Análise Leonina. A performance de Carlos Queiroz em 94/95

Muito gostam as pessoas de dizer mal do Professor Queiroz e muitas vezes sem razão. Eu não vou ser hipócrita, acho que Queiroz seria bem vindo de volta ao Sporting para trabalhar como Director Desportivo ou como substituto eventual de Aurélio Pereira mas como treinador acho que simplesmente não tem a personalidade certa para a função pois é demasiado cavalheiresco para tais tarefas embora como treinador creio que muitas vezes não recebe os elogios que merece pelo excelente trabalho que faz em aspectos defensivos nos quais é eximio a trabalhar os jogadores nos treinos para que assimilem a sua doctrina defensiva que é de notar desde que ele chegou ao Manchester United em 2002/03 o clube melhorou defensivamente apesar de ter um Mikael Silvestre que não é de classe mundial e um Ferdinand que apesar de talentoso é calão e o problema da lateral esquerda que Heinze finalmente “curou” após muitos anos de problemas.

Como disse e repito, não vou ser hipócrita defendendo Queiroz cegamente pois eu e o meu Pai depois de uma assembleia do Sporting presidida por Santana Lopes uma década atrás (em que este prometeu demitir Queiroz) eu e o meu pai seguimos PSL até ao seu carro e “encostámos” o homem á parede e dissemos claramente que Queiroz tinha que sair e PSL prometeu que iria tomar medidas. Infelizmente era só conversa e só muito depois Querioz foi demitido.

Agora analisando os números de Queiroz devo dizer que são excelentes.

Época de 1994/95: 34 jogos, 23 Vitórias, 9 Empates e 2 derrotas com 59 golos marcados e só 21 sofridos. Se as vitórias em 1994/95 valessem 3 pontos então as 23 vitórias e 8 empates totalizavam hoje (ou em qualquer campeonato 1995/2006) em dia uns brutais 78 pontos.

Só para terem uma comparação eis os números das épocas em que fomos campeões com Inácio e Boloni:

Época de 1999/00: 34 jogos, 23 Vitórias, 8 Empates e 3 derrotas com 57 golos marcados e só 22 sofridos. Total 77 pontos.

Época de 2001/02: 34 jogos, 22 Vitórias, 9 Empates e 3 derrotas com 74 golos marcados e só 25 sofridos. Total 75 pontos.

Pois é, Queiroz em 1994/95 ficou em 2º lugar com os tais 78 pontos (Porto que faria uns excepcionais 91 pontos em 94/95) mas o recorde de pontos desde 1994/95 é de 77 pontos (1999/00) portanto mesmo o SCP Campeão não somou tantos (78) pontos como o SCP que ficou em 2º com Queiroz ao leme, para não falar que Queiroz sofreu menos golos que as 2 equipas campeas e marcou mais golos que a equipa de 1999/00, sofreu menos derrotas que qualquer das 2 equipas campeas e teve tantas vitórias (23) como os campeões de 1999/00. Análise final é de uma excelente época por parte de Queiroz ao leme do Sporting.

Com esses 78 pontos um clube teria sido Campeão em 5 (97/98, 99/00, 00/01, 02/02, 04/05) das ultimas 8 épocas.

Qual é o recorde Leonino de menor número de derrotas fora de casa? Zero derrotas.
Quando foi estabelecido esse recorde? 1994/95 numa época em que o Sporting de Queiroz nunca perdeu fora de Alvalade.

Qual é o recorde Leonino de maior número de vitórias fora de casa? 11 vitórias.
Quando foi estabelecido esse recorde? 1994/95.

2 derrotas em 34 jogos com Queiroz. Qual o Sporting desde então que sofreu só 2 derrotas? Nenhum. Aliás não é só o Sporting pois o Benfica nunca sofreu menos de 4 derrotas (03/04) e o FC Porto em 3 ocasiões (95/96, 02/03, 03/04) chegou a esse número mas nunca o melhorou. O Sporting de Queiroz esteve 20 jornadas sem perder em 1994/95.

Muitos criticam Queiroz dizendo que ele tinha uma grande equipa, etc, etc, etc. Meus amigos em retrospectiva qual é a equipa que não é “grande”? Se o Paulo Bento terminar em 2º vão dizer que é uma equipa de miudos e de recurso e emprestados mas se daqui a 10 anos o Nani, Moutinho, Martins, Liedson, Tonel, Polga, Abel, Caneira e Ricardo tiverem ganho titulos e mais titulos quer pelo Sporting quer por outros clubes as pessoas vão olhar por saudosismo para esta grande equipa porque em retrospectiva “todos os mortos são santos mas ninguém é heroi enquanto for vivo”.

Queiroz em 1994/95 teve pela frente um FC Porto quase invincivel (29 V, 4 E, 1 D, 73-15 golos) mas mesmo assim o Sporting de Queiroz amealhou mais pontos que qualquer treinador Leonino desde então e tem o 2º melhor registo defensivo da ultima década Leonina com 21 golos sofridos em 34 jogos, só superado pelo Sporting de Waseige/Octávio de 1996/97 com 19 golos sofridos em 34 jogos.

Já agora a titulo de curiosidade, o Sporting de Queiroz em 2º lugar com 78 pontos deixou o Benfiquinha num distante 3º com 68 pontinhos no saudoso ano de 1994/95 no qual o Professor Zé PÉzeiro (já vou falar deste cretino mais adiante) se preparava para abraçar uma gloriosa carreira no União de Montemor (presumo que devem ter recusado o PÉzeiro no Atlético da Malveira e no FC Caralhense) com o fantástico “score” de 10 derrotas e 14 empates, época essa em que seria prontamente despedido.

Para terminar:

Queiroz 1994/95: 34 J, 23 V, 9 E, 2 D, 78 pontos.

PÉzeiro 2004/05: 34 J, 18 V, 7 E, 9 D, 61 pontos.

Dou os meus parabêns ao Zé PÉzeiro pois com 9 derrotas esteve perto de igualar o recorde de derrotas (10 em 2000/01) de Inácio/Fernandes/Mendes mas mesmo nessa época das 10 derrotas em 00/01 o Sporting amealhou mais que os miseros 61 pontinhos do Senhor Doutor Professor Zé PÉzeiro.

P.S. Se bem se lembram a Taça de Portugal nessa época de 1994/95 foi levantada por 3 jovens bons rapazes; um tal de Luis Figo levantou a Taça enquanto um certo Sá Pinto gritava “Sporting, Sporting” e um miudo chamado Dani sorria de orelha a orelha. Valckx, Cadete, Paulo Sousa, Paulo Torres, Capucho, Balakov. Realmente, em retrospectiva, perspectiva ou introspectiva era uma equipa para mais tarde recordar. Felizmente temos a RTP Memória porque os clubes em Portugal no que diz respeito a vender DVDs ou VHSs dos seus grandes jogos e lucrar com esse género de marketing estão realmente mal organizados para não dizer 3º Mundistas.

André

Concordo. E de realçar as circunstancias em que essas derrotas foram concedidas, 0-1 com o Estrela, golo sofrido nos descontos de tempo depois do Bala ter falhado um penalty, e derrota com o FCP, também em Alvalade, e também por 0-1 depois de terem morrido 2 adeptos do Sporting - O jogo nunca se deveria ter realizado. O melhor futebol que vi o Sporting praticar, a par de Jozic (tem a mesma formação), foi com Queiroz (tirando Peseiro a espaços). E tenho pena que não tenha personalidade para comandar um bando de jogadores mimados e sem formação, pois injustamente é um Homem mal-tratado que no Sporting, quer no país em geral, quando foi ele que começou a mudar a mentalidade, quer a nível da selecção (com ele começamos a jogar sempre para a vitória) que a nível de clubes (nunca antes dele tivemos tantos jogadores formados no clube).

Peço desculpa pelo tamanho e por poder estar dispersa a minha opinião. :arrow:

O futebol português, tanto a nivel de selecçôes como mesmo de clubes(no que toca à formaçâo), ainda vive na sombra da estructura que ele montou. Tirando a época de 60, Portugal nunca foi, antes ou depois, a potência futebolistica que é hoje, e que começou com a geraçâo de ouro.

Mas falta realmente qualquer coisa ao homem que o impediu de se tornar naquele grande treinador que prometia ser. Se calhar só sabe lidar com putos… :? :slight_smile:

Falacia total,

Nas camadas jovens Queiroz limitou-se a seguir o conceito que Jose Augusto tinha delineado.

Quanto ao resto desastre total, Uma taça pelo SCP é todo o seu curriculo nos seniores, tirando isso é um diletante que se incompatibiliza sempre com alguem para poder pôr as culpas da sua incompetencia em outrem.

Falhou como seleccionador, como treinador do SCP, como selecionador da Africa do Sul, treinador do Metrostars e por ultimo conseguiu lixar-se com o melhor plantel do Mundo nas maos em Madrid, aí com a ajuda do supra-sumo.

Entre um e outro venha o diabo e escolha, sao ambos maus demais…

Falacia total,

Nas camadas jovens Queiroz limitou-se a seguir o conceito que Jose Augusto tinha delineado.

Quanto ao resto desastre total, Uma taça pelo SCP é todo o seu curriculo nos seniores, tirando isso é um diletante que se incompatibiliza sempre com alguem para poder pôr as culpas da sua incompetencia em outrem.

Falhou como seleccionador, como treinador do SCP, como selecionador da Africa do Sul, treinador do Metrostars e por ultimo conseguiu lixar-se com o melhor plantel do Mundo nas maos em Madrid, aí com a ajuda do supra-sumo.

Entre um e outro venha o diabo e escolha, sao ambos maus demais…

Queimou tanto jogador no sporting. Só de pensar, arrepio-me

Tinhamos ficado com o Robson e eramos campeoes.

onseguiu lixar-se com o melhor plantel do Mundo nas maos em Madrid, aí com a ajuda do supra-sumo.

Ainda não consegui ver ninguém a fazer melhor com o “melhor plantel do mundo”. E se bem te lembras até Março não havia ninguém para eles. Depois não teve banco. Foi o melhor treinador que os “galácticos” tiveram nos últimos 5 anos. Ou mais.

Tinhamos ficado com o Robson e eramos campeoes.

Claro, claro. Como quase que iamos sendo campeões em 92/93 com o Robson. Ou, como com o Robson que iamos quase eliminando o Salzburgo. Enfim. :arrow:

onseguiu lixar-se com o melhor plantel do Mundo nas maos em Madrid, aí com a ajuda do supra-sumo.

Ainda não consegui ver ninguém a fazer melhor com o “melhor plantel do mundo”. E se bem te lembras até Março não havia ninguém para eles. Depois não teve banco. Foi o melhor treinador que os “galácticos” tiveram nos últimos 5 anos. Ou mais.

Tivese mantido o Makelele e se calhar a história teria sido outra…

Falacia total,

Nas camadas jovens Queiroz limitou-se a seguir o conceito que Jose Augusto tinha delineado.

Quanto ao resto desastre total, Uma taça pelo SCP é todo o seu curriculo nos seniores, tirando isso é um diletante que se incompatibiliza sempre com alguem para poder pôr as culpas da sua incompetencia em outrem.

Falhou como seleccionador, como treinador do SCP, como selecionador da Africa do Sul, treinador do Metrostars e por ultimo conseguiu lixar-se com o melhor plantel do Mundo nas maos em Madrid, aí com a ajuda do supra-sumo.

Entre um e outro venha o diabo e escolha, sao ambos maus demais…

Inci, se calhar falácias são algumas das tuas conclusões :slight_smile:
Falhou como seleccionador da África do Sul? Vai lá ver quem é que qualificou esse país para o último campeonato do Mundo, sendo despedido porque alguém na federação o queria fora?

Na nossa selecção ficou em 2º no grupo de apuramento, na altura só se qualificava 1 (o mundial tinha menos 8 equipas, 5 das quais europeias…), ficamos atrás da Itália.

No Sporting pôs a equipa a jogar o melhor futebol de sempre e teve o azar de ter apanhado com o JVP no melhor jogo da sua vida, em 10 jogos com os lampios teriamos ganho 9 vezes. Não ganhou nada porque apanhou o FCP imbativel (91 pontos??? 91!!!) e a começar a saga do apito dourado, sem travão, ainda me lembro das vergonhas de calheiros e amigos, vocês não?!?).

No Metrostars, uma equipa americana a meio da tabela, chegou às meias finais do seu campeonato. No ano seguinte essa equipa nem se qualificou para os playoffs, se não estou em erro até ficou em último da regular season.

No Madrid tens razão, falhou porque aceitou um desafio em que deveria ter aceite de outra forma, deslumbrou-se e não colocou condições ao entrar, porque me parece óbvio que o problema alí não é de treinadores, certo?

Falacia total,

Nas camadas jovens Queiroz limitou-se a seguir o conceito que Jose Augusto tinha delineado.

Quanto ao resto desastre total, Uma taça pelo SCP é todo o seu curriculo nos seniores, tirando isso é um diletante que se incompatibiliza sempre com alguem para poder pôr as culpas da sua incompetencia em outrem.

Falhou como seleccionador, como treinador do SCP, como selecionador da Africa do Sul, treinador do Metrostars e por ultimo conseguiu lixar-se com o melhor plantel do Mundo nas maos em Madrid, aí com a ajuda do supra-sumo.

Entre um e outro venha o diabo e escolha, sao ambos maus demais…

Queimou tanto jogador no sporting. Só de pensar, arrepio-me

Ora diz lá um…

Ora diz lá um...

Não remexendo muito no baú da memória, Cadete e Paulo Torres. Mas aí até lhe tenho a agradecer por nos ter livrado destas 2 valentes merdas.

Há quem goste de dizer que Balakov saíu por causa de Queiroz, o que para mim está tudo menos provado. Mas o pessoal da caçadeira a apontar ao Queiroz não deve tardar por aí a dar achegas.

Ora diz lá um...

Não remexendo muito no baú da memória, Cadete e Paulo Torres. Mas aí até lhe tenho a agradecer por nos ter livrado destas 2 valentes merdas.

Há quem goste de dizer que Balakov saíu por causa de Queiroz, o que para mim está tudo menos provado. Mas o pessoal da caçadeira a apontar ao Queiroz não deve tardar por aí a dar achegas.

Heh. Afinal quanto ao Cadete e ao PT fez bem ou fez mal?

A história do Cadete vais-me desculpar mas não foi bem assim. O gajo não era opção para o treinador, contrariamente ao público que adorava o Cadete e pedia que ele entrasse todos os jogos. O CQ começou a mete-lo parcialmente e o Cadete começou a resolver os jogos. Até regressou à selecção por causa disso. Pouco tempo depois rescindiu com justa causa!

Se fosse o Paulo Bento a fazer esta jogada, era “excelente gestão de balneário”, “mostrou que tem pulso” e outros elogios. Mas quando PB sair, como saem todos os treinadores, invectivado e desprezado pelos adeptos, já será mais um treinador mediocre que passou por Alvalade.

Heh. Afinal quanto ao Cadete e ao PT fez bem ou fez mal?

Na minha opinião fez bem. Se leres com atenção, não estou aqui nem para defender nem para atacar o Queiroz.

A história do Cadete vais-me desculpar mas não foi bem assim. O gajo não era opção para o treinador, contrariamente ao público que adorava o Cadete e pedia que ele entrasse todos os jogos. O CQ começou a mete-lo parcialmente e o Cadete começou a resolver os jogos. Até regressou à selecção por causa disso. Pouco tempo depois rescindiu com justa causa!

És bem capaz de ter razão, mas eu conto a história em segunda mão, tal como ela é contada por alguns foristas. Mas lembro-me de ter achado a forma como ele saíu ilustrativa do bandalho que ele é.

Alemid,

O Cadete era o melhor marcador do CAMPEONATO na epoca transacta, Queiroz nao tinha melhor, e embirrou com ele, o gajo acabou por rescindir, acho que vao 50% para cada lado, mas foi Queiroz que começou.
Stan Valckx pediu para se ir embora pq Queiroz passava horas a mostrar videos em vez de treinos a serio, P.Torres foi outro.
Capucho apesar de nao jogar um cu era sempre o menino querido.

Queiroz nao pos a ekipa a jogar nada que se visse, e ganhou uma taça pq foi a final com o Maritimo, qdo foi o porco foi a miseria que se viu.

O erro crasso de Queiroz, tu consideras azar, JVP apenas fez aquela exibição pq ele nao pos ng a meio campo a marcá-lo, tb é verdade que uma semana antes nas Antas se encarregaram de nos tirar Peixe e Vujacic, mas se JVP fez o que fez foi pq Queiroz nao viu o que se estava a passar, muita gente o acusa de errar por ter tirado o P.Torres, nisso ate acho que fez bem, o problema foi o resto.

O Metrostars era Campeão em titulo qdo ele la chegou, se estiver errado corrige-me.

Falhou na selecçao sul africana mais uma vez pq se incompatibilizou com dirigentes e jogadores, e acho que ja tinha saído qdo se qualificaram, mas mesmo que tenha sido ele, acabou por limpar o cu sem ter cagado, desculpem a expressão.

Nao foi capaz de acabar a formaçao de Dani e Porfirio, pq andava mais preocupado com Capucho e Peixe, em relaçao a Balakov, ha quem diga que foi ele que correu com o jogador, eu disso nada sei, como tal nao me pronuncio.

Na selecçao deves estar a brincar, vai ver os resultados de Portugal sob o seu comando, foi mau demais. Ja houve treinadores a qualificar Portugal com a Alemanha no grupo, e nao tenho a certeza se so passou de facto o 1º, mas se o dizes nao vou duvidar, ainda assim foi mal comido.

Em relaçao ao Real talvez tenha o beneficio da duvida, mas é mesmo por milimetros…

Sao opinioes, para mim é dos piores que la passaram, e substituir Robson por aquele estropicio foi patetico…

Oi, de facto quanto ao Queirós, como com a maior parte dos treinadores, há quem adore e quem deteste. Na minha modesta opinião, e é só isso, uma opinião, foi o melhor treinador português até ao aparecimento de Mourinho, e pelo menos na teoria sempre foi óptimo. Teve problemas de personalidade, os tais problemas com jogadores (lembro-me de um jogo, acho que com o FCP, em que Paulo Sousa na palestra do intevalo não se juntou ao grupo e se recusou a entrar para a 2ª parte). Lembro-me dos problemas com Balakov, após o Mundial 94 em que veio destroçado fisicamente. Mas acho que aprendeu com isso e agora não é tão arrogante, nunca mais se ouviu que tivesse problemas com jogadores.

Cadete: na época anterior marcou apenas 10 golos (26 jogos), 2 anos antes é que tinha marcado 25. Quando saiu do clube, 2 anos depois, já o Queirós estava quase de saida também. Fez um golpe sujo, saiu quando voltou à equipa e estava em alta e de regresso à selecção, depois disso e alguns anos depois mostrou o grande FDP que é.

O Metrostars era Campeão em titulo qdo ele la chegou, se estiver
errado corrige-me.

Wikipedia:
The team has underachieved since its inception, with its best result in MLS play being the MLS Cup semifinals in 2000. In the US Open Cup, the MetroStars reached three semifinals (1997, 1998, 2000), before finally getting to their first final in 2003, losing 1-0 to the Chicago Fire

Acho que o que sublinhei foi na época do Queirós, mas não tenho a certeza.

Falhou na selecçao sul africana mais uma vez pq se incompatibilizou
com dirigentes e jogadores

Foi com dirigentes, não com jogadores. Aliás foi com UM dirigente que sempre teve preferência por um outro treinador e lhe fez a vida negra, aqui ele teve tomates e saiu, devia ter feito o mesmo com o Real, mas treinar o RM era uma oportunidade fantástica e ele não teve personalidade para dizer não.

Formação de Dani e Porfirio: se calhar o problema também era dos jogadores :slight_smile:
Poucos como Carlos Queirós chamaram ao clube tantos jogadores jovens, promessas, quando houve jogos olimpicos em 96 a selecção portuguesa que chegou às meias finais era 80% jogadores do Sporting.

Na selecçao deves estar a brincar, vai ver os resultados de Portugal
sob o seu comando, foi mau demais. Ja houve treinadores a qualificar
Portugal com a Alemanha no grupo, e nao tenho a certeza se so
passou de facto o 1º, mas se o dizes nao vou duvidar, ainda assim foi
mal comido.

Só aconteceu 1 vez, Alemanha em 1º e Portugal em 2º, México 86. Tivémos que ir vencer a Estugarda, jogo inolvidável. Passavam 2. Com a Itália apenas passava 1, garanto-te (ele só esteve numa qualificação, se calhar foi para o Euro e não para o Mundial, perdemos porque no jogo com a Italia fora tinhamos que ganhar e perdemos 1-0).

Robson é quanto a mim um dos maiores flops como treinador, lá está, a opinião quanto a treinadores vai de extremos :slight_smile:
Porque opino isto? Porque além da verdade universal de que os treinadores britanicos de táctica não percebem nada, e que em Portugal quem não percebe de táctica não se safa, não se viam jogadas estudadas, nada, era só coração e “vamos lá para dentro”, isso resulta em alguns jogos mas nem sempre. De qualquer forma pode ser que o Robson tivesse sido campeão, mas também podia ter falhado, ninguém consegue adivinhar isso.

Repara, eu tb nao sou fã do Robson, e tu foste o primeiro a focar o apito dourado da decada de 90 que lhe deu os titulos ganhos pelo porco, nisso estamos de acordo.
So que o Robson chegou a Barcelona e foi campeão…

Concordo ainda que o Queiroz tenha ido buscar o Filipe e o Capucho, e lançado Nuno Valente e outros que me esqueça, mas o que me parece é que o homem pouco ou nada evoluiu, no Real Madrid parece ter sido “comido” pelos acontecimentos, mas aguardo com curiosidade a reforma do Ferguson para o ver pegar no Manure…

O Queiroz no Real fez um grande trabalho. Fez o Real ganhar no Camp Nou após um grande numero de anos, e estava a fazer uma belissima época até perder a final da Taça do Rei. Aí viu-se como a equipa estava fisicamente mal e veio tudo abaixo.
Segundo sei haviam jogadores que faltavam aos treinos para irem a festas e encontros publicitários, e quando o Queiroz pedia aplicaçao e esforço e os jogadores nao gostavam, tinham o Florentino Perez que os apoiava e dava carta branca para fazerem tudo o que queriam. Depois o Queiroz foi crucificado, sem o merecer, quando a culpa toda era do Florentino.

Quanto à sua vinda para Alvalade para substituir o Robson, preferia que tivesse ficado o Robson, um treinador de maior nível e de melhor qualidade. Tb foi um erro a sua saida (do Robson), pois os jogadores estavam completamente do lado dele, como se viu devido à festa de despedida.

Mas isto já é passado longinquo e penso que neste momento nós sportinguistas têm coisas muito mais importantes com que se preocupar.

mas aguardo com curiosidade a reforma do Ferguson para o ver pegar no Manure...

Também tenho certa curiosidade. Até se pode revelar um flop, como muita gente acredita. Mas, chauvinistas como são os ingleses, duvido que seja Queirós a pegar no barco quando Fergusson for para a reforma, sobretudo se os resultados continuarem maus.

O campeonato inglês tacticamente é para o fraquito, 20 anos depois ainda há muito kick and rush, por isso chega lá um Wenger e papa aquilo tudo (agora já ninguém se lembra, mas há 2 anos o Arsenal era uma máquina de futebol, pelo menos en Inglaterra), chega lá o Mourinho e idem, o Benitez, treinador ultradefensivo idem. Se calhar até o Manuel Oliveira seria um treinador de topo lá :lol:

Segundo sei haviam jogadores que faltavam aos treinos para irem a festas e encontros publicitários, e quando o Queiroz pedia aplicaçao e esforço e os jogadores nao gostavam, tinham o Florentino Perez que os apoiava e dava carta branca para fazerem tudo o que queriam. Depois o Queiroz foi crucificado, sem o merecer, quando a culpa toda era do Florentino.

Pois, mas o Queirós devia ter posto os pontos no iis, claro que agora é fácil para mim falar, mas à posteriori não há dúvidas que teria feito bem em sair naquele momento. Cromos como o Camacho são os maiores porque se limitaram a mandá-los dar uma volta, Queirós devia ter feito o mesmo, talvez outro bom treinador que falha no terreno, é isso que ainda está por ver.

Segundo sei haviam jogadores que faltavam aos treinos para irem a festas e encontros publicitários, e quando o Queiroz pedia aplicaçao e esforço e os jogadores nao gostavam, tinham o Florentino Perez que os apoiava e dava carta branca para fazerem tudo o que queriam. Depois o Queiroz foi crucificado, sem o merecer, quando a culpa toda era do Florentino.

Pois, mas o Queirós devia ter posto os pontos no iis, claro que agora é fácil para mim falar, mas à posteriori não há dúvidas que teria feito bem em sair naquele momento. Cromos como o Camacho são os maiores porque se limitaram a mandá-los dar uma volta, Queirós devia ter feito o mesmo, talvez outro bom treinador que falha no terreno, é isso que ainda está por ver.

Eu dou muitissimo valor ao Queiroz por nao ter desistido.
Enquanto que o Camacho perdeu todo o respeito que tinha por ele, que já era pouco. Viu a equipa começar a perder e pirou-se. Assim qualquer um é treinador de futebol.