Jesus admite traição

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Se correr mal daqui a 1 aninho já está cá a falar mal do campeonato brasileiro. Se correr bem já é um dos melhores do mundo...
Vatangas o Usurpador
#NasciLeãoNãoLampião
Jorge Jesus finalmente a treinar na Europa como sempre quis!
Tenham calma...

É um dos ultimos cartuchos. Não tinha mais para onde ir, restou-lhe América do Sul.
Na Europa já ninguem paga o que ele quer.

Vamos ver os próximos meses, mas penso que dali já não vai mais alto.
Pela minha parte, estava a pensar naquela célebre frase que ele disse na TVI, qualquer coisa parecida com "neste momento, o único campeonato da Europa que acompanho é o brasileiro".
Eu tenho vergonha de o ter defendido.

Autêntico cavalo de Tróia, de muito baixo nível, muito baixo mesmo.
Eu tenho vergonha de o ter defendido.

Autêntico cavalo de Tróia, de muito baixo nível, muito baixo mesmo.

Somos dois. Defendi-o porque sempre imaginei que ele nos defendesse. Infelizmente apercebi-me de que não era assim tarde demais.
Para mim a cronologia é bastante simples.

Contratação de JJ ao benfica foi uma jogada de mestre. Uma das melhores das ultimas decadas.
1º ano JJ estava super motivado e fez um trabalho extraordinario.
Benfica NUNCA poderia deixar JJ ser campeão no Sporting depois de jogada de BdC. Custasse o que custasse. Foi o que se viu.
JJ sabendo que perdeu aquele campeonato e sabendo o modus operandi do Benfica sabia que nunca seria campeão no Sporting e começou a jogar em 2 tabuleiros.
Aliando isto ao facto do pai ter falecido, nada o ligava mais ao Sporting
BdC falhou em ter renovado depois da chantagem ridícula de JJ, mas se não renovasse e ele fosse de facto para o Porto seria queimado em praça publica por imprensa e sportingados como estavam desejosos de um deslize. Os restantes sportinguistas tótós iriam na onda e acabaria como acabou.

Sempre foi uma lose-lose situation. Mas jogar no totobola à terça é sempre mais fácil.
E o BdC é que tem de ser expulso..ok..
Uma coisa eu admito....o gajo é um rato do caraças.

Na apresentação do Falamengo "eu vejo os jogos todos do campeonato brasileiro no PFC"

Ainda vai sacar um guito extra em publicidade para a PFC..... :lol:
Para mim a cronologia é bastante simples.

Contratação de JJ ao benfica foi uma jogada de mestre. Uma das melhores das ultimas decadas.
1º ano JJ estava super motivado e fez um trabalho extraordinario.
Benfica NUNCA poderia deixar JJ ser campeão no Sporting depois de jogada de BdC. Custasse o que custasse. Foi o que se viu.
JJ sabendo que perdeu aquele campeonato e sabendo o modus operandi do Benfica sabia que nunca seria campeão no Sporting e começou a jogar em 2 tabuleiros.
Aliando isto ao facto do pai ter falecido, nada o ligava mais ao Sporting
BdC falhou em ter renovado depois da chantagem ridícula de JJ, mas se não renovasse e ele fosse de facto para o Porto seria queimado em praça publica por imprensa e sportingados como estavam desejosos de um deslize. Os restantes sportinguistas tótós iriam na onda e acabaria como acabou.

Sempre foi uma lose-lose situation. Mas jogar no totobola à terça é sempre mais fácil.

Não tenho uma ideia assim tão simples da cronologia.

Concordo quanto à questão do 1.º ano. Concordo que o BdC tenha falhado ao renovar o contrato ao homem, mas compreendo que não renovar o contrato fosse uma decisão "difícil". O JJ naquela altura tinha o apoio de todos os adeptos, apesar de ter ganho apenas e só uma Supertaça.

No 2.º ano o JJ fez uma época vergonhosa a todos os níveis! O futebol foi fraco. O discurso foi fraco. o auto-engrandecimento foi uma constante e só conheceu paralelo com o bota-abaixismo que fazia contra o clube [o discurso do eu sou o maior, vocês antes de mim eram coisa nenhuma esteve SEMPRE presente. Quando ganhava era o JJ. Quando perdia os adeptos já deviam estar habituados a perder]. Passou-se um Verão com "assédios" do PSG fruto da ida para lá do Antero.

No 3.º ano assistiu-se ao mesmo que se assistiu no 2.º ano. Exibições de m****, resultados abaixo do desejável, excluindo no campeonato em que nos mantivemos mais ou menos na luta até às últimas jornadas.

No final da 2.ª temporada devia ter sido corrido! O trabalho era uma m****. O discurso era uma m****. O salário era elevado. Os sinais estavam lá TODOS! Se o JJ se tivesse ido embora naquele momento, tinha saído como saiu o MS, tinham aparecido uns quantos totós a dizer que era uma estupidez estar a mandar embora o melhor treinador em Portugal, mas ao fim de meia dúzia de semanas a coisa estava ultrapassada.

O "roubo" do treinador ao rival foi uma excelente jogada. Mas o pessoal esqueceu-se que o *** que para cá veio era exactamente o mesmo que andava constantemente com a conversa do "limpinho, limpinho". O discurso que ele teve no dia da apresentação, o tal que foi tão elogiado, foi na mesma senda de outros discursos que o idiota tinha quando estava no Benfica: "a partir de hoje existem três clubes grandes em Portugal". Toda a gente lhe bateu palmas. Nunca percebi muito bem porquê.
Não estou nada de acordo que tenha sido uma jogada de mestre. Porquê? Por ter vindo direto dos corruptos? Apenas criou-se ruido, Carnaval, histerismo mediático, deu-se muito a ganhar à comunicação social que já odiava o BDC, e em termos de modernização de estrutura não foi nada pensado pelo próprio clube. Foi colocar tudo nas mãos de um megalómano. Também diga-se de passagem que o BDC não era propriamente um tipo discreto mas adiante.

De mestre tinha sido contratar o Paulo Fonseca na altura. Claro que não era fashionable porque tinha falhado no Porto e tinha regressado ao Paços. Futebolisticamente não perdíamos em nada. Antes pelo contrário. É verdade, fazer o Euromilhões depois de sair é fácil. O pior é que esta escolha foi baseada num nome pomposo e é considerado de Mestre porque veio do outro lado. De resto não ficou nada. 0.

Enquanto se pensar que a mestria está em recrutar o que vem dali em vez de sermos nós a seguir o nosso caminho... mas adiante, que agora já todos viram o embuste que foram aqueles 3 anos, não vou perder mais tempo a falar desse personagem.
Achas que alguém que está há 11 anos no futebol, que tem curso de treinador, que está diariamente no balneário, com dirigentes, treinadores, jogadores, staff, dos seniores aos iniciados, não tem toda uma experiência e conhecimento que, sei lá, um gestor, um advogado, um trolha, ainda têm que ir aprendendo ao longo de anos quando chegam à presidência de um clube?
Ir buscar o treinador mais titulado de sempre do maior rival não é uma jogada de mestre ?


Enviado do meu iPhone usando o Tapatalk
Não estou nada de acordo que tenha sido uma jogada de mestre. Porquê? Por ter vindo direto dos corruptos? Apenas criou-se ruido, Carnaval, histerismo mediático, deu-se muito a ganhar à comunicação social que já odiava o BDC, e em termos de modernização de estrutura não foi nada pensado pelo próprio clube. Foi colocar tudo nas mãos de um megalómano. Também diga-se de passagem que o BDC não era propriamente um tipo discreto mas adiante.

De mestre tinha sido contratar o Paulo Fonseca na altura. Claro que não era fashionable porque tinha falhado no Porto e tinha regressado ao Paços. Futebolisticamente não perdíamos em nada. Antes pelo contrário. É verdade, fazer o Euromilhões depois de sair é fácil. O pior é que esta escolha foi baseada num nome pomposo e é considerado de Mestre porque veio do outro lado. De resto não ficou nada. 0.

Enquanto se pensar que a mestria está em recrutar o que vem dali em vez de sermos nós a seguir o nosso caminho... mas adiante, que agora já todos viram o embuste que foram aqueles 3 anos, não vou perder mais tempo a falar desse personagem.

A modernização da estrutura era algo que deveria ter acontecido independentemente do treinador.
Estamos a falar de um treinador campeão no eterno rival.
Na altura a contratação de JJ abanou e de que maneira a estrutura dos lampiões. Talvez já não te recordes dos primeiros meses deles sem JJ, mas aquilo esteve feio.
Ter sido campeões nesse ano seria uma machadada quase fatal para eles, tal como a qualificação para Champions no ano passado (que os empurraria para a Liga Europa).

É preciso analisar os acontecimentos á luz do que se sabe no momento. Naquele momento a contratação de JJ é uma grande jogada. Qualquer empresa atualmente quer recrutar os que obtêm melhores resultados e se vier diretamente da concorrencia ainda melhor. O elan que pairou à volta da equipa do Sporting durante essa temporada foi único. Não me lembro de ver algo assim. Foi um ano onde de facto eramos considerados como favoritos a ser campeões. A hipótese era real, estava ali à nossa frente.

Depois do despedimento de Marco Silva a direção tinha que apresentar um treinador forte. O unico português era JJ, caso contrário teria que ser um estrangeiro com curriculo.

Não estou nada de acordo que tenha sido uma jogada de mestre. Porquê? Por ter vindo direto dos corruptos? Apenas criou-se ruido, Carnaval, histerismo mediático, deu-se muito a ganhar à comunicação social que já odiava o BDC, e em termos de modernização de estrutura não foi nada pensado pelo próprio clube. Foi colocar tudo nas mãos de um megalómano. Também diga-se de passagem que o BDC não era propriamente um tipo discreto mas adiante.

De mestre tinha sido contratar o Paulo Fonseca na altura. Claro que não era fashionable porque tinha falhado no Porto e tinha regressado ao Paços. Futebolisticamente não perdíamos em nada. Antes pelo contrário. É verdade, fazer o Euromilhões depois de sair é fácil. O pior é que esta escolha foi baseada num nome pomposo e é considerado de Mestre porque veio do outro lado. De resto não ficou nada. 0.

Enquanto se pensar que a mestria está em recrutar o que vem dali em vez de sermos nós a seguir o nosso caminho... mas adiante, que agora já todos viram o embuste que foram aqueles 3 anos, não vou perder mais tempo a falar desse personagem.

A modernização da estrutura era algo que deveria ter acontecido independentemente do treinador.
Estamos a falar de um treinador campeão no eterno rival.
Na altura a contratação de JJ abanou e de que maneira a estrutura dos lampiões. Talvez já não te recordes dos primeiros meses deles sem JJ, mas aquilo esteve feio.
Ter sido campeões nesse ano seria uma machadada quase fatal para eles, tal como a qualificação para Champions no ano passado (que os empurraria para a Liga Europa).

É preciso analisar os acontecimentos á luz do que se sabe no momento. Naquele momento a contratação de JJ é uma grande jogada. Qualquer empresa atualmente quer recrutar os que obtêm melhores resultados e se vier diretamente da concorrencia ainda melhor. O elan que pairou à volta da equipa do Sporting durante essa temporada foi único. Não me lembro de ver algo assim. Foi um ano onde de facto eramos considerados como favoritos a ser campeões. A hipótese era real, estava ali à nossa frente.

Depois do despedimento de Marco Silva a direção tinha que apresentar um treinador forte. O unico português era JJ, caso contrário teria que ser um estrangeiro com curriculo.

Facto:

O futebol do Sporting teve um boost qualitativo enorme na primeira época.

De longe a melhor equipa em Portugal esse ano.

O que se passou depois desse ano, falha-me, sinceramente. Tenho algumas convicções, mas no fundo não passam de especulações.
O que aconteceu com o JJ foi o mesmo que aconteceu com o Jardel. Duas jogadas de mestre e que podiam ter mudado para sempre o tugão.
Na primeira época mostraram os dois o que podiam fazer e como iam inclinar a competicao para os nossos lados por uns bons anos. Os alarmes soam no galinheiro e tomam-se as medidas necessárias para dar cabo dos trunfos. Tanto num caso como no outra valia tudo para os destruirem. Com o Jardel foi a droga. Com o JJ foi jogarem com a cabeca dele e com as suas fraquezas e ilusoes.
O resultado foi o mesmo. Foram os dois destruidos. Anularam as nossas jogadas. E tanto o Jardel como o JJ se não fossem burros percebiam que eles foram os mais prejudicados com as manipulacoes de que foram alvo.

E com o BdC foi igual. Com esse usaram a imprensa comprada e o Mendes.

Mentalizem-se que custa menos, os gajos vão sempre destruir os trunfos que arranjarmos se os arranjarmos. Não temos defesas nenhumas.
Tenho algumas convicções, mas no fundo não passam de especulações
Partilha
Ir buscar o treinador mais titulado de sempre do maior rival não é uma jogada de mestre ?


Enviado do meu iPhone usando o Tapatalk

Sim mas so se fosse num campeonato limpo de corrupcao agora com Padres Missas Malas e E-mails olha ate eu me arriscava a ser campeao...
Eu tenho vergonha de o ter defendido.

Autêntico cavalo de Tróia, de muito baixo nível, muito baixo mesmo.

Somos dois. Defendi-o porque sempre imaginei que ele nos defendesse. Infelizmente apercebi-me de que não era assim tarde demais.

E vão três.

Nunca pensei que preferisse afagar o seu ego a ajudar a empurrar o Clube do seu Pai para o fundo.
"Para mim , o Sporting é como uma mulher que se ama logo à primeira vista. Um homem pode conhecer várias mulheres , mas há sempre ‘aquela’, a especial. Independentemente de ficarmos com ela ou não, lembramo-nos dela para sempre!" - Ivone De Franceschi
Não foi uma jogada de mestre? Lol. Não fomos campeões por causa das razões que toda a gente sabe...

O que não invalida o que se passou a partir do ano a seguir.
O erro foi não ter despedido o homem depois de 2016/2017, os 9 milhões de indemnização ficavam muito mais baratos do que isto que aconteceu. Ia à vida depois da eliminação em Chaves, apostava-se nos miúdos, afastava-se o caruncho latino já para preparar a época seguinte.