As nossas Finanças / Poupanças - O tópico do Forreta

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Outra situação que ando a ver são os Certificados do Tesouro, agora há 2 opções, uma a 5 e outra a 7 anos.

Os Certificados de Aforro estão com uma taxa de juro de "cocó e xixi" como diria a minha filha, e estou a a pensar seriamente em passar os CA para lá.

Edit: o curioso é que os CT a 5 anos (CT Poupança Mais) dão mais rendimento a 5 anos do que os a 7 anos (CT Poupança Crescimento) em 7 anos!
« Última modificação: Setembro 19, 2018, 17:01 pm por LuisT_76 »
"Good judgment comes from experience, and experience comes from bad judgment." - Barry LePatner
Estou a ponderar fazer um PPr aqui:

https://www.bancoinvest.pt/poupanca-e-investimento/investimento/invest-ar-ppr

Alguém tem opinião?

É o melhor PPR que anda por aí, porque é basicamente um portfolio de acções, mas não deves pensar em movimentar o dinheiro nos próximos tempos.

Eu já passei todos os processos que o Luis falou e já usufruí de todos os depósitos promocionais e mais alguns, estão-se a acabar as alternaticas, ultimamente até abri conta na Raize, para ver se consigo alavancar algumas poupanças.

O conselho do Paracelsus é bom, mas eu nunca investiria na bolsa portuguesa. Também tive algumas posições (muito singelas, diga-se) em fundos de índice e aquilo começou mal porque levei com alguns crashes, mas recuperei e entretanto saí no verde porque precisei de liquidez para o curto prazo e acabei com aquele investimento (se tivesse mantido estava, em média, 30% no verde). Por outro lado, com juros a 0%, até eu e a Ti Maria das couves temos dinheiro em fundos índice, sinal de alguma especulação no mercado).

Uma das coisas que acho maravilhosamente redentora é a utilização compulsiva de cartões de crédito com cashback, porque ao fim do ano aquilo dá-me mais dinheiro vivo do que 25k aplicados a um ano.

Para quem quer seguir o conselho do Celsus, aconselho a abrirem conta no Activobank ou Best, eram quem tinha mais oferta de fundos de índice, que em Portugal são bastante escassos. Também há quem use ETF que são fundos índice de comissões mais baixas mas transaccionados em bolsa, eu nunca entrei aí e isso é para quem mete aos milhares numa única operação, não me parece que o comum dos foristas esteja nessa posição privilegiada.

Mas notem bem, o investimento em fundos pode implicar o risco de perda de capital, antes de sair a ganhar também estive 20% no vermelho. Por outro lado, se todos os meses aplicarem os 100 € que o Celsus falou, no fundo vão comprando posições a vários preços, fazendo com que fiquem menos expostos a subidas e quedas repentinas do mercado e, sendo acções, para quem pode ter o dinheiro estacionado alguns anos, acaba por ser o melhor investimento no longo prazo, desde que se saiba que o dinheiro pode lá ficar algum tempo até o investimento atingir a maturidade.

Eu sabia que vinhas cá parar @juziel  :mrgreen:

Sim a ideia é mesmo essa, fazer um PPR com um valor inicialmente mais baixo e "esquecer" o dinheiro, e de tempos a tempos reavaliar.

Uma questão sobre o AR, sabes se dá para alterar a prestação, ou no limite levá-la a zero e eventualmente mais tarde retomar?

Isso basicamente é um fundo, um fundo de poupança-reforma, mas um fundo. Por isso, em princípio deves poder liquidar em qualquer altura, não obstante, é um PPR e tem benefícios fiscais pelo que julgo que se liquidares antes de 8 anos perdes os benefícios fiscais que entretanto tiveste, porque a taxa que incide sobre os rendimentos dos PPR é bonificada (salvo erro de 8% em vez dos 28% da praxe).

Eu nunca fiz PPR por isso aconselho leitura mais atenta. Mas esse fundo é top, é PPR (benefícios fiscais) mas é de acções (ao contrário dos outros todos), pelo que tem dado rendimentos na ordem dos 10% ao ano contra as misérias dos outros PPR que são fundos de tesouraria e liquidez.
- You're a real stone player, aren't you, Ma? You threatened to smother his children.
- What does that mean?
- You know, everyone thought Dad was the ruthless one. But I gotta hand it to you. If you'd been born after those feminists, you woulda been the real gangster.
- I don't know what you're talking about!
Outra situação que ando a ver são os Certificados do Tesouro, agora há 2 opções, uma a 5 e outra a 7 anos.

Os Certificados de Aforro estão com uma taxa de juro de "cocó e xixi" como diria a minha filha, e estou a a pensar seriamente em passar os CA para lá.

2 anos seguidos a render a 0.75% brutos...  :inde: e ao fim de 5 anos está a render a 2.25% ou coisa que o valha... nem sei se bate a inflacção. É melhor que a oferta bancária, mas mesmo assim é muito mau.

Eu tenho alguns CT que comprei ainda em 2015 e outros que comprei até Out/2017, quando baixaram novamente as taxas, não volto a comprar mais nenhum... tenho alguns CA apenas para o curto prazo, mas aquilo também vai sair de lá, porque já tenho destino para eles.
- You're a real stone player, aren't you, Ma? You threatened to smother his children.
- What does that mean?
- You know, everyone thought Dad was the ruthless one. But I gotta hand it to you. If you'd been born after those feminists, you woulda been the real gangster.
- I don't know what you're talking about!
@juziel

Fiz uma simulação dos CT atuais, com 100 unidades e olha que não me parece nada mau o de 5 anos:

Totais   1000   5,40 €      5,40 €      7,56 €      9,72 €      11,88 €      14,04 €      16,20 €   
Data de Aquisição   Unidades   1º. Ano      2º. Ano      3º. Ano      4º. Ano      5º. Ano      6º. Ano      7º. Ano   
      Taxa (%)   Juro (€)   Taxa (%)   Juro (€)   Taxa (%)   Juro (€)   Taxa (%)   Juro (€)   Taxa (%)   Juro (€)   Taxa (%)   Juro (€)   Taxa (%)   Juro (€)
30/10/2017   1000   0,75   5,4   0,75   5,4   1,05   7,56   1,35   9,72   1,65   11,88   1,95   14,04   2,25   16,2
   TOTAL 1070,2                                          
                                             
                                             
Totais   1000   19,80 €      27,00 €      34,20 €      49,54 €      36,00 €               
Data de Aquisição   Unidades   1º. Ano      2º. Ano      3º. Ano      4º. Ano      5º. Ano               
      Taxa (%)   Juro (€)   Taxa (%)   Juro (€)   Taxa (%)   Juro (€)   Taxa (%)   Juro (€)   Taxa (%)   Juro (€)            
31/10/2013   1000   2,75   19,8   3,75   27   4,75   34,2   6,88   49,54   5   36            
   TOTAL 1166,54                                          
"Good judgment comes from experience, and experience comes from bad judgment." - Barry LePatner
 Então se de 3 em 3 meses mudar de banco e aproveitar as taxas para novos clientes parece-me simpático.

 Banco Best             3 meses TANL 1.62%
 Banco Carregosa     3 meses TANL 1.44%
Big                          3 meses TANL 1.44%

 Se colocar 10.000€ no best fico com 10162€ ao fim de 3 meses
 Depois meto os 10162€ no Carregosa e fico com 10308.33€
 Depois coloco os 10308.33€ no Big e ao fim de 3 meses fico com 10456.77€

 Isto ao fim de 9 meses dá um lucro de 4.56%
 Dá algum trabalho mas parece-me uma boa ideia

 Alguem sabe se há taxas para fechar depois as contas ?
 Ou seja quando sacar o dinheiro do best não me interessa ficar com conta, o mesmo nos outros...
A melhor opção será a aquisição de... obrigações do Sporting.
Depósitos bancários:
Atualmente as taxas de juro são tão baixas, que se somarmos as despesas todas que temos com a manutenção das contas facilmente chegamos à conclusão que em vez de termos rendimento com as poupanças, andamos a pagar aos bancos para nos guardar o dinheiro (e em cima disso ainda pagamos impostos sobre um juro que acabamos por não receber!!!).

O melhor a fazer com o dinheiro é colocá-lo em acções/fundos (em alternativa em bens que dificilmente desvalorizam, como casas/apartamentos/etc)...

Não sei como é em Portugal, aqui pela Suécia existem imensos bancos e outras instituições financeiras que permitem colocar em fundos bem diversificados, alguns deles que seguem simplesmente o index da sua categoria e que por isso têm taxas muito reduzidas. Em vez de 0-2% estamos a falar de 10-20% ao ano ou até mais, depende da arte de escolher fundos e da evolução da economia local, mundial e dos diferentes nichos. A minha estratégia costuma ser 15% fundos obrigações - 85% fundos acções, cerca de metade a seguirem index's e os outros em nichos e depois tenho acções de um conjunto de cerca de 10 empresas que tradicionalmente distribuem dividendos directos relativamente elevados (tipo 3-5% por acção).


Temos dois Trusts (vou lhes chamar fundos) na familia, o de maior risco é de 50 mil libras e, esta a render 17% (Abrimos ha menos de 2 anos). O de menor risco é um pouco maior, e esta a render entre 13-15% nos 4 anos que o temos. Estao indexados a dois fundos de obrigaçoes, do genero que refere o @Paracelsus. Estamos a pagar a escola dos miudos com o rendimento dos trusts e ainda conseguimos adicionar algum dinheiro que sobra. A ideia é abrir mais á medida que conseguimos poupar o dinheiro.

Nao sei se os Trusts existem em PT, é uma maneira de poupar nos impostos aqui no RU. Quando abrimos o primeiro dissemos que era para ajudar com a educaçao dos miudos e ara ajudar a minha maria que tem um problema genetico degenerativo, e a ideia era se fosse preciso ela deixar de trabalhar o Trust seria utilizado para gerar o rendimento dela. O problema dos trusts, é que deixas de ser dono do dinheiro. E para o utilizares tens de pedir autorizacao ao trust. No nosso caso os truestees foraam indicados na altura da abertura e sao o pai da miinha parceira e um advogado. Para mim a maior vantagem é que em caso de morte, os trusts estao isentos de imposto de herança que aqui no RU leva logo 25% a cabeça.  O que quer dizer que os miudos receberiam a totalidade da herança. Estando o dinheiro preso acredito q  nao seja do agrado de todos.

Mas bem escritos, permitem uma utilizacao plena do dinheiro. Todos os anos mandamos a factura da escola ao advogado que autoriza a despesa e transfere o dinheiro. Os Truestees nao podem tocar no dinheiro, e apenas sao o garante que o dinheiro é gerido de forma a chegar aos destinatarios finais do trust, no nsso caso os miudos e a minha maria.

Uma sugestao para quem tiver uma maquia e estiver a procurar algo diferente
Em terra de olho, quem tem cego... Errei!
A melhor opção será a aquisição de... obrigações do Sporting.
Hehe é preciso é que o vagandas as emita
Chat shit get banged.
É um problema com o qual não me deparo visto que não tenho poupanças :lol:

 ;D

A sério, 100€ por mês a irem distribuídos num bom portfólio de fundos e é das melhores poupanças que pode haver a longo prazo. Eu tenho 300 mensais, em breve irei duplicar para 600 (saio de licença de paternidade), recomendo que quem tenha possibilidades não deixe um único cêntimo em depósitos a prazo nos bancos, apenas o equivalente a 1-2 ordenados em conta corrente para a gestão normal da economia caseira.

Eu tb tenho zero em depositos a prazo. Tenho uma conta associada de poupança on-line, que so server pra separar o dinheiro da conta a ordem, antes de o juntar ao da maria pra investir num fundo. É engraçado, uma comparacao rapida entre o fundo que temos de risco elevado e a minha conta de 'poupança' - se ambas as contas tivessem a mesma quantia de dinheiro. O fundo rendia 15,6 libras por mes. A minha conta 0.32 libras por mes. É um no-brainer.
Em terra de olho, quem tem cego... Errei!
@juziel

Fiz uma simulação dos CT atuais, com 100 unidades e olha que não me parece nada mau o de 5 anos:

Totais   1000   5,40 €      5,40 €      7,56 €      9,72 €      11,88 €      14,04 €      16,20 €   
Data de Aquisição   Unidades   1º. Ano      2º. Ano      3º. Ano      4º. Ano      5º. Ano      6º. Ano      7º. Ano   
      Taxa (%)   Juro (€)   Taxa (%)   Juro (€)   Taxa (%)   Juro (€)   Taxa (%)   Juro (€)   Taxa (%)   Juro (€)   Taxa (%)   Juro (€)   Taxa (%)   Juro (€)
30/10/2017   1000   0,75   5,4   0,75   5,4   1,05   7,56   1,35   9,72   1,65   11,88   1,95   14,04   2,25   16,2
   TOTAL 1070,2                                          
                                             
                                             
Totais   1000   19,80 €      27,00 €      34,20 €      49,54 €      36,00 €               
Data de Aquisição   Unidades   1º. Ano      2º. Ano      3º. Ano      4º. Ano      5º. Ano               
      Taxa (%)   Juro (€)   Taxa (%)   Juro (€)   Taxa (%)   Juro (€)   Taxa (%)   Juro (€)   Taxa (%)   Juro (€)            
31/10/2013   1000   2,75   19,8   3,75   27   4,75   34,2   6,88   49,54   5   36            
   TOTAL 1166,54   

Os CT que há agora são a 7 anos e rendem 0.75% nos primeiros 2 anos, aumentando salvo erro 0.5% por cada ana. Para mim não justifica.

A outra simulação que meteste eram os CT a ser "comercializados" até Out/2017, já não compras mais disso. A não ser que me esteja a escapar algo, não estou a ver as tuas contas baterem certo.



@Leão_da_Estrela
os juros são de 2% ao ano. Como essas aplicações são na grande maioria de 3 meses, pagam-te o proporcional de 3 meses a uma taxa de juro de 2% anuais.
- You're a real stone player, aren't you, Ma? You threatened to smother his children.
- What does that mean?
- You know, everyone thought Dad was the ruthless one. But I gotta hand it to you. If you'd been born after those feminists, you woulda been the real gangster.
- I don't know what you're talking about!
@juziel

Fiz uma simulação dos CT atuais, com 100 unidades e olha que não me parece nada mau o de 5 anos:

Totais   1000   5,40 €      5,40 €      7,56 €      9,72 €      11,88 €      14,04 €      16,20 €   
Data de Aquisição   Unidades   1º. Ano      2º. Ano      3º. Ano      4º. Ano      5º. Ano      6º. Ano      7º. Ano   
      Taxa (%)   Juro (€)   Taxa (%)   Juro (€)   Taxa (%)   Juro (€)   Taxa (%)   Juro (€)   Taxa (%)   Juro (€)   Taxa (%)   Juro (€)   Taxa (%)   Juro (€)
30/10/2017   1000   0,75   5,4   0,75   5,4   1,05   7,56   1,35   9,72   1,65   11,88   1,95   14,04   2,25   16,2
   TOTAL 1070,2                                          
                                             
                                             
Totais   1000   19,80 €      27,00 €      34,20 €      49,54 €      36,00 €               
Data de Aquisição   Unidades   1º. Ano      2º. Ano      3º. Ano      4º. Ano      5º. Ano               
      Taxa (%)   Juro (€)   Taxa (%)   Juro (€)   Taxa (%)   Juro (€)   Taxa (%)   Juro (€)   Taxa (%)   Juro (€)            
31/10/2013   1000   2,75   19,8   3,75   27   4,75   34,2   6,88   49,54   5   36            
   TOTAL 1166,54   

Os CT que há agora são a 7 anos e rendem 0.75% nos primeiros 2 anos, aumentando salvo erro 0.5% por cada ana. Para mim não justifica.

A outra simulação que meteste eram os CT a ser "comercializados" até Out/2017, já não compras mais disso. A não ser que me esteja a escapar algo, não estou a ver as tuas contas baterem certo.



@Leão_da_Estrela
os juros são de 2% ao ano. Como essas aplicações são na grande maioria de 3 meses, pagam-te o proporcional de 3 meses a uma taxa de juro de 2% anuais.

Obrigado, sendo assim vou apostar hoje tudo no Bayern !!!!!!!!!!!! :rotfl:
@juziel

Fiz uma simulação dos CT atuais, com 100 unidades e olha que não me parece nada mau o de 5 anos:

Totais   1000   5,40 €      5,40 €      7,56 €      9,72 €      11,88 €      14,04 €      16,20 €   
Data de Aquisição   Unidades   1º. Ano      2º. Ano      3º. Ano      4º. Ano      5º. Ano      6º. Ano      7º. Ano   
      Taxa (%)   Juro (€)   Taxa (%)   Juro (€)   Taxa (%)   Juro (€)   Taxa (%)   Juro (€)   Taxa (%)   Juro (€)   Taxa (%)   Juro (€)   Taxa (%)   Juro (€)
30/10/2017   1000   0,75   5,4   0,75   5,4   1,05   7,56   1,35   9,72   1,65   11,88   1,95   14,04   2,25   16,2
   TOTAL 1070,2                                          
                                             
                                             
Totais   1000   19,80 €      27,00 €      34,20 €      49,54 €      36,00 €               
Data de Aquisição   Unidades   1º. Ano      2º. Ano      3º. Ano      4º. Ano      5º. Ano               
      Taxa (%)   Juro (€)   Taxa (%)   Juro (€)   Taxa (%)   Juro (€)   Taxa (%)   Juro (€)   Taxa (%)   Juro (€)            
31/10/2013   1000   2,75   19,8   3,75   27   4,75   34,2   6,88   49,54   5   36            
   TOTAL 1166,54   

Os CT que há agora são a 7 anos e rendem 0.75% nos primeiros 2 anos, aumentando salvo erro 0.5% por cada ana. Para mim não justifica.

A outra simulação que meteste eram os CT a ser "comercializados" até Out/2017, já não compras mais disso. A não ser que me esteja a escapar algo, não estou a ver as tuas contas baterem certo.
Eu não fiz contas mas sim uma simulação no aforro net e chapei aqui os resultados.

Edit: mas tens razão, já não há CTPC para subscrição.
« Última modificação: Setembro 19, 2018, 21:31 pm por LuisT_76 »
"Good judgment comes from experience, and experience comes from bad judgment." - Barry LePatner
Hoje no Contas Poupança falaram sobre PPR, recomendo!
"Good judgment comes from experience, and experience comes from bad judgment." - Barry LePatner
É um problema com o qual não me deparo visto que não tenho poupanças :lol:

 ;D

A sério, 100€ por mês a irem distribuídos num bom portfólio de fundos e é das melhores poupanças que pode haver a longo prazo. Eu tenho 300 mensais, em breve irei duplicar para 600 (saio de licença de paternidade), recomendo que quem tenha possibilidades não deixe um único cêntimo em depósitos a prazo nos bancos, apenas o equivalente a 1-2 ordenados em conta corrente para a gestão normal da economia caseira.

E não queres partilhar esse teu portefólio?  :mrgreen:

No problem... é é sueco. ;D

Então cá vai:

Obrigações/Juros:
AMF Fonder RäntefondLång - obrigações da dívida sueca, sobretudo estado sueco em diferentes estados de maturação. Tem comissões quase nulas.
Spiltan Fonder Högräntefond - este é um bocadinho especial, é um fundo gerido activamente e que investe nas obrigações de 0 a 10 anos mas de empresas escolhidas a dedo, quase todas nórdicas. Como é activamente gerido, tem uma comissão mais alta, mas só um nadinha, pelo que acho que compensa.

Acções - Suécia (geridos activamente, mas neste mercado não há passivos)
AMF Fonder AktiefondSverige - este segue tão fielmente quanto possível a Stockholm OMX. Foi o mais barato em comissão dos que tinha pra escolher dentro do mesmo género e com bons resultados (o meu banco não me oferece todos à escolha).
AMF Fonder AktiefondSmåbolag SEK - este é semelhante ao outro, também activo, e é dos melhores no "small cap" (empresas médias/pequenas) nos que tinha disponíveis à escolha.

Acções - Globais - Índices (são baratos em comissões, leia-se não são geridos activamente)
Handelsbanken Europafond Index SEK - segue o MSCI Europe Select Global Norms & Ex Controversial Businesses Index (o próprio nome explica tudo) e tem comissão baixa com bons resultados
Handelsbanken GlobalSmåbolag Indx   SEK - segue o MSCI World Small Cap Select Global Norms & Criteria (o próprio nome explica tudo) e tem comissão baixa e bons resultados
Länsförsäkringar Tillväxtmarknad Ind SEK - segue o MSCI Emerging Markets (mercados sobretudo asiáticos). Por causa da guerra comercial tem estado muito abaixo do que costuma dar, mas é muito barato nas comissões e acredito que daqui a uns tempos se torne novamente popular
SPP Fonder AktiefondUSA SEK - segue tão fielmente quanto possível o MSCI USA Index (o nome explica tudo) e é barato em comissões
Swedbank Robur Access Global SEK - segue fielmente o MSCI World Net (são as grandes empresas mundiais, algumas delas até fazem sobreposição noutros índices, como é lógico) e tem comissões muito baixas

Acções - Nichos (Globais e/ou Suecos) (geridos activamente, com comissões mais ou menos altas)
DNB Teknologi SEK - empresas tecnológicas escolhidas a dedo a nível mais mundial
Swedbank Robur Ny Teknik Robur SEK - parecido, mas com foco no mercado sueco (muitas startups)
Handelsbanken Hälsovård Tema SEK - empresas ligadas à saúde (muitas farmacêuticas) a nível mundial
Länsförsäkringar Fastighetsfonden SEK - empresas nórdicas ligadas à construção e gestão de propriedades
Spiltan Fonder Aktiefond Investmentb SEK - empresas de investimento no mercado sueco (empresas essas que investem muitas vezes nas outras todas que estão nos outros fundos todos)


Só para acrescentar que esta é uma estratégia como qualquer outra, cada um deve fazer a sua. As minhas prioridades foram:
a) diversificar
b) comissões tão baixas quanto possível para os que seguem fielmente os índices
c) fundos activos com comissões altas só com muito bom histórico e depois de investigar o conteúdo e a pessoa que gere o fundo
É um problema com o qual não me deparo visto que não tenho poupanças :lol:

 ;D

A sério, 100€ por mês a irem distribuídos num bom portfólio de fundos e é das melhores poupanças que pode haver a longo prazo. Eu tenho 300 mensais, em breve irei duplicar para 600 (saio de licença de paternidade), recomendo que quem tenha possibilidades não deixe um único cêntimo em depósitos a prazo nos bancos, apenas o equivalente a 1-2 ordenados em conta corrente para a gestão normal da economia caseira.

E não queres partilhar esse teu portefólio?  :mrgreen:

No problem... é é sueco. ;D

Então cá vai:

Obrigações/Juros:
AMF Fonder RäntefondLång - obrigações da dívida sueca, sobretudo estado sueco em diferentes estados de maturação. Tem comissões quase nulas.
Spiltan Fonder Högräntefond - este é um bocadinho especial, é um fundo gerido activamente e que investe nas obrigações de 0 a 10 anos mas de empresas escolhidas a dedo, quase todas nórdicas. Como é activamente gerido, tem uma comissão mais alta, mas só um nadinha, pelo que acho que compensa.

Acções - Suécia (geridos activamente, mas neste mercado não há passivos)
AMF Fonder AktiefondSverige - este segue tão fielmente quanto possível a Stockholm OMX. Foi o mais barato em comissão dos que tinha pra escolher dentro do mesmo género e com bons resultados (o meu banco não me oferece todos à escolha).
AMF Fonder AktiefondSmåbolag SEK - este é semelhante ao outro, também activo, e é dos melhores no "small cap" (empresas médias/pequenas) nos que tinha disponíveis à escolha.

Acções - Globais - Índices (são baratos em comissões, leia-se não são geridos activamente)
Handelsbanken Europafond Index SEK - segue o MSCI Europe Select Global Norms & Ex Controversial Businesses Index (o próprio nome explica tudo) e tem comissão baixa com bons resultados
Handelsbanken GlobalSmåbolag Indx   SEK - segue o MSCI World Small Cap Select Global Norms & Criteria (o próprio nome explica tudo) e tem comissão baixa e bons resultados
Länsförsäkringar Tillväxtmarknad Ind SEK - segue o MSCI Emerging Markets (mercados sobretudo asiáticos). Por causa da guerra comercial tem estado muito abaixo do que costuma dar, mas é muito barato nas comissões e acredito que daqui a uns tempos se torne novamente popular
SPP Fonder AktiefondUSA SEK - segue tão fielmente quanto possível o MSCI USA Index (o nome explica tudo) e é barato em comissões
Swedbank Robur Access Global SEK - segue fielmente o MSCI World Net (são as grandes empresas mundiais, algumas delas até fazem sobreposição noutros índices, como é lógico) e tem comissões muito baixas

Acções - Nichos (Globais e/ou Suecos) (geridos activamente, com comissões mais ou menos altas)
DNB Teknologi SEK - empresas tecnológicas escolhidas a dedo a nível mais mundial
Swedbank Robur Ny Teknik Robur SEK - parecido, mas com foco no mercado sueco (muitas startups)
Handelsbanken Hälsovård Tema SEK - empresas ligadas à saúde (muitas farmacêuticas) a nível mundial
Länsförsäkringar Fastighetsfonden SEK - empresas nórdicas ligadas à construção e gestão de propriedades
Spiltan Fonder Aktiefond Investmentb SEK - empresas de investimento no mercado sueco (empresas essas que investem muitas vezes nas outras todas que estão nos outros fundos todos)


Só para acrescentar que esta é uma estratégia como qualquer outra, cada um deve fazer a sua. As minhas prioridades foram:
a) diversificar
b) comissões tão baixas quanto possível para os que seguem fielmente os índices
c) fundos activos com comissões altas só com muito bom histórico e depois de investigar o conteúdo e a pessoa que gere o fundo
Obrigado!

Pois, sendo suecos teria que ter conta num banco sueco, certo?
"Good judgment comes from experience, and experience comes from bad judgment." - Barry LePatner
Ora aqui está um excelente tópico.

Subscrito!
É um problema com o qual não me deparo visto que não tenho poupanças :lol:

 ;D

A sério, 100€ por mês a irem distribuídos num bom portfólio de fundos e é das melhores poupanças que pode haver a longo prazo. Eu tenho 300 mensais, em breve irei duplicar para 600 (saio de licença de paternidade), recomendo que quem tenha possibilidades não deixe um único cêntimo em depósitos a prazo nos bancos, apenas o equivalente a 1-2 ordenados em conta corrente para a gestão normal da economia caseira.

E não queres partilhar esse teu portefólio?  :mrgreen:

No problem... é é sueco. ;D

Então cá vai:

Obrigações/Juros:
AMF Fonder RäntefondLång - obrigações da dívida sueca, sobretudo estado sueco em diferentes estados de maturação. Tem comissões quase nulas.
Spiltan Fonder Högräntefond - este é um bocadinho especial, é um fundo gerido activamente e que investe nas obrigações de 0 a 10 anos mas de empresas escolhidas a dedo, quase todas nórdicas. Como é activamente gerido, tem uma comissão mais alta, mas só um nadinha, pelo que acho que compensa.

Acções - Suécia (geridos activamente, mas neste mercado não há passivos)
AMF Fonder AktiefondSverige - este segue tão fielmente quanto possível a Stockholm OMX. Foi o mais barato em comissão dos que tinha pra escolher dentro do mesmo género e com bons resultados (o meu banco não me oferece todos à escolha).
AMF Fonder AktiefondSmåbolag SEK - este é semelhante ao outro, também activo, e é dos melhores no "small cap" (empresas médias/pequenas) nos que tinha disponíveis à escolha.

Acções - Globais - Índices (são baratos em comissões, leia-se não são geridos activamente)
Handelsbanken Europafond Index SEK - segue o MSCI Europe Select Global Norms & Ex Controversial Businesses Index (o próprio nome explica tudo) e tem comissão baixa com bons resultados
Handelsbanken GlobalSmåbolag Indx   SEK - segue o MSCI World Small Cap Select Global Norms & Criteria (o próprio nome explica tudo) e tem comissão baixa e bons resultados
Länsförsäkringar Tillväxtmarknad Ind SEK - segue o MSCI Emerging Markets (mercados sobretudo asiáticos). Por causa da guerra comercial tem estado muito abaixo do que costuma dar, mas é muito barato nas comissões e acredito que daqui a uns tempos se torne novamente popular
SPP Fonder AktiefondUSA SEK - segue tão fielmente quanto possível o MSCI USA Index (o nome explica tudo) e é barato em comissões
Swedbank Robur Access Global SEK - segue fielmente o MSCI World Net (são as grandes empresas mundiais, algumas delas até fazem sobreposição noutros índices, como é lógico) e tem comissões muito baixas

Acções - Nichos (Globais e/ou Suecos) (geridos activamente, com comissões mais ou menos altas)
DNB Teknologi SEK - empresas tecnológicas escolhidas a dedo a nível mais mundial
Swedbank Robur Ny Teknik Robur SEK - parecido, mas com foco no mercado sueco (muitas startups)
Handelsbanken Hälsovård Tema SEK - empresas ligadas à saúde (muitas farmacêuticas) a nível mundial
Länsförsäkringar Fastighetsfonden SEK - empresas nórdicas ligadas à construção e gestão de propriedades
Spiltan Fonder Aktiefond Investmentb SEK - empresas de investimento no mercado sueco (empresas essas que investem muitas vezes nas outras todas que estão nos outros fundos todos)


Só para acrescentar que esta é uma estratégia como qualquer outra, cada um deve fazer a sua. As minhas prioridades foram:
a) diversificar
b) comissões tão baixas quanto possível para os que seguem fielmente os índices
c) fundos activos com comissões altas só com muito bom histórico e depois de investigar o conteúdo e a pessoa que gere o fundo
Obrigado!

Pois, sendo suecos teria que ter conta num banco sueco, certo?

Em condições normais, sim. Em teoria é possível registares-te por exemplo no Avanza que deve ser dos melhorezinhos em oferta de fundos e baixas taxas de compra/venda de acções, mas na prática é quase impossível, porque depois as transferências têm de ser com bancos suecos e coiso e tantos.

Já tive a dar uma olhadela no Morningstar português e não gostei, sinceramente. Difícil de encontrar os dados dos fundos pretendidos por lá, mas pelo menos dá pra ver que os Vanguard continuam a ser uma boa solução (desde que um gajo encontre um que não exija tipo 5 milhões de dólares logo de entrada :lol:).
"Good judgment comes from experience, and experience comes from bad judgment." - Barry LePatner
É um problema com o qual não me deparo visto que não tenho poupanças :lol:

 ;D

A sério, 100€ por mês a irem distribuídos num bom portfólio de fundos e é das melhores poupanças que pode haver a longo prazo. Eu tenho 300 mensais, em breve irei duplicar para 600 (saio de licença de paternidade), recomendo que quem tenha possibilidades não deixe um único cêntimo em depósitos a prazo nos bancos, apenas o equivalente a 1-2 ordenados em conta corrente para a gestão normal da economia caseira.

E não queres partilhar esse teu portefólio?  :mrgreen:

No problem... é é sueco. ;D

Então cá vai:

Obrigações/Juros:
AMF Fonder RäntefondLång - obrigações da dívida sueca, sobretudo estado sueco em diferentes estados de maturação. Tem comissões quase nulas.
Spiltan Fonder Högräntefond - este é um bocadinho especial, é um fundo gerido activamente e que investe nas obrigações de 0 a 10 anos mas de empresas escolhidas a dedo, quase todas nórdicas. Como é activamente gerido, tem uma comissão mais alta, mas só um nadinha, pelo que acho que compensa.

Acções - Suécia (geridos activamente, mas neste mercado não há passivos)
AMF Fonder AktiefondSverige - este segue tão fielmente quanto possível a Stockholm OMX. Foi o mais barato em comissão dos que tinha pra escolher dentro do mesmo género e com bons resultados (o meu banco não me oferece todos à escolha).
AMF Fonder AktiefondSmåbolag SEK - este é semelhante ao outro, também activo, e é dos melhores no "small cap" (empresas médias/pequenas) nos que tinha disponíveis à escolha.

Acções - Globais - Índices (são baratos em comissões, leia-se não são geridos activamente)
Handelsbanken Europafond Index SEK - segue o MSCI Europe Select Global Norms & Ex Controversial Businesses Index (o próprio nome explica tudo) e tem comissão baixa com bons resultados
Handelsbanken GlobalSmåbolag Indx   SEK - segue o MSCI World Small Cap Select Global Norms & Criteria (o próprio nome explica tudo) e tem comissão baixa e bons resultados
Länsförsäkringar Tillväxtmarknad Ind SEK - segue o MSCI Emerging Markets (mercados sobretudo asiáticos). Por causa da guerra comercial tem estado muito abaixo do que costuma dar, mas é muito barato nas comissões e acredito que daqui a uns tempos se torne novamente popular
SPP Fonder AktiefondUSA SEK - segue tão fielmente quanto possível o MSCI USA Index (o nome explica tudo) e é barato em comissões
Swedbank Robur Access Global SEK - segue fielmente o MSCI World Net (são as grandes empresas mundiais, algumas delas até fazem sobreposição noutros índices, como é lógico) e tem comissões muito baixas

Acções - Nichos (Globais e/ou Suecos) (geridos activamente, com comissões mais ou menos altas)
DNB Teknologi SEK - empresas tecnológicas escolhidas a dedo a nível mais mundial
Swedbank Robur Ny Teknik Robur SEK - parecido, mas com foco no mercado sueco (muitas startups)
Handelsbanken Hälsovård Tema SEK - empresas ligadas à saúde (muitas farmacêuticas) a nível mundial
Länsförsäkringar Fastighetsfonden SEK - empresas nórdicas ligadas à construção e gestão de propriedades
Spiltan Fonder Aktiefond Investmentb SEK - empresas de investimento no mercado sueco (empresas essas que investem muitas vezes nas outras todas que estão nos outros fundos todos)


Só para acrescentar que esta é uma estratégia como qualquer outra, cada um deve fazer a sua. As minhas prioridades foram:
a) diversificar
b) comissões tão baixas quanto possível para os que seguem fielmente os índices
c) fundos activos com comissões altas só com muito bom histórico e depois de investigar o conteúdo e a pessoa que gere o fundo
Obrigado!

Pois, sendo suecos teria que ter conta num banco sueco, certo?

Procura no AB/BIG/Best os fundos "index" da Amundi, Pictet e BNI. Segue as acções mundiais e esquece as escandinavas de loiros cabelos e olhos azuis, não justifica a maçada. Se queres investir nisso procuras um fundo de acções escandinavas e negoceia-lo através dos bancos que te falei, entre esses 3 tens uma oferta gigante de opções e acabas a fazer aquilo que o Celsus diz, só que por uma via mais simples e fácil, investindo lá a partir de cá.

Mas na minha opinião faz sentido investir por blocos: acções mundiais, depois norte-americanas, europeias, japonesas, etc etc etc, diversificando as aplicações por todas as zonas do planeta.
- You're a real stone player, aren't you, Ma? You threatened to smother his children.
- What does that mean?
- You know, everyone thought Dad was the ruthless one. But I gotta hand it to you. If you'd been born after those feminists, you woulda been the real gangster.
- I don't know what you're talking about!
Boas dicas, pessoal... Muito boas dicas!  :mrgreen:
"Good judgment comes from experience, and experience comes from bad judgment." - Barry LePatner