R&C Anual Sporting SAD 2017/2018: 20M de prejuizo

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Ridículo.

Tenho vergonha dos sócios deste clube, é a verdade.

Mais, se o Sporting vir a ganhar os processos de rescisão acho que nunca mais respeito todo o universo sportinguista.

Já nem consigo fazer um post sem por um  emoji no fim... não levo isto a sério.
« Última modificação: Setembro 08, 2018, 20:30 pm por Gonçalo VB »
Ah.

Procurei no RC os 60M de factoring da NOS.

Cadê?

 Isso significa que Francisco Zenha (o homem das finanças do Varadas) e o José Maria Riccardi mentiram?

 Que surpresa.
“We have to be compact, close together tactically, and if you are close then you have options to play with. You don't always have to try the most risky ball if you are compact. You have to run, to fight, until the moment, and then ... bang, you take it.”

Jurgen Klopp
Bastava William + Piccini terem rendido 44 milhões em vez dos 24 que rendeu e já não tinha dado prejuízo...
Bastava um jogador por 20M, e o saldo era 0.

Nunca na sua história recente o Sporting esteve financeiramente tão saudável.

Bruno de Carvalho foi um ingénuo. Fez um trabalho excepcional em tanta coisa mas falhou totalmente na comunicação. Falhou de tal forma que isso levou à sua saída do clube. Sei perfeitamente que lhe planearam a queda, mas que ele fez tudo o que podia para cair em grande, não tenho nenhuma dúvida.

Ou seja,

Se tivermos a Pimpinha Jardim ou a Paula Bobone como Presidente do Conselho Directivo aí é que este clube vai para a frente.

f***-**, mas em que País é que eu estou? Obra feita não conta para nada?

Um pavilhão.

Um canal próprio.

Melhorou um relvado de um Alvalade que foi sempre um batatal desde o dia 1.

E deu 55 modalidades competitivas, 54 das quais ganharam praticamente TUDO na época passada.

Vários títulos internacionais.

Isto sem falar do aumento dos activos num valor superior a 100 milhões, diminuição do passivo, dar a opção de comprar VMOCS de 135 milhões por 40 milhões para reduzir o passivo de longo prazo da ordem dos 95 milhões.

Mais a possibilidade de termos 90% da SAD.

Quando pegou no Sporting tínhamos um défice consolidado de -320M. Com as operações que fez das VMOCS, mais o dinheiro que o Sporting ainda tem direito do processo movido contra Godinho Lopes, teríamos tudo para chegar a 2019 com um défice consolidado de -150M. Ou seja, em 6 anos o Sporting construiria valor na ordem dos 170M.

E não cedeu às pressões externas para vender os terrenos de Alcochete por tuta e meia. Mas agora até temos um candidato que tem na sua lista pessoas ligadas ao Novo Aeroporto.

Todos os passes de jogadores a 100% quando em pré-2013 só tínhamos 20%-30% de passes. Fora as vendas record deste clube onde o dinheiro entrava a 100%.


"ahhhh....mas a comunicação não é boa."

f***-**...
“Um grande clube, tão grande como os maiores da Europa.”
E querem paz depois do que fizeram?

Bruno de Carvalho pegou num Citroen Saxo a cair de podre e transformou-o num Porsche 911 Carrera cheio de valor económico.
A minha análise ao que é dito no RC:

"No entanto, este registo ficou negativamente afectado pela crise directiva do Clube, e sobretudo, pelos sucessivos episódios comunicacionais que contribuíram para a desestabilização da equipa profissional de futebol, situação esta que culminou com os gravíssimos e inéditos eventos ocorridos a 15 de Maio, na Academia de Alcochete."

Temos um RC que culpa o anterior CD pelo que aconteceu em Alcochete, quando as autoridades já declararam essa situação como "terrorismo" ilibando o Sporting. Simplesmente nojento.

Infelizmente não referem que foi o Sporting quem dinamizou a introdução do VAR em Portugal. Nem referem que o volume de negócios atingido éo 2º mais alto da História do clube.

Em termos de receitas, crescemos ao nível da bilheteira, seja em jogo a jogo, seja no sucesso que foi a renovação
das gamebox anuais. Uma menção especial para o negócio do merchandising pela abertura, em Março de 2018,
da Loja Verde na Rua Augusta (nº 249) em Lisboa, do qual se espera uma adesão maciça por parte dos Sócios e
simpatizantes.


Mais coisas mal feitas.

Princípio de acordo para alterações à reestruturação Financeira
Em Abril de 2018, ainda no âmbito do acordo de reestruturação financeira e societária do Grupo Sporting assinado
no dia 14 de Novembro de 2014 entre o Grupo Sporting e os bancos (Millenniumbcp e Novo Banco) chegou-se a
um princípio de acordo para a renegociação e alteração de alguns termos do Acordo Quadro e dos Contratos
Financeiros, dos quais destacamos os mais significativos:
 Opção de compra das VMOC’s - alteração dos termos da opção de compra das VMOC’s tendo sido fixado
um preço unitário fixo correspondente a €0,30 por VMOC, a opção é estendida à totalidade das VMOC’s
(“Valores Sporting 2010” de 55 milhões e “Valores Sporting 2014” de 80 milhões) mantendo-se os
critérios de aquisição previstos no acordo quadro;
 Alteração de diversas condições de reembolso obrigatório e reforço das contas reserva, nomeadamente:
i) a redução da percentagem de afectação de fundos do “Excesso de venda de passes de jogadores”
de 50% para 35%, na proporção de 17,5% ao reembolso antecipado obrigatório e 17,5% ao reforço
das contas reserva;
ii) a redução da percentagem do mecanismo de Cash sweep de 60% do CFDaSDP (Cash Flow Disponível
após Serviço da Dívida Permitida) para 35%, a afectar na proporção de 17,5% ao reembolso
antecipado obrigatório e 17,5% ao reforço das contas reserva;
iii) manutenção do total de 7 milhões de euros por participação na UEFA Champions League, mas
alteração do reembolso obrigatório de 5 milhões de euros para 3,5 milhões de euros e alteração de
2 milhões de euros para 3,5 milhões de euros o reforço das contas reserva.


Mais coisas mal feitas

É convicção do Conselho de Administração da Sporting SAD que, já após o presente exercício, estão reunidas as
condições necessárias para a emissão de um ou mais empréstimos obrigacionistas até ao montante máximo de
60 milhões de euros, tal como aprovado pela Assembleia Geral da Sociedade.


Mas...a situação financeira não era GRAVE?!!

No passivo há a destacar, a redução do passivo global em cerca de 28 milhões de euros, explicado essencialmente
pelo reembolso da dívida bancária num total de cerca de 17 milhões de euros e pelo decréscimo das provisões.


Mais coisas más.

As acções seguem uma tendência crescente de 2012 até 2018...mais coisas más.

Do montante total de perdas por imparidade encontram-se registados 1.131 milhares de euros
decorrentes da rescisão unilateral sem justa causa do jogadores Rúben Ribeiro, Gelson Martins, Rui Patrício
e Rafael Leão.


"As rescisões terão um impacto BRUTAL no RC"

Esta comissão de gestão fez um factoring de cerca de 22M de euros.

Adicionalmente, a Sporting SAD irá dar entrada de acção na FIFA contra o Jogador e o seu novo clube LOSC
Lille


A boa vontade desta gente é tanta que ainda nem deram entrada de acção na FIFA...

No dia 20 de março de 2017 na sequencia de acordo alcançado, foi proferida sentença homologarória da desistência
parcial da acção contra a Administração presidida por José Eduardo Bettencourt, com redução do valor do pedido de € 73.600.000,00 para € 31.600.000,00, respeitante ao prejuízo que se imputa à Administração presidida por Luís Godinho Lopes. Trata-se de processo judicial que consubstancia uma acção de boa-fé, contendo argumentos jurídicos que permitem suportar a posição da Sporting SAD. O processo encontra-se suspenso a aguardar a habilitação de herdeiros do falecido Réu José Filipe de Mello e Castro Guedes, ex-administrador da Administração presidida por Eng.º Luís Godinho Lopes.


Um processo que daria 31,6M ao Sporting "subitamente" está suspenso.

A 31 de Agosto de 2018, a Sporting SAD foi citada para o pedido de arbitragem submetido
junto do Court of Arbitration for Sport, em Lausanne, pelo treinador sérvio Sinisa Mihajlovic, em que o
mesmo peticiona a declaração de que a Sporting SAD fez cessar o seu contrato de trabalho de forma
unilateral e sem justa causa e a condenação da Sporting SAD no pagamento de uma indemnização no valor
de €11.195.198,66, acrescida de juros desde 27 de Junho de 2018, e de uma compensação por danos à sua
reputação. A Sporting SAD entende que deste processo não resultarão impactos materialmente relevantes,
susceptíveis de afectar as suas demonstrações financeiras em 30 de Junho de 2018.


11M + juros não afectam as demonstrações financeiras? Ok...

Época 2018/19
As movimentações mais significativas ocorridas no plantel após 30 de junho de 2018 foram as seguintes:
Entradas (contratações e cedências): Luis Cunha "Nani", Abdoulay Diaby, Mees de Wit, Stefano Sturaro
Nemanja Gudelj, Renan Ribeiro, Bruno César.


Nada de apresentar valores, mas Bruno César vai ser o bode expiatório para se mamar uns trocos...


Para terminar, apresentei este relatório a um colega que já geriu muito mais dinheiro que o Sporting alguma vez há de ver e deixou-me com esta reflexão:

"O que está aqui em causa no Sporting não é competência, mas sim interesses e política. Destituir uma pessoa que apresenta estes resultados só em Portugal, por isso é que continuamos a votar em políticos que asseguram défices todos os anos."
“Um grande clube, tão grande como os maiores da Europa.”
Bastava um jogador por 20M, e o saldo era 0.

Nunca na sua história recente o Sporting esteve financeiramente tão saudável.

Bruno de Carvalho foi um ingénuo. Fez um trabalho excepcional em tanta coisa mas falhou totalmente na comunicação. Falhou de tal forma que isso levou à sua saída do clube. Sei perfeitamente que lhe planearam a queda, mas que ele fez tudo o que podia para cair em grande, não tenho nenhuma dúvida.

Ou seja,

Se tivermos a Pimpinha Jardim ou a Paula Bobone como Presidente do Conselho Directivo aí é que este clube vai para a frente.

f***-**, mas em que País é que eu estou? Obra feita não conta para nada?

Um pavilhão.

Um canal próprio.

Melhorou um relvado de um Alvalade que foi sempre um batatal desde o dia 1.

E deu 55 modalidades competitivas, 54 das quais ganharam praticamente TUDO na época passada.

Vários títulos internacionais.

Isto sem falar do aumento dos activos num valor superior a 100 milhões, diminuição do passivo, dar a opção de comprar VMOCS de 135 milhões por 40 milhões para reduzir o passivo de longo prazo da ordem dos 95 milhões.

Mais a possibilidade de termos 90% da SAD.

Quando pegou no Sporting tínhamos um défice consolidado de -320M. Com as operações que fez das VMOCS, mais o dinheiro que o Sporting ainda tem direito do processo movido contra Godinho Lopes, teríamos tudo para chegar a 2019 com um défice consolidado de -150M. Ou seja, em 6 anos o Sporting construiria valor na ordem dos 170M.

E não cedeu às pressões externas para vender os terrenos de Alcochete por tuta e meia. Mas agora até temos um candidato que tem na sua lista pessoas ligadas ao Novo Aeroporto.

Todos os passes de jogadores a 100% quando em pré-2013 só tínhamos 20%-30% de passes. Fora as vendas record deste clube onde o dinheiro entrava a 100%.


"ahhhh....mas a comunicação não é boa."

f***-**...

O Bruno fez tudo pelo Sporting e reergueu o clube
E o que escreves é a prova de que a comunicação do Sporting foi desastrosa.
Bastava um jogador por 20M, e o saldo era 0.

Nunca na sua história recente o Sporting esteve financeiramente tão saudável.

Bruno de Carvalho foi um ingénuo. Fez um trabalho excepcional em tanta coisa mas falhou totalmente na comunicação. Falhou de tal forma que isso levou à sua saída do clube. Sei perfeitamente que lhe planearam a queda, mas que ele fez tudo o que podia para cair em grande, não tenho nenhuma dúvida.

Ou seja,

Se tivermos a Pimpinha Jardim ou a Paula Bobone como Presidente do Conselho Directivo aí é que este clube vai para a frente.

f***-**, mas em que País é que eu estou? Obra feita não conta para nada?

Um pavilhão.

Um canal próprio.

Melhorou um relvado de um Alvalade que foi sempre um batatal desde o dia 1.

E deu 55 modalidades competitivas, 54 das quais ganharam praticamente TUDO na época passada.

Vários títulos internacionais.

Isto sem falar do aumento dos activos num valor superior a 100 milhões, diminuição do passivo, dar a opção de comprar VMOCS de 135 milhões por 40 milhões para reduzir o passivo de longo prazo da ordem dos 95 milhões.

Mais a possibilidade de termos 90% da SAD.

Quando pegou no Sporting tínhamos um défice consolidado de -320M. Com as operações que fez das VMOCS, mais o dinheiro que o Sporting ainda tem direito do processo movido contra Godinho Lopes, teríamos tudo para chegar a 2019 com um défice consolidado de -150M. Ou seja, em 6 anos o Sporting construiria valor na ordem dos 170M.

E não cedeu às pressões externas para vender os terrenos de Alcochete por tuta e meia. Mas agora até temos um candidato que tem na sua lista pessoas ligadas ao Novo Aeroporto.

Todos os passes de jogadores a 100% quando em pré-2013 só tínhamos 20%-30% de passes. Fora as vendas record deste clube onde o dinheiro entrava a 100%.


"ahhhh....mas a comunicação não é boa."

f***-**...

O Bruno fez tudo pelo Sporting e reergueu o clube
E o que escreves é a prova de que a comunicação do Sporting foi desastrosa.

Não.

A prova é que as pessoas colocam a comunicação à frente da competência e da obra.

Mas lá está, é a cultura de um País.

Eu estive muitos anos no Norte da Europa onde as pessoas mal se falam e quando falam, tratam-se aos arremessos, mas têm a melhor qualidade de vida no Mundo, onde nada lhes falta.

Aqui no Sul da Europa se calhar as pessoas privilegiam menos a competência, os factos e os resultados e mais os salamaleques, o soundbyte e o "bacalhau ao amigo".

Quando vierem os maus resultados financeiros no Sporting e tudo a ser vendido ao desbarato, que depois digam (tal como disseram de José Sócrates):

"Este senhor aparece sempre muito bem na TV e gosto de o ouvir a falar."
“Um grande clube, tão grande como os maiores da Europa.”
Esta é a PROVA da competência de quem presidia ao nosso Clube.

Que fique GRAVADO na história.

Agora é esta a BITOLA.

SL
GARRA
Bastava um jogador por 20M, e o saldo era 0.

Nunca na sua história recente o Sporting esteve financeiramente tão saudável.

Bruno de Carvalho foi um ingénuo. Fez um trabalho excepcional em tanta coisa mas falhou totalmente na comunicação. Falhou de tal forma que isso levou à sua saída do clube. Sei perfeitamente que lhe planearam a queda, mas que ele fez tudo o que podia para cair em grande, não tenho nenhuma dúvida.

Ou seja,

Se tivermos a Pimpinha Jardim ou a Paula Bobone como Presidente do Conselho Directivo aí é que este clube vai para a frente.

f***-**, mas em que País é que eu estou? Obra feita não conta para nada?

Um pavilhão.

Um canal próprio.

Melhorou um relvado de um Alvalade que foi sempre um batatal desde o dia 1.

E deu 55 modalidades competitivas, 54 das quais ganharam praticamente TUDO na época passada.

Vários títulos internacionais.

Isto sem falar do aumento dos activos num valor superior a 100 milhões, diminuição do passivo, dar a opção de comprar VMOCS de 135 milhões por 40 milhões para reduzir o passivo de longo prazo da ordem dos 95 milhões.

Mais a possibilidade de termos 90% da SAD.

Quando pegou no Sporting tínhamos um défice consolidado de -320M. Com as operações que fez das VMOCS, mais o dinheiro que o Sporting ainda tem direito do processo movido contra Godinho Lopes, teríamos tudo para chegar a 2019 com um défice consolidado de -150M. Ou seja, em 6 anos o Sporting construiria valor na ordem dos 170M.

E não cedeu às pressões externas para vender os terrenos de Alcochete por tuta e meia. Mas agora até temos um candidato que tem na sua lista pessoas ligadas ao Novo Aeroporto.

Todos os passes de jogadores a 100% quando em pré-2013 só tínhamos 20%-30% de passes. Fora as vendas record deste clube onde o dinheiro entrava a 100%.


"ahhhh....mas a comunicação não é boa."

f***-**...

E mesmo assim, caiu.
Bastava um jogador por 20M, e o saldo era 0.

Nunca na sua história recente o Sporting esteve financeiramente tão saudável.

Bruno de Carvalho foi um ingénuo. Fez um trabalho excepcional em tanta coisa mas falhou totalmente na comunicação. Falhou de tal forma que isso levou à sua saída do clube. Sei perfeitamente que lhe planearam a queda, mas que ele fez tudo o que podia para cair em grande, não tenho nenhuma dúvida.

Ou seja,

Se tivermos a Pimpinha Jardim ou a Paula Bobone como Presidente do Conselho Directivo aí é que este clube vai para a frente.

f***-**, mas em que País é que eu estou? Obra feita não conta para nada?

Um pavilhão.

Um canal próprio.

Melhorou um relvado de um Alvalade que foi sempre um batatal desde o dia 1.

E deu 55 modalidades competitivas, 54 das quais ganharam praticamente TUDO na época passada.

Vários títulos internacionais.

Isto sem falar do aumento dos activos num valor superior a 100 milhões, diminuição do passivo, dar a opção de comprar VMOCS de 135 milhões por 40 milhões para reduzir o passivo de longo prazo da ordem dos 95 milhões.

Mais a possibilidade de termos 90% da SAD.

Quando pegou no Sporting tínhamos um défice consolidado de -320M. Com as operações que fez das VMOCS, mais o dinheiro que o Sporting ainda tem direito do processo movido contra Godinho Lopes, teríamos tudo para chegar a 2019 com um défice consolidado de -150M. Ou seja, em 6 anos o Sporting construiria valor na ordem dos 170M.

E não cedeu às pressões externas para vender os terrenos de Alcochete por tuta e meia. Mas agora até temos um candidato que tem na sua lista pessoas ligadas ao Novo Aeroporto.

Todos os passes de jogadores a 100% quando em pré-2013 só tínhamos 20%-30% de passes. Fora as vendas record deste clube onde o dinheiro entrava a 100%.


"ahhhh....mas a comunicação não é boa."

f***-**...

E mesmo assim, caiu.

E com a sua queda estará agora em avaliação a competência e a capacidade dos sócios do Sporting.

Tudo o que NÃO seja limpar tudo em 54 modalidades na época desportiva 2018/2019 e continuar a redução do défice consolidado na ordem dos 30M por ano terá, por uma questão de lógica, coerência e honestidade de ser considerado como INCOMPETÊNCIA por parte dos Sócios do Sporting.

Se se verificar uma redução da exigência e resultados inferiores à época passada, espero que as mesmas acções tomadas em relação a Bruno de Carvalho sejam tomadas ao novo Presidente - caso as decisões das PCs não sejam favoráveis a Bruno de Carvalho.

“Um grande clube, tão grande como os maiores da Europa.”
Bastava um jogador por 20M, e o saldo era 0.

Nunca na sua história recente o Sporting esteve financeiramente tão saudável.

Bruno de Carvalho foi um ingénuo. Fez um trabalho excepcional em tanta coisa mas falhou totalmente na comunicação. Falhou de tal forma que isso levou à sua saída do clube. Sei perfeitamente que lhe planearam a queda, mas que ele fez tudo o que podia para cair em grande, não tenho nenhuma dúvida.

Ou seja,

Se tivermos a Pimpinha Jardim ou a Paula Bobone como Presidente do Conselho Directivo aí é que este clube vai para a frente.

f***-**, mas em que País é que eu estou? Obra feita não conta para nada?

Um pavilhão.

Um canal próprio.

Melhorou um relvado de um Alvalade que foi sempre um batatal desde o dia 1.

E deu 55 modalidades competitivas, 54 das quais ganharam praticamente TUDO na época passada.

Vários títulos internacionais.

Isto sem falar do aumento dos activos num valor superior a 100 milhões, diminuição do passivo, dar a opção de comprar VMOCS de 135 milhões por 40 milhões para reduzir o passivo de longo prazo da ordem dos 95 milhões.

Mais a possibilidade de termos 90% da SAD.

Quando pegou no Sporting tínhamos um défice consolidado de -320M. Com as operações que fez das VMOCS, mais o dinheiro que o Sporting ainda tem direito do processo movido contra Godinho Lopes, teríamos tudo para chegar a 2019 com um défice consolidado de -150M. Ou seja, em 6 anos o Sporting construiria valor na ordem dos 170M.

E não cedeu às pressões externas para vender os terrenos de Alcochete por tuta e meia. Mas agora até temos um candidato que tem na sua lista pessoas ligadas ao Novo Aeroporto.

Todos os passes de jogadores a 100% quando em pré-2013 só tínhamos 20%-30% de passes. Fora as vendas record deste clube onde o dinheiro entrava a 100%.


"ahhhh....mas a comunicação não é boa."

f***-**...

E mesmo assim, caiu.

E com a sua queda estará agora em avaliação a competência e a capacidade dos sócios do Sporting.

Tudo o que NÃO seja limpar tudo em 54 modalidades na época desportiva 2018/2019 e continuar a redução do défice consolidado na ordem dos 30M por ano terá, por uma questão de lógica, coerência e honestidade de ser considerado como INCOMPETÊNCIA por parte dos Sócios do Sporting.

Se se verificar uma redução da exigência e resultados inferiores à época passada, espero que as mesmas acções tomadas em relação a Bruno de Carvalho sejam tomadas ao novo Presidente - caso as decisões das PCs não sejam favoráveis a Bruno de Carvalho.

Infelizmente, tens razão. Pena o BdC não ter sido mais astuto. Também é preciso esse talento num Presidente.
Bastava um jogador por 20M, e o saldo era 0.

Nunca na sua história recente o Sporting esteve financeiramente tão saudável.

Bruno de Carvalho foi um ingénuo. Fez um trabalho excepcional em tanta coisa mas falhou totalmente na comunicação. Falhou de tal forma que isso levou à sua saída do clube. Sei perfeitamente que lhe planearam a queda, mas que ele fez tudo o que podia para cair em grande, não tenho nenhuma dúvida.

Ou seja,

Se tivermos a Pimpinha Jardim ou a Paula Bobone como Presidente do Conselho Directivo aí é que este clube vai para a frente.

f***-**, mas em que País é que eu estou? Obra feita não conta para nada?

Um pavilhão.

Um canal próprio.

Melhorou um relvado de um Alvalade que foi sempre um batatal desde o dia 1.

E deu 55 modalidades competitivas, 54 das quais ganharam praticamente TUDO na época passada.

Vários títulos internacionais.

Isto sem falar do aumento dos activos num valor superior a 100 milhões, diminuição do passivo, dar a opção de comprar VMOCS de 135 milhões por 40 milhões para reduzir o passivo de longo prazo da ordem dos 95 milhões.

Mais a possibilidade de termos 90% da SAD.

Quando pegou no Sporting tínhamos um défice consolidado de -320M. Com as operações que fez das VMOCS, mais o dinheiro que o Sporting ainda tem direito do processo movido contra Godinho Lopes, teríamos tudo para chegar a 2019 com um défice consolidado de -150M. Ou seja, em 6 anos o Sporting construiria valor na ordem dos 170M.

E não cedeu às pressões externas para vender os terrenos de Alcochete por tuta e meia. Mas agora até temos um candidato que tem na sua lista pessoas ligadas ao Novo Aeroporto.

Todos os passes de jogadores a 100% quando em pré-2013 só tínhamos 20%-30% de passes. Fora as vendas record deste clube onde o dinheiro entrava a 100%.


"ahhhh....mas a comunicação não é boa."

f***-**...

E mesmo assim, caiu.

E com a sua queda estará agora em avaliação a competência e a capacidade dos sócios do Sporting.

Tudo o que NÃO seja limpar tudo em 54 modalidades na época desportiva 2018/2019 e continuar a redução do défice consolidado na ordem dos 30M por ano terá, por uma questão de lógica, coerência e honestidade de ser considerado como INCOMPETÊNCIA por parte dos Sócios do Sporting.

Se se verificar uma redução da exigência e resultados inferiores à época passada, espero que as mesmas acções tomadas em relação a Bruno de Carvalho sejam tomadas ao novo Presidente - caso as decisões das PCs não sejam favoráveis a Bruno de Carvalho.

Infelizmente, tens razão. Pena o BdC não ter sido mais astuto. Também é preciso esse talento num Presidente.

"Ou junto-me aos interesses ou junto-me a vocês."

Trocámos alguém, que sem sombra de dúvida é terrível na comunicação, mas que tem o mais importante, uma paixão 100% genuína pelo Sporting, por alguém que será astuto, vai juntar-se aos interesses e vamos ter a CS a apoiar as movimentações que só servirão para depauperar o Sporting e encher os bolsos a alguém.

Acredito que este ano ou para o próximo ano seremos campeões de futebol, que é a cenoura que tem nos têm metido à frente de 20 em 20 anos e depois seguir-se-à nova delapidação. E nós não notaremos porque estaremos enebriados com a m*rda do futebol.
“Um grande clube, tão grande como os maiores da Europa.”
É isto o caos? Depois de tudo o que se passou, o caos é isto?

Um valor de prejuízo inferior a metade do que era prática comum há 6/7/8 anos?
Campo Grande paga a traidores.
Bastava William + Piccini terem rendido 44 milhões em vez dos 24 que rendeu e já não tinha dado prejuízo...

Não.
Nem era preciso isso.
Bastava era terem sido vendidos em Junho.
Como foram vendidos mais tarde, as suas vendas nem contaram para estas contas.
Ou seja, contando, nem prejuízo tínhamos tido mesmo no meio da tempestade...

E continuo a achar que, mais cedo ou mais tarde, vai chover dinheiro gordo (bem acima dos 100ME) das rescisões sem justa causa.
Portanto, quem vier tem todas as condições para fazer um bom trabalho.
É só resolver os problemas de liquidez que temos por causa do adiamento do empréstimo obrigacionista.
Nada é bom demais para o SCP!
Bastava William + Piccini terem rendido 44 milhões em vez dos 24 que rendeu e já não tinha dado prejuízo...

44?
Mas o Piccini era o Cafu e ninguém me avisou?
Noção, sff.
Bastava William + Piccini terem rendido 44 milhões em vez dos 24 que rendeu e já não tinha dado prejuízo...

44?
Mas o Piccini era o Cafu e ninguém me avisou?
Noção, sff.

44 no total. Teria sido 30M pelo William e 14 pelo Piccini, por exemplo. Antes de Alcochete eram valores mais que realistas.
Sporting até morrer! Obrigada por me teres dado uma das maiores alegrias da minha vida, Campeão 1999/2000.
Onde estão os 60M€ de adiantamento da NOS? Onde está a calamidade nas contas?

Não há ninguém que questione isto na TV, para que os acéfalos que só vêm programas televisivos percebam que foram enganados?
Resolve tudo à cabeçada é o TONEL
http://antonioleonel.blogspot.com
Boa noite,

Findo que está o mandato do BdC, coloco aqui alguns dados financeiros da Sporting SAD, para mais tarde recordar...

Evolução do Balanço


BdC encontrou uma SAD com um activo total de EUR 139 Mios e um passivo de EUR 259 (o que se traduzia em capitais próprios negativos de cerca de EUR 120 Mios), e no final do mandato o activo aumentou para EUR 269 Mios (+ EUR 130 Mios) enquanto que o passivo aumentou para EUR 283 Mios (+ EUR 24 Mios).

O Capital Próprio é agora de cerca de EUR 13 Mios negativos, fortemente impactado pelo final de época atribulado e pela entrada da Comissão de Gestão na SAD.

Desde 2004/2005 a SAD apenas apresentou capitais próprios positivos em 2 anos, ambos durante o mandato de BdC.

Resultados Líquidos por Época e por Mandato


Os números falam por si... Depois de 2 mandatos em que se acumularam EUR 160 Mios de prejuízos, BdC tentou manter as contas equilibradas, e apresenta um saldo global de EUR 1,6 Mios negativos.

Proveitos Operacionais

Até 2013/2014 os resultados operacionais do Sporting andavam na ordem dos EUR 30-45 Mios. Nos últimos 4 anos verificou-se um crescimento das receitas operacionais para os EUR 91,7 Mios (e sempre em crescendo).

Custos Operacionais

Para mim, uma das grandes falhas de BdC foi o descontrolo que se verificou na rubrica custos com pessoal, que atingiu números insustentáveis, com resultados desportivos questionáveis (no futebol). Até ao final da 2 época conseguiu apresentar custos operacionais relativamente baixos, inferiores aos dos 3 anos anteriores, e foi com a entrada de JJ que a rubrica custos com pessoal escalou dos EUR 25 Mios / época para uns incríveis EUR 74 Mios / época.

Resultados Operacionais, Amortizações, Mais ou Menos Valias e Resultados Financeiros

No final da 2ª época o SCP apresentou um resultado operacional positivo (algo que não acontecia desde a gestão de Filipe Soares Franco), tendo posteriormente apresentado prejuízos operacionais de EUR 10, 17 e 19 milhões, mas ainda longe dos paupérrimos valores apresentados por Godinho Lopes, em 2011/2012 e 2012/2013.

Em termos de mais valias com a venda de jogadores, não há comparação possível com qualquer outro presidente no passado. Atingiu um total de mais valias de cerca de EUR 149 Milhões em 5 anos, praticamente o dobro do conseguido pelos 3 presidentes anteriores, juntos, num período de 8 anos).

SL,
Foi feito um excelente trabalho ao nível das receitas.

Existe um aumento de quase todas as rubricas (+ direitos de TV; + Publicidade e Merchadising; + Bilhética). Existe ainda espaço para melhorar, principalmente ao nível das receitas de publicidade, através do naming das bancadas, estádio e academia.
Em 18/09 vamos aumentar as receitas de TV mas reduzir as receitas da UEFA devida á não participação na CL.

Nos custos, foi feita uma aposta brutal (sem resultados desportivos) que não se pode manter.

Os custos com pessoal tem de estabilizar nos 60M e com isso conseguimos ter uma equipa muito competitiva. Importante reduzir numero de jogadores. Despachar excedentários, acertar mais nas contratações e apostar na formação (ex: Apostar em Palhinha em vez de Petrovic).

Fundamental estabilizar resultados operacionais com redução de custos com pessoal e aumento de receitas.

 :mais: Redução do passivo

 :mais: Quadro com as transferências efetuadas que espero seja para manter

Relativamente ao famoso adiantamento de receitas, existem 29.620M de factoring (em 2017 existia 29.955M). Valor normal e longe dos tais 60M, uma vez que é prática corrente qualquer empresa recorrer ao factoring para se financiar.

Quanto ao RLE negativo, as vendas de William e Piccini se efetuadas até 30/06 e por valores bem acima dos conseguidos como o CD pretendia antes do caos seriam suficientes para alcançar um RL positivo.