Assistências em Alvalade época 08/09

Sinceramente já não consigo perceber o Sporting e mais do que tudo, os Sportinguistas.

E o que vi aqui no forum, ainda deixa-me mais perplexo.

Eu acho que os Sportinguistas gostam de sofrer, e ponto final.
E essa gosto do sofrimento é que faz mover os Sportinguistas para as partidas em Alvalade.

Um exemplo notório é que quando a equipa está ganhar com 2 ou mais de diferença, o pessoal começa a sair do estádio a 5 ou às vezes a 10m do final da partida.
Porém se o resultado estiver somente a um golo e ainda existir aquela adrenalina de contar os minutos para apito final, e a equipa contrária começar a bombear bolas para a nossa área, aí sim, o pessoal fica até ao fim.
E claro quando estamos empatados ou mesmo a perder por 1 golo, então é claro que ficamos no nosso lugar.

Ou seja, nós não gostamos de coisas fáceis, de jogos tranquilos, de ver a partida a rolar a um ritmo constante com o resultado completamente seguro.

Nós gostamos de adrenalina, de frisson, de ver o árbitro a não marcar um falta estúpida no meio campo a nosso favor, para barafustar com o mesmo, gostamos que o nosso guarda-redes dê um frango de todo tamanho ou o avançado falhar um golo certo para depois o assobiar no resto da partida …
… mas o que nos dá maior alegria é mesmo pensar, que grande parte dos jogadores são todos uma m**da (treinador incluído) e depois manifestarmos para que se mande o treinador para a rua e que se troque de plantel.

O problema dos últimos anos é que o FSF e o PB são uns teimosos, e como não vão nas cantigas dos habituais, a emoção já não é a mesma. Mas a estabilidade é que garante títulos quer queiram, quer não.

Digo-vos, eu não quero ter novamente um “Sousa Cintra”, com um plantel de categoria e um treinador com um dos melhores currículos que alguma vez passou pelo Sporting e diria mais em Portugal, o despeça ainda antes do natal porque foi eliminado na Taça Uefa (Sir Boby Robson).

E já agora, vejo depois aqui uns iluminados que dizem que antes é que era bom, porque contratávamos grandes estrelas … eu diria mais, eram tão grandes as estrelas, que de 82/83 a 99/00 só ganhamos uma taça de Portugal em 95/96.

Nessa altura sim, até tínhamos o estádio bem composto … mas vitórias? Nada!
E se vêm falar de Belenização, então nesses tempos, de acordo com os resultados desportivos é que não passávamos do 4º lugar.

Actualmente só encontro duas falhas, e não estão relacionadas com a gestão desportiva, porque aí penso que estamos no bom caminho. As duas falhas são:

  1. Marketing. O clube falha nesse aspecto, nomeadamente com a inexistência de campanhas apelativas para a participação e vinda de sócios e adeptos ao estádio.

  2. A questão dos núcleos. Uma melhor interacção com os núcleos, era capaz de trazer mais uns 5000 sócios/adeptos ao estádio.
    O que vi na final da taça, contraria essa teoria de enfraquecimento da nossa massa adepta. O Sporting é um clube nacional, com grandes representações em praticamente todas zonas do país.

Como ideia (porque não é só a criticar que fazemos crescer o clube), podíamos fazer o seguinte. Atribuíamos um número estimado de GBs (sem nome titular, tipo GB adepto) a cada um dos núcleos (dependendo da sua dimensão) que depois eram distribuídas pelos seus sócios em cada um dos jogos.

O modelo de negócio era simples, o Sporting entregava por exemplo 50 GBs a um núcleo, esse núcleo pagava à cabeça 50% do valor das GBs (tipo 50x75€=3750€)… e depois o núcleo alugava a GB sobre cada jogo, a um certo preço estipulado para cada partida aos seus associados,. No fim da época o núcleo pagava os restantes 50% ao Sporting.

Ah … e para participar, tinham de ser pelo menos, sócios correspondentes.

Assim, assegurávamos mais assistência, permitíamos que sócios que vivem longe pudessem ver alguns jogos sem precisar de fazer um investimento para a época inteira, e se o modelo resultasse, até poderia ser possível também ajudar financeiramente os núcleos com mais uma fonte de receita (que poderia ser resultante da margem do “aluguer” por partida) e assim tornar os núcleos mais fortes para espalhar o nome do Sporting em cada cidade do nosso país.

Pensem nisto, e digam a vossa opinião sobre esta ideia.

Inteiramente de acordo! :arrow: :arrow:

:clap: :clap: :clap: :clap: :clap: :clap: :clap:

E já agora, eu fui e vou sempre … vi o PSV, vi o Sampdoria … e vou estar em Alvalade para ver o Trofense e todos os outros jogos que aí vierem (se for possível claro)

E já agora, depois do estádio novo tenho comprado GB todo os anos … ou seja vou mais agora do que antes.

Se não for banido até lá ;D, vou utilizar este tópico para registar as assistências dos 3 grandes para se poderem comparar ao longo da época os números que se forem obtendo com os jogos. Eventualmente, acrescentarei a informação do Guimarães para se perceber quão longe (ou perto…) estaremos deste clube em termos de espectadores.
Estou (infelizmente) convicto que seremos nº3 neste aspecto, a uns bons largos milhares dos outros 2, algo impensável num passado muito recente.

A perda generalizada de adeptos, especialmente nos mais novos (crianças) é um facto adquirido. O fcp ganha títulos e angaria fãs por isso (há estudos que dizem que neste momento já são nº 2 em adeptos) e o slb continua a ser uma marca enorme, angariando fãs com relativa facilidade.

Deixo aqui uns números de 2002, infelizmente já desactualizados, que naquela altura comparavam o nº de adeptos dos 3 grandes com o ano de 1982.
Tinha estes números escritos à mão retirados dum jornal naquela altura, era um census feito naquele tempo mas infelizmente não apontei a fonte, mas a notícia relacionava a evolução de adeptos em 20 anos, na secção do jornal dedicada ao Sporting, campeão nesses anos:

1982:
SLB: 4.000.000 adeptos
SCP: 2.800.000 adeptos
FCP: 1.300.000 adeptos

2002:

SLB: 4.500.000 adeptos
SCP: 2.300.000 adeptos
FCP: 2.200.000 adeptos

Delta 2004 - 1982:

SLB: + 500.000 adeptos
SCP: - 500.000 adeptos
FCP: + 900.000 adeptos

Vale o que vale. Mas deve causar reflexão e temo que a realidade em 2008 seja ainda pior.
:frowning:

Eu cresci numa aldeia no concelho de Loures, zona de forte implantação sportinguista. A maioria dos meus colegas da escola primária eram do Sporting. No outro dia, um colega meu da primária contou-me uma coisa que até fiquei parvo. Na nossa aldeia (ele ainda lá vive, mas eu não), há cerca de 15 jovens na faixa etária entre os 12 e os 18 anos. Só dois são do Sporting. :xock: ^-^ Não fazia ideia! :sick: A maioria dos autóctones ainda são do Sporting, mas os homens ou mulheres que vão para lá morar quando casam com pessoas da terra, não são. E os seus filhos escolhem a sua preferência clubística. O facto do Sporting não ganhar o campeonato há seis anos também tem tudo a ver com isto. Empiricamente, creio que o actual jejum está a ser mais demolidor para a base de apoio do nosso clube que o de 17 anos. Há que dar a volta a isto. >:D

Estão a ver as coisas a comparar os ultimos 6 anos com os 17 de jejum, mas esquecem-se que o problema não é a diferença dos dois, mas sim a soma dos 2, que é exactamente a partir da “constituição do Sistema” que nós temos vindo a perder preponderância e depois ainda vemos o nosso presidente a ajudar á festa.

Eu e mais uns quantos aqui estamos a tentar mostrar isto a alguns, mas está cada vez mais dificil, pelo odio que alguns ganharam aos lampiões. O nosso grande adversario e quem nos fez cair nesta situação foi o sistema é o fcp e pinto da bosta e quando temos a oportunidade de dar a estucada final, eis que lhe passamos a mão pelo pêlo e lhes damos agua… :cartao:

Isso das assistências tem muito que se lhe diga e acho que ha muita gente que na realidade não se lembra muito bem do passado.
Antes do novo estadio o Sporting tinha boas assistências nos jogos grandes, porque nos outros nao eram tão grandes assim.
Ainda me lembro de um jogo particular de pré epoca que fizemos numa das ultimas epocas no antigo estadio que eu fui ver e mesmo sem televisão, contra o benfica esteve muito pouco publico.
Eu dantes ia ao estadio duas ou 3 vezes por ano, desde que fizeram o novo estadio e introduziram as gameboxes vou a todos os jogos mesmo os que não estao incluidos na box, como jogos da taça ou dos juniores.
Eu acho que se forem fazer uma análise séria verificarão que nestas epocas com o novo estadio a assistência aumentou muitíssimo.
Acredito que este inicio de epoca não esta a ser muito entusiasmante, principalmente porque o sporting fez poucas contratações e tudo jogadores que conhecemos bem, mas acho que estamos no caminho certo.
Os lamps têm um treinador novo, 9 jogadores novos, alguns sonantes(o que é suficiente para enusiasmar as massas) e uma nova esperança de vitorias apos mais um 4º lugar.
No entanto tudo isso pode mudar se as vitorias não aparecerem, nós ha anos atras tb era assim, na pre epoca era só unhas novas e tal e no natal ja queriamos que a epoca acabasse para virar a página.
O Sporting precisa mais do nosso apoio que das nossas críticas constantes, sinceramente fui ver o Rangers - Sporting à escocia e acho que os escoceses fizeram um mau jogo lá mas não deixaram de ser apoiados pelo estadio todo.
E a quem anda distraído, o Rangers perdeu o campeonato na ultima jornada depois de ter uns 8 pontos de avanço, para nao falar da final da uefa.

:victory:

Indeed !

eu ja tive gamebox e nao posso voltar a ter por razoes financeiras

mas neste momento ir ao estadio ver um jogo do sporting é uma seca, basicamente porque a equipa nao tem chama nenhuma e nao empolga nem o mais fevoroso adepto

Típico dos sportinguistas…assobiam para o lado e acham tudo normal.
Comparam assistências de agora com as do antigo estádio…é ridículo. As coisas mudam, é o mesmo que dizer que 10,10 daria para bater um record do mundo dos 100 metros há 50 anos atrás quando agora é uma desilusão autêntica. Tem que se perceber que as coisas evoluem e com a chegada dos novos estádios em Portugal tudo mudou e desculpem lá mas no ano passado andamos muitos jogos na casa dos 25.000 o que é evidentemente pouco para um estádio excelente, com grandes acessos e condições e com mais de 30.000 bilhetes de época vendidos.
E já ouvi por aqui desculpas esfarrapadíssimas…desde que no Norte vai-se pouco para o Algarve (de certeza que já foram em Agosto para o Porto ou para o Algarve???) ou que os nossos adeptos estão de férias…yeah whatever, no ano passado não tivemos uma única lotação acima dos 45.000 (tivemos alguma acima dos 40.000?), por isso não me fodam com argumentos da treta. O único argumento plausível é simples: muitos sportinguistas estão fartos destas equipa, fartos deste treinador, fartos deste presidente e não se identificam com o futebol praticado e com a mentalidade reinante em Alvalade de ganhar taças e ficarmos satisfeitos.

:clap: :clap: :clap:

Não existem medidas por parte de quem comanda o clube para mudar isso. Ninguém investe nesse aspecto.
Não há Diáspora leonina! Os núcleos estão votados ao abandono! O Sporting nao investe como devia em operações de “charme” junto das crianças, levando até elas os jogadores mais emblemáticos.
Não se abre a porta do estádio aos sócios, quando se abre, não se divulga. Da última vez estiveram 100 adeptos a assistir ao treino, no porto estiveram 5.000.

Acho que percebeste muito bem o que eu quis dizer.

A medida drástica foi a venda do património não desportivo (entre outras acções que tão bem conheces) de modo a libertar fundos no imediato para conseguir um reforço real do plantel. Algo que foi alcançado este ano, ainda que não tanto quanto eu gostaria…

A vossa solução (protelar mais uns anos…) só iria contribuir para o agravar da crise. De que serve termos património não desportivo com potencial para gerar receitas se não tivermos público para aproveitar esse mesmo potencial? Isto é um ciclo vicioso… quanto menos dinheiro, menos investimento na equipa → quanto menos investimento, menos sucesso desporto → quanto menos sucesso, menos adeptos ao longo dos anos → quanto menos adeptos, menos receitas → quanto menos receitas, menos dinheiro para investir → e assim sucessivamente…

Reparem que a evolução da distribuição de adeptos do FC Porto é inversa da do Sporting. O FC Porto concentra os adeptos no Distrito do Porto mas tem vindo a ganhar adeptos por todo o país com ganhos tanto maiores quanto mais perto do Distrito do Porto.

O Sporting concentra os seus adeptos na região de Lisboa e os adeptos espalhados pelo país vão sendo cada vez menos à medida que se afastam de Lisboa.

É preciso começar a inverter imediatamente essa tendência e não é a adiar o investimento no futebol durante mais 10 anos que conseguimos isso, certamente.

:xock: Não temos público para aproveitar o potencial do património não desportivo? Nota-se a falta de público no Lidl, no Holmes Place, na Clínica CUF…

E agora como estamos? Sem património não desportivo com potencial para gerar receitas e sem público para o aproveitar, simplesmente porque não existe nada para aproveitar…

Típico dos sportinguistas...assobiam para o lado e acham tudo normal. Comparam assistências de agora com as do antigo estádio...é ridículo. As coisas mudam, é o mesmo que dizer que 10,10 daria para bater um record do mundo dos 100 metros há 50 anos atrás quando agora é uma desilusão autêntica. Tem que se perceber que as coisas evoluem e com a chegada dos novos estádios em Portugal tudo mudou e desculpem lá mas no ano passado andamos muitos jogos na casa dos 25.000 o que é evidentemente pouco para um estádio excelente, com grandes acessos e condições e com mais de 30.000 bilhetes de época vendidos. E já ouvi por aqui desculpas esfarrapadíssimas...desde que no Norte vai-se pouco para o Algarve (de certeza que já foram em Agosto para o Porto ou para o Algarve???) ou que os nossos adeptos estão de férias...yeah whatever, no ano passado não tivemos uma única lotação acima dos 45.000 (tivemos alguma acima dos 40.000?), por isso não me fodam com argumentos da treta. O único argumento plausível é simples: muitos sportinguistas estão fartos destas equipa, fartos deste treinador, fartos deste presidente e não se identificam com o futebol praticado e com a mentalidade reinante em Alvalade de ganhar taças e ficarmos satisfeitos

No ano passado tivemos uma média baixa de espectadores no estádio apenas porque o Sporting rapidamente ficou afastado da luta pelo título, no ano anterior lutamos até ao fim pelo campeonato e na ultima jornada com o belenenses, mesmo perdendo o campeonato os sportinguistas brindaram a equipa com aquele coro que ainda hoje me arrepia “Até morrer…”
Nessa epoca ninguem disse que o Paulo Bento era isto ou aquilo.
Na epoca passada as coisas correram mal no campeonato, admito, mas acredito no trabalho que esta a ser feito pela equipa tecnica.
Esta época não vai ser por estes jogos particulares que vamos avaliar a assistencia do ano todo.

Eu continuo a insistir na mesma tecla, ha falta de cultura sportinguista dentro e fora do clube!!

O sporting continua a nao ser um clube ganhador e muito pouco ambicioso.

Nao ha investimento na equipa de futebol, e cada vez os socios se afastam mais, porque efectivamente nao acerditam nas pessoas que estao ha frente do sporting!!

Mesmo tendo em conta o pouco investimento na equipa , ha claramente uma falta de sabedoria e sobretudo uma carencia muito grande de empolgamento em torno da equipa de futebol!!

Continuo tambem a insistir no facto ,(sei que ha muita gente que nao gosta dele , por ter pouca cultura) Sousa Cintra, nos anos de seca conseguia contagiar os adeptos em redor da equipa, os nucleos do sporting eram mais activos, algumas aberturas desses mesmo nucleos eram feitas com honras de chefe de estado por exemplo um dos que me lembro de ler num jornal , o nucleo de Alcobaca O PRESIDENTE FOI RECEBIDO NOS PACOS DO CONCELHO ONDE SERIAM PELO MENOS A VOLTA DE MIL PESSOAS, onde de la seguiram para o nucleo!!

Este e so um exemplo, e claro que estas pessoas nao deixaram de ser sportinguistas, mas temos de ter consciencia que este presidente para alem de nao cativar as pessoas, nao vive o sporting como vivia o Sousa Cintra, nao marca presenca nos nucleos como ele e e claro que as pessoas nao acerditam no seu sportinguismo, os sportinguistas precisam de quem lhes passe a mensagem , e creio que esta e uma das razoes principais do afastamento dos sportinguistas!!

Mas por outro lado nao vale a pena tentar tapar o sol com uma peneira, os sportinguistas sao cada vez menos, aqui em philadelphia quando ca cheguei eram mais que sao hoje, nao ha novos sportinguistas, como e obvio tenho 2 filhos e sao os 2 sportinguistas 11 anos e 9 respectivamente, mas sinceramente nao conheco mais ninguem, e acerditem , eu sou daqueles que faco sempre a minha propria investigacao, e nitido mesmo aqui os mais jovens ja serem adeptos do porto.

Por isso apesar do sporting ainda ser um clube grande os seus dirigentes pensam muito pequenino, e obvio que o sporting sera cada vez mais pequeno, o sporting prescisa de ser acordado por alguem que faca acerditar as pessoas que e possivel o sporting lutar por titulos, ou sera que eles insistem em tentar passar a mensagem que os adeptos do sporting sao estupidos, porque efectivamente e isso que eles tem andado a fazer nos ultimos anos!!

Vamos la acordar este leao moribundo!!

E ainda faltam vir aí os jogos da Champions para o deserto ser mais evidente.
Basta recordar as assistências nos 3 jogos da Champions do ano passado em casa (aquilo a que noutro local apelidei de “A Vergonha”). Mas ok, ainda falta tempo para verificarmos se será igual este ano.
Mas só de pensar que Alvalade encheu apenas 2 vezes (inauguração e fatídico dia 18/05/2005) está tudo dito.

1 - Considero o nosso estadio demasiado grande! Motiva mais ir a um estadio cheio, que a um com metade dos adeptos. Preferia ter um estadio que desse para 35 mil a 40 mil espectadores, com um pavilhao para as modalidades ditas amadoras. O antigo estadio podia ser uma merda, mas podiamos chegar de manha, viamos um jogo dos juniores, um jogo de andebol e ao final da tarde um jogo de fut 11.

Hoje em dia temos o Sporting disperso… Entre Alcochete, Campo Grande e Loures… Se tivessemos as nossas instalacoes concentradas, penso que teriamos mais identidade e mais assistencias…

2 - Podemos dizer que jogamos um futebol de merda… E’ a realidade… Mas, a mim nao me serve de desculpa para nao ir aos jogos… Ir ver o Sporting para mim e’ uma paixao, um habito!!! Nao compro a gamebox devido as nossas contratacoes… Compro porque gosto do Sporting e criei o habito de ir a bola com os amigos. Muitos deles, por diversas razoes, so os vejo no estadio. O Sporting acaba por ser uma forma de juntar a malta. Relativamente ao valor da gamebox, compreendo que pessoal prefira ir ao cinema, ir de fim de semana ou passear para o Colombo. Eu prefiro investir na gamebox.

3 - Posso nao gostar do FSF, da atitude do Moutinho e do futebol pouco imaginativo do Bento. Nao me parece justificacao para a falta de assistencia.
Toda a gente hiper - valorizava a qualidade do futebol do Peseiro (espectacular na Uefa, lamentavel no nosso campeonato), nao tinhamos melhores assistencias devido ao futebol praticado.

4 - Jogos de pre-epoca! Sao jogos que nao dao pica… A unica motivacao e’ ver in loco os novos reforcos… Acontece que este ano nao temos, Stojkovics, Purovics, Vuckcevics e Izmailovs… Para ver… Ja todos conhecemos os reforcos…

5 - Horario do jogo, as 21h15, num sabado, em pleno Agosto nao ajuda.

6 - Dispersamos em dois jogos de apresentacao, o que poderiamos ter feito num. Concentrariamos a assistencia.

7 - O Agosto e’ o tradicional mes em que os emigrantes vem a Portugal ver as suas familias… A ideia que tenho e’ que a maior parte dos emigrantes sao lamps… Quando vivi nos states, 9/10 dos tugas eram desdentados e eram lamps…

8 - Se continuarmos a jogar mal e a ganhar, e’ o suficiente para aumentarmos as assistencias…

eu acho que a alguns anos esta parte o sporting esta a perder caapcidade de mobilização… outrora o clube com mais assistencias no estadio neste momento estamos em 3º… há que fazer algo… eu acho que podiamos começar por recuperar os grandes simbolos do sporting… sa pinto, oceano, xavier… etc para irem aos nucleos participar em eventos etc…

Deixa, ele como está longe de Lisboa ainda não percebeu que o Edifício Visconde, Clínica CUF, Holmes Place e Lidl são fequentados e utilizados todos os dias por imensos clientes, incluindo não-Sportinguistas.