Arma de destruição massiva no Nacional

Cuidado com a arma de destruição massiva que o Nacional possui: a sua claque feminina!

“Nacionóul! pum pum pum Nacionóul! pum pum pum… (ad eternum)”

Este bando de terroristas provoca alto desgaste psicológico não só nos adeptos (mesmo os que seguem o jogo pela TV) e sobretudo nos jogadores, gerando o desnorte total em qualquer estratégia.

Peço atenção especial aos responsáveis do Sporting, e caso seja possível peça-se um prehemtive strike à base de napalm uns minutos antes do início da partida, ou apenas um ataque concertado de chamadas de telemóvel dando conta que os putos em casa estão com a fralda toda borrada.

Só assim temos hipóteses de ganhar.

Se mesmo assim tudo falhar envie-se pinilla para a bancada, como é bonito pode ser que entretanha as terroristas madeirenses e assim ganhe alguma utilidade, finalmente.

Cuidado com a arma de destruição massiva que o Nacional possui: a sua claque feminina!

“Nacionóul! pum pum pum Nacionóul! pum pum pum… (ad eternum)”

Este bando de terroristas provocam alto desgaste psicológico não só nos adeptos (mesmo os que seguem o jogo pela TV) e sobretudo nos jogadores, provocando o desnorte total em qualquer estratégia.

Peço atenção especial aos responsáveis do Sporting, e caso seja possível peça-se um prehemtive strike à base de napalm uns minutos antes do início da partida, ou apenas um ataque concertado de chamadas de telemóvel dando conta que os putos em casa estão com a fralda toda borrada.

Só assim temos hipóteses de ganhar.

Se mesmo assim tudo falhar envie-se pinilla para a bancada, como é bonito pode ser que entretanha as terroristas madeirenses e assim ganhe alguma utilidade, finalmente.

:lol: :lol: :lol: :lol: :lol: :lol: :lol:

e não mencionaste aquela sirene “tipo bombeiros” em cada lance de bola parada nas imediações da area madeirense… :wink:

e não mencionaste aquela sirene "tipo bombeiros" em cada lance de bola parada nas imediações da area madeirense.... ;)

Uuuiii!!! Eu passo-me com essas sirenes. Lá tenho que me preparar psicologicamente para aguentar “aquilo”… :?

É de facto das poucas coisas que me tira fora de mim … a claque do Nacional…

A sirene só toca quando o Nacional está ao ataque, certo?

A solução está na pressão alta e não deixar os gajos passar da linha de meio campo. Os meus ouvidos agradecem. :smiley:

Tirem o som :smiley:

A grande vantagem do Peseiro nao ir para o banco e que assim nao tem que apanhar com a claque mesmo por tras…se eu fosse o Peseiro ia mesmo para o outro lado (embora naquele estadio seja dificil ficar longe de alguma coisa :lol:

Mas aquela claque e realmente pavorosa :lol:

Como o Mauras diz, mandem o Pinilla pa bancada :smiley:

Eu curto é aquele coro só com gajas com voz de cana rachada a cantar continuamente: “Deixa passar / Esta linda brincadeira / Não sei quê não sei que mais / No Bailinho da Madeira”. :?

Eu curto é aquele coro só com gajas com voz de cana rachada a cantar continuamente: "Deixa passar / Esta linda brincadeira / Não sei quê não sei que mais / No Bailinho da Madeira". :?

Algumas são as mulheres dos jogadores! 8) :lol: :roll:

Cuidado com a [b]arma de destruição massiva [/b]que o Nacional possui: a sua [b]claque feminina[/b]!

“Nacionóul! pum pum pum Nacionóul! pum pum pum… (ad eternum)”

Este bando de terroristas provoca alto desgaste psicológico não só nos adeptos (mesmo os que seguem o jogo pela TV) e sobretudo nos jogadores, gerando o desnorte total em qualquer estratégia.

Peço atenção especial aos responsáveis do Sporting, e caso seja possível peça-se um prehemtive strike à base de napalm uns minutos antes do início da partida, ou apenas um ataque concertado de chamadas de telemóvel dando conta que os putos em casa estão com a fralda toda borrada.

Só assim temos hipóteses de ganhar.

Se mesmo assim tudo falhar envie-se pinilla para a bancada, como é bonito pode ser que entretanha as terroristas madeirenses e assim ganhe alguma utilidade, finalmente.

:lol: :lol:

Deve ser moda lá na ilha, a do maritimo tambem não é melhor. Só não tem a sirene …

Peço atenção especial aos responsáveis do Sporting, e [b]caso seja possível peça-se um prehemtive strike à base de napalm [/b]uns minutos antes do início da partida, ou apenas um [b]ataque concertado de chamadas de telemóvel dando conta que os putos em casa estão com a fralda toda borrada[/b].

Ai o que eu me ri com este comentário! :lol: :lol: :lol: :lol: AHAHAHAHAHAHAHAHHAAHAHAHAH! Mauras, estás lá! :smiley:

Cuidado com a [b]arma de destruição massiva [/b]que o Nacional possui: a sua [b]claque feminina[/b]!

“Nacionóul! pum pum pum Nacionóul! pum pum pum… (ad eternum)”

Este bando de terroristas provoca alto desgaste psicológico não só nos adeptos (mesmo os que seguem o jogo pela TV) e sobretudo nos jogadores, gerando o desnorte total em qualquer estratégia.

Peço atenção especial aos responsáveis do Sporting, e caso seja possível peça-se um prehemtive strike à base de napalm uns minutos antes do início da partida, ou apenas um ataque concertado de chamadas de telemóvel dando conta que os putos em casa estão com a fralda toda borrada.

Só assim temos hipóteses de ganhar.

Se mesmo assim tudo falhar envie-se pinilla para a bancada, como é bonito pode ser que entretanha as terroristas madeirenses e assim ganhe alguma utilidade, finalmente.

:lol: :lol:

Deve ser moda lá na ilha, a do maritimo tambem não é melhor. Só não tem a sirene …

Qual das claques é comparável aquelas gajas rafeiras? :shock:

Vamos lá Sporting Domingo é 2 em 1 :twisted:

A sirene só toca quando o Nacional está ao ataque, certo?

Sim, sobretudo nos pontapés de canto ou em lances de ataque perigoso, em geral.
Como eu detesto aquelas sirenes, se já me irritam à distância, estando lá não sei como seria. :x

Ao contrario da maioria, entendo que a claque é extremamente salutar.

1º porque são uma claque apoiam sempre o clube, não arranjam confusões, não ameaçam jogadores, não são uma claque para sustentar quem está no comando das mesmas, etc.

2º Porque mulheres no estádio tambem é preciso. Por cá as mulheres vão muito pouco ao estádio, ao menos nas ilhas podemos ter um exemplo

Ao contrario da maioria, entendo que a claque é extremamente salutar.

1º porque são uma claque apoiam sempre o clube, não arranjam confusões, não ameaçam jogadores, não são uma claque para sustentar quem está no comando das mesmas, etc.

2º Porque mulheres no estádio tambem é preciso. Por cá as mulheres vão muito pouco ao estádio, ao menos nas ilhas podemos ter um exemplo

Eu sou adepto que elas vao ao estadio…desde que nao se ponham a cantar daquela maneira e a tocar sirenes :lol: