Providência cautelar de suspensão do efeito da AG de dia 23

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Está tudo muito calmo... bonança antes da tempestade?

Este golpe é todo muito estranho.
Eu não acredito(ava) muito em teorias da conspiração mas de algum tempo para cá começo a reparar em certos padrões muitos estranhos na CS.
As noticias são "replicadas" entre órgãos de CS, normalmente sem qualquer tipo de confirmação apenas com uma introdução do tipo "segundo a CM TV...", e normalmente sempre com a mesma origem (adivinhem qual).
Depois, qualquer tipo de noticia favorável a BdC não aparece, ou aparece algum tempo depois e normalmente "distorcida".

E isto não acontece apenas no futebol. Na politica é a mesma coisa se bem que a origem dessas noticias normalmente ainda é mais obscura.

Actualmente a CS ou é "manipulada" ou ela própria manipula as noticias. Até porque a CS é actualmente controlada por 2 ou 3 grupos económicos muito poderosos. E infelizmente a maior parte das pessoas não tem noção do que se passa porque sempre tiveram confiança nas noticias que apareciam quer na RTP (único canal há uns anos atrás) quer nos jornais diários (agora na internet).

Sugiro a todos, principalmente aqueles que aparentemente ainda não abriram os olhos, para verem as noticias com um olhar critico e pensarem bem antes de "engolir" aquilo que lhes transmitem.

PS: e muita atenção aos comentadores televisivos. Quando um diz mata, os outros a seguir dizem esfola...

Nada disso.

Apesar de concordar com tudo o que dizes, mas em relação a este caso em particular acredito que seja devido à "corrupção normal" das toupeiras.


 
A citação da PC suspende a execução da deliberação a partir desse momento mas não invalida os actos praticados antes.

Portanto, na minha opinião, o Bruno não volta a ser o Presidente durante a discussão da PC mas o Sporting não pode praticar mais actos em conexão com a execução da deliberação, como a realização das eleições, antes de sair a decisão da PC.

A ver ser percebi bem: alguém faz uma assembleia geral de destituição de um conselho de administração, demite esse conselho de administração e substitui pelos amigalhaços. Considerando o processo ilegal e que o novo conselho de administração é lesivo para a empresa, o presidente destituído avança com uma providência cautelar para anular os efeitos da AG. O tribunal suspende os efeitos da AG até o processo transitar em primeira instância.

Tendo por base o teu ponto de vista o que é que foi suspenso pelo juiz? É que se fica tudo igual, não há suspensão nenhuma.


SL

A actualidade do Sporting num refrão.
"Just like the Pied Piper
Led rats through the streets
We dance like marionettes
Swaying to the symphony Of destruction"
Daqui a nada é dia 8, tanto barafusto com a PC e nada, o vilão do pateta continua a gerir o clube com o careca... Enfim.
Daqui a nada é dia 8, tanto barafusto com a PC e nada, o vilão do pateta continua a gerir o clube com o careca... Enfim.
Vai sair antes de dia 8
Acho esta atitude do sr bruno de carvalho desnecessaria. É estar a contrariar aquilo que sempre nos disse, a nossa palavra enquanto sócios era ouro.

Fui seu apoiante desde o inicio, até ao fim. Aqueles seus últimos meses foi de loucos. Eu sempre tive a esperança que estavamos perante um novo João rocha, eterno presidente e defendi o acerrimamente muita vez em discussões entre amigos e familia. Fui à AG votar contra ele, pois com muita pena minha, ele estes últimos meses teve uma série de atos que puseram em causa a sobrevivência do clube. Acreditem que quase estive para não ir, para não ter de votar contra pois sei a obra que fez e o quanto lhe estou eternamente grato pelo pavilhão, Restruturaçao e outros. Mas ha coisas que não podemos arranjar desculpas pro injustificável. Estou lhe eternamente grato pelo que fez mas atualmente ja não têm condições.

Uma palavra ao sr marta soares. Tentou cumprir a lei do clube, mas acabou sendo um dos rostos da destituição! O PMAG é o órgão máximo sim. Mas foi o sr que desencadeou esta situação! Quem teria de o fazer era nós sócios. E ai sim você fazia cumprir. Agora tomar parte de Álvaro sobrinho, um criminoso? Não  :hand:

O imbróglio das mesas e afins deriva tudo desta sua precipitação. Ai sim óbvio teve razão. Mas não desculpa o resto. Um dos piores PMAG ja tivemos.
SEMELHANÇAS ENTRE BRUNO DE CARVALHO e PAULO PEREIRA CRISTÓVÃO?

- AMBOS SÃO CRIMINOSOS!!
concordo complenamente
Acho esta atitude do sr bruno de carvalho desnecessaria. É estar a contrariar aquilo que sempre nos disse, a nossa palavra enquanto sócios era ouro.

Fui seu apoiante desde o inicio, até ao fim. Aqueles seus últimos meses foi de loucos. Eu sempre tive a esperança que estavamos perante um novo João rocha, eterno presidente e defendi o acerrimamente muita vez em discussões entre amigos e familia. Fui à AG votar contra ele, pois com muita pena minha, ele estes últimos meses teve uma série de atos que puseram em causa a sobrevivência do clube. Acreditem que quase estive para não ir, para não ter de votar contra pois sei a obra que fez e o quanto lhe estou eternamente grato pelo pavilhão, Restruturaçao e outros. Mas ha coisas que não podemos arranjar desculpas pro injustificável. Estou lhe eternamente grato pelo que fez mas atualmente ja não têm condições.

Uma palavra ao sr marta soares. Tentou cumprir a lei do clube, mas acabou sendo um dos rostos da destituição! O PMAG é o órgão máximo sim. Mas foi o sr que desencadeou esta situação! Quem teria de o fazer era nós sócios. E ai sim você fazia cumprir. Agora tomar parte de Álvaro sobrinho, um criminoso? Não  :hand:

O imbróglio das mesas e afins deriva tudo desta sua precipitação. Ai sim óbvio teve razão. Mas não desculpa o resto. Um dos piores PMAG ja tivemos.

E que actos são esses?

Não estou a dizer isto como ataque pessoal, mas se os Sportinguistas tanto criticam a CMTV, depois não devem embarcar pela mesma retórica.

Por isso questiono-o, que actos - comprováveis com factos evidentemente - nos últimos meses é que Bruno de Carvalho praticou e que colocaram em causa a sobrevivência do Sporting?
Que saiam as providências o quanto antes, para eu poder decidir o que fazer, não quero pagar para estes m***** matar o Clube.
Então mas acha que o que se estás a passar presentemente no clube não tem o aval dos candidatos do sistema? É inocente a esse ponto? Esta delapidação premeditada do clube é um plano que está em marcha com a conivência e conhecimento dos candidatos principais e com a anuência de quem foi votar a favor da destituição. Ou já alguém ouviu algum candidato a insurgir-se contra esta gestão suicida de Sousa Cintra?! Exactamente, meus senhores, foi nisto que vocês votaram, uma época planeada por esta comissão de gestão, e a cama feita ao clube que tanto dizem amar!

Pois fiquem sabendo que essas "atitudes desnecessárias" que são as Providências Cautelares interpostas por Bruno de Carvalho são tudo quanto separam o clube do seu fim como clube dos sócios!

Deixem-se de justificações e paninhos quentes, quem votou a favor da destituição sabia quais eram os abutres que rondavam o clube... Quem votou a favor da destituição votou a favor dos meninos mimados que viraram as costas a todos vocês, quem votou a favor da destituição votou a favor de "peseirices" e negócios ruinosos, quem votou a favor da destituição votou a favor do passado, quem votou a favor da destituição votou contra o clube e a favor do bem parecer, e pior que tudo, quem votou a favor da destituição votou pelo fim do grande Sporting Clube de Portugal!
Acho esta atitude do sr bruno de carvalho desnecessaria. É estar a contrariar aquilo que sempre nos disse, a nossa palavra enquanto sócios era ouro.

Fui seu apoiante desde o inicio, até ao fim. Aqueles seus últimos meses foi de loucos. Eu sempre tive a esperança que estavamos perante um novo João rocha, eterno presidente e defendi o acerrimamente muita vez em discussões entre amigos e familia. Fui à AG votar contra ele, pois com muita pena minha, ele estes últimos meses teve uma série de atos que puseram em causa a sobrevivência do clube. Acreditem que quase estive para não ir, para não ter de votar contra pois sei a obra que fez e o quanto lhe estou eternamente grato pelo pavilhão, Restruturaçao e outros. Mas ha coisas que não podemos arranjar desculpas pro injustificável. Estou lhe eternamente grato pelo que fez mas atualmente ja não têm condições.

Uma palavra ao sr marta soares. Tentou cumprir a lei do clube, mas acabou sendo um dos rostos da destituição! O PMAG é o órgão máximo sim. Mas foi o sr que desencadeou esta situação! Quem teria de o fazer era nós sócios. E ai sim você fazia cumprir. Agora tomar parte de Álvaro sobrinho, um criminoso? Não  :hand:

O imbróglio das mesas e afins deriva tudo desta sua precipitação. Ai sim óbvio teve razão. Mas não desculpa o resto. Um dos piores PMAG ja tivemos.
Se o resultado da ag foi fidedigno ( o que nao creio ) , só está a corrigir a m**** que os socios fizeram. É o mesmo que eu ter a solução para a acabar com a crise na Venezuela e não a aplicar pq nao me querem lá, mas mais tarde vão me agradecer.
Então mas acha que o que se estás a passar presentemente no clube não tem o aval dos candidatos do sistema? É inocente a esse ponto? Esta delapidação premeditada do clube é um plano que está em marcha com a conivência e conhecimento dos candidatos principais e com a anuência de quem foi votar a favor da destituição. Ou já alguém ouviu algum candidato a insurgir-se contra esta gestão suicida de Sousa Cintra?! Exactamente, meus senhores, foi nisto que vocês votaram, uma época planeada por esta comissão de gestão, e a cama feita ao clube que tanto dizem amar!

Pois fiquem sabendo que essas "atitudes desnecessárias" que são as Providências Cautelares interpostas por Bruno de Carvalho são tudo quanto separam o clube do seu fim como clube dos sócios!

Deixem-se de justificações e paninhos quentes, quem votou a favor da destituição sabia quais eram os abutres que rondavam o clube... Quem votou a favor da destituição votou a favor dos meninos mimados que viraram as costas a todos vocês, quem votou a favor da destituição votou a favor de "peseirices" e negócios ruinosos, quem votou a favor da destituição votou a favor do passado, quem votou a favor da destituição votou contra o clube e a favor do bem parecer, e pior que tudo, quem votou a favor da destituição votou pelo fim do grande Sporting Clube de Portugal!
Obrigado e so o que te vou dizer !! :clap:
Os únicos que colocam em risco o Sporting Clube de Portugal são os seus sócios.

Com a sua incapacidade de sair da caixa em que nos colocaram nas últimas décadas. Vivem numa bolha, da qual saíram nos últimos 5 anos, mas não conseguiram resistir às adversidades, regressando ao conforto da mesma, o caminho mais fácil.

Somos reféns de um modo de estar que apenas dá de retorno ser mais um, sobreviver em vez de viver, a mediocridade em vez da glória.

Ninguém disse que o caminho anterior era fácil.

Acabo indo ao encontro do início, somos nós o cancro que corrói o Leão.

Enviado do telele

"Ele não é estúpido" Mãe de Fgedegico Vagandas


Acho esta atitude do sr bruno de carvalho desnecessaria. É estar a contrariar aquilo que sempre nos disse, a nossa palavra enquanto sócios era ouro.

Fui seu apoiante desde o inicio, até ao fim. Aqueles seus últimos meses foi de loucos. Eu sempre tive a esperança que estavamos perante um novo João rocha, eterno presidente e defendi o acerrimamente muita vez em discussões entre amigos e familia. Fui à AG votar contra ele, pois com muita pena minha, ele estes últimos meses teve uma série de atos que puseram em causa a sobrevivência do clube. Acreditem que quase estive para não ir, para não ter de votar contra pois sei a obra que fez e o quanto lhe estou eternamente grato pelo pavilhão, Restruturaçao e outros. Mas ha coisas que não podemos arranjar desculpas pro injustificável. Estou lhe eternamente grato pelo que fez mas atualmente ja não têm condições.

Uma palavra ao sr marta soares. Tentou cumprir a lei do clube, mas acabou sendo um dos rostos da destituição! O PMAG é o órgão máximo sim. Mas foi o sr que desencadeou esta situação! Quem teria de o fazer era nós sócios. E ai sim você fazia cumprir. Agora tomar parte de Álvaro sobrinho, um criminoso? Não  :hand:

O imbróglio das mesas e afins deriva tudo desta sua precipitação. Ai sim óbvio teve razão. Mas não desculpa o resto. Um dos piores PMAG ja tivemos.

E que actos são esses?

Não estou a dizer isto como ataque pessoal, mas se os Sportinguistas tanto criticam a CMTV, depois não devem embarcar pela mesma retórica.

Por isso questiono-o, que actos - comprováveis com factos evidentemente - nos últimos meses é que Bruno de Carvalho praticou e que colocaram em causa a sobrevivência do Sporting?

A origem disto tudo começa no jogo do maritimo. Onde os jogadores sabotaram o clube. Sim aquilo foi intencional, não tenham a menor duvida. A tão badalada crise financeira foi provocada pelos jogadores. Se aquele 2º lugar tem sido conseguido, o tal empréstimo que estava previsto mais a frente, se calhar nem seria preciso, caso entrássemos na LC. Mas voltando ao inicio.. Compreendo que o sr bruno de carvalho tenha tentado incutir o espirito de exigência tal como aconteceu com as outras modalidades. E fez bem. Só que não compreendeu como funciona os meandros. Como se diz " é um mundo a parte" onde circula muito dinheiro. E o futebol é a força motriz dos principais clubes portugueses.
Exigência sim, mas têm de compreender que o que na teoria e o correto, nem sempre se consegue adaptar a realidade. O futebol tem muitos podres. Ele tentou mexer com eles e correu mal. Infelizmente o futebol é o espelho do país..
Criou ambiente belicista com o plantel. Poderia até ter razão, mas abordou mal a situação.. E começou a criar se efeito bola de neve.. Depois juntam se os agentes a minar, e outras forças.. A quando do ataque ele deveria ter convocado eleições e voltado a candidatar se. E ganhava! Eu nessa altura continuaria a votar nele! Ao fazer finca pe e arrastando isto até a AG, o clube foi sofrendo danos de imagem la fora ( sim a imagem de uma marca conta muito, vejam como correu este mercado de transferências..) entre outros. E nesta confusão não houve ninguém que tenha dito " olhem vamos os 2 lados sentarmo nos a mesa e tentar resolver"..

O sr bruno não tinha necessidade de sair desta forma, pelo trabalho e obra deixada. Mas foi ele que escolheu este caminho.. Em parte só se pode culpar a ele proprio, embora também lhe tenham feito a cama, foi as 2 coisas..
SEMELHANÇAS ENTRE BRUNO DE CARVALHO e PAULO PEREIRA CRISTÓVÃO?

- AMBOS SÃO CRIMINOSOS!!
Acho esta atitude do sr bruno de carvalho desnecessaria. É estar a contrariar aquilo que sempre nos disse, a nossa palavra enquanto sócios era ouro.

Fui seu apoiante desde o inicio, até ao fim. Aqueles seus últimos meses foi de loucos. Eu sempre tive a esperança que estavamos perante um novo João rocha, eterno presidente e defendi o acerrimamente muita vez em discussões entre amigos e familia. Fui à AG votar contra ele, pois com muita pena minha, ele estes últimos meses teve uma série de atos que puseram em causa a sobrevivência do clube. Acreditem que quase estive para não ir, para não ter de votar contra pois sei a obra que fez e o quanto lhe estou eternamente grato pelo pavilhão, Restruturaçao e outros. Mas ha coisas que não podemos arranjar desculpas pro injustificável. Estou lhe eternamente grato pelo que fez mas atualmente ja não têm condições.

Uma palavra ao sr marta soares. Tentou cumprir a lei do clube, mas acabou sendo um dos rostos da destituição! O PMAG é o órgão máximo sim. Mas foi o sr que desencadeou esta situação! Quem teria de o fazer era nós sócios. E ai sim você fazia cumprir. Agora tomar parte de Álvaro sobrinho, um criminoso? Não  :hand:

O imbróglio das mesas e afins deriva tudo desta sua precipitação. Ai sim óbvio teve razão. Mas não desculpa o resto. Um dos piores PMAG ja tivemos.

E que actos são esses?

Não estou a dizer isto como ataque pessoal, mas se os Sportinguistas tanto criticam a CMTV, depois não devem embarcar pela mesma retórica.

Por isso questiono-o, que actos - comprováveis com factos evidentemente - nos últimos meses é que Bruno de Carvalho praticou e que colocaram em causa a sobrevivência do Sporting?

A origem disto tudo começa no jogo do maritimo. Onde os jogadores sabotaram o clube. Sim aquilo foi intencional, não tenham a menor duvida. A tão badalada crise financeira foi provocada pelos jogadores. Se aquele 2º lugar tem sido conseguido, o tal empréstimo que estava previsto mais a frente, se calhar nem seria preciso, caso entrássemos na LC. Mas voltando ao inicio.. Compreendo que o sr bruno de carvalho tenha tentado incutir o espirito de exigência tal como aconteceu com as outras modalidades. E fez bem. Só que não compreendeu como funciona os meandros. Como se diz " é um mundo a parte" onde circula muito dinheiro. E o futebol é a força motriz dos principais clubes portugueses.
Exigência sim, mas têm de compreender que o que na teoria e o correto, nem sempre se consegue adaptar a realidade. O futebol tem muitos podres. Ele tentou mexer com eles e correu mal. Infelizmente o futebol é o espelho do país..
Criou ambiente belicista com o plantel. Poderia até ter razão, mas abordou mal a situação.. E começou a criar se efeito bola de neve.. Depois juntam se os agentes a minar, e outras forças.. A quando do ataque ele deveria ter convocado eleições e voltado a candidatar se. E ganhava! Eu nessa altura continuaria a votar nele! Ao fazer finca pe e arrastando isto até a AG, o clube foi sofrendo danos de imagem la fora ( sim a imagem de uma marca conta muito, vejam como correu este mercado de transferências..) entre outros. E nesta confusão não houve ninguém que tenha dito " olhem vamos os 2 lados sentarmo nos a mesa e tentar resolver"..

O sr bruno não tinha necessidade de sair desta forma, pelo trabalho e obra deixada. Mas foi ele que escolheu este caminho.. Em parte só se pode culpar a ele proprio, embora também lhe tenham feito a cama, foi as 2 coisas..
É impressão minha ou não disseste que atos gravíssimos foram esses que colocaram em causa a sobrevivência do clube?

Foi exigir respeito e dedicação aos jogadores (que tu próprio admites sabotaram o clube intencionalmente)?
Foi lutar contra os tais podres do futebol que falas?
Foi não se demitir quando todos os podres e fações o queriam (e atacaram com tudo para o fazer)? E já agora porquê demitir-se? Porque uns atrasados fanáticos entraram em Alcochete?

Sinceramente, acabei por não perceber.

Parece a conversa da cm e restantes minions, generalizam que fez muito mal ao clube, ao ponto de o colocar em causa, mas depois quando se pede factos comprovados graves que suportam o que dizem... sai uma série de chavões e soundbytes com uma mão cheia de nada.
Acho esta atitude do sr bruno de carvalho desnecessaria. É estar a contrariar aquilo que sempre nos disse, a nossa palavra enquanto sócios era ouro.

Fui seu apoiante desde o inicio, até ao fim. Aqueles seus últimos meses foi de loucos. Eu sempre tive a esperança que estavamos perante um novo João rocha, eterno presidente e defendi o acerrimamente muita vez em discussões entre amigos e familia. Fui à AG votar contra ele, pois com muita pena minha, ele estes últimos meses teve uma série de atos que puseram em causa a sobrevivência do clube. Acreditem que quase estive para não ir, para não ter de votar contra pois sei a obra que fez e o quanto lhe estou eternamente grato pelo pavilhão, Restruturaçao e outros. Mas ha coisas que não podemos arranjar desculpas pro injustificável. Estou lhe eternamente grato pelo que fez mas atualmente ja não têm condições.

Uma palavra ao sr marta soares. Tentou cumprir a lei do clube, mas acabou sendo um dos rostos da destituição! O PMAG é o órgão máximo sim. Mas foi o sr que desencadeou esta situação! Quem teria de o fazer era nós sócios. E ai sim você fazia cumprir. Agora tomar parte de Álvaro sobrinho, um criminoso? Não  :hand:

O imbróglio das mesas e afins deriva tudo desta sua precipitação. Ai sim óbvio teve razão. Mas não desculpa o resto. Um dos piores PMAG ja tivemos.

E que actos são esses?

Não estou a dizer isto como ataque pessoal, mas se os Sportinguistas tanto criticam a CMTV, depois não devem embarcar pela mesma retórica.

Por isso questiono-o, que actos - comprováveis com factos evidentemente - nos últimos meses é que Bruno de Carvalho praticou e que colocaram em causa a sobrevivência do Sporting?

A origem disto tudo começa no jogo do maritimo. Onde os jogadores sabotaram o clube. Sim aquilo foi intencional, não tenham a menor duvida. A tão badalada crise financeira foi provocada pelos jogadores. Se aquele 2º lugar tem sido conseguido, o tal empréstimo que estava previsto mais a frente, se calhar nem seria preciso, caso entrássemos na LC. Mas voltando ao inicio.. Compreendo que o sr bruno de carvalho tenha tentado incutir o espirito de exigência tal como aconteceu com as outras modalidades. E fez bem. Só que não compreendeu como funciona os meandros. Como se diz " é um mundo a parte" onde circula muito dinheiro. E o futebol é a força motriz dos principais clubes portugueses.
Exigência sim, mas têm de compreender que o que na teoria e o correto, nem sempre se consegue adaptar a realidade. O futebol tem muitos podres. Ele tentou mexer com eles e correu mal. Infelizmente o futebol é o espelho do país..
Criou ambiente belicista com o plantel. Poderia até ter razão, mas abordou mal a situação.. E começou a criar se efeito bola de neve.. Depois juntam se os agentes a minar, e outras forças.. A quando do ataque ele deveria ter convocado eleições e voltado a candidatar se. E ganhava! Eu nessa altura continuaria a votar nele! Ao fazer finca pe e arrastando isto até a AG, o clube foi sofrendo danos de imagem la fora ( sim a imagem de uma marca conta muito, vejam como correu este mercado de transferências..) entre outros. E nesta confusão não houve ninguém que tenha dito " olhem vamos os 2 lados sentarmo nos a mesa e tentar resolver"..

O sr bruno não tinha necessidade de sair desta forma, pelo trabalho e obra deixada. Mas foi ele que escolheu este caminho.. Em parte só se pode culpar a ele proprio, embora também lhe tenham feito a cama, foi as 2 coisas..

Sinceramente, não entendi.

Então o problema está na podridão do futebol, e nos meninos mimados que f*** o clube e sabia muito bem o que estavam a fazer. Mas a solução é correr com o Bdc?!?!? ***!

Tenta lá explicar novamente porque eu não entendi!
#NasciLeãoNãoLampião
- "Basta que os homens de bem nada façam, para que o mal prevaleça"
- "Prefiro morrer de pé a viver ajoelhado"
@TNT_12 nada? nao respondes? calar é sinonimo de "fui enrabado e nao tenho resposta"

os actos praticados antes de dia 1 de Agosto já estão consolidados

PÁ! cuspi-me todo.

Suponhamos, o Marta Silverio rouba um carro no dia 23 de Junho.
O dono do carro, sei la, Bruno de Fonseca, vai pra tribunal, e o tribunal muda o registo de propriedade do veiculo no dia 1.

Segundo este senhor, o carro é do sr. marta, porque o roubo ja se consolidou!

Estas a fazer paralelismos com coisas totalmente diferente!
estou?
mesmo discordado que esteja, em beneficio da discucao retiro a minha analogia, e troco-a por uma questao.
o que é que o forista @TNT_12 quer dizer com "consolidou" - espero que o forista @TNT_12 responda.

(Posso ja informar o caro que isto vai acabar dentro de 5 o 6 posts numa reducao ao ridiculo do argumento apresentado.Mas siga la entreter um bocadinho)

És demasiado rápido no gatilho para o teu próprio bem. Em relação à acusação que me dirigiste no outro post, pelo facto de eu usar a expressão "consolidar" mais que uma vez - até devia ter dito consumar e não consolidar, portanto, enganei-me -, sendo incendiário, para depois (supostamente) desaparecer, só te digo que não escrevo em qualquer blog, não tenho intenções de desinformar nem de manipular as pessoas (ao contrário de algumas pessoas aqui que idolatram o Bruno) mas, pelo contrário combater as mentiras que são ditas, seja quem for que as propaga. Porque é condição essencial para se ter uma opinião válida, uma discussão útil, e em última análise para se contribuir para a vida do nosso clube a informação verdadeira dos factos. É condição essencial da participação saudável na vida do clube que as pessoas estejam cientes da realidade, do que é, e do que não é.

Não é por ficares 15 minutos sem resposta que alguém consentiu nas coisas absurdas que dizes, ou que passas a estar certo. Desculpa, não tenho sequer a paciência para estar a minha vida inteira aqui, à espera de respostas a cada 3 minutos. Tens a paciência de uma criança. Aguenta-te, não precisas de agir sempre tão impetuosamente, e sempre com 10 pedras na mão.

Depois, entras já na discussão antecipando a sua conclusão com uma reductio ad absurdum, sem sequer conseguires ver onde vai o assunto. Começas logo com a mentalidade errada, porque o objectivo não é levares a bicicleta para casa. O objectivo é a troca de informação ou de argumentos para descobrir a verdade, não é impor a tua versao do que tu queres que seja a verdade.

A questão é a legitimidade da Comissão de Gestão, perante a citação do Sporting no dia 1 de Agosto, considerando que a dita Comissão foi nomeada, tomou posse e foi registada antes da citação.

Ao contrário do que tu e muita gente possa pensar, esta questão não é simples, antes pelo contrário, é muito complexa, ao ponto de ser alvo de intenso debate há décadas!

Se não tivesse sido consumada a execução da deliberação antes da citação, então o Bruno continuaria a ser o presidente durante a discussão da providência cautelar. Mas já tendo sido nomeada a Comissão de Gestão antes da citação, a solução é diferente, pelo menos durante a discussão da providência cautelar.

A citação da PC suspende a execução da deliberação a partir desse momento mas não invalida os actos praticados antes.

Portanto, na minha opinião, o Bruno não volta a ser o Presidente durante a discussão da PC mas o Sporting não pode praticar mais actos em conexão com a execução da deliberação, como a realização das eleições, antes de sair a decisão da PC.

"Podendo as deliberações societárias continuar a ser executadas ou os efeitos danosos da sua execução continuar a verificar-se, permanece o fundamento para a medida cautelar de suspensão, a tal não obstando a circunstância de terem já sido praticados actos de execução, nomeadamente o seu registo.

Deve interpretar-se, de acordo com o sentido que decorre do texto do n.º 3 do artigo 381.º do Código de Processo Civil, a regra aí contida, no sentido de que a partir da citação fica suspensa a executoriedade da deliberação social visada com o pedido de suspensão, no âmbito do procedimento cautelar requerido pelo sócio, nos termos dos artigos 380º e 381º do Código de Processo Civil."

Este excerto é retirado de um acórdao do tribunal da relação de coimbra. O que significa que se encontram suspensas as deliberações, a validade das mesmas só na ação principal é que se decidirá e assim sendo elas encontram-se suspensas, até ao trânsito em julgado como refere o artigo 628 CPC
Um outro acórdão do tribunal da relação de Coimbra também diz uma coisa um pouco diferente:

De acordo com o disposto no artº 397º, nº 3, a partir da citação, e enquanto não for julgado em 1ª instância o pedido de suspensão, não é lícito à associação ou sociedade executar a deliberação impugnada.

         Salientando a expressão «a partir da citação», pergunta-se: e até à citação?

         Até à citação não há, a nosso ver, qualquer fundamento jurídico para questionar o direito da associação ou sociedade de executar a deliberação, bem como para sancionar tal execução, ou quem a leve a efeito, com quaisquer consequências

        Isto com base, por um lado, na clareza da letra da lei e, por outro, na ideia de que não é exigível à associação ou sociedade que preveja se irá ou não ser judicialmente impugnada por algum sócio a deliberação tomada"


Portanto há posições ligeiramente diferentes. A solução que vocês defendem colocaria o Bruno enquanto representante legal do Sporting a responder/opor'se à sua própria providência cautelar. Não faria sentido.

Além disso há outra questão debatida que é a da "ilicitude" da execução, que é diferente da "ilegalidade", o que teria efeitos diferentes em termos de aplicação dessa norma.

Mas, ainda assim, reconhecendo que a maioria dos tribunais defende o que tu citaste, vocês todos esquecem-se que o Bruno foi suspenso de sócio, e por isso verifica-se uma incompatibilidade que faz cessar imediatamente o mandato de todo o CD. Logo, ele já não pode nunca ser presidente de nada.

PS: acho só que não vai haver qualquer decisão em tempo útil sobre este caso.
Ainda venho a este tópico ver se consigo ver alguma discussão construtiva, mas depois leio que o BdC pôs em causa a sobrevivência do clube. Tenham vergonha em ser coniventes com a diarreia da Cofina. Alguma vez isso será verdade? Tenham tomates e pensem pela vossa cabeça porra. Não se põe em causa porra nenhuma por causa de um embrulho ou embalagem...o que conta é o conteúdo, pelo menos para quem tem algum discernimento cognitivo.
@TNT_12 nada? nao respondes? calar é sinonimo de "fui enrabado e nao tenho resposta"

os actos praticados antes de dia 1 de Agosto já estão consolidados

PÁ! cuspi-me todo.

Suponhamos, o Marta Silverio rouba um carro no dia 23 de Junho.
O dono do carro, sei la, Bruno de Fonseca, vai pra tribunal, e o tribunal muda o registo de propriedade do veiculo no dia 1.

Segundo este senhor, o carro é do sr. marta, porque o roubo ja se consolidou!

Estas a fazer paralelismos com coisas totalmente diferente!
estou?
mesmo discordado que esteja, em beneficio da discucao retiro a minha analogia, e troco-a por uma questao.
o que é que o forista @TNT_12 quer dizer com "consolidou" - espero que o forista @TNT_12 responda.

(Posso ja informar o caro que isto vai acabar dentro de 5 o 6 posts numa reducao ao ridiculo do argumento apresentado.Mas siga la entreter um bocadinho)

És demasiado rápido no gatilho para o teu próprio bem. Em relação à acusação que me dirigiste no outro post, pelo facto de eu usar a expressão "consolidar" mais que uma vez - até devia ter dito consumar e não consolidar, portanto, enganei-me -, sendo incendiário, para depois (supostamente) desaparecer, só te digo que não escrevo em qualquer blog, não tenho intenções de desinformar nem de manipular as pessoas (ao contrário de algumas pessoas aqui que idolatram o Bruno) mas, pelo contrário combater as mentiras que são ditas, seja quem for que as propaga. Porque é condição essencial para se ter uma opinião válida, uma discussão útil, e em última análise para se contribuir para a vida do nosso clube a informação verdadeira dos factos. É condição essencial da participação saudável na vida do clube que as pessoas estejam cientes da realidade, do que é, e do que não é.

Não é por ficares 15 minutos sem resposta que alguém consentiu nas coisas absurdas que dizes, ou que passas a estar certo. Desculpa, não tenho sequer a paciência para estar a minha vida inteira aqui, à espera de respostas a cada 3 minutos. Tens a paciência de uma criança. Aguenta-te, não precisas de agir sempre tão impetuosamente, e sempre com 10 pedras na mão.

Depois, entras já na discussão antecipando a sua conclusão com uma reductio ad absurdum, sem sequer conseguires ver onde vai o assunto. Começas logo com a mentalidade errada, porque o objectivo não é levares a bicicleta para casa. O objectivo é a troca de informação ou de argumentos para descobrir a verdade, não é impor a tua versao do que tu queres que seja a verdade.

A questão é a legitimidade da Comissão de Gestão, perante a citação do Sporting no dia 1 de Agosto, considerando que a dita Comissão foi nomeada, tomou posse e foi registada antes da citação.

Ao contrário do que tu e muita gente possa pensar, esta questão não é simples, antes pelo contrário, é muito complexa, ao ponto de ser alvo de intenso debate há décadas!

Se não tivesse sido consumada a execução da deliberação antes da citação, então o Bruno continuaria a ser o presidente durante a discussão da providência cautelar. Mas já tendo sido nomeada a Comissão de Gestão antes da citação, a solução é diferente, pelo menos durante a discussão da providência cautelar.

A citação da PC suspende a execução da deliberação a partir desse momento mas não invalida os actos praticados antes.

Portanto, na minha opinião, o Bruno não volta a ser o Presidente durante a discussão da PC mas o Sporting não pode praticar mais actos em conexão com a execução da deliberação, como a realização das eleições, antes de sair a decisão da PC.

"Podendo as deliberações societárias continuar a ser executadas ou os efeitos danosos da sua execução continuar a verificar-se, permanece o fundamento para a medida cautelar de suspensão, a tal não obstando a circunstância de terem já sido praticados actos de execução, nomeadamente o seu registo.

Deve interpretar-se, de acordo com o sentido que decorre do texto do n.º 3 do artigo 381.º do Código de Processo Civil, a regra aí contida, no sentido de que a partir da citação fica suspensa a executoriedade da deliberação social visada com o pedido de suspensão, no âmbito do procedimento cautelar requerido pelo sócio, nos termos dos artigos 380º e 381º do Código de Processo Civil."

Este excerto é retirado de um acórdao do tribunal da relação de coimbra. O que significa que se encontram suspensas as deliberações, a validade das mesmas só na ação principal é que se decidirá e assim sendo elas encontram-se suspensas, até ao trânsito em julgado como refere o artigo 628 CPC
Um outro acórdão do tribunal da relação de Coimbra também diz uma coisa um pouco diferente:

De acordo com o disposto no artº 397º, nº 3, a partir da citação, e enquanto não for julgado em 1ª instância o pedido de suspensão, não é lícito à associação ou sociedade executar a deliberação impugnada.

         Salientando a expressão «a partir da citação», pergunta-se: e até à citação?

         Até à citação não há, a nosso ver, qualquer fundamento jurídico para questionar o direito da associação ou sociedade de executar a deliberação, bem como para sancionar tal execução, ou quem a leve a efeito, com quaisquer consequências

        Isto com base, por um lado, na clareza da letra da lei e, por outro, na ideia de que não é exigível à associação ou sociedade que preveja se irá ou não ser judicialmente impugnada por algum sócio a deliberação tomada"


Portanto há posições ligeiramente diferentes. A solução que vocês defendem colocaria o Bruno enquanto representante legal do Sporting a responder/opor'se à sua própria providência cautelar. Não faria sentido.

Além disso há outra questão debatida que é a da "ilicitude" da execução, que é diferente da "ilegalidade", o que teria efeitos diferentes em termos de aplicação dessa norma.

Mas, ainda assim, reconhecendo que a maioria dos tribunais defende o que tu citaste, vocês todos esquecem-se que o Bruno foi suspenso de sócio, e por isso verifica-se uma incompatibilidade que faz cessar imediatamente o mandato de todo o CD. Logo, ele já não pode nunca ser presidente de nada.

PS: acho só que não vai haver qualquer decisão em tempo útil sobre este caso.

Outra vez arroz. Pareces um disco riscado. Ja te respondi a isso e outros tambem
A citacao suspende a decisao da AG. A decisao da AG foi 'tomada' a 23. Ou seja, voltas a situacao de 23, antes da AG.
Eu nao sou advogado e faltam-me os termos tecnicos, mas aqui vai. Se estiveres a falar dos contratos assinados entre o dia 23 e o dia 1, isso vai ser o cabo dos trabalhos. O BdC esta no seu direito, se o que foi assinado ser lesivo para o clube, tentar resolver os contratos. Esta numa posicao boa, se eles tomaram decisoes acertadas ele pode manter esses contratos se, como no exemplo do catering e dos despedimentos tiverem sido lesivos para o clube, ate podem acabar todos expulsos de socio.

Nao importa se nao ha quorum, o BdC apenas quer ir a eleiçoes. Ele é o presidente, e com quorum ou sem quorum, com o CD demissionario ou nao, continuaria em funçoes ate que as eleiçoes se realizassem. Que sao 45 dias para uma AEG Eleitoral Extraordinaria. Mais, a SAD nao tem quorum. O presidente do Clube representa o Sporting e detem a maioria das accoes. Logo pode nomear quem quiser pra SAD, saiem os que la estao e entram administradores novos.... ficam em plenas funçoes ate um novo CD tomar posse e o Presidente eleito exercer o seu poder representativo das accoes do Sporting na SAD.

Eu se fosse o BdC, nao me nomeava pra presidente da SAD, punha la outro, com objectivos bem definidos, acabar a restruturacao e blindar os terrenos da academia...
« Última modificação: Setembro 04, 2018, 10:46 am por Cisito »
#NasciLeaoNaoNasciLampiao
@TNT_12 nada? nao respondes? calar é sinonimo de "fui enrabado e nao tenho resposta"

os actos praticados antes de dia 1 de Agosto já estão consolidados

PÁ! cuspi-me todo.

Suponhamos, o Marta Silverio rouba um carro no dia 23 de Junho.
O dono do carro, sei la, Bruno de Fonseca, vai pra tribunal, e o tribunal muda o registo de propriedade do veiculo no dia 1.

Segundo este senhor, o carro é do sr. marta, porque o roubo ja se consolidou!

Estas a fazer paralelismos com coisas totalmente diferente!
estou?
mesmo discordado que esteja, em beneficio da discucao retiro a minha analogia, e troco-a por uma questao.
o que é que o forista @TNT_12 quer dizer com "consolidou" - espero que o forista @TNT_12 responda.

(Posso ja informar o caro que isto vai acabar dentro de 5 o 6 posts numa reducao ao ridiculo do argumento apresentado.Mas siga la entreter um bocadinho)

És demasiado rápido no gatilho para o teu próprio bem. Em relação à acusação que me dirigiste no outro post, pelo facto de eu usar a expressão "consolidar" mais que uma vez - até devia ter dito consumar e não consolidar, portanto, enganei-me -, sendo incendiário, para depois (supostamente) desaparecer, só te digo que não escrevo em qualquer blog, não tenho intenções de desinformar nem de manipular as pessoas (ao contrário de algumas pessoas aqui que idolatram o Bruno) mas, pelo contrário combater as mentiras que são ditas, seja quem for que as propaga. Porque é condição essencial para se ter uma opinião válida, uma discussão útil, e em última análise para se contribuir para a vida do nosso clube a informação verdadeira dos factos. É condição essencial da participação saudável na vida do clube que as pessoas estejam cientes da realidade, do que é, e do que não é.

Não é por ficares 15 minutos sem resposta que alguém consentiu nas coisas absurdas que dizes, ou que passas a estar certo. Desculpa, não tenho sequer a paciência para estar a minha vida inteira aqui, à espera de respostas a cada 3 minutos. Tens a paciência de uma criança. Aguenta-te, não precisas de agir sempre tão impetuosamente, e sempre com 10 pedras na mão.

Depois, entras já na discussão antecipando a sua conclusão com uma reductio ad absurdum, sem sequer conseguires ver onde vai o assunto. Começas logo com a mentalidade errada, porque o objectivo não é levares a bicicleta para casa. O objectivo é a troca de informação ou de argumentos para descobrir a verdade, não é impor a tua versao do que tu queres que seja a verdade.

A questão é a legitimidade da Comissão de Gestão, perante a citação do Sporting no dia 1 de Agosto, considerando que a dita Comissão foi nomeada, tomou posse e foi registada antes da citação.

Ao contrário do que tu e muita gente possa pensar, esta questão não é simples, antes pelo contrário, é muito complexa, ao ponto de ser alvo de intenso debate há décadas!

Se não tivesse sido consumada a execução da deliberação antes da citação, então o Bruno continuaria a ser o presidente durante a discussão da providência cautelar. Mas já tendo sido nomeada a Comissão de Gestão antes da citação, a solução é diferente, pelo menos durante a discussão da providência cautelar.

A citação da PC suspende a execução da deliberação a partir desse momento mas não invalida os actos praticados antes.

Portanto, na minha opinião, o Bruno não volta a ser o Presidente durante a discussão da PC mas o Sporting não pode praticar mais actos em conexão com a execução da deliberação, como a realização das eleições, antes de sair a decisão da PC.

"Podendo as deliberações societárias continuar a ser executadas ou os efeitos danosos da sua execução continuar a verificar-se, permanece o fundamento para a medida cautelar de suspensão, a tal não obstando a circunstância de terem já sido praticados actos de execução, nomeadamente o seu registo.

Deve interpretar-se, de acordo com o sentido que decorre do texto do n.º 3 do artigo 381.º do Código de Processo Civil, a regra aí contida, no sentido de que a partir da citação fica suspensa a executoriedade da deliberação social visada com o pedido de suspensão, no âmbito do procedimento cautelar requerido pelo sócio, nos termos dos artigos 380º e 381º do Código de Processo Civil."

Este excerto é retirado de um acórdao do tribunal da relação de coimbra. O que significa que se encontram suspensas as deliberações, a validade das mesmas só na ação principal é que se decidirá e assim sendo elas encontram-se suspensas, até ao trânsito em julgado como refere o artigo 628 CPC
Um outro acórdão do tribunal da relação de Coimbra também diz uma coisa um pouco diferente:

De acordo com o disposto no artº 397º, nº 3, a partir da citação, e enquanto não for julgado em 1ª instância o pedido de suspensão, não é lícito à associação ou sociedade executar a deliberação impugnada.

         Salientando a expressão «a partir da citação», pergunta-se: e até à citação?

         Até à citação não há, a nosso ver, qualquer fundamento jurídico para questionar o direito da associação ou sociedade de executar a deliberação, bem como para sancionar tal execução, ou quem a leve a efeito, com quaisquer consequências

        Isto com base, por um lado, na clareza da letra da lei e, por outro, na ideia de que não é exigível à associação ou sociedade que preveja se irá ou não ser judicialmente impugnada por algum sócio a deliberação tomada"


Portanto há posições ligeiramente diferentes. A solução que vocês defendem colocaria o Bruno enquanto representante legal do Sporting a responder/opor'se à sua própria providência cautelar. Não faria sentido.

Além disso há outra questão debatida que é a da "ilicitude" da execução, que é diferente da "ilegalidade", o que teria efeitos diferentes em termos de aplicação dessa norma.

Mas, ainda assim, reconhecendo que a maioria dos tribunais defende o que tu citaste, vocês todos esquecem-se que o Bruno foi suspenso de sócio, e por isso verifica-se uma incompatibilidade que faz cessar imediatamente o mandato de todo o CD. Logo, ele já não pode nunca ser presidente de nada.

PS: acho só que não vai haver qualquer decisão em tempo útil sobre este caso.

Outra vez arroz. Pareces um disco riscado. Ja te respondi a isso e outros tambem
A citacao suspende a decisao da AG. A decisao da AG foi 'tomada' a 23. Ou seja, voltas a situacao de 23, antes da AG.
Eu nao sou advogado e faltam-me os termos tecnicos, mas aqui vai. Se estiveres a falar dos contratos assinados entre o dia 23 e o dia 1, isso vai ser o cabo dos trabalhos. O BdC esta no seu direito, se o que foi assinado ser lesivo para o clube, tentar resolver os contratos. Esta numa posicao boa, se eles tomaram decisoes acertadas ele pode manter esses contratos se, como no exemplo do catering e dos despedimentos tiverem sido lesivos para o clube, ate podem acabar todos expulsos de socio.

Nao importa se nao ha quorum, o BdC apenas quer ir a eleiçoes. Ele é o presidente, e com quorum ou sem quorum, com o CD demissionario ou nao, continuaria em funçoes ate que as eleiçoes se realizassem. Que sao 45 dias para uma AEG Eleitoral Extraordinaria. Mais, a SAD nao tem quorum. O presidente do Clube representa o Sporting e detem a maioria das accoes. Logo pode nomear quem quiser pra SAD, saiem os que la estao e entram administradores novos.... ficam em plenas funçoes ate um novo CD tomar posse e o Presidente eleito exercer o seu poder representativo das accoes do Sporting na SAD.

Eu se fosse o BdC, nao me nomeava pra presidente da SAD, punha la outro, com objectivos bem definidos, acabar a restruturacao e blindar os terrenos da academia...

A ti já nem respondo ao conteúdo do que dizes, porque é só estupidezes. Tipicamente, o autor não se apercebe da estupidez que está a dizer, de modo que se torna impossível chamá-lo à razão. Qualquer esforço de entrar em discussão com uma tal pessoa seria totalmente inútil. Tu próprio disseste que não és advogado, o que já é um indicador de que não fazes mesmo ideia do que falas. Mas para quem não percebe as coisas são sempre muito simples e evidentes, é impressionante. Até espanta como é que não há mais ignorantes na Ciência...


Ficas a falar sozinho, paciência.