Caso E-Toupeira

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Tópico para discussão do processo e-toupeira.

Posts do Mister do Café:

sexta-feira, 9 de fevereiro de 2018
O caso da toupeira
https://misterdocafe.blogspot.pt/2018/02/o-caso-da-toupeira.html
Spoiler: mostrar



No passado dia 3 foi divulgado pelo Mercado de Benfica uma informação de serviço de Pedro Fonseca, coordenador de investigação criminal para a Sra. Directora da UNCC, sobre uma denúncia anónima de eventuais actos de corrupção praticados por "funcionários".

Um breve resumo

Nesta comunicação datada de dia 29 de Setembro de 2017, é referido que dois dias antes foi recebida uma denúncia de alguém que se declinou a identificar por medo de represálias. Esta denuncia apontava para existência de um "canal privilegiado avençado no campus de justiça por parte de responsáveis do Sport Lisboa e Benfica" através do qual do qual "responsáveis daquele clube terão acedido a peças processuais do inquérito dos emails" que terão sido "transmitidas já a uma ou mais sociedades de advogados com as quais o clube em apreço manterá uma relação contratual atinente à prestação de serviços jurídicos".

Na missiva, o coordenador de investigação criminal considera estar perante uma denúncia anónima de alguém que "claramente teve acesso ao acervo de documentos em causa e que dominava a terminologia técnico-jurídica necessária à compreensão dos mesmos"

"Sabem tudo sobre o processo"

O denunciante foi ainda mais longe afirmando de forma cabal que no Benfica  "Sabem tudo sobre o processo"

Agora vamos colocar as nossas cabecinhas pensadoras a funcionar. Estão por certo recordados do juiz que rejeitou o pedido de buscas feitas pelos investigadores, precisamente no último dia em que esteve de serviço nesse tribunal. De facto, foi uma decisão muito estranha e curiosa. Mas agora que sabemos que até os juízes estão à venda, não nos podemos surpreender.

Ora, semanas antes do juiz ter rejeitado as buscas, o Benfica - representado por Luís Filipe Vieira e Paulo Gonçalves - realizou uma reunião conjunta com mais de 10 advogados com ligações aos escritórios Vieira de Almeida e Associados, Abreu Advogados e Correia, Seara, Caldas, Simões e Associados  no estádio da Luz. Nessa reunião, segundo o que foi noticiado na altura, Paulo Gonçalves divulgou informação confidencial dos inquéritos da Polícia Judiciária e do Ministério Público. através da apresentação de um power point onde foi definido um plano de acção.



Fica agora confirmada a notícia avançada pela revista Sábado na altura. Destaque para a forma como Luís Bernardo fugiu às questões feitas pela Sábado e também para o facto da Vieira de Almeida e Associados estar no lote de empresas consultadas. Recordo que segundo a revista Sábado de ontem, esta firma está a ser investigada como sendo uma sociedade que pode estar a ser utilizada como fachada para pagamentos a árbitros e outros agentes desportivos.

Portanto, há alguém "avençado" no interior do campus de justiça que está a passar toda a informação relevante sobre o caso dos emails ao Benfica, algo que compromete as investigações de forma muito grave. É mais uma acusação gravíssima relacionada com o Benfica, depois de alegadamente terem comprado árbitros, delegados, observadores, dirigentes da Liga, dirigentes da FPF, juízes, pago a jogadores para perderem jogos e um sem fim de estrepolias.

Ainda há alguém que se surpreenda com aquilo que esta gente é capaz de fazer?

Os documentos revelados

Feito um resumo, deixo também os documentos revelados pelo Mercado de Benfica. Atentem especialmente nas duas primeiras páginas.








quarta-feira, 7 de março de 2018
As toupeiras encarnadas - José Augusto Silva
https://misterdocafe.blogspot.pt/2018/03/as-toupeiras-encarnadas-jose-augusto.html
Spoiler: mostrar



Segundo o que foi sendo passado pela comunicação social nas últimas horas, o "processo e-toupeira" conta com três outros artistas que também merecem ser conhecidos do grande público.

Para além de Paulo Gonçalves, também foi preso o senhor José Silva, técnico informático do Instituto de Gestão Financeira e Equipamentos da Justiça (IGFEJ). No âmbito deste processo foram ainda constituídos arguidos o senhor Óscar Cruz e o senhor Júlio Loureiro. Vamos por partes. Neste post falarei apenas de José Augusto Silva. Durante o dia de hoje publicarei mais dois posts sobre os outros dois sujeitos.

O senhor José Augusto Silva



José Augusto Nogueira da Silva terá sido o responsável pela recolha de informações nos processos judiciais através do portal eletrónico. O técnico informático do Instituto de Gestão Financeira e Equipamentos da Justiça tinha acesso aos documentos protegidos pelo segredo de justiça por ser elemento do Núcleo de Arquitectura de Sistemas de Informação para a área dos tribunais.

José Silva terá entrado no sistema informático dos tribunais e retirado as primeiras informações do processo referente ao "caso dos emails" do Benfica – relativo a suspeitas de corrupção desportiva.

Um assunto de família


Segundo a revista Sábado: "Um sobrinho do técnico do Instituto de Gestão Financeira e Equipamentos da Justiça (IGFEJ) José Silva, detido esta terça-feira pela Polícia Judiciária, foi contratado pelo Benfica para trabalhar no Museu Cosme Damião. De acordo com informações recolhidas pela SÁBADO, a investigação considera que a contratação  de Fernando Rocha foi uma das contrapartidas dadas por Paulo Gonçalves, assessor jurídico da SAD, ao técnico do IGFEJ para a recolha de informações nos processos judiciais a que este tinha acesso como elemento do Núcleo de Arquitectura de Sistemas de Informação para a área dos tribunais."

É engraçado verificarmos que o Benfica veio a terreiro desmentir esta notícia da Revista Sábado. Não sei quem estará a dizer a verdade, se a revista, se o Benfica. Mas uma coisa sei: Esta foi a unica coisa que o Benfica desmentiu, e assim sendo é porque aceitam tudo o resto como verdadeiro.

O book é tramado...

Na página de Facebook do senhor José Augusto Silva é possível encontrarmos algumas preciosidades.


A foto de capa na sua página pessoal no Facebook diz muito sobre o sujeito. Mas há mais coisas giras.



A 9 de Dezembro de 2017 parece ter estado no Estádio da Luz para acompanhar o jogo entre o Benfica e o Estoril Praia. Mas esta não foi a única presença do senhor no Estádio da Luz. Há mais e melhor.



Na foto vemos José Augusto Silva com outro José Augusto, uma antiga glória do Benfica. Ora, esta foto foi colocada no seu facebook pessoal no dia seguinte à recepção do Benfica ao Belenenses no Estádio da Luz. Como é do conhecimento geral, José Augusto é presença regular no camarote presidencial, não fosse ele um histórico do Benfica.

O painel atrás dos senhores está na tribuna presidencial do Estádio da Luz e é onde Carlos Dias da Silva costuma fazer as entrevistas para a BTV, no intervalo dos jogos. É também relevante dizer que o Benfica é acusado de dar diverso material do clube e bilhetes para jogos em casa e fora às suas "toupeiras".Vemos então o "nosso amigo" com uma camisola oficial do clube encarnado na tribuna presidencial do Benfica. Coincidência!?

Honras de tribuna Presidencial

Posto isto, é fácil concluir que o "nosso amigo" José Augusto Silva - técnico de informática que retira informações sobre processos para as passar para o Benfica - foi convidado de honra de Luís Filipe Vieira para a sua tribuna presidencial. Alguém consegue perceber como é que um técnico de informática do Instituto de Gestão Financeira e Equipamentos da Justiça, que vive e trabalha em Fafe tem ligação com o Benfica e prestígio suficiente para ser convidado para a tribuna presidencial do clube?

Mas o melhor de tudo isto é o facto de a foto ter sido colocada no Facebook a 20 de Agosto de 2017, ainda antes das primeiras buscas no Estádio da Luz. Sinal claro que a ligação vem muito de trás. Estas informações ficam ao cuidados dos senhores inspectores da Polícia Judiciária e do ministério público, que terão por certo muito mais capacidade do que eu para verificarem o início da ligação entre José Augusto Silva e os dirigentes encarnados. Para eles e para os leitores, recordo que este é apenas o primeiro capítulo das toupeiras encarnadas. Ainda durante o dia de hoje, haverá mais novidades.

EDIT 17:20 - Durante o dia de hoje a SIC notícias mostrou a zona que me referia no post. Vou colocar de seguida as duas fotos para perceberem que a foto de José Augusto Silva foi tirada na tribuna presidencial do Estádio da Luz.




quarta-feira, 7 de março de 2018
As toupeiras encarnadas - Óscar Cruz
https://misterdocafe.blogspot.pt/2018/03/as-toupeiras-encarnadas-oscar-cruz.html
Spoiler: mostrar


Ora vamos lá continuar a apresentar as toupeiras encarnadas no processo e-toupeira. Ao início da manhã de hoje apresentei o senhor José Augusto Silva, num post que deve ser lido (aqui). Nesta segunda parte quero-me dedicar ao senhor Óscar Cruz.

Óscar Cruz

No âmbito deste processo o empresário de futebol Óscar Cruz também foi constituído arguido. A SIC fez uma pequena apresentação do sujeito junto da sua residência em Perafita.



Segundo o ministério público, Óscar Cruz terá servido como elo de ligação entre Paulo Gonçalves e os dois funcionários de Justiça (José Augusto Silva de quem falei no post anterior e Júlio Loureiro de quem falarei num post a publicar). O "nosso amigo" Oscarzinho - como é conhecido entre amigos - é amigo de longa data de Paulo Gonçalves e também de Alexandre Pinto da Costa. Uma troika com muitas histórias interessantes para serem contadas, mas que ficam para outras núpcias.

Para hoje importa dizer que Óscar Cruz esteve na formação da Energy Soccer juntamente com o filho de Pinto da Costa e com Pedro Pinho. Nos últimos anos a relação entre ambos azedou e Óscar Cruz decidiu montar a sua própria "agência de jogadores": a True Soccer.


Aspecto do site da agência de jogadores: www.truesoccer.pt

Nunca ouvi falar desta agência de jogadores, razão pela qual tentei verificar quantos atletas teria em carteira. A melhor resposta que encontrei foi dada pela revista Sábado, que diz que Óscar Cruz tem 7 jogadores, não especificando os nomes dos mesmo. Lembrei-me então de verificar se na listagem divulgada pela FPF - sobre jogadores negociados por agentes - se o nome da empresa ou do agente está relacionado com algum negócio nos últimos dois anos (período em que os relatórios foram divulgados). Assim à partida qual acham que vai ser o clube com o qual este sujeito fez negócio?



Como podem verificar, o único negócio com intermediação da True Soccer registado nos documentos publicados pela FPF nos últimos dois anos foi precisamente com o Benfica, relacionado com a assinatura de contrato profissional de Heriberto Tavares. Recordo que neste documento da FPF o intervalo compreendido para esta assinatura de contrato vai de Abril de 2016 a Março de 2017.



Curiosamente, Heriberto renovou contrato com o Benfica há coisa de 15 dias. Vamos aguardar para saber se no próximo relatório da FPF aparece nova comissão para a True Soccer. Fica mais uma dica para os senhores inspectores da Polícia judiciaria.

O padrinho

A relação de proximidade entre Paulo Gonçalves e Óscar Cruz é muito evidente como demonstram alguns emails divulgados pelo site Mercado de Benfica. Vou apenas colocar uns exemplos sem grande relevância pessoal, para que percebam isso mesmo:



No dia 24 de Março de 2009, Paulo Gonçalves convida o amigo Óscar Cruz para visitar a sua nova casa em Lisboa e para rever o seu "afilhado". Recordo que por essa altura Paulo Gonçalves ainda se estava a ambientar ao Benfica.



No dia seguinte, Óscar Cruz diz mesmo que o "Gonçalo tinha que ser assim, tinha de sair ao padrinho". Fui então tentar confirmar se Paulo Gonçalves tem um filho chamado Gonçalo a através do jornal Record consegui confirmar isso mesmo.


Link da notícia (aqui)

Trago apenas e só esta questão familiar porque é de extrema relevância para o processo. Se Paulo Gonçalves confia em Óscar Cruz para ser o padrinho do seu filho, terá absoluta confiança nele para "servir de elo de ligação entre Paulo Gonçalves e os dois funcionários de Justiça".

O "mentor" de Paulo Gonçalves

Nas dezenas de emails trocados entre Paulo Gonçalves e Óscar Cruz há um particularmente relevante, onde Óscar Cruz dá a receita a Paulo Gonçalves. Atentem bem nesta pequena maravilha.



Dez anos depois, não temos dúvidas que a dica chegou mesmo ao chefe de Paulo Gonçalves e não deixa de ser sintomático que Óscar Cruz tenha dado uma mãozinha ao amigo "Pisca". Fica a faltar saber se existiu alguma contrapartida dada ao Óscarzinho, uma vez que não consta que este senhor tenha especial apetite por camisolas e bilhetes para o estádio da Luz. Investigue-se.


quinta-feira, 8 de março de 2018
O advogado de José "toupeira" Silva
https://misterdocafe.blogspot.pt/2018/03/o-advogado-de-jose-toupeira-silva.html
Spoiler: mostrar



José "toupeira" Silva ficou ontem em prisão preventiva no âmbito do processo e-toupeira. Já apresentei devidamente o senhor num post (aqui). Recordo só que este senhor ainda antes de a PJ ter feito as primeiras buscas sobre o caso dos emails, já tinha direito a ser convidado de honra de Luís Filipe Vieira para a tribuna presidencial. Revejam o post. Está lá isso e muito mais.

Perante um artista tão engraçado, o advogado só podia ter uma classe suplementar. Senhoras e senhores apresento-vos o sôr Doutor Paulo Gomes, da bela localidade de Felgueiras.

Gomes e Prata - Sociedade de advogados

Site da sociedade Gomes e Prata

José Silva é defendido pela firma Gomes e Prata - Sociedade de advogados. Como podem ver através do site oficial da firma, a sociedade conta apenas com dois advogados: Paulo Gomes e Rosa Prata, que curiosamente é esposa de Paulo Gomes. Estamos então perante uma sociedade familiar.

Entrada triunfal...


É muito curioso verificarmos o que aconteceu nesta entrevista rápida ainda antes de entrar no tribunal. Paulo Gomes foi confrontado com díversas questões sobre o processo. Os jornalistas fizeram o seu trabalho tentando perceber a posição do cliente de Paulo Gomes. O causídico não deu uma única resposta afirmativa tendo-se refugiado em frases como estas: "falei muito ligeiramente, nada que me permita confrontar com os factos com os quais está indiciado", "não sei não falei com ele a esse nível, o meu contacto com ele foi muito breve. Apenas no sentido de ele solicitar a minha presença aqui", "não faço ideia, não faço ideia", "na conversa que tive com ele essa questão não se colocou, portanto, não falei com ele sobre isso" ou "não falei com ele sobre isso".

A única coisa que o advogado confirmou foi quando foi questionado com ligações ao Benfica por parte do seu constituinte. Paulo Gomes decidiu então armar-se ao pingarelho afirmando que "ligações ao Benfica é como adepto, aliás, como eu, nada de relevante".

Já lá vamos ver se as ligações do sôr doutor e do seu constituinte ao Benfica são ou não relevantes. Para já vamos ver a saída do tribunal.

Saída penosa



Ora, podemos concluir que foram recolhidos elementos de prova através de escutas telefónicas, vigilâncias e pericias informáticas. Elementos esses que demonstram indícios que José Silva acedeu de forma ilícita a determinados processos que não tinha qualquer legitimidade para o fazer. As contrapartidas recebidas para fazer esse serviço foram bilhetes - presumo que sejam para jogos de futebol - e de camisolas oficiais do Benfica. Segundo Paulo Gomes estas "ofertas" foram mesmo recebidas pelo seu cliente. Para fechar, José Silva ficou preso por se considerar este um processo essencialmente relacionado com corrupção.

Duas coisas ficam claras para todos. José Silva acedeu de forma ilegal a processos de interesse do Benfica - algo que é fácil de provar através de uma pericia informática - e recebeu contrapartidas do Benfica, os tais bilhetes e camisolas. Será assim tão difícil provar uma relação causa efeito entre estes dois factos? Claro que não.

O nosso amigo Paulo Gomes gosta de se mostrar e não perdeu a oportunidade para o fazer. Por esta altura já deve ser o homem do momento em Felgueiras. Já que tem um forte apetite pelos holofotes, vou falar mais um pouco sobre ele.

O benfiquista Gomes

Dei uma vista de olhos no facebook pessoal do sôr doutor e tentei confirmar o nível de benfiquismo do sujeito.

Foto com o Barbas - Check!


Atacar o Sporting - Check!


Atacar o Porto - Check!

E esta último print demonstra bem a classe do senhor, que chama à colação a bárbara agressão que Pedro Proença foi alvo no centro comercial Colombo, por um adepto do Benfica.

É só charme


Na imagem anterior está uma série de comentários absolutamente brilhantes por parte deste senhor.

Por falar em bilhetes...







Quando o Paulo Gonçalves precisar de uns bilhetes para as toupeiras, mais vale falar primeiro com o Dr.Paulo Gomes do que com a senhora que trata da bilheteira do Benfica. É giro verificar que o sôr doutor desvaloriza o valor de bilhetes de futebol dados ao seu cliente, mas na sua vida pessoal dê tanto destaque aos bilhetes que consegue arranjar para os jogos do Benfica.

Olhó mail

Decidi então dar uma vista de olhos nos emails divulgados pelo blog "Mercado de Benfica" e encontrei um troca de emails entre o sôr doutor Paulo Gomes e Luís Filipe Vieira.


Neste email enviado ao "estimado presidente", Paulo Gomes expressa a sua preocupação com a venda de bilhetes por parte de benfiquistas a adeptos do Porto. Diz o sôr doutor que é preciso acabar com a palhaçada e que não pode admitir entradas habilidosas de adeptos de outros rivais.

Nem duas horas depois, Luís Filipe Vieira já garantia que estava tudo controlado.



Recordo apenas que o arquivo de Luís Filipe Vieira que foi disponibilizado pelo site Mercado de Benfica é muito curto e só compreende cerca de 2 meses. Mesmo assim, nesse período encontrei esta troca de emails.

De facto, nada disto deve ser relevante. Apenas e só mais uma coincidência a juntar a outras enormes coincidências como a questão do seu constituinte ter sido convidado para a tribuna presidencial ainda antes das primeiras buscas no estádio da Luz.


sexta-feira, 16 de março de 2018
As toupeiras encarnadas - Júlio Loureiro
http://misterdocafe.blogspot.pt/2018/03/as-toupeiras-encarnadas-julio-loureiro.html
Spoiler: mostrar



Para completar a trilogia de toupeiras envolvidas no processo e-toupeira, apresento-vos o senhor Júlio Loureiro. Se ainda não viram os posts relativos aos outros dois envolvidos cliquem (aqui) e (aqui).

Aviso para os senhores do gabinete de crise e restantes propagandistas: os emails publicados neste post foram disponibilizados pelo site Mercado de Benfica ao longo dos últimos meses.

Uma breve introdução



O senhor Júlio Loureiro é funcionário Judicial no tribunal de Fafe. No mundo do futebol foi um árbitro banal, mas como observador de árbitros chegou a fazer parte da primeira categoria até 2015/2016. No dia 6 deste mês pediu a demissão do cargo de observador do Campeonato Nacional de seniores. Uma demissão que surgiu no seguimento do processo e-toupeira. Como viram no vídeo, existe aqui uma série de casos que é preciso verificar melhor. Vamos por partes.

O caso Marco Ferreira



Na época 2014/2015 Marco Ferreira apitou 3 jogos do Benfica. Uma vitória frente ao Boavista e duas derrotas frente ao Braga e Rio Ave. Curiosamente, o nosso amigo Júlio Loureiro foi o observador do Braga - Benfica e decidiu "dar cabo da nota" a Marco Ferreira atribuindo uma das piores notas de sempre a uma juiz internacional em Portugal. Marco Ferreira que no final dessa época viria a ser despromovido. Obviamente, é tudo uma enorme coincidência.

Anos mais tarde, Marco Ferreira abriu o livro e contou o seguinte:


A percepção que o árbitro Marco Ferreira tinha era que o Benfica tinha real poder para o fazer descer de divisão, dai ter solicitado a reunião com Luís Filipe Vieira. Anos mais tarde, o ex-árbitro esta a assistir de cadeirão a tudo isto. Querem ver?


Link notícia (aqui)

Julgo que aqui não há absolutamente nada a acrescentar sobre estas declarações. Constato apenas que nenhum jornal considerou estas declarações como interessantes para serem noticiadas. O site Bola na Rede foi o único a dar relevo às palavras do ex-árbitro no seu facebook.

Para fechar o capítulo "Marco Ferreira" é importante que as pessoas não se esqueçam que no passado dia 18 de Novembro, o Jornal da Madeira noticiou a reabertura do processo que levou à despromoção de Marco Ferreira. Na altura o ex-árbitro foi ouvido e o DIAP está a investigar o assunto. Mais informações sobre este caso podem ser consultadas (aqui).

O caso Rui Vitória

A 19 de Setembro de 2017, Francisco J.Marques denuncia no Porto Canal um email enviado pelo nosso amigo Júlio Loureiro para Paulo Gonçalves.


Transcrição do email relatado por Francisco J.Marques e publicado nos jornais

Neste caso Rui Vitória ia ser ouvido no âmbito dum processo em que o Vitória de Guimarães era arguido. Estamos perante um assunto que nem sequer diz respeito ao Benfica, mas mesmo assim Júlio Loureiro quis mostrar que era um verdadeiro "menino querido". Este senhor prestou-se a este serviço com a plena consciência que estava a incorrer num crime, dizendo "agradeço-lhe discrição". Ora, se num assunto em que o Benfica nem sequer tinha grande interesse, Júlio Loureiro fez isto, imaginem o que não seria capaz de fazer se fosse realmente um caso importante.

Um grupo de luxo

É importante recuperar um dos emails mais relevantes sobre oferta de bilhetes. Senhoras e senhores, fiquem com a listagem para o clássico entre Benfica e Porto da época passada.



Como podem verificar, Paulo Gonçalves enviou um email para Ana Zagalo solicitando uma série de convites. Reparem como o email foi enviado com conhecimento do Presidente do Benfica, Luís Filipe Vieira. Por que será que um simples pedido de bilhetes efectuado por Paulo Gonçalves - como nos querem fazer crer - tinha de ter conhecimento do líder máximo do clube? Será por causa dos destinatários dos bilhetes? Vejamos quem são os senhores.

Aqui podemos ver que o nosso amigo Júlio Loureiro teve direito a três convites, mas não foi o único a ser presenteado. Destaque óbvio nesta listagem para artistas conhecidos como:
- Nuno Cabral, o antigo delegado da Liga que passou informação confidencial ao Benfica e que "só queria ser um menino querido para vocês (Paulo Gonçalves e Luís Filipe Vieira)"
- Ferreira Nunes o senhor responsável pelas classificações dos árbitros até 2015/2016 e que depois de sair do CA foi atirado pelo Benfica para a AF de Coimbra com o célebre parecer jurídico pedido a Ricardo Costa, antigo Presidente do CD da Liga. Um parecer que terá sido pago pelo Benfica.
- Observadores do Conselho de arbitragem de Fafe e de Braga. Talvez aspirantes a "meninos queridos";
- Delegados da Liga, funcionários dos registos de contratos da Liga e o Senhor João Leal da FPF que é o responsável pelos registos e transferências de jogadores;

A preocupação de Luís Filipe Vieira

O email de Paulo Gonçalves para Ana Zagalo a solicitar os bilhetes para o clássico foi enviado a 27 de Março pelas 11:34. Ana Zagalo não respondeu de imediato e no dia seguinte Luís Filipe Vieira já mostrava a sua preocupação com o assunto.


Para quem não conhece estas gentes - como tentam passar os responsáveis do Benfica - Luís Filipe Vieira parecia bastante interessado em que nada faltasse a este grupo de luxo. Isso ficou claro neste email enviado pelas 7 da manhã do dia seguinte.

Ana Zagalo lá respondeu a Luís Filipe Vieira mostrando alguma dificuldade em resolver estes pedidos. De seguida reencaminhou o email de Luís Filipe Vieira para Miguel Bento, director de Marketing do Benfica mostrando que se tratava de um pedido presidencial.

Fica evidente a vontade do Presidente do Benfica em oferecer estes bilhetes pedidos por Paulo Gonçalves. E como ordem de Vieira é lei, Ana Zagalo fez o seu papel na tentativa de encontrar alguém com bilhetes para os amigos de Paulo Gonçalves.

Habemus bilhetis

Como não queria que os caros leitores ficassem na dúvida sobre se Júlio Loureiro tinha conseguido os seus bilhetinhos, decidi cavar mais um pouco sobre o assunto. O clássico foi jogado a 1 de Abril e depois de o jogo terminar o office center enviou um email para Ana Zagalo com um ficheiro de excel com as entregas de bilhetes efectuadas na Porta-18 (serve para tudo esta porta-18).


Como podem verificar, neste email enviado pelas 22:13 o office center confirma os convites deixados na porta 18. Abrindo o ficheiro de Excel ficamos a saber que:

Este ficheiro de Excel diz-nos algo de muito relevante. Reparem como junto ao nome de Júlio Loureiro aparece o nome de Adão Mendes entre parentises. Coincidências da vida. Será Adão Mendes o "agente" do craque dos tribunais? Fica a dica para os senhores inspectores da PJ investigarem.

Jogo de Taça

O jogo seguinte ao clássico foi a recepção ao Estoril para a 2ª mão das meias-finais da Taça de Portugal. Mais uma vez, Júlio Loureiro esteve entre os convidados de honra de Paulo Gonçalves.



Como podem verificar, Paulo Gonçalves utilizou o mesmo método que já tinha utilizado para os bilhetes do clássico. Enviou email para Ana Zagalo com conhecimento do Presidente Luís Filipe Vieira. Desta feita a lista de sortudos não era tão grande, até porque se tratava de um jogo da Taça. O "menino querido" Nuno Cabral está em todas e teve direito a 2 bilhetes e a poder colocar o carro no parque do estádio. Já o nosso amigo Júlio Loureiro teve direito a 4 bilhetes.

Tal como aconteceu para o clássico, parti em busca da confirmação da entrega dos bilhetes e aqui a coisa começa a ficar mais gira.


Mais uma vez, o office center enviou um email para Ana Zagalo com os convites deixados na Porta 18. Abrindo esse ficheiro de excel não me foi possível encontrar o nome de Júlio Loureiro, mas "Loureiros" há muitos...


Ora, como podem verificar os bilhetes deixados por Paulo Gonçalves/Nuno Cabral foram entregues a Sofia Loureiro. Curiosamente, tem o mesmo apelido do nosso amigo Júlio. Olhando para isto ficamos com a clara sensação de estarmos perante alguém da família de Júlio Loureiro. Provavelmente a esposa ou uma filha. Recordo que para este jogo foram ofertados 4 bilhetes. Mais uma informação ao cuidado da PJ.

"Mais e mais amor, que amor tão louco..."

Em termos de emails enviados por Paulo Gonçalves solicitando bilhetes para Júlio Loureiro apenas estão disponibilizados os dois que já vimos em cima (Porto e Estoril). É preciso percebermos que os arquivos disponibilizados pelo Mercado de Benfica ainda estão muito incompletos. De qualquer forma parti em busca de mais borlas nos emails enviados pelo Office Center para Ana Zagalo. Existem 5 emails com essa informação que compreendem o período abaixo indicado

A amarelo jogos do Benfica em casa

Os 5 jogos identificados são: Dortmund, Chaves, Belenenses, Porto e Estoril. Já vimos que Júlio Loureiro teve direito a borlas para os dois últimos jogos da lista. Vejamos o que aconteceu para os outros 3 jogos.



Como podem verificar, confirma-se que em TODOS os emails enviados pelo office center onde são discriminadas entregas de envelopes na Porta-18 está o nome do Júlio Loureiro ao barulho. Curiosamente, nestes primeiros 3 jogos os envelopes foram entregues a uma tal de Paula Cristina Silva. Não faça a mínima ideia de quem seja a senhora, mas os senhores da PJ não devem ter grandes dificuldades em descobrirem isso.

"Interesse exclusivo do SLB"

Os emails publicados pelo Mercado de Benfica vão sendo colocados aos poucos, razão pela qual pode ainda haver muito mais para analisar. O que é certo é que na caixa de email de Ana Zagalo, compreendida entre Fevereiro e Abril de 2017, encontrei ofertas de bilhetes para o nosso amigo Júlio Loureiro de TODOS os jogos do Benfica em casa: Dortmund, Chaves, Belenenses, Porto e Estoril. Para o jogo com o Porto foram 3 bilhetes, para o jogo com o Estoril foram 4 bilhetes e para os restantes jogos não é possível indicar um número, uma vez que só existe a indicação que foram entregues os envelopes com os ingressos.

Para fechar deixo-vos com um momento hilariante e que demonstra bem as motivações de Paulo Gonçalves nas ofertas dos bilhetes. No dia 13 de Abril de 2017, Paulo Gonçalves envia email para Ana Zagalo com conhecimento de Luís Filipe Vieira pedindo 5 convites para um tal de N.Soares. Vejam bem a resposta de Luís Filipe Vieira.

Não há duvida que Luís Filipe Vieira é um homem bem humorado. Quem não achou muita piada foi Paulo Gonçalves que sentiu a necessidade de se justificar, uma vez que Ana Zagalo também estava na conversa.

Querem declaração mais elucidativa do que esta? Paulo Gonçalves só muito raramente concede bilhetes para os seus amigos e os bilhetes que oferece são no "interesse exclusivo do SLB". Com tudo o que vamos sabendo da operação e-toupeira esses interesses são bem claros, e como podem verificar Vieira sabia de tudo.

Por muito que queiram separar as águas não há forma de o conseguirem. O Benfica está metido nisto até ao pescoço. Talvez agora já tenham sido desfeitas todas as dúvidas sobre o facto de Paulo Gonçalves continuar a ter toda a confiança por parte do Benfica. É que caindo um caem todos. Agora, investigue-se meus senhores.
« Última modificação: Março 24, 2018, 19:53 pm por Principe Perfeito »
quinta-feira, 28 de setembro de 2017
Tudo se compra, tudo se vende...
https://misterdocafe.blogspot.pt/2017/09/tudo-se-compra-tudo-se-vende.html
Spoiler: mostrar



Meus caros, o que a revista "Sábado" hoje publica é um verdadeiro escândalo e merece ser o principal tema da agenda mediática nacional. Estamos perante questões de extrema gravidade com implicações e ligações entre o poder judicial e o Benfica.

Vou fazer um breve resumo mas deixo também os prints de todo o artigo para que não restem dúvidas:

Prólogo

Poucas semanas depois da abertura do processo-crime relativo a "caso dos emails", a Unidade Nacional de Combate à Corrupção (UNCC) da Polícia Judiciária (PJ) preparou ao pormenor uma operação de buscas e apreensão de documentos. Estavam previstas buscas às instalações do Benfica e a casa de 12 suspeitos entre os quais se encontravam Luís Filipe Vieira, Pedro Guerra, Adão Mendes, Paulo Gonçalves ou Nuno Cabral. A Sábado não revela o nome dos outros 7 suspeitos.

O Juíz que não autorizou as buscas tomou esta decisão no último dia em que esteve de serviço

Um processo de buscas tem de ser autorizado pelo juiz responsável, só que o senhor juiz Jorge Marques Antunes decidiu não autorizar as buscas. Curiosamente, esta decisão foi tomada no último dia em que estava de serviço na instrução criminal e a operação não avançou. Coincidências...

Só os emails originais servem de meio de prova, por isso não há buscas para ninguém

Ora, segundo a revista, a PJ ficou em polvorosa uma vez que os emails entregues por Francisco J.Marques não servem de meio de prova uma vez que foram recolhidos de forma ilegal. As buscas serviriam precisamente para que os emails entre outros documentos fossem recolhidos de forma legal para servirem de meio de prova legal nem para fundamentar deligências em inquéritos. Mas, o senhor juíz não deixou. São coisas da vida. Mas há mais...

Paulo Gonçalves e Luís Filipe Vieira tiveram acesso a informação confidencial do MP e da PJ

Por coincidência, semanas antes do juíz ter rejeitado as buscas o Benfica representado por Luís Filipe Vieira e Paulo Gonçalves fez uma reunião conjunta com mais de 10 advogados com ligações aos escritórios Vieira de Almeida e Associados, Abreu Advogados e Correia, Seara, Caldas, Simões e Associados  no estádio da Luz. Nessa reunião Paulo Gonçalves divulgou informação confidencial dos inquéritos da Polícia Judiciária e do Ministério Público. Sim, leram bem!!! Paulo Gonçalves arranjou maneira de ter acesso a informação confidencial vinda directamente de quem estava a investigar o caso. Ora digam lá que isto não é uma maravilha?

Benfica mandou apagar emails originais

Segundo a revista SÁBADO, a PJ desconfia que os emails e outros documentos já foram apagados dos servidores do Benfica depois de uma "auditoria" pedida pelo Benfica.

Que passou se?

Questionado sobre todas estas questões, Luís Bernado, director de comunicação do Benfica fugiu a todas as questões e disse apenas não querer contribuir para o "ruído comunicacional".

Com a informação hoje divulgada ficamos a ter a certeza que os tentáculos do polvo se estendem para outra áreas que não apenas a desportiva. Algo que já toda a gente "desconfiava", mas que agora fica claro.

Fiquem com os prints, para que não restem dúvidas.











sábado, 10 de março de 2018
"Benfica foi avisado de todas as buscas"
https://misterdocafe.blogspot.pt/2018/03/benfica-foi-avisado-de-todas-as-buscas.html
Spoiler: mostrar



O semanário Expresso dá hoje destaque de capa ao processo e-toupeira afirmando que o "Benfica foi avisado de todas as buscas". Na base desta afirmação está o facto de terem sido apreendidos documentos a Paulo Gonçalves que mostram que foi informado sobre investigações. Deste artigo do expresso quero salientar 5 pontos fundamentais que acrescentam muita informação ao que já sabíamos.

Benfica sabe tudo desde (pelo menos) 2016

Nas buscas ao gabinete de Paulo Gonçalves, a PJ encontrou "cópias de despachos do juiz de instrução do caso dos emails sobre pedidos de buscas e inquirições a suspeitos". O Expresso afirma que desde o primeiro dia do processo dos vouchers (denunciado por Bruno de Carvalho em 2015) que Paulo Gonçalves tem conhecimento de todos os passos dos investigadores da Unidade Nacional de combate à corrupção da PJ nos diversos processos que envolvem o Benfica e também alguns processos sobre os rivais.

Briefing interno e reunião com advogados com a presença de Luís Filipe Vieira

O Expresso afirma ainda que "há indícios que apontam para que a informação recolhida pelo oficial de justiça tenha sido usada em reuniões preparatórias com o escritório de advogados Vieira de Almeida. A fonte contactada pelo Expresso diz que "O Benfica sabia por antecipação de todas as buscas da PJ ao clube. E fez até uma espécie de briefing com os funcionários para saber como actuar".

Estas informações recolhidas agora pelo Expresso vão de encontro ao que já tinha sido noticiado pela revista Sábado na sua edição de 28 de Setembro de 2017, portanto, há quase meio ano. Vamos recordar:


Excerto Revista Sábado - 28 de Setembro de 2017

A informação da Revista Sábado é ainda mais pormenorizada. Nesta notícia de Setembro de 2017 é referido que Luís Filipe Vieira e Paulo Gonçalves foram os anfitriões de uma reunião conjunta no Estádio da Luz com mais de 10 advogados com ligações aos escritórios Vieira de Almeida e Associados, Abreu Advogados e Correia, Seara, Caldas, Simões e Associados. Dizia a Sábado nessa altura que nessa reunião foi apresentado "um conjunto de alegadas informações internas do MP/PJ sobre o percurso do inquérito-crime". O Expresso de hoje diz que "Paulo Gonçalves tinha inclusivamente o print da primeira página do processo, com o número do processo e o nome dos suspeitos".

Nessa reunião com Luís Filipe Vieira, advogados da Vieira de Almeida terão apresentado um trabalho com os passos legais no caso de se verificarem buscas ao clube/SAD e aos respectivos dirigentes e ex-quadros. O documento em PowerPoint explicava tudo ao pormenor, inclusivamente os imperativos legais a ter em conta pelas autoridades, caso decidissem proceder à apreensão de computadores e de correspondência informática.

Como podem verificar, as peças começam a encaixar na perfeição. Se quiserem consultar a notícia da Revista Sábado na integra cliquem (aqui).

O emprego para o sobrinho de José Augusto "toupeira" Silva

Nas buscas feitas na última terça-feira, a PJ encontrou um currículo do sobrinho de José Augusto Silva no gabinete de Paulo Gonçalves no Estádio da Luz. A PJ acredita que a oferta de emprego ao sobrinho de José Augusto Silva era uma contrapartida pelas informações passadas a Paulo Gonçalves.

Para quem não está muito por dentro dos restantes arguidos deste processo, importa dizer que José Augusto Silva é o senhor que ficou em prisão preventiva. Já falei um pouco sobre o senhor num post que pode ser lido (aqui).

Toupeira "cega"

Esta informação é de extrema relevância. Segundo o Expresso a PJ teve de fintar a justiça para poder fazer as buscas da passada terça-feira sem que o Benfica soubesse de forma antecipada que as mesmas iriam ocorrer. Talvez por isso conseguiram encontrar vário material incriminatório - como vem sendo noticiado nos últimos dias - ao contrário do que ocorreu em buscas anteriores.

A forma como José Augusto Silva usou a procuradora Ana Paula Vitorino

José Augusto Silva utilizou a conta e password da procuradora Ana Paula Vitorino para "durante meses, aceder todos os dias ao caso dos emails". Fonte do Expresso diz que "foram feitas mais de 500 consultas relativas a mais de 10 inquéritos no Benfica, mas também no Sporting e Porto". Conclui o Expresso que "o técnico recolheu informação, imprimiu peças processuais e passou tudo a Paulo Gonçalves, que o terá conhecido quando era um simples advogado que trabalhava nos tribunais do Norte do país".

José Augusto Silva poderia ter usado a sua password mas escondeu-se atrás do uso da password de Ana Paula Vitorino, que deixou de usar a sua conta no DIAP por estar desde Novembro de 2016 a investigar o processo Octapharma em exclusivo. José Augusto Silva pensava que estava a salvo, mas, felizmente,  enganou-se.

Para hoje não quero tecer mais grandes considerações. A informação disponibilizada no artigo do Expresso é suficientemente reveladora do esquema. Dizer apenas que não há sombra nenhuma de dúvidas que "o melhor está para vir".

Fiquem com o artigo na integra.

Artigo




segunda-feira, 12 de março de 2018
Luís Filipe Vieira recebeu José "toupeira" Silva em Janeiro no Estádio da Luz
https://misterdocafe.blogspot.pt/2018/03/luis-filipe-vieira-recebeu-jose.html
Spoiler: mostrar


Na passada quarta-feira a juíza Cláudia Pina deliberou a prisão preventiva de José "toupeira" Silva. À saída do tribunal, o Dr. Paulo Gomes, advogado do arguido, decidiu oferecer uma espécie de conferência de imprensa que durou mais de 10 minutos.

Muito se fala em segredo de justiça, mas o que é um facto é que nessas declarações o senhor doutor violou o segredo de justiça, dizendo várias coisas sobre o processo. Desde logo, confirmou que o seu cliente recebeu bilhetes e camisolas do Benfica. Defesa absolutamente brilhante, devo dizer. Depois, decidiu contar aos senhores jornalistas as diversas formas como as provas foram obtidas. Vejamos:

"Escutas, vigilâncias e perícias informáticas"



Vi na integra os cerca de 10 minutos de conferencia de imprensa improvisada e fiquei com a clara sensação que o Dr. Paulo Gomes está mais preocupado em defender o Benfica do que o seu cliente, mas pode ser impressão minha. Sobre o sôr doutor e as ligações ao seu clube do coração podem saber muito mais, clicando (aqui).

Escutas dão encontro de "toupeira" com Vieira


Correio da Manhã 9-03-2018

Na passada sexta-feira o Correio da Manhã divulgou uma importante informação sobre o processo. De acordo com o jornal, está documentado no processo uma vigilância feita no Estádio da Luz. Nessa vigilância, inspectores da unidade de combate à corrupção da PJ fotografaram Paulo Gonçalves e José Augusto Silva à conversa no designado anel VIP do estádio da Luz.

O jornal que também está documentado no processo que José Augusto Silva foi ao encontro do Presidente Luís Filipe Vieira nesse jogo. Algo que foi provado através de um telefonema sob escuta de José Augusto Silva. Importa dizer que em Janeiro de 2018 o Benfica fez dois jogos em casa: Sporting e Desportivo de Chaves. Talvez nos arquivos dos repórteres fotográficos deste país possam existir fotos do tal anel VIP do estádio da Luz. Fica a ideia.

José Augusto Silva na tribuna VIP do Estádio da Luz

O facto de José Silva ser presença na zona VIP do Estádio da Luz não é propriamente uma novidade para os amigos leitores. Na passada quarta-feira já tinha tinha feito um post sobre o senhor. Um post que pode ser lido (aqui).



Uma das coisa mais relevantes desse post passa precisamente pela foto que José Silva colocou no seu facebook pessoal. Nela podemos ver o nosso amigo no camarote presidencial do Estádio da Luz junto a José Augusto, velha glória do Benfica. Uma foto que foi tirada junto ao placar com o símbolo do Benfica na tribuna VIP do Estádio da Luz. A foto de baixo mostra o interior da tribuna presidencial e o tal painel onde a foto com José Augusto foi tirada.


Lugares destinados a antigos atletas do Benfica no camarote presidencial do Estádio da Luz - Fonte: Mercado de Benfica

Para que não restem dúvidas sobre o facto de José Augusto - antigo glória do Benfica -  ter um lugar no camarote presidencial do Estádio da Luz, deixo um print da planta do camarote divulgada pelo site Mercado de Benfica.

Voltando a José Augusto "toupeira" Silva. A foto foi publicada a 20 de Agosto de 2017, mas tirada na noite anterior no jogo do Benfica com o Belenenses. Na foto também podemos verificar que José Augusto Silva está com uma camisola oficial do Benfica. Com sorte, até poderá ter sido uma das ofertas do Benfica. Se o próprio advogado de José Silva confirmou as ofertas...

Esta foto colocada no Facebook pessoal é de extrema relevância para contextualizar o espaço temporal dos factos, senão vejamos:


Excerto da reportagem da revista Sábado de dia 8-03-2018

Como podem verificar, de acordo com o artigo publicado na revista Sábado na passada quinta-feira(8), José Augusto Silva terá começado o seu serviço de "toupeira" no dia 15 de Junho de 2017, uma semana depois de o processo dos emails ter sido formalmente aberto. Ora, a foto de José Augusto Silva na tribuna presidencial do Estádio da Luz foi tirada no jogo com o Belenenses (19 de Agosto) precisamente no inicio do campeonato e dois meses depois de ter iniciado o "serviço".

Recordo que a investigação ao caso "E-toupeira" só se iniciou depois do dia 29 de Setembro de 2017, data em que Pedro Fonseca, coordenador de investigação criminal enviou uma informação de serviço para a coordenadora da UNCC, Dra. Saudade Nunes.

Ainda há alguém que ache que Luís Filipe Vieira não está metido nisto até ao pescoço?
« Última modificação: Março 24, 2018, 21:13 pm por Principe Perfeito »
“e-toupeira”: juíza de instrução validou fortes indícios de corrupção
http://www.jornaleconomico.sapo.pt/noticias/e-toupeira-juiza-de-instrucao-validou-fortes-indicios-de-corrupcao-281671
16 de Março de 2018
Spoiler: mostrar

"O jornal "Correio da Manhã" refere que a juíza concorda com o Ministério Público quando sustenta que o assessor jurídico dos encarnados agiu “a interesse da Benfica SAD”, o que poderá levar a que a sociedade seja constituída como arguida no processo.

O despacho da juíza de instrução criminal do processo “e-toupeira” validou a existência de fortes indícios de crime de corrupção envolvendo Paulo Gonçalves, assessor jurídico do Sport Lisboa e Benfica, José Augusto Silva, funcionário do IGFEJ que se encontra em prisão preventiva, noticia o “Correio da Manhã”, na edição desta sexta-feira.

O jornal acrescenta que a juíza concorda com o Ministério Público quando sustenta que o assessor jurídico agiu “a interesse da Benfica SAD”, o que poderá levar a que a sociedade seja constituída como arguida no processo.

Acrescenta que o magistrado do Ministério Público que assina o despacho de indiciação refere a existência do perigo de perturbação do processo e, também, o risco de existência de um “pacto de silêncio”, porque se trata de “um meio fechado pelos interesses futebolísticos em causa”.

O funcionário do Instituto de Gestão Financeira e Equipamentos da Justiça (IGFEJ) José Augusto Silva é suspeito de usar palavras-passe de colegas para entrar nos computadores e na plataforma do sistema de justiça Citius, acedendo, então, a processos que envolvem o Benfica.

Além dos processos envolvendo o Benfica, José Augusto Silva é suspeito de aceder a processos envolvendo o Futebol Clube do Porto e o Sporting Clube de Portugal.

A Procuradoria Geral da República (PGR) confirmou já que o inquérito “e-toupeira” está a investigar a utilização de credências informáticas da magistrada Ana Paula Vitorino, assessora da procuradora geral distrital de Lisboa, para aceder ao sistema Citius, para recolher informação relacionada com processos. Em causa está informação confidencial de investigações em curso, como o “caso dos emails”, que terá ido parar às mãos do assessor jurídico do Benfica e um dos cinco arguidos da “Operação e-toupeira”.

 

Processos fora do Citius

Para evitar fugas de informação relativas ao processo judicial conhecido por “caso dos emails”, este vai passar, agora, a ser tramitado fora do Citius, como noticiou o “Correio da Manhã” esta terça-feira.

Os magistrados terão jutificado a decisão pela dificuldade de identificar “toupeiras” que entram no sisitema informático da justiça portuguesa. Os constantes ataques informáticos também sustentam a decisão dos magistrados, segundo o jornal.

Na segunda-feira, 12 de março, à noite, o caso “e-toupeira”, subsequente ao “caso dos emails”, ganhou novos contornos depois de um blogue, denominado “Mercado de Benfica”, ter divulgado informação confidencial.

Além de José Augusto Silva, a Polícia Judiciária (PJ) suspeita, no entanto, da existência de, pelo menos, mais duas pessoas infiltradas no sistema de justiça que terão agido como “toupeiras”, no interesse do Sport Lisboa e Benfica, segundo informou o “Jornal de Notícias”.

Esta suspeita baseia-se no facto de uma auditoria feita IGFEJ ter detetado acessos ao inquérito do chamada “caso do emails” através da rede Citius não só a partir dos tribunais dos distritos de Braga, de onde são os dois oficiais de justiça constituídos arguidos, mas também de tribunais da zona centro do país.

O IGFEJ anunciou que tem cooperado com o Ministério Público e a Polícia Judiciária na investigação do caso “e-Toupeira”, desde outubro, e sublinhou que o acesso ao sistema informático Citius é restrito e limitado. O IGFEJ, responsável pelo sistema informático da justiça Citius, recorda que aplicou “um conjunto de medidas que permitem melhor identificar o acesso aos processos judiciais que se encontram em tribunal e que são tramitados através deste sistema”, nomeadamente, a “identificação de potenciais situações de utilização fraudulenta e de usurpação de identidade”.

 

Operação em cinco regiões diferentes

José Augusto Silva e Paulo Gonçalves foram detidos a 6 de março, no âmbito da “Operação e-toupeira”, que investiga suspeitas dos “crimes de corrupção passiva, corrupção ativa, violação do segredo de justiça, favorecimento pessoal e falsidade informática”, segundo informou a Procuradoria-geral Distrital de Lisboa.

A operação foi desenvolvida através da Unidade Nacional de Combate à Corrupção (UNCC) e no âmbito de um inquérito que corre termos no DIAP de Lisboa.

Foram cumpridos seis mandados de buscas domiciliárias, um “mandado de busca a gabinete de advogado” – no caso, Paulo Gonçalves – e 21 mandados de buscas não domiciliárias. A operação envolveu cerca de 50 elementos da PJ – incluindo inspetores e peritos informáticos –, um juiz de instrução criminal e dois procuradores-adjuntos do Ministério Público. Foram realizadas 30 buscas nas áreas do Porto, Fafe, Guimarães, Santarém e Lisboa, “que levaram à apreensão de relevantes elementos probatórios”, refere.

As autoridades perseguem a comprovação de indícios da “prática de acessos por funcionários a diversos inquéritos em segredo de justiça para obtenção de informação sobre diligências em curso, informações que eram depois transmitidas a assessor da administração de uma sociedade anónima desportiva a troco de vantagens”, segundo a Procuradoria-geral Distrital de Lisboa.

José Augusto Silva ficou em prisão preventiva, indiciado pelos crimes de corrupção passiva, favorecimento pessoal, peculato, burla informática, falsidade informática, nove crimes de acesso ilegítimo e mais quatro crimes de violação de segredo de justiça, estes em coautoria com Paulo Gonçalves. O assessor jurídico do Benfica ficou em liberdade, mas proibido de contactar com os outros arguidos do processo.

 

Benfica reafirma confiança em Paulo Gonçalves

Apesar disto, os dirigentes do Sport Lisboa e Benfica voltaram a depositar a sua confiança no seu principal assessor jurídico. Em comunicado, a 9 de março, a direção do clube e o conselho de administração da SAD comunicaram “aos seus sócios, adeptos, parceiros e colaboradores” já ter reunido com o departamento jurídico, e posteriormente com os advogados do Benfica, onde “deliberaram, por unanimidade, manter a sua integral confiança em Paulo Gonçalves, aguardando com serenidade a conclusão do processo e reiterando uma vez mais a sua total colaboração para com as autoridades judiciais”.

Depois, o presidente do Benfica, Luís Filipe Vieira, veio a público pedir celeridade à justiça portuguesa e assegurou que os “encarnados” vão agir criminalmente contra quem tem “manchado” a imagem do clube nos últimos tempos.

“Quero dizer a todos os benfiquistas que, tanto eu como a minha direção, nunca, mas nunca, manchámos a honra ou dignidade do Benfica. Fomos vítimas de um ataque sem precedentes em Portugal. Violaram-nos toda a nossa privacidade, de anos e anos de uma empresa com dimensão mundial. Infelizmente para nós, nada sucedeu até agora e nada sabemos”, afirmou, em conferência de imprensa.

“A partir deste momento, iremos agir judicialmente contra todos os que ponham em causa o nome do Benfica, sejam administradores, jornalistas. Não iremos perdoar a ninguém. Acabou a paródia à conta do Benfica”, avisou, anunciando a constituição de um “gabinete de crise” montado para responder a esta situação e que estará em funcionamento desde o início desta semana."

« Última modificação: Março 18, 2018, 13:17 pm por Principe Perfeito »


Link para o post do blogue com a fuga em causa (tb pus o ficheiro em anexo neste post em pdf):
https://mercadodebenficapolvo.wordpress.com/2018/03/16/475/


Parte I de III:

Spoiler: mostrar


https://mercadodebenficapolvo.wordpress.com/2018/03/16/475/

Inq. n.º 6421/17.2JFLSB
*
Consigno que verbalmente já determinei:
a) Junção aos autos informação do CITIUS / intervenientes dos inq. n.ºs
997/18.4T9LSB e 98/18.5T9LSB.
b) Junção de CRC dos detidos.
c) Uma vez que fls. 24 a 27 do apenso de buscas equipa 1 é print efectuado pelo
OPC referente ao vestuário apreendido, não sendo tais prints documentos
apreendidos ao buscado, desentranhe as folhas referidas e junte aos autos principais.
*
Foram detidos os arguidos:
- José Augusto Nogueira da Silva
- Paulo Casimiro de Jesus Leite Gonçalves
na sequência de mandados de detenção fora de flagrante delito, existindo
fortes indícios da prática de ilícitos penais, pelo que:
- Valido a detenção, por respeitar os requisitos legais e ainda não ter decorrido
o prazo de 48 horas, nos termos dos arts. 254.º, n.º 1, al. a), 257.º, n.º 2, 258.º, todos
do Código de Processo Penal.
*
Valido as constituições de arguido dos agora detidos e demais arguidos
constituídos na sequência das buscas, por cumpridos os requisitos previstos no art.º
58.º, n.º 1, als. a) e c), do Código de Processo Penal, e tendo sido tempestivamente
comunicada (art.º 58.º, n.º 3, do Código de Processo Penal).
*
Foram apreendidos diversos objectos, os quais estavam a servir e eram
destinados à prática de crime ou eram o seu produto, mostrando-se susceptíveis de
apreensão, nos termos do art.º 178.º, n.º 1, do Código de Processo Penal.
Assim, por legais e tempestivamente comunicadas, valido e mantenho as
apreensões (art.º 178.º, n.ºs 1, 2 e 3, do Código de Processo Penal), assim como os
exames informáticos efectuados.
*
DA APRESENTAÇÃO A PRIMEIRO INTERROGATÓRIO JUDICIAL
Impõe-se que se proceda a primeiro interrogatório judicial dos arguidos
detidos:
a) José Augusto Nogueira da Silva, filho de Adérito Pereira Silva e de Maria
Irene Nogueira, nascido a 04/09/1966, natural da República Francesa,
residente na Avenida das Bouças, n.º 320, Bouças, Fafe – TIR fls. 797
b) Paulo Casimiro de Jesus Leite Gonçalves, filho de Luís Leite Gonçalves e
de Maria Aline da Silva de Jesus Leite Gonçalves, nascido a 06/02/1969,
natural de Angola, residente na Rua Casal Barreto, Casa de Santa Maria,
Póvoa de Santarém – TIR fls. 847
melhor identificados no TIR respectivo, considerando que os factos em apreço
são subsumíveis ao conceito de criminalidade altamente organizada consagrado na
alínea m) do art.º 1º, do Código de Processo Penal, e dado que os factos objecto de
investigação integram, por ora e pelo menos, a prática, dos seguintes delitos pelos
arguidos:
I – DA IMPUTAÇÃO JURÍDICA
Incorre o arguido José Silva, em concurso real, na prática de:
- Um crime de corrupção passiva, p. e p. pelo art.º 373.º, n.º 1, do Código Penal;
- Um crime de peculato, p. e p. pelo art.º 375.º, n.º 1, do Código Penal;
- Um crime de favorecimento pessoal, p. e p. pelo art.º 367.º, n.º 1, do Código
Penal;
- em co-autoria com Paulo Gonçalves, quatro crimes de violação do segredo de
justiça, p. e p. pelo art.º 371.º, n.º 1, do Código Penal;
- em co-autoria com Paulo Gonçalves, dez crimes de falsidade informática em
concurso aparente com acesso ilegítimo e burla informática, p. e p. pelo art.º 3.º, n.º 1
e 5 e art.º 6.º, n.º 4, al. a), da Lei do Cibercrime e 221.º, n.º 1, do Código Penal.
Incorre o arguido Paulo Gonçalves, em concurso real, na prática de:
- Um crime de corrupção activa, p. e p. pelo art.º 374.º, n.º 1, do Código Penal;
- em co-autoria com José Silva, quatro crimes de violação do segredo de justiça,
p. e p. pelo art.º 371.º, n.º 1, do Código Penal
- em co-autoria com José Silva, dez crimes de falsidade informática em
concurso aparente com acesso ilegítimo e burla informática, p. e p. pelo art.º 3.º, n.º 1
e 5 e art.º 6.º, n.º 4, al. a), da Lei do Cibercrime e art.º 221.º, n.º 1 e 28.º, do Código
Penal;
II – DOS INDÍCIOS:
Resulta já fortemente indiciado, quanto aos arguidos detidos, que:
O IGFEJ – Instituto de Gestão Financeira e Equipamentos da Justiça, IP, é o
organismo do Ministério da Justiça responsável, para além do mais, pela gestão dos
recursos informáticos, entre eles o programa CITIUS, estando sedeado no Campus da
Justiça, em Lisboa1.
O CITIUS é o programa informático gerido pelo IGFEJ através do qual são
tramitados, entre outros, os inquéritos criminais.
José Augusto Nogueira da Silva é oficial de justiça (escrivão-adjunto), com os
n.ºs mecanográficos SI47039 (IGFEJ) e FJ47039 (DGAJ) que, se encontra em comissão
de serviço a prestar funções no IGFEJ no apoio informático aos tribunais,
designadamente de Guimarães e Fafe, desde 01/09/2010.
1 Decreto-Lei n.º 164/2012 de 31 de julho
DEPARTAMENTO DE INVESTIGAÇÃO E ACÇÃO PENAL DE LISBOA
9ª Secção
4/29
Júlio Manuel Antunes Couto Loureiro, escrivão adjunto, com o n.º de
funcionário FJ423052 colocado no Tribunal de Fafe desde 01/09/2017, estando
anteriormente no Tribunal de Guimarães desde 09/02/2015.
Júlio Loureiro é ainda observador de árbitros da associação de futebol de Braga.
Paulo Casimiro de Jesus Leite Gonçalves é trabalhador da Sport Lisboa e
Benfica SAD, prestando funções de assessor juridico para o futebol do Conselho de
Administração da Benfica SAD, em Lisboa, desde sensivelmente o ano de 2007.
Óscar Manuel Oliveira Diogo de Silva Cruz é agente / 􀍞empresário􀍟 de futebol,
amigo comum de Paulo Gonçalves, Júlio Loureiro e José Silva.
José Manuel Ribeiro é oficial de justiça aposentado desde 01/09/2014, com o
n.º FJ24058, familiar de José Silva, tendo como última colocação o Tribunal de Fafe.
Em data não apurada, mas pelo menos desde junho de 2017, Paulo Gonçalves
solicitou aos funcionários de justiça José Silva e Júlio Loureiro que acedessem a
processos pendentes e lhe transmitissem informações relativas a processos,
designadamente inquéritos que corriam no DIAP de Lisboa, ou outros processos a que
conseguissem acesso.
Tais processos incidiam sobre investigações na área do futebol ou a pessoas
relacionadas com este desporto, designadamente inquéritos que se encontravam em
curso e em segredo de justiça em que era visada ou denunciante a Sport Lisboa e
Benfica Futebol SAD ou os seus gerentes e processos relativos a clubes adversários e
seus gerentes.
Na posse de tais informações, pretendia Paulo Gonçalves antecipar diligências
processuais em que seria visada a Benfica SAD e seus membros ou obter informações
sobre adversários para as transmitir a terceiros.
Como recompensa, os funcionários receberam e recebem da Benfica SAD,
através de Paulo Gonçalves ou algum intermediário deste, convites e bilhetes para
assistirem gratuitamente a jogos de futebol no Estádio da Luz, em Lisboa,
designadamente no Piso 1, designado por «anel VIP».
2 Fls. 365
Os funcionários recebiam ainda produtos de merchandising, como camisolas e
casacos da equipa de futebol e, ainda, promessa de contrato de trabalho no Museu
Cosme Damião, pertencente ao Benfica, para um sobrinho de José Silva.
Assim, na execução do plano solicitado por Paulo Gonçalves e aproveitando-se
das funções que exercia e exerce de apoio informático aos tribunais, José Silva acedeu
às credenciais de acesso ao sistema CITIUS (username e password) do utilizador
MP00531 pertencente à Procuradora da República Ana Paula Vitorino, magistrada com
acesso aos processos distribuídos na 9.ª secção do DIAP de Lisboa.
É à 9.ª secção do DIAP de Lisboa que estão distribuídos os inquéritos referentes
à investigação de crimes de corrupção, incluindo no fenómeno desportivo.
Para melhor esconder o seu rasto informático, para além de utilizar credenciais
de terceiro para acesso ao CITIUS, José Silva utilizou computadores instalados quer no
Tribunal de Guimarães, quer no Tribunal de Fafe para realizar os acessos, fazendo login
nesses computadores com credenciais do próprio ou de funcionário de justiça já
aposentado, José Ribeiro, ou de outros funcionários.
No exercício das suas funções, José Silva tem acesso a computadores de todos
os funcionários e magistrados da área de Guimarães e Fafe.
Após se registar no computador, com credenciais próprias, ou de terceiro, o
arguido José Silva, sem o conhecimento ou consentimento da magistrada Ana Paula
Vitorino, por diversas vezes inseriu no CITIUS as credenciais da magistrada, como se
daquela se tratasse, para aceder, pelo menos, aos seguintes inquéritos:
- Inq. n.º 6785/15.2TDLSB;
- Inq. n.º 770/16.4JDLSB
- Inq. n.º 143/17.1JGLSB;
- Inq. n.º 7161/17.8T9LSB;
- Inq. n.º 7566/17.4T9LSB
- Inq. n.º 7957/17.0T9LSB;
- Inq. n.º 7590/17.7T9LSB;
- Inq. n.º 5340/17.7T9LSB;
- Inq. n.º 8860/17.0T9LSB;
- Inq. n.º 6784/15.4TDLSB;
***
- Do Inq. n.º 6785/15.2TDLSB
Este inquérito iniciou-se a 21/10/2015, na sequência de denúncia da Federação
Portuguesa de Futebol após «entrevista concedida pelo Exmo. Senhor. Bruno Miguel
Azevedo Gaspar de Carvalho, Presidente do Conselho de Administração da Sporting
Clube de Portugal - Futebol, SAD, ao programa Prolongamento do canal de televisão
TVI24, no passado dia 5 de outubro».
Neste inquérito foi determinado o segredo de justiça a 23/05/20163.
O arguido José Augusto Silva, utilizando as credenciais de acesso MP00531,
passou a controlar a tramitação do inquérito e acedeu ao sistema CITIUS e obteve
informação da tramitação deste inq. n.º 6785/15.2TDLSB pelo menos nas seguintes
datas e horas:
DATA/ HORA NOME MÁQUINA IP MÁQUINA DESCRIÇÃO ACÇÃO
01-09-2017 09:30 BRG3NXHF3J---04 10.161.196.46 Acesso ao Processo 6785/15.2TDLSB
01-09-2017 12:05 BRG3NXHF3J---04 10.161.196.46 Acesso ao Processo 6785/15.2TDLSB
01-09-2017 13:35 BRG3NXHF3J---04 10.161.196.46 Acesso ao Processo 6785/15.2TDLSB
04-09-2017 09:05 BRG3NXHF3J---04 10.161.196.46 Acesso ao Processo 6785/15.2TDLSB
04-09-2017 13:35 BRG3NXHF3J---04 10.161.196.46 Acesso ao Processo 6785/15.2TDLSB
05-09-2017 09:58 BRG4YMHH3J---05 10.161.163.20 Acesso ao Processo 6785/15.2TDLSB
05-09-2017 17:24 BRG3NXHF3J---04 10.161.196.46 Acesso ao Processo 6785/15.2TDLSB
06-09-2017 10:33 BRG3NXHF3J---04 10.161.196.46 Acesso ao Processo 6785/15.2TDLSB
06-09-2017 14:01 BRG3NXHF3J---04 10.161.196.46 Acesso ao Processo 6785/15.2TDLSB
07-09-2017 09:12 BRG4YMHH3J---05 10.161.163.20 Acesso ao Processo 6785/15.2TDLSB
07-09-2017 20:25 BRG4YMHH3J---05 10.161.163.20 Acesso ao Processo 6785/15.2TDLSB
08-09-2017 14:09 BRG3NXHF3J---04 10.161.196.42 Acesso ao Processo 6785/15.2TDLSB
11-09-2017 09:55 BRG3NXHF3J---04 10.161.196.42 Acesso ao Processo 6785/15.2TDLSB
11-09-2017 12:50 BRG4YMHH3J---05 10.161.163.20 Acesso ao Processo 6785/15.2TDLSB
11-09-2017 13:50 BRG4YMHH3J---05 10.161.163.20 Acesso ao Processo 6785/15.2TDLSB
11-09-2017 15:33 BRG3NXHF3J---04 10.161.196.42 Acesso ao Processo 6785/15.2TDLSB
11-09-2017 20:30 BRG4YMHH3J---05 10.161.163.20 Acesso ao Processo 6785/15.2TDLSB
12-09-2017 09:58 BRG3NXHF3J---04 10.161.196.42 Acesso ao Processo 6785/15.2TDLSB
3 Fls. 752 e ss.
12-09-2017 16:27 BRG4YMHH3J---05 10.161.163.20 Acesso ao Processo 6785/15.2TDLSB
13-09-2017 08:51 BRG4YMHH3J---05 10.161.163.20 Acesso ao Processo 6785/15.2TDLSB
13-09-2017 10:30 BRG4YMHH3J---05 10.161.163.20 Acesso ao Processo 6785/15.2TDLSB
13-09-2017 12:13 BRG4YMHH3J---05 10.161.163.20 Acesso ao Processo 6785/15.2TDLSB
13-09-2017 12:23 BRG4YMHH3J---05 10.161.163.20 Acesso ao Processo 6785/15.2TDLSB
13-09-2017 14:31 BRG4YMHH3J---05 10.161.163.20 Acesso ao Processo 6785/15.2TDLSB
13-09-2017 16:01 BRG4YMHH3J---05 10.161.163.20 Acesso ao Processo 6785/15.2TDLSB
13-09-2017 16:12 BRG4YMHH3J---05 10.161.163.20 Acesso ao Processo 6785/15.2TDLSB
14-09-2017 09:55 BRG4YMHH3J---05 10.161.163.20 Acesso ao Processo 6785/15.2TDLSB
14-09-2017 12:41 BRG4YMHH3J---05 10.161.163.20 Acesso ao Processo 6785/15.2TDLSB
14-09-2017 14:17 BRG4YMHH3J---05 10.161.163.20 Acesso ao Processo 6785/15.2TDLSB
15-09-2017 09:08 BRG3NXHF3J---04 10.161.196.42 Acesso ao Processo 6785/15.2TDLSB
15-09-2017 15:43 BRG3NXHF3J---04 10.161.196.42 Acesso ao Processo 6785/15.2TDLSB
18-09-2017 08:44 BRG4YMHH3J---05 10.161.163.20 Acesso ao Processo 6785/15.2TDLSB
18-09-2017 14:32 BRG4YMHH3J---05 10.161.163.20 Acesso ao Processo 6785/15.2TDLSB
19-09-2017 08:57 BRG3NXHF3J---04 10.161.196.42 Acesso ao Processo 6785/15.2TDLSB
19-09-2017 11:01 BRG3NXHF3J---04 10.161.196.42 Acesso ao Processo 6785/15.2TDLSB
19-09-2017 13:15 BRG3NXHF3J---04 10.161.196.42 Acesso ao Processo 6785/15.2TDLSB
21-09-2017 16:32 BRG4YMHH3J---05 10.161.163.20 Acesso ao Processo 6785/15.2TDLSB
22-09-2017 13:03 BRG3NXHF3J---04 10.161.196.42 Acesso ao Processo 6785/15.2TDLSB
22-09-2017 15:51 BRG3NXHF3J---04 10.161.196.42 Acesso ao Processo 6785/15.2TDLSB
25-09-2017 08:51 BRG3NXHF3J---04 10.161.196.49 Acesso ao Processo 6785/15.2TDLSB
26-09-2017 11:09 BRG4YMHH3J---05 10.161.163.20 Acesso ao Processo 6785/15.2TDLSB
26-09-2017 15:01 BRG4YMHH3J---05 10.161.163.20 Acesso ao Processo 6785/15.2TDLSB
27-09-2017 10:00 BRG4YMHH3J---05 10.161.163.20 Acesso ao Processo 6785/15.2TDLSB
27-09-2017 15:00 BRG3NXHF3J---04 10.161.196.43 Acesso ao Processo 6785/15.2TDLSB
28-09-2017 11:04 BRG3NXHF3J---04 10.161.196.42 Acesso ao Processo 6785/15.2TDLSB
29-09-2017 12:23 BRG3NXHF3J---04 10.161.196.42 Acesso ao Processo 6785/15.2TDLSB
02-10-2017 09:39 BRG3NXHF3J---04 10.161.196.42 Acesso ao Processo 6785/15.2TDLSB
03-10-2017 09:22 BRG3NXHF3J---04 10.161.196.42 Acesso ao Processo 6785/15.2TDLSB
03-10-2017 19:01 BRG4YMHH3J---05 10.161.163.20 Acesso ao Processo 6785/15.2TDLSB
04-10-2017 16:09 BRG4YMHH3J---05 10.161.163.20 Acesso ao Processo 6785/15.2TDLSB
06-10-2017 10:56 BRG4YMHH3J---05 10.161.163.20 Acesso ao Processo 6785/15.2TDLSB
09-10-2017 09:19 BRG3NXHF3J---04 10.161.196.42 Acesso ao Processo 6785/15.2TDLSB
09-10-2017 14:06 BRG4YMHH3J---05 10.161.163.20 Acesso ao Processo 6785/15.2TDLSB
10-10-2017 12:40 BRG3NXHF3J---04 10.161.196.42 Acesso ao Processo 6785/15.2TDLSB
11-10-2017 08:28 BRG4YMHH3J---05 10.161.163.20 Acesso ao Processo 6785/15.2TDLSB
13-10-2017 09:32 BRG3NXHF3J---04 10.161.196.42 Acesso ao Processo 6785/15.2TDLSB
17-10-2017 09:14 BRG3NXHF3J---04 10.161.196.42 Acesso ao Processo 6785/15.2TDLSB
18-10-2017 15:09 BRG4YMHH3J---05 10.161.163.20 Acesso ao Processo 6785/15.2TDLSB
10-11-2017 18:13 BRGCZC8381L8W04 10.161.163.34 Acesso ao Processo 6785/15.2TDLSB
17-11-2017 17:30 BRGCZC8381L8W04 10.161.163.34 Acesso ao Processo 6785/15.2TDLSB
17-11-2017 17:32 BRGCZC8381L8W04 10.161.163.34 Acesso ao Processo 6785/15.2TDLSB
25-11-2017 10:59 BRGCZC8381L8W04 10.161.163.34 Acesso ao Processo 6785/15.2TDLSB
24-01-2018 20:52 BRGCZC43724WH05 10.161.163.60 Acesso ao Processo 6785/15.2TDLSB
29-01-2018 19:53 BRGCZC437236705 10.161.163.80 Acesso ao Processo 6785/15.2TDLSB
Informação que foi transmitindo a Paulo Gonçalves.
- Inq. n.º 143/17.1JGLSB;
O inq. n.º 143/17.1JGLSB iniciou-se com denúncia da Sport Lisboa e Benfica –
Futebol, SAD contra incertos por acesso ao sistema informático do clube.
Tal inquérito encontra-se em segredo de justiça desde 20/06/2017.
O arguido José Augusto Silva, utilizando as credenciais de acesso MP00531,
acedeu ao sistema CITIUS e obteve informação da tramitação deste inq. pelo menos
nas seguintes datas e horas:
DATA/ HORA NOME MÁQUINA IP MÁQUINA DESCRIÇÃO ACÇÃO
01-09-2017 09:29 BRG3NXHF3J---04 10.161.196.46 Acesso ao Processo 143/17.1JGLSB
01-09-2017 12:00 BRG3NXHF3J---04 10.161.196.46 Acesso ao Processo 143/17.1JGLSB
01-09-2017 12:05 BRG3NXHF3J---04 10.161.196.46 Acesso ao Processo 143/17.1JGLSB
01-09-2017 13:34 BRG3NXHF3J---04 10.161.196.46 Acesso ao Processo 143/17.1JGLSB
04-09-2017 09:04 BRG3NXHF3J---04 10.161.196.46 Acesso ao Processo 143/17.1JGLSB
04-09-2017 13:36 BRG3NXHF3J---04 10.161.196.46 Acesso ao Processo 143/17.1JGLSB
04-09-2017 15:08 BRG3NXHF3J---04 10.161.196.46 Acesso ao Processo 143/17.1JGLSB
05-09-2017 09:57 BRG4YMHH3J---05 10.161.163.20 Acesso ao Processo 143/17.1JGLSB
05-09-2017 17:23 BRG3NXHF3J---04 10.161.196.46 Acesso ao Processo 143/17.1JGLSB
05-09-2017 17:25 BRG3NXHF3J---04 10.161.196.46 Acesso ao Processo 143/17.1JGLSB
06-09-2017 09:00 BRG3NXHF3J---04 10.161.196.46 Acesso ao Processo 143/17.1JGLSB
06-09-2017 10:33 BRG3NXHF3J---04 10.161.196.46 Acesso ao Processo 143/17.1JGLSB
06-09-2017 14:01 BRG3NXHF3J---04 10.161.196.46 Acesso ao Processo 143/17.1JGLSB
06-09-2017 14:11 BRG3NXHF3J---04 10.161.196.46 Acesso ao Processo 143/17.1JGLSB
07-09-2017 09:11 BRG4YMHH3J---05 10.161.163.20 Acesso ao Processo 143/17.1JGLSB
07-09-2017 20:24 BRG4YMHH3J---05 10.161.163.20 Acesso ao Processo 143/17.1JGLSB
08-09-2017 14:06 BRG3NXHF3J---04 10.161.196.42 Acesso ao Processo 143/17.1JGLSB
08-09-2017 14:48 BRG4YMHH3J---05 10.161.163.20 Acesso ao Processo 143/17.1JGLSB
08-09-2017 15:58 BRG3NXHF3J---04 10.161.196.42 Acesso ao Processo 143/17.1JGLSB
11-09-2017 09:41 BRG3NXHF3J---04 10.161.196.42 Acesso ao Processo 143/17.1JGLSB
11-09-2017 12:49 BRG4YMHH3J---05 10.161.163.20 Acesso ao Processo 143/17.1JGLSB
11-09-2017 13:49 BRG4YMHH3J---05 10.161.163.20 Acesso ao Processo 143/17.1JGLSB
11-09-2017 15:33 BRG3NXHF3J---04 10.161.196.42 Acesso ao Processo 143/17.1JGLSB
11-09-2017 15:36 BRG3NXHF3J---04 10.161.196.42 Acesso ao Processo 143/17.1JGLSB
11-09-2017 20:24 BRG4YMHH3J---05 10.161.163.20 Acesso ao Processo 143/17.1JGLSB
12-09-2017 09:57 BRG3NXHF3J---04 10.161.196.42 Acesso ao Processo 143/17.1JGLSB
12-09-2017 12:01 BRG3NXHF3J---04 10.161.196.42 Acesso ao Processo 143/17.1JGLSB
12-09-2017 13:30 BRG3NXHF3J---04 10.161.196.42 Acesso ao Processo 143/17.1JGLSB
12-09-2017 13:56 BRG3NXHF3J---04 10.161.196.42 Acesso ao Processo 143/17.1JGLSB
12-09-2017 16:27 BRG4YMHH3J---05 10.161.163.20 Acesso ao Processo 143/17.1JGLSB
12-09-2017 16:28 BRG4YMHH3J---05 10.161.163.20 Acesso ao Processo 143/17.1JGLSB
13-09-2017 08:51 BRG4YMHH3J---05 10.161.163.20 Acesso ao Processo 143/17.1JGLSB
13-09-2017 10:29 BRG4YMHH3J---05 10.161.163.20 Acesso ao Processo 143/17.1JGLSB
13-09-2017 11:49 BRG4YMHH3J---05 10.161.163.20 Acesso ao Processo 143/17.1JGLSB
13-09-2017 12:12 BRG4YMHH3J---05 10.161.163.20 Acesso ao Processo 143/17.1JGLSB
13-09-2017 12:23 BRG4YMHH3J---05 10.161.163.20 Acesso ao Processo 143/17.1JGLSB
13-09-2017 14:31 BRG4YMHH3J---05 10.161.163.20 Acesso ao Processo 143/17.1JGLSB
13-09-2017 15:59 BRG4YMHH3J---05 10.161.163.20 Acesso ao Processo 143/17.1JGLSB
13-09-2017 16:17 BRG4YMHH3J---05 10.161.163.20 Acesso ao Processo 143/17.1JGLSB
13-09-2017 16:18 BRG4YMHH3J---05 10.161.163.20 Acesso ao Processo 143/17.1JGLSB
13-09-2017 16:31 BRG4YMHH3J---05 10.161.163.20 Acesso ao Processo 143/17.1JGLSB
13-09-2017 16:36 BRG4YMHH3J---05 10.161.163.20 Acesso ao Processo 143/17.1JGLSB
14-09-2017 09:54 BRG4YMHH3J---05 10.161.163.20 Acesso ao Processo 143/17.1JGLSB
14-09-2017 12:41 BRG4YMHH3J---05 10.161.163.20 Acesso ao Processo 143/17.1JGLSB
14-09-2017 13:37 BRG4YMHH3J---05 10.161.163.20 Acesso ao Processo 143/17.1JGLSB
14-09-2017 13:39 BRG4YMHH3J---05 10.161.163.20 Acesso ao Processo 143/17.1JGLSB
14-09-2017 14:17 BRG4YMHH3J---05 10.161.163.20 Acesso ao Processo 143/17.1JGLSB
14-09-2017 14:49 BRG4YMHH3J---05 10.161.163.20 Acesso ao Processo 143/17.1JGLSB
14-09-2017 20:36 BRG4YMHH3J---05 10.161.163.20 Acesso ao Processo 143/17.1JGLSB
15-09-2017 09:07 BRG3NXHF3J---04 10.161.196.42 Acesso ao Processo 143/17.1JGLSB
15-09-2017 09:39 BRG3NXHF3J---04 10.161.196.42 Acesso ao Processo 143/17.1JGLSB
15-09-2017 09:52 BRG3NXHF3J---04 10.161.196.42 Acesso ao Processo 143/17.1JGLSB
15-09-2017 13:26 BRG3NXHF3J---04 10.161.196.42 Acesso ao Processo 143/17.1JGLSB
15-09-2017 13:26 BRG3NXHF3J---04 10.161.196.42 Acesso ao Processo 143/17.1JGLSB
15-09-2017 15:41 BRG3NXHF3J---04 10.161.196.42 Acesso ao Processo 143/17.1JGLSB
15-09-2017 20:41 BRG4YMHH3J---05 10.161.163.20 Acesso ao Processo 143/17.1JGLSB
18-09-2017 08:44 BRG4YMHH3J---05 10.161.163.20 Acesso ao Processo 143/17.1JGLSB
18-09-2017 10:12 BRG4YMHH3J---05 10.161.163.20 Acesso ao Processo 143/17.1JGLSB
18-09-2017 14:31 BRG4YMHH3J---05 10.161.163.20 Acesso ao Processo 143/17.1JGLSB
18-09-2017 16:48 BRG4YMHH3J---05 10.161.163.20 Acesso ao Processo 143/17.1JGLSB
18-09-2017 21:13 BRG4YMHH3J---05 10.161.163.20 Acesso ao Processo 143/17.1JGLSB
19-09-2017 08:57 BRG3NXHF3J---04 10.161.196.42 Acesso ao Processo 143/17.1JGLSB
19-09-2017 10:36 BRG3NXHF3J---04 10.161.196.42 Acesso ao Processo 143/17.1JGLSB
19-09-2017 10:58 BRG3NXHF3J---04 10.161.196.42 Acesso ao Processo 143/17.1JGLSB
19-09-2017 11:00 BRG3NXHF3J---04 10.161.196.42 Acesso ao Processo 143/17.1JGLSB
19-09-2017 13:14 BRG3NXHF3J---04 10.161.196.42 Acesso ao Processo 143/17.1JGLSB
19-09-2017 13:16 BRG3NXHF3J---04 10.161.196.42 Acesso ao Processo 143/17.1JGLSB
19-09-2017 15:09 BRG4YMHH3J---05 10.161.163.20 Acesso ao Processo 143/17.1JGLSB
19-09-2017 18:47 BRG4YMHH3J---05 10.161.163.20 Acesso ao Processo 143/17.1JGLSB
20-09-2017 09:58 BRG3NXHF3J---04 10.161.196.42 Acesso ao Processo 143/17.1JGLSB
20-09-2017 15:44 BRG4YMHH3J---05 10.161.163.20 Acesso ao Processo 143/17.1JGLSB
20-09-2017 16:50 BRG3NXHF3J---04 10.161.196.42 Acesso ao Processo 143/17.1JGLSB
21-09-2017 16:29 BRG4YMHH3J---05 10.161.163.20 Acesso ao Processo 143/17.1JGLSB
21-09-2017 23:49 BRG4YMHH3J---05 10.161.163.20 Acesso ao Processo 143/17.1JGLSB
22-09-2017 13:02 BRG3NXHF3J---04 10.161.196.42 Acesso ao Processo 143/17.1JGLSB
22-09-2017 13:03 BRG3NXHF3J---04 10.161.196.42 Acesso ao Processo 143/17.1JGLSB
22-09-2017 15:51 BRG3NXHF3J---04 10.161.196.42 Acesso ao Processo 143/17.1JGLSB
25-09-2017 08:51 BRG3NXHF3J---04 10.161.196.49 Acesso ao Processo 143/17.1JGLSB
25-09-2017 14:43 BRG3NXHF3J---04 10.161.196.49 Acesso ao Processo 143/17.1JGLSB
25-09-2017 16:25 BRG4YMHH3J---05 10.161.163.20 Acesso ao Processo 143/17.1JGLSB
26-09-2017 11:08 BRG4YMHH3J---05 10.161.163.20 Acesso ao Processo 143/17.1JGLSB
26-09-2017 15:00 BRG4YMHH3J---05 10.161.163.20 Acesso ao Processo 143/17.1JGLSB
27-09-2017 09:59 BRG4YMHH3J---05 10.161.163.20 Acesso ao Processo 143/17.1JGLSB
27-09-2017 15:00 BRG3NXHF3J---04 10.161.196.43 Acesso ao Processo 143/17.1JGLSB
28-09-2017 11:00 BRG3NXHF3J---04 10.161.196.42 Acesso ao Processo 143/17.1JGLSB
28-09-2017 19:39 BRG4YMHH3J---05 10.161.163.20 Acesso ao Processo 143/17.1JGLSB
29-09-2017 12:22 BRG3NXHF3J---04 10.161.196.42 Acesso ao Processo 143/17.1JGLSB
02-10-2017 09:38 BRG3NXHF3J---04 10.161.196.42 Acesso ao Processo 143/17.1JGLSB
03-10-2017 09:22 BRG3NXHF3J---04 10.161.196.42 Acesso ao Processo 143/17.1JGLSB
03-10-2017 19:00 BRG4YMHH3J---05 10.161.163.20 Acesso ao Processo 143/17.1JGLSB
04-10-2017 16:09 BRG4YMHH3J---05 10.161.163.20 Acesso ao Processo 143/17.1JGLSB
06-10-2017 10:55 BRG4YMHH3J---05 10.161.163.20 Acesso ao Processo 143/17.1JGLSB
06-10-2017 15:12 BRG4YMHH3J---05 10.161.163.20 Acesso ao Processo 143/17.1JGLSB
09-10-2017 09:18 BRG3NXHF3J---04 10.161.196.42 Acesso ao Processo 143/17.1JGLSB
09-10-2017 14:05 BRG4YMHH3J---05 10.161.163.20 Acesso ao Processo 143/17.1JGLSB
10-10-2017 12:40 BRG3NXHF3J---04 10.161.196.42 Acesso ao Processo 143/17.1JGLSB
11-10-2017 08:27 BRG4YMHH3J---05 10.161.163.20 Acesso ao Processo 143/17.1JGLSB
13-10-2017 09:31 BRG3NXHF3J---04 10.161.196.42 Acesso ao Processo 143/17.1JGLSB
16-10-2017 10:08 BRG3NXHF3J---04 10.161.196.42 Acesso ao Processo 143/17.1JGLSB
17-10-2017 09:13 BRG3NXHF3J---04 10.161.196.42 Acesso ao Processo 143/17.1JGLSB
18-10-2017 15:08 BRG4YMHH3J---05 10.161.163.20 Acesso ao Processo 143/17.1JGLSB
10-11-2017 18:10 BRGCZC8381L8W04 10.161.163.34 Acesso ao Processo 143/17.1JGLSB
10-11-2017 18:14 BRGCZC8381L8W04 10.161.163.34 Acesso ao Processo 143/17.1JGLSB
17-11-2017 17:30 BRGCZC8381L8W04 10.161.163.34 Acesso ao Processo 143/17.1JGLSB
25-11-2017 10:56 BRGCZC8381L8W04 10.161.163.34 Acesso ao Processo 143/17.1JGLSB
02-01-2018 14:30 BRGCZC8381L8W04 10.161.163.34 Acesso ao Processo 143/17.1JGLSB
07-01-2018 11:28 BRGCZC437236705 10.161.163.80 Acesso ao Processo 143/17.1JGLSB
24-01-2018 20:54 BRGCZC43724WH05 10.161.163.60 Acesso ao Processo 143/17.1JGLSB
29-01-2018 19:55 BRGCZC437236705 10.161.163.80 Acesso ao Processo 143/17.1JGLSB

Parte I/III
« Última modificação: Março 18, 2018, 12:56 pm por Principe Perfeito »
Parte II de III:

Spoiler: mostrar


Informação que foi transmitindo a Paulo Gonçalves.
- Inq. n.º 7161/17.8T9LSB;
O inq. n.º 7161/17.8T9LSB foi incorporado no inq. n.º 143/17.1JGLSB a
14/08/2017.
Tal inquérito foi iniciado a 11/08/2017 após denúncia da Sport Lisboa e Benfica
– Futebol, SAD contra Francisco José de Carvalho Marques e Avenida dos Aliados –
Sociedade de Comunicação, SA por divulgação de correspondência electrónica de
elementos da Sport Lisboa e Benfica – Futebol, SAD.
O arguido José Augusto Silva, utilizando as credenciais de acesso MP00531,
acedeu ao sistema CITIUS e obteve informação da tramitação deste inquérito, pelo
menos, no dia 01-09-2017, pelas 14:28 horas, através da máquina BRG3NXHF3J---04
com o IP 10.161.196.46.
Informação que foi transmitida a Paulo Gonçalves.
- Inq. n.º 8860/17.0T9LSB;
Este inquérito surge com denúncia anónima contra «Bruno de Carvalho,
presidente do Sporting» estando em segredo de justiça desde 31/01/2018.
O arguido José Augusto Silva, utilizando as credenciais de acesso MP00531,
acedeu ao sistema CITIUS e obteve informação da tramitação deste inquérito, pelo
menos, nos dias:
- 02-01-2018, pelas 14:44 horas, através da máquina BRGCZC8381L8W04 com o
IP 10.161.163.34;
- 07-01-2018, pelas 11:23 horas, através da máquina BRGCZC437236705 com o
IP 10.161.163.80.
- Inq. n.º 5340/17.7T9LSB
O Inq. n.º 5340/17.7T9LSB iniciou-se a 08/06/2017, na sequência de denúncia
anónima em que era visada a Benfica SAD por eventual «esquema de corrupção na
arbitragem para beneficiar o Benfica».
O inquérito encontra-se sujeito a segredo de justiça desde 12/06/20174.
José Augusto Silva utilizando as credenciais que não lhe pertenciam
«MP00531» iniciou um controlo da tramitação do processo e, para isso, acedeu ao
sistema CITIUS e ao Inquérito n.º 5340/17.7T9LSB, pelo menos, nas seguintes datas e
horas:
DATA/ HORA UTILIZADOR CITIUS DESCRIÇÃO DA ACÇÃO
15-06-2017 10:34 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
16-06-2017 08:59 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
19-06-2017 14:05 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
19-06-2017 21:58 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
19-06-2017 21:59 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
21-06-2017 10:46 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
22-06-2017 17:40 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
23-06-2017 10:24 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
26-06-2017 09:42 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
27-06-2017 15:55 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
27-06-2017 16:00 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
28-06-2017 14:33 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
28-06-2017 19:24 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
29-06-2017 12:00 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
02-07-2017 16:42 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
03-07-2017 15:49 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
04-07-2017 09:45 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
05-07-2017 18:50 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
06-07-2017 09:58 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
06-07-2017 14:51 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
06-07-2017 14:52 MP00531 Inserção de destaque do acto processual com o ID
367767135, registado no processo 5340/17.7T9LSB
4 Fls. 749 e ss.
06-07-2017 14:52 MP00531 Remoção de todos os destaques do histórico do processo
5340/17.7T9LSB
06-07-2017 16:04 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
07-07-2017 15:11 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
10-07-2017 10:21 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
10-07-2017 10:26 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
10-07-2017 11:44 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
11-07-2017 11:00 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
11-07-2017 13:12 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
11-07-2017 14:49 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
12-07-2017 17:12 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
13-07-2017 09:30 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
13-07-2017 14:52 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
13-07-2017 15:22 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
14-07-2017 11:55 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
14-07-2017 14:01 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
14-07-2017 16:49 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
17-07-2017 09:44 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
18-07-2017 10:03 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
19-07-2017 08:15 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
20-07-2017 13:53 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
21-07-2017 15:07 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
24-07-2017 07:16 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
24-07-2017 16:00 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
25-07-2017 10:10 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
26-07-2017 14:00 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
27-07-2017 07:02 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
27-07-2017 16:46 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
27-07-2017 16:46 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
28-07-2017 18:51 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
29-07-2017 16:15 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
31-07-2017 07:43 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
31-07-2017 14:07 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
31-07-2017 14:07 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
31-07-2017 23:14 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
01-08-2017 15:04 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
02-08-2017 15:28 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
03-08-2017 15:37 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
07-08-2017 09:33 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
07-08-2017 16:01 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
08-08-2017 09:30 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
08-08-2017 14:01 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
09-08-2017 08:35 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
09-08-2017 11:45 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
09-08-2017 15:38 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
10-08-2017 09:21 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
10-08-2017 09:31 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
10-08-2017 14:20 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
11-08-2017 15:35 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
11-08-2017 16:56 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
14-08-2017 10:25 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
14-08-2017 18:00 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
16-08-2017 09:47 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
16-08-2017 09:55 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
16-08-2017 16:35 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
17-08-2017 10:59 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
17-08-2017 15:39 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
18-08-2017 11:32 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
18-08-2017 16:21 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
22-08-2017 10:25 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
23-08-2017 15:05 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
24-08-2017 12:33 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
24-08-2017 15:42 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
25-08-2017 11:39 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
25-08-2017 15:38 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
25-08-2017 15:41 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
28-08-2017 09:41 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
29-08-2017 18:18 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
30-08-2017 08:52 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
30-08-2017 09:10 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
30-08-2017 09:13 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
30-08-2017 12:12 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
30-08-2017 14:32 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
31-08-2017 09:46 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
31-08-2017 12:05 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
31-08-2017 15:59 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
01-09-2017 09:29 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
01-09-2017 12:05 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
01-09-2017 13:34 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
04-09-2017 09:04 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
04-09-2017 13:35 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
05-09-2017 09:58 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
05-09-2017 17:24 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
06-09-2017 10:33 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
06-09-2017 14:01 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
07-09-2017 09:12 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
07-09-2017 20:24 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
07-09-2017 20:25 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
08-09-2017 14:08 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
08-09-2017 15:44 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
11-09-2017 09:51 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
11-09-2017 12:50 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
11-09-2017 13:49 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
11-09-2017 15:33 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
11-09-2017 20:25 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
12-09-2017 09:57 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
12-09-2017 12:01 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
12-09-2017 12:31 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
12-09-2017 13:30 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
12-09-2017 13:56 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
12-09-2017 16:27 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
12-09-2017 16:33 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
13-09-2017 08:51 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
13-09-2017 10:29 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
13-09-2017 11:49 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
13-09-2017 12:12 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
13-09-2017 12:23 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
13-09-2017 14:31 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
13-09-2017 15:59 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
13-09-2017 16:17 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
13-09-2017 16:18 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
13-09-2017 16:32 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
14-09-2017 09:55 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
14-09-2017 12:41 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
14-09-2017 13:38 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
14-09-2017 13:38 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
14-09-2017 14:17 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
14-09-2017 14:50 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
14-09-2017 20:36 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
15-09-2017 09:07 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
15-09-2017 09:52 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
15-09-2017 13:26 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
15-09-2017 15:43 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
15-09-2017 20:42 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
18-09-2017 08:44 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
18-09-2017 10:12 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
18-09-2017 14:31 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
18-09-2017 16:48 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
18-09-2017 21:13 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
19-09-2017 08:57 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
19-09-2017 10:37 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
19-09-2017 10:58 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
19-09-2017 11:05 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
19-09-2017 12:02 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
19-09-2017 13:15 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
19-09-2017 15:09 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
19-09-2017 18:47 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
20-09-2017 09:58 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
20-09-2017 15:44 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
20-09-2017 16:50 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
21-09-2017 16:31 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
21-09-2017 23:49 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
22-09-2017 13:03 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
22-09-2017 15:51 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
22-09-2017 16:15 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
25-09-2017 08:51 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
25-09-2017 14:42 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
25-09-2017 16:25 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
26-09-2017 11:08 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
26-09-2017 15:00 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
27-09-2017 09:59 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
27-09-2017 15:00 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
28-09-2017 11:04 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
28-09-2017 19:41 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
29-09-2017 12:22 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
02-10-2017 09:39 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
03-10-2017 09:22 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
03-10-2017 19:00 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
04-10-2017 16:09 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
06-10-20175 10:55 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
06-10-2017 15:12 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
09-10-2017 09:18 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
5 Fls. 31 e ss. Apenso A

09-10-2017 14:05 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
10-10-2017 12:39 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
11-10-2017 08:27 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
11-10-2017 21:18 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
12-10-2017 11:27 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
13-10-2017 09:31 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
16-10-2017 10:07 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
17-10-2017 09:13 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
18-10-2017 15:08 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
10-11-2017 18:06 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
10-11-2017 18:12 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
17-11-2017 17:31 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
25-11-2017 10:55 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
02-01-2018 14:30 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
07-01-2018 11:25 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
24-01-2018 20:51 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
29-01-2018 19:48 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
29-01-2018 19:52 MP00531 Acesso ao Processo 5340/17.7T9LSB
Informação que foi transmitindo a Paulo Gonçalves.
Assim, pelo menos nas seguintes datas:
No dia 15 de junho de 2017, pelas 10:37 horas, como atrás referido, José
Augusto acedeu e extraiu do CITIUS histórico do processo n.º 5340/17.7T9LSB.
Tal histórico continha, designadamente, o n.º do processo, data de autuação,
magistrada titular e oficial de justiça encarregue do cumprimento, identificação dos
denunciados (Pedro Guerra, Adão Mendes e Sport Lisboa e Benfica, SAD), conclusão e
remessa dos autos à Unidade Central de Lisboa- Juízo de Instrução Criminal, conclusão
ao juiz 5, devolução dos autos ao DIAP, conclusão à magistrada titular, informação da
remessa dos autos ao OPC para investigação e prazo, classificação do processo como
confidencial, fenómeno criminoso indiciado (corrupção na actividade desportiva),
origem da denúncia (DCIAP)6.
6 Fls. 52 e ss.

Em data e por meio não concretamente apurados, mas entre 15/06/2017 e
19/10/2017, José Augusto Silva entregou a Paulo Gonçalves a impressão do histórico
atrás referida.
No dia 19 de outubro de 2017, Paulo Gonçalves tinha no seu gabinete sito no
Estádio do Sport Lisboa e Benfica, Av. Eusébio da Silva Ferreira, impressão do histórico
do processo n.º 5340/17.7T9LSB7 atrás referido.
Após consultar informação do inq. n.º 5340/17.7T9LSB no dia 25/08/2017, nas
horas acima referidas, no dia seguinte José Silva e Paulo Gonçalves mantiveram
contactos telefónicos via Whatsapp para transmissão da informação obtida.
*

Parte II/III

« Última modificação: Março 18, 2018, 12:59 pm por Principe Perfeito »
Parte III de III:

Spoiler: mostrar
Para obter informações dos inquéritos pretendidos por Paulo Gonçalves, de
forma a obter o respectivo NUIPC, José Silva foi consultando vários inquéritos
distribuídos na 9.ª secção, entre eles alguns sem relação com a área do futebol,
designadamente:
NUIPC
DATA/ HORA NOME MÁQUINA IP MÁQUINA
770/16.4JDLSB
01-09-2017 14:36 BRG3NXHF3J---04 10.161.196.46
NUIPC
DATA/ HORA NOME MÁQUINA IP MÁQUINA
7566/17.4T9LSB
15-09-2017 10:01 BRG3NXHF3J---04 10.161.196.42
7566/17.4T9LSB
22-09-2017 15:55 BRG3NXHF3J---04 10.161.196.42
7566/17.4T9LSB
22-09-2017 15:55 BRG3NXHF3J---04 10.161.196.42
7566/17.4T9LSB
22-09-2017 15:56 BRG3NXHF3J---04 10.161.196.42
NUIPC
DATA / HORA
NOME MÁQUINA IP MÁQUINA
7957/17.0T9LSB
22-09-2017 15:54
BRG3NXHF3J---04 10.161.196.42
7957/17.0T9LSB
27-09-2017 10:03
BRG4YMHH3J---05 10.161.163.20
NUIPC
DATA / HORA
NOME MÁQUINA IP MÁQUINA
7 Fls. 44 e ss.

7590/17.7T9LSB
22-09-2017 15:54
BRG3NXHF3J---04 10.161.196.42
7590/17.7T9LSB
27-09-2017 10:04
BRG4YMHH3J---05 10.161.163.20
NUIPC
DATA / HORA
NOME MÁQUINA IP MÁQUINA
6784/15.4JFLSB
07-01-2018 11:36
BRGCZC437236705 10.161.163.80
*
Para melhor esconder os pedidos e recompensas, por vezes, os contactos de
José Silva com Paulo Gonçalves eram realizados através de Óscar Cruz ou Júlio
Loureiro8, conhecidos de todos.
*
DOS BILHETES/ CONVITES
O preço dos bilhetes (sem parque) para jogos de futebol profissional no Piso 1
do Estádio da Luz varia e􀅶tre 􀏯􀏬€ e 􀏲􀏬€.
Sempre que o Sport Lisboa e Benfica jogou em casa, no estádio da Luz, Lisboa,
na presente época desportiva 2017/2018, Paulo Gonçalves disponibilizou a José Silva,
pelo menos 4 (quatro) bilhetes/ convites com parque incluído9, o mesmo sucedendo
por vezes nos jogos fora de casa, designadamente quando se realizaram em zona mais
próxima da morada do arguido José Silva10.
Assim, ocorreu designadamente no jogo do dia 19 de agosto de 2018 entre o
Sport Lisboa e Benfica e o Clube de Futebol os Belenenses.
No dia 17 de agosto de 2017, Paulo Gonçalves solicitou a Ana Zagalo,
trabalhadora do Benfica, cinco bilhetes para o piso 1 do Estádio da Luz, com parque
incluído.
Após, no dia seguinte, Paulo Gonçalves deu indicações a Paulo Figueiredo,
também trabalhador do Benfica, para levantar os bilhetes e os deixar na Porta 18, em
nome de José Augusto «Fafe».
8 Sessão 6623, 6664 – José Silva e análise informática
9 sessão 2884 (14/12/2017), de 4830 – José Silva
10 Sessão 4830, 6030 – José Silva

Ainda no dia 18 de agosto de 2017, Paulo Gonçalves solicitou a Júlio Loureiro
informações sobre um acórdão do Conselho de Justiça da Federação Portuguesa de
Futebol relativo a classificações de árbitros, assim como o seu envio no dia seguinte
por intermédio de José Augusto.
Efectivamente, no dia 19 de agosto de 2018 José Augusto Silva foi assistir ao
jogo entre o Sport Lisboa e Benfica e o Clube de Futebol os Belenenses, com os
bilhetes cedidos por Paulo Gonçalves.
No dia 28 de agosto de 2018, pelas 11:33 horas Júlio Loureiro enviou
mensagem a Paulo Gonçalves solicitando ajuda para «falar com alguém dos bancos
hoje».
Ainda nessa mensagem Júlio Loureiro informou Paulo Gonçalves que José Silva,
que se encontrava ao seu lado «manda dizer que não há novidades processuais».
Nesse dia José Silva já havia consultado o inq. n.º 5340/40.7T9LSB pelas 09:41
horas para obter informações da tramitação do inquérito para transmitir a Paulo
Gonçalves.
Para além do jogo atrás referido (Benfica contra Belenenses), José Augusto
recebeu pelo menos 4 bilhetes para os seguintes jogos, aos quais assistiu:
- Jogo Benfica contra Estoril de 9 de dezembro de 201711;
- Jogo Rio Ave contra Benfica de 13 de Dezembro – tendo os bilhetes sido
entregues através de Óscar12;
- Jogo Benfica contra Portimonense de 20 de dezembro de 2017 – na
companhia de Óscar Cruz tendo este transmitido durante o jogo que Paulo Casimiro
Gonçalves pretendia dar uma prendinha a José Silva13;
- Jogo Benfica contra Sporting dia 3 de janeiro de 201814;
- Jogo Moreirense contra Benfica de 7 de janeiro de 201815;
11 Sessão 2584 – José Silva
12 Sessão 2614, 2647, 2650, 2676, 2680 – José Silva
13 Sessão 2584, 3585, 3589, 3590, 3591, 3592 – José Silva
14 Sessão 4744, 4746, 4747 – José Silva
- Jogo Braga contra Benfica a 13 de janeiro de 2018 tendo os bilhetes sido
entregues pelo próprio Paulo Gonçalves na casa de José Augusto16;
- Jogo Benfica contra Chaves de 20 de janeiro de 201817.
No jogo Benfica contra Portimonense de 20 de dezembro de 2017, José Silva
encontrou-se com Óscar Cruz e Paulo Casimiro Gonçalves tendo este entregue a José
Augusto uma «prendinha», designadamente um casaco do Benfica.
Já anteriormente, em data não apurada, Paulo Gonçalves tinha entregue uma
camisola do Benfica a José Augusto Silva, que este entregou ao seu filho José18.
No Jogo Benfica contra Chaves de 20/01/2018 Paulo Gonçalves entregou a
José Silva cinco bilhetes.
Para este jogo os arguidos acertaram ainda a ida de sobrinho de José Silva,
Fernando Nuno, licenciado em turismo, para eventual contratação deste para museu
do Benfica19.
A contratação de Fernando Nuno Nogueira Silva Rocha, sobrinho de José Silva,
para o museu do Benfica (Museu Cosme Damião) foi acertada com o próprio Paulo
Gonçalves.
A esse jogo foi também o próprio Fernando Nuno, levando consigo um
curriculum querendo Paulo Gonçalves falar directamente com ele, o que foi
intermediado por Óscar Cruz20.
Já em data anterior Paulo Gonçalves tinha entregue os dados de Fernando
Nuno no Departamento de Recursos Humanos do Benfica21.
Ao jogo, utilizando os bilhetes cedidos por Paulo Gonçalves assistiram os
referidos José Silva e Fernando Nuno e ainda a irmã do primeiro, Zilda Silva, Júlio
15 Sessão 4830 – José Silva
16 Sessão 4830, 5750, 5883, 6030 – José Silva
17 Sessão 5883, 6030, 6071 – José Silva
18 Sessão 3592, 3633 – José Silva
19 Sessão 5883 – José Silva
20 Sessão 6290, 6346, 6418 – José Silva
21 Sessão 6418 – José Silva
Loureiro e Óscar Cruz, assim como José Adérito (filho de José Silva) e Rafa, todos nos
lugares 1 a 8 da bancada Red Power.
Nesse dia e durante o jogo (intervalo) José Augusto e Paulo Gonçalves, junto da
bancada presidencial, acertaram pormenores e combinaram encontrar-se novamente
no final do jogo.
Pelas 20:27 horas, na zona presidencial do estádio, Paulo Gonçalves, José Silva,
Zilda Silva e Fernando Nuno conversaram sobre a contratação deste último e pelas
20:49 horas dirigiram-se ao parque de estacionamento, tendo José Silva, Zilda Silva e
Fernando Nuno saído do estádio.
Pelas 21:04 horas, no parque de estacionamento do estádio, Paulo Gonçalves
encontrou-se com Óscar Cruz e Júlio Loureiro, tendo entregue a este camisolas do
Benfica.
*
José Augusto Nogueira Silva, no ano de 2017 na conta CGD/0300 056666 600,
excluindo os valores referentes a remunerações, apresenta 58 operações a crédito
(onze depósitos e quarenta e sete transferências), 􀅶u􀅵 􀅵o􀅶ta􀅶te de 􀏭􀏬.􀏮􀏯􀏯,􀏬􀏬€ (dez
mil duzentos e trinta e três euros).
*
No dia 06/03/2018 o arguido José Silva tinha na sua posse na viatura BMW –
37-TE-74 dois manuscritos, com referências a 98/18.5T9LSB (9ª Secção) e
997/18.4T9LSB e IP 10.161.196.196;
O Inq. n.º 98/18.5T9LSB tem como intervenientes, entre outros, o Sport Lisboa
e Benfica e denunciado o Ministro das Finanças, Mário Centeno.
O Inq. n.º 997/18.4T9LSB tem como intervenientes, entre outros, o Sporting
Clube de Portugal e o Sport Lisboa e Benfica.
Ambos os inquéritos correm termos no DIAP de Lisboa.
Ainda no dia 06/03/2018, na viatura Mercedes – 85-BS-11 José Silva guardava:
- Um envelope timbrado Benfica SAD, manuscrito com o remetente Paulo
Gonçalves e destinatário José Augusto FAFE, com as inscrições «(2+3)» e «Porta 18»;

- Um conjunto de quatro folhas com listagem de intervenientes processuais,
􀍞Processo 31/14.3T8CBC􀍟, do Tribunal Judicial da Comarca de Braga, contendo no
verso, manuscrito, 􀍞39/16.4T9CBC, Juiz Carlos André Soutelo Pinheiro e Jorge Miguel
Carvalho Sabroso􀍟
E na viatura Smart – 80-JJ-41 guardava uma folha manuscrita com identificação
de diversos NUIPC e nomes.
Ainda no dia 06/03/2018, José Silva tinha na sua posse na residência seis (06)
computadores portáteis da marca Dell, sem bateria e sem disco rígido, um (01)
computador desktop da marca Dell, funcional e em utilização, dois (02) monitores da
marca HP funcionais e em utilização, dois (02) computadores desktop da marca HP
funcionais e em utilização pelos filhos do arguido, um teclado da marca HP funcional
e em utilização, uma impressora da marca Samsung, funcional e em utilização.
Todos estes equipamentos informáticos e acessórios informáticos são
propriedade do Ministério da Justiça, não podendo ser mantidos ou utilizados pelo
arguido na sua residência para fins particulares.
Também na residência, mas no quarto dos filhos do arguido José Silva
encontravam-se artigos de vestuário da marca SLBenfica, nomeadamente:
- Um blusão em algodão, estilo vintage tamanho S, novo, ainda com etiqueta no valor
aproxi􀅵ado de 􀏱􀏵,􀏵􀏵€;
- Uma camisola vermelha com inscrição de patrocínio Radler no valor aproximado de
􀏳􀏲,􀏰􀏲€;
- Uma camisola nº 7 do jogador Samaris, autografada 􀅶o valor aproxi􀅵ado de 􀏴􀏵,􀏵􀏱€;
- Uma camisola branca de jogo com o nº 1 do jogador Svilar no valor aproximado de
􀏯􀏮,􀏱􀏭€.
Ainda no dia 06/03/2018, José Silva tinha guardado no seu local de trabalho no
Tribunal Judicial de Fafe:
- Um cartão do Ministério da Justiça – PGR com chip referente a Sofia Cardoso
Pires, Procuradora Adjunta, emitido pelo ITIJ e com validade até 19-03-2017;

- Uma listagem composta por quatro folhas com referência a diversos números
de 􀍞IP Address – MAC Address – Host Name e User􀍟 contendo inscrições manuscritas.
No dia 06/03/2018 Júlio Manuel Antunes Couto Loureiro, tinha na sua posse:
- Dois bilhetes para o jogo de futebol S.L. Benfica Futebol, SAD / Vitória S.C.
Futebol, SAD, que decorreu no dia 13/05/2017, oferecidos pelo Gabinete Jurídico do
S.L. Benfica Futebol, SAD, 􀅶o valor aproxi􀅵ado de €􀏳􀏱 a €􀏵􀏬;
- Um bilhete para o jogo de futebol S.L. Benfica Futebol, SAD / Estoril Praia –
Futebol, SAD, que decorreu no dia 29/04/2017, oferecido pelo Gabinete Jurídico do
S.L. Benfica Futebol, SAD, 􀅶o valor aproxi􀅵ado e􀅶tre €􀏰􀏬 a €􀏲􀏬.
Fernando Nuno Nogueira Silva Rocha tinha na sua posse duas pulseiras de
tecido com as inscrições Benfica Corporate Club, e um bilhete para o jogo de futebol
SC Braga / S.L. Benfica, que decorreu no dia 13/01/2018 􀅶o valor aproxi􀅵ado de €􀏯􀏬.
No dia 06/03/2018 Paulo Gonçalves tinha na sua posse no local de trabalho:
- Um curriculum vitae de Fernando Nuno Nogueira da Silva Rocha, que se
encontrava guardado no interior da terceira gaveta da secretária;
- Uma pasta, tamanho A4 com o logotipo da UEFA, contendo no interior
documentos (acusação e sentença) referentes ao processo nº 6/15.5PASXL, num total
de 21 folhas, documentos não assinados nem numerados, sendo impressões do
sistema CITIUS, sendo interveniente Hernâni de Jesus Fernandes;
- Na mesma pasta constavam pesquisas efetuadas na base de dados da
Segurança Social, com o formato típico de pesquisa efetuada via CITIUS referentes a
Hernâni de Jesus Fernandes com a indicação de morada e como entidade trabalhadora
o Sporting Clube de Portugal e dados da Segurança Social relativos ao Sporting Clube
de Portugal e ainda de Luis Francisco da Silva Fernandes e da sociedade Amadora
Inovation E.M. Unipessoal, Lda..
*
Com estas condutas, os arguidos pretenderam utilizar as funções que os
funcionários judiciais exerciam nos tribunais para obter proveitos (uns informações e
outros recompensas) que lhes não eram devidos, todos sabendo que assim violavam
os deveres legais e funcionais de funcionários, o que quiseram e conseguiram.
Mais sabiam que, com os seus atos, permitiam o acesso indevido a informação
confidencial de investigações criminais e iludiam a investigação ao terem
conhecimento antecipado de diligências e actos processuais.
Tudo para favorecerem o Benfica e seus elementos nas investigações em curso,
permitirem acesso a informações de clubes adversários e ainda, para os funcionários,
obterem bilhetes, produtos do clube e outras recompensas.
Paulo Gonçalves bem conhecia as funções públicas exercidas pelos funcionários
e bem sabia que com as condutas descritas, que os beneficiaram, violavam os deveres
funcionais e legais.
*
Os arguidos, através de José Silva, ao inserirem no sistema informático CITIUS
credenciais de magistrada que não podiam utilizar, como atrás descrito, sabiam que
dessa forma atuavam sem autorização e contra a vontade da titular das credenciais, do
gestor do sistema informático e contra as regras de utilização do próprio sistema.
Tudo em detrimento do serviço público prosseguido pelas autoridades
judiciárias, atingindo assim os deveres e obrigações decorrentes das funções de
natureza pública e estatuto profissional dos funcionários.
Ao inserirem no sistema informático tais credenciais de terceiros, os arguidos,
através de José Silva, transmitiram ao sistema informação (permissão de acesso) sem
correspondência com a realidade, pretendendo que tais dados passassem por
verdadeiros, bem sabendo, no entanto, que não o eram, o que quiseram e
conseguiram.
Tinham perfeito conhecimento que com aquelas condutas resultava prejuízo
para a integridade e fiabilidade dos sistemas de informação e dos dados informáticos e
que não podiam introduzir no sistema informático dados que não correspondessem à
verdade, no âmbito da sua atividade funcional, não se coibindo, ainda assim, de atuar
da forma descrita.

*
Os arguidos sabiam que os inquéritos atrás referidos estavam a coberto de
segredo de justiça, com as implicações de confidencialidade de tal estatuto,
encontrando-se a investigação em curso.
Quiseram aceder e divulgar, como divulgaram, informações do andamento da
investigação, designadamente actos e diligências processuais, querendo ultrapassar o
segredo de justiça que vigorava e indiferentes aos efeitos que causaria aos interesses
da investigação, mormente a dissipação de prova por parte dos visados.
*
José Silva bem sabia que a informação que transmitia correspondia a
investigações criminais em curso, das quais não deveria ter tido conhecimento
antecipado, nem divulgar quaisquer informações, especialmente aos visados, mas
ainda assim transmitiu as informações ao Benfica e Paulo Gonçalves.
Agiu com o propósito de evitar que o clube e Paulo Gonçalves fossem acusados,
julgados e condenados numa pena, permitindo a destruição ou ocultação de prova.
*
Ao transportar para a sua residência e colocar em uso para fins particulares os
equipamentos informáticos atrás descritos, o arguido José Silva fez seus tais
equipamentos, que bem sabia que pertenciam ao Estado (Ministério da Justiça/ IGFEJ).
O arguido atuou com o propósito concretizado de fazer seus e usar em proveito
próprio equipamento de valor não apurado, 􀅵as superior a €􀏭􀏬􀏮,􀏬􀏬, que bem sabia
não lhe pertencerem, os quais sabia afetos à atividade pública, e cujo acesso apenas
lhe era possibilitado em razão das funções que desempenhava ao serviço do Ministério
da Justiça, o que quis e conseguiu.
O arguido sabia que dessa forma atuava sem autorização e contra a vontade do
MJ/ IGFEJ, em detrimento do serviço público prosseguido por esta entidade, atingindo
assim os deveres e obrigações decorrentes das suas funções de natureza pública e
estatuto profissional.
*

Em tudo, agiram os arguidos de modo livre, deliberado e consciente, bem
sabendo que a sua conduta era proibida e punida pela lei penal.
III - PROVA:
Documental:
- Informações do IGFEJ relativas a acessos a inquéritos de fls. 65 e ss., 118 e ss., 473 e
ss., 552 e 553;
- Informação da DGAJ de fls. 101
- Nota biográfica de José Augusto Nogueira da Silva de fls. 103;
- Informação do IGFEJ relativa a José Augusto Nogueira da Silva de fls. 146
- Nota biográfica de José Manuel Ribeiro de fls. 102
- Nota biográfica de Júlio Manuel Antunes Couto Loureiro de fls. 365 e ss.;
- Crimes da competência da 9.ª secção do DIAP de Lisboa de fls. 669;
- Informação CITIUS dos magistrados com acesso aos inquéritos da 9.ª secção do DIAP
de Lisboa de fls. 671;
- Certidão de auto de busca e apreensão e documento (histórico do CITIUS) apreendido
no âmbito do Inq. n.º 5340/17.7T9LSB – fls. 43 e ss.;
- Certidão de pesquisa efectuada no âmbito do Inq. n.º 5340/17.7T9LSB de fls. 337 e
ss.
- Certidão do Inq. n.º 5340/17.7T9LSB – segredo de justiça – fls. 749 e ss.
- Certidão do Inq. n.º 6785/15.2TDLSB – segredo de justiça – fls. 752 e ss.
- Certidão do inq. n.º 6784/15.4JFLSB de fls. 773
- Certidão do Inq. n.º 8860/17.0T9LSB de fls. 777 e ss.
- Certidão do inq. n.º 143/17.1JGLSB – segredo de justiça – de fls. 781 e ss.
- Informações extraídas do site https://www.slbenfica.pt/ referentes às caraterísticas
do Estádio da Luz, preço dos bilhetes por referência ao jogo SLB vs CSM, organograma
da Benfica SAD constante da página 11 do relatório sobre o governo da sociedade
2016/17 e informação relativa ao jogo ocorrido no dia 19 de agosto de 2017 – de fls.
659 e ss.;
- Informação de registo automóvel de fls. 327
- Informação do registo civil de Fernando Nuno Silva Rocha, Zilda Silva e José Adérito
Silva de fls. 398 e ss.
- Informação extraída em fontes abertas da internet relativa a Óscar Cruz e True Soccer
de fls. 404 a 406, 506 e ss., 560 a 567;
- Informação de observadores de árbitros de Braga/ Júlio Loureiro de fls. 568 e ss.
- Informação preço bilhetes de fls. 881
- Análise bancária efectuada pela UPFC de fls. 977 e ss.
- informação do CITIUS / intervenientes dos inq. n.ºs 997/18.4T9LSB e 98/18.5T9LSB
fls. 791 e 792
- impressões com valores de vestuário – fls. 996.
Apensos:
Listagem de acessos – apenso A
Processos acedidos – apenso B
Documentação bancária de José Silva – apenso D
Relatórios de vigilância – apenso E
Análises informáticas – apenso F
Apensos de buscas:
Autos de busca e apreensão e respectivos documentos e objectos apreendidos
aos visados:
- José Augusto Silva – equipa 1 e equipa 8;
- Paulo Casimiro Gonçalves - residência – equipa 4;
- Paulo Casimiro Gonçalves - posto de trabalho – equipa 9;
- Júlio Loureiro – equipa 3;
- Fernando Nuno Rocha – equipa 6;
- Sport Lisboa e Benfica – equipa 9;
- Tribunal de Guimarães – equipa 7;

DAS INTERCEPÇÕES TELEFÓNICAS:
Apensos de transcrição das sessões relevantes e respectivos suportes técnicos:
- Sessões do Alvo 95699060 – José Augusto Silva
- Sessões do Alvo 95700040 – José Ribeiro
- Sessões do Alvo 96994060 – Óscar Cruz
Correspondência electrónica:
- Análises informáticas – apenso F
- CD contendo comunicações entre Paulo Gonçalves e Óscar Cruz constante do apenso
de buscas equipa 9.
Testemunhal:
- Ana Paula Vitorino, id. fls. 745
*
Lisboa, d.s.
(elaborado em computador e revisto na íntegra pelo signatário – art.º 94.º, n.º 2, do Código de Processo Penal)
O Procurador-Adjunto
(Valter Alves)

http://rgho.st/8JRlBXvD2?r=2915




terça-feira, 20 de março de 2018
A investigação do processo e-toupeira
https://misterdocafe.blogspot.pt/2018/03/a-investigacao-do-processo-e-toupeira.html
Spoiler: mostrar



Na passada sexta-feira o blogue Mercado de Benfica publicou um documento do Departamento de Investigação e Acção Penal (DIAP) de Lisboa que resume os indícios existentes contra os cinco arguidos do processo E-Toupeira. A notícia da divulgação do documento e de alguns dos seus trechos foi divulgada por praticamente toda a gente. A TVI até abriu o seu noticiário da 20h com essa notícia. Entretanto já passaram três dias e tenho visto muito pouca análise aos factos relatados. Posto isto, vamos a uma análise mais aprofundada.

O documento pode ser descarregado no Mercado de Benfica no seguinte post (aqui).

O que está em causa


Neste caso não vale a pena estar a salientar a "marcador" as partes mais relevantes, uma vez que tudo é relevante.

Os arguidos


Paulo Gonçalves e José Augusto Silva foram detidos e presentes a juíz de instrução criminal. Paulo Gonçalves foi libertado ficando com termo de identidade e residência enquanto que José Augusto Silva ficou em prisão preventiva. Já apresentei devidamente três destes arguídos. Podem e devem consultar os posts no links seguinte:
- José Augusto Silva (aqui)
- Júlio Loureiro (aqui)
- Óscar Cruz (aqui)

Quanto a José Manuel Ribeiro não se vislumbra grande interferência no caso, para além de ter sido alegadamente cúmplice de José Augusto Silva, de quem é familiar.

Os processos consultados

Neste documento estão informações detalhadas sobre os acessos indevidos efectuados por José Augusto Silva, quer a processos ligados ao Benfica, quer a processos ligados aos rivais. Não vou estar aqui a publicar todas essas páginas, mas faço um resumo:

1) Processo dos vouchers: 64 consultas indevidas entre 1 de Setembro de 2017 e 29 de Janeiro de 2018.

2) Processo violação sistema informático Benfica: 107 consultas entre 1 de Setembro de 2017 e 29 de Janeiro de 2018.

3) Processo contra Francisco J.Marques e Porto Canal: "Pelo menos" uma consulta a 1 de Setembro de 2017

4) Processo no seguimento de uma denúncia anónima contra Bruno de Carvalho: 2 consultas, uma no dia 2 de Setembro de 2017 e outra no dia 7 de Setembro.

5) Caso dos emails: 156 consultas entre 1 de Setembro de 2017 e 29 de Janeiro de 2018.

Foram ainda consultados mais 5 processos do interesse de Paulo Gonçalves.



Neste documento é dito de forma indiscutível que todas as informações recolhidas por José Augusto Silva chegaram ao conhecimento de Paulo Gonçalves.

O senhor dos bilhetes



A oferta de bilhetes foi mesmo confirmada pelo Dr.Paulo Gomes, advogado de José Augusto Silva e figura sobre a qual já escrevi (aqui). Estamos a falar de dezenas de convites para todos os jogos em casa e para os jogos fora perto da residência de José Augusto Silva. O mesmo acontece com Júlio Loureiro que também é presenteado regularmente como já demonstrei no post dedicado a essa figura (aqui).

O "banqueiro" do povo


Neste documento não há mais nenhum tipo de informação sobre este indício. Mas de facto é no mínimo muito estranho ver tantas operações a crédito num espaço de um ano. E atenção que o valor também é significativo. Investigue-se...

Jobs for the boys


Apenas acrescentar que isto é que foi um verdadeiro passeio familiar.

Bobby, tareco, busca, busca...

Nas viaturas de José Augusto Silva forem encontrados



Vejamos agora o que foi encontrado em casa do José Augusto Silva.



Tudo somado estamos a falar de 258,91€ em material do Benfica. Algo que supera em muito os 150€ legais para ofertas a funcionários judiciais. E já nem estou a contar com os bilhetes para os jogos na Luz e fora, ou com a eventualidade dos depósitos e transferências se confirmarem como sendo ligados ao processo.

No mesmo dia das buscas, Fernando Nuno, o tal sobrinho de José Augusto Silva a quem foi prometido um emprego no Museu do Benfica foi apanhado com:



Ai Julinho, Julinho...


Com esta informação sobe para 7 o número de jogos em que Júlio Loureiro foi presenteado com bilhetes, uma vez que num post anterior já tinha apontado 5 jogos com base em emails divulgados.

Entre Fevereiro e Abril de 2017 já tinha sido presenteado com bilhetes para os jogos do Benfica no Estádio da Luz com os seguintes adversários: Dortmund, Chaves, Belenenses, Porto e Estoril.

Um verdadeiro escândalo

Mas nas buscas, a "melhor" parte estava guardada para Paulo Gonçalves. Atentem bem no seguinte:



Para abrir é logo interessante verificar que o curriculum vitae do sobrinho de José Augusto Silva estava no gabinete de Paulo Gonçalves. Está mais do que provadas as diligências em curso para que o senhor Fernando Nuno se tornasse funcionário do Benfica.

Mas mais relevante do que isso é o facto de o assessor jurídico do Benfica e braço direito de Luís Filipe Vieira ter no seu gabinete no Estádio da Luz, informação privada e confidencial de Hernâni de Jesus Fernandes, funcionário do Sporting. Isto é um escândalo e o Sporting tem de agir criminalmente contra o Benfica e Paulo Gonçalves.

Será assim tão difícil perceber de onde é que terão saído os documentos confidenciais da Segurança Social? Já que a PJ efectuou busca na casa de Paulo Gonçalves, podiam ter aproveitado a oportunidade para questionar a esposa do arguido sobre se teria ideia de como é que esses documentos teriam sido passados da Segurança Social para o Benfica. Aposto que a sua experiência de mais de 13 anos no Instituto da Segurança Social poderia ser útil para ajudar os investigadores.

Factos provados

Para fechar deixo para reflexão uma listagem de factos provados sobre este processo:
- José Augusto Silva recebeu convites e produtos do Benfica. Informação confirmada pelo advogado do próprio e através de buscas como se pode ler neste documento.
- José Augusto Silva acedeu a mais de 10 processos do interesse do Benfica, nomeadamente de rivais. Estão provados 340 acessos ilegais a esses processos mas foram muitos mais. Reparem que as provas só começaram a ser recolhidas a 1 de Setembro e a investigação acredita que o esquema remonta a Julho.
- Nas buscas em casa de José Augusto Silva foi encontrado diverso material desportivo do Benfica. Algum desse material ainda por estrear e com as etiquetas.
- Vigilâncias e escutas indicam a promessa de dar emprego ao sobrinho de José Augusto Silva. Nas buscas ao gabinete de Paulo Gonçalves foi encontrado o CV do tal sobrinho.
- Júlio Loureiro tinha em sua posse vários bilhetes para jogos do Benfica.
- Paulo Gonçalves tinha no seu gabinete no Estádio da Luz, documentos sobre um funcionário do Sporting e documentos sobre a segurança social do Sporting.

E atenção que isto são provas recolhidas numa fase muito preliminar. Neste momento os investigadores já devem ter acesso a muito mais informação. Perante tudo isto, ainda há por ai algum benfiquista com vontade de defender Paulo Gonçalves e o Benfica? Ou já todos perceberam o que está aqui em causa?
« Última modificação: Março 24, 2018, 19:25 pm por Principe Perfeito »
Um apanhado que fiz pelo twitter sobre o assunto:















































































« Última modificação: Março 17, 2018, 15:32 pm por Principe Perfeito »


Mensagens no WhatsApp provam ligação de Paulo Gonçalves a toupeira

Assessor jurídico do Benfica informado sobre investigações criminais através de aplicação informática.
A Polícia Judiciária (PJ) apanhou mensagens escritas entre Paulo Gonçalves, assessor jurídico do Benfica, e os demais arguidos no processo e-toupeira que vão agora ser analisadas pela investigação. As comunicações referem-se à conhecida aplicação informática WhatsApp e são classificadas como especialmente relevantes as conversas com o empresário de futebolistas Óscar Cruz e o funcionário judicial José Augusto, agora preso preventivamente.

Notícia completa aqui:

http://foradejogo08.blogspot.pt/2018/03/pj-encontra-mensagens-de-whatsapp-que.html

« Última modificação: Março 18, 2018, 11:04 am por Principe Perfeito »
JÚLIO LOUREIRO

Júlio Loureiro é um funcionário do tribunal de Fafe, ex-árbitro de segunda categoria e ex-observador de futebol profissional nas épocas 2011-2012, 2014-2015, 2015-2016 (um período que coincidiu com os últimos anos de Vitor Pereira como presidente do CA e com Ferreira Nunes como responsável pelas classificações dos árbitros). Membro da singela AFBraga (juntamente com personagens como Adão Mendes e Jorge Ferreira) e um dos muitos meninos queridos do SLBeneficia, é conhecido por ter acabado com a carreira do árbitro Marco Ferreira e por passar documentos judiciais confidenciais ao benfica, assim como ser recorrente serem-lhe oferecido bilhetes grátis para ver jogos na ETAR anexa ao Colombo. É arguido na OPERAÇÃO E-TOUPEIRA, acusado de ter passado informação judicial confidencial ao benfica.

ANEXO: Trivia.

> FACEBOOK: Nas redes sociais, Júlio Loureiro assumia-se como benfiquista doente. Em consequência de ser constituído arguido na OPERAÇÃO E-TOUPEIRA, apagou o facebook, mas fica um SS do mesmo no spoiler abaixo.
Spoiler: mostrar




ÁRBITRO

Júlio Loureiro é natural de Fafe, como árbitro CONFIRMAR e mais tarde como observador, pertence aos quadros da Associação de Futebol de Braga (instituição implicada em vários esquemas, ver [Índice] Caso dos Emails), tal qual Jorge Ferreira, árbitro despromovido no final da época 2016-2017 e conhecido por 'Esquiça de Fafe' (personagem implicada em vários esquemas, ver [Índice] Caso dos Emails), e Adão Mendes, vice-presidente dessa instituição (personagem implicada em vários esquemas, ver [Índice] Caso dos Emails).

[CARREIRA COMO ÁRBITRO]


OBSERVADOR

Júlio Loureiro foi observador de jogos da primeira liga (e taça da liga) e segunda liga para as épocas de 2011-2012, 2014-2015, 2015-2016; de acordo com o website da LIGAPORTUGAL.

O seu primeiro jogo como observador de futebol profissional foi um empate entre o Sporting e o Nacional, em que o quarto árbitro foi o seu conterrâneo Jorge Ferreira, que também acabou riscado pela nova direcção do CA da FPF. ÉPOCA 2011-2012 - [VERIFICAR HISTORIAL | EXPANDIR]

Corria o verão de 2014, numa altura em que Vítor Pereira era presidente do Conselho de Arbitragem da FPF (implicado em vários esquemas, ver [Índice] Caso dos Emails) e Ferreira Nunes era seu vice-presidente e era responsável pelas classificações dos árbitros (implicado em vários esquemas, ver [Índice] Caso dos Emails), quando Júlio Loureiro foi um dos 35 escolhidos entre 100 candidatos para ser observador nos jogos de futebol profissional (primeira divisão e segunda divisão). Esteve em funções como observador em jogos de futebol profissional (primeira divisão e segunda divisão) nas duas épocas seguintes, 2014-2015 e 2015-2016.

Entre as muitas peripécias deste sujeito, destaca-se a polémica com Marco Ferreira. Como observador do jogo SC BRAGA 2 x 1 SL BENFICA que se realizou em 2014-10-26, deu a pior nota da época a Marco Ferreira, quando este era um dos melhores árbitros portugueses na altura. Esta nota valeu a Marco Ferreira a despromoção para a categoria C2 (segunda liga de futebol profissional), e a sua consequente saída da arbitragem. Em declarações, Marco Ferreira afirmou a um jornal espanhol que tinha sido pressionado por Vitor Pereira em telefonemas para beneficiar o benfica e ter ido perguntar a responsáveis do benfica (e não ao Conselho de Arbitragem, como seria natural) o porquê de tal nota e o porquê de ser despromovido. [REESCREVER | EXPANDIR]

Júlio Loureiro foi o observador do célebre jogo do espumante, MARÍTIMO M 0 x 2 SL BENFICA realizado em 2016-05-08, onde o Marítimo esteve em vantagem numérica durante 45m e sem por uma vez atacar a baliza do benfica. Antes do jogo, Luís Filipe Vieira, presidente do benfica e Carlos Pereira, e presidente do Marítimo, almoçaram juntos e brindaram juntos ao novo estádio do Marítimo (esta fotografia do brinde vergonhoso foi apagada de todos os websites de notícias, mas houve quem se lembrasse de guardar um SS do mesmo), com LFV a fazer a graçola de que "a mala chegou ontem à noite" para Carlos Pereira (obras em estádios e dinheiro a aparecer nos clubes pequenos dado pelo benfica são já um clássico de Vieira, coincidências da vida). REESCREVER

Curiosamente, Júlio Loureiro foi observador em vários jogos da segunda liga da época de 2015-2016 que tiveram a particularidade de serem numa altura em que quase todas essas equipas estiveram a lutar pela manutenção, entre elas o benfica b que apenas não desceu devido a várias situações caricatas e golpes de... "sorte". Em spoiler, encontra-se um pequeno exercício de análise sobre como se movimentou a tabela de classificação nessas últimas jornadas. REESCREVER

Spoiler: mostrar
A cronologia é a seguinte, após várias jornadas em queda livre, o benfica b entra em zona de despromoção (posição 20) na jornada 25, em 2016-01-17. Exactamente um mês depois, Júlio Loureiro começa a arbitrar jogos na segunda liga (algo que não fazia há mais de três meses). O benfica nunca mais conseguiu sair daquela zona entre manutenção e despromoção e só se safou de descer de divisão devido a arbitragens vergonhosas e uma perda de pontos na secretaria por parte do Farense (jogo esse com o benfica onde o Farense utilizou individamente um jogador emprestado pelo benfica).



NOTAS:
> 30J: benfica P20 > P17 - SL BENFICA B 2 x 1 CD AVES, o Aves é um clube amigo do benfica (ver [Índice] Caso dos Emails).
> 32J: benfica P17 > P19 - SANTA CLARA 1 x 0 CD MAFRA, onde Júlio Loureiro foi o observador e em que qualquer resultado beneficiaria o benfica, mas que a derrota do Mafra colocaria a pressão de despromoção e na jornada seguinte realizou-se o CD MAFRA 0 x 0 SL BENFICA.
> 35J: benfica P21 > P22 - Na jornada anterior, Júlio Loureiro foi o observador do VARZIM SC 2 x 1 ACADÉMICO VISEU, cujo resultado fez com que o Viseu se aproximasse da zona de despromoção nas jornadas consequentes e por ali ficasse até ao fim, terminando com apenas mais um ponto que o beneficiado benfica.
> 36J: benfica P22 > P20 - SL BENFICA 2 x 0 SC FARENSE, onde o Farense utilizou um jogador emprestado pelo Benfica e posteriormente haveria de ser aplicada uma derrota administrativa por 3-0 na secretaria e uma penalização de dois pontos (Farense ficou arredado da luta pela manutenção e apenas um ponto salvou o benfica de descer de divisão).
> 40J: benfica P19 > P17 - VITÓRIA SC B 1 x 0 CD MAFRA, ondde Júlio Loureiro foi o observador e em que qualquer dos resultados beneficiava o benfica.
> 44J: benfica P21 > P20 - VITÓRIA SC B 1 x 1 SC COVILHÃ, ondde Júlio Loureiro foi o observador e onde à entrada da jornada SL BENFICA tinha 49 pontos e VITÓRIA SC tinha 53 pontos, com 9 pontos ainda em disputa, e após a jornada do BENFICA B 3 x 3 VITÓRIA SC B, e o VITÓRIA SC é um clube amigo do benfica (ver [Índice] Caso dos Emails). É também a jornada do SC BRAGA B 0 x 2 SL BENFICA, o Braga é um clube amigo do benfica (ver [Índice] Caso dos Emails.
> 46J: benfica P20 > P20 - SL BENFICA 5 x 0 Freamunde, um jogo que garantiu a manutenção do benfica por um ponto (empate dava descida de divisão) e onde o Freamunde falhou a promoção, já de si o resultado foi suspeito visto ter acontecido uma goleada entre duas equipas que lutavam por coisas tão fistantes, mas também ficou envolto em polémicas de arbigragem (Bruno Paixão assinalou na primeira parte dois penalties a favor do benfica e expulsou um jogador do Freamunde, o que ditou também uma segunda parte tranquila).


No verão de 2015-2016, a Federação Portuguesa de Futebol foi a eleições. A mesma divide-se em direcção, conselho fiscal, conselho de justiça, conselho de disciplina e conselho de arbitragem; sendo que nestas eleições a lista ao conselho de arbitragem era completamente diferente da que estava em funções. Ainda antes destas eleições já a equipa de José Fontelas Gomes, que sucedeu a Vítor Pereira, e a Federação Portuguesa de Futebol tinham suspeitas de anomalias no processo de apuramento das notas de cada árbitro e havia alguns nomes sublinhados a vermelho, entre eles Júlio Loureiro, cujo benfiquismo e falta de isenção eram considerados notórios, o árbitro Jorge Ferreira, que foi despromovido no final da época 2016-2017 e conhecido por 'Esquiça de Fafe', e Ferreira Nunes, vice-presidente do Conselho de Arbitragem e ex-responsável pelas classificações dos árbitros. Assim sendo, a nova equipa para o CA dispensou Júlio Loureiro como observador nos campeonatos profissionais, mas este continua a ser observador nos jogos de futebol não profissionais.

Como observador apenas para jogos das distritais, Júlio Loureiro deixou de ter poder como observador nos jogos de interesse do benfica. No entanto, foi observador em jogos que decidem que equipas sobem à segunda liga (embora não haja registo online de que jogos faz, pode ser que tenha feito alguns que beneficiou algum clube amigo do funfica das distritais (ver [Índice] Caso dos Emails), assim como continuou a ser membro da AFBraga. Em 2018-03-06, Júlio Loureiro demitiu-se como observador, em consequência de ter sido constituído arguido na OPERAÇÃO E-TOUPEIRA.

ANEXO: Lista de jogos observados por Júlio Loureiro - 2011-2012 | 2014-2015 | 2015-2016

2011-2012
Código: [Seleccione]
                                                             | ÁRBITRO        | ÁRBITROS ASSISTENTES           | QUARTO ÁRBITRO         | DELEGADOS                                    | OBSERVADOR
2010-09-26 ZONSAGRES  6J | SPORTING CP 1 x 1 CD NACIONAL     | RUI COSTA      | SERAFIM NOGUEIRA, NUNO MANSO   | JORGE FERREIRA         | BAPTISTA RODRIGUES, ANTÓNIO GALRINHO         | JÚLIO LOUREIRO
2010-11-01 ZONSAGRES  9J |  VITÓRIA SC 2 x 0 PORTIMONENSE    | VASCO SANTOS   | JOÃO SANTOS, ALEXANDRO FREITAS | PEDRO FERREIRA         | JOSÉ SOUSA, JOAQUIM CAMPOS                   | JÚLIO LOUREIRO
2010-11-29 ZONSAGRES 12J |    SC BRAGA 2 x 0 CD NACIONAL     | PEDRO PROENÇA  | TIAGO TRIGO, RICARDO SANTOS    | MANUEL MOTA            | ALCINO CAMPOS, RAUL SILVA                    | JÚLIO LOUREIRO
2011-01-15 ZONSAGRES 16J |  VITÓRIA SC 1 x 0 SC OLHANENSE    | MARCO FERREIRA | NUNO PEREIRA, ÁLVARO MESQUITA  | MANUEL MOTA            | CÉSAR PEREIRA, JOSÉ DOMINGUES                | JÚLIO LOUREIRO
2011-01-15 ZONSAGRES 18J |  MARÍTIMO M 1 x 2 SC BRAGA        | HUGO MIGUEL    | NUNO ROQUE, NUNO PEREIRA       | FÁBIO VERÍSSIMO        | MOISÉS SILVA, RUI MENDONÇA                   | JÚLIO LOUREIRO
2011-02-20 ZONSAGRES 20J |    SC BRAGA 1 x 2 FC P FERREIRA   | ANDRÉ GRALHA   | BRUNO SILVA, LUÍS CABRAL       | HUGO RODRIGUES PACHECO |                                              | JÚLIO LOUREIRO
2011-03-13 ZONSAGRES 23J |  SL BENFICA 1 x 1 PORTIMONENSE SC | PAULO BAPTISTA | JOSÉ BRAGA, LUÍS TAVARES       | ANDRÉ GRALHA           | PEDRO JORGE SIMÃO DE CASTRO NERY, VITOR ROSA | JÚLIO LOUREIRO
2011-04-08 ZONSAGRES 26J |  MARÍTIMO M 1 x 1 CD NACIONAL     | JOÃO CAPELA    | RICARDO SANTOS, TIAGO ROCHA    | ELMANO SANTOS          | MOISÉS SILVA, JOSÉ FREITAS BRANCO            | JÚLIO LOUREIRO
2011-04-17 ZONSAGRES 27J |  RIO AVE FC 1 x 0 NAVAL           | CARLOS XISTRA  | JOSÉ CARDINAL, JORGE CRUZ      | JOSÉ LAMARES           | ANTÓNIO CORTEZ, FERNANDO ARAÚJO              | JÚLIO LOUREIRO
Código: [Seleccione]
                                                      | ÁRBITRO          | ÁRBITROS ASSISTENTES       | QUARTO ÁRBITRO | DELEGADOS                     | OBSERVADOR
2010-08-29 BWIN 2F2M | RIO AVE FC 1 x 1 ESTORIL PRAIA | ARTUR SOARES DIA | JOSÉ CARDINAL, RUI LICÍNIO | JOSÉ GOMES     | ARTUR FERREIRA, ALCINO CAMPOS | JÚLIO LOUREIRO
Código: [Seleccione]
                                                         | ÁRBITRO              | ÁRBITROS ASSISTENTES                                      | QUARTO ÁRBITRO | DELEGADOS                                  | OBSERVADOR
2010-08-29 ORANGINA  1J | CD FEIRENSE 0 x 0 SC FREAMUNDE | JOÃO FERREIRA        | LUÍS RAMOS, PAIS ANTÓNIO                                  | NUNO PEREIRA   | FERNANDO SILVA, MANUEL ARMINDO             | JÚLIO LOUREIRO
2010-10-23 ORANGINA  5J | FC PENAFIEL 1 x 1 TROFENSE     | JORGE SOUSA          | JOSÉ CARLOS NEVES RAMALHO, JOSÉ LUÍS SANTOS OLIVEIRA MELO | JOSÉ LIMA      | ANTÓNIO NORONHA DE FREITAS, FILIPE FONSECA | JÚLIO LOUREIRO
2010-12-19 ORANGINA 11J |     CD AVES 2 x 2 LEIXÕES SC   | DUARTE GOMES         | VENÂNCIO TOMÉ, JOSÉ LIMA                                  | NUNO PEREIRA   | JOSÉ SOUSA, AMÉRICO COSTA                  | JÚLIO LOUREIRO
2011-05-08 ORANGINA 27J | FC PENAFIEL 1 x 0 CD FEIRENSE  | OLEGÁRIO BENQUERENÇA | JOÃO SANTOS, LUÍS MARCELINO                               | ANDRÉ GRALHA   | CÉSAR PEREIRA, PAULO RENATO                | JÚLIO LOUREIRO
2011-05-29 ORANGINA 30J | CD FEIRENSE 0 x 0 LEIXÕES SC   | ELMANO SANTOS        | SÉRGIO SERRÃO, NELSON MONIZ                               | MARCO FERREIRA | FERNANDO SILVA, ESMERALDO AUGUSTO          | JÚLIO LOUREIRO

2014-2015
Código: [Seleccione]
                                                        | ÁRBITRO           | ÁRBITROS ASSISTENTES              | QUARTO ÁRBITRO      | DELEGADOS                      | OBSERVADOR
2014-09-21 NOS  4J | GIL VICENTE FC 0 x 4 SPORTING CP   | CARLOS XISTRA     | NUNO PEREIRA, JORGE CRUZ          | IANCU VASILICA      | PAULINO CARVALHO, ANTÓNIO REIS | JÚLIO LOUREIRO
2014-01-26 NOS  8J |       SC BRAGA 2 x 1 SL BENFICA    | MARCO FERREIRA    | NELSON MONIZ, SÉRGIO SERRÃO       | ARTUR SOARES DIAS   | FERNANDO ARAÚJO, ANTÓNIO REIS  | JÚLIO LOUREIRO
2014-12-14 NOS 13J |     VITÓRIA SC 0 x 0 RIO AVE FC    | BRUNO ESTEVES     | RUI TEIXEIRA, VALTER PEREIRA      | LUÍS GODINHO        | ALCINO CAMPOS, RAUL SILVA      | JÚLIO LOUREIRO
2015-01-03 NOS 15J | GIL VICENTE FC 1 x 5 FC PORTO      | NUNO ALMEIDA      | PAIS ANTÓNIO, LUÍS RAMOS          | LUÍS GODINHO        | ALCINO CAMPOS, ANTÓNIO SOARES  | JÚLIO LOUREIRO
2015-01-11 NOS 16J |       SC BRAGA 0 x 1 SPORTING CP   | HUGO MIGUEL       | RICARDO SANTOS, HERNÂNI FERNANDES | JOÃO MALHEIRO PINTO | CÉSAR PEREIRA, RICARDO COELHO  | JÚLIO LOUREIRO
2015-02-04 NOS 18J |     MARÍTIMO M 1 x 0 FC PORTO      | JOÃO CAPELA       | RICARDO SANTOS, TIAGO ROCHA       | RICARDO BAIXINHO    | NUNO PEDRO, MOISÉS SILVA       | JÚLIO LOUREIRO
2015-05-17 NOS 33J |  FC P FERREIRA 3 x 2 A ACADÉMICA   | NUNO ALMEIDA      | PAIS ANTÓNIO, LUÍS RAMOS          | RUI RODRIGUES       | FERNANDO ARAÚJO, ANTÓNIO REIS  | JÚLIO LOUREIRO
2015-05-23 NOS 34J | GIL VICENTE FC 0 x 2 OS BELENENSES | CARLOS XISTRA     | NUNO PEREIRA, JORGE CRUZ          | VASCO SANTOS        | FERNANDO SILVA, ANTÓNIO SOARES | JÚLIO LOUREIRO
Código: [Seleccione]
                                                        | ÁRBITRO       | ÁRBITROS ASSISTENTES                    | QUARTO ÁRBITRO      | DELEGADOS                           | OBSERVADOR
2014-12-28 CTT 3F1J | MOREIRENSE FC 2 x 0 FC AROUCA     | RUI RODRIGUES | NUNO MIGUEL ANTUNES VICENTE, RUI CIDADE | JOÃO MALHEIRO PINTO | ALCINO CAMPOS, ANTÓNIO MANUEL SILVA | JÚLIO LOUREIRO
2015-02-04 CTT 3F5J |    VITÓRIA SC 2 x 0 OS BELENENSES | DUARTE GOMES  | ANDRÉ CAMPOS, VENÂNCIO TOMÉ             | RUI MENDES          | CÉSAR PEREIRA, NUNO CABRAL          | JÚLIO LOUREIRO
Código: [Seleccione]
                                                           | ÁRBITRO              | ÁRBITROS ASSISTENTES                      | QUARTO ÁRBITRO       | DELEGADOS                             | OBSERVADOR
2014-08-21 LEDMAN  2J |   SC BRAGA B 2 x 0 CD AVES         | OLEGÁRIO BENQUERENÇA | BERTINO MIRANDA, PAULO SOARES             | ANTÓNIO NOBRE        | FERNANDO ARAÚJO, ANTÓNIO MANUEL SILVA | JÚLIO LOUREIRO
2014-08-27 LEDMAN  4J |   LEIXÕES SC 1 x 1 CD TONDELA      | LUÍS GODINHO         | PEDRO RAMALHO, JORGE ROQUE                | RODRIGO PEREIRA      | HENRIQUE CONCEIÇÃO, ANÓNIO CARVALHO   | JÚLIO LOUREIRO
2014-09-06 LEDMAN  4J |   SC BRAGA B 0 x SC FREAMUNDE      | VASCO SANTOS         | ALEXANDRE FREITAS, BRUNO RODRIGUES        | BRUNO TRINDADE       | JOSÉ DOMINGUES, NUNO CABRAL           | JÚLIO LOUREIRO
2014-09-17 LEDMAN  7J |   FC PORTO B 1 x 0 ORIENTAL LISBOA | MANUEL OLIVEIRA      | TIAGO LEANDRO, TIAGO COSTA                | PEDRO CAMPOS         | PAULINO CARVALHO, MIGUEL UMBELINO     | JÚLIO LOUREIRO
2014-10-01 LEDMAN  9J | SC FREAMUNDE 0 x 1 SC COVILHà     | PAULO BAPTISTA       | JOSÉ BRAGA, VALTER RUFO                   | RICARDO LOURENÇO     | FERNANDO SILVA, FILIPE FONSECA        | JÚLIO LOUREIRO
2014-11-05 LEDMAN 14J | VITÓRIA SC B 2 x 0 GD CHAVES       | TIAGO ANTUNES        | JOÃO MARTINS, MARCO SILVA                 | NUNO MIGUEL ROQUE    | ALCINO CAMPOS, MIGUEL OLIVEIRA        | JÚLIO LOUREIRO
2014-11-09 LEDMAN 15J |   LEIXÕES SC 3 x 1 CD FEIRENSE     | JORGE TAVARES        | TIAGO LEANDRO, PEDRO MIGUEL               | NUNO EIRAS           | FAUSTINO SANTOS, ANTÓNIO MANUEL SILVA | JÚLIO LOUREIRO
2014-11-29 LEDMAN 16J |    U MADEIRA 2 x 2 ATLÉTICO FC     | MANUEL MOTA          | TIAGO ROCHA, PEDRO MOTA                   | NUNO ROQUE           | MOISÉS SILVA, LUÍS GASPAR             | JÚLIO LOUREIRO
2014-12-03 LEDMAN 17J |    GD CHAVES 3 x 0 BEIRA-MAR       | BRUNO PAIXÃO         | ANTÓNIO GODINHO, NUNO ROQUE               | ANTÓNIO FILIPE ALVES | FERNANDO SILVA, RUI PINHEIRO          | JÚLIO LOUREIRO
2014-12-07 LEDMAN 18J |   FC PORTO B 1 x 1 ATLÉTICO CP     | FÁBIO VERÍSSIMO      | PAULO SOARES, NUNO MIGUEL ANTUNES VICENTE | MIGUEL AGUILAR       | ALCINO CAMPOS, ANTÓNIO CARVALHO       | JÚLIO LOUREIRO
2015-01-18 LEDMAN 23J |   LEIXÕES SC 1 x 0 PORTIMONENSE SC | TIAGO MARTINS        | PAULO RAMOS, HERNÂNI FERNANDES            | PEDRO MOTA           | ABEL CUTELO, NUNO CABRAL              | JÚLIO LOUREIRO
2015-02-14 LEDMAN 27J |    GD CHAVES 2 x 0 MARÍTIMO M B    | JORGE SOUSA          | ÁLVARO MESQUITA, NUNO MANSO               | JOÃO SOUSA           | PAULINO CARVALHO                      | JÚLIO LOUREIRO
2015-02-22 LEDMAN 29J | SC FREAMUNDE 2 x 0 CD FEIRENSE     | JOÃO MALHEIRO PINTO  | ANDRÉ LOPES DIAS, PEDRO MALHEIRO          | TIAGO ROCHA          | SÉRGIO FERREIRA                       | JÚLIO LOUREIRO
2015-03-07 LEDMAN 32J |   LEIXÕES SC 0 x 0 SC BRAGA B      | RICARDO BAIXINHO     | PEDRO PEIREIRA, RICARDO LUZ               | PEDRO MOTA           | HENRIQUE CONCEIÇÃO, AUGUSTO CARVALHO  | JÚLIO LOUREIRO
2015-03-22 LEDMAN 36J |    STA CLARA 0 x 0 SC BRAGA B      | SÉRGIO PISCARRETA    | FILIPE PEREIRA, JOÃO RIBEIRO              | VALTER RUFO          | HONORATO CARVALHO, IVO FONTES         | JÚLIO LOUREIRO
2015-04-04 LEDMAN 37J |   SC BRAGA B 0 x 2 PORTIMONENSE    | RUI COSTA            | JOÃO SILVA, MIGUEL AGUILAR                | NUNO MIGUEL ROQUE    | SÉRGIO FERREIRA, FILIPE FONSECA       | JÚLIO LOUREIRO
2015-04-26 LEDMAN 41J |   SC BRAGA B 1 x 2 SC COVILHà     | HUGO MIGUEL          | NUNO ROQUE, HERNÂNI FERNANDES             | ANDRÉ GRALHA         | ABEL CUTELO, ANTÓNIO MANUEL SILVA     | JÚLIO LOUREIRO
2015-05-06 LEDMAN 43J |     TROFENSE 0 x 0 STA CLARA       | RICARDO LOURENÇO     | LUÍS TAVARES, EURICO VILELA               | SÉRGIO GUELHO        | PAULO CARVALHO, NUNO CABRAL           | JÚLIO LOUREIRO

2015-2016
Código: [Seleccione]
                                                        | ÁRBITRO           | ÁRBITROS ASSISTENTES           | QUARTO ÁRBITRO  | DELEGADOS                          | OBSERVADOR
2015-08-30 NOS  3J | FC P. FERREIRA 1 x 1 FC AROUCA     | TIAGO ANTUNES     | MIGUEL AGUILAR, PAULO BRÁS     | VASCO SANTOS    | RUI PINHEIRO, ANTÓNIO SOARES       | JÚLIO LOUREIRO
2015-09-25 NOS  6J |  MOREIRENSE FC 2 x 2 FC PORTO      | VASCO SANTOS      | SÉRGIO JESUS, BRUNO TRINDADE   | RICARDO MOREIRA | PAULINO CARVALHO, ANTÓNIO CARVALHO | JÚLIO LOUREIRO
2015-10-04 NOS  7J |       SC BRAGA 0 x 0 FC AROUCA     | MANUEL OLIVEIRA   | BRUNO TRINDADE, TIAGO COSTA    | PEDRO MAIA      | CÉSAR PEREIRA, FRANCISCO FREITAS   | JÚLIO LOUREIRO
2015-12-12 NOS 13J | FC P. FERREIRA 6 x 0 U. MADEIRA    | ARTUR SOARES DIAS | RUI LICÍNIO, BRUNO RODRIGUES   | PEDRO CAMPOS    | JOSÉ DOMINGUES, NUNO CABRAL        | JÚLIO LOUREIRO
2016-01-06 NOS 16J |       SC BRAGA 3 x 0 A. ACADÉMICA  | NUNO ALMEIDA      | PAULO RAMOS, LUÍS RAMOS        | NUNO ALVO       | CÉSAR PEREIRA, FRANCISCO PEREIRA   | JÚLIO LOUREIRO
2016-01-10 NOS 17J |       BOAVISTA 0 x 5 FC PORTO      | FABIO VERÍSSIMO   | PAULO SOARES, PEDRO FELISBERTO | DANIEL CARDOSO  | PAULO RENATO, JOÃO MOREIRA         | JÚLIO LOUREIRO
2016-01-17 NOS 18J |    CD NACIONAL 2 x 3 SC BRAGA      | BRUNO ESTEVES     | RUI TEIXEIRA, VENÂNCIO TOMÉ    | TIAGO ANTUNES   | JOÃO CASTRO, MOISÉS SILVA          | JÚLIO LOUREIRO
2016-01-29 NOS 20J |     VITÓRIA SC 3 x 1 U. MADEIRA    | RUI OLIVEIRA      | JOÃO SILVA, CARLOS CAMPOS      | HÉLDER LAMAS    | ALCINO CAMPOS, FILIPE FONSECA      | JÚLIO LOUREIRO
2016-03-13 NOS 26J |      FC AROUCA 1 x 0 VITORIA FC    | TIAGO MARTINS     | ANDRÉ CAMPOS, PEDRO MOTA       | TIAGO ANTUNES   | MIGUEL OLIVEIRA, CÉSAR PEREIRA     | JÚLIO LOUREIRO
2016-03-20 NOS 27J | FC P. FERREIRA 0 x 0 MOREIRENSE FC | SÉRGIO PISCARRETA | PAIS ANTÓNIO, RUI CIDADE       | PEDRO CAMPOS    | JOÃO MOREIRA, ANTÓNIO CARVALHO     | JÚLIO LOUREIRO
2016-04-03 NOS 28J |  MOREIRENSE FC 0 x 1 RIO AVE FC    | JOÃO CAPELA       | RICARDO SANTOS, SÉRGIO SERRÃO  | RUI OLIVEIRA    | RICARDO COELHO, ALCINO CAMPOS      | JÚLIO LOUREIRO
2016-05-08 NOS 30J |      MARÍTMO M 0 x 2 SL BENFICA    | FÁBIO VERÍSSIMO   | PAULO SOARES, PEDRO FELISBERTO | BRUNO JESUS     | LUÍS GASPAR, FERNANDO ARAÚJO       | JÚLIO LOUREIRO
2016-05-14 NOS 34J |      FC AROUCA 2 x 2 VITORIA SC    | ANDRÉ MOREIRA     | NUNO PEREIRA, RUI FREIRE       | ANTÓNIO NOBRE   | RUI MANHOSO, MIGUEL UMBELINO       | JÚLIO LOUREIRO
Código: [Seleccione]
                                                             | ÁRBITRO         | ÁRBITROS ASSISTENTES                    | QUARTO ÁRBITRO   | DELEGADOS                         | OBSERVADOR
2015-08-08 LEDMAN  1J | GIL VICENTE FC 1 x 1 CD MAFRA        | LUIS GODINHO    | VALTER RUFO, RODRIGO PEREIRA            | BRUNO REBOCHO    | ABEL CUTELO, FRANCISCO FREITAS    | JÚLIO LOUREIRO
2015-08-23 LEDMAN  3J | GIL VICENTE FC 4 x 0 SC COVILHà     | DUARTE GOMES    | ANDRÉ CAMPOS, VENÂNCIO TOMÉ             | RICARDO SANTOS   | MIGUEL OLIVEIRA, CARLOS FONSECA   | JÚLIO LOUREIRO
2015-09-16 LEDMAN  7J |   VITÓRIA SC B 0 x 0 ATLÉTICO CP     | JOÃO MATOS      | JORGE BRITO, JOSÉ RIO                   | BRUNO NUNES      | RUI PINHEIRO, JOÃO MOREIRA        | JÚLIO LOUREIRO
2015-10-10 LEDMAN 11J | GIL VICENTE FC 1 x 0 FC PENAFIEL     | BRUNO PAIXÃO    | ANTÓNIO GODINHO, RODRIGO PEREIRA        | HÉLDER LAMAS     | PAULO RENATO, JOÃO FORMOSINHO     | JÚLIO LOUREIRO
2015-11-04 LEDMAN 14J |   VITÓRIA SC B 2 x 0 AC VISEU        | GONÇALO MARTINS | VÍTOR MANUEL SILVA, TIAGO MOTA          | ANDRÉ SILVA      | FERNANDO SILVA                    | JÚLIO LOUREIRO
2015-12-02 LEDMAN 18J |      GD CHAVES 2 x 1 CD AVES         | JOÃO CAPELA     | RICARDO SANTOS, TIAGO ROCHA             | RUI SOARES       | FILIPE FONSECA                    | JÚLIO LOUREIRO
2015-12-06 LEDMAN 19J |   SC FREAMUNDE 0 x 0 LEIXÕES SC      | HUGO MIGUEL     | HERNÂNI FERNANDES, PEDRO MIGUEL RIBEIRO | HÉLDER MALHEIRO  | FERNANDO ARAÚJO                   | JÚLIO LOUREIRO
2015-12-20 LEDMAN 22J |     SC BRAGA B 2 x 0 STA CLARA       | JOÃO MENDES     | MANUEL JOÃO, JORGE MIGUEL GASPAR MAIA   | ALBANO CORREIA   | FERNANDO ARAÚJO                   | JÚLIO LOUREIRO
2015-02-17 LEDMAN 30J |   FC FAMALICÃO 2 x 0 UD OLIVEIRENSE  | ANDRÉ MOREIRA   | NUNO MIGUEL ANTUNES VICENTE, RUI FREIRE | ANTÓNIO NOBRE    | FERNANDO SILVA                    | JÚLIO LOUREIRO
2016-02-28 LEDMAN 32J |      STA CLARA 1 x 0 CD MAFRA        | BRUNO JESUS     | ANTÓNIO FRANCO, CLAÚDIO CORREIA         | LUÍS RAMOS       | IVO FONTES, HONORATO CARVALHO     | JÚLIO LOUREIRO
2016-03-09 LEDMAN 34J |      VARZIM SC 2 x 1 ACADÉMICO VISEU | BRUNO REBOCHO   | NUNO CROINO, DUARTE SILVA               | CARLOS ESPADINHA | MIGUEL UMBELINO                   | JÚLIO LOUREIRO
2016-04-10 LEDMAN 40J |   VITÓRIA SC B 1 x 0 CD MAFRA        | HÉLDER MALHEIRO | HUGO RIBEIRO, JOSÉ LUZIA                | LUÍS RAMOS       | CARLOS FONSECA, FRANCISCO FREITAS | JÚLIO LOUREIRO
2015-04-30 LEDMAN 44J |   VITÓRIA SC B 1 x 1 SC COVILHà     | JOÃO BENTO      | NUNO FERREIRA, SAMUEL DIONÍSIO          | JOSÉ GOMES       | JOÃO FORMOSINHO, JOSÉ DOMINGUES   | JÚLIO LOUREIRO


FUNCIONÁRIO DO TRIBUNAL DE FAFE

Para além da sua carreira no futebol, Júlio Loureiro é funcionário judicial, tendo estado colocado no tribunal de Guimarães desde 2015-02-09 e no tribunal de Fafe desde 2017-09-01 (ambos anteriores a ter sido "acreditado" como observador assim como o célebre jogo que deu cabo da carreira do árbitro Marco Ferreira), e tem acesso a muita informação incluindo de comarcas que não a dele. QUEM O METEU NO TRIBUNAL DE FAFE?


Caso Emails

Em 2016-11-10 Júlio Loureiro enviou a Paulo Gonçalves, director do departamento jurídico do benfica (e não um assessor como a comunicação social o apresenta), uma notificação judicial para a audição de Rui Vitória, na altura já treinador do benfica, que era testemunha num processo que envolvia o seu clube anterior, o Vitória Sport Clube, e que decorria no tribunal de Guimarães. Nesse email, refere que envia este documento para conhecimento antecipado (ou seja, Rui Vitória ainda não tinha sido notificado legalmente), e pede discrição quanto ao assunto visto que nem é da sua secção (ou seja, que não devia ter enviado esse documento, caso contrário não haveria necessidade de pedir discrição). É importante referir que este processo não tinha muito interesse para o benfica (tratava-se apenas a preocupações com a logística devido a datas de jogo) e que o clube seria sempre informado com antecedência (através de Rui Vitória quando recebesse a notificação, mas mesmo assim Júlio Loureiro cometeu um (ou mais) crimes para passar esta informação a Paulo Gonçalves.

Em 2017-03-27, Paulo Gonçalves envia email a Ana Zagalo, funcionária da direção comercial do benfica, a requisitar bilhetes grátis para o benfica x porto; entre os quais três para "Júlio Loureiro (Fafe)", quatro para Ferreira Nunes (personagem com o qual partilha vários esquemas, ver [Índice] Caso dos Emails), três para Nuno Cabral (personagem com o qual partilha vários esquemas, ver [Índice] Caso dos Emails), cinco para "Observadores do CA (Fafe e Braga)" (associação da qual Júlio Loureiro é membro e implicada em vários esquemas, ver [Índice] Caso dos Emails, assim como naturalidade partilhada com outros indivíduos), quatro para funcionários dos registos de contratos da LPFP, e um para João Leal, responsável pelos registos e transferências de jogadores da FPF.

Em 2017-04-05, Paulo Gonçalves envia email a Ana Zagalo novamente a requisitar bilhetes grátis pessoalmente; entre os quais quatro para Júlio Loureiro e dois para Nuno Cabral.

É também importante referir que estes pedidos eram feitos com o conhecimento directo de Luís Filipe Vieira, presidente do benfica, visto que o seu email está presente nos CCs destes pedidos. Existe também um email enviado a Luís Filipe Vieira, onde após alguma troca de palavras entre os dois sobre 'campeões de borlas', Paulo Gonçalves deixa bem claro que só pede bilhetes grátis para Júlio Loureiro (entre outros) no "interesse exclusivo do SLB". Noutro email, em que houve alguns problemas de logística visto tratar-se de um clássico, o próprio Luís Filipe Viera encarrega-se de acelerar o processo quando o pedido não é acatado imediatamente. Portanto, não só Luís Filipe Vieira tinha conhecimento desses convites, como até teve parte activa nas suas atribuições.

O arquivo de Ana Zagalo, funcionária da direção comercial do benfica, compreende apenas os meses de 2017-02 a 2017-04. Entre eles existem listas de bilhetes oferecidos para todos os jogo realizados pelo benfica na estrumeira, ficheiros esses enviados por Gisela silva, funcionária do office center do benfica. Em todos eles estão registados bilhetes para Júlio Loureiro, ou seja, este tipo recebeu bilhetes grátis para todos os jogos que o benfica fez em casa neste período de tempo. Quem sabe (talvez a polícia judiciária) se recebeu bilhetes fora deste período, ou outras coisas mais.

> [2017-02-14 | LIGA DOS CAMPEÕES] SL BENFICA x BORUSSIA DORTMUND. Estes bilhetes foram levantados por Paula Silva.
> [2017-02-24 | LIGA NOS] SL BENFICA x GD CHAVES. Estes bilhetes foram levantados por Paula Silva.
> [2017-03-13 | ] SL BENFICA x OS BELENENSES. Estes bilhetes foram levantados por Paula Silva.
> [2017-04-01 | LIGA NOS 27J] SL BENFICA x FC PORTO. Estes bilhetes foram levantados pelo próprio Júlio Loureiro. Devido ao interesse do jogo houve alguns problemas de logística, tanto que o próprio Luís Filipe Vieira agilizou o processo pessoalmente. É de referir que o seu nome consta do ficheiro que contém todos os convites para este jogo, enviado a Ana Zagalo por Gisela silva, com o nome de Adão Mendes (personagem com o qual partilha vários esquemas, ver [Índice] Caso dos Emails, vice-presidente da AFBraga (instituição envolvida em vários esquemas, ver [Índice] Caso dos Emails)) anexado em parênteses.
> [2017-04-05 | Taça de Portugal MF] SL BENFICA x GD ESTORIL PRAIA. O nome de Júlio Loureiro não consta do ficheiro que contém todos os convites para este jogo, enviado a Ana Zagalo por Gisela silva, mas figura uma tal de Sofia Loureiro que também os levantou.

Em resumo, Júlio Loureiro passou informação judicial confidencial sobre assuntos do interesse do benfica para um funcionário do benfica (Paulo Gonçalves), o qual mais tarde com o conhecimento directo do presidente do benfica e e feitos com a justificação do "interesse exclusivo do benfica" lhe ofereceu vários bilhetes para vários jogos do benfica. No entanto, o benfica quer fazer crer que nada desta promiscuidade envolve o... benfica.

Em 2018-03-07, Júlio Loureiro é constituído arguido na OPERAÇÃO E-TOUPEIRA (ver [Índice] Caso dos Emails). Segundo o ministério público, Júlio Loureiro passava informação judicial confidencial que tinha acesso através do tribunal de Fafe a Paulo Gonçalves, tendo esta relação sido intermediada por Óscar Cruz (personagem implicada em vários esquemas, ver [Índice] Caso dos Emails).

ANEXO: CASO EMAILS - Lista de emails referentes a Júlio Loureiro.

> [2016-11-10 | PAULO GONÇALVES]: Júlio Loureiro envia para Paulo Gonçalves uma notificação judicial para a audição de Rui Vitória.
> [2017-XX-XX | ANA ZAGALO] O nome de Júlio Loureiro consta da lista de bilhetes grátis para o SL BENFICA x BORUSSIA DORTMUND. Estes bilhetes foram levantados por Paula Silva.
> [2017-XX-XX | ANA ZAGALO] O nome de Júlio Loureiro consta da lista de bilhetes grátis para o SL BENFICA x GD CHAVES. Estes bilhetes foram levantados por Paula Silva.
> [2017-XX-XX | ANA ZAGALO] O nome de Júlio Loureiro consta da lista de bilhetes grátis para o SL BENFICA x OS BELENENSES.
> [2017-03-27 | XXXX]: Paulo Gonçalves pede bilhetes grátis a Ana Zagalo em nome de Júlio Loureiro para o jogo SL BENFICA X FC PORTO.
> [2017-03-28 | XXXX]: Luís Filipe Vieira enfia email a Ana Zagalo a insistir que arranje os bilhetes que Paulo Gonçalves pediu no dia anterior. Posteriormente, Ana Zagalo iria enviar emails para outros colaboradores a ver se os arranjava.
> [2017-04-01 | ANA ZAGALO]: O nome de Júlio Loureiro consta da lista de bilhetes grátis para o SL BENFICA X FC PORTO.
> [2017-04-05 | XXXX]: Paulo Gonçalves pede bilhetes grátis a Ana Zagalo em nome de Júlio Loureiro para o jogo SL BENFICA x GD ESTORIL PRAIA.
> [2017-04-05 | ANA ZAGALO]: O nome de Sofia Loureiro consta da lista de bilhetes grátis para o SL BENFICA X GD ESTORIL PRAIA.


----

ARTIGOS EXTERNOS

> O Artista do Dia: 1, 2, 3, 4, 5
> Mister do Café: 1
> opolvo.pt: 1, 2, 3 | Júlio Loureiro
> colinhopt: 1 | Júlio Loureiro
Radical, que trabalho fantástico! Ainda vais actualizar isso? Parece me informação mto boa para colocar no início deste post, mas se ainda vais mexer eu vou aguardar um pouco.


Btw, já agora:

Eu cada vez acho mais incrível a impunidade em relação aos lampiões!

Por muito menos que isto a Juventus desceu de divisão. E estamos a falar de um clube que movimenta muito mais dinheiro e interesses que qualquer um cá do burgo.

Já para não falar de mais uma vergonha de very lights ontem que daria pena de derrota, como já deu noutros campeonatos mais evoluídos.

Creio que começa a chegar a altura dos adeptos do futebol começarem a EXIGIR justiça.
“Um grande clube, tão grande como os maiores da Europa.”
Citar
Processo

"Toupeira" espiou caso do pedido de bilhetes de Centeno ao Benfica



No dia em que foi detido pela Polícia Judiciária, José Nogueira Silva, oficial de justiça suspeito de ser a principal toupeira do assessor jurídico do Benfica, estava na posse de apontamentos sobre a investigação do Ministério Público (MP) ao pedido de bilhetes do ministro das Finanças para assistir ao jogo entre Benfica e F. C. Porto.

Foi num BMW deste ferrenho benfiquista que a PJ apreendeu documentos manuscritos com dados da investigação do Departamento de Investigação e Ação Penal de Lisboa, relativos ao caso dos bilhetes do ministro. Em causa estava o facto de, através de um assessor, Mário Centeno ter pedido e recebido convites para assistir com o filho ao clássico de 1 de abril do ano passado, na tribuna presidencial do Estádio da Luz.


https://www.jn.pt/justica/interior/toupeira-espiou-caso-do-pedido-de-bilhetes-de-centeno-ao-benfica-9202502.html

Vieira 04/04/2017

" Lentamente temos estado a colaborar em unir o Sporting. Vamos ignora lo " em relação a Bruno de Carvalho.

"Brunismo" expressão usada 1º por Pedro Guerra no Prolongamento.
Vieira 04/04/2017

" Lentamente temos estado a colaborar em unir o Sporting. Vamos ignora lo " em relação a Bruno de Carvalho.

"Brunismo" expressão usada 1º por Pedro Guerra no Prolongamento.


Citar
Exclusivo Edição Impressa

PJ trava emprego a sobrinho de toupeira no Benfica



Assessor do Benfica já tinha enviado currículo para os recursos humanos. Inspetores vigiaram conversa em jogo contra o Chaves.

A contratação, pelo Benfica, de um sobrinho do oficial de justiça suspeito de ser a principal toupeira dos encarnados no sistema de justiça terá sido travada pela operação da Polícia Judiciária (PJ) com a designação e-toupeira. No passado dia 6, o assessor jurídico da SAD, Paulo Gonçalves, foi apanhado na posse de um currículo do familiar do funcionário público, que estaria encaminhado para o Museu Cosme Damião.


https://www.jn.pt/justica/interior/pj-travou-contratacao-de-sobrinho-de-toupeira-9216199.html
Vieira 04/04/2017

" Lentamente temos estado a colaborar em unir o Sporting. Vamos ignora lo " em relação a Bruno de Carvalho.

"Brunismo" expressão usada 1º por Pedro Guerra no Prolongamento.














Mais toupeiras? :-\



Parecer sobre claques entregue pela Nini (a prima que passou a esposa, isto já não é pessoal) da provedoria da justiça (veja-se alterado por amendes)















http://www.fcporto.ws







« Última modificação: Maio 05, 2018, 15:05 pm por Principe Perfeito »
Já em 2010 se tinha apanhado toupeiras.

Mais um ano de segredo no processo Vara/Banif
Citar
Processo foi declarado de especial complexidade. Há três arguidos neste caso.

O caso que envolve suspeitas de violação do segredo de justiça e que tem como arguidos Armando Vara, o ex-inspector da Polícia Judiciária Sérgio Bagulho e a mulher deste, Maria José Bagulho, foi declarado de "especial complexidade" pelo juiz de instrução Carlos Alexandre. O magistrado, segundo informações recolhidas pelo DN, também prolongou por mais um ano o segredo de justiça no processo.

A decisão de atribuir o carácter de "especial complexidade" à investigação sobre a forma como um documento da Polícia Judiciária, que referia aspectos de um processo sobre a compra de acções do Banif, chegou às mãos de Armando Vara será algo inédito na justiça, já que até hoje nenhum inquérito por violação do segredo de justiça teve tal classificação. Segundo fonte ligada à investigação, a complexidade deste caso tem, sobretudo, a ver com a realização de perícias informáticas aos computadores da própria PJ. "A investigação está bem encaminhada, mas é necessário apurar todo o circuito por que terá passado o documento", resumiu ao DN a mesma fonte.

E que documento é este? De acordo com a investigação, o papel que - durante uma busca ao escritório de Armando Vara, no Millennium bcp, feita no âmbito do processo "Face Oculta" - foi descoberto terá saído directamente do Sistema Integrado de Informação Criminal (SIIC) da PJ para as mãos do antigo administrador do BCP. O SIIC, refira-se, é uma aplicação informática onde constam várias informações (como nomes de arguidos, crimes em investigação, diligências previstas, etc.) sobre processos em curso na PJ.

O documento em causa seria uma espécie de resumo do chamado caso Banif, entretanto arquivado pelo Ministério Público, que teve origem numa queixa do Estado angolano contra três cidadãos portugueses. Em causa estava um negócio de compra de acções feito pelos portugueses com dinheiro do Governo de Angola. Anos mais tarde, alegava-se na queixa, o Estado angolano ficou sem o dinheiro e sem as acções. O caso acabou por ficar resolvido com um acordo entre as partes.

A circulação do documento terá, então, começado em Maria José Bagulho, inspectora da PJ que, há vários anos, trabalha na área do SIIC junto da Unidade Nacional contra a Corrupção. Terá sido do seu computador que o documento foi recolhido no sistema. Por isso foi constituída arguida. O seu marido, o ex-inspector Sérgio Bagulho, que trabalhou com Maria José Morgado nos processos do "Apito Dourado", também foi constituído arguido. Porém, o DN não consegui apurar quais os factos que lhe são imputados pela investigação. Armando Vara é o terceiro arguido do processo, pelo facto de ter em sua posse o papel da Judiciária.

Ao mesmo que é constituído arguido em processo, Armando Vara, porém, não consegue ver a sua situação no processo "Face Oculta" resolvida. Interrogado, em finais de 2009, pelo juiz de instrução António Costa Gomes, que lhe imputou um crime de tráfico de influências, aplicando-lhe como medidas de coacção a proibição de contactos e o pagamento de uma caução de 25 mil euros, Armando Vara espera, desde 31 de Janeiro deste ano, por uma resposta ao recurso que apresentou à decisão do magistrado.

Segundo várias fontes ligadas ao processo "Face Oculta", de todos os arguidos que recorreram das medidas de coacção aplicadas em primeiro interrogatório judicial, só Armando Vara é que não tem decisão. Uma fonte do Ministério Público do Porto garantiu ao DN que um procurador-geral adjunto do Tribunal da Relação do Porto já, "entre Abril e Maio deste ano", se pronunciou sobre o recurso. Ou seja, o processo ainda está nas mãos dos juízes desembargadores da Relação do Porto.

https://www.dn.pt/portugal/interior/mais-um-ano-de-segredo-no-processo-vara-banif-1674594.html

Em relação ao Bagulho:



Duas toupeiras que nascem debaixo do nariz de Maria José Morgado... que curioso.
Ninguém achou curioso este último post?

O E-Toupeira é simplesmente um modus operandi já denunciado há 10 anos. Este Bagulho passava informação confidencial sobre as investigações a decorrerem a José Veiga, e sabe-se que a troco disso, andava pelos camarotes presidencais na luz. 3 anos depois das revelações feitas anónimamente (2010) foi constituido arguído.
Curiosamente, tb o nome de Maria José Morgado está metida ao barulho, ela que era a face visível na justiça nos casos Vale e Azevedo e Apito Dourado, que tanto jeito deram ao orelhas...

Btw, a possibilidade de ainda haverem toupeiras é obviamente grande. Mas há uma maneira interessante de apanhar algumas (já que estas toupeiras padecem todas de lampionice aguda): ir tomando atenção ao camarote presidencial do orelhas, que elas gostam de andar por lá.