Marcel Keizer - Treinador do Sporting Clube de Portugal

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Nada mudou para Domingo a não ser a data do voo.

Win or go Home.
Já não há dúvidas de que é um treinador básico.

Vou começar a desejar derrotas do Mónaco para ver se me é oferecido um presente de Natal.  :mrgreen:

Leo Garden... Um treinador na sua fase descendente da carreira, é exactamente o que precisamos agora... Quando não se percebe nada da poda mais vale estar calado, mas felizmente rezam as lendas que o user em questão é lampião, daí a sua ignorância.

Verdade. Sou lampião!

E ao lanche como croquetes, só para teres uma ideia do quadro todo.

Mas vou guardar este comentário para sempre. Este tipo não gostaria de ter o Leonardo Jardim no Sporting pois está na fase descendente da carreira.

Calculo que também não gostasses de ter o Mourinho. Ou o Wenger. Ou o Blanc. Ou o Allegri. Tudo treinadores na fase descendente da carreira. Pronto, eu com a minha ignorância e tu com todo o teu conhecimento.

O teu conhecimento resume-se a um treinador que já passou pelo Sporting e que na altura fez um bom trabalho com os recursos que possuía. O maior pormenor é que nessa altura tínhamos um presidente a sério, agora tens um fantoche a necessitar de terapia da fala... Imagina lá o Leo Garden + Vatangas...  :mrgreen:

Amigo, enquanto não houver pessoas REALMENTE profissionais a gerir este clube, até podias ter o Pep Guardiola a treinador que continuavas a ganhar bola.
Do mais básico possivel como treinador , chego a ter saudades do Vercauteren  :rotfl: :rotfl: :rotfl: :rotfl:

Falando a sério, é confragedor ver o posicionamentto defensivo da equipa do sporting, nem ao nivel do futebol Distrital se vê tamanha desorganização !! Qualquer Manuel Cajuda desta vida fazia melhor !!!

sócio nº 45 830
Vem aí o temível Portimonense, estou expectante sr K0... e receoso
SPORTING SEMPRE !!!...20.721-0
Não é para defender o Keizer porque o futebol que temos praticado tem sido de baixa qualidade, mas a verdade é que esta administração desde que entrou em funções limitou-se a desinvestir no futebol para reduzir o seu orçamento e o resultado é que restam no onze 4 a 5 jogadores de qualidade, o resto nem sequer teria lugar nos planteis dos nossos rivais. Poucos são os que sem ovos conseguem fazer uma omelete.
« Última modificação: Agosto 20, 2019, 09:24 am por jmbb »
Já não há dúvidas de que é um treinador básico.

Vou começar a desejar derrotas do Mónaco para ver se me é oferecido um presente de Natal.  :mrgreen:

Leo Garden... Um treinador na sua fase descendente da carreira, é exactamente o que precisamos agora... Quando não se percebe nada da poda mais vale estar calado, mas felizmente rezam as lendas que o user em questão é lampião, daí a sua ignorância.

Verdade. Sou lampião!

E ao lanche como croquetes, só para teres uma ideia do quadro todo.

Mas vou guardar este comentário para sempre. Este tipo não gostaria de ter o Leonardo Jardim no Sporting pois está na fase descendente da carreira.

Calculo que também não gostasses de ter o Mourinho. Ou o Wenger. Ou o Blanc. Ou o Allegri. Tudo treinadores na fase descendente da carreira. Pronto, eu com a minha ignorância e tu com todo o teu conhecimento.

O teu conhecimento resume-se a um treinador que já passou pelo Sporting e que na altura fez um bom trabalho com os recursos que possuía. O maior pormenor é que nessa altura tínhamos um presidente a sério, agora tens um fantoche a necessitar de terapia da fala... Imagina lá o Leo Garden + Vatangas...  :mrgreen:

Amigo, enquanto não houver pessoas REALMENTE profissionais a gerir este clube, até podias ter o Pep Guardiola a treinador que continuavas a ganhar bola.

Qualquer discussão neste fórum acaba sempre da mesma forma. Seja sobre treinadores, seja sobre jogadores, seja sobre scouting, seja sobre formação.

Vou deixar-te ficar com a medalha e dar-te razão. Até vou fazer com que não precises de perder tempo nos teus próximos posts:

Sim, o meu conhecimento sobre treinadores resume-se a Leonardo Jardim e Professor Neca;
Sim, eu uso polos da Lacoste e chinos beges;
Sim, eu sou lampião e tenho menos dentes do que títulos nacionais;
Sim, eu sou um notável e saboreio croquetes quando vou ao Estoril Open;
Sim, eu tenho um romance com a Tânia Laranjo;
Sim, o Rui Oliveira e Costa é meu padrinho de batismo;
Sim, eu no 5.º ano fui Delegado de Turma mas não fui eleito, fui cooptado;
Sim, o ataque a Alcochete fez parte de um plano idealizado por Ferro Rodrigues, Jorge Jesus, Ricciardi e Ana Malhoa para travar o crescimento do Sporting;
Sim, o Guardiola vai continuar a ganhar com relativa facilidade os troféus nacionais mas nunca ganhará a Champions enquanto o Man City não tiver na sua estrutura o Augusto Inácio, o André Geraldes e o Virgílio.

Pronto. Agora tens tempo para discutir de forma séria com os restantes Sportinguistas.
Sim, eu tenho um romance com a Tânia Laranjo;

Primeiro até fiquei com pena, mas depois de ler o resto da lista... às tantas mereces.  :twisted:
“A lot of football success is in the mind. You must believe you are the best and then make sure that you are.” - Bill Shankly
Não é para defender o Keizer porque o futebol que temos praticado tem sido de baixa qualidade, mas a verdade é que esta administração desde que entrou em funções limitou-se a desinvestir no futebol para reduzir o seu orçamento e o resultado é que restam no onze 4 a 5 jogadores de qualidade, o resto nem sequer teria lugar nos planteis dos nossos rivais. Poucos são os que sem ovos conseguem fazer uma omelete.

Não sei se há um desinvestimento real. Guiando-me pelo transfermarkt, o Sporting já gastou 23,5 M€ só em quatro jogadores: Rosier, Vietto, Rafael Camacho e Eduardo Henrique. Pagamos 8 M€ por um lateral direito. Não é coisa pouca, para um clube com a nossa dimensão financeira. Se esses jogadores têm qualidade e vão ao acordo das necessidades do plantel, isso já é outra história...

Também não embarco na onda da desvalorização total do plantel. Claro que nem em sonhos este é um plantel para lutar pelo título com o Benfica - e isso devia ser a nossa bitola. Mas, nas mãos de um treinador competente e com uma estrutura normal por trás, não devia ter problemas de maior em assegurar o 3º lugar. E, com um pouco de sorte, até poderia aproveitar a decadência do Porto e tentar surrupiar-lhes o 2º.

Mas não é isso que vemos em campo. Vemos uma equipa que defende horrivelmente e que tem um ataque completamente dependente de rasgos individuais. Uma equipa que não só é espancada pelo Benfica como é dominada em casa pelo Braga e joga de igual para igual com o Marítimo. Um equipa que, se nada mudar, vai ter dificuldade em qualificar-se para a Liga Europa. Desculpem, mas isto é também mau trabalho do treinador.

Acho que estão a dar demasiado crédito a Varandas e à sua equipa. Acho que é mesmo incompetência, não conspiração.
Não é para defender o Keizer porque o futebol que temos praticado tem sido de baixa qualidade, mas a verdade é que esta administração desde que entrou em funções limitou-se a desinvestir no futebol para reduzir o seu orçamento e o resultado é que restam no onze 4 a 5 jogadores de qualidade, o resto nem sequer teria lugar nos planteis dos nossos rivais. Poucos são os que sem ovos conseguem fazer uma omelete.

Não sei se há um desinvestimento real. Guiando-me pelo transfermarkt, o Sporting já gastou 23,5 M€ só em quatro jogadores: Rosier, Vietto, Rafael Camacho e Eduardo Henrique. Pagamos 8 M€ por um lateral direito. Não é coisa pouca, para um clube com a nossa dimensão financeira. Se esses jogadores têm qualidade e vão ao acordo das necessidades do plantel, isso já é outra história...

Também não embarco na onda da desvalorização total do plantel. Claro que nem em sonhos este é um plantel para lutar pelo título com o Benfica - e isso devia ser a nossa bitola. Mas, nas mãos de um treinador competente e com uma estrutura normal por trás, não devia ter problemas de maior em assegurar o 3º lugar. E, com um pouco de sorte, até poderia aproveitar a decadência do Porto e tentar surrupiar-lhes o 2º.

Mas não é isso que vemos em campo. Vemos uma equipa que defende horrivelmente e que tem um ataque completamente dependente de rasgos individuais. Uma equipa que não só é espancada pelo Benfica como é dominada em casa pelo Braga e joga de igual para igual com o Marítimo. Um equipa que, se nada mudar, vai ter dificuldade em qualificar-se para a Liga Europa. Desculpem, mas isto é também mau trabalho do treinador.
Com os valores actuais das transferências inflacionados como estão o que gastamos não é assim tanto. Basta ver o que nossos rivais gastaram em contratações.
Quando ao desinvestimento falo em massa salarial, saíram jogadores que deveriam ter dos salários mais elevados do plantel.


Acho que estão a dar demasiado crédito a Varandas e à sua equipa. Acho que é mesmo incompetência, não conspiração.
Este pessoal está é bom é para escrever guiões para novelas. A realidade do Sporting por si já é bastante complicada.
Não é para defender o Keizer porque o futebol que temos praticado tem sido de baixa qualidade, mas a verdade é que esta administração desde que entrou em funções limitou-se a desinvestir no futebol para reduzir o seu orçamento e o resultado é que restam no onze 4 a 5 jogadores de qualidade, o resto nem sequer teria lugar nos planteis dos nossos rivais. Poucos são os que sem ovos conseguem fazer uma omelete.

Não sei se há um desinvestimento real. Guiando-me pelo transfermarkt, o Sporting já gastou 23,5 M€ só em quatro jogadores: Rosier, Vietto, Rafael Camacho e Eduardo Henrique. Pagamos 8 M€ por um lateral direito. Não é coisa pouca, para um clube com a nossa dimensão financeira. Se esses jogadores têm qualidade e vão ao acordo das necessidades do plantel, isso já é outra história...

Também não embarco na onda da desvalorização total do plantel. Claro que nem em sonhos este é um plantel para lutar pelo título com o Benfica - e isso devia ser a nossa bitola. Mas, nas mãos de um treinador competente e com uma estrutura normal por trás, não devia ter problemas de maior em assegurar o 3º lugar. E, com um pouco de sorte, até poderia aproveitar a decadência do Porto e tentar surrupiar-lhes o 2º.

Mas não é isso que vemos em campo. Vemos uma equipa que defende horrivelmente e que tem um ataque completamente dependente de rasgos individuais. Uma equipa que não só é espancada pelo Benfica como é dominada em casa pelo Braga e joga de igual para igual com o Marítimo. Um equipa que, se nada mudar, vai ter dificuldade em qualificar-se para a Liga Europa. Desculpem, mas isto é também mau trabalho do treinador.
Com os valores actuais das transferências inflacionados como estão o que gastamos não é assim tanto. Basta ver o que nossos rivais gastaram em contratações.
Quando ao desinvestimento falo em massa salarial, saíram jogadores que deveriam ter dos salários mais elevados do plantel.

O f.c.porto só neste mercado foram mais de 60 milhões em contratações, o benfica 45 milhões. Nós investimos 23 milhões, praticamente metade do benfica e 1/3 do f.c.porto...é com isto que competimos...


Investir muito não significa que se invista bem, mas dizer que 23 milhões é um investimento sequer relevante...
Não é para defender o Keizer porque o futebol que temos praticado tem sido de baixa qualidade, mas a verdade é que esta administração desde que entrou em funções limitou-se a desinvestir no futebol para reduzir o seu orçamento e o resultado é que restam no onze 4 a 5 jogadores de qualidade, o resto nem sequer teria lugar nos planteis dos nossos rivais. Poucos são os que sem ovos conseguem fazer uma omelete.

Não sei se há um desinvestimento real. Guiando-me pelo transfermarkt, o Sporting já gastou 23,5 M€ só em quatro jogadores: Rosier, Vietto, Rafael Camacho e Eduardo Henrique. Pagamos 8 M€ por um lateral direito. Não é coisa pouca, para um clube com a nossa dimensão financeira. Se esses jogadores têm qualidade e vão ao acordo das necessidades do plantel, isso já é outra história...

Também não embarco na onda da desvalorização total do plantel. Claro que nem em sonhos este é um plantel para lutar pelo título com o Benfica - e isso devia ser a nossa bitola. Mas, nas mãos de um treinador competente e com uma estrutura normal por trás, não devia ter problemas de maior em assegurar o 3º lugar. E, com um pouco de sorte, até poderia aproveitar a decadência do Porto e tentar surrupiar-lhes o 2º.

Mas não é isso que vemos em campo. Vemos uma equipa que defende horrivelmente e que tem um ataque completamente dependente de rasgos individuais. Uma equipa que não só é espancada pelo Benfica como é dominada em casa pelo Braga e joga de igual para igual com o Marítimo. Um equipa que, se nada mudar, vai ter dificuldade em qualificar-se para a Liga Europa. Desculpem, mas isto é também mau trabalho do treinador.
Com os valores actuais das transferências inflacionados como estão o que gastamos não é assim tanto. Basta ver o que nossos rivais gastaram em contratações.
Quando ao desinvestimento falo em massa salarial, saíram jogadores que deveriam ter dos salários mais elevados do plantel.

O f.c.porto só neste mercado foram mais de 60 milhões em contratações, o benfica 45 milhões. Nós investimos 23 milhões, praticamente metade do benfica e 1/3 do f.c.porto...é com isto que competimos...


Investir muito não significa que se invista bem, mas dizer que 23 milhões é um investimento sequer relevante...

Já tinha saudades desse refugio mental dos orçamentos para desculpabilizar o insucesso desportivo.


"Ai e tal eles metem muito dinheiro e a gente assim não ganha. Não mexe" 
Não é para defender o Keizer porque o futebol que temos praticado tem sido de baixa qualidade, mas a verdade é que esta administração desde que entrou em funções limitou-se a desinvestir no futebol para reduzir o seu orçamento e o resultado é que restam no onze 4 a 5 jogadores de qualidade, o resto nem sequer teria lugar nos planteis dos nossos rivais. Poucos são os que sem ovos conseguem fazer uma omelete.

Não sei se há um desinvestimento real. Guiando-me pelo transfermarkt, o Sporting já gastou 23,5 M€ só em quatro jogadores: Rosier, Vietto, Rafael Camacho e Eduardo Henrique. Pagamos 8 M€ por um lateral direito. Não é coisa pouca, para um clube com a nossa dimensão financeira. Se esses jogadores têm qualidade e vão ao acordo das necessidades do plantel, isso já é outra história...

Também não embarco na onda da desvalorização total do plantel. Claro que nem em sonhos este é um plantel para lutar pelo título com o Benfica - e isso devia ser a nossa bitola. Mas, nas mãos de um treinador competente e com uma estrutura normal por trás, não devia ter problemas de maior em assegurar o 3º lugar. E, com um pouco de sorte, até poderia aproveitar a decadência do Porto e tentar surrupiar-lhes o 2º.

Mas não é isso que vemos em campo. Vemos uma equipa que defende horrivelmente e que tem um ataque completamente dependente de rasgos individuais. Uma equipa que não só é espancada pelo Benfica como é dominada em casa pelo Braga e joga de igual para igual com o Marítimo. Um equipa que, se nada mudar, vai ter dificuldade em qualificar-se para a Liga Europa. Desculpem, mas isto é também mau trabalho do treinador.

bem, 23,5 de milhões para um Clube como o nosso, nas competições em que se envolve, com os objectivos que deve ter e face à concorrência, não é nada.

Depois, a questãoao dos recursos humanos em si. Lembras-te dos tempos dos Zidanes y Pavones ou dos galácticos? Era uma equipa de galácticos, mas que não formavam uma equipa coerente. O Sporting, neste momento, não forma uma equipa coerente. Nem tem galácticos, nem tem as peças todas do puzzle, sendo que algumas até pertencem a outro puzzle.

Gosto muito de ouvir treinadores ou dirigentes dizer que tal jogador até pode custar 100 milhões ou estar no top 20 mundial, mas não cabe nas nossas ideias, no que a equipa necessita. É com certeza um clube que está no caminho certo. Normalmente são clubes com poderio financeiro e estruturas competentes. E que até podem perder um jogo de uma eliminatória contra galácticos, mas dificilmente perdem um campeonato de 34 jornadas.
“A lot of football success is in the mind. You must believe you are the best and then make sure that you are.” - Bill Shankly
Não é para defender o Keizer porque o futebol que temos praticado tem sido de baixa qualidade, mas a verdade é que esta administração desde que entrou em funções limitou-se a desinvestir no futebol para reduzir o seu orçamento e o resultado é que restam no onze 4 a 5 jogadores de qualidade, o resto nem sequer teria lugar nos planteis dos nossos rivais. Poucos são os que sem ovos conseguem fazer uma omelete.

Não sei se há um desinvestimento real. Guiando-me pelo transfermarkt, o Sporting já gastou 23,5 M€ só em quatro jogadores: Rosier, Vietto, Rafael Camacho e Eduardo Henrique. Pagamos 8 M€ por um lateral direito. Não é coisa pouca, para um clube com a nossa dimensão financeira. Se esses jogadores têm qualidade e vão ao acordo das necessidades do plantel, isso já é outra história...

Também não embarco na onda da desvalorização total do plantel. Claro que nem em sonhos este é um plantel para lutar pelo título com o Benfica - e isso devia ser a nossa bitola. Mas, nas mãos de um treinador competente e com uma estrutura normal por trás, não devia ter problemas de maior em assegurar o 3º lugar. E, com um pouco de sorte, até poderia aproveitar a decadência do Porto e tentar surrupiar-lhes o 2º.

Mas não é isso que vemos em campo. Vemos uma equipa que defende horrivelmente e que tem um ataque completamente dependente de rasgos individuais. Uma equipa que não só é espancada pelo Benfica como é dominada em casa pelo Braga e joga de igual para igual com o Marítimo. Um equipa que, se nada mudar, vai ter dificuldade em qualificar-se para a Liga Europa. Desculpem, mas isto é também mau trabalho do treinador.
Com os valores actuais das transferências inflacionados como estão o que gastamos não é assim tanto. Basta ver o que nossos rivais gastaram em contratações.
Quando ao desinvestimento falo em massa salarial, saíram jogadores que deveriam ter dos salários mais elevados do plantel.

O f.c.porto só neste mercado foram mais de 60 milhões em contratações, o benfica 45 milhões. Nós investimos 23 milhões, praticamente metade do benfica e 1/3 do f.c.porto...é com isto que competimos...


Investir muito não significa que se invista bem, mas dizer que 23 milhões é um investimento sequer relevante...

Já tinha saudades desse refugio mental dos orçamentos para desculpabilizar o insucesso desportivo.


"Ai e tal eles metem muito dinheiro e a gente assim não ganha. Não mexe"

Não desculpabilizei absolutamente nada.

Não é para defender o Keizer porque o futebol que temos praticado tem sido de baixa qualidade, mas a verdade é que esta administração desde que entrou em funções limitou-se a desinvestir no futebol para reduzir o seu orçamento e o resultado é que restam no onze 4 a 5 jogadores de qualidade, o resto nem sequer teria lugar nos planteis dos nossos rivais. Poucos são os que sem ovos conseguem fazer uma omelete.

Não sei se há um desinvestimento real. Guiando-me pelo transfermarkt, o Sporting já gastou 23,5 M€ só em quatro jogadores: Rosier, Vietto, Rafael Camacho e Eduardo Henrique. Pagamos 8 M€ por um lateral direito. Não é coisa pouca, para um clube com a nossa dimensão financeira. Se esses jogadores têm qualidade e vão ao acordo das necessidades do plantel, isso já é outra história...

Também não embarco na onda da desvalorização total do plantel. Claro que nem em sonhos este é um plantel para lutar pelo título com o Benfica - e isso devia ser a nossa bitola. Mas, nas mãos de um treinador competente e com uma estrutura normal por trás, não devia ter problemas de maior em assegurar o 3º lugar. E, com um pouco de sorte, até poderia aproveitar a decadência do Porto e tentar surrupiar-lhes o 2º.

Mas não é isso que vemos em campo. Vemos uma equipa que defende horrivelmente e que tem um ataque completamente dependente de rasgos individuais. Uma equipa que não só é espancada pelo Benfica como é dominada em casa pelo Braga e joga de igual para igual com o Marítimo. Um equipa que, se nada mudar, vai ter dificuldade em qualificar-se para a Liga Europa. Desculpem, mas isto é também mau trabalho do treinador.
Com os valores actuais das transferências inflacionados como estão o que gastamos não é assim tanto. Basta ver o que nossos rivais gastaram em contratações.
Quando ao desinvestimento falo em massa salarial, saíram jogadores que deveriam ter dos salários mais elevados do plantel.

O f.c.porto só neste mercado foram mais de 60 milhões em contratações, o benfica 45 milhões. Nós investimos 23 milhões, praticamente metade do benfica e 1/3 do f.c.porto...é com isto que competimos...


Investir muito não significa que se invista bem, mas dizer que 23 milhões é um investimento sequer relevante...

Que estranho, não me lembro dessa conversa em anos anteriores... :eh:
Não é para defender o Keizer porque o futebol que temos praticado tem sido de baixa qualidade, mas a verdade é que esta administração desde que entrou em funções limitou-se a desinvestir no futebol para reduzir o seu orçamento e o resultado é que restam no onze 4 a 5 jogadores de qualidade, o resto nem sequer teria lugar nos planteis dos nossos rivais. Poucos são os que sem ovos conseguem fazer uma omelete.

Não sei se há um desinvestimento real. Guiando-me pelo transfermarkt, o Sporting já gastou 23,5 M€ só em quatro jogadores: Rosier, Vietto, Rafael Camacho e Eduardo Henrique. Pagamos 8 M€ por um lateral direito. Não é coisa pouca, para um clube com a nossa dimensão financeira. Se esses jogadores têm qualidade e vão ao acordo das necessidades do plantel, isso já é outra história...

Também não embarco na onda da desvalorização total do plantel. Claro que nem em sonhos este é um plantel para lutar pelo título com o Benfica - e isso devia ser a nossa bitola. Mas, nas mãos de um treinador competente e com uma estrutura normal por trás, não devia ter problemas de maior em assegurar o 3º lugar. E, com um pouco de sorte, até poderia aproveitar a decadência do Porto e tentar surrupiar-lhes o 2º.

Mas não é isso que vemos em campo. Vemos uma equipa que defende horrivelmente e que tem um ataque completamente dependente de rasgos individuais. Uma equipa que não só é espancada pelo Benfica como é dominada em casa pelo Braga e joga de igual para igual com o Marítimo. Um equipa que, se nada mudar, vai ter dificuldade em qualificar-se para a Liga Europa. Desculpem, mas isto é também mau trabalho do treinador.
Com os valores actuais das transferências inflacionados como estão o que gastamos não é assim tanto. Basta ver o que nossos rivais gastaram em contratações.
Quando ao desinvestimento falo em massa salarial, saíram jogadores que deveriam ter dos salários mais elevados do plantel.

O f.c.porto só neste mercado foram mais de 60 milhões em contratações, o benfica 45 milhões. Nós investimos 23 milhões, praticamente metade do benfica e 1/3 do f.c.porto...é com isto que competimos...


Investir muito não significa que se invista bem, mas dizer que 23 milhões é um investimento sequer relevante...

Que estranho, não me lembro dessa conversa em anos anteriores... :eh:

O que se gastou agora e no mercado de inverno.

Compare-se com o q se gastou em 2013, 2014, 2015. Juntos.

Mas o mais relevante aqui é q são cerca de 40M. Verdadeiras mais valias?

Bola!

Não é para defender o Keizer porque o futebol que temos praticado tem sido de baixa qualidade, mas a verdade é que esta administração desde que entrou em funções limitou-se a desinvestir no futebol para reduzir o seu orçamento e o resultado é que restam no onze 4 a 5 jogadores de qualidade, o resto nem sequer teria lugar nos planteis dos nossos rivais. Poucos são os que sem ovos conseguem fazer uma omelete.

Não sei se há um desinvestimento real. Guiando-me pelo transfermarkt, o Sporting já gastou 23,5 M€ só em quatro jogadores: Rosier, Vietto, Rafael Camacho e Eduardo Henrique. Pagamos 8 M€ por um lateral direito. Não é coisa pouca, para um clube com a nossa dimensão financeira. Se esses jogadores têm qualidade e vão ao acordo das necessidades do plantel, isso já é outra história...

Também não embarco na onda da desvalorização total do plantel. Claro que nem em sonhos este é um plantel para lutar pelo título com o Benfica - e isso devia ser a nossa bitola. Mas, nas mãos de um treinador competente e com uma estrutura normal por trás, não devia ter problemas de maior em assegurar o 3º lugar. E, com um pouco de sorte, até poderia aproveitar a decadência do Porto e tentar surrupiar-lhes o 2º.

Mas não é isso que vemos em campo. Vemos uma equipa que defende horrivelmente e que tem um ataque completamente dependente de rasgos individuais. Uma equipa que não só é espancada pelo Benfica como é dominada em casa pelo Braga e joga de igual para igual com o Marítimo. Um equipa que, se nada mudar, vai ter dificuldade em qualificar-se para a Liga Europa. Desculpem, mas isto é também mau trabalho do treinador.
Com os valores actuais das transferências inflacionados como estão o que gastamos não é assim tanto. Basta ver o que nossos rivais gastaram em contratações.
Quando ao desinvestimento falo em massa salarial, saíram jogadores que deveriam ter dos salários mais elevados do plantel.

O f.c.porto só neste mercado foram mais de 60 milhões em contratações, o benfica 45 milhões. Nós investimos 23 milhões, praticamente metade do benfica e 1/3 do f.c.porto...é com isto que competimos...


Investir muito não significa que se invista bem, mas dizer que 23 milhões é um investimento sequer relevante...

Que estranho, não me lembro dessa conversa em anos anteriores... :eh:


Pois, de 2013 a 2018 era obrigatório ganhar campeonatos com orçamentos inferiores, e nos primeiros anos com uma diferença abismal.
Querem expulsar me. Mas não se importam de continuar a ca ter o tal user dakine, o tal que fazia parte da área de influência de pedro madeira rodrigues e depois virou para o ex presidente quando lhe cheirou a tacho e após levar chuto num jantar onde amigos meus da juventude popular estiveram, voltou a ficar contra ele. Eu não preciso disso. Tenho coluna.. Ah e ja agora fica a informação que ele chegou a ser militante da JP tambem, mas abandonou depois.

"A arbitragem até à 28ª jornada foi boa, bons árbitros e bom VAR" - Frederico Varandas