Antonio Adán (GR) (Saída: Fim de Contrato)

Não consigo encontrar nada na entrevista que mostre que algo lhe ficou atravessado.

Pelo contrário, um entrevista bem correcta por parte do Adan.

4 Curtiram

Perfeito, obrigado.

1 Curtiu

Exactamente.

100% correcto, profissional, grato, e com vontade de um dia voltar “a casa.”

Dois pormenores engraçados: o primeiro o de preferir um jogo péssimo que erros em todos os jogos, quando estava efectivamente a cometer erros em quase todos os jogos; e o segundo, quando fala dos jogadores mais próximos, o.Esgaio e o Paulinho…

2 Curtiram

image

Peço desculpa, mas ele parecia completamente deprimido em campo, como alguém que desistiu completamente de tentar.

Se não tem vontade de jogar para ser campeão e a ganhar 1M por ano… acho que se devia reformar e encontrar outro hobby.

A lesão, real ou não, veio na melhor altura. É difícil esquecer as exibições terríveis que vinha a fazer. O Diogo Pinto teria feito igual ou melhor.

A entrevista foi boa, imagino que o pasquim estivesse à procura de alguma roupa suja…

3 Curtiram

Numa clara provocação ao @de_nunes. Disto ninguém fala.

7 Curtiram

Gostei muito da entrevista.

O último adeus de Adán: «Nunca imaginei ser tão feliz a defender o Sporting»

Guarda-redes publicou sentida mensagem de despedida nas redes sociais

RG

Antonio Adán (Sporting)

Antonio Adán publicou uma sentida mensagem de despedida do Sporting, depois do seu contrato com os leões ter chegado ao fim. O guarda-redes de 37 anos recorda «uma bonita história», acompanhada por mensagens emblemáticas dos quatro anos em que representou o clube, com destaque para os cinco troféus conquistados.

«Nunca imaginei quando cheguei ao Sporting, há quatro anos, que iria ser tão feliz a defender este emblema. Saio com o orgulho de ter representado este grande clube e de ter deixado tudo em campo», começa por enunciar o guarda-redes.

Adán desmultiplica-se, depois, em agradecimentos. «Quero agradecer a todos os que tornaram possível esta bonita história. Aos meus companheiros de equipa, o que desfrutámos, ao staff técnico, dirigentes e adeptos. A vocês sportinguistas, levo-vos no meu coração. Sempre me trataram muito bem e, tanto eu como a minha família, fomos muito felizes», prosseguiu.

A fechar, o experiente jogador fala ainda nos títulos, mas também «nos momentos menos bons». «Tudo o que vivemos em Alvalade…não há palavras que o consigam explicar. Durante todo este tempo, conseguimos títulos importantes para o clube, também passámos por alguns momentos menos bons, mas contei sempre com o vosso apoio. Não é fácil dizer adeus, mas na minha memória ficará sempre tudo o que desfrutámos com o Sporting. Obrigado sportinguistas», destacou ainda.

Adios Campeon

1 Curtiu

Os gajos do mais futebol devem comer merda às colheres.

2 Curtiram
3 Curtiram