Potenciar valor

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

A ideia deste tópico é analisarmos o que está a faltar na forma como potenciamos o valor dos nossos jogadores jovens.

Alguns examplos.

O Geraldes. O Xico tá com 23 anos. Nos últimos fartos meses não jogou. Eu diria que nenhum clube paga mais de 2, 3M de euros para o vir cá buscar neste momento.
Aos 20 anos estava no Moreirense a jogar. Na época a seguir, com 21 decidimos emprestá-lo ao Rio Ave. Dai para cá pouco jogou.
Se aos 21 tivesse ficado no plantel, e sido aposta a titular, qual o valor que podia ter sido vendido no final dessa época? Não sabemos, mas eu suspeito que bem mais do que 2M.

O Jovane. Apareceu esta época, com 20 anos. A entrar e a marcar, alguns grandes golos. Penso que é mais ou menos consensual no forum que nunca vai ser uma estrela. Mas tem um valor de mercado.
Neste momento deixou de jogar, e falasse que pode ser emprestado para a Turquia. É dificil prever o futuro, mas eu acho que se terminasse a época a dar sequencia ao que mostrou no inicio, iamos ter o seu pico de valorizacão no verão. A estrategia que estamos a adoptar para a sua carreira, prevejo desvalorizacao do valor.

E podemos tb comparar com o que o Mendes tenta fazer. Meter os jogadores na montra cedo, aproveitar o hype da idade, e vender.

Quer-me parecer que nós tentamos modelar o jogador para tirarmos proveito desportivo. Tentamos modelar caracter, tentamos limar arestas, tirar o futebol selvagem, e ai entram os periodos de aprendizagem e os emprestimos.
O Mendes não quer saber para nada de rendimento desportivo, pq não é um clube. Quer montra, quer montra cedo e qt mais selvagens melhor, pq é isso que gera o hype, e aumenta o valor.

Outra questão importante, é que todos os jogadores jovens tugas querem sair cedo, nenhum quer fazer carreira em Portugal.

Estas são as minhas permissas. E a minha conclusão, é que deviamos adoptar a estratégia Mendes, mas sem o Mendes. Meter os talentos na montra, valorizar, e capitalizar rápido.
Com o dinheiro gerado, dinamizar a criacão destes talentos para alimentar a máquina, e trazer mais valias do estrangeiro com outra maturidade, como temos feito até com algum sucesso.

E isto pq nos vejo a perder o comboio. Não ganhamos nada de especial, os miudos não querem ficar, e näo fazemos dinheiro com eles.
O William, o Patricio, essa malta toda, saiu a mal, e deu a ganhar menos do que o que podia. Perdemos o ponto alto da valorizacão deles.

O que acham?
Moutinho, Veloso, Djalo,... Quantos mais queres? Tudo jogadores que não foram vendidos no timing certo!
Depois passa-se a ideia aos jogadores dos mesmos estarem aprisionados...
Olha o Rúben Semedo, aqueles 14M que pareciam pouco... Agora... Foram ouro!
João Mário outro! Adrien idem (e este já foi tarde)...

Os tempos de amor ao clube acabaram... Eles olham para nós como patrões, nós olhamos para eles como activos... Começa a render, valoriza, vende-se em altas... Nós esperamos que suba ainda mais... Depois ficamos agarrados!

Importante sim, é ter no plantel e na equipa sub23, miúdos que a breve prazo, possam ser alternativas viáveis!
Muito pertinente. Clara má gestão de muitos jogadores.

Pedro Silva, Max, Balde, Domingos Duarte, Ivanildo, Djaló, Empis, Geraldes, Barbosa, Paz, Bragança, Paulinho, Elves, Brás, Gauld, Palhinha, Esgaio, Fala...

Jogadores que não sendo craques indiscutíveis, o seu percurso os desvaloriza. Má gestão de activos.

Depois temos jogadores de outro calibre. Somos mestres em os desvalorizar.
Muito pertinente. Clara má gestão de muitos jogadores.

Pedro Silva, Max, Balde, Domingos Duarte, Ivanildo, Djaló, Empis, Geraldes, Barbosa, Paz, Bragança, Paulinho, Elves, Brás, Gauld, Palhinha, Esgaio, Fala...

Jogadores que não sendo craques indiscutíveis, o seu percurso os desvaloriza. Má gestão de activos.

Depois temos jogadores de outro calibre. Somos mestres em os desvalorizar.

Eu acho que temos que ser mais selectivos em vez de tentar potenciar desportivamente toda a gente.
Alguns jogadores é dar palco e vender. Outros são para trabalhar. Depende muito do perfil técnico e psicologico do atleta.

E não ter receio de mandar os jogadores lá para dentro. Qd falam de estarmos a perder jogadores jovens para as galinhas, não os estamos a perder pq em Alcochete há crt's em vez de tv's 4k. Estamos a perdê-los pq os miudos e os pais sabem que têm mais oportunidade de ter palco lá do que cá.
Era esta a nossa vantagem competitiva, fosse por necessidade ou convicção, se um miudo era bom, era para mandar lá para dentro, ter 17 anos não era um problema.

Perguntem ao Geraldes por exemplo se voltasse atrás se tinha optado por nós. Tá com 23 anos e ainda espera uma oportunidade.
Concordo.

Estamos com tantos problemas em dar oportunidades a quem tem talento que duvido que o Messi jogasse no Sporting.

O Sporting não tem um plantel de qualidade. Dar oportunidades a jogadores talentosos, mesmo sabendo que podem não estar preparados, é boa política pois teremos boas surpresas. Há o exemplo bem recente do Miguel Luís em Londres: o que fazemos a seguir? Desaparece dos convocados. Se a alternativa fosse incrível, percebia. Assim, é só estúpido.