Basquetebol Sénior Masculino - Época 2019/2020

CRQT, RS29 e 8 Visitantes estão a ver este tópico.

Com a miséria do futebol, ou o presidente Varandas forma uma equipa de basquetebol a sério ou o desalento será bem profundo...  >:(
"É fraqueza entre ovelhas ser Leão." (Lusíadas, I-68)
Estou muito entusiasmado com o regresso ao Basket, mas achei completamente despropositada as afirmações do Miguel Afonso na entrevista ao Rascord de hoje.

1- expõe o Luis Magalhães sem necessidade ao dizer que é SCP sem necessidade nenhum
2- Assume que a noticia das possíveis entradas de jogadores noticiadas pelo Rascord eram verdade

Qual a necessidade?

Enfim, espero que se consiga fazer uma bela equipa e confio inteiramente no mister, mais do que nestes diretores que só procuram protagonismo. Calem-se e trabalhem bem, que se assim for nós os elogiaremos!

SL
Estou muito entusiasmado com o regresso ao Basket, mas achei completamente despropositada as afirmações do Miguel Afonso na entrevista ao Rascord de hoje.

1- expõe o Luis Magalhães sem necessidade ao dizer que é SCP sem necessidade nenhum
2- Assume que a noticia das possíveis entradas de jogadores noticiadas pelo Rascord eram verdade

Qual a necessidade?

Enfim, espero que se consiga fazer uma bela equipa e confio inteiramente no mister, mais do que nestes diretores que só procuram protagonismo. Calem-se e trabalhem bem, que se assim for nós os elogiaremos!

SL

@Pepes26  Nota-se que não acompanhas ou andaste distraído ...  nas entrevistas do Magalhães ele refere que é Sportinguista ... ele e a família ... Achas mesmo que o Miguel Afonso o iria referir sem ser o próprio Magalhães a referi-lo primeiro?   :wall: :wall: :wall:     
Estou muito entusiasmado com o regresso ao Basket, mas achei completamente despropositada as afirmações do Miguel Afonso na entrevista ao Rascord de hoje.

1- expõe o Luis Magalhães sem necessidade ao dizer que é SCP sem necessidade nenhum
2- Assume que a noticia das possíveis entradas de jogadores noticiadas pelo Rascord eram verdade

Qual a necessidade?

Enfim, espero que se consiga fazer uma bela equipa e confio inteiramente no mister, mais do que nestes diretores que só procuram protagonismo. Calem-se e trabalhem bem, que se assim for nós os elogiaremos!

SL

@Pepes26  Nota-se que não acompanhas ou andaste distraído ...  nas entrevistas do Magalhães ele refere que é Sportinguista ... ele e a família ... Achas mesmo que o Miguel Afonso o iria referir sem ser o próprio Magalhães a referi-lo primeiro?   :wall: :wall: :wall:   

mea culpa! obg
Se a notícia do aumento para 5 estrangeiros for realmente verdadeira é uma excelente notícia para nós.
Na minha opinião, o plantel podia ser constituído, distribuído em posições, por:

1- Taurean Green (Antibes Pro A Francesa); José Barbosa
2- Johny Berhanesmekel (tem tido poucos minutos na liga espanhola); João Balseiro
3- Mike Smith (Mons-Hainaut da Belgica); João Grosso
4- Hollis (Passou pelo Benfica e está na 2ª liga Italiana); Diogo Araújo ou Gonçalo Delgado
5- Sibidé (Poste do Lusitânia que penso que conta como comunitário); João Fernandes (Ovar)

Penso que estes seriam um excelente plantel que podia ser completado com 2/3 jovens portugueses
Se a notícia do aumento para 5 estrangeiros for realmente verdadeira é uma excelente notícia para nós.
Na minha opinião, o plantel podia ser constituído, distribuído em posições, por:

1- Taurean Green (Antibes Pro A Francesa); José Barbosa
2- Johny Berhanesmekel (tem tido poucos minutos na liga espanhola); João Balseiro
3- Mike Smith (Mons-Hainaut da Belgica); João Grosso
4- Hollis (Passou pelo Benfica e está na 2ª liga Italiana); Diogo Araújo ou Gonçalo Delgado
5- Sibidé (Poste do Lusitânia que penso que conta como comunitário); João Fernandes (Ovar)

Penso que estes seriam um excelente plantel que podia ser completado com 2/3 jovens portugueses

Fixe  :beer:
Se a notícia do aumento para 5 estrangeiros for realmente verdadeira é uma excelente notícia para nós.
Na minha opinião, o plantel podia ser constituído, distribuído em posições, por:

1- Taurean Green (Antibes Pro A Francesa); José Barbosa
2- Johny Berhanesmekel (tem tido poucos minutos na liga espanhola); João Balseiro
3- Mike Smith (Mons-Hainaut da Belgica); João Grosso
4- Hollis (Passou pelo Benfica e está na 2ª liga Italiana); Diogo Araújo ou Gonçalo Delgado
5- Sibidé (Poste do Lusitânia que penso que conta como comunitário); João Fernandes (Ovar)

Penso que estes seriam um excelente plantel que podia ser completado com 2/3 jovens portugueses

Fixe  :beer:

O José Barbosa ou muito me engano, ou a vir para Lisboa, será sempre para o outro lado da segunda circular. É o clube dele e ainda este ano esteve quase a lá parar
Se a notícia do aumento para 5 estrangeiros for realmente verdadeira é uma excelente notícia para nós.
Na minha opinião, o plantel podia ser constituído, distribuído em posições, por:

1- Taurean Green (Antibes Pro A Francesa); José Barbosa
2- Johny Berhanesmekel (tem tido poucos minutos na liga espanhola); João Balseiro
3- Mike Smith (Mons-Hainaut da Belgica); João Grosso
4- Hollis (Passou pelo Benfica e está na 2ª liga Italiana); Diogo Araújo ou Gonçalo Delgado
5- Sibidé (Poste do Lusitânia que penso que conta como comunitário); João Fernandes (Ovar)

Penso que estes seriam um excelente plantel que podia ser completado com 2/3 jovens portugueses

Fixe  :beer:

O José Barbosa ou muito me engano, ou a vir para Lisboa, será sempre para o outro lado da segunda circular. É o clube dele e ainda este ano esteve quase a lá parar

Podia vir o João Balseiro com o Carlos Cardoso do Guimarães que eu não me importava nada  :P
Por quem esta por dentro da modalidade, por volta de que altura se deverá saber o plantel completo?
«Não é o Sporting que se orgulha do nosso valor. Nós é que nos devemos sentir honrados por ter esta camisola vestida.» - Francisco Stromp
Por quem esta por dentro da modalidade, por volta de que altura se deverá saber o plantel completo?

Penso que só no verão se saberão os jogadores.
"É um orgulho estar no Sporting. Quem não conhece o Sporting sabe muito pouco de futebol"  Tales  3-9-2010
Se a notícia do aumento para 5 estrangeiros for realmente verdadeira é uma excelente notícia para nós.
Na minha opinião, o plantel podia ser constituído, distribuído em posições, por:

1- Taurean Green (Antibes Pro A Francesa); José Barbosa
2- Johny Berhanesmekel (tem tido poucos minutos na liga espanhola); João Balseiro
3- Mike Smith (Mons-Hainaut da Belgica); João Grosso
4- Hollis (Passou pelo Benfica e está na 2ª liga Italiana); Diogo Araújo ou Gonçalo Delgado
5- Sibidé (Poste do Lusitânia que penso que conta como comunitário); João Fernandes (Ovar)

Penso que estes seriam um excelente plantel que podia ser completado com 2/3 jovens portugueses

Com o Hollis, que também conta como comunitário, eu arranjava um poste para o lugar do Sidibe que é 4, não 5 como colocaste... e eu gosto muito do Sidibe, diga-se  :great:
I hear the lion's roar. Loud and clear.
Se a notícia do aumento para 5 estrangeiros for realmente verdadeira é uma excelente notícia para nós.
Na minha opinião, o plantel podia ser constituído, distribuído em posições, por:

1- Taurean Green (Antibes Pro A Francesa); José Barbosa
2- Johny Berhanesmekel (tem tido poucos minutos na liga espanhola); João Balseiro
3- Mike Smith (Mons-Hainaut da Belgica); João Grosso
4- Hollis (Passou pelo Benfica e está na 2ª liga Italiana); Diogo Araújo ou Gonçalo Delgado
5- Sibidé (Poste do Lusitânia que penso que conta como comunitário); João Fernandes (Ovar)

Penso que estes seriam um excelente plantel que podia ser completado com 2/3 jovens portugueses

Com o Hollis, que também conta como comunitário, eu arranjava um poste para o lugar do Sidibe que é 4, não 5 como colocaste... e eu gosto muito do Sidibe, diga-se  :great:

Sim, concordo! Talvez um 5 mais possante, ao estilo do Xavi Rey do Benfica por exemplo. Não devem faltar por aí americanos com um estilo semelhante
Citar
Basquetebol leonino: regresso para vencer ou esquecer pecado antigo?
Por Simão Mata - 13/01/2019

A liga portuguesa de basquetebol terá mais um clube na edição 2019-2020: o Sporting Clube de Portugal. Trata-se de um ressurgimento da formação verde e branca nos pavilhões nacionais, um histórico em Portugal, e que muito contribuirá para divulgar a liga e a modalidade além-fronteiras.

Quando o desporto e as modalidades ganham, o Sporting ganha consigo. Aumenta assim, com o surgimento do basquetebol, o leque de modalidades leoninas, tornando o Sporting no clube mais eclético de Portugal e um dos maiores da Europa e do Mundo. As palavras de José de Alvalade de que queria que o Sporting fosse um clube tão grande como os maiores da Europa tem hoje, em pleno século XXI, extrema pertinência e atualidade. Miguel Afonso, atual membro do conselho diretivo com o pelouro das modalidades, é perentório ao referir que “O basquetebol não é uma bandeira desta direção. Quem tem o compromisso de servir o Sporting como nós assumimos, o ponto de ordem número 1 é ser fiel à nossa história” (declarações ao Jornal Record).

Neste regresso, os leões prometem conquistas. As palavras são do treinador leonino – e muito titulado – Luís Magalhães, que, em declarações ao Jornal Sporting, disse de forma clara: “É realista pensar no título já. O objetivo é sempre esse. Uma coisa é aquilo que queremos e outra é o que é possível fazer. Neste momento, queremos construir uma equipa para ganhar.” Se pensarmos no que aconteceu ao Voleibol no seu ano de estreia. após também um eclipse de vários anos (venceu o título de campeão nacional frente aos eternos rivais do SL Benfica), temos tudo para acreditar numa senda gloriosa e vitoriosa para o Basquetebol.

Quando analisamos a história da modalidade no reino do Leão ficamos confusos, pois, apesar dos êxitos, títulos e conquistas, o basquetebol foi inviabilizado no reino de Alvalade pela decisão dos sócios, que, num referendo de 1995, tiveram de escolher entre o andebol e o basquetebol. Acabou por ser esta última a perder força e protagonismo para a primeira, extinguindo-se o basquetebol do clube por um período de 24 anos. Num momento que Miguel Afonso considera revelador de falta de sportinguismo, refere que aquilo que aconteceu foi semelhante a um pai ter de escolher entre dois filhos: “É o mesmo que dizer a uns pais para dizer qual dos dois filhos prefere”. Esta situação é incómoda aos sportinguistas, pois, como salienta o diretor leonino, “Vivemos 24 anos em pecado em relação ao basquetebol”.

Depois de confessar este pecado antigo, o Sporting tem agora as condições para avançar na senda de glórias nesta modalidade. A penitência perante os pecados do passado de nada vale se não for acompanhada de vitórias. Porque, tal como qualquer pecado, de nada adianta confessá-lo se depois voltamos a reiterar nos mesmos erros. Perdoa-se uma vez; duas e três já não. No desporto, a melhor forma de se redimir de um pecado, seja ele qual for, é ganhar. É por isso altura de deixar as lamúrias e penitências em relação ao basquetebol e avançar, avançar, avançar.


Bola na Rede

O Carlos Cardoso do Guimarães não nos pode mesmo escapar.  :pray:
O Carlos Cardoso do Guimarães não nos pode mesmo escapar.  :pray:

Sem dúvida, aos 21 anos é já dos melhores bases tugas da Liga. Uma aposta de presente e de futuro!
I hear the lion's roar. Loud and clear.
O Carlos Cardoso do Guimarães não nos pode mesmo escapar.  :pray:

Sem dúvida, aos 21 anos é já dos melhores bases tugas da Liga. Uma aposta de presente e de futuro!

O Litos joga muito, era tão bom se começássemos com uma aposta destas
Quem quiser ver o Litos em ação:




Na volta vai é parar a um rival..
« Última modificação: Janeiro 19, 2019, 11:34 am por Dasg87 »