Basquetebol Masculino - Época 2023/2024

com pouco mais de metade do investimento e da massa salarial.

Desculpa, mas o Sporting não pode ter o orçamento para aqui, que esses milionários têm. Têm um ex-NBA, têm dois dos melhores jogadores CPLP, têm uma base nacional que também não deve custar pouco, e o Broussard e o youtuber que também devem ganhar alarvidades.

O Norberto está em final de contrato c os lâmps… Justo saying…

É por isso que se impõe a única solução realística (censurada evidentemente por alguns miúdos aqui que julgam que o dinheiro se inventa ou cai do céu) que nos manterá competitivos: abdicar de duas das cinco modalidades de pavilhão e ainda do atletismo (é uma modalidade em que o “brilho” é basicamente dos próprios atletas, não dos clubes), concentrando os recursos em três, assim diminuindo o fosso de capacidade de investimento para o Benfica.

Ir a todas é a receita para em meia dúzia de anos não conseguirmos ganhar em nenhuma.

Eu cá não concordo, o Sporting começou a perder quando da história do apostem apenas em duas modalidades no tempo do cRoquete. Para mim devemos apostar em tudo porque muitas das modalidades não gastam por aí além.

As que gastam, eles estão lá para isso, para arranjar soluções e muitas vezes a solução não é despejar dinheiro à benfica. Basta saber investir e gerir o que têm. Temos ganho sempre mais com menos que o Benfica por isso prova-se que é possível.

Para arranjarem soluções foi por isso que foram eleitos, e investindo e gerindo bem vem as vitórias e com elas dinheiro de muito lado, patrocínios, merchandising, estádios/pavilhões cheios, etc… A solução nunca será de ser o clube que o Sporting é. Um clube eclético que tem de ter o maximo dos desportos importantes.

Basta ver a miudagem com os pavilhões e estádios cheios e isso traz adeptos e futuros adeptos, quiçá sócios. Tudo isso é dinheiro, seja de forma directa ou indirecta.

PS: estou muito longe de ser um miúdo…

7 Curtiram

Essas soluções alternativas só são possíveis enquanto o mercado de atletas/jogadores não está “bem estruturado”. Basta ver o exemplo do basquetebol. Com o mercado consolidado e significativamente estratificado, não havendo dinheiro não há acesso a bons jogadores, ponto final parágrafo.

Esta é a tendência do desporto atual: continuará a acentuar-se a respetiva mercadorização. Não tenhamos ilusões. Não vale a pena comparar com o que se passava há 20/30/40 anos.

Por melhores que sejam os gestores, não há nem haverá milagres de multiplicação de receitas.

Tretas ! Eles estão lá para isso, mexam-se. O que não falta é mercados. Repara no andebol que dois desconhecidos baratos (?!) tornaram -se muito importantes, o Eddy e o Kris.

Eu estou cá para fazer a minha parte, apoiar, gastar dinheiro a ir e em merchandising, eles têm de fazer a parte deles, ser competentes e saber como reforçar a equipa. Senão dêem o lugar a outros.

5 Curtiram

Acredito mais nessa possibilidade

Isto!!!

É para isso que lhes pagam - sejam competentes e trabalhem todas as possibilidades.

4 Curtiram

não é o norberto a causa do sucesso deles, nem seria garantia do nosso. é mesmo o facto de terem um orçamento que mais do que duplica o nosso e de terem uma qualidade individual pornográfica para a realidade competitiva onde estão.
conseguimos mitigar a diferença de orçamentos noutras modalidades, onde a importância coletiva é diferente, mas no basquet no final do dia os melhores serão mais eficazes e conseguem afetar o jogo individualmente.
e com isto não digo que o norberto não fosse um upgrade

Tretas? Diz quem seguramente nunca teve responsabilidades de gestão de coisa nenhuma.

Pensamento mágico, não muito obrigado.

A sério??
E eu a pensar que já tinha lido de tudo neste Fórum!!!

1 Curtiu

Santana Lopes 2.0

Uma cassete mentirosa que não se torna verdade por mais vezes que for repetida. Nunca serei apologista de acabar com modalidades e a prova nisso é o facto de este ano podemos ser campeões nacionais em duas modalidades e campeão europeu noutra. Os lamps até agr foram campeões no voleibol e no basquetebol. Ganhamos 6 títulos até agora e podemos ganhar 8, os lamps ganharam 8 títulos e podem ganhar 9. Ou seja, a nossa diferença para eles nas principais modalidades é muito reduzida, sendo que ganhamos mais títulos que eles em 20/21 e 21/22 eles só nos ultrapassaram em 22/23. Ou seja, nada indica que acabar com as modalidades ajudaria em algo, o que precisamos é de competência! Vê-se que mesmo com um orçamento menor conseguimos ser competitivos em todas as modalidades como aconteceu este anos em todas menos no basquete.

2 Curtiram

Não… É uma opinião como a de todos… Eu faço a minha parte e espero que eles que lá estão a ganhar bem o deles sejam competentes. Se não o forem o que estão lá a fazer? No meu trabalho faço o mesmo mas para isso quem coordena e como ganha para isso tem de fazer a sua parte.

A coisa que eu mais abomino em alguns sportinguistas é a política de desresponsabilização. Paninhos quentes para quê? Temos de ser exigentes pelos privilegiados que lá estão e exigir que resolvam os problemas …

3 Curtiram

Não, no tempo do Santana Lopes a ideia era ficar só com o futebol. Não tinham coragem para a apresentar assim, por isso utilizaram o expediente da seleção das modalidades. A minha ideia não é essa, de maneira nenhuma. Quero modalidades fortes e competitivas. Simplesmente, não conseguiremos concorrer com o Benfica se continuarmos a ir a todas. O Benfica gerará (tanto quanto se pode antecipar) sempre muito mais receitas do que nós. Nega a realidade e puxar pelo ego nestas matérias é pura patetice e levar-nos-á à ruína competitiva mais cedo do que tarde.

Como temos visto não são só os orçamentos por si que ganham competições.
A verdade é que no basket é muito difícil neste momento conseguir competir com o benfica. No entanto isso não apaga o péssimo planeamento que a secção fez para este ano.

Os tripeiros passaram o mesmo que nós, esta época. Casos e casos de indisciplina dos NFL’s que chegaram este ano, e que o Fernando Sá e a estrutura tapou os olhos e deixou andar. Não foi normal ontem o Cat e o Melvin ficarem de fora. Não seria ontem que o Landis e o Harrison iam fazer a diferença.

O benfica tem um plantel pornografico ( nao estou a criticar, estou a constatar um facto).
Que andou anos a construir e a aperfeiçoar.
Se queremos competir com eles não basta acertar 2 ou 3 contratações (como tenho lido por aqui) ou escolher bem os americanos.
Temos de investir forte e feio.

1 Curtiu

Temos que sacar um ou outro português de nivel. Mas nao ha. So vejo o Voytso ou o Diogo Brito, mais este 2o, mas teriamos que bater bem a nota.