Bruno de Carvalho, sim ou não?

Acho que era importante ter mais ou menos uma noção do que o universo sportinguista acha e sempre se limpava o tópico dele. Por mim é um sim.

Há demasiados infiltrados neste fórum, por estes dias.

Por mim, sim.

Sim

Sim

Não

Sim sem dúvida

Sim!

Sim

Sim, claro!

Sem duvida SIM

Sim (votei), se nao estiver de facto em “burnout” como o Dr. Eduardo Barroso referiu…
Ja estive em burnout, nao da mesmo para trabalhar. BdC precisa de descansar e apenas assinar uns documentos aqui e acola… :arrow:

Claro que SIM!

Só acho que o Sporting precisa mais de investir num Departamento de Comunicação do que contratar novos jogadores!

Claro que SIM, havia um sporting antes de BdC e há UM SPORTING com BdC, todos nós precisamos de ser Campeões mas este Sr. já o merece há bem muito tempo :venia:

Sim , sem duvida.

Um Bruno de Carvalho , mesmo menos activo , será sempre o melhor candidato de longe.

Vive isto demais , quando vivemos numa época de jogadores mercenários.

Com mercenários só arranjando capatazes que saibam usar o “chicote” nas alturas certas.

E preferível tratar com mercenarios estrangeiros que esses dão menos problemas.

Claro que sim, continuo a achar que é o melhor para o nosso clube e quando vejo o que se perfila para o lugar ainda mais certezas tenho

Com bastante pena minha, mas… Não!

Já o Marta Soares, um gajo que quer atropelar os sócios, defendes que deve ficar. :lol: Estás apresentado.

Claro que sim. Tem mais 3 anos de mandato para cumprir.

Votei Sim com as seguintes condições:

Bruno,

  1. Trata da tua saúde, sem saúde não consegues ajudar o Sporting; além disso, tens três filhas para criar, elas precisam do pai de “mens sana in corpore sano”;

  2. Arranja uma boa formação em coaching e gestão de recursos humanos pois é fundamental gerir bem as pessoas;

  3. Aprende a escutar; não és o dono da verdade universal; learn to be humble;

  4. Sê mais Presidente na relação com treinadores e jogadores, eles são apenas assalariados do Clube; respeita-os mas dá-te ao respeito, têm que perceber que “cada macaco no seu galho”;

  5. Arranja um bom Vice-Presidente para o futebol que trabalhe de perto com o André Geraldes, já que pelo visto o rapaz é bom;

  6. Deixa as redes sociais, não levam a lado nenhum, só dão chatices;

  7. Vai buscar novamente quem te apoiou desde o início, o caríssimo e grande Sportinguista, Augusto Inácio;

  8. Cria uma verdadeira Direcção de Comunicação, que tenha capacidade para travar as batalhas junto da pasquinagem, em vez de seres tu a desgastar-te;

  9. Quando te estiveres a passar da marmita, inspira, expira, profundamente, e recita o mantra “Eu quero o bem do Sporting”;

  10. Finalmente, limpa a tua equipa directiva de eventuais maçãs podres, evita que te dêem facadas nas costas.

Fica aqui o que eu espero do Presidente doravante. A ordem é arbitrária. Tenho a certeza que ele aprendeu a lição e que irá mudar o seu estilo de liderança.

Se assim for, tem os meus votos.

Ou muito me engano ou optou-se pela solução correcta. A chamada ‘acalmação’. Não se passou nada, o Bruno está em parte incerta e, a reboque da paternidade, a ideia é que ande uns dias valentes calado e desaparecido (o ideal é semanas ou meses). O Clube fica em piloto automático, entregue aos vices, treinadores e seccionistas. A malta há-de calar-se, alguns aliados mais ‘azedos’ voltarão a demonstrar abertura, os jogadores hão-de voltar a reunir com a direcção ‘a frio’. É a postura e a estratégia correcta.

Se acredito que resulta? Não. Não acredito que o Bruno esteja calado sequer até ao final desta semana sem abrir guerra com mais alguém. Para além disso esta postura vem com dois meses de atraso (para bem já deveria ter sido adoptada há um ano).

Mas que é o correcto a fazer neste momento, caso se queira manter toda a direcção e Presidente, não tenho dúvidas…