União, Fake News, Comunicação.

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Quer queiram, quer não, o Sporting foi um clube mais vivo nos últimos 5 anos, mais mobilizado e com adeptos e sócios mais presentes.

Um dia far-se-á um balanço sério. Pode ser daqui a 10 anos.
Mas o tipo de comunicação (incluindo o famigerado face) não foi alheio a isso que dizes (que é verdade).

Não se pense que o problema são os títulos ou os resultados (ou a falta deles).
Sobre isso gostava só de dizer o ss.
Acompanhei o SCP intensamente em 2000 e em 2002. Tirando as 2 ou 3 jornadas decisivas, já no final, num caso incluindo jogo grande ou as iniciais (num dos anos com Porto), perdi a conta aos jogos em que a norte estava fechada (e as outras longe, muito longe, de cheias). E da superior sul do antigo estádio a visão sobre todas as bancadas era perfeita, porque sem anéis A e B e sem cadeiras coloridas.
E em 2002 andámos lá em cima... praticamente sempre. Mas para abrir a norte era necessário campanhas como mulher não paga (Braga), motards (Marítimo... já próximo do fim e nem a meio-gás), ou então para 20 tipos das "claques" adversárias.

O problema será sempre os títulos/resultados ou a esperança de os conseguir.

Com Leonardo Jardim e Marco Silva não tinhas o estádio cheio. Só começou a encher com o JJ.

Bom exemplo disso é que em 2015 tiveste um jogo da Liga com entrada grátis para sócios e não passaste dos números normais(42 mil) anunciados com JJ.

Escolha-se bons treinadores, bons jogadores, vá-se cimentando bons resultados e a mobilização aparece.
2014/2015 foi,  à data, a melhor média de assistências na LIGA, no novo estádio. 2013/2014, a terceira.

What? Completamente falso.

Em 2014/2015 tiveste de média de assistência para a Liga 34.988, em 2013/2014 33.703.
http://ligaportugal.pt/pt/liga/estatisticas/espectadores/clube/20142015/liganos
http://ligaportugal.pt/pt/liga/estatisticas/espectadores/clube/20132014/ligazonsagres

Com o JJ só na sua primeira época tiveste 39.988, as outras duas também superiores.
http://ligaportugal.pt/pt/liga/estatisticas/espectadores/clube/20152016/liganos

Até o Domingos/Sá Pinto no primeiro ano do GL teve 34.494.
http://ligaportugal.pt/pt/liga/estatisticas/espectadores/clube/20112012/ligazonsagres

Que raio. O que é que é falso?

Escapou-me o "à data", não te posso contrariar aí porque só há números oficiais da Liga desde 2009/2010, mas como em GB vendidas os anos de maiores vendas foram os primeiros 5 anos, só voltando a igualar agora nos últimos 3, não acredito por um pouco nisso. De onde estás a tirar os dados?

Porquê? porque as gameboxes estavam acessíveis a todos (sócios e adeptos) e neste momento é só sócios....
A mim o "Medo" é uma cena que não me assiste...
25 mil adeptos de média no último ano em que fomos campeões... Lá se vai a teoria.

@stick eu também me lembro bem. Aliás, existem videos na net dessa altura e da norte muitas vezes fechada. Também há que enquadrar com as condições do estádio na altura é verdade.

A direcção anterior tem só as duas melhores médias do novo estádio e só não tem a terceira porque o GL andava a oferecer bilhetes.

Outra coisa muito importante que não tem sido abordada, hoje para ter GB é necessário ser sócio (introduzido pela anterior direcção e ainda bem, diga-se), o que torna a tarefa bem mais complicada.

Edit: não tinha lido o post do @polik. Mas é isso, ainda dá mais valor ao conseguido pela anterior direcção.

« Última modificação: Outubro 04, 2018, 11:47 am por Zambrot »
Um passado que regressa com a forma de futuro.

"Quem, ali do outro lado (Alvalade), tinha definido o ataque ao Benfica como principal instrumento da sua promoção individual, foi corrido pelos que achava serem seus. "
Kadafi, o clemente.
No tempo do Godinho Lopes andavam meninas a oferecer bilhetes na Av. da liberdade. Usei duas vezes a minha GB, vi a maioria dos jogos na central com convites. Escusado será dizer que rodeado muitas vezes por adeptos de outros clubes que aproveitavam as borlas.

Mas nem é preciso ir por aí, basta olhar para o associativismo e ver a diferença.

Tentam reescrever a história mas nem todos são peixes dourados.

E com o Soares Franco, também andavam? A diferença é mínima, e como se pode ver nos anos seguintes à medida que a equipa foi perdendo investimento e qualidade e o acreditar nas capacidades do PB como treinador os números iam descendo. Como com o JEB que ganhou com 90% depois nunca conseguiu grandes números porque entre PB e Paulo Sérgio e reforços fracos ninguém acreditava.

Na altura de Godinho, o Sporting fez o maior investimento de sempre no futebol, à data, após vários anos de degradação qualitativa e competitiva do plantel.

Contratou-se uma dúzia de jogadores com "nome", internacionais, após épocas e épocas a contar tostões.

Em 2013/2014 não tiveste de todo este efeito, aliás, vinhas da pior época de sempre, nem o tiveste em 14/15 que foste buscar putos a campeonatos periféricos e o orçamento continuava muito baixo.

Em 13/14 é curioso e o dado mais anormal mas talvez se explique que só disputavas o Campeonato. No ano seguinte foi o voltar à Champions, que também teve o seu peso com o Soares Franco.

Porquê? porque as gameboxes estavam acessíveis a todos (sócios e adeptos) e neste momento é só sócios....

Essa discussão já se teve aqui quando reclamavam da extinção da GB Adepto. Na altura concluiu-se que o preço entre GB Adepto antes e depois GB sócio + quota B era semelhante.
No tempo do Godinho Lopes andavam meninas a oferecer bilhetes na Av. da liberdade. Usei duas vezes a minha GB, vi a maioria dos jogos na central com convites. Escusado será dizer que rodeado muitas vezes por adeptos de outros clubes que aproveitavam as borlas.

Mas nem é preciso ir por aí, basta olhar para o associativismo e ver a diferença.

Tentam reescrever a história mas nem todos são peixes dourados.

E com o Soares Franco, também andavam? A diferença é mínima, e como se pode ver nos anos seguintes à medida que a equipa foi perdendo investimento e qualidade e o acreditar nas capacidades do PB como treinador os números iam descendo. Como com o JEB que ganhou com 90% depois nunca conseguiu grandes números porque entre PB e Paulo Sérgio e reforços fracos ninguém acreditava.

Na altura de Godinho, o Sporting fez o maior investimento de sempre no futebol, à data, após vários anos de degradação qualitativa e competitiva do plantel.

Contratou-se uma dúzia de jogadores com "nome", internacionais, após épocas e épocas a contar tostões.

Em 2013/2014 não tiveste de todo este efeito, aliás, vinhas da pior época de sempre, nem o tiveste em 14/15 que foste buscar putos a campeonatos periféricos e o orçamento continuava muito baixo.

Em 13/14 é curioso e o dado mais anormal mas talvez se explique que só disputavas o Campeonato. No ano seguinte foi o voltar à Champions, que também teve o seu peso com o Soares Franco.

Porquê? porque as gameboxes estavam acessíveis a todos (sócios e adeptos) e neste momento é só sócios....

Essa discussão já se teve aqui quando reclamavam da extinção da GB Adepto. Na altura concluiu-se que o preço entre GB Adepto antes e depois GB sócio + quota B era semelhante.

O Soares Franco, no ano da mão de Ronny, não conseguiu melhor que 33 mil de média, ano em que ficámos a um ponto do campeão. Mais me ajudas. Então não era ano para andar em médias mais altas?


@Dakine , ninguém nega que os resultados têm impacto. O parvo é viveres na negação que houve um crescimento de onda verde sustentado durante 5 anos e que isso muito se deveu ao trabalho realizado pela direcção anterior.

Tanto querem reescrever a história que ninguém vos consegue levar a sério.

Tens muita coisa para criticar, não precisas de bater numa que, evidentemente, não faz sentido.

Um passado que regressa com a forma de futuro.

"Quem, ali do outro lado (Alvalade), tinha definido o ataque ao Benfica como principal instrumento da sua promoção individual, foi corrido pelos que achava serem seus. "
Kadafi, o clemente.
25 mil adeptos de média no último ano em que fomos campeões... Lá se vai a teoria.

@stick eu também me lembro bem. Aliás, existem videos na net dessa altura e da norte muitas vezes fechada. Também há que enquadrar com as condições do estádio na altura é verdade.

Sim, as condições do estádio eram diferentes. Óbvio.

Mas 25 mil, mesmo com um estádio "desconfortável"... é mau porque em ano de título.
E ano de título que era o 2º em 3 anos. Quem nos dera, hoje, tantos títulos juntos  :mrgreen:

Mas, mesmo com esses bons resultados e equipas, a mobilização andava pelas ruas da amargura.
A boa performance competitiva não alavancou a adesão dos adeptos coisíssima nenhuma
"Quem, ali do outro lado, tinha definido o ataque ao Benfica como principal instrumento da sua promoção individual, foi corrido pelos que achava serem seus. Espero que este gesto seja o princípio de uma regularização da vivência institucional que deve caracterizar os maiores clubes nacionais" (Luís Filipe Vieira, presidente de SAD acusada de vários crimes no E-Toupeira, explica, a 28-09-2018, o papel de Marta Soares, Henrique Monteiro, Torres Pereira, Sousa Cintra e G71).
Na altura de Godinho, o Sporting fez o maior investimento de sempre no futebol, à data, após vários anos de degradação qualitativa e competitiva do plantel.

Contratou-se uma dúzia de jogadores com "nome", internacionais, após épocas e épocas a contar tostões.

Em 2013/2014 não tiveste de todo este efeito, aliás, vinhas da pior época de sempre, nem o tiveste em 14/15 que foste buscar putos a campeonatos periféricos e o orçamento continuava muito baixo.

Em 13/14 é curioso e o dado mais anormal mas talvez se explique que só disputavas o Campeonato. No ano seguinte foi o voltar à Champions, que também teve o seu peso com o Soares Franco.

As explicações que vais buscar para não teres que admitir o óbvio.

Aliás, tenho a certeza absoluta que não há muito tempo além de o admitires, o defendias e sublinhavas. Mas agora, estamos numa de reescrever o passado.
Na altura de Godinho, o Sporting fez o maior investimento de sempre no futebol, à data, após vários anos de degradação qualitativa e competitiva do plantel.

Contratou-se uma dúzia de jogadores com "nome", internacionais, após épocas e épocas a contar tostões.

Em 2013/2014 não tiveste de todo este efeito, aliás, vinhas da pior época de sempre, nem o tiveste em 14/15 que foste buscar putos a campeonatos periféricos e o orçamento continuava muito baixo.

Em 13/14 é curioso e o dado mais anormal mas talvez se explique que só disputavas o Campeonato. No ano seguinte foi o voltar à Champions, que também teve o seu peso com o Soares Franco.

As explicações que vais buscar para não teres que admitir o óbvio.

Aliás, tenho a certeza absoluta que não há muito tempo além de o admitires, o defendias e sublinhavas. Mas agora, estamos numa de reescrever o passado.

O estado de negação do Dakine é fabuloso
Em 2014 há mobilização porque houve 0 jogos europeus
Em 2015 há mobilização porque houve 4 jogos europeus

Viver numa bolha é isto :lol:
"Quem, ali do outro lado, tinha definido o ataque ao Benfica como principal instrumento da sua promoção individual, foi corrido pelos que achava serem seus. Espero que este gesto seja o princípio de uma regularização da vivência institucional que deve caracterizar os maiores clubes nacionais" (Luís Filipe Vieira, presidente de SAD acusada de vários crimes no E-Toupeira, explica, a 28-09-2018, o papel de Marta Soares, Henrique Monteiro, Torres Pereira, Sousa Cintra e G71).
O Soares Franco, no ano da mão de Ronny, não conseguiu melhor que 33 mil de média, ano em que ficámos a um ponto do campeão. Mais me ajudas. Então não era ano para andar em médias mais altas?


@Dakine , ninguém nega que os resultados têm impacto. O parvo é viveres na negação que houve um crescimento de onda verde sustentado durante 5 anos e que isso muito se deveu ao trabalho realizado pela direcção anterior.

Tanto querem reescrever a história que ninguém vos consegue levar a sério.

Tens muita coisa para criticar, não precisas de bater numa que, evidentemente, não faz sentido.

Andou-se metade do campeonato a correr atrás do Porto a uns 10 pontos, não se andou colado ao Porto. A 2ª volta é que aproximou.

O que se está a falar é do impacto em números da comunicação e capacidade de mobilização do discurso.

O verdadeiro boom nessa onda com BdC veio quando trouxeste o JJ.

Sim, as condições do estádio eram diferentes. Óbvio.

Mas 25 mil, mesmo com um estádio "desconfortável"... é mau porque em ano de título.
E ano de título que era o 2º em 3 anos. Quem nos dera, hoje, tantos títulos juntos  :mrgreen:

Mas, mesmo com esses bons resultados e equipas, a mobilização andava pelas ruas da amargura.
A boa performance competitiva não alavancou a adesão dos adeptos coisíssima nenhuma

Também não havia GB...

As explicações que vais buscar para não teres que admitir o óbvio.

Aliás, tenho a certeza absoluta que não há muito tempo além de o admitires, o defendias e sublinhavas. Mas agora, estamos numa de reescrever o passado.

O óbvio é que as pessoas acreditavam e tinham motivos para acreditar que seria diferente, com bons treinadores e jogadores. Ninguém está a reescrever a história, fez-se um grande trabalho em subir o patamar competitivo do Sporting. Mas não era pelo discurso ou capacidade de mobilização. Isto é que parece-me óbvio. O que achas que acontece para o ano se o Sporting este ano faz uma boa época, chegam reforços e consegue a Champions? Os números sobem naturalmente.
Também não havia GB...

Mas havia bilhete de época, ó ignorante

Se descobrires as diferenças, és capaz de chegar lá
"Quem, ali do outro lado, tinha definido o ataque ao Benfica como principal instrumento da sua promoção individual, foi corrido pelos que achava serem seus. Espero que este gesto seja o princípio de uma regularização da vivência institucional que deve caracterizar os maiores clubes nacionais" (Luís Filipe Vieira, presidente de SAD acusada de vários crimes no E-Toupeira, explica, a 28-09-2018, o papel de Marta Soares, Henrique Monteiro, Torres Pereira, Sousa Cintra e G71).
Também não havia GB...

Mas havia bilhete de época, ó ignorante

Se descobrires as diferenças, és capaz de chegar lá

Nossa, pauzinho, não precisa ficar assim... lol

Desconhecia, não é do meu tempo.
Claro, mobilização, proximidade com os sócios, participação dos mesmos.

Algo que só um alienado é incapaz de perceber a evolução. Como sei que não o és....

Enviado do telele

Um passado que regressa com a forma de futuro.

"Quem, ali do outro lado (Alvalade), tinha definido o ataque ao Benfica como principal instrumento da sua promoção individual, foi corrido pelos que achava serem seus. "
Kadafi, o clemente.
Também não havia GB...

Mas havia bilhete de época, ó ignorante

Se descobrires as diferenças, és capaz de chegar lá

Nossa, pauzinho, não precisa ficar assim... lol

Desconhecia, não é do meu tempo.

Até graça ao grau de alienação dos Fiveletes.
Só fazem figuras de parvos

Já é mais difícil lidar com as decisões dos mestres que eles seguem cegamente.
É a mesma ignorância a mandar bitaites, mas aí as consequências da palhaçada já são a doer.
"Quem, ali do outro lado, tinha definido o ataque ao Benfica como principal instrumento da sua promoção individual, foi corrido pelos que achava serem seus. Espero que este gesto seja o princípio de uma regularização da vivência institucional que deve caracterizar os maiores clubes nacionais" (Luís Filipe Vieira, presidente de SAD acusada de vários crimes no E-Toupeira, explica, a 28-09-2018, o papel de Marta Soares, Henrique Monteiro, Torres Pereira, Sousa Cintra e G71).
Claro, mobilização, proximidade com os sócios, participação dos mesmos.

Algo que só um alienado é incapaz de perceber a evolução. Como sei que não o és....

Centremos a discussão. Nada disso que referiste deixou de existir.

Mais uma vez, o que se está a discutir é um perfil de liderança e a importância disso para o crescimento dos números.

Vocês estão a meter o mérito no crescimento dos números com o BdC nisso, na sua personalidade, etc, eu estou a meter o mérito na construção da competitividade da equipa.

O BdC podia ter o mesmo perfil, se fosse um completo inapto a escolher treinadores ou a subir o nível da equipa não havia crescimento nenhum.

O BdC tinha algo extremamente importante, já o estou farto de o dizer, ignorando desde já a sua loucura: ambição. Essa não deixou de existir com o Frederico.

São pessoas diferentes, são. Não é uma personalidade com uma liderança carismática, não, não é. Com o Frederico será o "nós" e não um "eu". Mas a mesma ambição existe e é essa que tem que agora meter em prática subindo a competitividade das equipas. Competência. É isso que traz mobilização.
Claro, mobilização, proximidade com os sócios, participação dos mesmos.

Algo que só um alienado é incapaz de perceber a evolução. Como sei que não o és....

Centremos a discussão. Nada disso que referiste deixou de existir.

Mais uma vez, o que se está a discutir é um perfil de liderança e a importância disso para o crescimento dos números.

Vocês estão a meter o mérito no crescimento dos números com o BdC nisso, na sua personalidade, etc, eu estou a meter o mérito na construção da competitividade da equipa.

O BdC podia ter o mesmo perfil, se fosse um completo inapto a escolher treinadores ou a subir o nível da equipa não havia crescimento nenhum.

O BdC tinha algo extremamente importante, já o estou farto de o dizer, ignorando desde já a sua loucura: ambição. Essa não deixou de existir com o Frederico.

São pessoas diferentes, são. Não é uma personalidade com uma liderança carismática, não, não é. Com o Frederico será o "nós" e não um "eu". Mas a mesma ambição existe e é essa que tem que agora meter em prática subindo a competitividade das equipas. Competência. É isso que traz mobilização.

Com o Frederico nós = amigos da segunda circular.

Com o outro maluco o "eu" era função do Sporting.

Atina-te mas é.
Eu é apanhar mais dois ou três jogos destes e deixo-me de chatear com isto como até 2013. Competitividade...  :rotfl:

Porra
 :rotfl:

Já os "71%", quando a bola não entrar, ou se fartarem, voltam para o outro lado da trincheira.

Mas quando voltarem há que os expurgar do Clube em definitivo...
«Já vi o suficiente deste JJ e já lhe tirei as medidas. Com ele, o Sporting não vai a lado nenhum»
@SCP Always in forumscp 22-08-17

Queria aproveitar este momento conturbado e preocupante da vida do nosso Clube para publicamente reconhecer que o amigo tinha toda a razão. Ainda mais do que aquela que na altura todos suponhamos ser possível.
@Toca_do_lobo 18/05/2018

Já os "71%", quando a bola não entrar, ou se fartarem, voltam para o outro lado da trincheira.

Mas quando voltarem há que os expurgar do Clube em definitivo...

Foram os que aplaudiram a volta a olímpica, para incredulidade geral das pessoas "normais" da bancada. Foram os que assobiaram a equipa 2 ou 3 jogos depois quando geria uma vantagem, também. São sempre eles. São os que têm a pseudo-exigência, que nunca sabem estar perante a adversidade, que não sabem cerrar fileiras para defender o clube e aqueles que temem ser gozados pelos lampiões, que preferem a política de terra queimada. São os flick-flacks do Sporting e provavelmente até devem ser os mesmos que decidem eleições em Portugal consoante o vento que lhes sopra.

Já os "71%", quando a bola não entrar, ou se fartarem, voltam para o outro lado da trincheira.

Mas quando voltarem há que os expurgar do Clube em definitivo...

Foram os que aplaudiram a volta a olímpica, para incredulidade geral das pessoas "normais" da bancada. Foram os que assobiaram a equipa 2 ou 3 jogos depois quando geria uma vantagem, também. São sempre eles. São os que têm a pseudo-exigência, que nunca sabem estar perante a adversidade, que não sabem cerrar fileiras para defender o clube e aqueles que temem ser gozados pelos lampiões, que preferem a política de terra queimada. São os flick-flacks do Sporting e provavelmente até devem ser os mesmos que decidem eleições em Portugal consoante o vento que lhes sopra.

Repito o que já disse várias vezes: se voltarmos a ter outra hipótese - o que eu duvido - tem de ser fazer uma purga no clube à séria. Sem medos. Purga soviética. Milhares têm de ser EXPULSOS de sócio e EXPULSOS de Alvalade de uma vez por todas!
«Já vi o suficiente deste JJ e já lhe tirei as medidas. Com ele, o Sporting não vai a lado nenhum»
@SCP Always in forumscp 22-08-17

Queria aproveitar este momento conturbado e preocupante da vida do nosso Clube para publicamente reconhecer que o amigo tinha toda a razão. Ainda mais do que aquela que na altura todos suponhamos ser possível.
@Toca_do_lobo 18/05/2018

Já os "71%", quando a bola não entrar, ou se fartarem, voltam para o outro lado da trincheira.

Mas quando voltarem há que os expurgar do Clube em definitivo...

Foram os que aplaudiram a volta a olímpica, para incredulidade geral das pessoas "normais" da bancada. Foram os que assobiaram a equipa 2 ou 3 jogos depois quando geria uma vantagem, também. São sempre eles. São os que têm a pseudo-exigência, que nunca sabem estar perante a adversidade, que não sabem cerrar fileiras para defender o clube e aqueles que temem ser gozados pelos lampiões, que preferem a política de terra queimada. São os flick-flacks do Sporting e provavelmente até devem ser os mesmos que decidem eleições em Portugal consoante o vento que lhes sopra.

Repito o que já disse várias vezes: se voltarmos a ter outra hipótese - o que eu duvido - tem de ser fazer uma purga no clube à séria. Sem medos. Purga soviética. Milhares têm de ser EXPULSOS de sócio e EXPULSOS de Alvalade de uma vez por todas!
Não teremos outra hipótese. Só se isto for ao charco outra vez e ainda pior que 2013.

O Sporting é isto. A "voz" dos Sportinguistas são bestas como Ricciardis e Godinhos, bestas elevados a heróis como Cintra, os Vitores Ferreiras, os Zé Pedro Rodrigues, os Barreiros.

BdC foi o rosto de um Sporting que fracturava com o passado, mas ainda assim minado por dentro, que aqui e ali com umas lapas porque agarradas ao poder.

Esse Sporting não volta mais.

Já os "71%", quando a bola não entrar, ou se fartarem, voltam para o outro lado da trincheira.

Mas quando voltarem há que os expurgar do Clube em definitivo...

Foram os que aplaudiram a volta a olímpica, para incredulidade geral das pessoas "normais" da bancada. Foram os que assobiaram a equipa 2 ou 3 jogos depois quando geria uma vantagem, também. São sempre eles. São os que têm a pseudo-exigência, que nunca sabem estar perante a adversidade, que não sabem cerrar fileiras para defender o clube e aqueles que temem ser gozados pelos lampiões, que preferem a política de terra queimada. São os flick-flacks do Sporting e provavelmente até devem ser os mesmos que decidem eleições em Portugal consoante o vento que lhes sopra.

Repito o que já disse várias vezes: se voltarmos a ter outra hipótese - o que eu duvido - tem de ser fazer uma purga no clube à séria. Sem medos. Purga soviética. Milhares têm de ser EXPULSOS de sócio e EXPULSOS de Alvalade de uma vez por todas!

Sabes que isso não é exequível.

Há vários anos que me "chateiam" para comprar a box, para voltar a Alvalade. Custou mas decidi afastar-me. Aquilo que deviam ser um investimento, um momento de lazer, viver o Sporting, tornou-se precisamente o contrário.

Tornou-se para mim insuportavel ver a equipa ser assobiada aos 60m, ser assobiada porque a vencer por 3-0 aos 80m e com jogo para a UCL a equipa estar a rodar a bola. Percebes de longe que a equipa joga sobre brasas, os assobios aos árbitros e ao anti-jogo faziam mais mal a nós que a eles.

Chamei-lhes tudo, mas sempre depois dos 90m, sempre que vi que não se esforçaram o suficiente. Mas aquele ambiente começou a consumir-me pouco a pouco até que tive de me afastar.

O ultimo jogo que vi foi a conquista da Taça da Liga em Braga e revivi tudo, mesmo a centenas de quilómetros de Alvalade.

Aquilo não é exigência. Aquilo é procurar o mundo perfeito que não existe.

É por isso que temos dezenas de presidentes, uns atrás dos outros. Os outros não ganhavam e borrifavam-se para isso. Cagavam na nossa alma, nós éramos sinonimo de €uros, nada mais.

BdC aproximou-se das pessoas, venceu, construiu, deu o peito as balas na corrupção e fazia chegar aos jogadores aquilo que a gente sentia na bancada. Nem tudo isto serviu de ajuda na batalha interna contra os ratos do costume.

BdC só teria ficado se tivesse estendido a gamela a todos. Bastou tirar os futuros 17 milhões ao Eduardo e vê como rapidamente passou de defensor ao ataque acérrimo. É que com o concurso, para ganhar já não eram 17 milhões concerteza.

Se BdC tivesse estendido a gamela, não era BdC. A sociedade está uma m**** e a CS sobrevive das fakenews. Vive dos vilões.

Por isso hoje, 10 de Outubro, 108 dias depois, BdC não "morreu", BdC é as capas, directa ou indirectamente.

Chamem o que quiserem aos rivais e podemos discuti-lo por horas, dias, meses. Os rivais têm militância, nós não.

São burros porque não querem ver, seguem cegamente, bebem vinho de pacote e são desdentados.


Pergunto eu:

Aqui também não se quer ver, também se segue cegamente o que se põem nas narrativas. Qual é a diferença?

Respondo eu:

Temos a dentição completa e bebemos Moët & Chandon.

Eles são felizes, nós não.

Bruno de Carvalho sempre se queixou dessa falta de militância mas acho que está mais do que provado que é algo que simplesmente não é para este clube.

Durante anos Jorge Nuno Pinto da Costa pintou a manta e nem uma voz no norte se levantou contra ele quanto mais destituições e o catano... aquilo era discursos incendiários todos os dias contra Lisboa e o sul em geral, só queria era ver Lisboa a arder, os super dragões eram autênticas milicias que intimidavam toda a gente, desde árbitros, adversários, jornalistas, etc etc.

Nos vermelhos por estes dias é a vergonha que se vê. Mas também ali está tudo calado à volta do líder.

Só aqui é que se anda sempre em convulsões internas e a bajular fracos, mansos, tachistas, chupistas, etc etc. Assim nunca chegaremos a lado nenhum.

E com muita pena minha, todo o entusiasmo com que vivi o nosso Sporting nos últimos anos desapareceu completamente, já regressei ao modo Godinho Lopes, Jose Eduardo Bettencourt, Soares Franco, etc, ou seja, acompanho claro sempre, mas naquela desportiva de esperar o pior e ficar resignado com ele, já não fico chateado com o insucesso.