Poder político

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Estatuto dos Deputados (da Assembleia da República)

Apelo ao pessoal de Direito aqui do fórum: alguém que perceba de "legalês" e Direito Constitucional consegue fazer um resumo de como este indivíduo (Sérgio Azevedo) violou os Estatutos e os deveres de Deputado, e dizer quem tem autoridade para começar um processo de perda do mandato?

Devia-se fazer uma petição pública para o afastar do cargo, mas não sei exactamente de quem é a competência para afastar um Deputado (a dissolução da Assembleia é do Presidente... o afastamento de um Deputado caberá a quem? À própria Assembleia?)...
O Sporting é um clube autofágico.
   Começar pela direcção do partido a que pertence o cromo... responsabilização.
http://expresso.sapo.pt/economia/2018-01-20-Novo-Banco-reestrutura-divida-de-Luis-Filipe-Vieira

Novo Banco reestrutura dívida de Luís Filipe Vieira



Ativos de empresa do presidente do Benfica foram colocados num fundo gerido pelo vice-presidente do clube

Este sábado, o Expresso publica um artigo sobre uma operação financeira, fechada em dezembro do ano passado, que permite ao Novo Banco reestruturar parte da dívida de mais de 400 milhões de euros de Luís Filipe Vieira, um dos maiores devedores do banco. Parte dessa dívida foi reciclada num fundo de reestruturação, gerido pela Capital Criativo, empresa de Nuno Gaioso Ribeiro, vice-presidente do Benfica, e da qual Tiago Vieira também é acionista. O Novo Banco, maior acionista do fundo, recebeu garantias adicionais sobre os ativos transferidos. Entre os outros acionistas do fundo estão a Capital Criativo e a própria Promovalor, empresa de Vieira.

Quem tiver acesso ao artigo completo, por favor disponibilize ao forum.

@Paracelsus , podes fundir este tópico com o caso dos emails: política e benfica (http://www.forumscp.com/index.php?topic=68894.0), adicionando os dois links do mister ao primeiro post? É duplicado, e o outro contém bastante informação de referência.



http://misterdocafe.blogspot.pt/2018/01/como-se-reciclaram-as-dividas-de-luis.html
« Última modificação: Janeiro 20, 2018, 17:05 pm por skydragon »
"If you can survive disappointment, nothing can beat you."

(...) But my dreams have been stolen away.
"SEM O TEU EMPURRÃO NÃO ÍAMOS LÁ"



https://misterdocafe.blogspot.pt/2018/01/sem-o-teu-empurrao-nao-iamos-la.html

Justiça faz buscas no gabinete de Mário Centeno Ministério das Finanças confirma ação, mas não revela qual a investigação em causa.

Magistrados do Ministério Público fizeram esta quinta-feira buscas no gabinete do ministro das Finanças, Mário Centeno. Os magistrados da 9ª Secção do DIAP, que lida com o crime económico, entraram no Ministério das Finanças pelas 10h30 e saíram por volta das 12h00. Ao entrarem nas instalações do ministério, os magistrados pediram para se dirigir ao gabinete de Mário Centeno e foram acompanhados por funcionários, ficando, depois, apenas na companhia das secretárias do ministro. As buscas foram confirmadas ao CM por fonte oficial do ministério, que se recusou a adiantar qual o motivo das mesmas, acrescentando, apenas, que nada terão que ver com os processos de privatização que se encontram em investigação nem nada relaciona  esta operação com o anterior governo. Recorde-se que estão a ser investigados vários processos que têm pontos de contacto com as Finanças, como são os casos da Operação Ciclone, que envolve a EDP e a REN no mecanismo dos Custos para Manutenção de Equilíbrio Contratual (CMEC), ou as viagens de membros do Governo ao Euro 2016, em França.

Ler mais em: http://www.cmjornal.pt/portugal/detalhe/justica-faz-buscas-no-gabinete-de-mario-centeno?ref=Sociedade_BlocoTopoPagina
http://expresso.sapo.pt/politica/2015-09-16-O-golo-de-Vilarinho-que-lesionou-Durao-Barroso-2

Citar
16.09.2015 às 20h13
Google+
Linkedin
Pinterest

José Luís Arnaut levou o futebol para a campanha de Durão Barroso à boleia do Euro. E o Benfica tremeu. Vilarinho estampou-se em direto. A dívida fiscal do Benfica esteve em cima da mesa. E o Zé Manel chegou a primeiro-ministro. A menos de um mês das legislativas, revisitamos as nossas memórias políticas. Este é o 12º capítulo

Hoje em dia seria impensável mas em 2002 aconteceu. Durão Barroso deixou que a campanha para as legislativas que o levariam ao poder fosse literalmente invadida … pelo futebol. Com o Euro 2004 na forja e José Luís Arnaut, o homem que tinha acompanhado as negociações do Euro nos bastidores, na primeira linha da direção de campanha de Barroso, tudo na comitiva cheirava a ''bola'': os cachecóis, os hinos, os apoiantes, um verdadeiro festival de futebol instalado na política.

Dia 5 de março, num mega jantar em Rio Maior com mais de duas mil pessoas, a coisa evoluiu para níveis nunca vistos. Várias estrelas acorreram ao evento, de Eusébio a Fernando Gomes, passando por Simão Sabrosa, Sá Pinto, o brasileiro Jardel, João Pinto, Jaime Pacheco, João Loureiro, Luís Filipe Vieira, e Manuel Vilarinho.

O então presidente do Benfica entusiasmou-se (tanto que ao descer por uma rampa a lembrar o acesso ao estádio, escorregou e estatelou-se ao comprido) e declarou o apoio ao PSD: ''Estou aqui por decisão dos orgãos sociais do Benfica. Decidimos apoiar esta candidatura e o PSD. Queremos influenciar os benfiquistas neste sentido: quando estiverem a votar lembrem-se que estes senhores ajudaram-nos a resolver um questão''.

Qual questão, era tabu. Mas os jornalistas que andavam a acompanhar a caravana de Durão Barroso viveram, nessa semana, uma tarde estranha que levantou suspeitas. Sem aviso prévio, foi cancelado o programa previsto, alegadamente por afazeres inesperados do candidato, nunca esclarecidos.

Na sexta-feira, dia 8, O Independente fazia manchete com a história: Durão tinha ido com Pedro Santana Lopes encontrar-se com Manuel Vilarinho em Azeitão, para este lhe expôr o plano do Benfica para pagar os 2,5 milhões de dívidas ao fisco. Segundo o semanário de Paulo Portas, seria a Caixa Geral de Depósitos a emprestar a verba ao clube da Luz.

Durão desmentiu o acordo. E Vilarinho - que entretanto percebeu que tinha violado os estatutos benfiquistas ao expressar o apoio em nome da instituição - foi obrigado a pedir desculpa. Fê-lo em comunicado, que rematou assim: ''O meu único partido é o Benfica''. O instinto de killer de Durão Barroso fez o resto: ''O Partido Socialista é que está habituado a negociar com lóbis e pensa que sou como eles''.

No Diário de Notícias, Miguel Portas escrevia: ''A direção do Benfica dorme com Durão Barroso e a do Porto com Ferro Rodrigues''. Antes da troika, as campanhas eram outra coisa.





O link tem video.

Pouco tempo depois:

http://www.jornaldenegocios.pt/economia/detalhe/ferreira_leite_nega_responsabilidade_do_governo_na_avaliacao_das_accoes_do_benfica

Citar
Ferreira Leite nega responsabilidade do Governo na avaliação das acções do Benfica
A ministra das Finanças, Manuela Ferreira Leite descartou quaisquer responsabilidades do Governo na avaliação e na eventual aceitação das acções do Benfica dadas como garantia para pagamento de juros de mora de impostos em atraso.
79     Ler mais tarde Imprimir
Negócios negocios@negocios.pt
04 de outubro de 2002 às 19:36
A ministra das Finanças, Manuela Ferreira Leite descartou quaisquer responsabilidades do Governo na avaliação e na eventual aceitação das acções do Benfica dadas como garantia para pagamento de juros de mora de impostos em atraso.
Na comissão parlamentar de inquérito sobre as dívidas do Benfica, Ferreira Leite remeteu responsabilidades sobre a garantia dada para pagamento de juros referentes a impostos em atraso para a Administração Fiscal.

«O Governo não tem nada a ver com as decisões da Administração Fiscal», avançou Ferreira Leite.

A ministra das Finanças sublinhou que «não tomei nenhuma decisão em vez da Administração Fiscal», como a avaliação das acções do Benfica e a sua eventual aceitação como garantia ao Fisco.

Segundo o «Diário de Notícias», Ferreira Leite terá aceite as acções do Benfica ao valor de 0,6 euros por título e, tendo sido avaliadas posteriormente em 3,30 euros.

A ministra afirmou que se limitou a dar «a sua concordância» à proposta do director-geral dos impostos, Nuno dos Reis, sobre o método de avaliação das acções da empresas não cotadas.

«Fiz aquilo que se faz sempre», referiu Ferreira Leite, adiantando que «a idoneidade das acções não é competência do Governo. Foi a Administração Fiscal que as considerou idóneas».

Neste âmbito, Ferreira Leite assegurou que «não houve» nenhum acto ilegal na determinação do método de avaliação das acções nem qualquer discriminação positiva a um contribuinte especifico.

A ministra questionou mesmo as razões da constituição da comissão para apurar esclarecimentos sobre actos do Governo relativos às dívidas do Benfica.

O deputado socialista Fernando Serrasqueiro lançou suspeição sobre a ministra devido à decisão «supersónica» sobre o método de avaliação das acções do Benfica, depois da auto denúncia das dívidas ao Fisco do clube da Luz.

Em resposta, a ministra repudiou a suspeição. «Eu faço aquilo que a minha consciência manda». Para Ferreira Leite, a «celeridade não é argumento» para questionar a sua postura sobre este caso.

Segundo a ministra, o maior partido da oposição critica o Governo «por não ter os dossiers em cima da secretária».

Ferreira Leite chama a si quaisquer responsabilidades nas declarações de Durão Barroso sobre esta matéria, acrescentando que «não há nenhum favor» ao Benfica, houve, ao invés, vantagens para o Estado, visto que entraram 10 milhões de euros nos cofres das Finanças, depois da aceitação do método de avaliação das acções, conforme a lei.

A ministra referiu mesmo que «sou do Sporting».

A celeridade do processo nada teve a ver com a mediatização do assunto, afirmou Ferreira Leite. Para a ministra, «não se podem tomar decisões com base na mediatização. Os contribuintes são todos iguais».

Acusa como «grave» as condições descritas no despacho do director-geral dos impostos, que requeria a celeridade do processo das dívidas do Benfica.

Valdez diz Benfica só tinha acções para dar como garantia ao Fisco
O secretário de Estado dos Assuntos Fiscais e ex-advogado do Benfica, Vasco Valdez, que também esteve presente na comissão de inquérito referiu que «não fui eu que sugerir a metodologia» de dar como garantias acções do Benfica para dividas de juros de impostos em atraso.

«Mas de facto, o Benfica tinha os terrenos hipotecados e não tinha mais garantias para oferecer», adiantou Vasco Valdez.

Valdez afirmou aos deputados que teria determinado o mesmo método de avaliação das acções à semelhança da ministra das Finanças, caso não se tivesse excluído desta matéria devido às suas anteriores funções no Benfica.




Isto tb é interessante de se ler:

http://debates.parlamento.pt/catalogo/r3/dar/s2b/09/01/021/2002-11-23/108

Diz que as buscas ao gabinete do Centeno têm a ver com a cunha do Vieira. Vou preparar as pipocas.

Enviado de meu MI 5 usando Tapatalk

"Alianças só na mão esquerda da minha mulher"
Já deu de frosques e com recompensa, não é por acaso que a seita teve reunida de emergência...
Isto não é nada, é uma gota num vasto oceano de favorzinhos...
Vai demorar, mas vão ter o que merecem !
Os índios também eram vermelhos e f*....
Já deu de frosques e com recompensa, não é por acaso que a seita teve reunida de emergência...
Isto não é nada, é uma gota num vasto oceano de favorzinhos...
Vai demorar, mas vão ter o que merecem !
Veremos se sera assim, penso que ja nao havera margem para duvidas, tem sido os donos disto tudo, mas ha muita gente com ligacoes ao poder inclusivamente um primeiro ministro que ninguem votou nele para o ser .

Com o tempo tudo acabara por cair no esquecimento .
Adoraria ver esses corruptos nos distritais e os ultimos 4 campeonatos serem lhe retirados !!
Atenção.

Encontrado no seroc.

"A prontidão do MP para investigar todas as merdetas seja a quem for relacionado com o Benfica, e a inércia em relação aos outros é extremamente preocupante… Extremamente parcial… vamos ver se este MP não é gerido por gente fanática e doente… é que parece. É uma procuradora, por sinal das nossas. A ordem foi fazer a busca para justificar o arquivamento."

"Arquivamento de tudo o que envolve o “caso dos e-mails” ou só esta parte do Centeno?"

"Centeno. O resto vai demorar. Os vouchers estão prontos para arquivar (investigação concluída), mas neste momento estão colados ao processo e-mails e resultados. Nos emais (e sms) há muito por fazer. Vai demorar. Resultados combinados, não fora o Salin a acusar um observador de o aliciar, já teria também a investigação concluída por falta de qualquer indício. O problema é que o apelido desse observador coincide com um apelido que veio à baila no caso Rio Ave."

"Tudo pode acontecer. A procuradora é que vai decidir quando e como. Sobre os emails não há sequer fio condutor, o que demonstra que não existirá qualquer indício flagrante. Mas não há margem para deixar qualquer porta por abrir. É demasiada pressão sobre o MP, é um circo mediático pensado ao pormenor. Até com as p**** se falou, quando o PG é um daqueles gajos que não pisa o risco, católico convicto. Parece uma idiotice, mas digo isto para se perceber que o PG está completamente de rastos. De tudo o que foi visto, só nos melindra um árbitro transmontano que é benfiquista ferrenho. Recebia convites para ver a bola, e guardou-os religiosamente (facepalm). Foi visitado… ficamos mal na fotografia. Mas não há corrupção. Quem se vai f**** é o gajo… Quem investiga tem neste momento a convicção que isto vai resultar em rigorosamente nada. Ou melhor, tem essa percepção."

http://batalha1893.pt/2018/02/01/a-coluna-do-poncio-01-02-2018/
Essa história do Salin, e agora o Marcelo. Pergunto me se o Sporting não anda aqui armado em "protetor de testemunhas", mas que é estranho é...
vi isto no forum do porto:

Vendo assim muito rapidamente, enquanto Presidente da Câmara Municipal de Sintra, o Fernando Seara, sozinho, entregou mais de 150 mil euros  em Ajustes Directos (mais de 30 contratos) a empresas ligadas à Comunicação Social e outras ligadas à promoção e à publicidade. E tem a lata de vir falar do que quer que seja. Multiplique agora pelas Câmaras todas da Grande Lisboa e compare com o Porto Canal.
http://www.base.gov.pt/Base/pt/ResultadosPesquisa?type=contratos&query=texto%3D%26tipo%3D0%26tipocontrato%3D0%26cpv%3D%26numeroanuncio%3D%26aqinfo%3D%26adjudicante%3D500051062%26adjudicataria%3D%26desdeprecocontrato_false%3D%26desdeprecocontrato%3D%26ateprecocontrato_false%3D%26ateprecocontrato%3D%26desdedatacontrato%3D%26atedatacontrato%3D%26desdedatapublicacao%3D%26atedatapublicacao%3D%26desdeprazoexecucao%3D%26ateprazoexecucao%3D%26desdedatafecho%3D%26atedatafecho%3D%26desdeprecoefectivo_false%3D%26desdeprecoefectivo%3D%26ateprecoefectivo_false%3D%26ateprecoefectivo%3D%26pais%3D0%26distrito%3D0%26concelho%3D0
Para quem quiser, os códigos que geralmente interessam nestes casos (CPV), que não este em específico, são os seguintes:
79341000-6    Advertising services
79341100-7    Advertising consultancy services
79341200-8    Advertising management services
79341400-0    Advertising campaign services
79341500-1    Aeral advertising services
79342000-3    Marketing services
79342100-4    Direct marketing services
79342200-5    Promotional services
79112100-3    Stakeholders representation services

http://www.fcporto.ws/index.php?topic=19821.msg3174325#msg3174325
O António Costa só se enterrou.

O arquivo da Godinho dá cabo de muita gente.
Citar
Os (des)Governantes do nosso país – Parte 1

Novos e-mails foram revelados pelo site Mercado de Benfica, 16GB de e-mail da Ana Paula Godinho, responsável pelo protocolo do Benfica. Sobre esta nova fornada de e-mails, já referi os episódios com Rui Costa (aqui), Nuno Cabral e Ferreira Nunes (aqui). Agora vou falar sobre os governantes do nosso belo país, que usam o nosso dinheiro para passar a vida a pedir prendinhas ao Benfica. Se já era uma problema pedinchar por bilhetes, usar o nosso dinheiro para utilizar motoristas e secretárias para conseguir essas prendinhas ainda se torna mais grave. Este assunto será dividido em vários artigos devido à quantidade de informação.
Secretário de Estado do Desporto e da Juventude

Começo pela Secretaria do Estado do Desporto e da Juventude (SEDJ) por ser um organismo diretamente ligada ao futebol. Desde há alguns meses para cá, percebe-se que o Secretário do Estado do Desporto e da Juventude tem a capacidade de utilizar os óculos vermelhos quando é necessário defender o Polvo. Em novembro do ano passado, em pleno caso dos e-mails, quando foi demonstrado por diversas vezes que o Benfica apoia as claques ilegais, João Paulo Rebelo, Secretário de Estado do Desporto e da Juventude, teve o seguinte comentário.

(Noticia Completa)

Portanto a lei é para ser aplicada a todos de forma inequívoca…menos para o grupo de adeptos ilegais do Benfica. Existem várias provas que o Benfica apoia ilegalmente as claques, como já referi por diversas vezes (por exemplo aqui e aqui), e o SEDJ e o Instituto Português do Desporto e da Juventude decidem, constantemente, ignorar as provas. Provas estas confirmadas pelo próprio Benfica por ter instaurado processos crimes a várias entidades por acesso a correspondência privada (aqui).

Para além disso, o João Paulo Rebelo também teve declarações surreais, passando um atestado de estupidez a todos os portugueses, quando foi questionado sobre o clima atual do futebol português em dezembro do ano passado.

(Notícia Completa)

Portanto, para este senhor, a “maior competividade” existente é devido ao ranking de Portugal na UEFA e não ao caso dos e-mails. Isto diz tudo sobre a parcialidade do Secretário de Estado do Desporto e da Juventude. E, com os e-mails revelados neste fim de semana, percebe-se que este organismo manda muitos e-mails ao Benfica para pedir favores.
Os convites da Secretaria do Estado do Desporto e da Juventude

Apesar de ainda não termos e-mails sobre a atual SEDJ, encontram-se muitos e-mails do governo anterior. Já tinha referido (aqui) que o Diogo Guia, Chefe de Gabinte do SEDJ, entre 2011 e 2015, tinha pedido bilhetes para assistir a um jogo do Benfica.

Nos e-mais revelados neste fim de semana, encontramos mais e-mails com pedidos de convites, e neste caso foi a adjunta Andrea Direito que pediu 4 convites para ver o jogo entre o Benfica e o Celtic, no estádio da Luz.

Portanto, como escrito no e-mail, não era a primeira vez que a nossa adjunta, com o salário pago por todos nós, perde tempo a pedinchar por convites para ver um jogo do Benfica em pleno horário de trabalho. Certamente que as quatro pessoas do gabinete não tinham dinheiro para comprar um bilhete para ver na bancada. Como podem verificar abaixo, Andrea Direito tinha muitas dificuldades financeiras.

Porque será que estas pessoas queriam pedinchar por Bilhetes? Porque será que o Benfica aceitou por vezes esses pedidos? Certamente que muitos favores correram nesse gabinete, é só preciso ver a impunidade e ignorância quando se fala das claques do Benfica.

Curiosamente, nesse ano, quando foi pedido os bilhetes por Andrea Direito, o Secretário de Estado do Desporto e da Juventude era o senhor Alexandre Mestre. Curiosamente, apesar de nunca ter referido o nome deste senhor no site, ele foi um dos autores do parecer jurídico pedido por Ferreira Nunes, responsável pela classificação dos árbitros. A fatura desse parecer foi enviada ao Benfica como já tinha referido aqui. O senhor Alexandre Mestre é advogado do escritório Abreu Advogados que é, nem mais nem menos, um dos gabinetes de advogados que defende o Benfica no caso dos e-mails.

Com tanta coincidência junta é impossível acreditar na parcialidade destes indivíduos.
O Instituto Português do Desporto e da Juventude – IPDJ

Não podia deixar de falar do IPDJ quando falo do Secretário de Estado do Desporto e da Juventude, pois apesar do IPDJ ser um um organismo autónomo, é tutelado pelo SEDJ.

(F.A.Q Completa)

Estes dois organismos estão diretamente ligados, portanto não é de estranhar que a proteção ao Benfica exista em ambos. Já tinha feito um artigo (aqui) com os comentários surreais do Augusto Baganha, Presidente do IPDJ, sobre as claques ilegais do Benfica. Vou deixar aqui o vídeo para verem o nível deste senhor.

(vídeo retirado do  Mister do Café)

O proteccionismo ao Benfica é evidente. Torna-se ainda mais evidente quando o Vice-Presidente do IPDJ já foi funcionário do Benfica, mantém contacto direto com Ana Paula Godinho e Ana Zagalo, e ainda pede favores para ver jogos do Benfica..
Vítor Pataco – Vice-presidente do IPDJ

Já tinha feito um artigo sobre este senhor mas vou voltar a referir alguns dos pontos chaves do artigo. Nuno Saraiva, diretor de comunicação do Sporting CP, tinha referido que o Vítor Pataco já tinha exercido funções no Benfica. Isto é comprovado pelo Diário da Républica de 23 de junho de 2016.

(Despacho Completo)

Este caso torna-se grave quando, segundo Nuno Saraiva, o Vítor Pataco deixou na gaveta um processo que provava o apoio do Benfica às claques ilegais. O Vice-Presidente do IPDJ não tardou em reagir às denúncias feitas por Nuno Saraiva, tendo tido o seguinte comentário.

Nada melhor do que uma desculpa esfarrapada para salvar a pele do Benfica. Esta história ainda se torna mais estranha quando sabemos a forma como o Vítor Pataco arranjou o cargo no IPDJ.
Vítor Pataco – O ilegal

O Vitor Pataco segue as pisadas das claques ilegais do Benfica, porque também obteve o cargo no IPDJ de forma ilegal. No dia 1 de Junho de 2016, Vítor Pataco foi nomeado por João Paulo Rebelo, Secretário de Estado do Desporto e da Juventude, em regime de substituição, depois de José Murta Rosa ter deixado o IPDJ no dia 1 de Abril de 2016. O problema é que o Vítor Pataco ainda hoje em dia encontra-se a substituir José Murta Rosa e, segundo o Estatuto do Pessoal Dirigente dos Serviços e Organismos da Administração Pública, um cargo de substituição tem de cessar após 60 dias.

(Diário da República)

Portanto, João Paulo Rebelo deveria ter aberto um concurso público para preencher a vaga deixada por José Murta Rosa mas nunca o fez. Ainda por cima deu uma desculpa totalmente esfarrapada para não ter aberto o concurso.

(Notícia Completa)

Portanto, João Paulo Rebelo diz que não abriu o concurso por causa do processo de fusão que aconteceu em 2011. Desde já parece descabido que ainda não conseguiram regularizar o processo de fusão cinco anos depois e, para além disso, Vítor Pataco já tinha concorrido 3 vezes a concursos (em 2011, 2013 e 2015) para cargos no IPDJ, de Presidente e Vogal e, por acaso, nunca tinha conseguido ser nomeado para os cargos. Portanto, os concursos para presidente do IPDJ já tinham sido abertos no passado, mas o de Vice-Presidente do IPDJ já eram complicados? O João Paulo Rebelo inventou a desculpa do século e ninguém o questionou. Ou seja, o Vítor Pataco é ilegalmente Vice-Presidente do IPDJ, recebendo 2300 euros por mês desde junho de 2016, metendo na gaveta processos relacionados com o Benfica e, curiosamente, foi nomeado por João Paulo Rebelo, Secretário de Estado do Desporto e da Juventude, que afirma que o clima atual no futebol português deve-se ao ranking da UEFA. Se ainda houvesse dúvidas sobre a agenda do Vítor Pataco, nada melhor do que divulgar e-mails do Mercado de Benfica.
Os favores pedidos por Vítor Pataco

A 14 de Março de 2017, Vítor Pataco pediu a Ana Zagalo para reserver 3 bilhetes para o Benfica x Porto.

Claro que mais uma vez foi um pedido feito durante as horas de trabalho como Vice-Presidente do IPDJ. Nos ficheiros de Ana Paula Godinho verifica-se, também, a proximidade existente entre Vítor Pataco e os funcionários do Benfica.

(Imagem retirada do Fórum SCP)

O Vítor Pataco tem uma grande proximidade com funcionários do Benfica, verifica-se que também tem amor ao clube do Polvo e, por isso, deixou um processo muito grave na gaveta.
Será que o Benfica irá sofrer consequências?

Resumindo e baralhando, temos dois organismos portugueses, com salários pagos pelos contribuintes, que pedem favores e bilhetes em horas de trabalho para assistirem a jogos do Benfica, nomeando pessoas ligadas ao Benfica ilegalmente para cargos importantes, dando desculpas que são desmontadas facilmente, em que ambos os dirigentes dos organismos fazem-se de desentendidos quando há situações criminosas a envolver o clube do coração. Também existe um ex-dirigente que pedia bilhetes através da adjunta Andrea Direito, advogado do escritório que defende o Benfica no caso dos e-mails e co-autor do parecer dado a Ferreira Nunes. Todas estas situações são demasiado graves para saírem impunes. Isto é a vergonha em que o nosso país está mergulhado. Para alguns a bola vale mais do que o estado do nosso país, vale mais perder tempo com convites, vale mais ignorar casos gravissímos de corrupção e apoios ilegais a claques criminosas e assassinas. Isto tudo para favorecer o Polvo. E nós pagamos por isto. Ainda para mais, o problema envolve muito mais organismos do nosso país, outras personalidades do governo também entram nesse carrossel e irão ser desvendadas uma por uma aqui. Por todas estas razões, pela teia do poder instalada, a questão que paira no ar é esta: será que o Benfica e os seus dirigentes vão sofrer as consequências dos seus actos?

Amanhã será divulgada a segunda parte desta saga, fiquem atentos.


https://opolvo.pt/2018/03/20/os-desgovernantes-nosso-pais-parte-1/
- "Basta que os homens de bem nada façam, para que o mal prevaleça"
- "Prefiro morrer de pé a viver ajoelhado"
- "Pior do que perder é não dar tudo para vencer"
Vieira 04/04/2017

" Lentamente temos estado a colaborar em unir o Sporting. Vamos ignora lo " em relação a Bruno de Carvalho.

"Brunismo" expressão usada 1º por Pedro Guerra no Prolongamento.
Citar
Processo

"Toupeira" espiou caso do pedido de bilhetes de Centeno ao Benfica



No dia em que foi detido pela Polícia Judiciária, José Nogueira Silva, oficial de justiça suspeito de ser a principal toupeira do assessor jurídico do Benfica, estava na posse de apontamentos sobre a investigação do Ministério Público (MP) ao pedido de bilhetes do ministro das Finanças para assistir ao jogo entre Benfica e F. C. Porto.

Foi num BMW deste ferrenho benfiquista que a PJ apreendeu documentos manuscritos com dados da investigação do Departamento de Investigação e Ação Penal de Lisboa, relativos ao caso dos bilhetes do ministro. Em causa estava o facto de, através de um assessor, Mário Centeno ter pedido e recebido convites para assistir com o filho ao clássico de 1 de abril do ano passado, na tribuna presidencial do Estádio da Luz.


https://www.jn.pt/justica/interior/toupeira-espiou-caso-do-pedido-de-bilhetes-de-centeno-ao-benfica-9202502.html

Vieira 04/04/2017

" Lentamente temos estado a colaborar em unir o Sporting. Vamos ignora lo " em relação a Bruno de Carvalho.

"Brunismo" expressão usada 1º por Pedro Guerra no Prolongamento.