Acabar relações com o Porco? Prós e Contras?

Contras? Confesso que não percebo este tópico.

Fico à espera dos contras que não conheço nenhum :wink:

Vai ser giro pela primeira vez o fcporco ter de se vergar, e vir pedir desculpas.

Não duvido que terão de ser eles pela primeira vez a agachar-se. Se virem o cú apertado, ao contrário do que tememos, até podemos vir a ter umas arbitragens mais levezinhas, a ver se nos comovem.

Porquê? Porque na merda desportiva e financeiramente, já estamos, e pior que isso, estamos mentalizados para o que aí vem.

Eles é que sozinhos, podem vir a perder a posição que têm ocupado nos ultimos anos. Estão mal acostumados!

Tudo a ganhar, nada a perder. Força Sporting!!!

[mod]adicionada votação[/mod]

Prós : Tudo … deixar finalmente de nos "ajoelhar " perante outras instituições que a nós nunca nos beneficiaram em nada , antes pelo contrário

Contras : Nada

Não vejo nem prós nem contras.

Melhor, globalmente vejo um contra, o futebol português enquanto “negócio” perde com estas guerras. Contudo, mesmos para meras relações institucionais, é necessário haver vontade de ambas as partes, neste caso o fcp mostrou não querer, por isso o Sporting fez a única coisa que podia fazer. É um assunto simples e sem grande discussão para mim.

sou 100% anti corruptos
mas só 99 % anti galinhas bem assadas até é bem bom

Votei Sim, mas manter relações institucionais, porque penso que as relações institucionais devem ser mantidas quer com um clube quer com o outro.

Isto claro na minha forma de ver se não veja-se, agora os casos para resolver de Ventura e de Insúa este se for verdade o que se fala nos jornais, logo penso que os negocios tem que ser discutidos e para ser discutidos são necessárias relações institucionais.

Não vejo mal nenhum nisso, ser serviçal como se foi dos corruptos é que não, nem deles, nem de ninguém.

Atenção que votei sim, mas ontem era se existiam contras no corte de relações, ao qual respondi não, pois não tinha outra hipótese perante a pergunta de explicar o que quer que fosse, mas hoje depois de adicionada a votação está feita a pergunta de forma diferente.

Boas!

Finalmente temos espinha, não somos um bando de invertebrados e reagimos quando nos pisam, qual é o contra que pode haver nisso?

SL

Não votei porque não me parece que a pergunta essencial (“Concorda com a suspensão de relações institucionais com o fcp devido ao ocorrido?”) tenha sido feita.

Penso que devemos ter relações institucionais com todos os adversários, pois isso não significa alianças nem andar aos beijinhos. Se nos faltam ao respeito, a consequência é óbvia.

:arrow:

O mesmo aqui.
Acho que a votação da maneira que está feita, não tem sentido.

Eu concordo com corte de relações seja com quem for desde que existam razões para isso. Não me interessa se é com os corruptos ou o carnide ou outro clube quaqluer.

na minha terra natal
o porco é comido novo “leitão assado”

é o que nos aviamos de ter feito a muito tempo

idem, não se trata de ‘promover’ um corte de relações mas sim de uma reacção inevitável face a um comportamento inadmissível.

Erro!
Timing péssimo!

E claro que não estou a falar do que aconteceu pós-Caldeira.
Porque aí o corte de relações era uma inevitabilidade.

Estou a falar do que se passou antes que não teve nenhum interesse para nós.
Qualquer clube teria tentado gerir as vendas por forma a receber mais e o 3ºclube menos.
Alguém não entende isto?
Para quê vir agarrar numa situação que não tinha concerto?

Para derrotar um adversário é preciso estratégia.
Não é a bater no peito e a fazer declarações bombásticas para consumo interno que se vai lá.

O SCP é, neste momento, um clube fraco, destruido, sem capacidade financeira e sem poder nas estruturas que mandam no futebol.
A pioridade tem que ser a reorganização do clube. Não nos deviamos desfocar disto e arranjar inimigos perigosos antes do tempo nesta fase de recuperação.

Eleger o FCP como inimigo nesta fase é dispersarmo-nos.
Pior…
É eleger um inimigo muito poderoso e muito organizado.
Um inimigo que, não só conhece por dentro e por fora, como domina as estruturas que mandam no futebol português.
Um inimigo com um poderio financeiro enorme e que com ele nos pode causar muitos problemas no mercado e de gestão do nosso próprio plantel. Aliás, já se fala que o Ilori e, principalmente, o Bruma, estão a ser atacados pelo fcp que acabou de receber 70ME por vendas…

Não perceber este perigo é ser ceguinho!
Mas um ceguinho mesmo terminal!

Que lógica tem um doente acamado, como é o nosso caso neste momento, desafiar um pugilista profissional no pico da sua forma?

Infelizmente concordo com isto… Mais, não me sai da cabeça que tudo isto foi provocado pelos porcos. Mas alguém acredita que o Caldeira agiu autonomamente? Que não tinha ordens do PdC para provocar esta situação? Era uma armadilha, e nós caímos direitinhos nela. Qual o objectivo? Depois veremos, mas passa-me pela cabeça Ilori, Bruma e eventualmente outros… veremos o que acontecerá.

Concordo com o afastamento gradual dos porcos e dos pardais, mas noutro momento, nunca agora. Agora era necessário tratar das feridas internas, e nunca criar mais frentes de batalha. Posteriormente estabelecer uma rede de influências, apoiando clubes da zona centro e sul de modo a ajudá-los a estabelecerem-se na primeira liga. Só com tudo isto tratato, e com uma equipa estabilizada é que se poderia dar o passo seguinte…

E pronto. Voltamos à conversa do coitadinho que não faz ondas que pode levar porrada. O Sporting não é um coitadinho. O Sporting não atacou ninguém. Apenas sublinhou algo que era evidente para todos e não o fez de forma ofensiva.

Mais que o vazio patrimonial e financeiro, existe um vazio de valores e de princípios que deveriam ser inalienáveis. Mas pelos vistos são.

Acho que não tem razão de ser este tópico, porque anotemos que ter medo de ninguém e jogadores so fazem falta os que querem ficar, por isso o Sporting esta acima de qualquer jogador e instituição.

Não é coitadinho, é estratega…
É algo muito diferente!

Vocês estão a analisar um problema baseados em pressupostos que não são reais, ou ainda não são reais.

Rebobinando, o porco foi o clube que mais beneficiou com as últimas décadas de desvario no Sporting, quer em termos de jogadores quer em termos de sucesso desportivo (rivalidade e competitivade diminuta da nossa parte), tudo inserido num quadro de ligações institucionais e pessoais sem mácula, chegando ao ponto de acomodar chefes de claques de um rival num camarote do nosso estádio.

Ora, se neste quadro o Sporting foi ultra prejudicado nos últimos anos, porquê manter uma postura de respeito e uma ligação institucional que só nos destruiu e enfraqueceu?

Obviamente que o Bruno não podia fazer outra coisa, só estava à espera de um episódio para despoletar o processo de rotura, processo que iniciou quando respondeu ao bimbo por causa da venda do merdoso do moutinho, era/é essencial acabar com as ligações com os nossos rivais, principalmente com aquele que mais se aproveitou da nossa fraqueza.

O nosso momento não nos pode inibir de reagir a actos de provocação, ataque, etc, neste momento somos um alvo apetecível e mesmo por isso é que temos que nos defender.

Estou certo que o bimbo está mortinho por nos espetar a faca, mas também estou certo que já não tinhamos há muito tempo um Presidente com tanta capacidade para defender o Sporting, se há guerra então avancemos sem medo, isto é o Sporting! :arrow:

Tu acreditas mesmo que é pelo corte de relações que os corruptos aliciam jogadores nossos? Não acordes não… Andas há anos a ser enrabado pelos corruptos. A diferença é que antes o eras e ainda sorrias e agora pelo menos procuras que a tua dignidade e honra esteja acima disso.

Esse histerismo com o Bruma e Ilory, faz-me lembrar isto:

[youtube=640,360]http://www.youtube.com/watch?v=KMSn2NbDi3M[/youtube]

De onde vieram esses, virão outros.