João Benedito

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

E...? Com tanta coisa não consegues elaborar mais para além de um "almoço entre croquetes"?

E o quê?
És retardado?
Um forista perguntou o que era a foto e eu respondi.
Tu depois vens falar em "Fórum SCP e as suas conspirações".
Portanto explica lá qual é o teu problema? Falta de vitaminas na infância?
FOI A D. CLOTILDE!
Retardados aqui há muitos e tu és apenas mais um, continua a conspirar à vontadinha porque argumentos são 0
Retardados aqui há muitos e tu és apenas mais um, continua a conspirar à vontadinha porque argumentos são 0

 :rotfl: :rotfl: :rotfl:

Como dizem por aí: Credo!
 :lol:
FOI A D. CLOTILDE!
Há dois Sportinguistas não muito mediáticos mas que por vezes aparecem nas TVs e são apoiantes de BdC.

Falo de Samuel Almeida e de Rui Calafate, qualquer um deles parece-me que seria pelo menos um candidato interessante.

Dito isto, penso que o Benedito será o próximo Presidente do Sporting Clube de Portugal, é uma questão de tempo. :great:
Há dois Sportinguistas não muito mediáticos mas que por vezes aparecem nas TVs e são apoiantes de BdC.

Falo de Samuel Almeida e de Rui Calafate, qualquer um deles parece-me que seria pelo menos um candidato interessante.

Dito isto, penso que o Benedito será o próximo Presidente do Sporting Clube de Portugal, é uma questão de tempo. :great:

Gosto do Samuel Almeida...mas acho que está longe de ser apoiante de Bruno de Carvalho e desconheço até que ponto poderá ser um bom presidente, mas isso também é algo que ninguém, mas absolutamente ninguém pode assegurar que sabe...
Há dois Sportinguistas não muito mediáticos mas que por vezes aparecem nas TVs e são apoiantes de BdC.

Falo de Samuel Almeida e de Rui Calafate, qualquer um deles parece-me que seria pelo menos um candidato interessante.

Dito isto, penso que o Benedito será o próximo Presidente do Sporting Clube de Portugal, é uma questão de tempo. :great:

Gosto do Samuel Almeida...mas acho que está longe de ser apoiante de Bruno de Carvalho e desconheço até que ponto poderá ser um bom presidente, mas isso também é algo que ninguém, mas absolutamente ninguém pode assegurar que sabe...




Até me admira o Samuel Almeida e o Rui Calafate não serem falados como possíveis candidatos. Têm tudo.
Há dois Sportinguistas não muito mediáticos mas que por vezes aparecem nas TVs e são apoiantes de BdC.

Falo de Samuel Almeida e de Rui Calafate, qualquer um deles parece-me que seria pelo menos um candidato interessante.

Dito isto, penso que o Benedito será o próximo Presidente do Sporting Clube de Portugal, é uma questão de tempo. :great:

Gosto do Samuel Almeida...mas acho que está longe de ser apoiante de Bruno de Carvalho e desconheço até que ponto poderá ser um bom presidente, mas isso também é algo que ninguém, mas absolutamente ninguém pode assegurar que sabe...




Até me admira o Samuel Almeida e o Rui Calafate não serem falados como possíveis candidatos. Têm tudo.

Esse gajo é um banana que se vendeu na altura ao Soares Franco que lhe  ajudou a subir na empresa de advogados com a concessão jurídica das auto-estradas. Apareceu na altura devida como um rosto de oposição, mas depois acabou a encher o bolso. Neste momento escreve artigos de casa de banho para o O`Nojo, como foi aquele sobre o congresso estilo Coreia do Norte.

Em part-time anda a angariar simpatias para concorrer ou se anexar a uma lista.

Então onde andam esses factos?

Que houve um almoço entre vários croquettes?
Na altura até fotografias colocaram aí.
Mas se tens dúvidas, é para o lado que durmo melhor.
Deixa-me cá ficar com o meu chapéu de alumínio e tu com o sporting sem conspirações.  :lol:
Olha, felicidades!  :lol:


Bruno de Carvalho também teve um período em que andou acompanhado de Paulo Pereira Cristóvão...ou mesmo de Álvaro Sobrinho.
Faz dele croquette?

E do Ricciardi, e do Marta Soares e de tantos outros...

Ou será que foram os outro é que andaram acompanhados do Presidente Bruno de Carvalho. Aliás como se viu, como bons ratos que são seguiram o dinheiro e não o clube.
Olha que dois as espalhar mentiras..
 :rotfl: :rotfl: :rotfl: :rotfl: :rotfl:
"De todos os presidentes que tivemos neste percurso, o mais explícito foi Bruno de Carvalho, que já na campanha eleitoral teceu rasgados elogios à nossa caminhada, talvez por conhecer a nossa forma de estar e o nosso trajeto. O atual presidente esteve connosco três anos, de 2006 a 2009, e apoiou-nos como sportinguista e empresário, numa equipa onde jogavam José Diogo, Pedro Delgado e André Pimenta, que ainda estão connosco, e outros que já saíram, como Gonçalo Alves, Miguel Rocha ou Diogo Neves. Este presidente prometeu e cumpriu!"

Engenheiro Gilberto Borges 13/05/2019
Rui Calafate gosto, agora o Samuel é o típico advogado cá do Burgo e ainda por cima um vaidoso...

Benedito é muito manso.

L SL
GARRA
Benedito será o rosto do Rogério Alves nas próximas eleições caso Varandas seja corrido num futuro próximo e seja necessário ganhar mais 1 ou 2 anos de margem de manobra para executar o plano maior. Daí todas as reuniões anteriores, dai ter passado pelos pingos da chuva à maquina de propaganda nas ultimas eleições quando era o principal oponente da dinastia, e daí estar a ser escudado e a jogar na retranca ao ver o clube desabar.

Caiam mais uma vez no engodo e depois queixem-se... Faz-me confusão andarem sempre a apregoar a própria superioridade intelectual e a descredibilizarem as cabalas e os delírios dos brunistas mas acabam sempre de traseiro dorido... Há ai muito bom sportinguista que "pensa pela própria cabeça" que devia barrar a cara com m*rda de manhã e ao deitar para se auto-penitenciarem pelo mal todo que têm feito ao clube!
Rui Calafate gosto, agora o Samuel é o típico advogado cá do Burgo e ainda por cima um vaidoso...

Benedito é muito manso.

L SL

Não conheço bem nenhum dos dois mas estou a ver que o Rui Calafate é mais consensual. É uma questão de nas próximas eleições alguém que os conheça os desafie a candidatarem-se.


O Benedito também me parece um manso mas atenção, muitas vezes nem tudo o que parece é!
Há dois Sportinguistas não muito mediáticos mas que por vezes aparecem nas TVs e são apoiantes de BdC.

Falo de Samuel Almeida e de Rui Calafate, qualquer um deles parece-me que seria pelo menos um candidato interessante.

Dito isto, penso que o Benedito será o próximo Presidente do Sporting Clube de Portugal, é uma questão de tempo. :great:

Gosto do Samuel Almeida...mas acho que está longe de ser apoiante de Bruno de Carvalho e desconheço até que ponto poderá ser um bom presidente, mas isso também é algo que ninguém, mas absolutamente ninguém pode assegurar que sabe...




Até me admira o Samuel Almeida e o Rui Calafate não serem falados como possíveis candidatos. Têm tudo.

O Almeida?

Porra.

Um idiota como os outros. Então esta última proposta que fez há uns dias é do mais... nojento que tenho visto.

O Almeida. Porra
Quando eu comecei a ir com frequência às Assembleias-Gerais do Sporting e da SAD, durante a era Soares Franco, esse Samuel era provavelmente o mais proeminente e assíduo dos sócios ditos anónimos (sócios sem ligações estreitas a qualquer direcção).
Não me recordo de uma única AG (e estive em todas, das importantes às que foram presenciadas por 80 ou menos sócios), nesses tempos deveras indigestos (onde Soares Franco demonstrou bastantes vezes que as realidades para lá da do futebol eram terra desconhecida – e maçadora - para ele), em que esse Samuel não tenha usado a sua prerrogativa de falar aos sócios presentes e à direcção para enfatizar a importância de a direcção em funções acarinhar e fomentar um Sporting Clube de Portugal desportiva e institucionalmente vivo e apaixonante (o destaque de praticamente todas as intervenções, incluindo as dos outros sócios, era sobre o discurso monótono e atestado de gíria financeira de Soares Franco). Diga-se que, nessa época, a vasta maioria das intervenções (eu protagonizei duas, na primeira falei sobre o discurso, na segunda sobre os números de um documento financeiro do clube) versava sobre os mesmos tópicos e defeitos.
Depois Soares Franco foi à vida e foi eleito (eu votei nele) José Eduardo Bettencourt, alguém que, se bem se lembram disto, inaugurou a sua candidatura à presidência do Sporting com uma entrevista ao jornal A Bola, na qual criticava precisamente o discurso de Soares Franco e a marginalização das modalidades.
Parece que esse Samuel abandonou nessa época o campo de acção do sócio anónimo. Passou, portanto, para o campo de acção dos chamados notáveis (um percurso que aparenta ser invencível, inadiável e omnipresente).

Seja como for, descobri recentemente que o programa que ele tinha na Sporting TV (canal criado pelo destituído) foi cancelado. Não, esperem. Vou reformular. O verbo cancelar é flexíloquo e brando. O programa foi, disseram-mo, suprimido. Sim, suprimido. 
Descobri também (pelas mesmas pessoas) que a propósito desse cancelamento (provocado, disseram-me, pelo conteúdo das intervenções no programa) o Samuel não disse uma única palavra, ao contrário do seu colega (qualquer coisa Calafate?).
Só por isto, por não ter piado sobre como foi calado por exprimir opiniões consideradas inconvenientes (ou seja, a sua dignidade enquanto pessoa foi insultada), merece da minha parte nojo.

O Samuel é um Sportinguista do tipo básico e comum, diga-se.
De criaturas como o Samuel está o bordel Sportinguista cheiíssimo.

___

Relativamente ao João Benedito, porque jamais me passaria pela cabeça passar por este tópico e nada escrever sobre aquele que justifica a sua existência, conseguiu perder as eleições para um candidato com o carisma de uma transexual (mas operada às escondidas no México por um médico sem um olho, sem um braço e que aprendeu tudo o que sabe sobre a profissão jogando Operation) com o caso mais agudo de herpes labial alguma vez testemunhado.

Passa por ele o futuro do Sporting? Oh, Sporting, estás f*****. Baza começar a discutir cenários após-Benedito.
« Última modificação: Agosto 17, 2019, 08:00 am por Chev Chelios »
[...]
Quanto a quem teme pelo futuro do Sporting, não temam, pois haverá Sporting enquanto houver gente cobarde, ingrata e dúplice (os três eixos do Sportinguismo contemporâneo).
[...]
Para quando este clube realizará que trazendo ex aletas para posições chaves do conselho administrativo nunca será sinônimo de competência e êxito?
Buildings burn, people die, but true love is forever!
Quando eu comecei a ir com frequência às Assembleias-Gerais do Sporting e da SAD, durante a era Soares Franco, esse Samuel era provavelmente o mais proeminente e assíduo dos sócios ditos anónimos (sócios sem ligações estreitas a qualquer direcção).
Não me recordo de uma única AG (e estive em todas, das importantes às que foram presenciadas por 80 ou menos sócios), nesses tempos deveras indigestos (onde Soares Franco demonstrou bastantes vezes que as realidades para lá da do futebol eram terra desconhecida – e maçadora - para ele), em que esse Samuel não tenha usado a sua prerrogativa de falar aos sócios presentes e à direcção para enfatizar a importância de a direcção em funções acarinhar e fomentar um Sporting Clube de Portugal desportiva e institucionalmente vivo e apaixonante (o destaque de praticamente todas as intervenções, incluindo as dos outros sócios, era sobre o discurso monótono e atestado de gíria financeira de Soares Franco). Diga-se que, nessa época, a vasta maioria das intervenções (eu protagonizei duas, na primeira falei sobre o discurso, na segunda sobre os números de um documento financeiro do clube) versava sobre os mesmos tópicos e defeitos.
Depois Soares Franco foi à vida e foi eleito (eu votei nele) José Eduardo Bettencourt, alguém que, se bem se lembram disto, inaugurou a sua candidatura à presidência do Sporting com uma entrevista ao jornal A Bola, na qual criticava precisamente o discurso de Soares Franco e a marginalização das modalidades.
Parece que esse Samuel abandonou nessa época o campo de acção do sócio anónimo. Passou, portanto, para o campo de acção dos chamados notáveis (um percurso que aparenta ser invencível, inadiável e omnipresente).

Seja como for, descobri recentemente que o programa que ele tinha na Sporting TV (canal criado pelo destituído) foi cancelado. Não, esperem. Vou reformular. O verbo cancelar é flexíloquo e brando. O programa foi, disseram-mo, suprimido. Sim, suprimido. 
Descobri também (pelas mesmas pessoas) que a propósito desse cancelamento (provocado, disseram-me, pelo conteúdo das intervenções no programa) o Samuel não disse uma única palavra, ao contrário do seu colega (qualquer coisa Calafate?).
Só por isto, por não ter piado sobre como foi calado por exprimir opiniões consideradas inconvenientes (ou seja, a sua dignidade enquanto pessoa foi insultada), merece da minha parte nojo.

O Samuel é um Sportinguista do tipo básico e comum, diga-se.
De criaturas como o Samuel está o bordel Sportinguista cheiíssimo.

___

Relativamente ao João Benedito, porque jamais me passaria pela cabeça passar por este tópico e nada escrever sobre aquele que justifica a sua existência, conseguiu perder as eleições para um candidato com o carisma de uma transexual (mas operada às escondidas no México por um médico sem um olho, sem um braço e que aprendeu tudo o que sabe sobre a profissão jogando Operation) com o caso mais agudo de herpes labial alguma vez testemunhado.

Passa por ele o futuro do Sporting? Oh, Sporting, estás f*****. Baza começar a discutir cenários após-Benedito.

brigado pela tua opinião, e em relação ao Rui Calafate o que achas?
Há dois Sportinguistas não muito mediáticos mas que por vezes aparecem nas TVs e são apoiantes de BdC.

Falo de Samuel Almeida e de Rui Calafate, qualquer um deles parece-me que seria pelo menos um candidato interessante.

Dito isto, penso que o Benedito será o próximo Presidente do Sporting Clube de Portugal, é uma questão de tempo. :great:

What?! És ex-funcionário da Cambridge Analytica???
Pois eu destoo completamente da maioria das pessoas sobre a posição do Benedito: acho muito bem que esteja calado. Tem é de ser assertivo e, diria, corrosivo, quando o fizer.

E quem vier, por comparação, falar da postura do BdC pós-"vitória" do Godinho, relembre-se que ele só começou a falar regularmente já bem perto do momento em que era visível que este último ia cair.
Quando eu comecei a ir com frequência às Assembleias-Gerais do Sporting e da SAD, durante a era Soares Franco, esse Samuel era provavelmente o mais proeminente e assíduo dos sócios ditos anónimos (sócios sem ligações estreitas a qualquer direcção).
Não me recordo de uma única AG (e estive em todas, das importantes às que foram presenciadas por 80 ou menos sócios), nesses tempos deveras indigestos (onde Soares Franco demonstrou bastantes vezes que as realidades para lá da do futebol eram terra desconhecida – e maçadora - para ele), em que esse Samuel não tenha usado a sua prerrogativa de falar aos sócios presentes e à direcção para enfatizar a importância de a direcção em funções acarinhar e fomentar um Sporting Clube de Portugal desportiva e institucionalmente vivo e apaixonante (o destaque de praticamente todas as intervenções, incluindo as dos outros sócios, era sobre o discurso monótono e atestado de gíria financeira de Soares Franco). Diga-se que, nessa época, a vasta maioria das intervenções (eu protagonizei duas, na primeira falei sobre o discurso, na segunda sobre os números de um documento financeiro do clube) versava sobre os mesmos tópicos e defeitos.
Depois Soares Franco foi à vida e foi eleito (eu votei nele) José Eduardo Bettencourt, alguém que, se bem se lembram disto, inaugurou a sua candidatura à presidência do Sporting com uma entrevista ao jornal A Bola, na qual criticava precisamente o discurso de Soares Franco e a marginalização das modalidades.
Parece que esse Samuel abandonou nessa época o campo de acção do sócio anónimo. Passou, portanto, para o campo de acção dos chamados notáveis (um percurso que aparenta ser invencível, inadiável e omnipresente).

Seja como for, descobri recentemente que o programa que ele tinha na Sporting TV (canal criado pelo destituído) foi cancelado. Não, esperem. Vou reformular. O verbo cancelar é flexíloquo e brando. O programa foi, disseram-mo, suprimido. Sim, suprimido. 
Descobri também (pelas mesmas pessoas) que a propósito desse cancelamento (provocado, disseram-me, pelo conteúdo das intervenções no programa) o Samuel não disse uma única palavra, ao contrário do seu colega (qualquer coisa Calafate?).
Só por isto, por não ter piado sobre como foi calado por exprimir opiniões consideradas inconvenientes (ou seja, a sua dignidade enquanto pessoa foi insultada), merece da minha parte nojo.

O Samuel é um Sportinguista do tipo básico e comum, diga-se.
De criaturas como o Samuel está o bordel Sportinguista cheiíssimo.

___

Relativamente ao João Benedito, porque jamais me passaria pela cabeça passar por este tópico e nada escrever sobre aquele que justifica a sua existência, conseguiu perder as eleições para um candidato com o carisma de uma transexual (mas operada às escondidas no México por um médico sem um olho, sem um braço e que aprendeu tudo o que sabe sobre a profissão jogando Operation) com o caso mais agudo de herpes labial alguma vez testemunhado.

Passa por ele o futuro do Sporting? Oh, Sporting, estás f*****. Baza começar a discutir cenários após-Benedito.

brigado pela tua opinião, e em relação ao Rui Calafate o que achas?



Agora que vi a cara dele, sei de quem se trata e, das 3 ou 4 vezes que li ou ouvi as suas opiniões sobre o Sporting e o futebol português, gostei.
Parece-me ser alguém portador do tipo de Sportinguismo de que o clube precisa.
Como candidato a presidente? Não faço ideia. Mas estamos num momento em que praticamente qualquer pessoa constitui uma opção mais interessante que a que está no poder. Eu só penso e desejo a ruína desta direcção. Quanto mais súbita e aviltante for, melhor, pois isso facilitará a ascensão de alguém diferente do que temos.
Devo já deixar cristalino que não partilho da opinião, alegada por um número considerável de pessoas, que garante que, porque fulano tal exerceu a profissão x, não está habilitado a ser presidente.
O Frederico "gu gu da da" Varandas é um execrável presidente, não por ter sido médico, mas por não ter os atributos e a liberdade de acção que a posição exigem.
Nós precisamos de alguém que possua as seguintes propriedades (nenhuma delas é excluível): coragem (porque Portugal e os nossos rivais são a m**** pérfida que sabemos), Sportinguismo autêntico (porque em torno e no seio do nosso clube vivem quantidades inacreditáveis de parasitas e traidores) e astúcia (já que a bom lado do Sportinguismo impede o clube de adoptar os esquemas dos outros, é imprescindível muita estratégia “out-of-the-box” para contornar e cancelar os muitos e variados ).
Eu gosto bastante do Augusto Inácio, mas encaro uma possível candidatura dele como estando no plano, não da do Bruno de Carvalho (líder em todos os instantes, inquestionável iniciador de tudo o que acontece), mas mais como uma espécie de coordenador, de rosto agregador de uma equipa de pessoal competente. Eu no Inácio sei que posso confiar. Não sei se funcionaria, mas tenho a certeza absoluta de que podia ir para a cama descansado e de que, quando algo acontecesse ou fosse decidido, o melhor foi tentado.
[...]
Quanto a quem teme pelo futuro do Sporting, não temam, pois haverá Sporting enquanto houver gente cobarde, ingrata e dúplice (os três eixos do Sportinguismo contemporâneo).
[...]
Pois eu destoo completamente da maioria das pessoas sobre a posição do Benedito: acho muito bem que esteja calado. Tem é de ser assertivo e, diria, corrosivo, quando o fizer.

E quem vier, por comparação, falar da postura do BdC pós-"vitória" do Godinho, relembre-se que ele só começou a falar regularmente já bem perto do momento em que era visível que este último ia cair.

Eu peço e exijo coerência e honestidade, Junky, nada mais. Que ele possa ser como candidato aquilo que foi como capitão, basicamente. Que seja em 2019 o que foi em 2016 e 2017. Não é. O João Benedito que sonha liderar – coadjuvado por um CEO que ele não quis identificar – o SCP nem uma cópia Made in Bangladesh é do Benedito capitão de futsal.
Bruno de Carvalho, é verdade (é mesmo?), não falou entre a alegada fraude de 2011 e a vitória eleitoral de 2013, mas o Benedito falou, ou melhor, o Benedito escreveu. Escreveu e foi citado e eu lembro-me de comentar o que ele escreveu.
Ou seja, não ficou caladinho.
Escreveu pelo menos 2 artigos. Em nenhum deles foi capaz de abordar assuntos prementes (Benfica levado ao colo) e vantajosos para o Sporting. No fundo, compôs dois artigos contra Bruno de Carvalho, mas nem nestes ele foi capaz de nomear aquele que ele visava, tendo optado por insinuações e lugares-comuns.
Pergunta: não fala agora, não escreve, porquê?
Querem fazer-me crer que nenhum jornal citaria as suas palavras, se ele quisesse opinar sobre o que está a acontecer ao Sporting?
Pergunta 2: era procurado antes por jornais para escrever sobre o Sporting, pedidos aos quais ele disse sim. Não o é agora (espíritos menos ingénuos extrairão algumas conclusões disto) porquê?
E o Benedito não procura, agora que há bastantes motivos para o fazer, dar a sua opinião porquê?
Escreve frivolidades nos momentos menos aflitivos da vida do clube e não aparece, não dá a cara pelos milhares que votaram nele, quando há matérias e decisões mais do que suficientes para alimentar dezenas de artigos e entrevistas?
Eu não vejo aquele tipo de silêncio que um pode atribuir a uma postura equitativa e sóbria, vejo cumplicidade.

O Sporting Clube de Portugal está a ser canibalizado. Não precisamos de silêncios (mais ainda dos de natureza dúbia), mas de acção e de liderança.
Este gajo, se não fosse aquilo que obviamente é, faria um serviço incomensurável ao clube se, antes de um jogo em Alvalade, se dirigisse a um jornalista qualquer e dissesse uma ou duas coisitas sobre qualquer uma das muitas decisões tomadas por esta direcção (nem seria preciso algo badalhoco ou shakesperiano; um "os Sportinguistas estão atentos" bastaria).
Poria logo em sentido, primeiro, o totó Varandas e a sua clique de pantomineiros e, a seguir, animaria e confortaria os milhares e milhares de sócios, especialmente os que votaram nele, que têm a certeza de que o próximo presidente será ele (vencendo umas eleições provocadas pelo colapso da direcção em funções - ou seja, estamos a perder tempo, porque contextos de sucesso não ocasionam colapsos, naturalmente).
« Última modificação: Agosto 18, 2019, 16:27 pm por Chev Chelios »
[...]
Quanto a quem teme pelo futuro do Sporting, não temam, pois haverá Sporting enquanto houver gente cobarde, ingrata e dúplice (os três eixos do Sportinguismo contemporâneo).
[...]