A nossa filial de faro acabou com o futebol

Gomes Ferreira ficou devastado por ter sido obrigado a encerrar o futebol profissional do Farense, na sequência de não terem conseguido encontrar uma solução para pagarem as dívidas que ascendiam aos 500 mil euros. Farense ASF «Sinto-me muito triste por aquilo que acabei por dizer aos sócios, começou por dizer o presidente do conselho de administração do Farense.

Gomes Ferreira também não compreendeu os problemas que surgiram sobre a cedência, por parte da câmara local, dos terrenos junto ao Estádio para a construção imobiliário, que poderiam viabilizar a continuidade do clube: «Neste momento a direcção do Farense desconhece por completo as ilegalidades que existam por detrás deste processo. Quando tudo estava correcto surge um impedimento para fazer a escritura.»

O actual técnico e uma das principais figuras do clube algarvio é o espelho da desilusão que afecta todos os adeptos do Farense no dia mais triste do clube, após o fim do futebol profissional.

«É um momento muito triste para mim e para todos os adeptos do Farense. Nem consigo imaginar esta situação e pensar nos 13 anos que passei neste clube. É natural que esteja muito triste», afirmou Hassan, em declarações à Renasce

Filial nº 2 do Clube.

O que é certo é que isto das filiais é mais para “Português ver”.

Mas é de facto uma pena o que aconteceu ao Farense … Campomaiorense, Salgueiros, Felgueiras, Estoril!!!, Vitória de Setúbal!!!, Ovarense!!!

É o sonhar mais do que o que se pode gastar, ou “sonhar”. Futebol Português em grande.

É uma perda para o Algarve… parece que ainda estou a ver o Estádio cheio nos jogos farense-SPORTING…, morreu. :cry:

É a realidade do futebol, que vive acima das suas possibilidades. Eu conheço bem a Ovarense, que ñ é nenhum histórico como o Farense, mas que vai pelo mesmo caminho e outros se seguiram anos após ano.

faz me confusão sobretudo um clube como o farense numa zona turistica com tantos empresários com muito papel, e eles não darem uma ajuda ao clube

Isso e o que eu estranho tambem!

Tanto turismo e nao houve ninguem que desse uma ajuda ao Farense.

Tenho pena que o Farense tivesse que desaparecer.

Faco votos que eles voltem um dia!

faz me confusão sobretudo um clube como o farense numa zona turistica com tantos empresários com muito papel, e eles não darem uma ajuda ao clube

O que li foi que até existiam investidores interessados, mas por problemas burocráticos essa vontade ñ passou disso mesmo.

O Farense está pior que outros porque a Camara Municipal de Faro nunca abriu os cordões à bolsa como o clube desejaria…ainda bem, é dinheiro nosso e não gosto de o ver desperdiçado no futebol, mais camaras fizessem o mesmo. O Farense teve uma boa oportunidade quando aquele espanhol dono da Halcon investiu no clube, mas pouco tempo depois acharam que já não precisavam dele e boicotaram-no e o gajo foi-se embora. O Farense esteve nestas situações vezes e mais vezes…já bastava de tanta incompetência, é pena, simpatizava com o clube, deu-me 2 das maiores alegrias futebolisticas (os 4-1 ou 5-2 aos orcs e o 3-1 ao FCP na antepenultima jornada no ano do titulo), mas é a vida…

3-1 ao FCP na antepenultima jornada no ano do titulo

Não foi 3-3, com uns perus do Hilário?

Filial nº 2 do Clube.

O que é certo é que isto das filiais é mais para “Português ver”.

Mas é de facto uma pena o que aconteceu ao Farense … Campomaiorense, Salgueiros, Felgueiras, Estoril!!!, Vitória de Setúbal!!!, Ovarense!!!

É o sonhar mais do que o que se pode gastar, ou “sonhar”. Futebol Português em grande.

Pelo que dizem no editorial do Jornal Sporting até o Boavista está em risco. É o futebol que temos. Infelizmente os culpados nunca se conhecem, e nunca pagam pelos crimes que cometem. É obvio que desde os anos 90 que se vive acima das possibilidades. E para terminar, deixo uma das frases mais famosas do dirigismo português, nos ultimos anos, e que caracteriza a mentalidade de quem manda no nosso futebol. “Quem vier atrás que feche a porta…”. Sintomático, não?

O Boavista tem 5 meses de salários em atraso.

A culpa foi sem sombra de dúvidas do Ricardo! 8)

:smiley: :smiley: :smiley: :smiley: :smiley:

Não me entristece assim tanto…

E passo a explicar chega de autarquias a enterrar dinheiro nosso em clubes e depois quando se vende um jogador, o guito é para os dirigentes e autarcas e não para a autarquia.

Em meios pequenos esta continua a ser uma forma de obter votos, pena não se pensar nas consequências.

Se queremos um futebol profissional e melhor no nosso país parem com as loucuras de ir buscar 30 brasileiros que não valem nada e ponham os jovens a jogar, digo-vos sinceramente que se um clube como o farense apostasse na formação e com isso fosse conseguindo vender um ou outro jogador a bom preço, de certeza que não estava na miséria como está.

O futebol profissional é caro, logo é só para alguns, é um facto

O Boavista tem 5 meses de salários em atraso.

É o exemplo do excelente negócio que fizeram pelo Nélson com as galinhas (ou melhor, do excelente baixar as calças).

É uma pena que as coisas cheguem a este ponto… :frowning: Mas cada vez mais os dirigentes vão para os clubes para se servirem deles e não para os servir, como deveria ser…

O Farense tinha 20 milhoes de euros de passivo, o que para um clube desta dimensão é muito.
O futebol mesmo a nivel europeu vive acima das suas possibilidades, com problemas financeiros, sendo vários os clubees à beira da bancarrota, desde Itália a Inglaterra, exemplos nao faltam.

Em Portugal são muitos os exemplos conhecidos, e penso que se nao se mudarem as mentalidades, muitos mais clubes irão fechar.

Quantos clubes tem capacidade para serem profissionais?
Quantos clubes tem receitas que lhes permitam viver uma época sem sobressaltos?

Hoje em dia grande parte dos clubes da vivem dos subsidios das Camaras municipais, e estes nao conseguem gerar receitas q lhes permitam ter um equilibrio financeiro.

Acho que isto so tem tendencia a piorar, pouco ainda sabemos da real situação dos clubes.

O Boavista tem 5 meses de salários em atraso.

É o exemplo do excelente negócio que fizeram pelo Nélson com as galinhas (ou melhor, do excelente baixar as calças).

E não só, e não só.

As relações entre o Boavista e o Benfas são muito estreitinhas, mas aparentemente quem sai a perder é o Boavista. É a paga por arrearem as calcinhas.

Não corresse eu o risco de levar com um belo de um processo em cima e diria aqui até que ponto vão as “boas relações” entre estes 2 clubes.

O nosso futebol é de uma podridão inacreditável. Não há nada a fazer. :evil:

Antonio, qual processo??? és livre de dizer o que quiseres, basta não os chamares pelos nomes… :shock:

O que me choca mais nestes casos é a impunidade dos dirigentes que por lá andaram a promover-se. Passam pelos clubes, gerindo-os de forma danosa e depois saiem sem que nada lhes aconteça. Quem sofre é o clube e os seus adeptos. Eles até terão aproveitado a sua estadia no clube para se promoverem e abandonarem o anonimato, situação que muitas vezes os beneficia nos negócios que gerem fora do futebol.

Não acredito que seja assim tão difícil perceber de onde vêm estas dívidas astronómicas. Encontre-se quem arruinou o clube e impute-se-lhe(s) responsabilidades. Se assim fosse, duvido que esta forma leviana de gerir as finanças dos clubes se mantivesse.