Bruno de Carvalho

Um tópico para debater tudo o que for relacionado com o Presidente destituído Bruno de Carvalho. Tratando-se de um Presidente destituído, um sócio suspenso e um ex-candidato, fica nesta secção até que haja uma mudança em contrário.

Conhecem as regras, escuso-me de as repetir. Ficam todos avisados que faltas de educação, ameaças físicas e verbais, linguagem abusiva e constante spam, dará direito a moderação.

Respeitem todas as opiniões, sobretudo as que são contrárias às vossas.

Resumindo aquilo que eu pensei é verdade, até aqui no fórum à censura!
Mais uma vez que fui ofendido várias vezes por uns bois que por aqui andam e não respondi à espera que alguém os silenciasse e ninguém fez nada. Depois tem esta atitude de merda.
Obrigado!

O forum a sobrepor-se à justiça.
Aqui nao comento mais.

sim senhor… :inde:

:arrow:

Não sei, se é essa a ideia, mas é injusto que quem tanto deu ao clube em tão pouco tempo não tenha ao menos direito à sentença da justiça.

Qual é a decisão da justiça?

Tratando-se de um Presidente destituído, um sócio suspenso e um ex-candidato, fica nesta secção até que haja uma mudança em contrário.

Não reconheço nenhuma destas “versões” como verídica.

O clube é tomado de assalto depois de um hiato em que fomos fortes, independentes dos Viscondes, e no caminho da glória. E há quem aplaudia e apele á calma e união ^-^

BdC está longe de ser perfeito, erros foram cometidos, e com as suas melhores facetas outras menos boas se revelam. Num clima normal, sem golpe, sem perseguição na comunicação social e em outdoors, teria o tempo para tentar provar se era capaz de se tornar melhor.

No entanto, mostrou o que podia ser o Sporting sem tachistas e parasitas.

Com mais um mandato ininterrupto o universo Sportinguista se calhar percebia que este era o novo Sporting, e novos candidatos que não os do costume poderiam surgir. Uma nova geração. O Benedito até se podia revelar como uma alternativa valida, com mais tempo e experiência.

Mas não, o Sporting é dos monarcas. Dos banqueiros.

Não me revejo neste Sporting, e como já muitos o disseram, “o teu Sporting não é o mesmo que o meu”.

Que a justiça faça o seu trabalho… Há mais na vida do que o Sporting.

Primeira e última mensagem neste tópico.

O fórum está por cima da Lei. Se o fórum diz que é destituído… quem sou eu para dizer o contrário.

Não é o Presidente em funções nem nada.

Prefiro esperar pela abertura do tópico a dizer “Presidente…”, pode ser que esteja para breve.

Uma história de amor e ódio e aparentemente de desprezo por Providências Cautelares.

mas agora já há moderadores que são juízes…inacreditável a democracia de certas pessoas…parecem o Marta Soares, fazem e aplicam as leis.

É o que temos de momento e o Fórum adapta-se ao que nós temos. Este é um tópico para discutir tudo relacionado com o Bruno de Carvalho, assim concentra-se todos os assuntos num tópico, ao invés de andarmos com o mesmo assunto em tudo o que é tópico. Caso contrário é um tópico para o Presidente destituído, é um tópico para o sócio suspenso, é um tópico para o ex-candidato, um tópico para discutir a sua última providência cautelar e podia continuar. Depois ninguém se entende no Fórum, existindo uma repetição de conteúdos e de temas.

Quanto ao resto, o Fórum tem regras e temos todos que as respeitar.

[hr]

[member=22460]Cisito[/member], respondo aqui por ser um tema que encaixa cá.

A decisão da justiça ainda está longe de ser definitiva, sabes perfeitamente disso, caso contrário o Bruno de Carvalho estaria ao comando do Sporting. A Comissão de Gestão pediu mais uns dias para responder às solicitações que lhe foram pedidas e convém aguardarmos. Nada ainda de concreto, quando existir, nós abriremos os respetivos tópicos que vão de encontro a essa decisão. Sem stress.

Por mim acabam hoje as vistas e comentários aqui no fórum.
Eu que sou um leitor assíduo do fórum aliás o único sítio onde eu lia notícias sobre o meu SPORTING e comento quando acho que devo, por mim quando vejo que os moderadores não são corretos chega.
Penso que isto se está a tornar outra versão do visão de
mercado, uma vez que se dá mais atenção ao que lampiões dizem do que SPORTINGUISTAS.

Vão pela sombra G71s…

Enviado do meu Redmi 5 Plus através do Tapatalk

Muito estranho isto que aconteceu no fórum.
Ao menos esperavam por coisas concretas e definitivas.
Assim é estranho.

:arrow: :arrow:

Até lá se é assim vou deixar de vir ao fórum.
Descriminação seja de que tipo for não é comigo.

Ouve um que lhe chamou demente, este só fez de putativo juiz…já leu a sentença

Quando tudo for concreto nós organizamos de acordo com as decisões.

Até lá, concentramos a discussão aqui.

Não tenham calma que não é preciso. O outro tópico na secção eleições era uma vergonha e ontem com a noticia do congelamento das contas até havia pessoal a desejar que o BdC morresse ou que lhe acontecesse algo. Talvez assim os anti se dirijam finalmente para os tópicos dos supostos grandiosos candidatos que apoiam. Sobre o BdC, é esperar, vamos ver o que acontece nos próximos dias. Mas vendo a fotografia dele com a filha, só me apetece dizer lhe que vá de férias e se afaste disto tudo durante uns meses ou anos até. Isto só pelo bem dele. Pelo bem do Sporting, sinceramente, os sócios tomaram as suas decisões de merda, e agora que se aturem uns aos outros. Vão ter o clube que merecem.

Vergonhosa esta perseguição e silenciamento de BdC também no fórum.

E qual é a razão do tópico de Bruno de Carvalho no Orgulho Leonino estar bloqueado?
Tantos pernas de pau e mercenários por lá e quem fez isto:

Em 2013 o Sporting atravessava o período mais negro da sua história: – Dois últimos mandatos com 160 Milhões de prejuízo de resultados líquidos da SAD (José Eduardo Bettencourt 70,5 milhões e Godinho Lopes 89,8 milhões). – Sad na eminência de um PER (Plano Especial de Revitalização) ou Insolvência. – Equipa de Futebol em 10º lugar, a 34(!) pontos do 1º lugar e 9 pontos acima da linha de água. – 4 treinadores na mesma época. – Maioria das % dos passes dos jogadores na mão de empresários e investidores. – Ingerência de entidades externas (Banca, Empresários, Rivais) na gestão do clube. – 35 modalidades, a maioria só para “participar” e o plano era encerrar todas gradualmente e deixar apenas as que se auto-sustentavam, como a ginástica ou a natação. – Cerca de 80 mil sócios, a maioria não pagantes. – Ausência de transparência na comunicação com os sócios. – Sócio transformado num utilizador/cliente pagador.

Principais medidas da Direcção de Bruno de Carvalho:
– Devolve o poder aos sócios e a defesa dos superiores interesses do Sporting passam a estar em 1ª lugar.
– Um Sporting de combate, orgulhoso, que não cede a chantagens, venham de onde vierem.
– Fim da ingerência de fundos e agentes na política desportiva da sad.
– Luta pela Verdade Desportiva e pela Transparência (Introdução do VAR, proibição dos fundos, denúncia do caso Vouchers e Emails).
– Sad quase triplicou receitas operacionais excluindo transacção de jogadores.
– Duas das maiores vendas da história do SCP (João Mário e Slimani).
– Passagem da totalidade das receitas das quotizações para a esfera do Clube.
– Clube a apresentar contas consecutivas com lucros apesar do investimento no pavilhão e reforço do orçamento das modalidades.
– Transparência das operações de mercado com publicitação de verbas envolvidas incluindo comissões e prémios.
– Contrato de 515M€ de direitos televisivos e patrocínio.
– Resolução do Caso Bruma.
– Aurélios na Base do Título Europeu (Patrício, Cedric, William, Adrien, João Mário e Nani de alguma forma ligados ao mandato de BdC).
– Recuperações da totalidade dos passes dos jogadores e fim da política de retalho e venda por ninharias das % de passes dos jovens da academia.
– Peyroteo a ser reconhecido a nível nacional e internacional.
– Luta pelo reconhecimento dos títulos nacionais conquistados entre 1922 e 1938.
– Reestruturação Financeira.
– Obras na Academia e no Multidesportivo.
– Pavilhão João Rocha.
– Expansão Academias Sporting.
– Mais Núcleos (+14).
– Reestruturação do Museu Mundo Sporting.
– Duplicação do número de sócios (actualmente + de 170mil).
– Mais assistências no Estádio.
– Sporting TV.
– Reestruturação do Jornal do Clube.
– Modernização do site Internet.
– Aposta na comunicação pelas Rede Sociais oficiais do clube.
– Sporting na vanguarda da discussão dos temas relacionados com o futebol (Future of Football).
– Gala anual que premeia os sportinguistas que mais se destacaram (Honoris Sporting).
– Estádio mais verde.
– Resolução do crónico problema do relvado com um novo tapete.
– Mais modalidades (55) e reforço das modalidades, todas lutam pelos títulos (pleno na última época), antes muitas só competiam.
– Regresso do Futebol Feminino, Hóquei em Patins, Ciclismo e Voleibol.
– Cumprimento dos desígnios dos nossos fundadores “Ser tão grande como os maiores da Europa”, conquistando títulos europeus com regularidade, 7 títulos no mandato, 4 na última época (recorde numa época).
– Aposta num Sporting Social, recordista mundial de modalidades no desporto adaptado e ser reconhecido nacional e internacionalmente por todos os agentes desta área como um exemplo a seguir.
– Projecto Olímpico.

Exercício financeiro
Época 2013/2014 – Resultados Operacionais 4.263 Milhões – Resultados Líquidos -368 mil
Época 2014/2015 – Resultados Operacionais 23.463 – Resultados Líquidos 19.333
Época 2015/2016 – Resultados Operacionais -26.351 – Resultados Líquidos -31.905
Época 2016/2017 – Resultados Operacionais 42.624 – Resultados Líquidos 30.537
Época 2017/2018, Conselho Directivo é impedido de concluir o seu trabalho, rescisões de jogadores importantes impediram receitas de futuras transferências, não houve tempo para negociar activos que permaneceram como Piccini, Doumbia, Coates ou Acuña e instabilidade criada pela demissão da maioria dos elementos dos Órgãos Sociais congelaram Empréstimo Obrigacionista originando estrangulamento de tesouraria.

Interacção sócios
– Criação de várias categorias de sócios, para que todos possam aderir independentemente da sua condição económica.
– Ajustamento da progressão no número de votos dos sócios.
– “Dá-me a tua camisola”: Milhares de Sócios participaram e sugeriram o seu próprio modelo para o equipamento alternativo da época.
– “Missão Pavilhão”: Mais de 22 mil Sportinguistas contribuíram com donativos para a Missão Pavilhão e muitos tiveram seu nome no Mural.
– “Sócio num minuto”: Facilidades no ingresso de sócio.
– “12º jogador”: Número da camisola retirado dos plantéis do Sporting, em homenagem aos adeptos.
– “Sporting Solidário”: Milhares de sócios envolveram-se em campanhas de solidariedade para com vítimas dos fogos, crianças carenciadas, etc.

Futebol
– Sénior Masculino
Bruno de Carvalho é eleito a 23 de Março de 2013, nessa altura o Sporting treinado por Jesualdo Ferreira (4º treinador da época) encontrava-se no 10º lugar com 27 pontos, a 34(!) do 1º lugar ocupado pelo benfica e 9 pontos acima da linha de água. BdC mantém o treinador até final do contrato (final da época) e a equipa termina em 7ª lugar em igualdade pontual com o 6º classificado ficando a 3 pontos do acesso às competições Europeias.
BdC não mexe na equipa médica liderada por Frederico Varandas que tinha sido indicado por Godinho Lopes e a mantém durante todo o seu mandato.
Durante o mandato de BdC, o Sporting apresenta sempre equipas de futebol competitivas a lutar pelos títulos e a ombrear com as melhores equipas internacionais, sempre com equipas técnicas de reconhecido valor. Na época de 2015/16 o Sporting bate o seu recorde pontual e só não foi campeão porque o campeonato foi completamente subvertido pelo polvo lampiânico (Esta época está a ser investigada pelas autoridades com suspeita de vários jogos comprados pelo benfica), e nas épocas de 13/14, 14/15 e 16/17, o mesmo “sistema” impediu o Sporting de lutar pelo título até ao final, e na última época (17/18), com o maior investimento de sempre, os interesses individuais dos jogadores, da equipa técnica e dos agentes que gravitam ao seu redor, sobrepuseram-se aos interesses do Sporting e boicotaram um título que era previsível.
Títulos: 1 Taça de Portugal, 1 Supertaça e 1 Taça da Liga.
2 presenças directas na Champions, que não acontecia desde 2009

– Formação
O Sporting vivia períodos conturbados na Academia, de alguma negligência, que permitiu a entrada de um quadro ex-benfica para a direcção de scouting (Bruno Maruta), para passado dois anos regressar ao ex-clube, dando claramente a entender que o Sporting foi alvo de espionagem industrial. Durante a última Direcção houve um claro desinvestimento na Formação, com o desmantelamento da rede de olheiros e com a saída de vários jogadores importantes aliciados por empresários.
É neste cenário que entra em funções a Direcção presidida por BdC, com Virgílio Lopes como Director da Academia, e depois de uma primeira época de reorganização, o clube entra novamente na senda dos títulos: Iniciados em 14/15, Juvenis em 15/16, Juniores e Juvenis em 16/17 e Iniciados em 17/18.

– Escolas Academia
Com a chegada de Bruno de Carvalho à Presidência do Sporting, a expansão das Escolas Academia Sporting no estrangeiro foi alargada, tendo o Clube avançado com três Academias na África do Sul, em Rustemburgo inaugurada em Março 2015, em Bedfordview e em Nelspruit inauguradas em Setembro 2016, duas em Cabo Verde na Praia e no Mindelo, inauguradas em Março 2016, uma em Getafe na Espanha inaugurada em Outubro 2016, uma em Atenas na Grécia, inaugurada em Novembro 2016 e outra na Costa Rica inaugurada em Março de 2017. Para além disso foram estabelecidos diversos protocolos com clubes e outras entidades desportivas, em países como Angola, Austrália, Brasil, Cazaquistão, Chile, China, Colômbia, Estados Unidos, Guiné Equatorial, Índia, Inglaterra e Luxemburgo.
Em Fevereiro de 2017 foi inaugurada a primeira Academia Sporting na China, uma iniciativa enquadrada numa parceria com a ECADint que visava a abertura de 10 academias em território chinês, até 2018.

– Futebol Feminino
Regresso do Futebol Feminino em 2016/17 em todos os escalões, 21 anos depois de ter sido extinto após actividade entre 91 a 95 com alguns lugares honrosos, mas sem títulos nacionais.
Nas duas épocas de actividade o Futebol Feminino obteve todos os títulos em disputa ( 2 Campeonatos Nacionais, 2 Taças de Portugal e 1 Supertaça) sem ter averbado qualquer derrota em território nacional. O Clube obteve também títulos nacionais tanto em Juniores como em Juvenis.
Recorde de assistência na final da Taça de Portugal 16/17 (12.213 espectadores no Jamor frente ao Braga) e recorde de assistência (9.263 espectadores) em jogo do campeonato a 25 de Fevereiro de 2017, em Alvalade também frente ao Braga.

Modalidades
– Futsal
O Sporting Clube de Portugal cedo se tornou a maior potência desta modalidade e quando esta Direcção entrou o clube tinha 11 Campeonatos Nacionais (o 11º título foi já conquistado com BdC na Presidência mas deve ser contabilizado na Direcção anterior dado que teve a maior quota parte), na segunda posição encontrava-se o benfica com 6 Campeonatos, mas fazendo a contabilização desde o momento da entrada do rival na modalidade, o Sporting tinha desvantagem de 5 campeonatos contra 6.
Nas 5 épocas com BdC, o Sporting ultrapassa a luta particular com o rival (9 campeonatos contra 7) e reforça-se como maior potência da modalidade com 15 campeonatos contra 7 do rival.
Títulos: 4 Campeonatos Nacionais, 2 Taças de Portugal, 2 Supertaças, 2 Taças de Liga e 2 vezes vice-campeão Europeu de Clubes.

– Atletismo
O Atletismo é a par do Futebol, a modalidade que se pratica desde sempre no Sporting Clube de Portugal, sendo também aquela que mais contribuiu para que o Clube seja o segundo da Europa com mais títulos conquistados, só ultrapassado pelo Barcelona.
Com a retirada do Prof Moniz Pereira em 2010 já com 89 anos, inicia-se o desinvestimento na modalidade e o clube perde o domínio no sector masculino para o benfica, com a saída de vários atletas para o clube rival.
Durante o mandato de BdC, o Sporting não só volta a recuperar o domínio em Masculinos, regressando aos títulos nacionais de Corta Mato, Estrada e Pista Coberta, como reforça o domínio nos Femininos. Durante este período a equipa feminina é bi-campeã Europeia de pista ao ar livre (2016 e 2018) e vence pela primeira vez a Taça dos Clubes Campeões Europeus de Corta Mato (2018). Nos masculinos o Sporting, recordista europeu de títulos de corta mato, regressa aos títulos 24 anos depois (2018).

– Andebol
Bi-campeão nacional (16/17 e 17/18) interrompendo o domínio do rival fcporto ( 7 títulos nos últimos 8 anos). O Sporting não vencia um campeonato desde 2006 e em 16/17 vence pela 2ª vez uma competição europeia (Taça Challenge). Na época 2017/18 ostentando o estatuto de Campeão Nacional, o Sporting regressou, 16 anos depois à EHF Champions League onde teve um desempenho muito meritório, tendo vencido metade dos jogos disputados.

– Hóquei em Patins
Em 2014/15, BdC faz regressar o Hóquei em Patins a titulo oficial a Alvalade, e logo nesta mesma temporada o Sporting conquistou a Taça CERS.
Depois do regresso aos títulos europeus, dá-se o regresso à conquista de troféus nacionais. Supertaça em 2015/16 e Elite Cup (Taça Liga do Hóquei) em 2016/17.
No Campeonato, com um investimento progressivo, 5º classificado em 14/15 (27 pontos do 1º lugar), 4º Classificado em 15/16 (20 pontos do 1º lugar), 4º Classificado em 16/17 (10 pontos do 1º lugar), que culmina na temporada de 2017/18, onde o Sporting conquista o título de Campeão Nacional de Hóquei em Patins, 30 anos depois, com um desempenho repleto de atitude, compromisso, superação e muita garra.

– Voleibol
A 05 de Junho de 2017 o Sporting Clube de Portugal anunciou oficialmente que o Voleibol passa a fazer de novo parte do ecletismo leonino, com a equipa sénior masculina a competir na Primeira Divisão Nacional na época 2017/18, tendo o incontornável Miguel Maia como capitão.
Após alcançar o primeiro lugar da fase regular, no dia 01 de Maio de 2018 o Sporting sagrou-se Campeão Nacional de Voleibol, ao fim de 24 anos, na época de regresso da modalidade a Alvalade.
Este que foi o sexto campeonato nacional do voleibol leonino, foi também o primeiro titulo nacional de sempre a ser conquistado no Pavilhão João Rocha.

– Ténis de Mesa
O Sporting é o clube dominador da modalidade em Portugal. Esta hegemonia teve o seu período áureo entre 1985 e 1995, quando o Clube ganhou 11 Campeonatos Nacionais e 10 Taças de Portugal, falhando apenas um de vinte e dois títulos possíveis.
A Direcção de BdC entra após um período de desinvestimento na modalidade, com o Sporting dos últimos anos a vencer apenas 1 campeonato (2012) nas últimos 4 épocas, perdendo o domínio para equipas da Madeira e Açores. Com este Direcção a secção é reorganizada e o clube regressa aos Títulos nacionais tornando-se Tricampeão (2016, 2017 e 2018).
Na época 17/18 o Sporting repete o triplete da época anterior (Título no Campeonato, Taça de Portugal e Supertaça) e atinge as meias finais da Taça dos Clubes Campeões Europeus, feito histórico para o Ténis de Mesa nacional.

– Natação
Sempre campeões, manteve-se a dinâmica vencedora. A Natação tem 7 títulos nacionais masculinos, conseguidos consecutivamente (Hepta-campeão), 5 dos quais conquistados durante o mandato de BdC.

– Futebol de Praia
Voltámos a ser campeões em Futebol de Praia (2016) e Madjer nomeado melhor jogador do Mundo.

– Goalball
Com 3 épocas de vida, esta Secção, que tendo vencido tudo o que havia para ganhar nas épocas anteriores em Portugal, disputou e venceu em 2017/18 a Super Liga Europeia, tornando-se Campeão Europeu de Goalball.

– Padel
A modalidade foi instituída no Sporting em Agosto de 2016. Vasco Pascoal, Sportinguista assumido, tricampeão nacional e então nº 2 do ranking nacional e 109º do ranking mundial, foi a primeira contratação. Em Outubro de 2016 Ana Catarina Nogueira e Filipa Mendonça conquistaram o título de Campeãs Nacionais de Padel, tendo este sido o primeiro título do Sporting na modalidade.
Em Outubro de 2017 Filipa Mendonça e Ricardo Martins conquistam o título de Campeões Nacionais de Padel em Pares Mistos e em Dezembro desse ano decorreu no Porto o Campeonato Nacional de Clubes, tendo o Sporting Clube de Portugal conquistado pela primeira vez o título de Campeão Nacional de Padel.

– eSports
A 21 de Julho de 2016 a eSports foi apresentada como nova modalidade.
17/18 foi uma época para relembrar para os jogadores dos Leões que em três competições possíveis realizadas pela FPF eSports, sendo estas a Taça nacional, o Campeonato Nacional e a Taça de Portugal, garantiram o último título que faltava para completar o tão desejado triplete.

– Pool
14/15 – Taça de Portugal em Pool Português; 15/16 – Campeonato e Taça de Portugal em Pool e Campeonato Nacional e Supertaça em Pool Português; 16/17 – Supertaça em Pool e Campeonato Nacional e Supertaça em Pool Português; 17/18 – Campeonato Nacional e Taça de Portugal em Pool.

– Judo
O Judo do Sporting tem 7 títulos nacionais de clube em masculinos e nos últimos anos só não foi campeão em 2015.

– Karaté
Foi durante o mandato de Bruno de Carvalho que o Sporting conquistou os únicos dois títulos nacionais (2014 e 2015).

– Kickboxing
Após anos de desinvestimento na modalidade, a época de 2014/15 representa o início de um novo ciclo de campeões para o Kickboxing do Sporting Clube de Portugal, com as contratações de Ricardo Fernandes, Bruno Susano e Adolfo Reis Barão, e os grandes títulos não se fizeram esperar, com a conquista das medalhas de ouro e de prata de Ricardo Fernandes no Campeonato do Mundo de 2014 ao serviço da Selecção Nacional e o título de Campeão Europeu K1 em -100kg de Bruno Susano.
O ano de 2016 dificilmente poderia ter começado melhor para o Kickboxing leonino já que a 30 de Janeiro, Bruno Susano defendia com sucesso o título mundial que tinha conquistado em 2013, quando ainda não estava no Sporting.
Em 2017 André Santos sagra-se Campeão Mundial ISKA 63,5 kg e Tiago Santos, seu irmão, Campeão do Mundo de Amadores ISKA Juniores (16/17 anos) K-1 63 kg. Em 2018 o Sporting vence o Campeonato Regional por equipas de Light Kick.

http://atascadocherba.com/2018/07/25/hoje-escreves-tu-manifesto-contra-a-ingratidao-e-amnesia-colectiva-ou-porque-bruno-de-carvalho-e-o-melhor-presidente-da-historia-do-sporting-clube-de-portugal/

Não merece lá estar?

Penso que ninguém está a questionar se os tópicos devem estar todos juntos num sítio ou não. Assim está bom.

O que está em questão é que a mais recente PC inviabiliza a AG, o que, tal como já foi dito N vezes, nos leva à manhã de dia 23, em que Bruno de Carvalho é Presidente.

Seja anti, não seja. Isto é um facto.