. Foi publicada pelo empresário.

Bruno Fernandes cumpriu hoje a obrigatória bateria de exames médicos e depois rubricou o contrato, que é válido para os próximos quatro anos e meio, até junho de 2024.

O médio também já escolheu o número que vai utilizar nos red devils, o 18. O 8, que costumava usar, é utilizado por Juan Mata.

O negócio rende ao Sporting 55 milhões de euros, no imediato, mais 25 milhões potenciais, caso sejam cumpridos determinados objetivos.

Record

Negócios dos diabos

«A venda de Bruno Fernandes é um bom negócio. Por muito que a saída milionária de João Félix tenha ofuscado a segunda maior transferência de sempre do futebol português, 55 milhões de euros é muito dinheiro. E há a possibilidade de encaixar mais milhões, dependentes da performance do médio. Só num clube balcanizado como é hoje o Sporting não se entende isto. Porque nos leões há entendidos em tudo. O problema é quando são chamados a mandar. Seja qual for a facção, dá quase sempre… porcaria. Assim se explica como o clube está. Varandas tem sido um bom presidente? Não há quem não tenha dúvidas. É ele o único culpado do estado em que o clube se encontra? É preciso ser muito desonesto intelectualmente para defender isto.

A mensagem de despedida de Bruno Fernandes mostra como é um jogador diferente. Tem mais conteúdo, personalidade e opinião do que metade do plantel leonino. É uma grande baixa em termos qualitativos. Mas não é só. O Sporting perde um homem que se assume. Em campo e fora dele. E isso não há milhões que paguem. É a vida.

Paulo Pereira teve a amabilidade de visitar a redacção de Record. A nossa conversa ajudou-me a perceber o porquê de Portugal ter brilhado no Europeu. Temos homem. Obrigado Paulo!»

( Bernardo Ribeiro , director do Record, Saída de Campo, hoje à 01:30)

BRUNO FERNANDES, GRANDE CAPITÃO!!! OBRIGADO!!!

Por Tito Arantes Fontes
30 Jan, 2020

OPINIÃO

Bruno Fernandes mostrou desde o primeiro dia em Alvalade a sua garra de Leão!

É o momento! É este o momento em que vimos partir um extraordinário Leão! Um jogador soberbo! Um verdadeiro campeão!

Tivemos todos nós, Sportinguistas, o enorme privilégio de poder desfrutar durante duas temporadas e meia de um dos melhores jogadores mundiais!

Em 2017, o SCP “resgatou” o Bruno Fernandes do “exílio italiano” e trouxe-o para o seu país, para Portugal!

Na altura não foi grande notícia… afinal só se tinha ido buscar um jogador português… não era alemão, nem espanhol, nem brasileiro, nem argentino… era só português e ia vestir de “verde”… e a imprensa desportiva – tão “esperta” para tantas coisas – ainda não tinha percebido que tínhamos ido buscar um génio do futebol!

A verdade é que mal começou o campeonato, o festival teve início… exibição atrás de exibição, golo atrás de golo!

E foram duas temporadas e meia de deleite! Puro deleite!

Futebolista do ano indiscutível nas temporadas de 2017/2018 e 2018/2019! Vencedor da Taça de Portugal de 2018/2019! Vencedor das Taças da Liga de 2017/2018 e 2018/2019! Todos estes títulos com a camisola do SCP! E ainda várias vezes internacional A por Portugal, com vitória na Liga das Nações UEFA de 2018/2019!

Aquando de ‘Alcochete’ todos chorámos com a rescisão do Bruno Fernandes em reacção à barbárie que nesse dia entrou pela nossa Academia e destruiu a nossa equipa de futebol!

Mas – com as mutações decorrentes do período conturbado que o nosso SCP viveu – Bruno Fernandes regressou! E assinou novamente pelo SCP! Um acto de coragem, de fé, de querer, de Leão! Um acto de amor ao SCP! Um acto que permite ao SCP fazer agora uma grande transferência! A maior transferência de sempre do nosso Clube!

Bruno Fernandes mostrou desde o primeiro dia em Alvalade a sua classe, a sua personalidade, o seu querer, o seu carisma! A sua garra de Leão!

Com mérito foi alcandorado ao cargo de capitão da nossa equipa de futebol! E que Capitão! Inteiro! De não quebrar! De não torcer!

Fez jogos maravilhosos! Fez golos extraordinários! Encheu o campo dezenas e dezenas de vezes!

Foi vergonhosamente perseguido pela mediocridade reinante na arbitragem portuguesa! O “massacre” a que foi sujeito no jogo deste ano do Bessa fica para a memória! Um festival de faltas que Bruno Fernandes sofreu! De todo o tipo… e o expulso acabou por ser ele, Bruno Fernandes! Foi um escândalo! E o árbitro desse jogo tem nome, foi o Sr. Jorge Sousa! Na segunda-feira, outro dos inefáveis árbitros que “abrilhantam” o nosso futebol resolveu “despedir-se” do Bruno Fernandes como só a arbitragem portuguesa sabe! Mostrou já no fim do jogo o cartão amarelo ao Bruno Fernandes! Rui Costa, o autor dessa façanha!

A medíocre arbitragem portuguesa nunca percebeu a dimensão do génio futebolístico de Bruno Fernandes! É uma arbitragem que não percebe de futebol, que não sabe de futebol… é uma arbitragem que envergonha o futebol português!

Terminou, pois, a perseguição da arbitragem nacional ao Bruno Fernandes! E todos veremos como, com outros árbitros, de outra qualidade técnica, de outra formação humana, o Bruno Fernandes vai brilhar ainda mais alto!

Bruno Fernandes, és nosso! És eternamente nosso!

E esta é eternamente a tua casa!

Leão um dia… Leão para sempre!

És uma lenda! És uma glória do SCP!

VIVA O SPORTING CLUBE DE PORTUGAL!!!

2 primeiras bastantes exequiveis.
3 outras, até pode acontecer uma se explodir na PL. Melhor jogador da PL.

1 Like

Como diriam os americanos “break a leg son!”

As duas primeiras são 10M garantidos… não deve é ser esta época.

O resto deve ser para esquecer, é bom jogador mas POTY da premier league e ballon d’or, seria preciso explodir muito muito.
Nunca se sabe mas 5 anos é muito tempo.

summary_large_image

Vitalino Canas

OS HOMENS TAMBÉM CHORAM

A gestão incompreensível da Direção do Sporting empurraram Bas Dost para o estrangeiro por tuta e meia.

31 Jan 2020, 07:55

Sempre achei aquela ideia de que os homens não choram vagamente patética.

Por isso, quando os noticiários televisivos mostraram há poucos dias uma Deputada britânica do Parlamento Europeu em lágrimas depois da aprovação do Brexit, fiquei com pena que não houvesse um plano mais alargado mostrando toda a consternação que isso causa, a mulheres e a homens. Estou seguro que Jorge Sampaio (grande sportinguista!), a quem a Cidade de Lisboa prestou há alguns dias mais uma merecida homenagem pela visão estratégica que impôs na Câmara de Lisboa na primeira metade da década de 1990, não deixaria de verter umas lágrimas se lá estivesse.

Nos mesmos noticiários choraram também Luiz Phellype e Bruno Fernandes. Compreende-se os motivos de ambos.

Luiz Phellype está a viver no Sporting a grande oportunidade da sua vida de futebolista. Depois de um percurso em clubes com outras ambições e dimensão, foi contratado para uma função que não era de cabeça de cartaz e ele sabia-o. A gestão incompreensível da Direção do Sporting e dos treinadores que contratou empurraram Bas Dost, autor de quase 100 golos ao serviço do Sporting, para o estrangeiro por tuta e meia. A mesma gestão esqueceu-se de contratar alguém de nível equivalente e até da medida elementar de inscrever Pedro Mendes. E aí estava a tal oportunidade da vida de Luís Phellype. O drama é que uma paragem de uma época implicará que talvez nunca mais se repita uma oportunidade como esta e Luís Phellype sabe-o. Aquelas lágrimas exprimiam isto tudo.

Esperemos que Luiz Phellype regresse em condições e que possa ter todas as oportunidades do Mundo e que seja o Sporting a proporcioná-las. Talvez não como cabeça de cartaz e como figura principal na linha da frente. Mas pela forma como procurou minorar as limitações que tem, pelo esforço e a humildade mostradas, merece certamente que o Sporting continue a investir nele.

As razões por que Bruno Fernandes chorou – e nós com ele – são, é claro, muito diferentes. Todos percebemos que sai para sempre, não apenas do Sporting mas das competições nacionais de futebol. Por agora, para continuarmos a vibrar com a sua qualidade e a sua personalidade vamos ter de nos tornar adeptos do Manchester United.

Em boa verdade, Bruno Fernandes já há muito que estava deslocado no campeonato português. Só a visão de Jorge Jesus o pôs na rota do Sporting, quando já fazia carreira em Itália. Só a sua honestidade e verticalidade (e a ação de Sousa Cintra) levaram a que ficasse no Sporting depois dos tristes acontecimentos da Academia, quando outros, menos perspicazes, decidiram aproveitar a ocasião para rumar para clubes desmerecedores da sua qualidade. Bruno Fernandes ficou, valorizou-se e sai pela porta grande. Sairia sempre pela porta grande, mas uma coisa que nunca saberemos é quão grande seria se as circunstâncias fossem outras. Como seria se o Sporting lutasse por títulos de campeão nacional e os conquistasse? Se aparecesse regularmente na montra da Liga dos Campeões? Se fosse uma equipa em que, a par de Bruno Fernandes, houvesse mais quatro ou cinco com o mesmo nível que lhe permitissem jogar ainda mais solto, menos vergado pelo peso da responsabilidade de ter de ser ele a resolver quando tudo falha? Talvez o ranking das transferências de futebolistas portugueses fosse um pouco diferente…

Pela sua mentalidade ganhadora, pela sua qualidade e raça, pela sua personalidade forte e liderante, Bruno Fernandes vai certamente triunfar e talvez não se fique pelo Manchester United que, no contexto inglês, está com problemas de afirmação com algumas semelhanças aos do Sporting.

Uma última palavra sobre tema a que voltaremos: o encaixe financeiro do Sporting, depois de todas as contas feitas, será muito razoável. Este e outros encaixes já ocorridos inviabilizam qualquer alibi que se pretenda invocar no futuro quanto à situação financeira do Sporting e à sua capacidade para encurtar distâncias em relação aos rivais, particularmente o Benfica.

Leonino

Penso que podia chegar a POTY em 5 ANOS. Para isso o MU teria de melhorar muito para ser no mínimo campeão e o BF teria de ser o MVP da equipa.

Se acho possível? Acho que há uma probabilidade muito baixa de acontecer (3%!!?) mas não é o mesmo que 0%.

image

estão ? os nazis ja destruiram o clube ja para ai ha um ano

Não tive oportunidade de escrever no tópico deste RATO, mas não podia deixar de desejar que tudo o que fizeste para que o clube chegasse onde chegou, se volte contra ti…o karma pode demorar, mas nunca falha.

Para mim (e para muitos) serás sempre uma persona non grata…és um RATO enquanto pessoa.