Votação

Quais os teus ídolos do futebol do Sporting (máx: 11)?

Acosta
Albano
Amunike
André Cruz
António Oliveira
Balakov
Beto
Carlos Martins
Carlos Xavier
Cherbakov
Cristiano Ronaldo
De Franceschi
Douglas
Duscher
Figo
Hilário
Inácio
Iordanov
Jardel
Jesus Correia
João Moutinho
João Pinto
Jordão
Jorge Cadete
José Peseiro
Keita
Liedson
Luisinho
Manuel Fernandes
Miguel Veloso
Oceano
Paulo Bento
Pedro Barbosa
Peres
Peyroteo
Polga
Quaresma
Ricardo
Rochemback
Rui Jorge
Sá Pinto
Schmeichel
Travassos
Valckx
Vasques
Vítor Damas
Yazalde

"O meu maior ídolo de sempre" no futebol do Sporting

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Só referente ao futebol é Inacio; como jogador mas principalmente por ser o treinador que acabou com o jejum.

Mas a figura mais emblematica do Sporting é pra mim Carlos Lopes
Not everything that can be counted counts, and not everything that counts can be counted.
Albert Einstein (1879-1955)

Confront your enemies, avoid them if you can
A gentlemen will walk but never run. Sting(1951- )
Balakov
Iordanov
Oceano
Sá Pinto
Pedro Barbosa
André Cruz
Carlos Martins
Acosta
Considero ídolos aqueles que "conheci" e que, além, muito além de serem grandes jogadores/treinadores, imprimiram em mim uma marca inalienável e para sempre ligada aos recantos mais emocionais do meu sportinguismo.

Ricardo Sá Pinto. O primeiro de todos.
Pedro Barbosa.
Balakov.
Acosta.
João Vieira Pinto.
Ricardo.
(vou ser polémico) José Peseiro.

Com mil desculpas a muitos outros: Peyroteo, em absoluto (por como é que chegou, quanto jogou e marcou e por como abandonou). M. Fernandes, a melhor aquisição de sempre e capitão dos tempos modernos do Sporting e Damas, o melhor produto da nossa formação e talento nacional no seu lugar. Estrangeiro, Yazalde. (Brasileiro, Luisinho: foi colega de Zico, Falcão, Sócrates, Cerezo, Júnior - quem o viu jogar sabe do que estou a falar. Africano, Keita - se não contarmos com Fernando P.)
Deixo um convite: quem quer que tenha imagens, móveis ou não de João Azevedo (primeiro jogador do clube a ser internacionalmente reconhecido, ainda antes da 2ª guerra) e de Juan Seminario (que as minhas fontes leoninas asseguram ter sido melhor ainda do que o Chirola) que se chegue à frente no media center: é deles que mais pena tenho de não ter visto quase nada.

Mas o verdadeiro protótipo do jogador Sportinguista para mim é Travassos (acho que o apreço pelo Balakov dos mais novos descende da paixão dos mais velhos pelo Zé T., que viram no búlgaro mais do que uma parecença técnica com ele). Foi um rapaz do clube, um homem modesto e um senhor em campo, um médio de ataque tecnicista (e canhoto) que rendeu dezenas de assistências e golos (muitos deles "à pedrada", do meio da rua), durante mais de dez épocas. Talento portentoso, foi o primeiro português a ser reconhecido internacionalmente (e recordista da selecção), tem um palmarés irrepetível, foi o violino que mais durou e acabou como capitão. (Vi-o muitas vezes a dar toques com o neto na praia e a jogar futvólei com miúdos, dando recitais de passes de morte e habilidade técnica com cerca de setenta anos).
« Última modificação: Agosto 22, 2007, 10:10 am por Antão Bordoada »
«Vocês vão todos para o [Faz-bebés]!» A. Sobrinho, filósofo do associativismo
(vou ser polémico) José Peseiro.

É a tua opinião, que respeito mas... não compreendo.

Aqui fala-se de ídolos, aliás dos maiores ídolos e pões o Peseiro à frente de nomes como:

- Manuel Fernandes
- Jordão
- Virgilio
- Damas
- Travassos
- Morais
- Peyroteo
etc...

desculpa mas não entendo, quando vi só me apeteceu responder ":rotfl:" mas respeito a tua opinião, mas... não entendo
A explicação da não-inclusão de Damas, Peyroteo etc. encontra-se na minha primeira frase. Frase que explica também a inclusão de José Peseiro. :)
Mesmo assim, respeito mas pô-lo em vez de:

- Schemeichel
- Vulcks
- Duscher
- Iordanov
- André Cruz
- Oceano
Jordão, pela qualidade futebolística (superior à de Manuel Fernandes), por brilhar na altura em que comecei a ser do clube e pelo que simbolizava enquanto "bandeira" do clube.

Da época em que mais ligava ao futebol gostava também muito de Lito (extremo-direito) e... António Oliveira (seguramente dos melhores jogadores que passou peo Sporting, infelizmente nessa altura já muito afectado por lesões). Em termos de qualidade futebolística talvez o melhor que tenha visto jogar tenha sido Luisinho. Para também ser um bocado polémico, sempre achei Balakov um jogador sobrevalorizado. Não é o facto de pouco ou nada ter ganho no Sporting - é que durante a maior parte do tempo não fez aquilo que fez por exemplo no Mundial 94.

Obviamente que por exemplo Damas ou Manuel Fernandes foram também bandeiras na altura. Mas nenhum deles na minha concepção tem a importância simbólica de algumas figuras das modalidades amadoras - mas como este tópico é sobre futebol...
Saudades do futuro.
@Peter1906

Qualquer escolha é necessariamente injusta. A injustiça que transparece na minha lista é simplesmente diferente, tal como é diferente a minha emoção da tua, tal como são variadas as recordações de uns e de outros. Só eu sei o que me vai na alma, o porquê, o como, o quando. Os jogadores que mencionaste estão na minha memória, gosto de todos eles. Mas não quero ser racional e eleger os que foram os "melhores". Prefiro evocar aqueles que em mim são associados a momentos vividos e sentidos com uma intensidade excepcional. (Ilustração : não considero Ricardo melhor que Schmeichel. Mas escolhi-o.) Afinal, cada um define o seu sentido de "ídolo" e a escolha deriva dessa definição.
Oh Miguel numa coisa tens razão, os ídolos não se escolhem pela parte racional, mas sim emocional, se fosse pela parte racional todas as pessoas tinham como ídolos os melhores, os mais capazes, e não é isso que acontece, normalmente os ídolos são os mais carismáticos e nem sempre os mais capazes ou melhores.

Tu guardaste na memória os melhores momentos do Peseiro, talvez o jogo em Alkmaar, o percurso até a final da Taça Uefa, o que seja, eu retive na memória os últimos tempos, as faltas de respeito sem consequências, as substituições sem nexo, a falta de liderança, etc...

Como disse nos outros posts respeito a tua opção mas não concordo.
Tentando fugir à criação de uma lista dos melhores que vi jogar (lembro-me que havia um tópico aberto para uma lista do género), coloco Balakov como o jogador do Sporting que mais admirei. Quando comecei a ligar mais ao futebol o Balakov era o expoente máximo do Sporting. Era imprevisível e tinha uma presença em campo que impressionava, assumindo-se como o patrão da equipa.

Mais tarde, Barbosa terá sido o justo herdeiro de Balakov. Sempre gostei de jogadores que trouxessem magia ao jogo e Barbosa era um deles. Polémico e pouco regular, era no entanto um sobredotado para o futebol.

Há ainda Schmeichel. Um dos jogadores que mais admirava na altura chegava ao meu clube de coração. Nunca me esquecerei dessa sensação, tendo-me custado bastante a assimilar essa realidade.

Luisinho foi outro jogador que admirei imenso. Era de uma regularidade impressionante e era um descanso tê-lo na defesa. Era o meu jogador preferido da altura.

Figo será o melhor jogador português que alguma vez vi jogar mas, apesar da excelente época final, não se exibiu ao mais alto nível no Sporting.
Balakov foi o jogador que mais gostei de ver no Sporting!

Logo seguido por Mário Jardel! Afinal de contas, marcou 55 golos num ano ( em todas as competições ), melhor seria impossível!
Balakov
Jardel
Amunike
André Cruz
Rochemback
Pedro Barbosa
João Moutinho

Balakov
Jardel
Oceano ´
Carlos Xavier
Sá Pinto
Ricardo Quaresma
Iordanov
todos unidos por um sporting melhor
Dado que sou novinha:

Schmeichel
Acosta
Sá Pinto
Pedro Barbosa
Ricardo Quaresma
Jardel
Rochemback
Liedson
João Moutinho
Sporting Sempre
dos que me lembro de ver ao vivo:
jardel
schmeichel
liedson

pelo simbolismo:
damas
manel fernandes
26/ - inicio o06/2009 inico oficial de uma época no futebol sénior com os seguintes títulos:
Dos que vi e acompanhei, a minha escolha vai para o Balakov.
Seria interessante fazer uma contagem de votos neste topico

 :arrow:
O meu primeiro idolo foi o Yazalde, 46 golos em 30 jogos não é uma marca fácil de bater.

Depois vieram Jordão e Manuel Fernandes uma dupla que garantia muitos golos por época.

No periodo negro do Sporting Balakov e Figo terão sido os nossos melhor jogadores, mas Oceano foi um jogador que muito admirei pois representava a resistência dos Leões ás constantes desventuras que nos assolavam.

No tempo do "Projecto" acho que não tivemos nenhum jogador do nível dos atrás referidos que tenha estado tempo suficiente no Sporting para ser considerado uma grande figura do Clube, talvez o Pedro Barbosa seja aquele que mais próximo esteve disso
« Última modificação: Agosto 22, 2007, 20:10 pm por to-mane »
Para mim

 os 5 Violinos
 Vitor Damas
 Hilario
 Peres
 Hector"chirola"Yazalde
 Manel de sarilhos
 Rui Jordao
 Oliveira
 mas o ultimo grande jogador que tivemos em todos os aspectos foi para mim o Peter Schmeichel pois tinha brecagem amais
 para os futebois a que estamos habituados.

Mas o N°-1  tera que ser sem duvida alguma o Peyroteu nem que seja SO pelos 64-Golos que marcou aos lamps.
sempre e so SPORTING