Caso dos Emails: Trafulhices entre FPF/Liga e Benfica

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

- "Basta que os homens de bem nada façam, para que o mal prevaleça"
- "Prefiro morrer de pé a viver ajoelhado"
- "Pior do que perder é não dar tudo para vencer"
- "Basta que os homens de bem nada façam, para que o mal prevaleça"
- "Prefiro morrer de pé a viver ajoelhado"
- "Pior do que perder é não dar tudo para vencer"
- "Basta que os homens de bem nada façam, para que o mal prevaleça"
- "Prefiro morrer de pé a viver ajoelhado"
- "Pior do que perder é não dar tudo para vencer"
Citar
A toupeira da Liga

Novos e-mails foram disponibilizados no Mercado de Benfica, relacionados com Domingos Soares de Oliveira. Um novo e-mail demonstra novamente que um delegado da Liga enviava informações confidencias a Paulo Gonçalves.



Vendo a data em que este e-mail foi enviado é praticamente certo que a toupeira em questão é Nuno Cabral. Como podem ver, até Rui Pereira, diretor de segurança do SLB, tinha informações confidencias nas suas mãos e sabia que Paulo Gonçalves tinha uma toupeira da Liga. Ainda acreditam mesmo que Luís Filipe Vieira, assim como os outros administradores da SAD, não sabiam da existência das toupeiras no processo e-Toupeira?

A Liga tem obrigação de abrir um inquérito depois destas revelações.

https://opolvo.pt/2018/11/18/a-toupeira-da-liga/
- "Basta que os homens de bem nada façam, para que o mal prevaleça"
- "Prefiro morrer de pé a viver ajoelhado"
- "Pior do que perder é não dar tudo para vencer"
Porrada no Pedro Proença!

- "Basta que os homens de bem nada façam, para que o mal prevaleça"
- "Prefiro morrer de pé a viver ajoelhado"
- "Pior do que perder é não dar tudo para vencer"
- "Basta que os homens de bem nada façam, para que o mal prevaleça"
- "Prefiro morrer de pé a viver ajoelhado"
- "Pior do que perder é não dar tudo para vencer"
Citar
Ex-presidente da disciplina da Liga já é juiz do Supremo

Ricardo Costa, responsável pelos processos disciplinares do Apito Dourado foi nomeado na última reunião do Conselho Superior da Magistratura, entrando no Supremo Tribunal como jurista de mérito

Ricardo Costa, antigo presidente da Comissão de Disciplina da Liga, já é juiz do Supremo Tribunal de Justiça. A sua nomeação foi confirmada na última reunião do plenário do Conselho Superior da Magistratura. Ricardo Costa entra no Supremo na quota dos juristas de mérito.

O jurista de Coimbra ficou classificado em 7º lugar na lista de graduação do 15º Concurso de Acesso ao Supremo Tribunal de Justiça, em julho de 2017, na quota dos juristas de mérito.  A entrada no Supremo Tribunal de Justiça está condicionada a regras de distribuição de lugares entre juízes desembargadores, procuradores-gerais adjuntos e juristas de mérito, numa proproporção de três para um. Por exemplo, se cinco juízes conselheiros se jubilarem, os lugares são preenchidos por três juízes desembargadores, um procurador-geral adjunto e um jurista de mérito.

De acordo com a lista de graduação do último concurso, quatro juristas de mérito já assumiram funções no Supremo ( Maria de Fátima Morais Gomes, Maria Olinda da Silva Nunes Garcia, Catarina Isabel da Silva Santos Serra, Maria João Romão Carreiro Vaz Tomé) Para entrar no Supremo, Ricardo Costa apenas tem à sua frente o jurista Nuno Pinto Oliveira, que vai assumir funções nas próximas semanas. Ou seja, o próximo jurista de mérito a ser chamado é Ricardo Costa.

Ricardo Costa foi, recorde-se, o presidente da Comissão de Disciplina da Liga de Clubes, que condenou o FC POrto e Pinto da Costa nos respectivos processos disciplinares que nasceram do Apito Dourado e que, na Liga, foram baptizados de "Apito Final". Durante este período, Ricardo Costa manteve uma estreita ligação com Maria José Morgado e a equipa coordenadora do processo "Apito Dourado", visitou tribunais, consultou processos e viajou inclusive até Itália para conhecer os contornos do caso "calciocaos", que despromoveu a Juventus. O castigo aplicado pela então Comissão Disciplinar da Liga, custou seis pontos aos Dragões e dois anos de suspensão a Pinto da Costa, baseando-se a decisão nas escutas do processo Apito Dourado, nas quais Augusto Duarte, antigo árbitro. António Araújo, empresário, e Pinto da Costa combinavam um encontro na casa do presidente portista. O Conselho de Justiça da Federação viria, anos mais tarde, a revogar a decisão.

Já em 2017, após a divulgação de várias caixas de correio electrónico do SL Benfica, ficou clara uma ligação de Ricardo Costa ao antigo assessor jurídido da SAD, Paulo Gonçalves. Tal como a SÁBADO revelou, em Novembro de 2017, Ricardo Costa terá sido mesmo chamado por Paulo Gonçalves a dar uma espécie de parecer sobre uma investigação da Liga ao chamado processo dos "vouchers". Os emails disponibilizados publicamente, revelam que o antigo assessor da SAD reencaminhou para o jurista da Abreu Advogados uma resposta preparada pela APAF para os árbitros entregarem na Liga. O documento chegou a Paulo Gonçalves, assessor jurídico do Benfica, no mesmo dia em que os árbitros e assistentes receberam o mail de aconselhamento dos serviços jurídicos da APAF. Paulo Gonçalves e Ricardo Costa comunicariam através de um email denominado "contraosistema@iol.pt"

Noutro email disponibilizado pelo blog "mercadodebenficapolvo.wordpress.com",Paulo Gonçalves terá sugerido homenagear Ricardo Costa com a possibilidade de acompanhar o Benfica a Turim (Itália), aquando da presença nos encarnados na final da Liga Europa perdida para o Sevilha em 2014, segundo consta num alegado mail colocado a circular na Internet. O antigo assessor jurídico da SAD do Benfica, então em funções, sugeriu a Luís Filipe Vieira que seria "simpático" oferecer a viagem e ingresso ao antigo presidente da Comissão Disciplinar da Liga Portuguesa de Futebol, pagando este último apenas "o bilhete e a deslocação do sogro"



https://www.sabado.pt/portugal/detalhe/ex-presidente-da-disciplina-da-liga-ja-e-juiz-do-supremo?utm_campaign=Notificacao&utm_medium=email&utm_source=PushChrome&fbclid=IwAR3bgfS3cQwHmZLxMU-ZQldvTwKUY2IYBfKy9YqfT2U9JMAFP4quDWGS3uA