Votação

Vais à Assembleia-Geral?

Sim
Não
Indeciso
Não sou sócio

Assembleia-Geral do SCP dia 15 de Dezembro de 2018-Votar recurso dos Castigos

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

La estarei e vou fazer-me ouvir.  Força Bruno!
Os votos já vão estar fabricados. Mas de umas bocas não se safam.   
"You would just come after her"
Joel- The Last of Us
O que prevejo é que se aldrabarem outra vez as votações, vai haver muita gente que se vai arrepender de se ter metido na golpada.

Lá vãos os maçonzinhos paneleiros chamar 2000 bófias para não levarem nos cornos.

Coitadinhos, não percebem que não vão conseguir manter o Sporting em paz e que daqui para a frente nunca mais terão sossego.
Os votos já vão estar fabricados. Mas de umas bocas não se safam.   
:arrow:
«Opiniões divergentes não significam ataques pessoais»
Naturalmente lá estarei a votar pela expulsão.
Não há espaço para gente desta no clube que admiro e amo.

Define gente desta, se faz favor.

Naturalmente lá estarei a votar pela expulsão.
Não há espaço para gente desta no clube que admiro e amo.

Define gente desta, se faz favor.
ele já sabe a sentença, afinal diz que disse em portugal tem peso sugiro irmos todos à esquadra apresentar queixa sobre o @Presidente na base do diz que disse a ver se ele gosta
Podemos pedir à mesa votação por braço no ar?
So pelo sim pelo nao

The past is now part of my future,the present is well out of hand Ian Curtis, Heart and Soul
Naturalmente lá estarei a votar pela expulsão.
Não há espaço para gente desta no clube que admiro e amo.


Vais estar o presente o tanas aldrabão. Só entram sócios.
Um passado que regressa com a forma de futuro.


Naturalmente lá estarei a votar pela expulsão.
Não há espaço para gente desta no clube que admiro e amo.

Qual expulsão?

SL
Calha bem pois tenho quotas pagas até final de dezembro.
Dependendo desta votação irei ou não manter para o ano as quotas.
Se me cheirar a marosca acabou-se para mim.
Ser sportinguista tem de deixar de ser ser masoquistas.
E o Sporting é o nosso grande amor!
Os votos já vão estar fabricados. Mas de umas bocas não se safam.   
:arrow:

Mas temos de comparecer em massa nem que seja só para fazer barulho e infernizar a vida da croquetagem. Não podem ter paz.
Naturalmente lá estarei a votar pela expulsão.
Não há espaço para gente desta no clube que admiro e amo.

Qual expulsão?

SL


Ele sabe lá do que se trata...
Um passado que regressa com a forma de futuro.


Naturalmente lá estarei a votar pela expulsão.
Não há espaço para gente desta no clube que admiro e amo.

Qual expulsão?

SL


Ele sabe lá do que se trata...

Nao se preocupem, isto é só para sócios.


Já agora, faço spam:

A AG mais importante é a de 30 de Novembro. Antes da ordem de trabalhos tem de votar a Acta da última Assembleia Geral - que é a de 23.

A única razao para separarem e marcarem a outra para uma sexta é diminuir a partiçao, para que seja mais facil aprovar a Acta.

Sem a aprovacao da acta, nao vejo como podem continuar para a AG de 15, ja que estariam a votar um acto social nulo (por nao ter sido aprovado pelos socios)

Todos a Alvalade no dia 30, para reprovar a acta da AG de 23, ate que se explique onde andaram os votos 4 dias, o que aconteceu para a notaria nao ter notariado a AG no proprio dia? Porque é que ha um documento num tribunal onde se admite a existencia de duas actas? etc etc.

Se só puderem ir a uma, a de 30 de Novembro é a mais importante.
« Última modificação: Novembro 14, 2018, 15:04 pm por Cisito »
#NasciLeaoNaoNasciLampiao
Citar


DUAS ASSEMBLEIAS GERAIS ATÉ FINAL DO ANO
Por
14 Nov, 2018
CLUBE
A 30 de Novembro são votados relatório e contas e orçamento, a 15 de Dezembro sócios deliberam sobre recursos de penas aplicadas pela Comissão de Fiscalização
Rogério Alves, Presidente da Mesa da Assembleia Geral do Sporting Clube de Portugal, revelou, em declarações à Sporting TV, na passada terça-feira, que estão agendadas duas Assembleias Gerais até final do presente ano de 2018.

“A primeira está marcada para 30 de novembro, uma sexta-feira, pelas 20.00, e os sócios vão votar o relatório e contas do ano financeiro anterior e o orçamento que se projecta para o ano seguinte. A discussão do relatório e contas devia ter sido feita até Setembro mas com as eleições os estatutos permitem um desvio de três meses, o que podia acontecer até 8 de Dezembro. Contudo, como os documentos já foram entregues entendemos que a Assembleia Geral podia ser feita no mesmo mês da entrega dos documentos”, explicou Rogério Alves.

Duas semanas depois, mas a um sábado, a última Assembleia Geral de 2018. “A 15 de Dezembro vamos debater uma matéria que também compete à Assembleia Geral e que tem a ver com a apreciação dos recursos das sanções disciplinares aplicadas pela Comissão de Fiscalização. Como é do conhecimento público houve processos que decorreram na Comissão de Fiscalização e esses processos deram origem à aplicação de sanções disciplinares e as pessoas visadas com essas penas apresentaram o seu recurso”, relembrou o presidente da Mesa da Assembleia Geral antes antes de prosseguir na explicação dos trâmites que conduziram à convocatória da reunião magna de 15 de dezembro: “O Conselho Fiscal e Disciplinar analisou a legalidade, a legitimidade dos recursos e a sua tempestividade. Ou seja, confirmou se estavam dentro do prazo ou não. O Conselho Fiscal e Disciplinar entendeu que os recursos estão no prazo e então, consequentemente, são dirigidos à Assembleia Geral que no dia 15 votará as sanções aplicadas pela Comissão de Fiscalização. Se as penas, alguma ou algumas, forem revogadas isso significa que a Assembleia Geral no uso do seu poder soberano destruiu o efeito do processo. O processo mantém-se mas a Assembleia Geral, no uso do seu poder, decapita a sanção que decorre do processo. O castigo ou castigos desaparecem mas o processo ou processos não são remexidos.”

Recorde-se que apresentaram recursos para a Assembleia Geral, que deliberará dia 15 de dezembro, os elementos do anterior Conselho Directivo. A saber: Bruno de Carvalho, Carlos Vieira, Rui Caeiro, José Quintela, Luís Gestas e Alexandre Godinho. Todos foram suspensos. O antigo presidente por um ano, os restantes por dez meses.
A finalizar, Rogério Alves deixa um apelo: “Deliberemos e acatemos as decisões da maioria com serenidade. Que exista um comportamento de respeito mútuo pelos sócios e pelos órgãos sociais.”


https://www.sporting.pt/pt/noticias/clube/2018-11-14/duas-assembleias-gerais-ate-final-do-ano-0

Naturalmente lá estarei a votar pela expulsão.
Não há espaço para gente desta no clube que admiro e amo.
Qual expulsão?
SL
Ele sabe lá do que se trata...
Nao se preocupem, isto é só para sócios.

Já agora, faço spam:
A AG mais importante é a de 30 de Novembro. Antes da ordem de trabalhos tem de votar a Acta da última Assembleia Geral - que é a de 23.
A única razao para separarem e marcarem a outra para uma sexta é diminuir a partiçao, para que seja mais facil aprovar a Acta.
Sem a aprovacao da acta, nao vejo como podem continuar para a AG de 15, ja que estariam a votar um acto social nulo (por nao ter sido aprovado pelos socios)
Todos a Alvalade no dia 30, para reprovar a acta da AG de 23, ate que se explique onde andaram os votos 4 dias, o que aconteceu para a notaria nao ter notariado a AG no proprio dia? Porque é que ha um documento num tribunal onde se admite a existencia de duas actas? etc etc.
Se só puderem ir a uma, a de 30 de Novembro é a mais importante.
Sendo para o Orçamento, muita gente irá votar de olhos fechados...
«Opiniões divergentes não significam ataques pessoais»
Citar
Elsa Judas acusa Rita Garcia Pereira: «A senhora é uma mentirosa e uma difamadora»
Antiga líder da Comissão Transitória da Mesa da AG do Sporting deixa carta aberta no Facebook

Elsa Judas, antiga líder da Comissão Transitória da Mesa da AG do Sporting, entretanto foi expulsa de sócia, deixou no Facebook uma carta aberta a Rita Garcia Pereira, que integrou a comissão de fiscalização criada por Jaime Marta Soares que suspendeu a antiga direção do Sporting, acusando-a de ser "mentirosa" e "difamadora". Elsa acusa Rita, "com o seu ar de juiz e carrasco", de a difamar na televisão e desafia-a para um debate.

Leia a publicação na íntegra:

"Carta aberta à Dra. Rita Garcia Pereira, ex-membro da extinta Comissão de Fiscalização

A Exma. Sra.Dra. Rita Garcia Pereira, do alto da sua incompetência como instrutora dos processos disciplinares, nomeadamente o meu, enquanto membro da extinta CF do SCP, anda a passear-se na televisão, de canal em canal, com o seu 'ar de juiz e carrasco', a difamar-me enquanto profissional e a mentir despudoradamente. Tenho rejeitado vários convites das Tvs, porquanto o meu tempo no SCP já passou, e tudo o que se está a passar é mau e dum nível muito baixo. Mas, hoje, dia 13 de Novembro, as mentiras que disse na TVI24 foram a gota de água.

1. Então não tenho direito a estar na AG marcada para o próximo dia 15 de Dezembro, para me defender, porque fui expulsa?

2. Então não sabe que a decisão que V Exa e o seu colega da CF, Henrique Monteiro, tomaram só os dois é passível de recurso, que eu interpus, nos termos dos Estatutos?

3. Então não sabe que o referido recurso tem efeitos suspensivos? Devia ter ouvido hoje o Exmo. Senhor Presidente da MAG, o Dr. Rogério Alves, mesmo já se tendo percebido a forma pouco respeitosa como se refere a ele.

4.Está com medo que os sócios tomem conhecimento na AG, das mentiras que escreveu no Relatório Final?

5.Então eu fiz um "parecer através de copy paste" tão mau que nem se pronuncia sobre ele? Autorizo-a a publicar tal Parecer, se tem algum parecer meu, digno dessa palavra!

6. Fala nos Estatutos e no RD quando lhe dá jeito é omite-os quando não sustentam as suas 'teses'?

A Senhora é uma mentirosa e uma difamadora, sem qualquer respeito por uma colega de profissão, violando a toda a largura os Estatutos da Ordem dos Advogados e os deveres de ética que impõe entre colegas.

Vamos a isso então. No canal televisivo que quiser, quando quiser, cara a cara, vamos discutir as duas cordial e profissionalmente o processo disciplinar, em que foi instrutora e as mentiras que anda a dizer nas tv s tais como eu ter feito um "Parecer copy paste".

Tem coragem para isso????

Peço que partilhem para que esta mensagem chegue à destinatária."





Record
Naturalmente lá estarei a votar pela expulsão.
Não há espaço para gente desta no clube que admiro e amo.

Define gente desta, se faz favor.


Ele queria dizer "gente daquela".
Contudo fugiram-lhe os dedos para a verdade e escreveu sobre os seus compinchas. "Geste desta" - eu, os meus amigos e compinchas e os meus "boots"



Presente.
Não queria dar dinheiro a estes chulos, mas não há alternativa.

Se é para correr com esta gente do meu clube..
O Varandas é um banana topo di gama!