Os amigos de Setúbal...

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

https://opolvo.pt/2019/01/03/os-contornos-do-processo-mala-ciao-novas-acusacoes-poderao-cair/

Citar

OS CONTORNOS DO PROCESSO MALA CIAO – NOVAS ACUSAÇÕES PODERÃO CAIR



No mês de dezembro foram divulgados diversos e-mails e documentos por parte do Mercado de Benfica, incluindo alguns envolvendo o trio de advogados que defende o Benfica.

Num e-mail enviado a 21 de dezembro de 2018 por Paulo Saragoça da Matta, um dos advogados do Benfica, a João Medeiros e Rui Patrício, os restantes advogados, fica-se a saber que o processo Mala Ciao foi apensado ao processo dos e-mails.



Os advogados do Benfica acreditam que nos próximos tempos vão existir buscas e detenções que visam o topo da hierarquia do clube encarnado.

Quais são as provas reunidas pelo Ministério Público?
Nos documentos divulgados pelo Mercado de Benfica encontram-se documentos do Ministério Público onde estão reunidas diversas informações relativas aos casos envolvendo o Benfica. Neste artigo vou abordar unicamente a parte do processo Mala Ciao.

Mala Ciao
Abaixo fica a primeira página do auto relacionado com o processo Mala Ciao. O restante documento será resumido.



Pelo que vem escrito no auto, a investigação começou através de uma denúncia anónima contra o Presidente da SAD do Desportivo das Aves e para o Diretor Desportivo do mesmo clube [curiosamente, menos de 15 dias antes das buscas efetuadas pela PJ às instalações do Desportivo das Aves, o presidente do clube apresentou demissão]. Apesar de ter sido uma denúncia anónima, através da investigação reforçaram-se os indícios de crimes.

Os factos em posse do Ministério Público são:

Tentativa de compra de um jogador do Boavista por parte do Desportiva das Aves mas com a intervenção de Luís Filipe Vieira para o pagamento do passe.
Jogadores do Benfica emprestados de forma encapotada ao Desportivo das Aves [ler aqui o caso de João Amaral do Vitória de Setúbal que é exemplo desse tipo de prática]. O MP refere que os contratos desses jogadores estarão guardados na casa da mãe do Diretor Desportivo do Desportivo das Aves
Promessa de pagamento de € 10.000,00 por parte do Benfica a cada jogador do Desportivo das Aves se ganhassem ao F.C. Porto no dia 8 de abril de 2018.
Possibilidade de futuras abordagens a jogadores de equipas adversários do Desportivo das Aves até ao final do campeonato 2017/2018 para facilitar resultados.
Alegada promessa e pagamento de € 10.000,00 por parte do Benfica a cada jogador do Vitória de Setúbal para a equipa tirar pontos ao Porto no jogo realizado no dia 19 de março de 2017.
Alegada promessa e pagamento de € 15.000,00 por parte do Benfica a cada jogador do Belenenses para a equipa ganhar ao F.C. Porto no jogo do dia 2 de abril de 2018.
Alegada viciação de resultados no jogo entre o Setúbal e o Benfica no dia 7 de abril de 2018, quando Luís Nascimento cometeu falta que deu origem à marcação da grande penalidade a favor do Benfica. Segundo o Ministério Público, Luís Nascimento ainda era jogador do Benfica, sendo mais um empréstimo encapotado.
Alegada promessa e pagamento de valor não apurado a cada jogador do Vitória de Setúbal caso a equipa tirasse pontos ao F.C. Porto no jogo realizado no dia 23 de abril de 2018.
Oferta indevida de vantagem do SLB caso o Marítimo vencessos os jogos da jornada 32 e 34, contra o Sporting e o Porto, respectivamente.
Devido a estas suspeitas, foram realizadas buscas nas instalações do Benfica e outros clubes. Vou colocar abaixo uma lista com os documentos apreendidos/copiados pelos investigadores nas buscas efetuadas no Estádio da Luz.

No gabinete da Assessoria Jurídica da SAD

9 pastas de arquivo com os processos relativos aos jogadores João Carvalho, João Amaral, Fábio Cardoso, Dálcio, Bruno Varela, Tiago Dantas, César Martings, Carlos Rodrigues e Patrick Vieira.
Duas pastas de arquivo com as inscrições “Protocolo Vitória de Setúbal e “Protocolo Os Belenenses”.
Conjunto de documentos com timbre “Social Esportiva Vitória” relativo ao jogador Luís Felipe Dias Nascimento e o respetivo contrato de trabalho desportivo.
Cinco pastas de arquivo com documentação relativa aos jogadores: Fábio Cardoso, Luís Carlos Farina Oliveira, César Henrique Martins, Cristian Daniel Arango Duque, Hamdou Mohamed A.M. Elhouni.
Fatura emitida pelo Vitória Futebol Clube para o Sport Lisboa e Benfica no valor de 123.000,00 euros.
Acordo de revogação de contrato de trabalho com o jogador Lucas de Lima Linhares, datado de 4 de agosto de 2017.
No gabinete de Luís Filipe Vieira

Duas folhas com manuscritos com os dizeres “Pedro Ferreira” e “contratos de Vendas”;
Documentos manuscritos associados a jogadores e movimentos de entrada e saída dos mesmos bem como valores económicos;
No gabinete de Apoio à Direcção

Uma carta da Superstadium dirigada ao Presidente do Conselho de Administração, datada de 14 de janeiro de 2016.
No gabinete do Diretor Financeiro

Diversos dossiês com documentos relativos aos jogadores Luís Farina, Rui Fontes, Fábio Nunes, Miguel Rosa, Derley e Rambé.
Ficheiros informáticos com processos individuais de diversos jogadores.
Os Balancetes do Benfica SAD no período entre 1 de julho de 2013 a 30 de abril de 2018.
Documentação num total de 47 folhas relativo aos belenenses.
Extrato de diversas contas relativas o ao Desportivo das Aves e Vitória Futebol Clube.
Estamos perante um caso com muitas ramificações mas não são surpreendentes. O Belenenses, o Vitória de Setúbal e o Desportivo das Aves são clubes que já foram referidos por diversas vezes aqui por ter sido divulgado material comprometedor no Mercado de Benfica. As buscas realizadas pela Polícia Judiciária corroboram as suspeitas.

A parte que me intrigou nesta acusação foi o facto de Luís Felipe ter sido mais um dos empréstimos encapotados ao Vitória de Setúbal. Já por diversas vezes ouvimos o presidente do Setúbal a falar do Benfica como abono de família, portanto era possível perceber a proximidade existente entre os clubes. No final da época passada sabíamos que Luís Felipe tinha sido jogador do Benfica mas agora sabemos que ainda era jogador do Benfica. Luís Felipe foi a figura do jogo no dia 7 de abril de 2018 pois, um jogador emprestado de forma ilícita ao Vitória de Setúbal, entrou em campo no minuto 89 do jogo e, dois minutos depois, comete penálti sobre Salvio, oferecendo os 3 pontos ao Benfica. Umas coincidências danadas…

Podem ver aqui o vídeo do penálti em questão.

Onde anda Luís Felipe
Depois da ajuda precisosa de Luís Felipe, este foi vendido a um clube Brasileiro, o São Caetano.

São Caetano é um dos clubes brasileiros que já fez negócios duvidosos com o Benfica, como exemplo o negócio de Patric em 2009 que pode ser lido neste artigo.

Luís Felipe é mais um dos jogadores do entreposto do Benfica, jogadores que são colocados em diversos clubes para obter vantagens e, neste caso, parece ter sido um belo penálti ao cair do pano. Para além disso é curioso verificar que parte das supostas práticas ilícitas do clube encarnado foram efetuadas depois dos e-mails já terem sido divulgados, demonstrando que o clube encarnado pensa gozar de uma certa impunidade.

Uma coisa é certa, o trio de advogados do Benfica diz que nos próximos tempos haverá novas dentenções de elementos da estrutura do clube encarnado.