Votação

Quem foi para ti o melhor em campo?

Renan Ribeiro
2 (1.3%)
Bruno Gaspar
1 (0.7%)
Sebastián Coates
0 (0%)
Jérémy Mathieu
5 (3.4%)
Marcos Acuña
61 (40.9%)
Nemanja Gudelj
3 (2%)
Miguel Luís
4 (2.7%)
Bruno Fernandes
1 (0.7%)
Nani
1 (0.7%)
Jovane Cabral
0 (0%)
Bas Dost
63 (42.3%)
Abdoulay Diaby
1 (0.7%)
Fredy Montero
1 (0.7%)
Josip Mišić
6 (4%)

Votos totais: 149

Liga NOS 2018/19 [10ªJ] Sporting CP 2-1 Chaves [11/11 | 20:00]

0 Membros e 2 Visitantes estão a ver este tópico.

contra um dos ultimos ....jogo em Alvalade...e sabendo que vai deixar o cargo interino...e sabendo que pode agradar a massa associativa ( exceto nao ter convocado Wendel ), quase aposto que vai apostar em Vivi e Raphinha

Raphinha ficou de fora
A mim o "Medo" é uma cena que não me assiste...
É para ganhar obviamente.
:inde:
Jogo para ficar a 2 pontos da frente.

Haverá com certeza uma diferenca em relacao ao último jogo, no sentido que desta vez penso que remateremos á baliza adversária pelo menos uma vez durante os 90 minutos.

Confirma-se a ausencia do Raphina. Apostava antes no Jovane do que jogar com o Diaby.
“Quero um clube só de futebol, sem sócios mas com adeptos que não se intrometam na gestão nem tenham voto nas eleições dos corpos sociais”.

Filipe Soares Franco - 2005
Finalmente temos um guarda-redes convocado.
Isto de jogar sem GR não é nada fácil,
Péssimas as ausências do Raphinha e Wendel dos convocados.

Espero que não se entre no populismo de voltar a apostar no Miguel Luís, que além de não estar preparado para ser titular do Sporting, vem de uma titularidade há 3 dias onde acabou esgotado (não está habituado a este ritmo e andamento).

Não tendo neste momento nenhum médio para jogar com o Gudelj e o Bruno Fernandes, à falta do Wendel, que se aposte em dois avançados, no Montero e Bas Dost juntos na frente. Nas alas Nani tem de manter o lugar à esquerda e à direita o Jovane dá mais garantias de frescura e capacidade física para fazer o corredor todo que o Diaby (que foi titular quinta em Londres).

Ainda por cima o Chaves vai jogar com 2 médios de características defensivas a apoiar os 4 defesas, o Sporting vai ter de meter gente na frente e carregar muito no ataque.

Renan, B. Gaspar, Coates, Mathieu, Acuña, Gudelj, Bruno F., Jovane C., Nani, Montero, B. Dost

Infelizmente penso que teremos Miguel Luís e Diaby novamente titulares (nos lugares de Montero e Jovane).
Oportunidade de ouro para assumirmos o segundo lugar. A equipa deve estar cansada, mas a vontade de ganhar e agradar tem de ser sempre superior. Não espero um jogo fácil, mas espero uma vitória.

XI:

GR- Viviano

DD- Bruno Gaspar
DC- Seba Coates
DC- J. Mathieu
DE- Lumor

MDC- N. Gudelj
MC- Miguel Luís
MCO- Bruno Fernandes

ED- Nani
PL- Bas Dost
EE- Marcos Acuña

FORÇA SPORTING!
"Esforço, Dedicação, Devoção e Glória"
Vai ser um jogo diferente
Vamos ter mais bola e ai o miguel luis vai poder mostrar mais

O wendel e que é estranho, n temos médios e nem para o banco vai?

GANHAR!


Se ganharmos hoje ficamos em 2º isolados, a 2 do porto, que ainda temos de jogar 2 vezes com eles!

Não sejam Sporting Vintage!!

EM FRENTE, BRAVOS LEÕES! RUMO À VITÓRIA!
Citar
BAS DOST ESPREITA REGRESSO À TITULARIDADE
SPORTING 09:46
Por
Redação
Tiago Fernandes despede-se hoje do comando técnico interino do Sporting e, ao que tudo indica, prepara-se para repetir, quase na totalidade, o onze inicial que arrancou um empate (0-0) em Londres, com o Arsenal.


A resposta dos jogadores na partida da Liga Europa foi alvo de elogios por parte do treinador que, para a receção ao Chaves, vai repetir o quarteto defensivo na totalidade. Acuña deve manter-se na lateral esquerda que, recorde-se, na última jornada da Liga, que foi ao mesmo tempo o primeiro jogo de Tiago Fernandes, teve Lumor como surpresa naquela posição. O lateral gabonês, de resto, regressa aos eleitos por troca com Jefferson, que ficou de fora por opção, mas deve começar no banco.


A meio-campo, e face à ausência de Battaglia, que deve mesmo perder o resto da temporada por lesão, Tiago Fernandes pode mesmo manter a confiança no jovem Miguel Luís, titular em Londres, ao lado de Gudelj e Bruno Fernandes, caso a opção seja mesmo pela manutenção do 4x3x3.

 

Já no ataque, e com Nani com lugar garantido, existe a dúvida entre a manutenção de Diaby ou a aposta em Jovane Cabral no flanco contrário. Menos dúvidas existirão, face ao que foi trabalhado na Academia, na única alteração aguardada no onze inicial: o regresso de Bas Dost à titularidade, por troca com Fredy Montero.


A Bola

Estou confiante em goleada hoje
Citar
SPORTING RECEBE O DESPORTIVO DE CHAVES
Um último jogo antes de entregar as chaves
2018/11/10 23:59
Texto por Hugo Filipe Martins

Com Marcel Keizer a tomar notas, Tiago Fernandes faz o jogo de despedida enquanto treinador interino do Sporting. Depois de Santa Clara e Arsenal, o técnico tem um último desafio, o Desportivo de Chaves.

A formação de Daniel Ramos, por culpa dos resultados desta jornada, tem o peso da lanterna vermelha, mas já mostrou argumentos, nomeadamente em jogos contra candidatos ao título, para sair desta situação aflitiva.

Despedida na vice-liderança
Uma reviravolta nos Açores e um empate sofrido mas histórico em Londres. O registo de Tiago Fernandes é, por agora, positivo, mas a última imagem é a que fica. Uma vitória deixa o treinador de 37 anos bem visto junto dos sportinguistas, e num clube onde as mudanças são mais do que muitas, deixar boas referências é meio caminho andado para num futuro próximo ser equacionado para treinador principal, desde que, claro, continue a seguir de perto as pisadas do clube, que está prestes a começar uma nova vida.

Antes de entregar as chaves dos balneários a Marcel Keizer, Tiago Fernandes quer manter o registo cem por cento vitorioso do Sporting em casa para o campeonato e o histórico em Alvalade diante dos flavienses não podia ser mais favorável - 13 vitórias e três empates.

Na equipa sportinguista, algumas dúvidas. Desde logo no miolo, onde Miguel Luís fez a estreia a titular diante do Arsenal. A lesão de Battaglia precisa de ser colmatada rapidamente e neste Sporting não há, para já, alguém que consiga assumir a posição de médio mais defensivo. Provavelmente não será o técnico interino a encontrar a solução, mas as alternativas têm de começar a ser testadas.

Os leões não jogam apenas para a despedida do seu treinador, mas também para chegar ao segundo lugar, depois da derrota bracarense no Dragão. Para segurar o Desportivo de Chaves, será que Viviano vai fazer a sua estreia pelos leões? O italiano foi convocado pela primeira vez desde a primeira jornada e pode tornar-se no terceiro guarda-redes a jogar pelo Sporting esta temporada.

A fuga dos transmontanos
Depois de empatar com o Benfica, para o campeonato, e com o FC Porto, para a Taça da Liga, o Desportivo de Chaves vai a Alvalade com o objetivo claro de recuperar pontos e fugir a um lugar cada vez mais incomodativo e que nada tem a ver com o percurso dos flavienses desde o seu regresso ao primeiro escalão.

A equipa de Daniel Ramos é última classificada e só um triunfo altera esta situação. Apesar dos sete pontos e 18.º lugar, nem tudo são más notícias para os flavienses. Stephen Eustáquio está de volta e dá muitas e boas soluções ao futebol ofensivo do Desportivo de Chaves, que ganha uma direção quando o internacional sub-21 está em campo.

Há boas individualidades, mas parece faltar um clique a esta equipa de valentes transmontantos. Serão eles valentes o suficiente para estragar a despedida de Tiago Fernandes?

A diferença passa por...

SPORTING
Despedida em grande
Dois jogos, uma vitória e um empate histórico, em Londres. Tiago Fernandes termina a sua missão como treinador interino e quer ser recordado pelos bons resultados. Uma vitória frente ao Chaves ajudava o treinador a sair no topo e a surgir como uma opção para o futuro.

CHAVES
Fazer o que já foi feito
A vitória do Nacional deixou os flavienses no último lugar da classificação. A situação dos comandados de Daniel Ramos é preocupante, mas uma forma de a contornar passa por lembrar exemplos passados - empate frente a FC Porto e Benfica.


Zerozero

Citar
Onze pistas para ver o Sporting-GD Chaves

ANTÓNIO JOSÉ OLIVEIRA

Bas Dost tem uma atração particular pelos flavienses: marcou 10 golos em cinco jogos

O Sporting não perdeu um único jogo no Estádio José Alvalade frente ao Desportivo de Chaves na história do futebol português. Nos 16 jogos disputados, os leões venceram por 13 ocasiões, tendo empatado por três vezes diante dos flavienses, o que corresponde a uma percentagem de sucesso a superar os 80 por cento.

- Bas Dost tem uma particular predileção por marcar ao Desportivo de Chaves. Em cinco jogos frente aos flavienses o internacional holandês fez... 10 golos, os dois últimos ao bisar no triunfo averbado pelos leões na cidade transmontana na última época (2-1).

- O último Sporting-GD Chaves terminou com uma goleada de 5-1. A 22 de outubro de 2017, um "hat-trick" de Dost e um bis de Acuña perante um golo solitário de Davidson, já nos minutos de compensação, resultaram numa folgada vitória dos leões.

- Só nos dois jogos disputados em 2017/18, Bas Dost apontou cinco golos aos transmontanos, facto revelador de uma eficácia verdadeiramente acima da média.

- A última vez que o Sporting perdeu um jogo com o Desportivo de Chaves custou-lhe a eliminação da Taça de Portugal, em época de sensação da equipa flaviense. Aconteceu a 17 de janeiro de 2017. Com Jorge Jesus no comando técnico, a equipa de Alvalade saiu derrotada de Trás-os-Montes mercê de um golo marcado por Carlos Ponck, aos 87 minutos.

- É preciso recuarmos até 6 de abril de 1991 para encontrarmos a última vez que o Sporting perdeu pontos em Alvalade perante o Desportivo de Chaves. Nessa data, Lufemba colocou os transmontanos na frente do marcador aos 48 minutos, tendo Balakov empatado para os leões à passagem da hora de jogo. Tiago Fernandes tinha nove anos de idade.

- O jogo deste domingo marca a estreia de Tiago Fernandes como treinador da equipa principal no Estádio José Alvalade. O jovem técnico interino assumiu o comando técnico dos leões no triunfo sobre o Santa Clara registado nos Açores (2-1), tendo empatado esta quinta-feira, em Londres, diante do poderoso Arsenal, a zero golos.

- A receção aos flavienses poderá igualmente resultar na estreia de Miguel Luís em Alvalade e em jogos relativos ao campeonato nacional. O jovem médio fez o primeiro jogo como titular da equipa principal no empate frente ao Arsenal e já havia entrado nos derradeiros minutos do triunfo averbado em Loures (2-1), para a Taça de Portugal, ainda no reinado de José Peseiro.

- O Sporting conta por vitórias todos os jogos disputados esta temporada em Alvalade. Venceu o Vitória FC (2-1), o Marítimo (2-0), o Feirense (1-0) e o Boavista (3-0).

- O Desportivo de Chaves soma quatro derrotas e um triunfo fora de portas. A única vez em que tal sucedeu foi no Estádio do Bessa, diante do Boavista, por 2-1.

- Os flavienses têm o terceiro pior registo defensivo da Liga. Com 15 golos sofridos, a equipa liderada por Daniel Ramos só é superada neste particular pelo Nacional e pelo Portimonense.


Bancada

Péssimas as ausências do Raphinha e Wendel dos convocados.

Espero que não se entre no populismo de voltar a apostar no Miguel Luís, que além de não estar preparado para ser titular do Sporting, vem de uma titularidade há 3 dias onde acabou esgotado (não está habituado a este ritmo e andamento).

Não tendo neste momento nenhum médio para jogar com o Gudelj e o Bruno Fernandes, à falta do Wendel, que se aposte em dois avançados, no Montero e Bas Dost juntos na frente. Nas alas Nani tem de manter o lugar à esquerda e à direita o Jovane dá mais garantias de frescura e capacidade física para fazer o corredor todo que o Diaby (que foi titular quinta em Londres).

Ainda por cima o Chaves vai jogar com 2 médios de características defensivas a apoiar os 4 defesas, o Sporting vai ter de meter gente na frente e carregar muito no ataque.

Renan, B. Gaspar, Coates, Mathieu, Acuña, Gudelj, Bruno F., Jovane C., Nani, Montero, B. Dost


Infelizmente penso que teremos Miguel Luís e Diaby novamente titulares (nos lugares de Montero e Jovane).

Isto, ou Lumor a DE e Acuña a ME, com Nani atrás do PL.

3 pontos obrigatórios!
Péssimas as ausências do Raphinha e Wendel dos convocados.

Espero que não se entre no populismo de voltar a apostar no Miguel Luís, que além de não estar preparado para ser titular do Sporting, vem de uma titularidade há 3 dias onde acabou esgotado (não está habituado a este ritmo e andamento).

Não tendo neste momento nenhum médio para jogar com o Gudelj e o Bruno Fernandes, à falta do Wendel, que se aposte em dois avançados, no Montero e Bas Dost juntos na frente. Nas alas Nani tem de manter o lugar à esquerda e à direita o Jovane dá mais garantias de frescura e capacidade física para fazer o corredor todo que o Diaby (que foi titular quinta em Londres).

Ainda por cima o Chaves vai jogar com 2 médios de características defensivas a apoiar os 4 defesas, o Sporting vai ter de meter gente na frente e carregar muito no ataque.

Renan, B. Gaspar, Coates, Mathieu, Acuña, Gudelj, Bruno F., Jovane C., Nani, Montero, B. Dost

Infelizmente penso que teremos Miguel Luís e Diaby novamente titulares (nos lugares de Montero e Jovane).
Não consigo levar a sério alguém que coloca o Renan a titular.
Sinto-me na obrigação de vir a público dizer que enfiar uma lanterna no cú não torna ninguém num iluminado. E sim, sou formado em Luminotecnia.
Citar
FLAVIENSES NUNCA VENCERAM EM ALVALADE
14 curiosidades sobre o Sporting x Chaves
2018/11/11 10:44
Texto por Redação   Análise estatística por Vasco Sousa


A 10.ª jornada da Liga NOS encerra em Alvalade, com o Sporting a receber o Chaves. Veja as principais curiosidades do encontro.

Sporting e Chaves vão defrontar-se pela 34.ª ocasião, com vantagem dos leões, que venceram mais de metade dos jogos: 17 vitórias. Os flavienses ganharam por cinco vezes.
 
O Chaves nunca venceu em casa do Sporting: em 16 jogos, soma três empates e 13 derrotas.
 
Nos sete últimos jogos entre as duas equipas, houve sempre golos para ambos os emblemas.
 
O Sporting venceu as nove últimas receções ao Chaves.
 
A última vez que o Chaves não perdeu em Alvalade foi em 1990/91, quando impôs um empate a um golo ao Sporting.
 
O Sporting é a única 100% vitoriosa em casa na Liga.
 
No campeonato, o Sporting não perde em casa há 22 jogos.
 
Os leões procuram a terceira vitória consecutiva na Liga, o que ainda não conseguiram esta temporada.
 
O Sporting não sofre golos em Alvalade no campeonato há três jogos.
 
Nos 15 últimos jogos em casa na Liga, o Sporting só sofreu um golo.
 
O Chaves soma três derrotas consecutivas na Liga, num total de quatro jogos sem vencer na competição.
 
O Chaves sofre golos fora de casa na Liga há 10 jogos.
 
Daniel Ramos já disputou quatro jogos em Alvalade, nunca tendo vencido: um empate e três derrotas e nenhum golo marcado.
 
Bas Dost já defrontou o Chaves por cinco vezes e marcou 10 golos, que fazem do avançado holandês o goleador dos confrontos entre as duas equipas.


Zerozero
Contra este Chaves, em casa, não fico muito preocupado
Socio n° 119 842-0
VAMOS GANHAR !!![/b]

Lutar muito...
  Não vai ser tão facil como pode parecer.
O Sporting precisa de alma outra vez.