[Discussão] Antiguidade de sócio e número de votos

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Será sequer possível passar para um sistema de um sócio = um voto (ou então como uma progressão muito gradual como sugeriram acima, com o máximo possível ser 6 ou 7 votos)? Uma alteração dessas teria sempre de ser aprovada em AG, e os dinossauros iriam cair em peso a impedir que essa mudança acontecesse.

De qualquer forma com esta direção é estar a alimentar cenários irrealistas, tendo eles sido eleitos graças a essa disparidade no número de votos jamais mexeriam uma palha neste sistema.

Clube completamente minado, e eu cada vez mais alheado do mesmo.
Aqueles que andam sempre a encher a boca com a "democracia" e o respeito pelos "princípios democráticos", esquece-se sempre desta aberração e desta deturpação da verdadeira democracia que é a majoração de votos.

O Sporting não é nenhuma democracia, é uma gerontocracia. Aceito que um sócio com mais anos de idade ou com mais anos de sócio me mereça, em abstrato, maior credibilidade e maior confiança na candidatura a um cargo no clube. Aceito que anos de fidelização se traduzam em maiores privilégios no acesso a bilhetes, por exemplo, ou na participação em iniciativas e atividades promovidas pelo clube. Agora que me digam que alguém, só pela casualidade de ter nascido muito antes de mim, possa ter o dobro ou o triplo do peso que eu tenho nas decisões sobre os destinos do clube, quando eu já sou maior de idade, sei pensar pela minha cabeça e sei o que quero para o clube, enquanto esse alguém, não raras vezes, não passa de um idoso em processo de desconexão com a realidade e que é manipulado por familiares e conhecidos para lhe serem extorquidos os 15 ou 20 votos a que tem direito, não passa de um esquema para reforçar relações de poder e compadrio que atravessam gerações e que em nada beneficiam o clube.

Uma cabeça = Um voto

Tudo o que diferir disto é antidemocrático.
O que acho é que os sócios deveriam mexer-se quanto a isto.

Levar isto à MAG. Mesmo que não aprovem, o ónus de rejeitarem debate não se livram.

Quer queiram quer não, está a haver uma guerra geracional em surdina. O vencedor, pela lei da natureza, será sempre a geração mais jovem, mas estaremos nós dispostos a esperar 20/30 anos? Em que estado estará o clube nessa altura quando votações de gente desinformada se sucederem umas às outras?
A questão é sempre pertinente, eu consigo concordar com os dois pontos de vista, se bem que mais de 10 votos por apenas um sócio já acho um exagero.

Também é interessante constatar que este assunto é cada vez mais actual porque a cada eleição têm-se batido todos os records de votação!

Outro problema seria a proposta de mudança de estatutos ser votada pelos sócios com direito a mais votos VS os com menos, seria muito complicado alguma vez ser aprovada essa mudança.
"há treino todos os dias"
Para mim 1 sócio = 1 voto.
Mais do que a premiação por mais anos de sócio é mais gritante a diferença por escalão. Quem tem melhor condição financeira tem escalão A e tem mais votos comparando com a B. Ninguém é mais sportinguista que outro, independentemente da sua capacidade monetária para pagar quotas. Devem-se recompensar e fazer a diferença através de descontos e ofertas de bilhetes, marketing, o que quer que seja, menos em algo que faça um sufrágio tudo menos democrático. Quanto aos anos de sócio compreendo, e pondo-me no lugar dos outros, gostaria que me fosse reconhecida a entrega ao clube, tantos anos a pagar quotas para ter tantos votos como alguém que é sócio à 2 ou 3 anos parece algo injusto visto da parte dos mais velhos, mas que só acontece porque não há outros mecanismos de diferenciação. A se acabar com a diferença seria para todos 1 voto, sem compensações por década,que atenuaria a diferença, mas a mudar os estatutos seria para anular a diferença completamente. Para mim, não há sportinguistas mais do que os outros, e sendo um clube democrático devíamos agir como tal. SL

Enviado do meu VFD 710 através do Tapatalk


Totalmente contra alterações dos escalões actuais.

1- Nunca 1 sócio = 1 voto

2- Nunca 1 sócio B = 1 sócio A

3- A quota do SCP são 12€ !!!
(Não metade)

4- a maioria dos Sócios e maior peso em qq votação está nos Socios com 15(5 votos) a 20 anos sócio ( 23% total de votos)

5 - o peso em votos até aos 15 anos (1a5votos) de associado ultrapassa os 50%

6 - conversas de 1 vs 21 é só estupido qd apenas existe 1 associado com 21 votos

7- mesmo dos 15 aos 21 votos estamos a falar de apenas 2% do Total de votos o que demonstra a treta dos “velhos” seres não pensantes que impõem a sua vontade.

7 - premiar 10 em 10 com 1 voto seria retirar peso sim aos sócios com menos anos e não o contrário.

8- 5 Socios apenas com apenas 1 ano (5 anos quotas) são iguais a 1 com 45 anos lealdade.

9 - impensável abrir a possibilidade que 10.000 Novos Socios com 1 ano e de quota B (750.000€ de um estado Lampião ou qq outro) decidissem o futuro do SCP vs 10.000 Socios que sempre e durante largos anos (bons e maus momentos) foral fiéis e Leais ao Sporting.

10- 5 Socios apenas com apenas 1 ano (5 anos quotas) são iguais a 1 com 45 anos lealdade.

11- os sistema actual premeia mais os Socios com menos anos de associado e foi o sistema q permitiu q BdC fosse eleito.

12-os resultados desta eleição demonstra que a média foi de 4,5 votos (não 12/14 ou 19/20 votos)

13- a diferença do valor médio entre os candidatos foi de 1 voto por sócio não 5 ou 10.

sejam é Socios A e paguem as quotas independentemente de qq Treinador , Presidente , resultados ...











Obrigado Tarântula, excelente análise.

É preciso desmistificar a ideia que os desbalanceamento é exagerado.
Esta discussão já foi tentada “n” vezes anteriormente, mas mais um tópico também não faz mal.

A minha opinião é, e sempre foi:

1 Sócio = 1 Voto (em toda e qualquer circunstância, mantendo-se a premissa de só se poder votar com 1 ano completo e ininterrupto de quotas pagas)

Se existir necessidade de premiar a antiguidade, que percebo, então que arranjem outro sistema de benefícios que não o dos votos.

Eu estou de acordo com 1 sócio = 1 voto porque qualquer outro sistema que não seja esse não se pode chamar democracia.

No entanto penso que o período de pagamento ininterrupto de quotas para se ter direito a voto deveria ser um pouco mais longo do que um ano. Penso que 3 anos de quotas pagas ininterruptamente daria uma maior garantia de fidelidade.

O atual sistema transformou o Sporting numa aristocracia e é um dos principais entraves à modernização do clube.
Obrigado Tarântula, excelente análise.

É preciso desmistificar a ideia que os desbalanceamento é exagerado.
Portanto tivemos eleições em q 1 tipo ganha em número de sócios, com uma diferença de 7% e perde nos votos por 7%.

E o desfasamento não é exagerado?

Está certo.
1 voto por cada 5 anos de filiação, no máximo, contagem a partir dos 18anos
Obrigado Tarântula, excelente análise.

É preciso desmistificar a ideia que os desbalanceamento é exagerado.
Portanto tivemos eleições em q 1 tipo ganha em número de sócios, com uma diferença de 7% e perde nos votos por 7%.

E o desfasamento não é exagerado?

Está certo.

Sabes bem q não é !

Qual foi a média voto Benedito e Varandas mesmo ?

Foi 10 ou 21 votos ?

Ou pouco mais de 1.000 Abstencionistas a votar em Benedito mudavam o resultado ? Pois
Obrigado Tarântula, excelente análise.

É preciso desmistificar a ideia que os desbalanceamento é exagerado.
Portanto tivemos eleições em q 1 tipo ganha em número de sócios, com uma diferença de 7% e perde nos votos por 7%.

E o desfasamento não é exagerado?

Está certo.

Só para completar ... sff usa os n corretos ou pelo menos aproximadamente . Estou habituado q o faças .

4,5 não são 7
5,48 tb não são 7

Erros de 50% por excesso são exagerados .
Obrigado Tarântula, excelente análise.

É preciso desmistificar a ideia que os desbalanceamento é exagerado.
Portanto tivemos eleições em q 1 tipo ganha em número de sócios, com uma diferença de 7% e perde nos votos por 7%.

E o desfasamento não é exagerado?

Está certo.

Sabes bem q não é !

Qual foi a média voto Benedito e Varandas mesmo ?

Foi 10 ou 21 votos ?

Ou pouco mais de 1.000 Abstencionistas a votar em Benedito mudavam o resultado ? Pois

Sei bem?

O que sei é a opinião que tenho e que tinha. E isto independemente do vencedor e vencido. O que referi acima, nunca pode acontecer. Um tipo que tem 7% de vantagem na votação dos sócios, perder eleições?
Eu concordo com o actual sistema e se houver AG para se alterar irei votar contra
"Eu posso não ter escrito SPORTINGUISTA na testa mas tenho no coração"

Lloris; Pavard, Varane, Umtiti, Hernández; Kanté, Pogba, Matuidi; Mbappé, Griezmann, Giroud; Tolisso, N'Zonzi, Fekir - Merci (15/07/2018, Moscou)
1 sócio = 1 voto seria extremar então, do ponto de vista dos que concordam com o sistema actual, certo?
Mas muitos parecem querer uma redução nesta diferença enorme de votos.
Se querem realmente "unir" o clube, porque não encontrarmos o meio termo, e levar a coisa a AG?
Mesmo que chumbe, volta-se a debater um tema antigo, que tem ainda mais relevância em 2018.
Seria uma iniciativa para fugirmos aos dois extremos.  :idea:
Cada vez mais há pessoas fogem para o extremo, o seu "cantinho seguro", e nos extremos não há debates.
O dia em que os sócios com 1 voto deixam de ir votar, já esteve mais longe.
E não duvido que dos 56% que não quiseram votar, alguns talvez tenham ficado em casa por isso mesmo.

"Vou lá votar pra quê? Só tenho 1 voto mesmo... e o velho á minha frente tem 12, 15 ou 20".

Se não está a acontecer, vai acontecer.
O que acho é que os sócios deveriam mexer-se quanto a isto.

Levar isto à MAG. Mesmo que não aprovem, o ónus de rejeitarem debate não se livram.

Quer queiram quer não, está a haver uma guerra geracional em surdina. O vencedor, pela lei da natureza, será sempre a geração mais jovem, mas estaremos nós dispostos a esperar 20/30 anos? Em que estado estará o clube nessa altura quando votações de gente desinformada se sucederem umas às outras?

A verdade é que em 7 anos nunca houve vontade nenhuma em levar isto para debate.
"Para mim , o Sporting é como uma mulher que se ama logo à primeira vista. Um homem pode conhecer várias mulheres , mas há sempre ‘aquela’, a especial. Independentemente de ficarmos com ela ou não, lembramo-nos dela para sempre!" - Ivone De Franceschi

Totalmente contra alterações dos escalões actuais.

1- Nunca 1 sócio = 1 voto

2- Nunca 1 sócio B = 1 sócio A

3- A quota do SCP são 12€ !!!


Ainda bem que fizeste questão de o frisar.

É que esta questão da majoração de votos, enquanto expressão do grau de fidelização, não pode ser analisada sem ter em conta o que isso representa em termos de valor acumulado de quotas pagas. Porque a lógica atual traduz-se nisto: quem tem mais anos de sócio já contribuiu mais para o clube financeiramente, e isso dá-lhe o direito a maior poder na tomada de decisões. Mas se formos a ver bem, o contributo em quotização não dá garantias sobre a lealdade ao clube. Senão vejamos: quem é que é mais leal e mais se sacrifica pelo clube: o sportinguista com o salário mínimo que paga os €12 mensais, ou um indivíduo como o Ricciardi, que desconta da sua pensão de banqueiro os mesmos €12 mensais?

E podemos ir mais longe. As receitas de merchandising saem dos bolsos de quem? Na última final do Jamor eu vi uma multidão de sportinguistas vestidos com camisolas e cachecóis oficiais, enquanto o Ricciardi e o Rogério Alves - até anda aí pelo fórum uma foto em grande plano - se apresentaram rigorosamente equipados com camisolas...da Lacoste.  :)

Mas o que tu e outros reivindicam é que a quota seja igual para todos, como se isso representasse o mesmo esforço para todos e como se isso dissesse alguma coisa sobre a lealdade para com o clube. Se o que se pretende que o clube cresça, é preciso criar condições para que todos aqueles que têm devoção pelo clube tenham oportunidade para dar o seu contributo. O que era preciso era ser inclusivo e não excluir nem marginalizar em função do contributo financeiro que cada um pode dar. Ao elevar a fasquia como defendes, a única coisa que se conseguiria é que aqueles que poderiam contribuir com alguma coisa...acabassem por não contribuir com nada.

Mas é compreensível esse raciocínio, na lógica do clube seleto, exclusivo e nas mãos das elites. Por isso é que o Sporting é um clube diferente dos outros. E por isso é que no desporto-rei, naquele que realmente mexe com as massas...já não ganha nada.
O que acho é que os sócios deveriam mexer-se quanto a isto.

Levar isto à MAG. Mesmo que não aprovem, o ónus de rejeitarem debate não se livram.

Quer queiram quer não, está a haver uma guerra geracional em surdina. O vencedor, pela lei da natureza, será sempre a geração mais jovem, mas estaremos nós dispostos a esperar 20/30 anos? Em que estado estará o clube nessa altura quando votações de gente desinformada se sucederem umas às outras?

A verdade é que em 7 anos nunca houve vontade nenhuma em levar isto para debate.

A Verdade é que a alteração foi feita em 2011

A verdade é que nessa altura foi retirado bem mais de 30% do peso dos sócios mais antigos

E aumentado o peso dos sócios até aos 5 anos.

O resto apenas lenga lenga dos adeptos atrás do teclado que ou não são Socios sequer (como se assiste aqui no fórum) ou preferem por escolha própria não ser Socios A.

Mas depois umas minis , Gins ou redBulls ou Tabaco, isso é todos os dias .

Tens aqui a alteração.
https://www.supersporting.net/antiguidade-perde-o-posto/
Para não falar que há sócios de longe que para puderem usufruir das grandes vantagens de ser sócio, têm que gastar mais que os outros...deslocações e tal.
1 voto por cada década de sócio para escalão A.
1 voto por cada duas décadas de sócio para escalão B.

Escalão A, como actualmente, começaria logo com 2 votos e aos 90 anos de sócio ficaria com 10 votos.
Escalão B, como actualmente, começaria com 1 voto e aos 90 anos de sócio chegaria ao limite com 5 votos.

Penso que assim já conferiria alguma justiça, embora o ideal mesmo seria um sócio, um voto.

 :arrow:

É isto. Subscrevia esta ideia na hora, embora as trocas de A para B, poderia gerar mais confusão nos cálculos de quantos anos esteve e onde. Imagina alguém que muda a categoria de forma quase aleatória, durante 30 ou mais anos.
Nos votos retirava a diferença A/B. Estas diferenças já existem para comprarmos boxes etc.
Tentaria promover melhorias nos descontos para os A, ou algo similar, para compensar um pouco mais a diferença.

O ideal de 1 voto por sócio, é dar um salto enorme e teria demasiados anti-corpos, até porque isto a ser votado, os mesmos que têm muitos não iriam querer, e como faríamos numa AG quando esses mesmos votos não iriam votar contra eles próprios.
Teríamos de ter muita gente com muito votos a querer igualdade.
Eu estou disposto a reduzir os meus votos para metade na boa, para nos aproximarmos de uma democracia.
Duvido que algumas múmias queiram isso. É o único poder que têm no clube.
Mas o voto não é para ser electrónico? Podemos ir mais longe se não for para ser 1 voto = 1 sócio

Tipo A:
  • Ao fim de 1 ano: 20 votos
  • Por cada ano: 2 votos
Tipo B:
  • Ao fim de 1 ano: 10 votos
  • Por cada ano: 1 votos
É basicamente multiplicar por 10 os votos, mas por cada ano de associado teria mais votos em vez de ser só ao fim de 10 ou 20... Até porque uma pessoa com 20 anos de associado ter 1 voto e uma com 21 ter 2 votos que é o dobro não faz muito sentido...
Citação de: Vitor Ferreira
Só pessoas estúpidas, intelectualmente desonestas e cegas é que estão neste momento com Bruno de Carvalho, qualquer pessoa meramente inteligente (...)
Citação de: Jaime Marta Soares
Vai poder candidatar-se! Não tem nenhuma outra situação que não seja, se tiver as cotas em dia e se for essa a sua vontade, candidatar-se.