Prospecção de Treinadores

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Vou te responder com uma questão, achas normal que a equipa tenha voltado a praticar o mesmo futebol do tempo do peseiro só porque sim?

O treino é fundamental para implementar rotinas e noções tácticas, não havendo tempo para as implementar é normal que os jogadores inconscientemente optem por aquilo em que estão mais confortáveis.

Acho que o derradeiro teste irá ser em Abril quando jogarmos a 2º mao da taça em casa. Porque irás ter um mês de Março a jogar de semana a semana, caso sejas eleminado da liga europa.

 O retrocesso foi enorme e estamos até piores que na fase do José Peseiro. O Sporting é uma equipa completamente desorganizada, sem modelo de jogo, sem identidade, nada. A intensidade de jogos é um facto importante e obviamente que contribui para alguma perda de qualidade, agora para esta queda bruta e significativa? A mim parece-me mais uma tentativa desesperada de fuga para a frente.

 Quando tens falta de tempo para treinar da forma mais eficiente, tens que procurar aproveitar todo o tempo de treino que possas usar para preparar a equipa para os jogos. O Laje, que anteriormente referiste, andou a implementar treinos bi-diários, fez-se à vida. Tens o recurso ao vídeo que podes usar para preparar estrategicamente o próximo jogo, o tal Laje usou e usa imenso esse recurso. Logo, isso dos jogos intensos, com pouco tempo de treino, é uma realidade e que também é uma desculpa, quem treina o Sporting tem que estar preparado para essa intensidade de jogos.

 É verdade o que afirmas, sobre o retrocesso da equipa por estar cansada e assim procurar zonas de conforto. Agora, o que assistimos é um retrocesso enorme e perigoso, estamos sem estratégica, sem modelo, sem identidade, vivemos do que os atletas fazem a nível individual e isso são indícios a levar muito em conta para o futuro. A equipa tem definidas as zonas de pressão? Nem uma. A equipa sabe como se posicionar, nomeadamente um bloco alto, médio ou baixo? Nada. A equipa sabe qual o atleta que sai na pressão ao portador da bola em determinadas zonas? Nada. Quantos lances somos capazes de lançar para aproveitar a profundidade? Nenhum. Tudo isto é devido à falta de treino? Também  é, mas é sobretudo por falta de competência e capacidade de operacionar em treino o que pretende ver no campo.

 Os sinais mais relevantes e que têm que ser tomados em conta é na prestação em provas regulares, nomeadamente o campeonato nacional. É aqui que vês a qualidade do treinador. Em provas a eliminar, aí entra em campo muito mais a questão anímica, a questão mental, que propriamente a qualidade do jogo em si. Por alguma razão com o Sá Pinto eliminamos o Manchester City e fomos roubados na meia-final vs Athletic. Mas, são provas igualmente importantes e relevantes, para ganhar, agora aferem muito pouco a qualidade de jogo da equipa.

 Desconheço se o Marcel Keizer vai continuar, se vem outro treinador, se querem dar tempo. Sei que os sinais são estes, são maus sinais, a equipa tem dado uma má resposta, perdeu tudo o que foi transmitido, é tudo cinzento e olha que ver cinzento já é relevante. Cabe à Direcção olhar para estes meses e tomar decisões, estão lá para isso. Eu sei o que faria, mas sou adepto e sem acesso a dados que a Direcção certamente os tem.
Eu não quero fazer aqui o papel de advogado do Diabo (Keizer), porque sou um defensor da classe treinador por natureza. Agora o que eu acho é que este treinador e o futuro plantel merece uma pré-época digna desse nome, para podermos avaliar o seu trabalho na integra.

Cada treinador tem a sua forma de trabalhar, o keizer tem a sua e o laje a dele, qual é a melhor? Mal ou bem o Keizer já tem um titulo. Não discuto métodos, analiso dinâmicas e os processos e neste momento as do Sporting são MÁS!!! Agora pode evoluir? Sim, tem todo o potencial para isso.

Tenho a curiosidade de o ver a treinar de semana a semana, (e isso já aconteceu e com excelentes resultados, é inegável e toda a gente estava entusiasmada.)  e pode já acontecer em Março. Temos de esperar para ver...

Isso seria desastroso, 6 dias de folga. E trabalhar?  :mrgreen:
ahahahahahah tu percebes o que quero dizer. Mas pronto, "jogar de semana a semana"
Eu não quero fazer aqui o papel de advogado do Diabo (Keizer), porque sou um defensor da classe treinador por natureza. Agora o que eu acho é que este treinador e o futuro plantel merece uma pré-época digna desse nome, para podermos avaliar o seu trabalho na integra.

Cada treinador tem a sua forma de trabalhar, o keizer tem a sua e o laje a dele, qual é a melhor? Mal ou bem o Keizer já tem um titulo. Não discuto métodos, analiso dinâmicas e os processos e neste momento as do Sporting são MÁS!!! Agora pode evoluir? Sim, tem todo o potencial para isso.

Tenho a curiosidade de o ver a treinar de semana a semana, (e isso já aconteceu e com excelentes resultados, é inegável e toda a gente estava entusiasmada.)  e pode já acontecer em Março. Temos de esperar para ver...

 E vais evoluir o que se o modelo de jogo é inexistente?

 O Marcel Keizer, a continuar, tem que começar do zero. Fazer um reset total e partir daí. Eu tenho dúvidas que seja o melhor treinador para o Sporting, o mês de Janeiro e este de Fevereiro, criou-me imensas dúvidas e perdi toda a crença que tinha. O Sporting joga muito mal à bola e isso é relevante, mesmo que possa criar tudo do zero.

 A decisão cabe à Direcção. Eles que decidam. Eu decidia por ir contratar um treinador distinto porque deixei de acreditar neste treinador, por ver os mesmos erros do passado a serem cometidos e por ver incapacidade de trabalhar sobre pressão, mantendo-se fiel aos seus princípios. Se a Direcção acredita no treinador, se acredita na sua decisão, se acredita que este é o caminho, então que o mantenham e fazem eles bem, temos que ser fieis aos nossos princípios / ideias / convicções.
“We have to be compact, close together tactically, and if you are close then you have options to play with. You don't always have to try the most risky ball if you are compact. You have to run, to fight, until the moment, and then ... bang, you take it.”

Jurgen Klopp
O problema de Keizer é que não se vê qualquer tipo de evolução na equipa, não existe um sinal positivo que nos possamos agarrar ao mesmo na esperança que este seja o técnico certo para continuar ao leme da equipa.

O que temos são imensos sinais de alerta, negativos e de uma profunda regressão de qualidade de jogo desde que assumiu a equipa.

Diz que não tem tempo para treinar(ajudava por exemplo instaurar treinos bi diários...), mas continuamos a ver os mesmos erros táticos na equipa desde o primeiro dia que assumiu o plantel...chega a um ponto que essa desculpa não pega.Já teve tempo suficiente para corrigir certos aspectos e comportamentos em campo da equipa.

Obviamente que depois existe uma estrutura toda à volta de um técnico, uma estrutura que na minha opinião está repleta de amadores e indivíduos sem vocação para os cargos que desempenham.

E isso tem peso, muitíssimo mesmo.Alias continuo a dizer que só no dia que o Sporting contratar(e para isso é preciso pensar em mercados exteriores) gente com experiência, competência e vocação para os cargos do futebol profissional é que estaremos realisticamente mais perto de obter sucesso no futebol de uma forma regular e sustentada.

Dito isto, não pode ser o Beto ou o Viana a fazerem por exemplo as convocatórias da equipa.Isso é responsabilidade do treinador, Keizer é um treinador que está completamente alheio da realidade do futebol Português (veja-se aquela convocatória para o jogo de Tondela) e a cada semana que passa parece-me evidente que nunca se vai adaptar ao futebol deste país.

Não podem também ser os dirigentes a treinarem a linha defensiva da equipa! Por muita responsabilidade que a estatura possa ter(e tem), existem situações que são da inteira responsabilidade do técnico.

A estrutura tem muitas responsabilidades e é a principal culpada, e um dos erros grosseiros que cometeu foi ter contratado um treinador sem qualidade e qualquer perfil para este cargo.

Keizer na minha opinião foi um tiro completamente ao lado, e duvido que esta direcção queira meter a cabeça no cepo por este treinador.E caso o cenário actual da equipa esta temporada não se altere até ao fim da época é previsível que o mesmo seja despedido.


Agora com esta estrutura para o futebol, o próximo técnico que vier ou é um predestinado ou consegue um verdadeiro milagre face a um alinhamento raro das estrelas ou então vai ter o mesmo sucesso de todos os técnicos que o antecederam.
O Beccacece continua fortíssimo no Defensa y Justicia, onde ainda não perdeu para o campeonato. Um Bielsa da new school, com tudo o que de bom isso traz. Agora uma coisa é certa: treinadores com ideais tão vincados e uma ideia de jogo tão clara, têm de ter tempo e jogadores para trabalhar. Caso contrário, mais vale ir buscar um Tiago Fernandes.

Neste momento, parece-me precipitado falar em mudar de treinador. Não se podia esperar um Sporting avassalador nos primeiros seis meses de um treinador que não conhece o país, a língua ou o campeonato e que nem oportunidade de fazer a pré-época teve. O Keizer tem desiludido em alguns aspetos, mas mesmo quando estávamos naquela maré de goleadas, já se esperava que mais tarde ou mais cedo chegassem os desaires. Tal como apoiei o Keizer nessa altura (como não, não é?), agora dou-lhe o benefício da dúvida. Foi, mesmo que durante pouco tempo, o treinador que colocou o Sporting a jogar de maneira mais próxima àquilo que eu idealizo. Pressão alta, procura infindável de golos, jogar a partir da defesa, futebol pelo corredor central, etc. Isso, entretanto, desapareceu e não percebo porquê, mas dou-lhe o benefício da dúvida devido às circunstâncias que encontrou.
Find what you love and let it kill you.
Uma coisa é certa, o problema não é o treinador.

É mais profundo do que isso, e sem o resto, pode vir o rei dos treinadores que dificilmente terá sucesso. O Sporting é um cemitério de maus treinadores há muitos anos, mas também já há vários bons treinadores no mesmo cemitério.
Eu cá espero que o Keizer seja o treinador do mandato TODO do Varandas. Aposta pessoal! E que o mandato sejam os 4 anos. Vair ser brutal!  :venia: :venia:
Eu não quero fazer aqui o papel de advogado do Diabo (Keizer), porque sou um defensor da classe treinador por natureza. Agora o que eu acho é que este treinador e o futuro plantel merece uma pré-época digna desse nome, para podermos avaliar o seu trabalho na integra.

Cada treinador tem a sua forma de trabalhar, o keizer tem a sua e o laje a dele, qual é a melhor? Mal ou bem o Keizer já tem um titulo. Não discuto métodos, analiso dinâmicas e os processos e neste momento as do Sporting são MÁS!!! Agora pode evoluir? Sim, tem todo o potencial para isso.

Tenho a curiosidade de o ver a treinar de semana a semana, (e isso já aconteceu e com excelentes resultados, é inegável e toda a gente estava entusiasmada.)  e pode já acontecer em Março. Temos de esperar para ver...

 E vais evoluir o que se o modelo de jogo é inexistente?

 O Marcel Keizer, a continuar, tem que começar do zero. Fazer um reset total e partir daí. Eu tenho dúvidas que seja o melhor treinador para o Sporting, o mês de Janeiro e este de Fevereiro, criou-me imensas dúvidas e perdi toda a crença que tinha. O Sporting joga muito mal à bola e isso é relevante, mesmo que possa criar tudo do zero.

 A decisão cabe à Direcção. Eles que decidam. Eu decidia por ir contratar um treinador distinto porque deixei de acreditar neste treinador, por ver os mesmos erros do passado a serem cometidos e por ver incapacidade de trabalhar sobre pressão, mantendo-se fiel aos seus princípios. Se a Direcção acredita no treinador, se acredita na sua decisão, se acredita que este é o caminho, então que o mantenham e fazem eles bem, temos que ser fieis aos nossos princípios / ideias / convicções.
E perdeste porquê? porque foi o próprio a dar-te as mesma pela forma como a equipa se apresentou entre Novembro e Dezembro. Não acredito que tivesses essas crenças com o peseiro...

Não achas estranho que o Sporting há 17 anos andar sempre a perder os campeonatos entre Janeiro e Fevereiro? Salvo a excepção de 15/16 e mais um ou outro que agora não lembro.

Achas que a culpa foi sempre dos treinadores que passaram? eu acho que... não foi só isso...

Agora concordo que se a direcção confia a 100% no treinador, tem de o manter, apoiar e dar todas as condições.

Se confia a 99%, não tem condições para continuar e tem de mudar.   
O Sporting é um cemitério de maus treinadores há muitos anos, mas também já há vários bons treinadores no mesmo cemitério.

 Que vários bons treinadores são esses?
“We have to be compact, close together tactically, and if you are close then you have options to play with. You don't always have to try the most risky ball if you are compact. You have to run, to fight, until the moment, and then ... bang, you take it.”

Jurgen Klopp
E perdeste porquê? porque foi o próprio a dar-te as mesma pela forma como a equipa se apresentou entre Novembro e Dezembro.

 Por ter zero de expectativas. Agora temos algo de palpável para analisar.
“We have to be compact, close together tactically, and if you are close then you have options to play with. You don't always have to try the most risky ball if you are compact. You have to run, to fight, until the moment, and then ... bang, you take it.”

Jurgen Klopp
Aqui numa conversa com um colega, perdemos 10 minutos a fazer uma análise, com base no transfermarkt, e decidi partilhar aqui.
os valores são média de pontos por jogo, média de golos por jogo e média de golos sofridos por jogo.

por ordem, estão representados vitória, chaves e rio ave, onde são comparados os supracitados valores obtidos pelo luís castro, com os valores que os outros treinadores dos últimos anos nos respectivos clubes obtiveram.
« Última modificação: Fevereiro 12, 2019, 17:38 pm por CalcanharDeXandão »
Peço desculpa, mas não percebo a que diz respeito cada gráfico.
“A lot of football success is in the mind. You must believe you are the best and then make sure that you are.” - Bill Shankly
O Sporting é um cemitério de maus treinadores há muitos anos, mas também já há vários bons treinadores no mesmo cemitério.

 Que vários bons treinadores são esses?

Jorge Jesus, Carlos Carvalhal, Fernando Santos, Jesualdo Ferreira, Jardim e Marco Silva.
Peço desculpa, mas não percebo a que diz respeito cada gráfico.
talvez tenha saltado alguns passos na explicação. :mrgreen:

editei a descrição.
ficou mais claro?
O Rui Vitória se fosse treinador do Sporting era campeão? Não.

O Lage se treinasse o Sporting recuperava tantos pontos para o primeiro? Não.

O Jesus foi campeão no Sporting? Não.

O Jardim se tivesse treinado o f.c.porto tinha sido campeão? Sim

O Jesualdo que foi campeão no f.c.porto teria sido no Sporting? Não.

O André se tivesse vindo para o Sporting tinha sido campeão e ganho uma competição europeia? Não.


O Marquito se vier treinar os lamps no futuro é campeão? Muito provavelmente.

E continuava aqui a tarde toda...podemos rodar treinadores como quisermos que enquanto não se resolver o verdadeiro problema, que é a estrutura, ganhamos zero.

Peço desculpa, mas não percebo a que diz respeito cada gráfico.
talvez tenha saltado alguns passos na explicação. :mrgreen:

editei a descrição.
ficou mais claro?

Sim, obrigado!  :great:



O Rui Vitória se fosse treinador do Sporting era campeão? Não.

O Lage se treinasse o Sporting recuperava tantos pontos para o primeiro? Não.

O Jesus foi campeão no Sporting? Não.

O Jardim se tivesse treinado o f.c.porto tinha sido campeão? Sim

O Jesualdo que foi campeão no f.c.porto teria sido no Sporting? Não.

O André se tivesse vindo para o Sporting tinha sido campeão e ganho uma competição europeia? Não.


O Marquito se vier treinar os lamps no futuro é campeão? Muito provavelmente.

E continuava aqui a tarde toda...podemos rodar treinadores como quisermos que enquanto não se resolver o verdadeiro problema, que é a estrutura, ganhamos zero.




Ou seja, o fato de alguns desses treinadores terem sido campeões prova que o futebol português é corrupto. porque é impossível alguns deles serem campeões por mérito próprio, seja no treino, seja na gestão do plantel ou do jogo.

Conclusão: ou passas a ter tu o poder, ou estás na m**** e não vais ganhar nada.
“A lot of football success is in the mind. You must believe you are the best and then make sure that you are.” - Bill Shankly
Jorge Jesus, Carlos Carvalhal, Fernando Santos, Jesualdo Ferreira, Jardim e Marco Silva.

 Exceptuando o Leonardo Jardim, que lucramos com a sua saída, nenhum dos outros teve sucesso digno de registo. Quer dizer, o Fernando Santos teve na selecção. De resto, ninguém fez nada de relevante fora do Sporting. O Jorge Jesus ficou enterrado aqui? Três anos, teve orçamentos que mais ninguém teve, é desonesto falar que nós o enterramos. Ele é que nos enterrou.

 Nós somos um cemitério de treinadores banais. Essa é que é a verdade.
“We have to be compact, close together tactically, and if you are close then you have options to play with. You don't always have to try the most risky ball if you are compact. You have to run, to fight, until the moment, and then ... bang, you take it.”

Jurgen Klopp
Peço desculpa, mas não percebo a que diz respeito cada gráfico.
talvez tenha saltado alguns passos na explicação. :mrgreen:

editei a descrição.
ficou mais claro?

Sim, obrigado!  :great:



O Rui Vitória se fosse treinador do Sporting era campeão? Não.

O Lage se treinasse o Sporting recuperava tantos pontos para o primeiro? Não.

O Jesus foi campeão no Sporting? Não.

O Jardim se tivesse treinado o f.c.porto tinha sido campeão? Sim

O Jesualdo que foi campeão no f.c.porto teria sido no Sporting? Não.

O André se tivesse vindo para o Sporting tinha sido campeão e ganho uma competição europeia? Não.


O Marquito se vier treinar os lamps no futuro é campeão? Muito provavelmente.

E continuava aqui a tarde toda...podemos rodar treinadores como quisermos que enquanto não se resolver o verdadeiro problema, que é a estrutura, ganhamos zero.




Ou seja, o fato de alguns desses treinadores terem sido campeões prova que o futebol português é corrupto. porque é impossível alguns deles serem campeões por mérito próprio, seja no treino, seja na gestão do plantel ou do jogo.

Conclusão: ou passas a ter tu o poder, ou estás na m**** e não vais ganhar nada.

Ora bem, faltam duas coisas à estrutura, competência na área em que se desenvolve, futebol, e poder.


Ora bem, faltam duas coisas à estrutura, competência na área em que se desenvolve, futebol, e poder.

Não me recordo de nenhuma estrutura do Sporting que tenha tido os dois, ou sequer uma.

Os títulos que vi neste clube foram mais um alinhamento das estrelas que outra coisa qualquer.

Ora bem, faltam duas coisas à estrutura, competência na área em que se desenvolve, futebol, e poder.

Não me recordo de nenhuma estrutura do Sporting que tenha tido os dois, ou sequer uma.

Os títulos que vi neste clube foram mais um alinhamento das estrelas que outra coisa qualquer.

O Duque no tempo dele sabia o que fazia nos bastidores, e diga-se que o Boloni teve um óptimo plantel.

Ora bem, faltam duas coisas à estrutura, competência na área em que se desenvolve, futebol, e poder.

Não me recordo de nenhuma estrutura do Sporting que tenha tido os dois, ou sequer uma.

Os títulos que vi neste clube foram mais um alinhamento das estrelas que outra coisa qualquer.

O Duque no tempo dele sabia o que fazia nos bastidores, e diga-se que o Boloni teve um óptimo plantel.

Pois, talvez nessa parte...na segunda lá está, foi o tal alinhamento das estrelas!