Apenas outra ideia...

Concordo com algumas coisas, discordo de outras… mas é uma visão aceitável e suportada.

http://futebolmesmo.blogspot.com/2005/09/pela-ltima-vez.html

Concordo com algumas coisas, discordo de outras... mas é uma visão aceitável e suportada.

http://futebolmesmo.blogspot.com/2005/09/pela-ltima-vez.html

Li até ao preciso momento em que começou a elogiar o Cajuda e depois disso fechei a página :roll:

Bem… Um gajo que reduz a prestação de uma equipa ao valor do seu orçamento e suspira por um Cajuda, acaba por perder um pouco de credibilidade… :roll:

Essa coluna é do DN, (GR) e saiu este fim de semana. É de um jornalista sportinguista. Discordo vivamente de algumas das suas apreciações subjectivas sobre o valor de jogadores e treinadores mas fora isso a ideia base é correcta e é o espelho da nossa infelicidade.

No fundo quem aposta o que nós apostamos no futebol não pode pedir mais. Sorte temos nós de ainda ter futebol, e no fundo, seja para anti como para prós peseiro, sad, etc you name it a campanha da uefa do ano passado foi um MILAGRE.

a campanha da uefa do ano passado foi um MILAGRE.

Óbvio!

Mas é um milagre desprezado de tal forma que parece coisa corriqueira.

Eu volto a dizer… concordo com algumas coisas e discordo de outras, felizmente que não é o facto de ler algumas coisas com as quais não concordo que me fazem deixar de pensar nas outras com as quais concordo.

Mas o mundo Leonino está desacostumado de ter ideias e pensar pela sua própria cabeça… afinal são 10 anos de lavagem cerebral… :roll:

não conhecia o belogue, mas o Joel Neto escreve bem e sabe pensar.

vai já para os favoritos.

São opiniões.

Discordo da esmagadora maioria do artigo.

Discordo que o plantel do Sporting seja Merdiocre assim como o Peseiro.

No fundo quem aposta o que nós apostamos no futebol não pode pedir mais. Sorte temos nós de ainda ter futebol, e no fundo, seja para anti como para prós peseiro, sad, etc you name it a campanha da uefa do ano passado foi um MILAGRE.

Não concordo com essa visão. Isto apesar de ser uma visão muito tuga e, dentro do universo do futebol, muito sportinguista. É-nos fácil gabar os êxitos exteriores, sendo às vezes excessivamente críticos com o nosso clube. Chamar milagre à nossa campanha europeia do ano passado é desvalorizar um dos melhores momentos europeus da história do Sporting. Tivémos felicidade em alguns momentos, mas e quantas vezes não somos felizes? Os outros ganham sempre com mérito? Lembro a felicidade que Mourinho teve quando viu Costinha marcar ao Manchester mesmo no final. É por ser o Mourinho que tem direito a isso?

O ano passado estivémos no quase, mas até ao intervalo da final era um quase que me encheu de orgulho. Não podemos entrar no fatalismo de sermos uma miséria por não termos ganho a UEFA.

E não se confunda este meu discurso como a ode ao quase-quase. Estou longe de ser um apreciador de vitórias morais, mas acho que em certa medida somos às vezes excessivamente críticos connosco e valorizamos em demasia o que existe fora do nosso clube. Reduzir a fantástica campanha europeia do ano passado - que só não foi perfeita pela segunda parte que fizémos na final - a um milagre é manifestamente injusto e sobretudo é contribuir para que a nossa auto-estima seja menor.

São opiniões.

Discordo da esmagadora maioria do artigo.

Discordo que o plantel do Sporting seja Merdiocre assim como o Peseiro.

O nosso plantel nâo é de certeza abslouta mediocre, mais mediocres sâo os Sportinguistas que fazem as apreciaçôes aos jogadores.

Quanto a Peseiro, nâo sei ainda se é bom, mau ou sofrivel. Mas se for mau ou sofrivel vai-se embora no final desta época porque nâo vai conseguir ganhar nada! A SAD do Sporting, nos ultimos anos, já deu provas de que nâo tolera treinadores que nâo ganham titulos. Boloni & Fernando Santos podem atestar, de certeza.

vamos la ver se o autor da cronica nao ira engolir as palavras no final da época. O que vai interferir, e muito, na condição de candidato ao titulo para já é a adaptação de Joao Alves ao meio campo Sportinguista, pois outro valor saiu, Rochemback.

O facto de o orçamento ser de baixo valor, e de ter sido mantida a competitividade da equipa, leva-me a elogiar as direcções que estiveram à frente do Sporting, pós Roquette. A situação do Sporting era muito dificil, sem um rumo, provavelmente perto do abismo. Houve uma estrategia amplamente conhecida, e não é que com essa estrategia conseguimos um pequeno “milagre” de ter um orçamento que apelidaria de ridiculo, ao mesmo tempo que temos uma equipa competitiva. Não temos só virtudes como é facil constatar, mas os sacrificios a que foram obrigados os dirigentes, e toda a evolução que o Sporting teve é de louvar.

Nao temos neste momento capacidade para termos jogadores caros, mas podemos ter os tão aclamados putos, vindos da academia, um dos fundamentos da estrategia Sportinguista. Interessa manter o Sporting numa linha de estabilidade, e se possivel num futuro proximo elevar as exigencias desportivas.

Suspirar por Cajuda torna desde logo a opiniao algo descridibilizada, embora respeitavel como todas, mas que me leva a pensar que ha necessidade de alguns em criticar seja qual for o fundamento. É facil faze-lo quando os objectivos nao sao atingidos, mas quando tinhamos as equipas maravilha nada ganhavamos, e viviamos sempre acima do nosso real poder financeiro. Agora, com um orçamento realista, diga-se, lutamos pelo titulo contra uma equipa que gasta o triplo. Orçamentos altos ajudam a fazer a qualidade das equipas, mas nao sao o essencial, pois o Porto com um inferiror nao sei quantas vezes ao Real Madrid ganhou uma CL.

Quero ver se no final do ano e com a vitoria no campeonato, muitos dos Sportinguistas darão o braço a torcer, ou se…desaparecerão.

Quero ver se no final do ano e com a vitoria no campeonato, muitos dos Sportinguistas darão o braço a torcer, ou se...desaparecerão

Só não percebi o alcance do “braço a torcer”… em relação a quê?

Para mim, que considerei a ultima época positiva, e sempre afirmei que não faço avaliações baseado apenas em resultados, torna-se no entanto complicado perceber pq razão é que tantos Leões se consideram satisfeitos e com o sentido do dever cumprido pq atingimos 1 titulo.

O que eu quero ver, apesar de ser naturalmente positiva uma conquista, é regularidade e sequencia no trabalho e portanto nos resultados.

Por mim Peseiro até pode ser Campeão e ganhar tudo o resto, o seu destino seria sempre o mesmo, RUA!

essa frase foi dirigida aos contestarios da situação actual, e os defensores da “equipa fraca” que o Sporting tem.

Quero ver se no final da época e quando ganharmos o campeonato :slight_smile: estes darão o braço a torcer… ou seja, admitir que estavam errados.

essa frase foi dirigida aos contestarios da situação actual, e os defensores da "equipa fraca" que o Sporting tem.

Acho que nao é exactamente a mesma coisa… :wink:

Creio que a actual equipa é a mais forte desde 2000, pelo que espero resultados a acompanhar, embora me pareça que se poderia ainda ter feito melhor em relação a dispensas e reforços… mas é apenas a minha opinião.

Qto á contestação á situaçao actual, e aqui tomo-o como as criticas aos dirigentes, pelo menos até ao momento quase tudo o que critiquei no passado veio a acontecer… isso é um facto inegável.

E nao me sinto nada contente por isso, de modo que “daria o braço a torcer” se eventualmente as coisas se vierem a compor, embora ache que existiao outros caminhos nao tao dificeis nem complicados… agora nao é certamente com 1 titulo no final da época que vou assumir “sim senhor, os dirigentes sempre tiveram razão e o Projecto foi cumprido”…

Isso não certamente, até pq o Projecto já está atrasado pelo menos 1 ano… e provavelmente 4/5 a ver pelas projecções que os dirigentes fizeram.

É, é tudo demasiado relativo! Ainda tenho aqui uma revista de 9/2000 onde até se punha questão de o Sporting poder não ter equipa para ir à Europa. E só contratamos alguém em Janeiro, por isso a equipa era a mesma, e fomos campeões. Não sou da opinião do blogger em questão, porque acho que opina a actualidade do Sporting com demasiado fatalismo. E se consideram que foi quase só com sorte, então também posso considerar que em muitos jogos do campeonato que não ganhamos, Peseiro teve pouca, ou quase nenhuma culpa e em outras alturas teve mesmo azar. Enfim, são conjecturas que um ou dois resultados modificam por completo.

essa frase foi dirigida aos contestarios da situação actual, e os defensores da "equipa fraca" que o Sporting tem.

Acho que nao é exactamente a mesma coisa… :wink:

Creio que a actual equipa é a mais forte desde 2000, pelo que espero resultados a acompanhar, embora me pareça que se poderia ainda ter feito melhor em relação a dispensas e reforços… mas é apenas a minha opinião.

Qto á contestação á situaçao actual, e aqui tomo-o como as criticas aos dirigentes, pelo menos até ao momento quase tudo o que critiquei no passado veio a acontecer… isso é um facto inegável.

E nao me sinto nada contente por isso, de modo que “daria o braço a torcer” se eventualmente as coisas se vierem a compor, embora ache que existiao outros caminhos nao tao dificeis nem complicados… agora nao é certamente com 1 titulo no final da época que vou assumir “sim senhor, os dirigentes sempre tiveram razão e o Projecto foi cumprido”…

Isso não certamente, até pq o Projecto já está atrasado pelo menos 1 ano… e provavelmente 4/5 a ver pelas projecções que os dirigentes fizeram.

OH Rui,

Mas qual projecto? Ainda aí estás? :arrow:

O pessimismo generalizado até ao fecho das inscrições deu lugar a um optimismo que também me parece exagerado. Já se fala em vitória no campeonato “de caras”, acho que mais uma vez se está a colocar os bois no lado errado do carro :arrow:

Será que mudou tudo de opinião só porque se contratou 2 jogadores no último dia das inscrições? Ou os mais críticos apenas estão a aguardar mais um tropeção para voltar a bater na equipa a torto e a direito? :wink:

:twisted:

se formos campeoes sem ajudas divinas (como o SLB) e com inteiro mérito, não seria justo admitir o excelente trabalho desenvolvido? Afinal este é o resultado final para que todos trabalham, e se formos melhor que os outros com um orçamento irrisório, ainda mais teremos de congratular os dirigentes, treinadores e jogadores. E se as politicas seguidas até aqui sao criticaveis, porque nao admitir que se calhar a contratação deste ou daquele jogador, foi correcta ou nao?

Nao digo que tenhamos a melhor equipa desde 2000, mas se a adaptação de Joao Alves for um sucesso temos uma equipa bastante competitiva. Lembro que em 2002 tinhamos um fantastico ataque e uma equipa muito equilibrada. Phil Babb, Andre Cruz, Rui JOrge e Beto em forma, Paulo Bento (um senhor), Hugo Viana a mostrar enorme potencial, Niculae em meia época, Jardel, João Pinto e Quaresma, eram uma equipa fantastica.

A critica é boa, mas quando é construtiva, e aqui nao estou a dizer que tenhas feito alguma infundamentada. Baseio-me mais em algumas opinioes que por aqui leio de vez em quando. Mas la está , é fruto da democracia :slight_smile:

Concordo com algumas coisas que este jornalista escreveu, mas discordo tb com outras.

Primeiro o valor do orçamento ñ é tudo, se ouver um bom trabalho de casa podemos ir comprar jogadores ñ mto caros e formar uma boa equipa, mas é vdd que tonel e luis loureiro para mim nunca serão jogadores para o sporting. Ñ considero a equipa mediocre, mas existe uma grande falha naquela defesa, falta um central e um lateral direito, e é aqui que mais critico o peseiro pq ñ o vi fazer nada para que isso mudasse, assim como ñ soube ver a situação do Ricardo, que devia ter sido vendido. Mas isto ñ é só culpa do Peseiro, a Sad tb ñ soube ver isto.

Mas por favor vir suspirar por um cajuda? Ñ gozem cmg. E mais, o peseiro ñ é o melhor treinador do mundo, mas é sem dúvida o melhor desde um senhor que nunca compreendi pq saiu Mirko Jozic.