É da capital do móvel...

Um empresário de Paços de Ferreira do ramo do mobiliário, desloca-se à Noruega para visitar uma feira. Entretanto, decidido a conhecer a vida nocturna da localidade onde está hospedado, vai a uma casa nocturna, onde conhece uma norueguesa voluptuosa. Como não sabia falar norueguês, ou inglês e à boa maneira tuga, lá se desenrascou, comunicando por desenhos. Começa por fazer um desenho com duas taças e apontando para o desenho, para si próprio e para a norueguesa, lá a convidou para uma bebida. Alguns minutos mais tarde, decide fazer outro desenho: um homem e uma mulher a dançarem. Mostra-o à norueguesa, esta sorri, abana afirmativamente com a cabeça e os dois deslocam-se para a pista de dança. Depois de dançarem mais de meia-hora, a norueguesa, leva o empresário para junto do balcão, saca de uma caneta e de um papel e desenha um quarto com uma cama e uma mesa de cabeceira. O empresário respondeu de imediato:

  • Sim, sim, sou de Paços de Ferreira. Como é que descobriu?

‘Eu é que sou o burro’, aplica-se. Muito boa essa. :lol:

ahahah lindo!

:rotfl: :rotfl: :rotfl: :rotfl: :rotfl: xD Sabado saiem de lisboa com 0 pontinhos no bolso ! =D

:rotfl: :rotfl: :rotfl: :rotfl: :rotfl:

:lol: :lol:

:lol: :lol: :lol: