Academia Sporting - Separação do futebol profissional e de formação.

Não sabia bem onde colocar isto já que, que tenha visto, não há nenhum tópico concreto apenas e só da Academia Sporting/Puma mas sim vários das várias academias Sporting pelo país fora etc portanto, abri novo tópico.

[center][size=20pt][b]Academia passa a duas[/b][/size][/center]

[b]A filosofia de integração que norteia o trabalho diário dos sectores profissional e de formação do Sporting na Academia, sofrerá uma mudança física de vulto. Sabe O JOGO que está prevista a colocação de uma divisória entre os campos onde operam o plantel principal e as categorias de base leoninas na correnteza de recintos que ocupa boa parte da área desportiva do centro de futebol leonino. A proposta está muito próxima de ser levada a efeito e a sua implementação não é encarada de forma consensual.

A ideia partiu da nova equipa técnica leonina liderada por Domingos Paciência, que pretende algum isolamento e recato no labor. A Sporting, SAD prepara-se para erguer uma espécie de biombo gigante em lona - coberto por publicidade -, a separar a área de acção profissional da dos mais jovens, tapando um campo de visão desde sempre ao alcance de quem diariamente desenvolve actividade na academia leonina.

A estrutura afecta ao futebol de formação não está, todavia, de acordo com esta medida, por entender que a mesma implica um corte acentuado na convivência entre os dois sectores, além do argumento de que é estimulante para os mais novos observar livremente os treinos dos profissionais que sonham um dia ser. A inspiração intrínseca a esta abertura e ligação foi, sublinhe-se, um dos princípios subjacentes ao avanço para o projecto da Academia que, embora tenha as duas alas em questão a funcionarem em áreas separadas em termos de gabinetes, o mesmo não se aplicava no que ao treino diz respeito. No caso dos centros de futebol dos rivais beifica e FC porco, esta separação foi prevista logo à partida.

A nova estrutura técnica verde e branca entende que os seniores devem trabalhar com maior recato, sem distracções dentro do seu quartel-general, devotando toda a sua concentração às tarefas previstas. O convívio fica-se pelas zonas específicas para tal propósito.

O que muda

-Plantel profissional fica fora da vista dos escalões de formação

  • Proximidade física desfeita

  • Miúdos deixam de ter campo aberto para os trabalhos regulares da ala profissional

  • Trabalhos do grupo profissional ficam resguardados de distracções externas, como sucede no FC porco, beifica ou praga

  • Escalões de formação concentram-se no seu trabalho, sem se dispersarem com acção dos seniores

O que não muda

  • Alas profissional e da formação nos acomodamentos e ginásios da Academia continuam separadas, sendo comum a área de convívio e o refeitório, onde os jovens têm contacto com os seniores

  • Jovens com conduta desportiva e social exemplar continuarão a ser premiados, integrando os estágios do plantel profissional, pontualmente, normalmente em deslocações internacionais.[/b]

http://www.ojogo.pt/27-175/artigo933586.asp

Comecei a ler e não achei muita piada, porém no fim já estava a concordar. O que acham?

Ao ler esta notícia, lembrei do Boloni.

Segundo me lembro, ele quando chegou, também organizou os treinos, de maneira a ter o mínimo de distrações possíveis, parece que o Domingos agora quer fazer o mesmo.

Já agora, adicionei votação pa ver se o pessoal concorda ou não com esta separação.

Acho bem, concordo que se faça tudo o que se poder para melhorar o rendimento dos jogadores tanto os jogos como nos treinos.

Para mim, as coisas devem ser pensadas de tal maneira que os jogadores só se tenham que preocupar em chegar aos treinos e treinar bem e depois nos jogos, jogar bem. Nada mais e nada de distrações.

Penso que a convivência dos mais novos com a equipa senior e positiva. Traz responsabilização, motivação, etc.

Eu concordo com a medida. A convivência é importante, mas durante os treinos, tudo o que se faça para aumentar a concentração dos jogadores no que estão a fazer parece-me fulcral

Concordo!
A convivência continuará a ser feita, mas limitada a momentos de descontracção propícios a tal : refeições e momentos na área de convívio!

Vou contra a corrente!

Andamos aqui todos a reclamar que a formação precisa de ter referencias e perceber os objectivos. Que os putos têm que perceber o que é o Sporting e desejar chegar à equipa principal e depois fechamos esta para que os senhores não se desconcentrem.

Pelo amor da Santa. Eles têm que ser profissionais. Se se desconcentram com meia dúzia de miúdos é porque as suas posturas perante o treino e a profissão estão longe de ser as mais desejadas. Qual é a próxima medida, jogos à porta fechada?!?!?

Se já com a passagem do “edifício” do futebol para a Academia se registou um forte afastamento da realidade do clube e seus componentes, com um pernicioso sentimento de quase impunidade, agora parte-se este ao meio pondo-os numa bolha hermética.

Não concordo. Não posso concordar!

Enquanto não tivermos uma equipa responsável e focada a 100% nos seus objectivos concordo.

:arrow:

É daquelas notícias que prova que o trabalho de pesquisa e de transferência de jogadores está realmente blindado. Estamos no defeso e os pasquins fazem notícia com isto LOL ?

Siga. Para mim, é completamente indiferente se metem o biombo ou não.

Distracções? Os miúdos? Que palhaçada, ainda vem agudizar mais as “primas donas” daquele plantel. Tomem é medidas contra os jornaleiros, mas parece que isso não interessa, sabem primeiro que os sócios…

Metam é biombos nos bares da expo/margem sul. ::slight_smile:

Nao concordo

SL

o facto de não os verem durante os treinos não quer dizer que estes não sejam uma referencia para os mais novos…
talvez se estiverem concentrados nos treinos os putos tenham melhor rendimento que a epoca passada…
sendo o objectivo manter os niveis de concentração, condordo com a medida

Dado que isto se mantém:

[i]

  • Alas profissional e da formação nos acomodamentos e ginásios da Academia continuam separadas, sendo comum a área de convívio e o refeitório, onde os jovens têm contacto com os seniores

  • Jovens com conduta desportiva e social exemplar continuarão a ser premiados, integrando os estágios do plantel profissional, pontualmente, normalmente em deslocações internacionais.[/i]

Sinceramente não vejo inconveniente nenhum. De qualquer maneira, isto é uma “não-notícia”.

O que me causa é indiferença. :arrow:

É uma medida do estilo “para inglês ver”, mas pode ser que surta resultados positivos. Como se introduz numa nova metodologia, se calhar até requisitada pelo Mister Domingos, aceito. Novas metodologias e formas de pensar são bem-vindas. Não alteraremos a cultura sem primeiro dar por terminada todas as características que construíram a anterior.

Esta é uma ocorrência que merece pouco ou nenhum debate, sinceramente.

Também podes pensar ao contrario, os putos assim vão pensar na equipa principal como algo especial e que só com mt trabalho e dedicação é que lá conseguiram chegar.

:arrow:
Nada a acrescentar!