Rodrigo Battaglia

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

 Caso regresse com alguma disciplina táctica sem bola, será uma boa mais-valia para ser tampão à frente dos centrais pois essa é uma zona muito órfã de jogadores. Do que me recordo dos jogos com o José Peseiro, perdeu muita dessa disciplina e só acumulava erros. Que volte diferente, caso contrário é mais um para despachar no longo-prazo (será sempre, mas se tiver valorizado é melhor).

Eu lembro-me bem dos sprints deste maluquinho a correr atrás da bola até ao GR adversário. A malta batia palmas portanto ele achava que fazia bem.
Tendo em conta a capacidade do K0, deduzo que volte igual ou pior. Não vejo como recuperaria essa "disciplina táctica sem bola" não havendo qualquer tipo de estímulos/indicações corretas de fora.
 Caso regresse com alguma disciplina táctica sem bola, será uma boa mais-valia para ser tampão à frente dos centrais pois essa é uma zona muito órfã de jogadores. Do que me recordo dos jogos com o José Peseiro, perdeu muita dessa disciplina e só acumulava erros. Que volte diferente, caso contrário é mais um para despachar no longo-prazo (será sempre, mas se tiver valorizado é melhor).

Eu lembro-me bem dos sprints deste maluquinho a correr atrás da bola até ao GR adversário. A malta batia palmas portanto ele achava que fazia bem.
Tendo em conta a capacidade do K0, deduzo que volte igual ou pior. Não vejo como recuperaria essa "disciplina táctica sem bola" não havendo qualquer tipo de estímulos/indicações corretas de fora.

Se o ano passado tínhamos o Gudelj quase sempre a titular como é que a vinda do Battaglia pode ser má?
Esforço, Dedicação, Devoção e Glória
Outro regresso, outro contracto ruinoso... Só não é empurrado como foi o Bas Dost porque esteve um ano inteiro lesionado. Mas o Sousa Cintra salvou o clube e o que interessava era correr com o demente!

Face a tudo quanto se sabe hoje volto a reiterar com mais convicção ainda o que defendi na altura, não tenho qualquer dúvida em afirmar que o melhor para o clube tinha sido a saída efectiva dos jogadores que rescindiram!
 Caso regresse com alguma disciplina táctica sem bola, será uma boa mais-valia para ser tampão à frente dos centrais pois essa é uma zona muito órfã de jogadores. Do que me recordo dos jogos com o José Peseiro, perdeu muita dessa disciplina e só acumulava erros. Que volte diferente, caso contrário é mais um para despachar no longo-prazo (será sempre, mas se tiver valorizado é melhor).

Eu lembro-me bem dos sprints deste maluquinho a correr atrás da bola até ao GR adversário. A malta batia palmas portanto ele achava que fazia bem.
Tendo em conta a capacidade do K0, deduzo que volte igual ou pior. Não vejo como recuperaria essa "disciplina táctica sem bola" não havendo qualquer tipo de estímulos/indicações corretas de fora.

Se o ano passado tínhamos o Gudelj quase sempre a titular como é que a vinda do Battaglia pode ser má?

Primeiro, eu nunca disse que regresso dele era mau. Simplesmente questionei a sua evolução num dos seus mais óbvios (e perigosos para a posição) pontos fracos.

Segundo, não percebo a comparação com gudelj. Se for para baixar a bitola, diria que qualquer mdef titular de 80% das equipas da 1a liga ofereciam mais que gudelj (e bem mais baratos que batta). Isso chega para o Sporting? Para mim não.
Citar

BATTAGLIA: "SOU PRIVILEGIADO POR ESTAR NESTE CLUBE"
Por Sporting CP
23 Ago, 2019
EQUIPA PRINCIPAL
Declarações do médio argentino

Cerca de nove meses depois da grave lesão que sofreu, Rodrigo Battaglia voltou a treinar sem limitações com a equipa principal de futebol do Sporting Clube de Portugal. O médio está agora à procura do melhor ritmo para regressar à competição, mas recordou o momento em que se lesionou. Foi a 4 de Novembro de 2018, dia em que os Leões visitaram o terreno do CD Santa Clara em jogo para a Liga NOS.

"Quando caí, já sabia que tinha alguma coisa. Foi uma dor muito grande. Mas já passou. Espero que nunca mais volte a acontecer. Este período da parte de fora foi muito útil na minha vida pessoal e profissional. Estou a viver as coisas de outra maneira, a desfrutar muito das pequenas coisas do dia-a-dia", disse Rodrigo Battaglia à Sporting TV. "Estava a atravessar o meu melhor momento. Fui chamado à selecção [argentina], o que era o meu maior objectivo. Vou trabalhar para voltar a jogar com regularidade e regressar à selecção", acrescentou.

Rodrigo Battaglia começou, depois, um longo período de recuperação na Academia Sporting. Para o sul-americano, a ajuda recebida em Alcochete foi crucial para o regresso ao activo. "O mais importante foi o apoio de toda a gente da Academia. Foram meses muito difíceis para mim e conseguiam sempre fazer-me sorrir ou davam-me um abraço", contou.

Admitindo que se ia sentindo "feliz por cada pequeno detalhe" quer ia conseguindo alcançar durante a recuperação, Battaglia garantiu ter noção da importância de representar o Sporting CP. "Sei que sou um privilegiado nesta vida pela profissão que tenho, pela vida que levo em Lisboa e por estar neste grande Clube. Fico feliz em cada treino". assegurou.

Durante os meses em que esteve de fora, o internacional argentino sofreu muito ao ver os jogos do Sporting CP na bancada. Tanto que o objectivo, agora, é merecer a confiança de Marcel Keizer para voltar a estar do lado de dentro das quatro linhas. "Estar dentro é complicado, mas estar fora é pior. De fora temos mais sentimento, mais euforia. Penso que fizemos uma boa temporada ao conquistar as duas taças. O Clube tem de continuar no caminho de ganhar troféus. (...) Já estou a trabalhar ao máximo com a equipa e agora quero somar minutos para ganhar confiança. (...) Gosto muito disto. É a minha vida. Estou-me a dedicar ao máximo, como fiz sempre", lembrou.

Por fim, Rodrigo Battaglia dirigiu-se aos Sportinguistas. "Que continuem com o apoio que nos têm vindo a dar sempre. É muito reconfortante ouvi-los, ver a bancada cheia com bandeiras e camisolas. É muito bonito e motivante", concluiu.


https://www.sporting.pt/pt/noticias/futebol/equipa-principal/2019-08-23/battaglia-sou-privilegiado-por-estar-neste-clube


Citar

BATTAGLIA: "SOU PRIVILEGIADO POR ESTAR NESTE CLUBE"
Por Sporting CP
23 Ago, 2019
EQUIPA PRINCIPAL
Declarações do médio argentino

Cerca de nove meses depois da grave lesão que sofreu, Rodrigo Battaglia voltou a treinar sem limitações com a equipa principal de futebol do Sporting Clube de Portugal. O médio está agora à procura do melhor ritmo para regressar à competição, mas recordou o momento em que se lesionou. Foi a 4 de Novembro de 2018, dia em que os Leões visitaram o terreno do CD Santa Clara em jogo para a Liga NOS.

"Quando caí, já sabia que tinha alguma coisa. Foi uma dor muito grande. Mas já passou. Espero que nunca mais volte a acontecer. Este período da parte de fora foi muito útil na minha vida pessoal e profissional. Estou a viver as coisas de outra maneira, a desfrutar muito das pequenas coisas do dia-a-dia", disse Rodrigo Battaglia à Sporting TV. "Estava a atravessar o meu melhor momento. Fui chamado à selecção [argentina], o que era o meu maior objectivo. Vou trabalhar para voltar a jogar com regularidade e regressar à selecção", acrescentou.

Rodrigo Battaglia começou, depois, um longo período de recuperação na Academia Sporting. Para o sul-americano, a ajuda recebida em Alcochete foi crucial para o regresso ao activo. "O mais importante foi o apoio de toda a gente da Academia. Foram meses muito difíceis para mim e conseguiam sempre fazer-me sorrir ou davam-me um abraço", contou.

Admitindo que se ia sentindo "feliz por cada pequeno detalhe" quer ia conseguindo alcançar durante a recuperação, Battaglia garantiu ter noção da importância de representar o Sporting CP. "Sei que sou um privilegiado nesta vida pela profissão que tenho, pela vida que levo em Lisboa e por estar neste grande Clube. Fico feliz em cada treino". assegurou.

Durante os meses em que esteve de fora, o internacional argentino sofreu muito ao ver os jogos do Sporting CP na bancada. Tanto que o objectivo, agora, é merecer a confiança de Marcel Keizer para voltar a estar do lado de dentro das quatro linhas. "Estar dentro é complicado, mas estar fora é pior. De fora temos mais sentimento, mais euforia. Penso que fizemos uma boa temporada ao conquistar as duas taças. O Clube tem de continuar no caminho de ganhar troféus. (...) Já estou a trabalhar ao máximo com a equipa e agora quero somar minutos para ganhar confiança. (...) Gosto muito disto. É a minha vida. Estou-me a dedicar ao máximo, como fiz sempre", lembrou.

Por fim, Rodrigo Battaglia dirigiu-se aos Sportinguistas. "Que continuem com o apoio que nos têm vindo a dar sempre. É muito reconfortante ouvi-los, ver a bancada cheia com bandeiras e camisolas. É muito bonito e motivante", concluiu.


https://www.sporting.pt/pt/noticias/futebol/equipa-principal/2019-08-23/battaglia-sou-privilegiado-por-estar-neste-clube



Lá estaremos todos com as nossas bandeiras e o c****** mas é para mandar esta p*** Argentina para quem a cagou no Mundo.

Palhaço de m****, acha que 1 ano no estaleiro com umas ricas férias em que terá perdido as suas poucas qualidades (físicas) e chega para ser herói novamente.
"O Sporting tem os melhores adeptos do Mundo mas os piores sócios do Mundo porque são, constantemente, incapazes de decidir o melhor para o clube" PMR, 1/11/2018

CONTRA TUDO E CONTRA TODOS! SPORTING SEMPRE!
 Caso regresse com alguma disciplina táctica sem bola, será uma boa mais-valia para ser tampão à frente dos centrais pois essa é uma zona muito órfã de jogadores. Do que me recordo dos jogos com o José Peseiro, perdeu muita dessa disciplina e só acumulava erros. Que volte diferente, caso contrário é mais um para despachar no longo-prazo (será sempre, mas se tiver valorizado é melhor).

Eu lembro-me bem dos sprints deste maluquinho a correr atrás da bola até ao GR adversário. A malta batia palmas portanto ele achava que fazia bem.
Tendo em conta a capacidade do K0, deduzo que volte igual ou pior. Não vejo como recuperaria essa "disciplina táctica sem bola" não havendo qualquer tipo de estímulos/indicações corretas de fora.

Se o ano passado tínhamos o Gudelj quase sempre a titular como é que a vinda do Battaglia pode ser má?

Primeiro, eu nunca disse que regresso dele era mau. Simplesmente questionei a sua evolução num dos seus mais óbvios (e perigosos para a posição) pontos fracos.

Segundo, não percebo a comparação com gudelj. Se for para baixar a bitola, diria que qualquer mdef titular de 80% das equipas da 1a liga ofereciam mais que gudelj (e bem mais baratos que batta). Isso chega para o Sporting? Para mim não.

Então mas se não tens alternativa e tens um atleta melhor que o que tinhas a titular o ano passado existe uma certa melhoria ou não?

Se chega ou não é uma questão completamente diferente, antes do "problema Batta" tens o problema Renan, B Gaspar, Luis Neto, Andre Pinto, Tiago Ilori, Diaby......

Atenção eu não estou a defender o Batta cegamente apenas acho que para quem tinha o Gudelj a titular o ano passado o improvement é óbvio, preocupam-me mais outras posições.
Esforço, Dedicação, Devoção e Glória
Este era aquele que ainda ia jogar na época passada, não era?
Estranhíssimo ter ficado de fora dos inscritos na Liga Europa.
Mais valia ter rescindido e ficado por aí.
Estranhíssimo ter ficado de fora dos inscritos na Liga Europa.

Ele e o Ristosvki eram para sair este Verão...
Estranhíssimo ter ficado de fora dos inscritos na Liga Europa.

Ele e o Ristosvki eram para sair este Verão...

?????

Mesmo que seja verdade, que eu saiba não saíram. Por isso se fisicamente estiverem bem tem que contar. Não tem lógica deixar os 2 fora da lista quando no geral já tens pouca qualidade nas escolhas. A não ser que estejam lesionados até dezembro, o que seria gravissimo
O pior é que não temos melhor para 6 -.-
Vatangas o Usurpador
#NasciLeãoNãoLampião
Gostava de saber quem fez a lista .

Já foi o Pontes?
Sócio 20.332

Desde 1991

23-03-2013 -> O REERGUER DO SPORTING!
Este era aquele que ainda ia jogar na época passada, não era?
Era ele e o Sturaro... Que sonho.   :lol: :lol:
Das duas uma, ou a recuperação do Battaglia e Ristovski(e o primeiro creio que já treina com a equipa) ainda está muito distante ou então são jogadores para dispensar/vender.

Não existe outra possibilidade para ficarem fora da lista.
Se o clube informasse os sócios, saberíamos.

Rosier, Ristovski, Battaglia, Jovane, Camacho

Tudo jogadores que estão ou estiveram lesionados e nada de infos quanto a tempo de recuperação, gravidade, nada.

Antigamente saíam boletins clínicos detalhados, agora só vem uma ou outra nota de vez a vez e sem grande explicação.
Quando fecha o mercado na Argentina?
Fez 90 minutos no jogo treino com o Vitória FC.
Finalmente... ver se começa a jogar agora ja contra o Boavista... seria uma boa noticia