Holdimo e o golpe de estad(i)o efectuado - como reagir?

0 Membros e 2 Visitantes estão a ver este tópico.

Nunca vou perdoar os 71% por entregarem de bandeja o clube (melhor, a SAD) ao Álvaro Sobrinho.

Sporting Corporate de Portugal
Na 6ª o Fivelas, rodeado de gorilas, aturou os chatos dos sócios do CLUBE no Multidesportivo
Na 4ª o Fivelas, cheio de glamour, sorria junto dos partners do CORPORATE no Casino do Estoril
Citar
BRUNO DE CARVALHO TROÇOU DE ÁLVARO SOBRINHO EM CARTA À HOLDIMO
Segundo a Sábado, leões receberam em maio uma comunicação da empresa acionista e responderam em tom irónico

Ironia ou mau gosto? Segundo a revista Sábado, a dúvida fica após a leitura de uma carta remetida a 10 de maio pela anterior comissão executiva do Sporting, liderada por Bruno Carvalho, à Holdimo de Álvaro Sobrinho, que pediu à equipa de gestão vários esclarecimentos relativos à situação financeira do clube e ao relacionamento entre aquela equipa e os jogadores de futebol, após os comentários que o então presidente tinha feito no Facebook, no final do jogo entre o Atlético Madrid e o Sporting, que terminou com a derrota dos leões por 2-0.

A carta da Holdimo - que tentou marcar uma assembleia geral de acionistas, mas sem sucesso, uma vez que o então presidente da mesa da assembleia geral da SAD, João Sampaio, negou essa possibilidade - foi endereçada à SAD a 10 de Abril. Um mês depois, a resposta da comissão executiva começou assim: "Em primeiro lugar, queremos demonstrar a nossa felicidade por verificar que V.Exa se encontra em tão boa forma que lhe permitiu enviar-nos uma documentação em prosa digna dos Lusíadas de Luís de Camões".

Logo em seguida, o documento assinado, pelos administradores da SAD do Sporting, refere ser um "regozijo verificar que ao mesmo tempo que tem gravíssimos problemas em diversos países", a Holdimo, ou seja Álvaro Sobrinho, "dedica um pouco do seu tempo ao investimento feito na Sporting SAD".

Record
Eu estava preocupado é se a massa fosse desviada para empresas que não prestam os serviços devidos mas onde a massa fica disponível em cash. Isso sim, preocupava-me e era grave. Agora da SAD para o clube? E onde há contas auditadas? tsss tsss...

Por exemplo 3 empresas de informática?

É... a massa "escorre" com os bits e os Bytes.  :twisted:

Bits e bytes fictícios... São os piores
God exists for two knock outs...
se calhar, interessa mais ao Sobrinho que o Sporting perca a maioria na sad
I'm an atheist, but God willing, someday I'll change.

HATTRICK GAME and DAYZ are vicious!!

"LET THE FEVER RISE "
Golpe de Tróia
Sporting Corporate de Portugal
Na 6ª o Fivelas, rodeado de gorilas, aturou os chatos dos sócios do CLUBE no Multidesportivo
Na 4ª o Fivelas, cheio de glamour, sorria junto dos partners do CORPORATE no Casino do Estoril
La vão conseguindo o que querem...
como reagir? fácil
que se aumente os ordenados na direcção para não serem manipulados no futuro.

um gajo a receber 100k por ano "facilmente" é corrompido.
http://jornaldeangola.sapo.ao/economia/alvaro_sobrinho_esta_sob_pressao_da_justica

ECONOMIA
Álvaro Sobrinho está sob pressão da justiça
26 de Agosto, 2018

O empresário luso-angolano Álvaro Sobrinho,  ex-presidente da comissão executiva do extinto Banco Espírito Santo Angola (BESA), foi interrogado quinta e sexta-feira últimas, nesse último dia ao longo de sete horas, pela Comissão Independente Contra a Corrupção das Ilhas Maurícias.



Empresário foi interrogado durante sete horas na sexta-feira
Fotografia: DR
A imprensa portuguesa de ontem cita o jornal das Ilhas “L´Express” a escrever que o empresário seria “confrontado com as questões sérias” no âmbito das diversas suspeitas que há em torno dos negócios que tem nas Maurícias.
Álvaro Sobrinho é proprietário de Fundos de Investimento e de várias habitações e apartamentos num “resort” de luxo nas Maurícias, e há suspeitas de que gastou cerca de um milhão de euros (313,3 milhões de kwanzas) em carros de luxo para oferecer a figuras influentes do país, incluindo o filho do vice-primeiro-ministro.
Estes dados juntam-se às suspeitas sobre a forma como o ex-líder do BESA conseguiu a licença para operar na banca das Maurícias.
O “L’Express” destaca que o interrogatório de Álvaro Sobrinho está directamente relacionado com o chamado caso “Cartão de Platina” que envolve a ex-Presidente das Maurícias, Ameenah Gurib-Fakim.
A ex-Presidente demitiu-se em Março deste ano, depois de se ter descoberto que gastou mais de 20 mil euros (6.265 milhões de kwanzas) em despesas pessoais, incluindo sapatos e jóias, com um cartão de crédito que recebeu de uma organização de Álvaro Sobrinho, a Planet Earth Institute (PEI).
A PEI, que está sediada em Londres, foi criada com a finalidade de promover o desenvolvimento da ciência em África. A organização está também envolvida em suspeitas no Reino Unido, depois de uma investigação jornalística ter revelado que um membro do Parlamento britânico, Paul Boateng, recebeu dinheiro através de uma conta de Álvaro Sobrinho domiciliada num paraíso fiscal para alegadamente lhe facilitar o acesso a altas figuras das Ilhas.
O empresário luso-angolano está envolvido em várias suspeitas em Portugal, nomeadamente por ter alegadamente desviado centenas de milhões de euros do BES Angola. É igualmente suspeito de ter pago “luvas” ao juiz Rui Rangel na chamada “Operação Lex” e o seu nome aparece implicado no caso Monte Branco.
Na Suíça, Álvaro Sobrinho é ainda suspeito de branqueamento de capitais através de diversas contas em seu nome ou no nome de “offshores” por si detidas, também no âmbito do BESA.

Investigações em Portugal   
Álvaro Sobrinho é suspeito de ser o beneficiário de três companhias angolanas que terão recebido de forma não justificada um total de 433 milhões de dólares do extinto Banco Espírito Santo Angola.
A esta soma juntam-se 182 milhões de dólares que terá recebido em nome próprio através de duas empresas “offshore”, num total de 615 milhões de dólares que teriam sido originalmente concedidos pelo BESA como empréstimos a empresas.
Estas suspeitas baseiam-se em documentos obtidos pela revista alemã “Der Spiegel” e partilhados com o semanário português “Expresso” em Março, no âmbito de um consórcio internacional de jornalismo de investigação.
Da documentação constam extractos bancários, e-mails e ficheiros Excel que indicam movimentos como um depósito de 277 milhões de dólares em dinheiro vivo numa conta do BESA, cuja verba seguiu depois para outras entidades, ou o levantamento de quase 50 milhões de dólares em numerário de uma companhia controlada por Álvaro Sobrinho e o depósito de cerca de metade desse valor, no dia seguinte, a 17 de Julho de 2012, numa conta da Ocean Private.
O buraco financeiro de 5,7 mil milhões de dólares detectado em 2013 no BESA teve um forte impacto nas perdas do BES em Portugal, tendo sido um de vários factores a conduzir o Grupo Espírito Santo (GES) ao colapso.
Desde 23 de junho que deixou de existir nas TV.. Voltou pra obscuridade..
Em 1º sempre o grande Sporting!!


Citar
Álvaro Sobrinho fala sobre interrogatório na Ilhas Maurícias

Citar
Eleições no Sporting: Álvaro Sobrinho quebra o silêncio

Maior acionista privado da SAD do Sporting quebrou na noite desta quinta-feira o silêncio em torno das eleições no Sporting, marcadas para sábado.

Álvaro Sobrinho, maior acionista privado da SAD do Sporting, quebrou na noite desta quinta-feira o silêncio que mantinha sobre o processo eleitoral no clube leonino.

"Eu vi o último debate e tentei perceber o modelo de gestão que os candidatos propunham e não consegui perceber de nenhum. Estamos a ver candidatos a dizer o que os eleitores querem ouvir e não apresentam modelos. Havia ideias, mas o modelo de gestão não existe. Vendo o futebol e a SAD como um negócio não existe nenhum modelo em que me identifique", afirmou, numa entrevista à TVI.

"Iria apoiar o candidato com o maior projeto. Face à ausência desse pressuposto, os sócios devem pensar no melhor perfil. Só me posso pronunciar sobre o que conheço. Das pessoas que se apresentaram, conheço o passado e o perfil do Dr. Frederico Varandas e o Dr. José Maria Ricciardi. É nessas que poderei debruçar-me. O perfil de escolha vai ser simples. O presidente tem que reunir um conjunto de condições para o período menos bons que atravessa e nisso o candidato, e quero ser imparcial, o Dr. José Maria Ricciardi, foi fundamental na reestruturação financeira, tem sido presente no Sporting, tem um currículo muito bom a nível profissional", vincou.


O Jogo

Para completar o enredo Monty Python  :venia: :venia: :venia: :venia: :venia: :venia:

Mas vou deixar-te o meu voto meu caro
A certa altura, dá a ideia que o gajo aceita que os sócios lhe paguem para ir embora. Algum avençado que clarifique isto junto do respectivo candidato, para que este reporte ao dono. Vamos falar de números.

#MissãoAgoraÉsTu
Orgulho no passado, coragem no presente... o futuro é SPORTING SEMPRE!


Como conseguiu o que queria em relação a Bruno de Carvalho, recebeu uma demonstração do poder que tem no Sporting e dessa forma está a «ameaçar» quem vier a seguir na presidência que se não tomar medidas que o beneficiem seguirá o exemplo de Bruno de Carvalho. É o que acontece quando se dá poder a pessoas que passaram a vida em busca de poder, agora aguentem com ele.
Meteram o gajo que lhes fazia frente na rua, agora aturem-no 71%.
"Atenção, que levam tau tau"...  :lol:

Que grande *****
É apreciar a m**** que aí vem, depois não chorem.
71%, depois não venham fingir que não votaram Sim.

"Viva o Sporting Clube de Portugal ... É Nosso Outra Vez!" - Presidente Bruno de Carvalho

"Um dia vocês hão-de perceber que o objectivo de Pinto da Costa e do Porto nunca foi destruir o Benfica mas sim o Sporting." - Viridis