Caso dos Emails: Domingos Soares "Porta do Cavalo" de Oliveira

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Nem sem o que dizer, é a loucura total, um regabofe sem fim.

Vale tudo, e não se passa nada!!!!
SPORTING ATÉ MORRER
Que enxovalho ao Rui Costa.



Confirma-se que está lá meramente como figura decorativa.
Estes parecem-me alguns dos emails mais incriminatórios até à data...
Assim fica melhor...



Gosto do pormenor "Nesta casa não há lugar a chefe preguiço/presunçoso"... Pois não, até hoje. Não é chefe mas ganha como um e dos melhores.

 :rotfl: :venia:
Um passado que regressa com a forma de futuro.

"Quem, ali do outro lado (Alvalade), tinha definido o ataque ao Benfica como principal instrumento da sua promoção individual, foi corrido pelos que achava serem seus. "
Kadafi, o clemente.
 Retiro o chapéu à estratégia maquiavélica de tomada do poder e respectivo controlo. Estes tipos estão em todas as áreas com um poder de influência bastante forte, montaram uma sociedade secreta assente em favores, ali todos devem favores a todos, deixando-se corromper como algo natural e necessário, na satisfação pessoal. Copiaram o modelo a uma OPUS DEI, a uma Goldman Sachs e a outras sociedades que trabalham na sombra.

 O Ministério Público está cada vez mais ficando apertado. Vão ter que tomar decisões, isto é demasiado grave para deixar passar claro, aliás, tudo isto que tem vindo a público serve exactamente para colocar pressão sobre os órgãos. A minha esperança é nula, zero expectativas que isto transite em alguma coisa, mas ao menos saberemos com que linhas nos cosemos.

 O Domingos Soares de Oliveira é o arquitecto.
“We have to be compact, close together tactically, and if you are close then you have options to play with. You don't always have to try the most risky ball if you are compact. You have to run, to fight, until the moment, and then ... bang, you take it.”

Jurgen Klopp
Não consigo tirar os mails.. algum link válido??
 Retiro o chapéu à estratégia maquiavélica de tomada do poder e respectivo controlo. Estes tipos estão em todas as áreas com um poder de influência bastante forte, montaram uma sociedade secreta assente em favores, ali todos devem favores a todos, deixando-se corromper como algo natural e necessário, na satisfação pessoal. Copiaram o modelo a uma OPUS DEI, a uma Goldman Sachs e a outras sociedades que trabalham na sombra.

 O Ministério Público está cada vez mais ficando apertado. Vão ter que tomar decisões, isto é demasiado grave para deixar passar claro, aliás, tudo isto que tem vindo a público serve exactamente para colocar pressão sobre os órgãos. A minha esperança é nula, zero expectativas que isto transite em alguma coisa, mas ao menos saberemos com que linhas nos cosemos.

 O Domingos Soares de Oliveira é o arquitecto.

A tua e a de (quase) todos nós, mas acredito que alguns vão cair e servir de bodes expiatórios. Isto vai sobretudo servir para que no futuro os corrompidos tenham mais cuidado na hora de se corromperem.
A tua e a de (quase) todos nós, mas acredito que alguns vão cair e servir de bodes expiatórios. Isto vai sobretudo servir para que no futuro os corrompidos tenham mais cuidado na hora de se corromperem.

 A partir do momento que deixem de ganhar, eventualmente pode acontecer esta época, toda a estrutura acaba por abanar um pouco e, claro, todo este conhecimento público da sociedade secreta pode resultar num enfraquecimento geral. Mesmo assim, isto está demasiado impregnado para que caia logo assim à primeira. Já ficarei satisfeito se os ver perder influência e serem tratados como banais que são, sem que haja pessoas condenadas, julgadas porque acredito pouco na nossa Justiça.

 Há muita gente a ganhar neste esquema e só deixam de fazer parte quando deixarem de ganhar. Assim que o clube deixe de ter sucesso, haverá certamente muita gente afastar-se, ninguém quererá afundar e os ratos são os primeiros abandonar o navio.

 Vamos ver como isto evolui. Estamos ainda no início e já sabemos tanto, que é incrível como ainda está tudo muito sereno. Façamos o nosso trabalho, que consiste em ganhar e deixá-los para trás, que acredito que tudo o resto vai tomar o seu rumo próprio. E sim, o problema é conseguirmos fazer o nosso trabalho, que exige o triplo do nosso limite.
“We have to be compact, close together tactically, and if you are close then you have options to play with. You don't always have to try the most risky ball if you are compact. You have to run, to fight, until the moment, and then ... bang, you take it.”

Jurgen Klopp
Benfica-corrupção...
Surreal!
Quando se pensava que na orquestra só mandava o primeiro ministro descobre-se que a orquestra estava toda afinadinha! Agora se vê porque se cai um caiem todos. daí o porquê de estarem a defender o paulo gonçalves...sendo assim, muito provavelmente, também jose eduardo moniz deverá estar envolvido nisto tudo e daí a razão de ainda não ter saltado fora!

Estas estatisticas deveriam ser publicadas no site do Sporting todos os dias. As diferencas entre Sporting e rivais, sobretudo o Benfica, sao astronomicas.

463 faltas para um jogador do Benfica ver vermelho vs. 115 do Sporting
246 faltas ate um adversario do Sporting ver vermelho vs. 66 do Benfica
23 expulsoes e 20 penaltis contra o Sporting nos ultimos 5 anos vs. 9 e 8 (respectivamente) para o Benfica
Citar
“Influência” na arbitragem, poder político e judicial era objectivo da SAD do Benfica

De acordo com uma apresentação PowerPoint de 2012, um dos objectivos do clube para os cinco anos seguintes era "melhorar a capacidade de influência" junto do poder político e judicial.

Numa reunião dos quadros da Sociedade Anónima Desportiva (SAD) do Benfica, de Junho de 2012, ficou claro que um dos objectivos do clube para o futuro era aumentar a sua “influência” junto de responsáveis de arbitragem e de outras estruturas do futebol nacional. A informação foi apresentada num PowerPoint durante a reunião, e foi agora divulgada pelo blogue Mercado de Benfica e pelo site da revista Sábado.

A apresentação estaria na caixa de correio de Domingos Soares Oliveira, administrador da SAD entre 2009 e 2012. Na troca de e-mails, que agora foi tornada pública, ultimavam-se os pormenores do PowerPoint de exposição dos “desafios” dos próximos cinco anos para a sociedade desportiva.

Para além das metas desportivas e comerciais, como “melhorar a proximidade entre o jogador e a organização”, foram enumerados também “desafios” na “vertente externa”. Estes desafios passariam por reforçar o “controlo/influência nas diferentes áreas do poder na indústria"; junto da "Federação e respectivos conselhos de arbitragem"; no “poder político”; nos “meios de comunicação” e no poder “judicial. No final, surge um peremptório “Melhorar a capacidade de influência”, em jeito de conclusão.

De acordo com a nova leva de e-mails revelados pelo blogue Mercado de Benfica, há ainda indícios de que foi o clube da Luz a pagar as despesas judiciais dos dois funcionários da Prossegur, envolvidos em agressões com cinco jogadores do FC Porto e condenados a penas de multa pelo Tribunal da Relação de Lisboa.

Contactado pelo PÚBLICO, o Benfica não quis comentar a publicação do blogue Mercado de Benfica.

A divulgação dos e-mails trocados pelos dirigentes da SAD do Benfica, conhecida como “caso dos e-mails” remonta a Junho de 2016, altura em que Francisco J. Marques, director de comunicação do FC Porto, revelou no Porto Canal e-mails que terão sido trocados entre Adão Mendes, antigo árbitro da Associação de Futebol de Braga, e Pedro Guerra, director de conteúdos da Benfica TV e comentador da TVI, e que segundo aquele responsável portista configuram a existência de uma alegado “esquema de corrupção [na arbitragem] para beneficiar o Benfica”.

O Benfica desmetiu logo “as falsas e absurdas insinuações do director de comunicação do FC Porto”, mas o caso seguiu com novas divulgações de e-mails. O Benfica avançou com um procedimento cautelar e, em Fevereiro deste ano, o Tribunal da Relação do Porto deu razão ao Benfica e proibiu o FC Porto de revelar os e-mails dos "encarnados".
O "caso dos e-mails" motivou dez buscas da Polícia Judiciária a responsáveis do Benfica, incluindo o presidente, Luís Filipe Vieira, que também é arguido na Operação Lex.

Em Março de 2018 foram divulgados, pelo blogue Mercado de Benfica, elementos que fazem parte do despacho do Departamento de Investigação e Acção Penal (DIAP) de Lisboa que resumem os indícios existentes contra os dois detidos do processo E-Toupeira, José Silva e Paulo Gonçalves. Os dois foram detidos por suspeitas de terem subornado três funcionários judiciais para lhe fornecerem peças processuais do chamado caso dos e-mails em troca de camisolas ou bilhetes para a bancada VIP do Estádio da Luz.

https://www.publico.pt/2018/04/20/desporto/noticia/influencia-na-arbitragem-e-poder-politico-era-objectivo-da-sad-do-benfica-1811084

Há duvidas que tambem são eles a pagar as despesas do assassino do Marco Ficini? Ou que foram eles que avisaram os colombianos para se meterem nas p**** quando o rangel adiou o julgamento?

Espera-se igualmente o processo ao Público e à Sabado por falarem nos emails coitadinho. Fico a aguardar que devolvam os campeonatos roubados

http://www.maisfutebol.iol.pt/tunel-acusacao-da-agressoes-de-hulk-e-sapunaru-como-provadas

''
Concordo em pagar já, até porque eles já fizeram trabalho. Agora acho o valor pedido uma barbaridade. Se imaginarmos que isto teria de ser suportado pelo Sandro, teria de trabalhar para nós até ter bisnetos…
A falar com o Presidente 2ª feira e depois com o Leitão

From: Paulo Gonçalves [mailto:pgoncalves@slbenfica.pt]
Sent: quarta-feira, 21 de Abril de 2010 15:37
To: 'Domingos Oliveira'
Subject: FW: "caso do túnel" - processo criminal relativo às agressões perpetradas por jogadores do FCP

Doc.,

Acho que o Jorge Leitão vai dar pulos … e não de alegria. Mas também acho que a provisão inicial deveria ser paga de imediato e posteriormente eu discuto com o Dr. Raúl Soares da Veiga o valor da provisão final – que é, por ora, de € 190.000.

Amanhã de manhã falamos sobre isto. Ok?

PG


From: Raul Soares da Veiga [mailto:rsv@rsv-a.com]
Sent: quarta-feira, 21 de Abril de 2010 15:11
To: 'Paulo Gonçalves'
Subject: RE: "caso do túnel" - processo criminal relativo às agressões perpetradas por jogadores do FCP

Prezado Dr. Paulo Gonçalves,

Começamos por lhe agradecer o envio do, extremamente benévolo, Acórdão do Conselho de Justiça da Federação, sobre o qual haveremos de falar mais em detalhe, mas cujo sentido decisório se centra essencialmente numa questão ius-conceptual, que se compreende que seja considerada relevante para efeitos de tipicidade e de legalidade à luz do Direito Desportivo  (que é a de saber se os ARDs devem ser qualificados, em face das normas vigentes, como mero “público”, como agora entendeu, contra o bom senso, o Conselho de Justiça da Federação, ou se devem ser qualificados como “outros intervenientes no jogo com direito de acesso ou permanência no recinto desportivo”, como, mais razoavelmente, entendera a Comissão Disciplinar da Liga). Essa questão é, no entanto, irrelevante em termos de tipicidade e legalidade jurídico-criminal, pelo que, salvo melhores considerações, parece-nos que esta decisão do Conselho de Justiça da Federação pouco ou nada influirá, senão talvez psicologicamente, no futuro do processo criminal que estamos a acompanhar.

Entretanto, não temos tido notícias suas, nem quanto ao pagamento da provisão inicial há muito combinada e que ainda não nos foi paga pela Prosegur, nem quanto à indicação de possíveis dias e horas para realizarmos a reunião que nós sugerimos e que o Senhor Dr. achou bem,  para então fazermos um ponto de situação e se afinarem detalhes quanto à estratégia a seguir no processo criminal. Já nos apercebemos de que a sua vida profissional também é muito intensa e sobreocupada, mas, como é o nosso interlocutor privilegiado, não podemos deixar de nos dirigir a si em tudo o que respeita a este assunto.

A este propósito, gostaríamos de voltar a abordar, na referida reunião, a questão das nossas relações com o Sport Lisboa e Benfica e com a Prosegur, pois, quando falámos inicialmente, ficámos com a ideia de que, materialmente, as nossas relações seriam sempre com o Sport Lisboa e Benfica (que seria verdadeiramente o nosso mandante) e com o Senhor Dr. Paulo Gonçalves e, só formalmente para efeitos de facturação ou instrumentalmente no que especificamente lhe dissesse respeito, é que as nossas relações seriam com a Prosegur. Recentemente, porém, o facto de o tempo ir passando sem que tenha sido prontamente paga a provisão inicial combinada e o facto de parecer que essa demora poderá ter a ver com o facto de a Prosegur estar à espera de que façamos primeiro a dita “previsão final de honorários” (que compreendemos que nos seja pedida, mas que inicialmente não foi pedida, tendo sim sido pedido trabalho imediato e acordada a referida provisão inicial), faz com que necessitemos de uma definição mais precisa sobre o conteúdo do nosso mandato, sobre a qual queremos,  antes de mais, falar com o Senhor Dr. .

Não obstante, tal como solicitado, enviamos em anexo uma previsão de honorários. Para já, fazemo-la sob a forma de um draft de uma carta nossa,  que submetemos à sua prévia apreciação. Numa versão definitiva, tal carta constituiria uma proposta de acordo de honorários, que ficaria fechado com a sua aceitação. Quanto ao conteúdo, os valores são os que cobramos habitualmente em questões de relevância comparável e o que foi previsto corresponde à evolução mais provável do processo. De facto, há muitas hipóteses de distintas evoluções futuras do processo, sendo que, em evoluções menos lineares ou mais invulgares, haverá várias possíveis questões que carecerão de futuros acordos parcelares.


Ficamos pois a aguardar as suas notícias.


Com os nossos melhores cumprimentos

  Raul Soares da Veiga
 
 
     Tel.: (+351) 21 795 69 00
     Fax.:(+351) 21 797 20 09
     rsv@rsv-a.com
    Rua Visconde de Seabra, 22-8º
    1700-370 Lisboa – Portugal
 
      Confidencial e protegido por sigilo profissional/Confidential and protected by attorney privilege
      (Artigo 108º do Estatuto da Ordem dos Advogados)
 


De: Paulo Gonçalves [mailto:pgoncalves@slbenfica.pt]
Enviada: sexta-feira, 9 de Abril de 2010 18:27
Para: 'Raul Soares da Veiga'
Assunto: FW: Caso Hulk
Importância: Alta

Caro e Ilustre Colega,


Acuso e agradeço o seu último email, o qual só hoje o li por ter estado ausente a acompanhar a equipa do SL Benfica nesta infrutífera deslocação a Liverpool.

Relativamente à reunião sugerida, no início da próxima semana agendarei a mesma consigo tendo em conta que estou na iminência de ter que me deslocar a Londres e ainda não saber a data ao certo.

Com referência à provisão em dívida irei diligenciar no sentido de a mesma ser paga no decurso da próxima semana. Sem embargo, rogo a sua melhor atenção no sentido de ser enviada à previsão final de honorários pelo facto de a mesma estar a ser-me solicitada pela Prosegur.   

Por fim, anexo cópia do famigerado Acórdão proferido pelo Conselho de Justiça (agradeço que destrua primeira página). Estou, porém, certo que o irá ler e nada irá apreender dada  a irazoabilidade do mesmo.

Atento e ao Vosso dispor,

Paulo Gonçalves
Mais um cambalacho à CMVM:

From: Paulo Gonçalves [mailto:pgoncalves@slbenfica.pt]
Sent: segunda-feira, 2 de Agosto de 2010 16:19
To: 'Domingos Oliveira'
Subject: RE: TRASPASOS ALIPIO Y RODRIGO - URGENTE

Doc.,

Mas se reparar nos e-mails anteriores o Real Madrid CF diz que não vai alterar contratos que já estavam assinados (!!!) ainda que aceite fazer aditamentos ou novos contratos mas sempre com data de 23 de Junho porquanto já terão referenciado aqueles aos seus auditores.

A ser assim, como parece que inevitavelmente vai ser, só nos restar “agarrarmo-nos à data dos aditamentos e referenciar a data de 23 de Junho como aquela que foi o ponto de partida para uma negociação que se concluiu agora …

From: Domingos Oliveira [mailto:doliveira@slbenfica.pt]
Sent: segunda-feira, 2 de Agosto de 2010 16:15
To: 'Paulo Gonçalves'
Subject: RE: TRASPASOS ALIPIO Y RODRIGO - URGENTE

OK.
Hoje informámos por escrito a CMVM   que as negociações prosseguem.
Assim, não podemos ter contratos com datas passadas…

http://www.fcporto.ws
Fernando Gomes partilha informação confidencial com o Benfica, isto está tudo perdido:



-----Original Message-----
From: Fernando Gomes [mailto:fgomes@lpfp.pt]
Sent: segunda-feira, 9 de Agosto de 2010 19:54
To: doliveira@slbenfica.pt
Subject: Requerimento do CD Nacional - AG de 11 de Agosto.
Importance: High

Caro Domingos,

Para tua informação e análise, junto o quadro comparativo dos actuais Estratutos e a comparação com o projecto de revisão.
Igualmente segue a proposta do Nacional, com carater de confidencialidade, e a comparação com o projecto.
Grande abraço

Fernando Gomes
________________________________________
De: Andreia Couto
Enviado: segunda-feira, 9 de Agosto de 2010 17:40
Para: Fernando Gomes
Assunto: FW: Requerimento do CD Nacional - AG de 11 de Agosto.

Caro Fernando,


Envio em anexo requerimento do C. D. Nacional dirigido ao Presidente da Mesa da AG, bem como quadro comparativo para melhor identificação das propostas do Nacional (estão assinaladas a negrito e amarelo).


Cumprimentos

http://www.fcporto.ws/
FYI
Cópia ao Presidente sff


From: Rui Pereira [mailto:rpereira@slbenfica.pt]
Sent: domingo, 12 de Setembro de 2010 23:09
To: Domingos Oliveira
Subject: FW: PASSAGEM DE SERVIÇO 10SETEMBRO11M

Dr,
O Nuno Gago solicitou-me autorização para que no Sábado e no Domingo um pequeno grupo de rapazes pudessem “produzir” umas tarjas para o jogo da Champions…
Naturalmente que, em nome da manutenção das boas relações da instituição com este grupo de sócios, autorizei.
Não tendo sucedido nada de grave, mas só para, mais uma vez, comprovarmos o tipo de “massa humana” com que tratamos, ficam dois extractos dos relatórios de serviço:

De Sábado:
Ω- Elementos da claque NO NAME BOYS (grupo que variava entre as 10/20 pessoas), liderados pelo sr. Nuno Gago, estiveram a pintar faixas temáticas, na cave 3, porta 27. Dado que não terminaram o trabalho, toda a “logística” relativa a esta situação, ficou no local acima descrito. Alguns elementos do grupo já referenciado, foram detectados a “brincar” com o “buggy” pertencente ao sr. Juan Barnabé. Devido a essa situação, o mesmo foi colocado junto da Central de Segurança. Dado  que amanhã virão terminar o trabalho, oportunamente deverá ser aconselhado ao Juan, a deixar o veículo, resguardado junto da Central de Segurança.

De Domingo:
Ω-O sr. Nuno “Gago” + alguns elementos dos “No Name”, estão a concluir a tela na cave 3 porta 27. A respectiva iluminação encontra-se ligada. Entretanto, foram detectados 4 elementos dos “No name” sentados nos bancos de bombeiros maratona sul, que estava aberto para a UEFA, a assistirem ao treino do SLB. Quando convidados a sair, argumentaram ao RM que “ninguém manda aqui, nem o presidente manda, quem manda aqui somos nós”.... apenas para que se conste, fica registado.....

Com os melhores cumprimentos,

 
              (Rui Pereira)
Director de Segurança e Organização de Jogos
Sport Lisboa e Benfica
Tel: (+351) 217 219 567 Móv: (+351) 92 798 38 56 Fax: (+351) 217 219 562
Av. General Norton de Matos
Estádio do SLB
Porta 18 - Piso 1
1500-313 LISBOA - PORTUGAL
FYI
Cópia ao Presidente sff


From: Rui Pereira [mailto:rpereira@slbenfica.pt]
Sent: domingo, 12 de Setembro de 2010 23:09
To: Domingos Oliveira
Subject: FW: PASSAGEM DE SERVIÇO 10SETEMBRO11M

Dr,
O Nuno Gago solicitou-me autorização para que no Sábado e no Domingo um pequeno grupo de rapazes pudessem “produzir” umas tarjas para o jogo da Champions…
Naturalmente que, em nome da manutenção das boas relações da instituição com este grupo de sócios, autorizei.
Não tendo sucedido nada de grave, mas só para, mais uma vez, comprovarmos o tipo de “massa humana” com que tratamos, ficam dois extractos dos relatórios de serviço:

De Sábado:
Ω- Elementos da claque NO NAME BOYS (grupo que variava entre as 10/20 pessoas), liderados pelo sr. Nuno Gago, estiveram a pintar faixas temáticas, na cave 3, porta 27. Dado que não terminaram o trabalho, toda a “logística” relativa a esta situação, ficou no local acima descrito. Alguns elementos do grupo já referenciado, foram detectados a “brincar” com o “buggy” pertencente ao sr. Juan Barnabé. Devido a essa situação, o mesmo foi colocado junto da Central de Segurança. Dado  que amanhã virão terminar o trabalho, oportunamente deverá ser aconselhado ao Juan, a deixar o veículo, resguardado junto da Central de Segurança.

De Domingo:
Ω-O sr. Nuno “Gago” + alguns elementos dos “No Name”, estão a concluir a tela na cave 3 porta 27. A respectiva iluminação encontra-se ligada. Entretanto, foram detectados 4 elementos dos “No name” sentados nos bancos de bombeiros maratona sul, que estava aberto para a UEFA, a assistirem ao treino do SLB. Quando convidados a sair, argumentaram ao RM que “ninguém manda aqui, nem o presidente manda, quem manda aqui somos nós”.... apenas para que se conste, fica registado.....

Com os melhores cumprimentos,

 
              (Rui Pereira)
Director de Segurança e Organização de Jogos
Sport Lisboa e Benfica
Tel: (+351) 217 219 567 Móv: (+351) 92 798 38 56 Fax: (+351) 217 219 562
Av. General Norton de Matos
Estádio do SLB
Porta 18 - Piso 1
1500-313 LISBOA - PORTUGAL

Minha  nossa.. Como é que estes gajos se atrevem a falar do que quer que seja de outros clubes??
Contratação da instrutora de inquéritos da FPF para o SLB:

Abraço,

PG

From: Paulo Gonçalves [mailto:pgoncalves@slbenfica.pt]
Sent: segunda-feira, 25 de Outubro de 2010 18:55
To: 'Domingos Oliveira'
Subject: Recrutamento
Importance: High

Doc.,


Em anexo documentação relativa aos quadros a admitir pela SAD e que será enviada aos RH (Luisa Ramos) assim que validada a seguinte informação:


Dra Ana Godinho
Categoria: Secretária da Administração/Direcção
Tipo de contrato: Contrato de Trabalho por tempo indeterminado
Período experimental: 90 dias (art. 112.º, n.º 1, al. a) do CT)
Remuneração mensal ilíquida: € 1.700
Horário de Trabalho: Se possível face ao disposto no art. 265º do CT, estabelecer Isenção de HT. Caso contrário, entrada às 9:30h, almoço das 13:00h às 14.30h, e saída às 19h.
Inicio da actividade: 2 de Novembro de 2010

Dra Célia Falé
Categoria: Assistente de Administração/Direcção ou Assessora Jurídica – mas neste caso dever-se-ia alterar a minha categoria já que estará na minha dependência hierárquica e funcional – ou Técnica de Apoio Jurídico (igual à que tem na FPF mas que no SLB, em face da inúmera correspondência a enviar por si subscrita, não “soa” bem)
Tipo de contrato: Contrato de Trabalho por tempo indeterminado
Período experimental: 90 dias (art. 112.º, n.º 1 al. a) e nº 4 do CT)
Remuneração mensal: € 1.800 (líquida) – sendo que parte desta pode ser paga pela IHT, Subsídio de Almoço, Suplemento de € 130 para a CPAS (Caixa de Previdência dos Advogados e Solicitadores)
Horário de Trabalho: Isenção de HT (art. 218.º, nº 1, al. a) do CT). 
Inicio da actividade: 2 de Janeiro de 2011

Em face da necessidade serem enviado um aviso prévio a denunciar o CT com a FPF (necessidade de 60 dias de aviso prévio), a Dra Célia Falé tem urgência em “fechar” com todas as certezas e garantias este assunto ainda amanhã.

A Ana Godinho está motivadíssima e já denunciou o CT que possuía, meteu férias e está pronta a começar já no próximo dia 2.

Fico, pois, na expectativa da sua resposta.

PG
Se calhar isto acaba por ser público Domingos Oliveira ;)

''
Não creio haver problemas com a componente a amarelo já que este documento não será disponibilizado externamente…

From: Paulo Gonçalves [mailto:pgoncalves@slbenfica.pt]
Sent: quarta-feira, 10 de Novembro de 2010 11:15
To: 'Miguel Moreira'
Cc: 'Domingos Oliveira'
Subject: David Luiz
Importance: High


Miguel,

Em anexo parecer solicitado pela KPMG relativo ao David Luiz.

Tenho dúvidas sobre o paragrafo sombreado a amarelo por duas ordens de razão: a 30 de Setembro de 2009 o “David Luiz” passou a integrar a Benfica Stars Fund …; a proposta recebida poderá ser qualificada como facto relevante logo sujeita a comunicação à CMVM.

Existe ainda um outro facto que pode, ou não, sustentar a operação com o GB: apesar de termos cedido 25% à BSF por € 4.500.000, o valor de referência do atleta é de € 35.000.000.

Fico, pois, na expectativa da tua opinião.

Abraço,

PG
''
Mais um powerpoint da estratégia mais detalhado de 22/6/2012:

Reforçar a capacidade de influência nos círculos críticos da Sociedade Portuguesa:
- Reforçar a linha editorial (opinadores) dentro e fora do Universo Benfica – Pessoas com carisma e alinhadas
- Base de dados (paralela) com o levantamento dos sócios e adeptos com destaque e relevância nas vários sectores da sociedade portuguesa
- Levantamento “topográfico” da composição da várias federações (futebol, andebol, basquetebol, etc). Onde estamos? Onde não estamos e deveríamos estar?
- Ofertas personalizadas (viagens com a equipa / convites camarote presidencial/camisolas autografadas) a juízes, deputados, políticos, autarcas, etc.
- Maior capacidade de influência na Associação de Futebol de Lisboa e nos Clubes da capital. Ajudar o máximo possível e retirar dividendos desses apoios (empréstimos e jogadores, apoios nas infra-estruturas, parcerias comerciais)

Aumentar a influência nos órgãos de poder federativo
- Colocar treinadores da formação na F.P.F. Contactos regulares com os órgãos federativos
- Emprestar jogadores (1ª e 2ª Liga) impondo treinadores. Colocar treinadores
- Trazer a sede da Liga Portuguesa de Futebol Profissional para Lisboa
- “Departamento de investigação” com report sobre outros clubes e instituições
- Maior presença institucional do SLB em todo o país

http://www.fcporto.ws/

 :twisted: :twisted:
Mais um cambalacho para a CMVM (22/3/2010):

A sugestão passa pelo seguinte:

Em Junho do ano passado, X e a SAD assinam um contrato com uma opção de compra e venda sobre o jogador A pelo valor de 7,5 M. A SAD recebe à cabeça 4,5 M. Esse acordo fica no cofre à espera de divulgação à CMVM se e quando necessário.
Em Janeiro deste ano a SAD compra o jogador B por 5,5 M. Este contrato já foi publicitado na CMVM.
Em Março deste ano, a SAD anula o contrato de Junho do ano passado e assina outro em paralelo, de igual montante, mas sobre o jogador B (ou seja, a empresa X passa a ter uma opção de 7,5 M para comprar o jogador B, a partir por exemplo de 2011/2012). Nesse contrato a SAD declara que caso queira resgatar essa opção (ou seja não permitir que X exerça a opção) deverá devolver 2 M e 50% do passe do jogador C. Este contrato de opção é divulgado à CMVM. O contrato de Junho é rasgado.
Algures nos próximos meses, a SAD declara que resgatou a opção que X tinha sobre o jogador B, tendo para o efeito pago os 2 M e entregue 50% do passe do jogador C. Tal também é divulgado à CMVM

http://www.fcporto.ws/