Frederico Varandas - Presidente do Sporting Clube de Portugal

inertia e 7 Visitantes estão a ver este tópico.

@Peter Griffin se o Renan é entulho vai-se acionar a opção porquê?

Então e o avançado da segunda liga, o puto chinês e o chaby são quê? Reforços cirúrgicos?

É muito fácil desculpar a incompetência com o passado.

Até ver a única coisa boa a nível de futebol  profissional foi o despedimento do peseiro.
Sporting até morrer! Obrigada por me teres dado uma das maiores alegrias da minha vida, Campeão 1999/2000.
o banana é um incompetente.

Alguém me explica que posicao é que este medio de ataque vai fazer, que esta deficitaria no plantel?

#NasciLeaoNaoNasciLampiao
És desonesto, @Dakine. Assim não dá. Parva sou eu em tentar argumentar.

Época A = Existem 100 GB disponíveis. Sporting vende 90 na 1a volta. 5 na 2a (e vamos partir do princípio que houve GB 2a volta, o que até nem é verdade)

Época B = Existem 100 GB disponíveis. Sporting vende 50 na 1a volta e 15 na 2a.

Matemática: 15 > 5.
Portanto, recorde da Época B.  :victory:

Isto é enganar as pessoas e foi isso que foi feito.

Já me esquecia que os brunecos normalmente tomam os Sportinguistas por burros.

O recorde é em relação às vendas de GB 2ª volta. Como o merchandising foi recorde em época natalícia.

Uma pessoa inteligente, como a maioria dos Sportinguistas é, percebe que isto são indicadores positivos mas bastante específicos. A única coisa que vos chateia é que contraria a vossa narrativa de "desunião".
Estas só a ser aldrabão e a tentar enganar as Varandetes.

É normal que se nas outras épocas o Sporting vendeu mais na primeira volta, logo iria sempre vender menos na segunda volta.

Era um sinal de saúde a nível de assistências que agora não existe.

Prova disso, é o marketing agressivo na venda das gamebox para a segunda volta tal como tu admitiste que existiu.

#SomosTodosBurros


Bem, isso é o que estou a explicar à lacrymea.

O interessante é comparar com épocas de envolvimento semelhante.

O único dado palpável que os brunecos têm para cavalgar a narrativa da "desunião" são as assistências no Estádio. Então vamos lá comparar as assistências no tempo do Bruninho. E o que vemos é que nas épocas com Leonardo Jardim e Marco Silva as assistências foram semelhantes. Sendo semelhante já antes da 2ª volta, sem qualquer jogo Grande, é natural que as GB vendidas sejam igualmente parecidas. Ora, se agora há um recorde de 2ª volta é porque foram superiores a essas épocas e o envolvimento esta época é superior.

Indo pela narrativa da desunião o que se pode concluir é que o clube está hoje mais unido que nas épocas com Leonardo Jardim e Marco Silva.

Ou então podemos ir pela racionalidade e perceber as flutuações naturais nas assistências em todos os clubes ao longo das épocas pela vertente desportiva. O que os Sportinguistas estão fartos é de desilusões, de acreditar e ficar sempre a chorar. Isso é que pesa nas assistências, não é x ou y na Direcção.
Estas enganado. Contextos diferentes.
Diz lá também pf, quantos sócios tinha o SCP quando pegou no clube no primeiro ano e quantos sócios tinha a fivela no primeiro ano? Ou também não é relevante?

Não podes utilizar o contexto num e não no outro, preferindo aplicar a lógica da união/desunião. O contexto desportivo que esta época teve é inédito no futebol europeu.

A flutuação das assistências é normal em qualquer clube, veja-se o Porto, passou de médias de 36 mil para 28 mil para cima de 40 mil agora.

Sócios para a questão não é relevante, não é isso que afecta a flutuação das GB.
Claro que o número de sócios (o dobro) afecta. Isso é mais do que óbvio.

Qualquer pessoa sem um interesse por trás, admitiria que o número de sócios aumentou, a militância também e em cinco anos a venda de GB iria naturalmente aumentar. 

Porque será que a venda de GB no início do campeonato desceu? Porque é que as bancadas estão visivelmente mais vazias? É fruto da união?

Não é por eu ser sócio que vou querer comprar GB. E quem quiser comprar GB pode-se fazer sócio na hora sem pagar mais por isso. Por isso nesta questão não afecta.

Aumentou, se passaste a ter uma quota a metade do custo, é natural, mas se o futebol não entusiasmasse não ia ninguém, com o Godinho também chegou a entusiasmar com o Domingos e os reforços e as assistências aumentaram. Continuariam a aumentar se continuasse a entusiasmar.

Porque é o que acontece quando estás anos a apanhar no rabo depois de acreditar que podes ganhar, quando perdes a final com o Aves, etc. Há desmotivação. Agora é preciso fazer as pessoas acreditar outra vez. Não tem nada a ver com união ou desunião, já disse se querem ir por aí têm que admitir igual com o anterior nas primeiras épocas, mas aí já vão dizer que era pelo contexto. lol

O que vale é que te ris sozinho das coisas que dizes…

E como é que estão a fazer as pessoas acreditar outra vez? Qual é sinal (real, não virtual) que as coisas estão a mudar no imediato?

E isto sem projetar a coisa para os próximos anos, porque obviamente isso não move ninguém hoje.

As pessoas já estão a acreditar mais, a venda das GB 2ª volta mostra isso, se não acreditassem seria um fracasso e não haveria qualquer recorde certamente.

Mas isto não é ciência nuclear, a fórmula é a mesma aqui que nos outros clubes todos. O Porto nos últimos anos passou de médias de 36mil para 28mil para agora acima dos 40mil.

No imediato parece-me óbvio, estão a criar uma estrutura profissional, foram buscar um treinador com base na ideia de futebol ofensivo, e agora vão despachar entulho e trazer mais valias. Agora como todos precisam de ganhar, uma boa maneira seria conquistar as Taças, já faziam tanto como o outro em 5 anos. Seria uma boa base para aumentar a confiança para a próxima época.
Esta recompra do Chaby não devia ser explicada??
Leão do Norte
És desonesto, @Dakine. Assim não dá. Parva sou eu em tentar argumentar.

Época A = Existem 100 GB disponíveis. Sporting vende 90 na 1a volta. 5 na 2a (e vamos partir do princípio que houve GB 2a volta, o que até nem é verdade)

Época B = Existem 100 GB disponíveis. Sporting vende 50 na 1a volta e 15 na 2a.

Matemática: 15 > 5.
Portanto, recorde da Época B.  :victory:

Isto é enganar as pessoas e foi isso que foi feito.

Já me esquecia que os brunecos normalmente tomam os Sportinguistas por burros.

O recorde é em relação às vendas de GB 2ª volta. Como o merchandising foi recorde em época natalícia.

Uma pessoa inteligente, como a maioria dos Sportinguistas é, percebe que isto são indicadores positivos mas bastante específicos. A única coisa que vos chateia é que contraria a vossa narrativa de "desunião".
Estas só a ser aldrabão e a tentar enganar as Varandetes.

É normal que se nas outras épocas o Sporting vendeu mais na primeira volta, logo iria sempre vender menos na segunda volta.

Era um sinal de saúde a nível de assistências que agora não existe.

Prova disso, é o marketing agressivo na venda das gamebox para a segunda volta tal como tu admitiste que existiu.

#SomosTodosBurros


Bem, isso é o que estou a explicar à lacrymea.

O interessante é comparar com épocas de envolvimento semelhante.

O único dado palpável que os brunecos têm para cavalgar a narrativa da "desunião" são as assistências no Estádio. Então vamos lá comparar as assistências no tempo do Bruninho. E o que vemos é que nas épocas com Leonardo Jardim e Marco Silva as assistências foram semelhantes. Sendo semelhante já antes da 2ª volta, sem qualquer jogo Grande, é natural que as GB vendidas sejam igualmente parecidas. Ora, se agora há um recorde de 2ª volta é porque foram superiores a essas épocas e o envolvimento esta época é superior.

Indo pela narrativa da desunião o que se pode concluir é que o clube está hoje mais unido que nas épocas com Leonardo Jardim e Marco Silva.

Ou então podemos ir pela racionalidade e perceber as flutuações naturais nas assistências em todos os clubes ao longo das épocas pela vertente desportiva. O que os Sportinguistas estão fartos é de desilusões, de acreditar e ficar sempre a chorar. Isso é que pesa nas assistências, não é x ou y na Direcção.
Estas enganado. Contextos diferentes.
Diz lá também pf, quantos sócios tinha o SCP quando pegou no clube no primeiro ano e quantos sócios tinha a fivela no primeiro ano? Ou também não é relevante?

Não podes utilizar o contexto num e não no outro, preferindo aplicar a lógica da união/desunião. O contexto desportivo que esta época teve é inédito no futebol europeu.

A flutuação das assistências é normal em qualquer clube, veja-se o Porto, passou de médias de 36 mil para 28 mil para cima de 40 mil agora.

Sócios para a questão não é relevante, não é isso que afecta a flutuação das GB.
Claro que o número de sócios (o dobro) afecta. Isso é mais do que óbvio.

Qualquer pessoa sem um interesse por trás, admitiria que o número de sócios aumentou, a militância também e em cinco anos a venda de GB iria naturalmente aumentar. 

Porque será que a venda de GB no início do campeonato desceu? Porque é que as bancadas estão visivelmente mais vazias? É fruto da união?

Não é por eu ser sócio que vou querer comprar GB. E quem quiser comprar GB pode-se fazer sócio na hora sem pagar mais por isso. Por isso nesta questão não afecta.

Aumentou, se passaste a ter uma quota a metade do custo, é natural, mas se o futebol não entusiasmasse não ia ninguém, com o Godinho também chegou a entusiasmar com o Domingos e os reforços e as assistências aumentaram. Continuariam a aumentar se continuasse a entusiasmar.

Porque é o que acontece quando estás anos a apanhar no rabo depois de acreditar que podes ganhar, quando perdes a final com o Aves, etc. Há desmotivação. Agora é preciso fazer as pessoas acreditar outra vez. Não tem nada a ver com união ou desunião, já disse se querem ir por aí têm que admitir igual com o anterior nas primeiras épocas, mas aí já vão dizer que era pelo contexto. lol

O que vale é que te ris sozinho das coisas que dizes…

E como é que estão a fazer as pessoas acreditar outra vez? Qual é sinal (real, não virtual) que as coisas estão a mudar no imediato?

E isto sem projetar a coisa para os próximos anos, porque obviamente isso não move ninguém hoje.

As pessoas já estão a acreditar mais, a venda das GB 2ª volta mostra isso, se não acreditassem seria um fracasso e não haveria qualquer recorde certamente.

Mas isto não é ciência nuclear, a fórmula é a mesma aqui que nos outros clubes todos. O Porto nos últimos anos passou de médias de 36mil para 28mil para agora acima dos 40mil.

No imediato parece-me óbvio, estão a criar uma estrutura profissional, foram buscar um treinador com base na ideia de futebol ofensivo, e agora vão despachar entulho e trazer mais valias. Agora como todos precisam de ganhar, uma boa maneira seria conquistar as Taças, já faziam tanto como o outro em 5 anos. Seria uma boa base para aumentar a confiança para a próxima época.
Faziam tanto como o outro? LOL
Mais valias?
Compra do Renan e dispensa do Viviano?
Empréstimo do Wang?
Por ti contra tudo e todos!
Parece que começam a surgir os wannabes de Varangas. Parece que está a virar moda isto de anunciar candidaturas antes sequer de haver atos eleitorais.
Luís Montenegro segue o mesmo modus operandi.
Agora vamos ver o que se vai dar para que o Rio seja destituído.
Sugiro ao Montenegro que arranje 50 jotinhas que vá ao largo do rato e assente umas abstenções violentas... Deve bastar para a indignação geral da laranjada.
É com cada gajo mais traiçoeiro...
Rio, abre o olho. Olha que o Seguro morreu de... Costa!
És desonesto, @Dakine. Assim não dá. Parva sou eu em tentar argumentar.

Época A = Existem 100 GB disponíveis. Sporting vende 90 na 1a volta. 5 na 2a (e vamos partir do princípio que houve GB 2a volta, o que até nem é verdade)

Época B = Existem 100 GB disponíveis. Sporting vende 50 na 1a volta e 15 na 2a.

Matemática: 15 > 5.
Portanto, recorde da Época B.  :victory:

Isto é enganar as pessoas e foi isso que foi feito.

Já me esquecia que os brunecos normalmente tomam os Sportinguistas por burros.

O recorde é em relação às vendas de GB 2ª volta. Como o merchandising foi recorde em época natalícia.

Uma pessoa inteligente, como a maioria dos Sportinguistas é, percebe que isto são indicadores positivos mas bastante específicos. A única coisa que vos chateia é que contraria a vossa narrativa de "desunião".
Estas só a ser aldrabão e a tentar enganar as Varandetes.

É normal que se nas outras épocas o Sporting vendeu mais na primeira volta, logo iria sempre vender menos na segunda volta.

Era um sinal de saúde a nível de assistências que agora não existe.

Prova disso, é o marketing agressivo na venda das gamebox para a segunda volta tal como tu admitiste que existiu.

#SomosTodosBurros


Bem, isso é o que estou a explicar à lacrymea.

O interessante é comparar com épocas de envolvimento semelhante.

O único dado palpável que os brunecos têm para cavalgar a narrativa da "desunião" são as assistências no Estádio. Então vamos lá comparar as assistências no tempo do Bruninho. E o que vemos é que nas épocas com Leonardo Jardim e Marco Silva as assistências foram semelhantes. Sendo semelhante já antes da 2ª volta, sem qualquer jogo Grande, é natural que as GB vendidas sejam igualmente parecidas. Ora, se agora há um recorde de 2ª volta é porque foram superiores a essas épocas e o envolvimento esta época é superior.

Indo pela narrativa da desunião o que se pode concluir é que o clube está hoje mais unido que nas épocas com Leonardo Jardim e Marco Silva.

Ou então podemos ir pela racionalidade e perceber as flutuações naturais nas assistências em todos os clubes ao longo das épocas pela vertente desportiva. O que os Sportinguistas estão fartos é de desilusões, de acreditar e ficar sempre a chorar. Isso é que pesa nas assistências, não é x ou y na Direcção.
Estas enganado. Contextos diferentes.
Diz lá também pf, quantos sócios tinha o SCP quando pegou no clube no primeiro ano e quantos sócios tinha a fivela no primeiro ano? Ou também não é relevante?

Não podes utilizar o contexto num e não no outro, preferindo aplicar a lógica da união/desunião. O contexto desportivo que esta época teve é inédito no futebol europeu.

A flutuação das assistências é normal em qualquer clube, veja-se o Porto, passou de médias de 36 mil para 28 mil para cima de 40 mil agora.

Sócios para a questão não é relevante, não é isso que afecta a flutuação das GB.
Claro que o número de sócios (o dobro) afecta. Isso é mais do que óbvio.

Qualquer pessoa sem um interesse por trás, admitiria que o número de sócios aumentou, a militância também e em cinco anos a venda de GB iria naturalmente aumentar. 

Porque será que a venda de GB no início do campeonato desceu? Porque é que as bancadas estão visivelmente mais vazias? É fruto da união?

Não é por eu ser sócio que vou querer comprar GB. E quem quiser comprar GB pode-se fazer sócio na hora sem pagar mais por isso. Por isso nesta questão não afecta.

Aumentou, se passaste a ter uma quota a metade do custo, é natural, mas se o futebol não entusiasmasse não ia ninguém, com o Godinho também chegou a entusiasmar com o Domingos e os reforços e as assistências aumentaram. Continuariam a aumentar se continuasse a entusiasmar.

Porque é o que acontece quando estás anos a apanhar no rabo depois de acreditar que podes ganhar, quando perdes a final com o Aves, etc. Há desmotivação. Agora é preciso fazer as pessoas acreditar outra vez. Não tem nada a ver com união ou desunião, já disse se querem ir por aí têm que admitir igual com o anterior nas primeiras épocas, mas aí já vão dizer que era pelo contexto. lol

O que vale é que te ris sozinho das coisas que dizes…

E como é que estão a fazer as pessoas acreditar outra vez? Qual é sinal (real, não virtual) que as coisas estão a mudar no imediato?

E isto sem projetar a coisa para os próximos anos, porque obviamente isso não move ninguém hoje.

Lorem ipsum dolor sit amet, vero indoctum ad pro. In mei possit nostrum. Cu his wisi platonem, at quidam dolorem scribentur vix. Ea has ipsum voluptatum, meis ridens has te.

Eu eos omnis qualisque, eum malis regione signiferumque id. Ex eos mediocrem intellegebat, pro ignota quaerendum delicatissimi ex. Cu rebum doming facete vim. Vix ubique commodo menandri ei, adipisci convenire mei et. Ea diam solum adipisci mea, eos id volumus nostrum, ex mel maluisset iracundia euripidis.

Meliore postulant te qui, at alii omittam conceptam usu. Eos doming constituam

Fixed!  :great: :great: :great: :great:
#NasciLeaoNaoNasciLampiao
Esta recompra do Chaby não devia ser explicada??

foi recomprado e já foi emprestado ao estoril.
devia ter sido uma promessa...
És desonesto, @Dakine. Assim não dá. Parva sou eu em tentar argumentar.

Época A = Existem 100 GB disponíveis. Sporting vende 90 na 1a volta. 5 na 2a (e vamos partir do princípio que houve GB 2a volta, o que até nem é verdade)

Época B = Existem 100 GB disponíveis. Sporting vende 50 na 1a volta e 15 na 2a.

Matemática: 15 > 5.
Portanto, recorde da Época B.  :victory:

Isto é enganar as pessoas e foi isso que foi feito.

Já me esquecia que os brunecos normalmente tomam os Sportinguistas por burros.

O recorde é em relação às vendas de GB 2ª volta. Como o merchandising foi recorde em época natalícia.

Uma pessoa inteligente, como a maioria dos Sportinguistas é, percebe que isto são indicadores positivos mas bastante específicos. A única coisa que vos chateia é que contraria a vossa narrativa de "desunião".
Estas só a ser aldrabão e a tentar enganar as Varandetes.

É normal que se nas outras épocas o Sporting vendeu mais na primeira volta, logo iria sempre vender menos na segunda volta.

Era um sinal de saúde a nível de assistências que agora não existe.

Prova disso, é o marketing agressivo na venda das gamebox para a segunda volta tal como tu admitiste que existiu.

#SomosTodosBurros


Bem, isso é o que estou a explicar à lacrymea.

O interessante é comparar com épocas de envolvimento semelhante.

O único dado palpável que os brunecos têm para cavalgar a narrativa da "desunião" são as assistências no Estádio. Então vamos lá comparar as assistências no tempo do Bruninho. E o que vemos é que nas épocas com Leonardo Jardim e Marco Silva as assistências foram semelhantes. Sendo semelhante já antes da 2ª volta, sem qualquer jogo Grande, é natural que as GB vendidas sejam igualmente parecidas. Ora, se agora há um recorde de 2ª volta é porque foram superiores a essas épocas e o envolvimento esta época é superior.

Indo pela narrativa da desunião o que se pode concluir é que o clube está hoje mais unido que nas épocas com Leonardo Jardim e Marco Silva.

Ou então podemos ir pela racionalidade e perceber as flutuações naturais nas assistências em todos os clubes ao longo das épocas pela vertente desportiva. O que os Sportinguistas estão fartos é de desilusões, de acreditar e ficar sempre a chorar. Isso é que pesa nas assistências, não é x ou y na Direcção.
Estas enganado. Contextos diferentes.
Diz lá também pf, quantos sócios tinha o SCP quando pegou no clube no primeiro ano e quantos sócios tinha a fivela no primeiro ano? Ou também não é relevante?

Não podes utilizar o contexto num e não no outro, preferindo aplicar a lógica da união/desunião. O contexto desportivo que esta época teve é inédito no futebol europeu.

A flutuação das assistências é normal em qualquer clube, veja-se o Porto, passou de médias de 36 mil para 28 mil para cima de 40 mil agora.

Sócios para a questão não é relevante, não é isso que afecta a flutuação das GB.
Claro que o número de sócios (o dobro) afecta. Isso é mais do que óbvio.

Qualquer pessoa sem um interesse por trás, admitiria que o número de sócios aumentou, a militância também e em cinco anos a venda de GB iria naturalmente aumentar. 

Porque será que a venda de GB no início do campeonato desceu? Porque é que as bancadas estão visivelmente mais vazias? É fruto da união?

Não é por eu ser sócio que vou querer comprar GB. E quem quiser comprar GB pode-se fazer sócio na hora sem pagar mais por isso. Por isso nesta questão não afecta.

Aumentou, se passaste a ter uma quota a metade do custo, é natural, mas se o futebol não entusiasmasse não ia ninguém, com o Godinho também chegou a entusiasmar com o Domingos e os reforços e as assistências aumentaram. Continuariam a aumentar se continuasse a entusiasmar.

Porque é o que acontece quando estás anos a apanhar no rabo depois de acreditar que podes ganhar, quando perdes a final com o Aves, etc. Há desmotivação. Agora é preciso fazer as pessoas acreditar outra vez. Não tem nada a ver com união ou desunião, já disse se querem ir por aí têm que admitir igual com o anterior nas primeiras épocas, mas aí já vão dizer que era pelo contexto. lol

O que vale é que te ris sozinho das coisas que dizes…

E como é que estão a fazer as pessoas acreditar outra vez? Qual é sinal (real, não virtual) que as coisas estão a mudar no imediato?

E isto sem projetar a coisa para os próximos anos, porque obviamente isso não move ninguém hoje.

As pessoas já estão a acreditar mais, a venda das GB 2ª volta mostra isso, se não acreditassem seria um fracasso e não haveria qualquer recorde certamente.

Mas isto não é ciência nuclear, a fórmula é a mesma aqui que nos outros clubes todos. O Porto nos últimos anos passou de médias de 36mil para 28mil para agora acima dos 40mil.

No imediato parece-me óbvio, estão a criar uma estrutura profissional, foram buscar um treinador com base na ideia de futebol ofensivo, e agora vão despachar entulho e trazer mais valias. Agora como todos precisam de ganhar, uma boa maneira seria conquistar as Taças, já faziam tanto como o outro em 5 anos. Seria uma boa base para aumentar a confiança para a próxima época.


Essa teoria era toda certinha, não fosse o BdC agarrar um clube em 13º lugar com dividas a toda a gente, reduzir o orçamento a 1/3 e lutou com as armas que tinha até sermos afastados por os amigos do costume.
Mas agora que o bananas agarra um clube que tem a receber 500M nos próximos anos, tá muita difícil gerir o Sporting, à que meter os dakines a arranjar desculpas.
És um mentiroso compulsivo a ser pago para mentir, está na tua praia, mas não enganas ninguém oh zé.
"De todos os presidentes que tivemos neste percurso, o mais explícito foi Bruno de Carvalho, que já na campanha eleitoral teceu rasgados elogios à nossa caminhada, talvez por conhecer a nossa forma de estar e o nosso trajeto. O atual presidente esteve connosco três anos, de 2006 a 2009, e apoiou-nos como sportinguista e empresário, numa equipa onde jogavam José Diogo, Pedro Delgado e André Pimenta, que ainda estão connosco, e outros que já saíram, como Gonçalo Alves, Miguel Rocha ou Diogo Neves. Este presidente prometeu e cumpriu!"

Engenheiro Gilberto Borges 13/05/2019
Esta recompra do Chaby não devia ser explicada??

foi recomprado e já foi emprestado ao estoril.
devia ter sido uma promessa...

O Chaby foi recomprado a uma sad (ia dizer clube mas emendei a tempo) da 1a liga e é emprestado a um clube da 2a?!
Tinha o Chaby como um gajo mais inteligente que isto. Estragou a carreira, mas tb houve quem ajudasse.
Prometia muito! Pena...  :(
És desonesto, @Dakine. Assim não dá. Parva sou eu em tentar argumentar.

Época A = Existem 100 GB disponíveis. Sporting vende 90 na 1a volta. 5 na 2a (e vamos partir do princípio que houve GB 2a volta, o que até nem é verdade)

Época B = Existem 100 GB disponíveis. Sporting vende 50 na 1a volta e 15 na 2a.

Matemática: 15 > 5.
Portanto, recorde da Época B.  :victory:

Isto é enganar as pessoas e foi isso que foi feito.

Já me esquecia que os brunecos normalmente tomam os Sportinguistas por burros.

O recorde é em relação às vendas de GB 2ª volta. Como o merchandising foi recorde em época natalícia.

Uma pessoa inteligente, como a maioria dos Sportinguistas é, percebe que isto são indicadores positivos mas bastante específicos. A única coisa que vos chateia é que contraria a vossa narrativa de "desunião".
Estas só a ser aldrabão e a tentar enganar as Varandetes.

É normal que se nas outras épocas o Sporting vendeu mais na primeira volta, logo iria sempre vender menos na segunda volta.

Era um sinal de saúde a nível de assistências que agora não existe.

Prova disso, é o marketing agressivo na venda das gamebox para a segunda volta tal como tu admitiste que existiu.

#SomosTodosBurros


Bem, isso é o que estou a explicar à lacrymea.

O interessante é comparar com épocas de envolvimento semelhante.

O único dado palpável que os brunecos têm para cavalgar a narrativa da "desunião" são as assistências no Estádio. Então vamos lá comparar as assistências no tempo do Bruninho. E o que vemos é que nas épocas com Leonardo Jardim e Marco Silva as assistências foram semelhantes. Sendo semelhante já antes da 2ª volta, sem qualquer jogo Grande, é natural que as GB vendidas sejam igualmente parecidas. Ora, se agora há um recorde de 2ª volta é porque foram superiores a essas épocas e o envolvimento esta época é superior.

Indo pela narrativa da desunião o que se pode concluir é que o clube está hoje mais unido que nas épocas com Leonardo Jardim e Marco Silva.

Ou então podemos ir pela racionalidade e perceber as flutuações naturais nas assistências em todos os clubes ao longo das épocas pela vertente desportiva. O que os Sportinguistas estão fartos é de desilusões, de acreditar e ficar sempre a chorar. Isso é que pesa nas assistências, não é x ou y na Direcção.
Estas enganado. Contextos diferentes.
Diz lá também pf, quantos sócios tinha o SCP quando pegou no clube no primeiro ano e quantos sócios tinha a fivela no primeiro ano? Ou também não é relevante?

Não podes utilizar o contexto num e não no outro, preferindo aplicar a lógica da união/desunião. O contexto desportivo que esta época teve é inédito no futebol europeu.

A flutuação das assistências é normal em qualquer clube, veja-se o Porto, passou de médias de 36 mil para 28 mil para cima de 40 mil agora.

Sócios para a questão não é relevante, não é isso que afecta a flutuação das GB.
Claro que o número de sócios (o dobro) afecta. Isso é mais do que óbvio.

Qualquer pessoa sem um interesse por trás, admitiria que o número de sócios aumentou, a militância também e em cinco anos a venda de GB iria naturalmente aumentar. 

Porque será que a venda de GB no início do campeonato desceu? Porque é que as bancadas estão visivelmente mais vazias? É fruto da união?

Não é por eu ser sócio que vou querer comprar GB. E quem quiser comprar GB pode-se fazer sócio na hora sem pagar mais por isso. Por isso nesta questão não afecta.

Aumentou, se passaste a ter uma quota a metade do custo, é natural, mas se o futebol não entusiasmasse não ia ninguém, com o Godinho também chegou a entusiasmar com o Domingos e os reforços e as assistências aumentaram. Continuariam a aumentar se continuasse a entusiasmar.

Porque é o que acontece quando estás anos a apanhar no rabo depois de acreditar que podes ganhar, quando perdes a final com o Aves, etc. Há desmotivação. Agora é preciso fazer as pessoas acreditar outra vez. Não tem nada a ver com união ou desunião, já disse se querem ir por aí têm que admitir igual com o anterior nas primeiras épocas, mas aí já vão dizer que era pelo contexto. lol

O que vale é que te ris sozinho das coisas que dizes…

E como é que estão a fazer as pessoas acreditar outra vez? Qual é sinal (real, não virtual) que as coisas estão a mudar no imediato?

E isto sem projetar a coisa para os próximos anos, porque obviamente isso não move ninguém hoje.

As pessoas já estão a acreditar mais, a venda das GB 2ª volta mostra isso, se não acreditassem seria um fracasso e não haveria qualquer recorde certamente.

Mas isto não é ciência nuclear, a fórmula é a mesma aqui que nos outros clubes todos. O Porto nos últimos anos passou de médias de 36mil para 28mil para agora acima dos 40mil.

No imediato parece-me óbvio, estão a criar uma estrutura profissional, foram buscar um treinador com base na ideia de futebol ofensivo, e agora vão despachar entulho e trazer mais valias. Agora como todos precisam de ganhar, uma boa maneira seria conquistar as Taças, já faziam tanto como o outro em 5 anos. Seria uma boa base para aumentar a confiança para a próxima época.
Faziam tanto como o outro? LOL
Mais valias?
Compra do Renan e dispensa do Viviano?
Empréstimo do Wang?

Sim, se o Sporting esta época por acaso ganhar a Taça da Liga e a Taça de Portugal, faz tanto como o outro em cinco anos.

Viviano, Bruno César, Marcelo... muito peso morto a ser despachado e ainda muito a ter que ser e espero que seja até ao fim da janela. Agora espero que assine este Doumbia que me parece uma excelente contratação.

Fixed!    

Pensava que estava na ignore mas não resistes... :lol:
És desonesto, @Dakine. Assim não dá. Parva sou eu em tentar argumentar.

Época A = Existem 100 GB disponíveis. Sporting vende 90 na 1a volta. 5 na 2a (e vamos partir do princípio que houve GB 2a volta, o que até nem é verdade)

Época B = Existem 100 GB disponíveis. Sporting vende 50 na 1a volta e 15 na 2a.

Matemática: 15 > 5.
Portanto, recorde da Época B.  :victory:

Isto é enganar as pessoas e foi isso que foi feito.

Já me esquecia que os brunecos normalmente tomam os Sportinguistas por burros.

O recorde é em relação às vendas de GB 2ª volta. Como o merchandising foi recorde em época natalícia.

Uma pessoa inteligente, como a maioria dos Sportinguistas é, percebe que isto são indicadores positivos mas bastante específicos. A única coisa que vos chateia é que contraria a vossa narrativa de "desunião".
Estas só a ser aldrabão e a tentar enganar as Varandetes.

É normal que se nas outras épocas o Sporting vendeu mais na primeira volta, logo iria sempre vender menos na segunda volta.

Era um sinal de saúde a nível de assistências que agora não existe.

Prova disso, é o marketing agressivo na venda das gamebox para a segunda volta tal como tu admitiste que existiu.

#SomosTodosBurros


Bem, isso é o que estou a explicar à lacrymea.

O interessante é comparar com épocas de envolvimento semelhante.

O único dado palpável que os brunecos têm para cavalgar a narrativa da "desunião" são as assistências no Estádio. Então vamos lá comparar as assistências no tempo do Bruninho. E o que vemos é que nas épocas com Leonardo Jardim e Marco Silva as assistências foram semelhantes. Sendo semelhante já antes da 2ª volta, sem qualquer jogo Grande, é natural que as GB vendidas sejam igualmente parecidas. Ora, se agora há um recorde de 2ª volta é porque foram superiores a essas épocas e o envolvimento esta época é superior.

Indo pela narrativa da desunião o que se pode concluir é que o clube está hoje mais unido que nas épocas com Leonardo Jardim e Marco Silva.

Ou então podemos ir pela racionalidade e perceber as flutuações naturais nas assistências em todos os clubes ao longo das épocas pela vertente desportiva. O que os Sportinguistas estão fartos é de desilusões, de acreditar e ficar sempre a chorar. Isso é que pesa nas assistências, não é x ou y na Direcção.
Estas enganado. Contextos diferentes.
Diz lá também pf, quantos sócios tinha o SCP quando pegou no clube no primeiro ano e quantos sócios tinha a fivela no primeiro ano? Ou também não é relevante?

Não podes utilizar o contexto num e não no outro, preferindo aplicar a lógica da união/desunião. O contexto desportivo que esta época teve é inédito no futebol europeu.

A flutuação das assistências é normal em qualquer clube, veja-se o Porto, passou de médias de 36 mil para 28 mil para cima de 40 mil agora.

Sócios para a questão não é relevante, não é isso que afecta a flutuação das GB.
Claro que o número de sócios (o dobro) afecta. Isso é mais do que óbvio.

Qualquer pessoa sem um interesse por trás, admitiria que o número de sócios aumentou, a militância também e em cinco anos a venda de GB iria naturalmente aumentar. 

Porque será que a venda de GB no início do campeonato desceu? Porque é que as bancadas estão visivelmente mais vazias? É fruto da união?

Não é por eu ser sócio que vou querer comprar GB. E quem quiser comprar GB pode-se fazer sócio na hora sem pagar mais por isso. Por isso nesta questão não afecta.

Aumentou, se passaste a ter uma quota a metade do custo, é natural, mas se o futebol não entusiasmasse não ia ninguém, com o Godinho também chegou a entusiasmar com o Domingos e os reforços e as assistências aumentaram. Continuariam a aumentar se continuasse a entusiasmar.

Porque é o que acontece quando estás anos a apanhar no rabo depois de acreditar que podes ganhar, quando perdes a final com o Aves, etc. Há desmotivação. Agora é preciso fazer as pessoas acreditar outra vez. Não tem nada a ver com união ou desunião, já disse se querem ir por aí têm que admitir igual com o anterior nas primeiras épocas, mas aí já vão dizer que era pelo contexto. lol

O que vale é que te ris sozinho das coisas que dizes…

E como é que estão a fazer as pessoas acreditar outra vez? Qual é sinal (real, não virtual) que as coisas estão a mudar no imediato?

E isto sem projetar a coisa para os próximos anos, porque obviamente isso não move ninguém hoje.

As pessoas já estão a acreditar mais, a venda das GB 2ª volta mostra isso, se não acreditassem seria um fracasso e não haveria qualquer recorde certamente.

Mas isto não é ciência nuclear, a fórmula é a mesma aqui que nos outros clubes todos. O Porto nos últimos anos passou de médias de 36mil para 28mil para agora acima dos 40mil.

No imediato parece-me óbvio, estão a criar uma estrutura profissional, foram buscar um treinador com base na ideia de futebol ofensivo, e agora vão despachar entulho e trazer mais valias. Agora como todos precisam de ganhar, uma boa maneira seria conquistar as Taças, já faziam tanto como o outro em 5 anos. Seria uma boa base para aumentar a confiança para a próxima época.
Faziam tanto como o outro? LOL
Mais valias?
Compra do Renan e dispensa do Viviano?
Empréstimo do Wang?

Sim, se o Sporting esta época por acaso ganhar a Taça da Liga e a Taça de Portugal, faz tanto como o outro em cinco anos.

Viviano, Bruno César, Marcelo... muito peso morto a ser despachado e ainda muito a ter que ser e espero que seja até ao fim da janela. Agora espero que assine este Doumbia que me parece uma excelente contratação.

Fixed!     

Pensava que estava na ignore mas não resistes... :lol:

Estas! cliquei por acidente. mas foi uma perola. um dos teus melhores posts de encher chouriços.  :great: :great: :great: ja so a tua mae te leva a serio, e so quando esta a falar com a vizinha cusca.
#NasciLeaoNaoNasciLampiao
És desonesto, @Dakine. Assim não dá. Parva sou eu em tentar argumentar.

Época A = Existem 100 GB disponíveis. Sporting vende 90 na 1a volta. 5 na 2a (e vamos partir do princípio que houve GB 2a volta, o que até nem é verdade)

Época B = Existem 100 GB disponíveis. Sporting vende 50 na 1a volta e 15 na 2a.

Matemática: 15 > 5.
Portanto, recorde da Época B.  :victory:

Isto é enganar as pessoas e foi isso que foi feito.

Já me esquecia que os brunecos normalmente tomam os Sportinguistas por burros.

O recorde é em relação às vendas de GB 2ª volta. Como o merchandising foi recorde em época natalícia.

Uma pessoa inteligente, como a maioria dos Sportinguistas é, percebe que isto são indicadores positivos mas bastante específicos. A única coisa que vos chateia é que contraria a vossa narrativa de "desunião".
Estas só a ser aldrabão e a tentar enganar as Varandetes.

É normal que se nas outras épocas o Sporting vendeu mais na primeira volta, logo iria sempre vender menos na segunda volta.

Era um sinal de saúde a nível de assistências que agora não existe.

Prova disso, é o marketing agressivo na venda das gamebox para a segunda volta tal como tu admitiste que existiu.

#SomosTodosBurros


Bem, isso é o que estou a explicar à lacrymea.

O interessante é comparar com épocas de envolvimento semelhante.

O único dado palpável que os brunecos têm para cavalgar a narrativa da "desunião" são as assistências no Estádio. Então vamos lá comparar as assistências no tempo do Bruninho. E o que vemos é que nas épocas com Leonardo Jardim e Marco Silva as assistências foram semelhantes. Sendo semelhante já antes da 2ª volta, sem qualquer jogo Grande, é natural que as GB vendidas sejam igualmente parecidas. Ora, se agora há um recorde de 2ª volta é porque foram superiores a essas épocas e o envolvimento esta época é superior.

Indo pela narrativa da desunião o que se pode concluir é que o clube está hoje mais unido que nas épocas com Leonardo Jardim e Marco Silva.

Ou então podemos ir pela racionalidade e perceber as flutuações naturais nas assistências em todos os clubes ao longo das épocas pela vertente desportiva. O que os Sportinguistas estão fartos é de desilusões, de acreditar e ficar sempre a chorar. Isso é que pesa nas assistências, não é x ou y na Direcção.
Estas enganado. Contextos diferentes.
Diz lá também pf, quantos sócios tinha o SCP quando pegou no clube no primeiro ano e quantos sócios tinha a fivela no primeiro ano? Ou também não é relevante?

Não podes utilizar o contexto num e não no outro, preferindo aplicar a lógica da união/desunião. O contexto desportivo que esta época teve é inédito no futebol europeu.

A flutuação das assistências é normal em qualquer clube, veja-se o Porto, passou de médias de 36 mil para 28 mil para cima de 40 mil agora.

Sócios para a questão não é relevante, não é isso que afecta a flutuação das GB.
Claro que o número de sócios (o dobro) afecta. Isso é mais do que óbvio.

Qualquer pessoa sem um interesse por trás, admitiria que o número de sócios aumentou, a militância também e em cinco anos a venda de GB iria naturalmente aumentar. 

Porque será que a venda de GB no início do campeonato desceu? Porque é que as bancadas estão visivelmente mais vazias? É fruto da união?

Não é por eu ser sócio que vou querer comprar GB. E quem quiser comprar GB pode-se fazer sócio na hora sem pagar mais por isso. Por isso nesta questão não afecta.

Aumentou, se passaste a ter uma quota a metade do custo, é natural, mas se o futebol não entusiasmasse não ia ninguém, com o Godinho também chegou a entusiasmar com o Domingos e os reforços e as assistências aumentaram. Continuariam a aumentar se continuasse a entusiasmar.

Porque é o que acontece quando estás anos a apanhar no rabo depois de acreditar que podes ganhar, quando perdes a final com o Aves, etc. Há desmotivação. Agora é preciso fazer as pessoas acreditar outra vez. Não tem nada a ver com união ou desunião, já disse se querem ir por aí têm que admitir igual com o anterior nas primeiras épocas, mas aí já vão dizer que era pelo contexto. lol

O que vale é que te ris sozinho das coisas que dizes…

E como é que estão a fazer as pessoas acreditar outra vez? Qual é sinal (real, não virtual) que as coisas estão a mudar no imediato?

E isto sem projetar a coisa para os próximos anos, porque obviamente isso não move ninguém hoje.

As pessoas já estão a acreditar mais, a venda das GB 2ª volta mostra isso, se não acreditassem seria um fracasso e não haveria qualquer recorde certamente.

Mas isto não é ciência nuclear, a fórmula é a mesma aqui que nos outros clubes todos. O Porto nos últimos anos passou de médias de 36mil para 28mil para agora acima dos 40mil.

No imediato parece-me óbvio, estão a criar uma estrutura profissional, foram buscar um treinador com base na ideia de futebol ofensivo, e agora vão despachar entulho e trazer mais valias. Agora como todos precisam de ganhar, uma boa maneira seria conquistar as Taças, já faziam tanto como o outro em 5 anos. Seria uma boa base para aumentar a confiança para a próxima época.
Faziam tanto como o outro? LOL
Mais valias?
Compra do Renan e dispensa do Viviano?
Empréstimo do Wang?

Sim, se o Sporting esta época por acaso ganhar a Taça da Liga e a Taça de Portugal, faz tanto como o outro em cinco anos.

Viviano, Bruno César, Marcelo... muito peso morto a ser despachado e ainda muito a ter que ser e espero que seja até ao fim da janela. Agora espero que assine este Doumbia que me parece uma excelente contratação.

Fixed!     

Pensava que estava na ignore mas não resistes... :lol:

Estas! cliquei por acidente. mas foi uma perola. um dos teus melhores posts de encher chouriços.  :great: :great: :great: ja so a tua mae te leva a serio, e so quando esta a falar com a vizinha cusca.


Veremos se não há mais "acidentes" daqui para a frente... :rotfl:
"Por acaso". Pois, olha, só mesmo por acaso é que incompetência gera sucesso. Que excelente escolha de palavras.
Segundo o Sérgio Conceição, agora o Sporting está mais tranquilo. Falou muito bem!

Isto de não lutar pelo campeonato é realmente um sossego. Para quê aquela emoção de lutar pelo primeiro lugar e pelo título? Viva a tranquilidade! Obrigado a esta maralha que gere o Sporting!

Enviado do meu ASUS_Z00AD através do Tapatalk

Claro que está tudo tranquilo , não vai morrer ninguem , só vai doer um bocadinho.



Vieira 04/04/2017

" Lentamente temos estado a colaborar em unir o Sporting. Vamos ignora lo " em relação a Bruno de Carvalho.

"Brunismo" expressão usada 1º por Pedro Guerra no Prolongamento.
"Por acaso". Pois, olha, só mesmo por acaso é que incompetência gera sucesso. Que excelente escolha de palavras.

Não tenho problemas se forem conquistadas como as anteriores... nos pénaltis. Quero é ganhar.
Eu também me lembro das Two Towers muitas vezes.

Renan, Sallin, Viviano, Bruno Gaspar, Coates, André Pinto, Marcelo, Lumor, Jefferson, Misic, Petrovic, Ryan Gauld, Carlos Mané, Diaby, Alan Ruiz, Castagnios, Montero, João Palhinha, Sturaro, Battaglia, Gudlej, Bruno César, Matheus Oliveira e mais uma dúzia de pinos, foi esta a herança que herdou. Noventa por cento destes jogadores não tinham lugar no plantel dos rivais. Dois ou três, talvez sentassem-se (de vez em quando) no banco dos rivais.
A juntar a estes, herdou meia dúzia de jogadores de qualidade indubitável, sendo três deles muito acima da média.
Esta foi a herança deixada por Bruno de Carvalho e por Sousa Cintra. Um plantel extremamente fraco e pago a peso de ouro.
Não é em 4 meses que se recupera toda a borrada feitos nos últimos 2 anos.
Esqueçam lá quem está à frente do clube, acham sinceramente que este plantel tem a mínima qualidade para ganhar o quer que seja??
*** o Coates é pino :) e até o retornado Battaglia já é pino!!!!
Vamos trocar de jogadores com o Tondela ou com o Guimarães...
plantel fraco tinhamos antes de BdC!!! Magrões e Saleiros! Quando perdemos com o Tondela a jogar com 10 vir falar de planteis é só estupido!

Vai-te habituando. A partir de agora é sempre a descer.
Se perdermos com o porco (e espero bem que não, mas não vivo no mundo dos unicórnios) até vai dar pena. Aquele estádio vai parecer Mordor nos seus piores dias. Meia-dúzia de orcs a lutarem pelo tal do calypso.



  :arrow:
 :lol:
Isengard (opinião). Temos um Grima e tudo. No outro dia lembrei-me da analogia ao cenário de Two Towers, porque descreve bem a realidade e os alvos comuns.
Infelizmente para quem realmente gosta deste clube até ao verão vai estar tudo bem, só quando começar a próxima época os olhos se vão começar a abrir, daqui a um ano já vai estar tudo com os olhos bem abertos, e aí o doutor croquete fivelas não vai ter vida fácil.
Por isso é bom que começe a mostrar (algum) bom trabalho até lá. Até agora tem mostrado muito pouco.
Não encontro um tópico mais adequado para falar sobre a entrevista que passou ontem na Sporting TV a Miguel Afonso (vogal da direção, responsável pelas modalidades). Não conhecia Miguel Afonso, pareceu-me pelo seu discurso um individuo bastante conhecedor das modalidades, um fervoroso Sportinguista, tem ideias para elevar o nível das nossas modalidades, quer desenvolver o marketing/merchandising coisa que estamos muito atrasados, quer aumentar as conquistas europeias, pretende dinamizar o João Rocha... Gostei sem dúvida! Acho, pela amostra, que a dupla de Migueis (Afonso e Albuquerque) vão continuar a dar-nos alegrias nas modalidades.