A Queda de um Mito

A Queda de um Mito

Fecham-se as cortinas! Cai um mito. E os principais responsáveis por isso, foram os adeptos do Sporting. Mas perguntam vocês… De que é que eu estou a falar?

Que ninguém tenha dúvidas que a massa adepta leonina é o maior e mais valioso activo do nosso clube. Esta direcção, felizmente, soube unir a nação sportinguista, devolvendo o clube aos adeptos. Teve ainda mais mérito por ter sido eleita nas condições em que o foi.

Numa conjuntura incrivelmente adversa, em todos os aspectos, onde me interessa destacar a conjuntura socioeconómica do país e, principalmente, o passado recente do nosso clube, os adeptos do Sporting disseram presente e foram um extraordinário motor, que possibilitou um incremento significativo na potência desta equipa.

Em Alvalade, soubemos dizer presente. A média de espectadores aumentou significativamente, relativamente à época passada. Nas últimas 7 épocas, este foi a segunda que registou uma melhor média de espectadores em Alvalade, sendo apenas superada pela febre da época do “cheque e da vassoura”.

Outro dado de resisto, foi o facto de, finalmente, termos vencido a tendência das últimas épocas. Passamos a ser o segundo clube com melhor média de espectadores em casa, com mais de 500 mil entradas, algo que não aconteceu nas 6 épocas passadas, onde fomos sempre terceiros, atrás dos dois rivais.

Mas, apesar destes dados claramente evolutivos, as perspectivas para a próxima época são claramente animadoras, no que toca à melhoria destes resultados.
A melhor assistência da época aconteceu à 3ª Jornada, contra o Benfica, onde foram registados 46 109 espectadores. Contra o Porto, à 23ª Jornada, registaram-se 36 692 espectadores, tendo sido apenas a 5ª melhor assistência da época, atrás das recepções ao Nacional (38 624 espectadores à 14ª Jornada), Belenenses (37 455 espectadores à 13ª Jornada) e Estoril (36 964 espectadores à 30ª Jornada). A pior assistência da época foi registada na recepção ao Marítimo, à 9ª Jornada, onde foram registados apenas 25 083 espectadores. De assinalar mais 3 assistências abaixo dos 30 000 espectadores: à 11ª Jornada, com o Paços de Ferreira (26 541), à 19ª Jornada, com o Olhanense (29 255) e à 1ª Jornada, com o Arouca (29 629).

Ao fazer esta pequena compilação de dados estatísticos, não pude deixar de me lembrar das palavras do nosso Presidente, no início da temporada, quando pediu um maior contributo de todos, para ultrapassamos, juntos o momento difícil. Os adeptos disseram presente, mas ainda há um enorme caminho a percorrer. Se, em cada íntimo de um Sportinguista, existe sempre aquela necessidade de exigência inerente, temos todos que nos unir e fazer estes dados melhorarem de forma significativa, na próxima época. Quero com isto dizer que temos todos de ser um pouco mais exigentes connosco próprios, se queremos um clube melhor. Só assim será possível vencer as adversidades.

Tabela: Dados das Assistências, em Alvalade, na Primeira Liga (fonte: www.ligaportugal.pt)

Posta esta análise inicial, dos jogos em casa, quero agora, de forma breve, debruçar-me sobre os jogos fora de casa. E o título deste artigo tem tudo a ver com isto.

Somos permanentemente bombardeados por esta Comunicação Social comprada e preconceituosa, com frases feitas, clichés, mentiras populares que, de tantas vezes repetidas, se tornaram verdades. Uma das mais proclamadas, desde sempre, tem a ver, precisamente com as assistências nos estádios deste país. Quantos de nós já ouvimos que o Benfica é o clube que leva mais adeptos aos estádios deste país. Que os clubes pequenos anseiam por jogar contra o Benfica, para poder sobreviver e pagar as suas contas. Etc, Etc, Etc… Os que acreditam nisto, vão ficar surpreendidos com os dados estatísticos das assistências desta época.

Um ponto prévio: dos dados comparativos, naturalmente, foi retirado os respectivos confrontos contra o Arouca, visto o Benfica ter tido o privilégio (digamos, habitual), de jogar no Municipal de Aveiro, enquanto que o Sporting teve que disputar o jogo no empapado batatal do Municipal de Arouca. Foram retirados igualmente os confrontos com o Porto e entre Sporting e Benfica.

Assim, nos jogos fora de casa, o Benfica contou com uma média de 8 728 espectadores, contra 8 791 espectadores, nos jogos disputados pelo Sporting, fora de Alvalade, entre adeptos das equipas das casa e dos respectivos clubes. Mas, a diferença ainda é mais significativa, se retirarmos as assistências nos jogos contra o Braga e contra o Guimarães, que costumam ter mais adeptos que os da equipa adversária, até nos jogos contra Sporting e Benfica. Neste caso, a média dos jogos fora onde participou o Benfica, baixa para os 6 480 espectadores, contra 7010 espectadores nos jogos fora do Sporting.

Mas vou mais longe. O Sporting contribuiu para a melhor assistência da época para a Académica, Olhanense, Gil Vicente, Estoril, Setúbal e Marítimo (6 dos 12 clubes analisados).

Gráfico: Número de espectadores nos jogos fora de casa do Sporting, Benfica e Porto, na época 2013/2014 da Primeira Liga.

Mais uma vez, tenho que dar os parabéns a todos os adeptos do Sporting, que foram determinantes nos resultados desta época. Disseram presente. Para o ano, temos que manter esta tendência e será mais um dado muito relevante na afirmação do Sporting, como o clube mais importante de Portugal.

Assim, em termos conclusivos, parece-me evidente que estamos na presença da Queda de um Mito, provado com factos reais e não com urbanidades falaciosas e tendenciosas que não passam disso mesmo, de mitos.

Ricardo Sequeira


Tabela.jpg

Gráfico.jpg

Mais informações sobre o registo fora de portas. :great:

http://www.forumscp.com/index.php?topic=59606.0

Olha quem é ele. Que seja para ficar!

Excelente análise :great:

Eu , e isto é pessoal e pelo que conheço da zona, juntaria Braga e Guimarães .
Os lamps que vão a Guimarães são os mesmo que vão a Braga e os números batem certo. :arrow:

Bem vindo de novo ZeQueira, excelente artigo. :clap: :clap:

Grande análise! :great:

Certíssimo! A queda de um mito! :great:

muito bem escrito! caísse também o “mito” de que somos os mais roubados, mas não me parece que sejamos bafejados por tal sorte…

Já a época passada tinha visto esta imagem (estatística) no rascord, mas não fiz prnt screen, como não sou premium “nunca mais a vi”…
2ª época consecutiva que somos o clube com mais foras-de-jogo assinalados contra, infelizmente apenas vemos os factos mostrar a queda de alguns “mitos”…


foras-j.jpg

Dependendo do meu tempo livre, terei todo o gosto em ir contribuindo com algumas ideias.

Lamento não ter visto o teu post antes.

Obrigado a todos.

SL

:clap: :clap:

Muito bom e que pode esclarecer os sportinguistas menos informados. Mas esta época, em que vamos ser cantidatos assumidos, vai ser um verdadeiro teste. Em que vamos estar inseridos em mais competições e por isso os adeptos ainda vao ter que estar mais presentes.

Vai ser mais desgastante e não sei se alguns adeptos vao abdicar, de alguns jogos do campeonato para ir à Champions.