Arbitragem 2017/2018 - Lances da Jornada

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Ah pois não era marcado contra o porco não...aliás no Chaves - Porco deixaram passar 3 CLARÍSSIMOS!
“Um grande clube, tão grande como os maiores da Europa.”
Golo limpo, confiram no Juizo final. Podem contra-atacar os inimigos.
«Não é o Sporting que se orgulha do nosso valor. Nós é que nos devemos sentir honrados por ter esta camisola vestida.» - Francisco Stromp
Só quando cheguei a casa e vi as imagens aqui postadas é que percebi que o Dost está claramente em linha. Parabéns ao fórum pelo serviço público.

Quanto ao lance do penalty, o do Doumbia não ser e este ser é a tal dualidade de critérios à qual estamos sempre sujeitos infelizmente.
"If you can survive disappointment, nothing can beat you."

(...) But my dreams have been stolen away.
Citar
   Liga NOS - 26.ª jornada
   (números totais)


   Golos

   Sporting: 17 assinalados contra e a favor 51 / 1 mal assinalados contra e a favor 0 / 1 por assinalar contra e a favor 2
   FC Porto: 15 assinalados contra e a favor 68 / 0 mal assinalados contra e a favor 1 / 0 por assinalar contra e a favor 0
   Benfica  : 16 assinalados contra e a favor 69 / 0 mal assinalados contra e a favor 3 / 0 por assinalar contra e a favor 0
   
   Penaltis

   Sporting: 4 assinalados contra e a favor 5 / 1 mal assinalados contra e a favor 0 / 0 por assinalar contra e a favor 8
   FC Porto: 0 assinalados contra e a favor 3 / 0 mal assinalados contra e a favor 0 / 4 por assinalar contra e a favor 5
   Benfica  : 1 assinalados contra e a favor 8 / 0 mal assinalados contra e a favor 2 / 6 por assinalar contra e a favor 3

   Offsides

   Sporting: 58 assinalados contra e a favor 29 / 0 mal assinalados contra e a favor 2 / 0 por assinalar contra e a favor 1
   FC Porto: 57 assinalados contra e a favor 23 / 1 mal assinalados contra e a favor 0 / 0 por assinalar contra e a favor 0
   Benfica  : 51 assinalados contra e a favor 67 / 0 mal assinalados contra e a favor 2 / 2 por assinalar contra e a favor 0

   Faltas

   Sporting: 381 faltas cometidas e sofridas 460 / 14,7 média de faltas por jogo cometidas e sofridas 17,7
   FC Porto: 440 faltas cometidas e sofridas 397 / 16,9 média de faltas por jogo cometidas e sofridas 15,3
   Benfica  : 410 faltas cometidas e sofridas 371 / 15,8 média de faltas por jogo cometidas e sofridas 14,3

   Cartões

   Sporting: 49 (+3) atribuídos contra e a favor 62 (+1) / 0 (+0) mal atribuídos contra e a favor 0 (+0) / 0 (+0) por atribuir contra e a favor 0 (+2)
   FC Porto: 46 (+2) atribuídos contra e a favor 68 (+4) / 0 (+0) mal atribuídos contra e a favor 0 (+0) / 0 (+5) por atribuir contra e a favor 0 (+1)
   Benfica  : 43 (+1) atribuídos contra e a favor 53 (+4) / 0 (+0) mal atribuídos contra e a favor 0 (+0) / 0 (+8) por atribuir contra e a favor 0 (+2)

   Média de faltas por cartão dos adversários dos grandes

   Sporting: 460/62 = 1 cartão amarelo a cada 7,4 faltas dos adversários. (+1 vermelho por acumulação + 1 vermelho directo pós-jogo)
   FC Porto: 397/68 = 1 cartão amarelo a cada 5,8 faltas dos adversários. (+4 vermelhos por acumulação)
   Benfica  : 371/53 = 1 cartão amarelo a cada 7,0 faltas dos adversários. (+3 vermelhos directos + 1 vermelho por acumulação)

   Média de faltas por cartão dos grandes

   Sporting: 381/49 = 1 cartão amarelo a cada 7,8 faltas. (+3 vermelhos por acumulação)
   FC Porto: 440/46 = 1 cartão amarelo a cada 9,6 faltas. (+2 vermelhos por acumulação + 1 vermelho directo pós-jogo)
   Benfica  : 410/43 = 1 cartão amarelo a cada 9,5 faltas. (+1 vermelho por acumulação)

   Folha Disciplinar

   Sporting: 4 folha limpa contra e a favor 4 / 7 1 amarelo contra e a favor 4 / 7 2 amarelos contra e a favor 3
                                                                             1 1 vermelho contra e a favor 1 / 1 2 vermelhos contra e a favor 0
   FC Porto: 0 folha limpa contra e a favor 5 / 6 1 amarelo contra e a favor 4 / 8 2 amarelos contra e a favor 8
                                                                             2 1 vermelho contra e a favor 4 / 0 2 vermelhos contra e a favor 0
   Benfica  : 4 folha limpa contra e a favor 5 / 6 1 amarelo contra e a favor 4 / 9 2 amarelos contra e a favor 8
                                                                             1 1 vermelho contra e a favor 4 / 0 2 vermelhos contra e a favor 0

   Castigos / suspensões

   Sporting: 7 jogadores
   n.º castigos (x9): Bruno César (x1); Fábio Coentrão (x2); Acuña** (x2); Mathieu (x1); Petrovic (x1); Gelson (x1); Bruno Fernandes (x1)
   n.º de jogos (x9): Bruno César (x1); Fábio Coentrão (x2); Acuña (x2); Mathieu (x1); Petrovic (x1); Gelson (x1); Bruno Fernandes (x1)

   FC Porto: 5 jogadores [5 expulsões perdoadas: Maxi Pereira (x1); Felipe (x3) e Dalot (x1)]
   n.º castigos (x5): Danilo (x1); Corona (x1); Herrera* (x1); Felipe (x1); José Sá (x1)
   n.º de jogos (x6): Danilo (x1); Corona (x1); Herrera (x2); Felipe (x1); José Sá (x1)

   Benfica  : 5 jogadores [8 expulsões perdoadas: Eliseu (x2), Pizzi (x1), Luisão (x2), Salvio (x1), Jonas (x1), Fejsa (x1)]
   n.º castigos (x5): Zivkovic (x1); Samaris* (x1); Fejsa (x1); André Almeida (x1); Pizzi (x1)
   n.º de jogos (x6): Zivkovic (x1); Samaris (x2); Fejsa (x1); André Almeida (x1); Pizzi (x1)

   *castigado em jogo da Taça da Liga/CTT
  **castigado em jogo da Taça de Portugal/Placard



   Liga NOS - 26.ª jornada
   (árbitros & VAR)


   Liga NOS -   1.ª jornada [Desportivo das Aves 0-2 Sporting CP / FC Porto 4-0 Estoril-Praia / Benfica 3-1 Braga]
                                             Tiago Martins & João Pinheiro / Hugo Miguel & Luís Ferreira / Carlos Xistra & Fábio Veríssimo

   Liga NOS -   2.ª jornada [Sporting CP 1-0 Vitória de Setúbal / Tondela 0-1 FC Porto / Chaves 0-1 Benfica]
                                 Bruno Paixão & Hugo Miguel / Fábio Veríssimo & Hélder Malheiro / Jorge Sousa & Tiago Martins

   Liga NOS -   3.ª jornada [Vitória de Guimarães 0-5 Sporting CP / Benfica 5-0 Belenenses / FC Porto 3-0 Moreirense]
                                                         Hugo Miguel & Jorge Sousa / Rui Costa & Vasco Santos / Manuel Oliveira & Tiago Martins

   Liga NOS -   4.ª jornada [Rio Ave 1-1 Benfica / Sporting CP 2-1 Estoril-Praia / Braga 0-1 FC Porto]
                            Hugo Miguel & Fábio Veríssimo / Luís Godinho & Tiago Martins / Carlos Xistra & Bruno Esteves

   Liga NOS -   5.ª jornada [Feirense 2-3 Sporting CP / Benfica 2-1 Portimonense / FC Porto 3-0 Chaves]
                    Artur Soares Dias & Tiago Martins / Gonçalo Martins & Fábio Veríssimo / Rui Oliveira  & Hugo Miguel

   Liga NOS -   6.ª jornada [Sporting CP 2-0 Tondela / Boavista 2-1 Benfica / Rio Ave 1-2 FC Porto]
                    Manuel Oliveira & Tiago Martins / Artur Soares Dias & Bruno Esteves / Jorge Sousa & Luís Godinho

   Liga NOS -   7.ª jornada [FC Porto 5-2 Portimonense / Moreirense 1-1 Sporting CP / Benfica 2-0 Paços de Ferreira]
                                      Luís Ferreira & Jorge Sousa / Luís Godinho & João Pinheiro / Carlos Xistra & Hugo Miguel

   Liga NOS -   8.ª jornada [Sporting CP 0-0 FC Porto / Marítimo 1-1 Benfica]
                                    Carlos Xistra & Hugo Miguel / Jorge Sousa & Luís Godinho

   Liga NOS -   9.ª jornada [FC Porto 6-1 Paços de Ferreira / Desportivo das Aves 1-3 Benfica / Sporting CP 5-1 Chaves]
                                 Manuel Oliveira & Fábio Veríssimo / Nuno Almeida & Vítor Ferreira / Rui Costa & Bruno Esteves

   Liga NOS - 10.ª jornada [Benfica 1-0 Feirense / Rio Ave 0-1 Sporting CP / Boavista 0-3 FC Porto]
                    Luis Godinho & Carlos Xistra / Jorge Sousa & João Capela / Hugo Miguel & Tiago Martins

   Liga NOS - 11.ª jornada [FC Porto 2-0 Belenenses / Vitória de Guimarães 1-3 Benfica / Sporting CP 2-2 Braga]
                   Fábio Veríssimo & Luis Ferreira / Artur Soares Dias & Hélder Malheiro / Carlos Xistra & Rui Costa
   
   Liga NOS - 12.ª jornada [Desportivo das Aves 1-1 FC Porto / Paços de Ferreira 1-2 Sporting CP / Benfica 6-0 Vitória de Setúbal]
                                                         Rui Costa & Bruno Esteves / Tiago Martins & Carlos Xistra / Luís Godinho & João Pinheiro

   Liga NOS - 13.ª jornada [Sporting CP 1-0 Belenenses / FC Porto 0-0 Benfica]
                                      Nuno Almeida & Luís Godinho / Jorge Sousa & Hugo Miguel

   Liga NOS - 14.ª jornada [Benfica 3-1 Estoril-Praia / Boavista 1-3 Sporting CP / Vitória de Setúbal 0-5 FC Porto]
                     João Pinheiro & Manuel Oliveira / Luís Godinho & Vasco Santos / Tiago Martins & Rui Oliveira

   Liga NOS - 15.ª jornada [Sporting CP 2-0 Portimonense / Tondela 1-5 Benfica / FC Porto - Marítimo]
                                 João Capela & Carlos Xistra / Tiago Martins & Hélder Malheiro / Manuel Mota & António Nobre

   Liga NOS - 16.ª jornada [Feirense 1-2 FC Porto / Benfica 1-1 Sporting CP]
                       Fábio Veríssimo & Bruno Paixão / Hugo Miguel & Tiago Martins
   
   Liga NOS - 17.ª jornada [Moreirense 0-2 Benfica / Sporting CP 5-0 Marítimo / FC Porto 4-2 Vitória de Guimarães]
                          Manuel Mota & Luís Godinho / Carlos Xistra & Bruno Esteves / Artur Soares Dias & António Nobre

   Liga NOS - 18.ª jornada [Braga 1-3 Benfica / Sporting CP 3-0 Desportivo das Aves / Estoril 1-3 FC Porto]
                    Artur Soares Dias & Luís Godinho / João Pinheiro & Jorge Sousa / Vasco Santos & Luís Ferreira

   Liga NOS - 19.ª jornada [Vitória de Setúbal 1-1 Sporting CP / FC Porto 1-0 Tondela / Benfica 3-0 Chaves]
                              Fábio Veríssimo & António Nobre / Luís Godinho & Artur Soares Dias / Bruno Esteves & Vasco Santos
   
   Liga NOS - 20.ª jornada [Belenenses 1-1 Benfica / Moreirense 0-0 FC PortoSporting CP 1-0 Vitória de Guimarães]
                           Bruno Paixão & Rui Oliveira / Luís Ferreira & Manuel Oliveira / Luís Godinho & Hugo Miguel

   Liga NOS - 21.ª jornada [Benfica 5-1 Rio Ave / FC Porto 3-1 Braga / Estoril-Praia 2-0 Sporting CP]
                   Manuel Oliveira & Vítor Ferreira / Hugo Miguel & Nuno Almeida / Manuel Mota & Luís Ferreira

   Liga NOS - 22.ª jornada [Portimonense 1-3 Benfica / Chaves 0-4 FC Porto / Sporting CP 2-0 Feirense]
                        Carlos Xistra & Rui Oliveira / Artur Soares Dias & Manuel Mota / Luís Ferreira & Manuel Oliveira
   
   Liga NOS - 23.ª jornada [Benfica 4-0 Boavista / FC Porto 5-0 Rio Ave / Tondela 1-2 Sporting CP]
                   Tiago Martins & Hélder Malheiro / Carlos Xistra & Rui Oliveira / João Capela & Bruno Esteves

   Liga NOS - 24.ª jornada [Paços de Ferreira 1-3 Benfica / Portimonense 1-5 FC Porto / Sporting CP 1-0 Moreirense]
                                  Fábio Veríssimo & Bruno Esteves / Jorge Sousa & Hugo Miguel / Tiago Martins & Carlos Xistra

   Liga NOS - 25.ª jornada [FC Porto 2-1 Sporting CP / Benfica 5-0 Marítimo]
                          Artur Soares Dias & João Pinheiro / Hélder Malheiro & António Nobre

   Liga NOS - 26.ª jornada [Benfica 2-0 Desportivo das Aves / Paços de Ferreira 1-0 FC Porto / Chaves 1-2 Sporting CP]
                                                         Rui Costa & Rui Oliveira / Bruno Paixão & Carlos Xistra / Hugo Miguel & Fábio Veríssimo
« Última modificação: Abril 04, 2018, 20:09 pm por HULK VERDE »
@HULK VERDE

Peguei nesses dados de ARB e VAR e fiz uma estatistica. Cada um analisa como quiser. :boohoo:

No numero total ARB e VAR deve-se dividir por 2 para obter o numero de jogos, pois considero sempre uma equipa em casa e outra fora, "exemplo manuel joaquim apita o Equipa A-Equipa B considera-se 1 Equipa A em casa e o Equipa B fora.
« Última modificação: Março 13, 2018, 19:28 pm por jcsc »
#SPORTINGsempre
#OSportingÉoNossoGrandeAmor
Em Alvalade todos de verde!
Bruno Esteves só apitou um jogo slb-chaves e sempre que esteve como VAR estava incluida uma das 3 grandes no jogo  :think:
« Última modificação: Março 13, 2018, 11:41 am por jcsc »
#SPORTINGsempre
#OSportingÉoNossoGrandeAmor
Em Alvalade todos de verde!
   @jcsc

   Boa! Já tinha pensado fazer um tratamento dos dados desse género, ainda bem que te antecipaste! É para esse tipo de análises que me dou ao trabalho de recolher e compilar a informação relativa às arbitragens nas competições portuguesas esta época. As pessoas, como tu fizeste, são livres de utilizar a informação e analisá-la sob os vários prismas, abordando as questões que quiserem e como entenderem. Vou analisar a tabela, para tentar perceber. :clap: :great:
Para mim no jogo de ontem assistimos a 2 lances de dificil decisão mas ambos bem decididos. O nosso 1º golo é perfeitamente legal, não há fora-de-jogo de Bas Dost e este quando salta embora toque em Djavan esse toque é perfeitamente natural e não impede a impulsão do adversário. No lance do penaltie contra nós, Coates toca (involuntariamente) no pé do avançado Flaviense e também o puxa no ombro. Agora, verdade seja dita, para mim é lance para penaltie mas nunca na vida seria assinalado se em vez de Coates fosse R. Dias, Luisão, Felipe, Marcano ou Jardel.
Tirando esses dois lances, existiram diversas situações onde o capa negra decidiu sempre contra nós, muitas vezes erradamente, isto para não fugir ao normal! 
O futebol é um desporto de contacto físico, logo é mais do que natural que ele exista e aconteça com frequência.
Cá no tugão é uma pouco vergonha porque apita-se demais esse tipo de jogo, os jogadores aqui parecem umas florzinhas, qualquer coisa estão no chão, e os senhores do apito invariavelmente dão falta.

O penalty de ontem em Inglaterra jamais seria marcado e jamais se falaria sequer no lance.
Boa tarde a todos !
Aqui fica mais uma análise, desta feita da vigésima sexta jornada da Liga NOS! Comecemos pelo nosso Sporting!

SPORTING
Pontos atuais:62
Pontos reais:63( tendo possivelmente prejudicado em dois pontos, fora, na jornada 7, frente ao Moreirense. Foi prejudicado em menos 1 ponto, de modo efetivo, contra o Porto, na jornada 25, fora. )

Já se percebeu que os golos foram todos limpos, e ainda fomos prejudicados no penalty que assinalaram contra nós ( que não o era ) e noutros lances. Mas tendo o Sporting ganho, a arbitragem não interferiu no resultado, e ainda bem.

Porto ou Bicharada Geral:
Pontos atuais:67
Pontos reais:63( por favorecimento   real em dois pontos frente ao Belenenses (C), na 11ª jornada. Na jornada 22 (F) contra o Chaves foram possivelmente beneficiados em 2 pontos. Na 18ª jornada, (F), contra o Estoril, foram possivelmente beneficiados em 2 pontos. Contra o Sporting, na jornada 25, em casa, foram beneficiados em 2 pontos. )

Neste jogo que para o Porco foi um verdadeiro fungagá da bicharada, comandado pelos castores aqui da minha terra, a arbitragem também não interferiu no resultado.

Benfica ou Toupeiras:
Pontos atuais:65
Pontos reais:57(devido ao favorecimento   em 1 ponto contra o Rio Ave (F) na 4ª jornada e contra o Feirense (C) em mais   2 pontos na 10ª jornada, de modo efetivo. É ainda possível o favorecimento em 2 pontos frente ao Portimonense (C). Na 18ª frente ao Braga (F) foram favorecidos em dois pontos de modo efetivo. Na jornada 14ª, (C) frente ao Estoril, foram favorecidos, de modo efetivo, em 2 pontos. Foram beneficiados de modo efetivo em 1 ponto na jornada 20 (F) contra o Belenenses.)

Jogo com uma arbitragem normal, sem interferir no resultado. Nada a dizer.


Já sabem que qualquer dúvida ou sugestão, é só comunicar a mim ou ao @HULK VERDE ! E não se deixem enganar por esta jornada calma : de notar que, mesmo sem jogar grande coisa, estaríamos em 1º ( em igualdade pontual com o Porto ) e com larga vantagem em relação ao Benfica, ou pelo menos estaríamos enquadrados num cenário parecido, até porque obviamente o meu trabalho não é 100% exato.

Abraços,
André!


   Liga NOS 2017/2018 - 27.ª jornada

   Feirense - Benfica [17.03.2018]
   A arbitragem de Manuel Mota cedo começou a deixar marcas na partida, pelo critério disciplinar rigoroso aplicado, a exibir o primeiro amareloainda antes da passagem do primeiro quarto de hora, a Tiago Silva (14), por uma falta cometida em pressão ofensiva nas imediações da área contrária. Não deixou por assinalar toda e qualquer falta do Feirense. Assinalou uma falta involuntária de Crivellaro sobre Fejsa (10), interrompendo o ataque do Feirense, pouco depois do próprio Fejsa ter cortado uma saída para contra-ataque da equipa da casa, numa falta que não mereceu o mesmo rigor disciplinar, tal como quando Zivkovic travou novo contra-ataque, agarrando e estorvando a progressão de Luís Aurélio (19). Se depois lá mostrou o primeiro amarelo do jogo à equipa visitante, pouco antes da meia hora, não foi preciso chegar ao intervalo para expulsar Tiago Silva (41), por acumulação de cartões. Para além da alternância no critério disciplinar, poupando alguns cartões à equipa visitante, enquanto a equipa da casa era com duas faltas do mesmo jogador reduzida a dez elementos, destaque para várias falhas com responsabilidade partilhada com os auxiliares. Por exemplo, Cervi cortou a bola contra o jogador do Feirense (35), porém a bola estava totalmente fora mas a equipa de arbitragem assinalou canto. Já na 2.ª parte, que fechou com o vermelho directo a um jogador do Feirense (86), ficando a jogar com 9, outro lance que deixou bastantes dúvidas, foi na jogada do golo inaugural apontado por Jiménez (59), onde Jonas parece estar fora-de-jogo quando é desmarcado na ala direita do ataque, executando depois o cruzamento para o autor do golo. O árbitro auxiliar nada assinalou, talvez com dúvidas (o que voltou a acontecer depois, com o árbitro principal a assinalar um fora-de-jogo por ele), e à espera da análise final do VAR, o que é certo é que o jogo prosseguiu e o golo foi validado. É certo que é um lance de dúvida, e pode-se considerar que em caso de dúvida se deve dar benefício a quem ataca, mas o jogador parece estar realmente adiantado, em offside. No geral, uma arbitragem de duas caras, uma de rigor que penalizou a equipa da casa, outra de complacência para a equipa forasteira, com alguns erros e decisões questionáveis ou duvidosas em seu favor. Veremos ainda o que escreverá o árbitro no relatório relativamente ao arremesso de artefactos pirotécnicos para cima do guarda-redes do Feirense, pela claque da equipa adversária, perto do intervalo, após a expulsão do seu companheiro de equipa, incidentes que motivaram 3 minutos de descontos de tempo adicionais.
   (dualidade de critério disciplinar, apertado para o Feirense e ligeiro para o Benfica, dúvidas em vários lances da responsabilidade de toda a equipa de campo com alguns erros grosseiros, que favoreceram os visitantes)


Posição de Jonas no lance de contra-ataque recarga que resultou no golo de Jiménez (58) (in Fórum SCP, @Gonçalo27)


   Manuel Mota foi bastante contido na exibição de cartões â equipa visitante, o Benfica, exibindo apenas um amarelo em cada parte: na 1.ª a Grimaldo (28) e na 2.ª a Ruben Dias (66). Com o seu critério disciplinar diferenciado, atribuiu quatro cartões amarelos a jogadores da equipa do Feirense: Tiago Silva foi punido com dois ainda na primeira parte, por falta na pressão ofensiva sobre Cervi (14), e depois a travar a arrancada de Rafa pelo corredor lateral direito (41), acabando expulso por acumulação antes do intervalo. Na 2.ª metade, Jean Sony (61) e Edson Farias (72) foram também amarelados, e ainda foi exibido o 2.º cartão vermelho do jogo, directamente a Briseño (86), por uma entrada de carrinho a pés juntos.

   Vídeo-árbitro: Hélder Malheiro e Tiago Rocha podiam ter passado ao lado do jogo, mas as dúvidas permanecem no lance do primeiro golo, no momento de ruptura para o contra-ataque Jonas estava muito provavelmente fora-de-jogo. Não são responsáveis pelo critério parcial do árbitro ou as indecisões ou incompetências dos seus auxiliares de campo, nem pelos inúmeros lapsos e alguns erros mais grosseiros que cometeram, mas isso não os absolve de terem tomado a decisão mais fácil (corroborando a validação do golo pela equipa de campo), quando talvez o mais correcto fosse anular o golo.

   FC Porto - Boavista [17.03.2018]
   Manuel Oliveira começou discretamente, sem intervir muito, e sem lances muito complicados ou dúbios, o que facilitou a sua actuação. Mas foi o próprio a começar a complicar e a dar nas vistas, quando avaliou mal, com excesso de rigor, a falta de Vítor Bruno sobre Sérgio Oliveira (40), expulsando-o peremptoriamente com um cartão vermelho directo. Valeu ao jogo e ao árbitro que o VAR interviu e apelou à revisão do lance, que o próprio árbitro fez no monitor, forçando-o a retirar o cartão vermelho e atribuir antes um amarelo. Estava dado o mote pouco antes do intervalo para o desnorte que o árbitro e os seus auxiliares de campo exibiram na 2.ª parte. Se não viram qualquer penalti de Felipe sobre Yusufa (56), semelhante ao que ainda na semana passada foi assinalado a Coates em Chaves, perto do fim do jogo, descortinaram num lance perdido de ataque da equipa da casa, após um cruzamento atrasado de Maxi Pereira, que levou um toque depois de executar o mesmo já dentro da área (69). Já para não falar da rábula do penalti a dois toques de Sérgio Oliveira, que escorregou no momento em que o converteu - primeiro validado e depois anulado graças à intervenção do VAR, que forçou novamente o árbitro a ir ver a repetição. Logo a seguir ao golo de penalti invalidado, ficou também por marcar um canto a favor do Boavista, que foi transformado em pontapé de baliza para o FC Porto (73). Entretanto, já Marcano atingira com o cotovelo a face de um adversário num lance na área do Boavista, sem que o árbitro tenha tido o mesmo rigor que teve com Vítor Bruno num primeiro momento, punindo-o apenas com um cartão amarelo. Resumindo, um desempenho fraco, cheio de equívocos, salvo da desgraça total pelo auxílio do VAR, que não saiu ileso.
   (arbitragem fraca e errónea menorizada pelo VAR, com falhas técnicas e disciplinares penalizando sobretudo a equipa visitante, revelando um excesso de zelo em tomar decisões favoráveis ao FC Porto, mesmo que equivocadas)


Penalti por marcar por falta de Felipe sobre Yusupha (56)? (in Fórum SCP, @Gonçalo27)


   Manuel Oliveira exibiu dois cartões amarelos durante toda a partida à equipa da casa, um em cada parte. Herrera (37) e Marcano (66) foram os contemplados. Ainda na 1.ª parte, atribuiu dois cartões a elementos do Boavista. Primeiro, a Henrique (22), depois quase expulsou com vermelho directo Vítor Bruno (40) por derrubar em tackle Sérgio Oliveira, não fosse o VAR o fazer rever e reverter a decisão para cartão amarelo. Idris (67) e Sparagna (84) foram admoestados no 2.º tempo, num total de quatro a toda a equipa.

   Vídeo-árbitro: Bruno Esteves e António Godinho tiveram uma actuação positiva no jogo, corrigindo duas decisões cruciais, e erradas, do árbitro. Primeiro, dando-lhe a indicação de que o cartão vermelho directo prontamente exibido a Vítor Bruno (40) foi mal mostrado, não passando de lance para cartão amarelo. Depois, na 2.ª parte, dando indicação que ao bater o penalti, Sérgio Oliveira tocou com os dois pés na bola, por escorregar no momento da execução (71), o que escapou à equipa de campo, mas não a Wagner, guarda-redes do Boavista, que reclamou isso mesmo junto de Manuel Oliveira. Em ambos os momentos, o árbitro recorreu ao monitor para visualizar as imagens em video, revertendo as suas decisões. O cartão vermelho foi substituído por um cartão amarelo, e o penalti convertido foi invalidado, e assinalado livre a favor do Boavista. Todas as outras decisões da equipa de campo foram avalizadas pelo VAR, certas ou erradas. Ficaram dúvidas no eventual penalti que ficou por assinalar quando Felipe (56) colocou a mão sobre o ombro de Yusupha, nas suas costas, e o desequilibrou - até porque já se viram, neste campeonato, penaltis assinalados em lances semelhantes e talvez mesmo menos "intensos". Mas não ao FC Porto, que ainda não tem nenhum assinalado contra.

   Sporting CP - Rio Ave [18.03.2018]
   Rui Costa e sus muchachos começaram muito cedo a fazer juz à má fama que têm em Alvalade, com alguns erros de palmatória. Marcão pisou Gelson Martins (1), num lance dividido, depois de cortar a bola para fora, sem que qualquer falta fosse assinalada. O extremo leonino, muito dorido, foi inclusivamente assistido, mas ninguém viu e foi assinalado lançamento favorável ao Sporting CP. Falta merecedora de um cartão amarelo, que ficou por marcar logo a abrir. Depois, novo lapso caricato do mesmo lado do campo, mas mais atrás: Coates cortou a bola contra o adversário, na defesa, mas o lançamento foi atribuído ao Rio Ave (13). O lance menos claro aconteceu quando Bruno Fernandes rodopiou na grande-área após receber o passe de Rúben Ribeiro, e caiu após um eventual toque de Leandrinho no seu pé quando marcou a posição defensiva e tentou a intercepção (40), tendo o árbitro mandado o jogo seguir. É imperceptível nas imagens se houve contacto ou qual a sua intensidade, e sem evidências de falta a decisão é aceitável. Ainda na primeira parte, destaque também para as decisões de offside, que não ficaram imunes a erros, continuando depois na segunda parte da partida. Na recarga ao livre directo executado por Bruno Fernandes que levou a bola à barra, Bas Dost partiu no limite do fora-de-jogo, cabeceou e Cássio defendeu para canto, que foi assinalado pela equipa de campo. A posição do avançado holandês no momento do remate deixou algumas dúvidas, mas como não resultou em golo o lance não foi revisto pelo vídeo-árbitro. Um fora-de-jogo a Rúben Ribeiro (41), tirado no limite mas aparentemente bem assinalado, outro após passe de William a desmarcá-lo na ala esquerda (52), novamente bem assinalado. Bas Dost (54) também foi apanhado em offside, após cruzamento de Fábio Coentrão, bem assinalado. Já o fora-de-jogo assinalado a Gelson (65) deixou muitas dúvidas, aparentemente estava em linha. Ainda de referir o total de faltas assinaladas à equipa que mais atacou (28), mais do dobro das que o Rio Ave fez (12). Uma arbitragem muito falível e com um critério técnico e disciplinar muito oscilante, que não conseguiu mais que perturbar o jogo, sem que tivesse influência no resultado final.
   (arbitragem de fraco nível com um critério disciplinar intermitente e com algumas falhas técnicas, nomeadamente na avaliação de alguns fora-de-jogo e faltas, porém sem impacto no resultado final)



   Rui Costa exibiu um só cartão amarelo a jogadores do Rio Ave, Nadjack (19), por carregar Rúben Ribeiro pelas costas quando se desmarcava à entrada da grande-área do Rio Ave. Do lado do Sporting três cartões amarelos registados, todos na 2.ª parte e já nos últimos 20 minutos: Fábio Coentrão (71), por falta a impedir a desmarcação de Nadjack, Mathieu (90), pelo mesmo motivo, e Rui Patrício (90+2), já perto do fim do jogo, por demora da reposição da bola em jogo.

   Vídeo-árbitro: António Nobre e Pedro Martins não tiveram nenhuma intervenção que alterasse qualquer decisão da equipa de campo, tendo um desempenho praticamente inócuo - nem os 2 golos apontados deixaram quaisquer dúvidas. O único lance discutível em que podiam ter intervindo, em que Bruno Fernandes caiu na área do Rio Ave (39), optaram por confiar na decisão do árbitro, num lance em que é difícil averiguar se houve sequer contacto entre o pé de Leandrinho e o do jogador do Sporting, quanto mais a intensidade de um eventual toque.
« Última modificação: Março 20, 2018, 02:39 am por HULK VERDE »
Já que me citaste , belo trabalho que fazes neste tópico @HULK VERDE .
Citar
   Liga NOS - 27.ª jornada
   (números totais)


   Golos

   Sporting: 17 assinalados contra e a favor 53 / 1 mal assinalados contra e a favor 0 / 1 por assinalar contra e a favor 2
   FC Porto: 15 assinalados contra e a favor 70 / 0 mal assinalados contra e a favor 1 / 0 por assinalar contra e a favor 0
   Benfica  : 16 assinalados contra e a favor 71 / 0 mal assinalados contra e a favor 3 / 0 por assinalar contra e a favor 0
   
   Penaltis

   Sporting: 4 assinalados contra e a favor 5 / 1 mal assinalados contra e a favor 0 / 0 por assinalar contra e a favor 8
   FC Porto: 0 assinalados contra e a favor 3 / 0 mal assinalados contra e a favor 0 / 4 por assinalar contra e a favor 5
   Benfica  : 1 assinalados contra e a favor 8 / 0 mal assinalados contra e a favor 2 / 6 por assinalar contra e a favor 3

   Offsides

   Sporting: 65 assinalados contra e a favor 30 / 0 mal assinalados contra e a favor 2 / 0 por assinalar contra e a favor 1
   FC Porto: 57 assinalados contra e a favor 23 / 1 mal assinalados contra e a favor 0 / 0 por assinalar contra e a favor 0
   Benfica  : 52 assinalados contra e a favor 69 / 0 mal assinalados contra e a favor 2 / 2 por assinalar contra e a favor 0

   Faltas

   Sporting: 409 faltas cometidas e sofridas 472 / 15,1 média de faltas por jogo cometidas e sofridas 17,5
   FC Porto: 457 faltas cometidas e sofridas 413 / 16,9 média de faltas por jogo cometidas e sofridas 15,3
   Benfica  : 423 faltas cometidas e sofridas 383 / 15,7 média de faltas por jogo cometidas e sofridas 14,2

   Cartões

   Sporting: 52 (+3) atribuídos contra e a favor 63 (+1) / 0 (+0) mal atribuídos contra e a favor 0 (+0) / 0 (+0) por atribuir contra e a favor 0 (+2)
   FC Porto: 48 (+2) atribuídos contra e a favor 72 (+4) / 0 (+0) mal atribuídos contra e a favor 0 (+0) / 0 (+5) por atribuir contra e a favor 0 (+1)
   Benfica  : 45 (+1) atribuídos contra e a favor 57 (+5) / 0 (+0) mal atribuídos contra e a favor 0 (+0) / 0 (+8) por atribuir contra e a favor 0 (+2)

   Média de faltas por cartão dos adversários dos grandes

   Sporting: 472/63 = 1 cartão amarelo a cada 7,5 faltas dos adversários. (+1 vermelho por acumulação + 1 vermelho directo pós-jogo)
   FC Porto: 413/72 = 1 cartão amarelo a cada 5,7 faltas dos adversários. (+4 vermelhos por acumulação)
   Benfica  : 383/57 = 1 cartão amarelo a cada 6,7 faltas dos adversários. (+3 vermelhos directos + 2 vermelhos por acumulação)

   Média de faltas por cartão dos grandes

   Sporting: 409/52 = 1 cartão amarelo a cada 7,9 faltas. (+3 vermelhos por acumulação)
   FC Porto: 457/48 = 1 cartão amarelo a cada 9,5 faltas. (+2 vermelhos por acumulação + 1 vermelho directo pós-jogo)
   Benfica  : 423/45 = 1 cartão amarelo a cada 9,4 faltas. (+1 vermelho por acumulação)

   Folha Disciplinar

   Sporting: 4 folha limpa contra e a favor 4 / 7 1 amarelo contra e a favor 5 / 7 2 amarelos contra e a favor 3
                                                                             1 1 vermelho contra e a favor 1 / 1 2 vermelhos contra e a favor 0
   FC Porto: 0 folha limpa contra e a favor 5 / 6 1 amarelo contra e a favor 4 / 9 2 amarelos contra e a favor 8
                                                                             2 1 vermelho contra e a favor 4 / 0 2 vermelhos contra e a favor 0
   Benfica  : 4 folha limpa contra e a favor 5 / 6 1 amarelo contra e a favor 4 / 10 2 amarelos contra e a favor 8
                                                                             1 1 vermelho contra e a favor 5 / 0 2 vermelhos contra e a favor 0

   Castigos / suspensões

   Sporting: 7 jogadores
   n.º castigos (x9): Bruno César (x1); Fábio Coentrão (x2); Acuña** (x2); Mathieu (x1); Petrovic (x1); Gelson (x1); Bruno Fernandes (x1)
   n.º de jogos (x9): Bruno César (x1); Fábio Coentrão (x2); Acuña (x2); Mathieu (x1); Petrovic (x1); Gelson (x1); Bruno Fernandes (x1)

   FC Porto: 6 jogadores [5 expulsões perdoadas: Maxi Pereira (x1); Felipe (x3) e Dalot (x1)]
   n.º castigos (x6): Danilo (x1); Corona (x1); Herrera* (x1); Felipe (x1); José Sá (x1); Marcano (x1)
   n.º de jogos (x7): Danilo (x1); Corona (x1); Herrera (x2); Felipe (x1); José Sá (x1); Marcano (x1)

   Benfica  : 5 jogadores [8 expulsões perdoadas: Eliseu (x2), Pizzi (x1), Luisão (x2), Salvio (x1), Jonas (x1), Fejsa (x1)]
   n.º castigos (x5): Zivkovic (x1); Samaris* (x1); Fejsa (x1); André Almeida (x1); Pizzi (x1)
   n.º de jogos (x6): Zivkovic (x1); Samaris (x2); Fejsa (x1); André Almeida (x1); Pizzi (x1)

   *castigado em jogo da Taça da Liga/CTT
  **castigado em jogo da Taça de Portugal/Placard



   Liga NOS - 27.ª jornada
   (árbitros & VAR)


   Liga NOS -   1.ª jornada [Desportivo das Aves 0-2 Sporting CP / FC Porto 4-0 Estoril-Praia / Benfica 3-1 Braga]
                                             Tiago Martins & João Pinheiro / Hugo Miguel & Luís Ferreira / Carlos Xistra & Fábio Veríssimo

   Liga NOS -   2.ª jornada [Sporting CP 1-0 Vitória de Setúbal / Tondela 0-1 FC Porto / Chaves 0-1 Benfica]
                                 Bruno Paixão & Hugo Miguel / Fábio Veríssimo & Hélder Malheiro / Jorge Sousa & Tiago Martins

   Liga NOS -   3.ª jornada [Vitória de Guimarães 0-5 Sporting CP / Benfica 5-0 Belenenses / FC Porto 3-0 Moreirense]
                                                         Hugo Miguel & Jorge Sousa / Rui Costa & Vasco Santos / Manuel Oliveira & Tiago Martins

   Liga NOS -   4.ª jornada [Rio Ave 1-1 Benfica / Sporting CP 2-1 Estoril-Praia / Braga 0-1 FC Porto]
                            Hugo Miguel & Fábio Veríssimo / Luís Godinho & Tiago Martins / Carlos Xistra & Bruno Esteves

   Liga NOS -   5.ª jornada [Feirense 2-3 Sporting CP / Benfica 2-1 Portimonense / FC Porto 3-0 Chaves]
                    Artur Soares Dias & Tiago Martins / Gonçalo Martins & Fábio Veríssimo / Rui Oliveira  & Hugo Miguel

   Liga NOS -   6.ª jornada [Sporting CP 2-0 Tondela / Boavista 2-1 Benfica / Rio Ave 1-2 FC Porto]
                    Manuel Oliveira & Tiago Martins / Artur Soares Dias & Bruno Esteves / Jorge Sousa & Luís Godinho

   Liga NOS -   7.ª jornada [FC Porto 5-2 Portimonense / Moreirense 1-1 Sporting CP / Benfica 2-0 Paços de Ferreira]
                                      Luís Ferreira & Jorge Sousa / Luís Godinho & João Pinheiro / Carlos Xistra & Hugo Miguel

   Liga NOS -   8.ª jornada [Sporting CP 0-0 FC Porto / Marítimo 1-1 Benfica]
                                    Carlos Xistra & Hugo Miguel / Jorge Sousa & Luís Godinho

   Liga NOS -   9.ª jornada [FC Porto 6-1 Paços de Ferreira / Desportivo das Aves 1-3 Benfica / Sporting CP 5-1 Chaves]
                                 Manuel Oliveira & Fábio Veríssimo / Nuno Almeida & Vítor Ferreira / Rui Costa & Bruno Esteves

   Liga NOS - 10.ª jornada [Benfica 1-0 Feirense / Rio Ave 0-1 Sporting CP / Boavista 0-3 FC Porto]
                    Luis Godinho & Carlos Xistra / Jorge Sousa & João Capela / Hugo Miguel & Tiago Martins

   Liga NOS - 11.ª jornada [FC Porto 2-0 Belenenses / Vitória de Guimarães 1-3 Benfica / Sporting CP 2-2 Braga]
                   Fábio Veríssimo & Luis Ferreira / Artur Soares Dias & Hélder Malheiro / Carlos Xistra & Rui Costa
   
   Liga NOS - 12.ª jornada [Desportivo das Aves 1-1 FC Porto / Paços de Ferreira 1-2 Sporting CP / Benfica 6-0 Vitória de Setúbal]
                                                         Rui Costa & Bruno Esteves / Tiago Martins & Carlos Xistra / Luís Godinho & João Pinheiro

   Liga NOS - 13.ª jornada [Sporting CP 1-0 Belenenses / FC Porto 0-0 Benfica]
                                      Nuno Almeida & Luís Godinho / Jorge Sousa & Hugo Miguel

   Liga NOS - 14.ª jornada [Benfica 3-1 Estoril-Praia / Boavista 1-3 Sporting CP / Vitória de Setúbal 0-5 FC Porto]
                     João Pinheiro & Manuel Oliveira / Luís Godinho & Vasco Santos / Tiago Martins & Rui Oliveira

   Liga NOS - 15.ª jornada [Sporting CP 2-0 Portimonense / Tondela 1-5 Benfica / FC Porto - Marítimo]
                                 João Capela & Carlos Xistra / Tiago Martins & Hélder Malheiro / Manuel Mota & António Nobre

   Liga NOS - 16.ª jornada [Feirense 1-2 FC Porto / Benfica 1-1 Sporting CP]
                       Fábio Veríssimo & Bruno Paixão / Hugo Miguel & Tiago Martins
   
   Liga NOS - 17.ª jornada [Moreirense 0-2 Benfica / Sporting CP 5-0 Marítimo / FC Porto 4-2 Vitória de Guimarães]
                          Manuel Mota & Luís Godinho / Carlos Xistra & Bruno Esteves / Artur Soares Dias & António Nobre

   Liga NOS - 18.ª jornada [Braga 1-3 Benfica / Sporting CP 3-0 Desportivo das Aves / Estoril 1-3 FC Porto]
                    Artur Soares Dias & Luís Godinho / João Pinheiro & Jorge Sousa / Vasco Santos & Luís Ferreira

   Liga NOS - 19.ª jornada [Vitória de Setúbal 1-1 Sporting CP / FC Porto 1-0 Tondela / Benfica 3-0 Chaves]
                              Fábio Veríssimo & António Nobre / Luís Godinho & Artur Soares Dias / Bruno Esteves & Vasco Santos
   
   Liga NOS - 20.ª jornada [Belenenses 1-1 Benfica / Moreirense 0-0 FC PortoSporting CP 1-0 Vitória de Guimarães]
                           Bruno Paixão & Rui Oliveira / Luís Ferreira & Manuel Oliveira / Luís Godinho & Hugo Miguel

   Liga NOS - 21.ª jornada [Benfica 5-1 Rio Ave / FC Porto 3-1 Braga / Estoril-Praia 2-0 Sporting CP]
                   Manuel Oliveira & Vítor Ferreira / Hugo Miguel & Nuno Almeida / Manuel Mota & Luís Ferreira

   Liga NOS - 22.ª jornada [Portimonense 1-3 Benfica / Chaves 0-4 FC Porto / Sporting CP 2-0 Feirense]
                        Carlos Xistra & Rui Oliveira / Artur Soares Dias & Manuel Mota / Luís Ferreira & Manuel Oliveira
   
   Liga NOS - 23.ª jornada [Benfica 4-0 Boavista / FC Porto 5-0 Rio Ave / Tondela 1-2 Sporting CP]
                   Tiago Martins & Hélder Malheiro / Carlos Xistra & Rui Oliveira / João Capela & Bruno Esteves

   Liga NOS - 24.ª jornada [Paços de Ferreira 1-3 Benfica / Portimonense 1-5 FC Porto / Sporting CP 1-0 Moreirense]
                                  Fábio Veríssimo & Bruno Esteves / Jorge Sousa & Hugo Miguel / Tiago Martins & Carlos Xistra

   Liga NOS - 25.ª jornada [FC Porto 2-1 Sporting CP / Benfica 5-0 Marítimo]
                          Artur Soares Dias & João Pinheiro / Hélder Malheiro & António Nobre

   Liga NOS - 26.ª jornada [Benfica 2-0 Desportivo das Aves / Paços de Ferreira 1-0 FC Porto / Chaves 1-2 Sporting CP]
                                                         Rui Costa & Rui Oliveira / Bruno Paixão & Carlos Xistra / Hugo Miguel & Fábio Veríssimo

   Liga NOS - 27.ª jornada [Feirense 0-2 Benfica / FC Porto 2-0 Boavista / Sporting CP 2-0 Rio Ave]
                   Manuel Mota & Hélder Malheiro / Manuel Oliveira & Bruno Esteves / Rui Costa & António Nobre
« Última modificação: Abril 04, 2018, 20:09 pm por HULK VERDE »
Boa noite,
Aqui fica a análise da 27ª jornada colegas Sportinguistas! Comecemos pelo nosso clube:

SPORTING
Pontos atuais:65
Pontos reais:66( tendo possivelmente prejudicado em dois pontos, fora, na jornada 7, frente ao Moreirense. Foi prejudicado em menos 1 ponto, de modo efetivo, contra o Porto, na jornada 25, fora. )

Assistimos a uma arbitragem falível, mais uma vez a prejudicar-nos, no entanto vencemos pelo que o árbitro não interferiu no resultado.

Porto, ou Amigos do Boavista
Pontos atuais:70
Pontos reais:66( por favorecimento   real em dois pontos frente ao Belenenses (C), na 11ª jornada. Na jornada 22 (F) contra o Chaves foram possivelmente beneficiados em 2 pontos. Na 18ª jornada, (F), contra o Estoril, foram possivelmente beneficiados em 2 pontos. Contra o Sporting, na jornada 25, em casa, foram beneficiados em 2 pontos. Foram possivelmente beneficiados em 2 pontos na jornada 27, em casa, contra o Boavista.)

Uma exibição muito tendenciosa, a favor do Porco, e acredito eu que se não tivessem sido os árbitros, podiam ter empatado. Marcano podia ter sido expulso, ficou um penalty por marcar a favor do Boavista ... e o Boavista não se bateu mal. Inclusive quando Vagner decidiu ser amigo não estavam muito mal.

Benfica, ou Grupo da Paródia
Pontos atuais:68
Pontos reais:60(devido ao favorecimento   em 1 ponto contra o Rio Ave (F) na 4ª jornada e contra o Feirense (C) em mais   2 pontos na 10ª jornada, de modo efetivo. É ainda possível o favorecimento em 2 pontos frente ao Portimonense (C). Na 18ª frente ao Braga (F) foram favorecidos em dois pontos de modo efetivo. Na jornada 14ª, (C) frente ao Estoril, foram favorecidos, de modo efetivo, em 2 pontos. Foram beneficiados de modo efetivo em 1 ponto na jornada 20 (F) contra o Belenenses.)

Uma arbitragem má, a favor do clube da paródia, mas acho eu que não afetou o resultado nem o poderia alterar.

Qualquer dúvida ou sugestão, falar comigo ou com o @HULK VERDE . Saudações Leoninas!
André
   Liga NOS 2017/2018 - 28.ª jornada

   Benfica - Vitória de Guimarães [31.03.2018]
   Carlos Xistra acabou por realizar um serviço aceitável, apesar de em alguns momentos ter tido dúvidas ou deixado passar faltas por assinalar. Bem coadjuvado de forma geral pelos seus árbitros auxiliares de campo e também pelo VAR, que ajudou a dissipar as dúvidas em lances que se revelaram decisivos para o desenrolar do jogo e do seu resultado. Não foi pelo árbitro que o vencedor foi definido, pois este limitou-se a adequar as suas decisões às leis do jogo, e desse modo decidiu bem por anular o golo do Vitória de Guimarães por fora-de-jogo assinalado a Jubal (23), que foi confirmar revendo o lance com auxílio do monitor do VAR, e assinalar o penalti de João Aurélio (42), que tinha deixado passar em lance corrido, após consultar novamente o monitor e ver as repetições do lance.
   (arbitragem aceitável, bem auxiliada pelo VAR que ajudou na avaliação de alguns lances decisivos, como o do golo anulado ao Vitória de Guimarães ou o do penalti assinalado a favor do Benfica)



   A equipa do Vitória foi admoestada com três cartões amarelos, dois ainda antes do intervalo: Raphinha e Mattheus foram punidos aos 45 minutos, e na 2.ª parte, Jubal (72). As punições disciplinares ao Benfica, já no 2.º tempo, resultaram em dois cartões amarelos, um para Fejsa (54) e outro para Jardel (61).

   Vídeo-árbitro: Fábio Veríssimo e Pedro Felisberto tiveram algum trabalho, sobretudo na 1.ª parte, intervindo em dois momentos, um a meio e outro no fim. O lance do golo anulado a Raphinha (23), por fora-de-jogo assinalado pelo árbitro auxiliar a Jubal, no momento da assistência, corroborado pelo recurso ao vídeo das repetições do lance; e aquando da mão na bola de João Aurélio (42) na grande área do Vitória de Guimarães, chamando a atenção de Carlos Xistra, que foi novamente ver os vídeos das repetições e decidiu-se pela marcação de grande penalidade a favor do Benfica.

   Braga - Sporting CP [31.03.2018]
   Luís Godinho realizou uma arbitragem bastante sobressaltada, pelas próprias contradições e dúvidas em que se viu enredado, talvez por inexperiência, talvez por inaptidão para arbitrar jogos tão exigentes e propensos à polémica como este. Começou com o lance em que o guarda-redes Matheus saiu para fazer a mancha e acabou por acertar na canela de Bas Dost (12), derrubando o avançado holandês, já depois de a bola ter passado entre os dois após o cruzamento de Acuña a partir do lado esquerdo do ataque do Sporting. Sem nada assinalar, e advertido pelo VAR para a possibilidade de eventual grande penalidade contra o Braga, foi ver a repetição do lance, mantendo que não havia motivos para tal. Depois, na grande-área do Sporting, dois lances em que os jogadores Ricardo Esgaio e Ricardo Horta caíram, em disputas com Fábio Coentrão (27) e Piccini (44), respectivamente, e onde nem o árbitro nem o VAR tiveram dúvidas em deixar seguir. No seguimento do segundo lance, e após a recuperação de bola por parte da equipa da casa depois de um eventual derrube em falta de Gelson Martins (tocado, ou não, no joelho), surgiu um golo e o 2.º caso do jogo. Mais uma vez por indicação do VAR, Luís Godinho foi consultar as imagens, e desta vez mudou de ideias, punindo a falta que não considerou no momento da queda de Gelson, e anulando o golo ao Braga, num lance muito pouco claro até com recurso às repetições em vídeo, de vários ângulos. Foi no entanto, e aparentemente, porque muito difícil de descortinar o contacto, novo erro do árbitro, que nem com o recurso às imagens conseguiu acertar, desta vez por mudar a sua decisão inicial. Uma primeira parte muito polémica, mais a mais com a chuva de objectos sobre o árbitro quando se aproximou do monitor, no meio-campo, provocada pelos adeptos da casa, complicando e retardando ainda mais a decisão. A 2.ª metade do jogo não teve tanta polémica, ainda assim destaque para os dois cartões amarelos mostrados a Piccini (57, 83), que ditaram a sua expulsão, e o golo do Braga (87), obtido já depois de o Sporting estar a jogar com 10 elementos, no limite do fora-de-jogo, e portanto bem validado. Uma arbitragem aos solavancos e que mais do que prejudicar uma ou outra equipa, acabou por prejudicar o jogo, pela dificuldade em tomar decisões acertadas, mesmo que difíceis, nos 2 lances mais polémicos do jogo. No entanto, e pela sua dificuldade (mais o lance do golo anulado que o do penalti anterior não assinalado), e também pela pressão que recaiu sobre o árbitro, um dos mais inexperientes e impreparados para jogos grandes, e portanto mal nomeado para um jogo de tal grau de dificuldade, tem de ser dada uma atenuante a Luís Godinho, com esperança que daqui para a frente faça melhor, e seja mais rigoroso e seguro das suas decisões. Resta agora saber o que vai reportar no relatório, relativamente às agressões de que foi alvo, assim como o árbitro auxiliar, e que foram bem explícitas e visíveis. Por uma questão de veracidade, credibilidade e rigor enquanto árbitro profissional. Haverá punições por comportamento tão deliberadamente agressivo contra o árbitro?
   (arbitragem muito irregular, resultando em vários erros que prejudicaram ora uma ora outra equipa, e principalmente o jogo; critério disciplinar que apertou nos últimos 10-15 minutos, deixando o Sporting mais uma vez a jogar com menos um)


Luís Godinho dirigiu-se ao monitor para atestar da legalidade do golo anulado ao Braga (44) e foi agredido com o arremesso de objectos


   Luís Godinho exibiu três cartões amarelos a cada equipa: André Horta (30), Vukcevic (35) e Bruno Viana (40), ainda na 1.ª parte, e a Piccini (57, 83) - expulso por acumulação - e Fábio Coentrão (78), na 2.ª metade. Expulsou ainda com vermelho directo o treinador do Braga, Abel Ferreira (88).

   Vídeo-árbitro: João Pinheiro e o auxiliar Bruno Rodrigues advertiram Luís Godinho em duas ocasiões, ambas na 1.ª parte. O primeiro lance de todos em que Matheus derrubou Bas Dost (12), após o cruzamento de Acuña do lado esquerdo do ataque leonino. E depois no lance do golo anulado ao Braga, por suposta falta sobre Gelson Martins na origem da recuperação de bola que permitiu a jogada. O árbitro decidiu ver as repetições de ambos os lances, decidindo-se pela não marcação de grande penalidade favorável ao Sporting, e depois pelo anulamento do golo, por entender que houve falta sobre Gelson Martins, que tinha deixado passar. Importante também referir que validaram bem o golo perto do final do desafio, pois o seu autor estava em jogo.

   Belenenses - FC Porto [02.04.2018]
   Hugo Miguel não teve um jogo muito complicado de dirigir, no entanto acabou por cometer alguns erros que impediram que a sua arbitragem fosse de alto nível, nomeadamente ao nível da tolerância disciplinar que teve em alguns lances, a favor do FC Porto. Ainda na 1.ª parte, por duas vezes poupou o cartão amarelo, primeiro a Felipe (22), que pisou Fredy quando o Belenenses saía para o contra-ataque, depois a Sérgio Oliveira (26), que rasteirou o adversário pelos calcanhares. Felipe que acabou por ver o cartão amarelo à beira do intervalo, por empurrar por trás, à entrada do seu reduto defensivo, o mesmo Fredy, e travar a sua progressão, depois de ter sido driblado. Os seus auxiliares de campo não estiveram melhor, e falharam em não assinalar um ou outro fora-de-jogo à equipa visitante, por exemplo a Ricardo (25), ligeiramente adiantado. Na 2.ª parte, continuou a tolerância disciplinar, perdoando amarelos a Soares (63), que empurrou ostensivamente Yebda pela face, com o árbitro mesmo ao lado, e Brahimi, por empurrar Fredy no momento da substituição (85), após um equívoco com o jogador a substituir por parte do 4.º árbitro e sem que o jogador belenense retardasse a substituição ostensivamente. No geral, e sem que o jogo tivesse lances de grande polémica, uma arbitragem com um critério disciplinar bastante largo a fim de menorizar os excessos de alguns jogadores do FC Porto e manter a sua equipa completa em campo.



   O árbitro exibiu três cartões amarelos a jogadores do FC Porto, a Felipe (45+1), o único da 1.ª parte, a Ricardo (57) e a Brahimi (90+5). Ao Belenenses foi mostrado apenas um cartão amarelo, ao guarda-redes André Moreira (75).

   Vídeo-árbitro: Artur Soares Dias e o auxiliar Rui Licínio praticamente não tiveram nenhuma intervenção digna de registo, e nem os lances de golo deixaram qualquer dúvida da sua legalidade.
« Última modificação: Abril 05, 2018, 18:50 pm por HULK VERDE »
Citar
   Liga NOS - 28.ª jornada
   (números totais)


   Golos

   Sporting: 18 assinalados contra e a favor 53 / 1 mal assinalados contra e a favor 0 / 2 por assinalar contra e a favor 2
   FC Porto: 17 assinalados contra e a favor 70 / 0 mal assinalados contra e a favor 1 / 0 por assinalar contra e a favor 0
   Benfica  : 16 assinalados contra e a favor 73 / 0 mal assinalados contra e a favor 3 / 0 por assinalar contra e a favor 0
   
   Penaltis

   Sporting: 4 assinalados contra e a favor 5 / 1 mal assinalados contra e a favor 0 / 0 por assinalar contra e a favor 9
   FC Porto: 0 assinalados contra e a favor 3 / 0 mal assinalados contra e a favor 0 / 4 por assinalar contra e a favor 5
   Benfica  : 1 assinalados contra e a favor 9 / 0 mal assinalados contra e a favor 2 / 6 por assinalar contra e a favor 3

   Offsides

   Sporting: 65 assinalados contra e a favor 34 / 0 mal assinalados contra e a favor 2 / 0 por assinalar contra e a favor 1
   FC Porto: 59 assinalados contra e a favor 25 / 1 mal assinalados contra e a favor 0 / 0 por assinalar contra e a favor 0
   Benfica  : 54 assinalados contra e a favor 73 / 0 mal assinalados contra e a favor 2 / 2 por assinalar contra e a favor 0

   Faltas

   Sporting: 429 faltas cometidas e sofridas 487 / 15,3 média de faltas por jogo cometidas e sofridas 17,4
   FC Porto: 473 faltas cometidas e sofridas 424 / 16,9 média de faltas por jogo cometidas e sofridas 15,1
   Benfica  : 431 faltas cometidas e sofridas 396 / 15,4 média de faltas por jogo cometidas e sofridas 14,1

   Cartões

   Sporting: 55 (+4) atribuídos contra e a favor 66 (+1) / 0 (+0) mal atribuídos contra e a favor 0 (+0) / 0 (+0) por atribuir contra e a favor 0 (+2)
   FC Porto: 51 (+2) atribuídos contra e a favor 73 (+4) / 0 (+0) mal atribuídos contra e a favor 0 (+0) / 0 (+5) por atribuir contra e a favor 0 (+1)
   Benfica  : 47 (+1) atribuídos contra e a favor 60 (+5) / 0 (+0) mal atribuídos contra e a favor 0 (+0) / 0 (+8) por atribuir contra e a favor 0 (+2)

   Média de faltas por cartão dos adversários dos grandes

   Sporting: 487/66 = 1 cartão amarelo a cada 7,4 faltas dos adversários. (+1 vermelho por acumulação + 1 vermelho directo pós-jogo)
   FC Porto: 424/73 = 1 cartão amarelo a cada 5,8 faltas dos adversários. (+4 vermelhos por acumulação)
   Benfica  : 396/60 = 1 cartão amarelo a cada 6,6 faltas dos adversários. (+3 vermelhos directos + 2 vermelhos por acumulação)

   Média de faltas por cartão dos grandes

   Sporting: 429/55 = 1 cartão amarelo a cada 7,8 faltas. (+4 vermelhos por acumulação)
   FC Porto: 473/51 = 1 cartão amarelo a cada 9,3 faltas. (+2 vermelhos por acumulação + 1 vermelho directo pós-jogo)
   Benfica  : 431/47 = 1 cartão amarelo a cada 9,2 faltas. (+1 vermelho por acumulação)

   Folha Disciplinar

   Sporting: 4 folha limpa contra e a favor 4 / 7 1 amarelo contra e a favor 5 / 7 2 amarelos contra e a favor 3
                                                                             2 1 vermelho contra e a favor 1 / 1 2 vermelhos contra e a favor 0
   FC Porto: 0 folha limpa contra e a favor 5 / 6 1 amarelo contra e a favor 5 / 9 2 amarelos contra e a favor 8
                                                                             2 1 vermelho contra e a favor 4 / 0 2 vermelhos contra e a favor 0
   Benfica  : 4 folha limpa contra e a favor 5 / 6 1 amarelo contra e a favor 4 / 11 2 amarelos contra e a favor 8
                                                                             1 1 vermelho contra e a favor 5 / 0 2 vermelhos contra e a favor 0

   Castigos / suspensões

   Sporting: 8 jogadores
   n.º castigos (x10): Bruno César (x1); Fábio Coentrão (x2); Acuña** (x2); Mathieu (x1); Petrovic (x1); Gelson (x1); Bruno Fernandes (x1); Piccini (x1)
   n.º de jogos (x10): Bruno César (x1); Fábio Coentrão (x2); Acuña (x2); Mathieu (x1); Petrovic (x1); Gelson (x1); Bruno Fernandes (x1); Piccini (x1)

   FC Porto: 6 jogadores [5 expulsões perdoadas: Maxi Pereira (x1); Felipe (x3) e Dalot (x1)]
   n.º castigos (x6): Danilo (x1); Corona (x1); Herrera* (x1); Felipe (x1); José Sá (x1); Marcano (x1)
   n.º de jogos (x7): Danilo (x1); Corona (x1); Herrera (x2); Felipe (x1); José Sá (x1); Marcano (x1)

   Benfica  : 5 jogadores [8 expulsões perdoadas: Eliseu (x2), Pizzi (x1), Luisão (x2), Salvio (x1), Jonas (x1), Fejsa (x1)]
   n.º castigos (x5): Zivkovic (x1); Samaris* (x1); Fejsa (x1); André Almeida (x1); Pizzi (x1)
   n.º de jogos (x6): Zivkovic (x1); Samaris (x2); Fejsa (x1); André Almeida (x1); Pizzi (x1)

   *castigado em jogo da Taça da Liga/CTT
  **castigado em jogo da Taça de Portugal/Placard



   Liga NOS - 28.ª jornada
   (árbitros & VAR)


   Liga NOS -   1.ª jornada [Desportivo das Aves 0-2 Sporting CP / FC Porto 4-0 Estoril-Praia / Benfica 3-1 Braga]
                                             Tiago Martins & João Pinheiro / Hugo Miguel & Luís Ferreira / Carlos Xistra & Fábio Veríssimo

   Liga NOS -   2.ª jornada [Sporting CP 1-0 Vitória de Setúbal / Tondela 0-1 FC Porto / Chaves 0-1 Benfica]
                                 Bruno Paixão & Hugo Miguel / Fábio Veríssimo & Hélder Malheiro / Jorge Sousa & Tiago Martins

   Liga NOS -   3.ª jornada [Vitória de Guimarães 0-5 Sporting CP / Benfica 5-0 Belenenses / FC Porto 3-0 Moreirense]
                                                         Hugo Miguel & Jorge Sousa / Rui Costa & Vasco Santos / Manuel Oliveira & Tiago Martins

   Liga NOS -   4.ª jornada [Rio Ave 1-1 Benfica / Sporting CP 2-1 Estoril-Praia / Braga 0-1 FC Porto]
                            Hugo Miguel & Fábio Veríssimo / Luís Godinho & Tiago Martins / Carlos Xistra & Bruno Esteves

   Liga NOS -   5.ª jornada [Feirense 2-3 Sporting CP / Benfica 2-1 Portimonense / FC Porto 3-0 Chaves]
                    Artur Soares Dias & Tiago Martins / Gonçalo Martins & Fábio Veríssimo / Rui Oliveira  & Hugo Miguel

   Liga NOS -   6.ª jornada [Sporting CP 2-0 Tondela / Boavista 2-1 Benfica / Rio Ave 1-2 FC Porto]
                    Manuel Oliveira & Tiago Martins / Artur Soares Dias & Bruno Esteves / Jorge Sousa & Luís Godinho

   Liga NOS -   7.ª jornada [FC Porto 5-2 Portimonense / Moreirense 1-1 Sporting CP / Benfica 2-0 Paços de Ferreira]
                                      Luís Ferreira & Jorge Sousa / Luís Godinho & João Pinheiro / Carlos Xistra & Hugo Miguel

   Liga NOS -   8.ª jornada [Sporting CP 0-0 FC Porto / Marítimo 1-1 Benfica]
                                    Carlos Xistra & Hugo Miguel / Jorge Sousa & Luís Godinho

   Liga NOS -   9.ª jornada [FC Porto 6-1 Paços de Ferreira / Desportivo das Aves 1-3 Benfica / Sporting CP 5-1 Chaves]
                                 Manuel Oliveira & Fábio Veríssimo / Nuno Almeida & Vítor Ferreira / Rui Costa & Bruno Esteves

   Liga NOS - 10.ª jornada [Benfica 1-0 Feirense / Rio Ave 0-1 Sporting CP / Boavista 0-3 FC Porto]
                    Luis Godinho & Carlos Xistra / Jorge Sousa & João Capela / Hugo Miguel & Tiago Martins

   Liga NOS - 11.ª jornada [FC Porto 2-0 Belenenses / Vitória de Guimarães 1-3 Benfica / Sporting CP 2-2 Braga]
                   Fábio Veríssimo & Luis Ferreira / Artur Soares Dias & Hélder Malheiro / Carlos Xistra & Rui Costa
   
   Liga NOS - 12.ª jornada [Desportivo das Aves 1-1 FC Porto / Paços de Ferreira 1-2 Sporting CP / Benfica 6-0 Vitória de Setúbal]
                                                         Rui Costa & Bruno Esteves / Tiago Martins & Carlos Xistra / Luís Godinho & João Pinheiro

   Liga NOS - 13.ª jornada [Sporting CP 1-0 Belenenses / FC Porto 0-0 Benfica]
                                      Nuno Almeida & Luís Godinho / Jorge Sousa & Hugo Miguel

   Liga NOS - 14.ª jornada [Benfica 3-1 Estoril-Praia / Boavista 1-3 Sporting CP / Vitória de Setúbal 0-5 FC Porto]
                     João Pinheiro & Manuel Oliveira / Luís Godinho & Vasco Santos / Tiago Martins & Rui Oliveira

   Liga NOS - 15.ª jornada [Sporting CP 2-0 Portimonense / Tondela 1-5 Benfica / FC Porto - Marítimo]
                                 João Capela & Carlos Xistra / Tiago Martins & Hélder Malheiro / Manuel Mota & António Nobre

   Liga NOS - 16.ª jornada [Feirense 1-2 FC Porto / Benfica 1-1 Sporting CP]
                       Fábio Veríssimo & Bruno Paixão / Hugo Miguel & Tiago Martins
   
   Liga NOS - 17.ª jornada [Moreirense 0-2 Benfica / Sporting CP 5-0 Marítimo / FC Porto 4-2 Vitória de Guimarães]
                          Manuel Mota & Luís Godinho / Carlos Xistra & Bruno Esteves / Artur Soares Dias & António Nobre

   Liga NOS - 18.ª jornada [Braga 1-3 Benfica / Sporting CP 3-0 Desportivo das Aves / Estoril 1-3 FC Porto]
                    Artur Soares Dias & Luís Godinho / João Pinheiro & Jorge Sousa / Vasco Santos & Luís Ferreira

   Liga NOS - 19.ª jornada [Vitória de Setúbal 1-1 Sporting CP / FC Porto 1-0 Tondela / Benfica 3-0 Chaves]
                              Fábio Veríssimo & António Nobre / Luís Godinho & Artur Soares Dias / Bruno Esteves & Vasco Santos
   
   Liga NOS - 20.ª jornada [Belenenses 1-1 Benfica / Moreirense 0-0 FC PortoSporting CP 1-0 Vitória de Guimarães]
                           Bruno Paixão & Rui Oliveira / Luís Ferreira & Manuel Oliveira / Luís Godinho & Hugo Miguel

   Liga NOS - 21.ª jornada [Benfica 5-1 Rio Ave / FC Porto 3-1 Braga / Estoril-Praia 2-0 Sporting CP]
                   Manuel Oliveira & Vítor Ferreira / Hugo Miguel & Nuno Almeida / Manuel Mota & Luís Ferreira

   Liga NOS - 22.ª jornada [Portimonense 1-3 Benfica / Chaves 0-4 FC Porto / Sporting CP 2-0 Feirense]
                        Carlos Xistra & Rui Oliveira / Artur Soares Dias & Manuel Mota / Luís Ferreira & Manuel Oliveira
   
   Liga NOS - 23.ª jornada [Benfica 4-0 Boavista / FC Porto 5-0 Rio Ave / Tondela 1-2 Sporting CP]
                   Tiago Martins & Hélder Malheiro / Carlos Xistra & Rui Oliveira / João Capela & Bruno Esteves

   Liga NOS - 24.ª jornada [Paços de Ferreira 1-3 Benfica / Portimonense 1-5 FC Porto / Sporting CP 1-0 Moreirense]
                                  Fábio Veríssimo & Bruno Esteves / Jorge Sousa & Hugo Miguel / Tiago Martins & Carlos Xistra

   Liga NOS - 25.ª jornada [FC Porto 2-1 Sporting CP / Benfica 5-0 Marítimo]
                          Artur Soares Dias & João Pinheiro / Hélder Malheiro & António Nobre

   Liga NOS - 26.ª jornada [Benfica 2-0 Desportivo das Aves / Paços de Ferreira 1-0 FC Porto / Chaves 1-2 Sporting CP]
                                                         Rui Costa & Rui Oliveira / Bruno Paixão & Carlos Xistra / Hugo Miguel & Fábio Veríssimo

   Liga NOS - 27.ª jornada [Feirense 0-2 Benfica / FC Porto 2-0 Boavista / Sporting CP 2-0 Rio Ave]
                   Manuel Mota & Hélder Malheiro / Manuel Oliveira & Bruno Esteves / Rui Costa & António Nobre

   Liga NOS - 28.ª jornada [Benfica 2-0 Vitória de Guimarães / Braga 1-0 Sporting CP / Belenenses 2-0 FC Porto]
                             Carlos Xistra & Fábio Veríssimo / Luís Godinho & João Pinheiro / Hugo Miguel & Artur Soares Dias
« Última modificação: Abril 26, 2018, 19:01 pm por HULK VERDE »
Boa noite,
Venho aqui postar a análise da última jornada. Peço antes de mais, desculpas pela demora. Nos primeiros dias da semana o @HULK VERDE ainda não tinha completado a sua parte, e depois o Sporting abateu-se sobre si mesmo e passou-se o que sabemos, para além de algumas notícias que recebi, o que me deixou abalado. Ainda assim, talvez aos vossos olhos não seja desculpa suficiente, misericórdia  :mrgreen: .

Comecemos pelo nosso clube:
SPORTING:

Pontos atuais:65
Pontos reais:66( tendo possivelmente prejudicado em dois pontos, fora, na jornada 7, frente ao Moreirense. Foi prejudicado em menos 1 ponto, de modo efetivo, contra o Porto, na jornada 25, fora. )

Uma arbitragem muito confusa, sobretudo nos lances do suposto penalty sobre Bas Dost, e no golo anulado ao Braga, mas em todos lances havia margem para decisões diferentes, e não me parece que a arbitragem tenha realmente alterado o resultado.

Benfica, ou Al-Carnidão

Pontos atuais:71 ( sem contar com o jogo vs Setúbal )
Pontos reais:63(devido ao favorecimento   em 1 ponto contra o Rio Ave (F) na 4ª jornada e contra o Feirense (C) em mais   2 pontos na 10ª jornada, de modo efetivo. É ainda possível o favorecimento em 2 pontos frente ao Portimonense (C). Na 18ª frente ao Braga (F) foram favorecidos em dois pontos de modo efetivo. Na jornada 14ª, (C) frente ao Estoril, foram favorecidos, de modo efetivo, em 2 pontos. Foram beneficiados de modo efetivo em 1 ponto na jornada 20 (F) contra o Belenenses.)

Jogo bem arbitrado. Nada a dizer.

Porto, ou Lesionados

Pontos atuais:70
Pontos reais:66( por favorecimento   real em dois pontos frente ao Belenenses (C), na 11ª jornada. Na jornada 22 (F) contra o Chaves foram possivelmente beneficiados em 2 pontos. Na 18ª jornada, (F), contra o Estoril, foram possivelmente beneficiados em 2 pontos. Contra o Sporting, na jornada 25, em casa, foram beneficiados em 2 pontos. Foram possivelmente beneficiados em 2 pontos na jornada 27, em casa, contra o Boavista.)

Realmente houve algum favorecimento ao Porto, mas nada de especial, ainda para mais perdem, e ainda bem :twisted: .

Qualquer dúvida ou questão falar comigo ou com o @HULK VERDE .

Saudações Leoninas!
 

« Última modificação: Abril 08, 2018, 00:44 am por AndreCruzomago »
Aquelas pequenas coisas para as quais não há VAR que nos valha...

02/07/1984 o dia em que o Carlos Lopes bateu o Recorde Mundial dos 10000 mt mas o Mamede já tinha chegado há 4 segundos
   Liga NOS 2017/2018 - 29.ª jornada

   Vitória de Setúbal - Benfica [07.04.2018]
   Após arbitrar na jornada anterior o jogo entre Braga e Sporting, Luís Godinho fez mais uma arbitragem num jogo de um candidato ao título, na visita do Benfica a Setúbal. Pode-se acrescentar, desde já, que o seu desempenho foi ainda pior que o que tinha feito uma semana atrás, interferindo no desenrolar do resultado e no score final, e desta vez evitando expulsar Rúben Dias a todo o custo, apesar das muitas ocasiões para o 2.º cartão amarelo, ao contrário de Piccini, que expulsou à primeira ocasião para lhe exibir o 2.º cartão.
   Neste jogo houve vários lances polémicos devido à brandura disciplinar do árbitro perante os jogadores da equipa forasteira. Logo nos primeiros minutos, começou por assinalar a falta de Fejsa (5) por cotovelada no adversário mas não o puniu disciplinarmente (o amarelo teria efeito suspensivo na jornada seguinte). Depois à passagem do 1.º quarto de hora, com a bola a bater na anca de Semedo (15) e a ressaltar no punho, após pontapé-de-canto batido a área da equipa da casa. Um lance completamente involuntário, e até pouco perceptível, que o árbitro e seus auxiliares não descortinaram, nem o VAR sinalizou. A 1.ª parte continuou sem mais lances de dúvida, que só voltaram a acontecer na 2.ª parte, quando André Pereira foi derrubado dentro da área no duelo com Rúben Dias, ficando um penalti por marcar e o 2.º cartão amarelo por mostrar ao central da equipa visitante. Depois continuou na senda de perdoar a expulsão ao jogador, que por 3 ou 4 vezes fez faltas para tal. Também Jardel (68) poderia ter visto o cartão amarelo - seria o 5.º da prova, ficando suspenso do clássico da jornada seguinte. Culminou com um penalti extremamente duvidoso assinalado a favor dos visitantes, por entender que Salvio sofreu falta de Luis Felipe à entrada da grande área do Vitória de Setúbal (90+1). Uma arbitragem tendenciosa e negativa, a mostrar que a tendência da semana passada não foi um mero acaso e só podia piorar.
   (arbitragem tendenciosa para a equipa forasteira, com erros técnicos e disciplinares graves, que desta vez não foi capaz de mostrar o 2.º cartão amarelo e expulsar um jogador como fez na jornada anterior)


Rúben Dias carregando com o cotovelo no pescoço de Edinho (21), uma das muitas faltas que cometeu com impunidade quase total



Lance em que Salvio caiu na grande-área do Vitória de Setúbal e Luís Godinho considerou falta de Luis Filipe para penalti (90+1), do qual resultou o golo do triunfo


   Dois cartões amarelos exibidos a jogadores de cada clube. Ao Vitória de Setúbal, foram mostrados 2 cartões amarelos à beira do fim, a André Pereira (86) e depois a Luís Felipe (90+1), no lance que o árbitro considerou de falta para grande penalidade sobre Salvio. Já os dois cartões amarelos para o Benfica, um em cada parte, foram atribuídos a Rúben Dias (21) e Raúl (90+2), nos descontos de tempo finais. O critério disciplinar de Luís Godinho continua a ser bastante favorável para a equipa encarnada, não tanto para os seus adversários, ficando por mostrar o 2.º cartão amarelo a Rúben Dias, no penalti que cometeu sobre André Pereira (63), novamente uma falta a meio campo, tocando pelas costas os calcanhares do mesmo adversário (74), depois ao travar com o braço a desmarcação de Edinho (75), que o ultrapassava, e ainda travando outro adversário junto à linha lateral (85). Só num destes lances o árbitro assinalou falta ao central do Benfica.

   Vídeo-árbitro: Hugo Miguel e o auxiliar Ricardo Santos tiveram um papel passivo e pouco interventivo, limitando-se a confirmar foras-de-jogos evidentes, justificando a anulação do golo a Jardel (89). Nos lances duvidosos de grande penalidade na área do Benfica, e para expulsão de Rúben Dias (63) por acumulação de cartões amarelos, não interpelaram o árbitro, nem questionaram a sua decisão.

   FC Porto - Desportivo das Aves [08.04.2018]
   Nuno Almeida começou o jogo com uma decisão peremptória, assinalando o penalti de Tissone sobre Ricardo Pereira (7). Pela via das dúvidas recorreu ao VAR para confirmar, que lhe deu provimento. Dos poucos lances de registo, destaque para a a pisadela de Soares no tornozelo de Ponck, que não foi admoestada com qualquer cartão. Ainda um lance em que Ricardo Pereira cabeceou contra Diego Galo (23) na área da equipa visitante, sem qualquer motivo para a marcação de grande penalidade - bem avaliado pela equipa de arbitragem.
   (arbitragem sem grandes problemas com um critério disciplinar muito benévolo, protegendo sobretudo a equipa da casa)



   Folha limpa para o FC Porto. O Desportivo das Aves foi admoestado com 2 cartões amarelos, já na 2.ª parte: Rodrigo Soares (47) e Braga (64).

   Vídeo-árbitro: Vasco Santos e seu auxiliar Luciano Maia pouco fizeram que se notasse, confirmando a grande penalidade assinalada logo ao início de jogo, por falta de Tissone sobre Ricardo Pereira (7). As decisões da equipa de campo prevaleceram sempre.

   Sporting CP - Paços de Ferreira [08.04.2018]
   A arbitragem de Bruno Esteves mostrou-se fraca, apesar de não ter tido uma influência demasiado negativa no jogo e no seu resultado. Com um critério disciplinar demasiado largo, que permitiu por exemplo que Rafael Assis fizesse faltas do princípio ao fim do jogo e só levasse um cartão amarelo (86), e algumas até eventualmente para grande penalidade que não foram assinaladas, muitas vezes foi rodeado por jogadores do Paços de Ferreira a pedir-lhe explicações e a tentar influenciá-lo, e foi complacente com esse comportamento (20, 31). A sua tolerância disciplinar fez-se notar quando Miguel Vieira avançou de carrinho e ceifou Battaglia (35) pela canela, poupando-o o árbitro ao cartão amarelo. Também os auxiliares de linha tiveram alguns lances de desacerto, como o fora-de-jogo inexistente assinalado a Bryan Ruiz (49), que se isolou na esquerda com Bas Dost na grande área e toda a defesa adversária para trás, impossibilitando a prossecução de uma jogada legal. No 2.º tempo houve mais um ou outro lance de fora-de-jogo duvidoso (73), e também o golo anulado ao Bas Dost (79), de difícil análise, e mais uma vez em prejuízo do Sporting CP. No cômputo geral uma fraca arbitragem que porém não estragou o jogo nem manchou a justiça do resultado.
   (arbitragem um pouco insegura, com muita tolerância disciplinar perante a equipa Pacense, e que em caso de dúvida a beneficiou, com alguns erros e decisões duvidosas prejudicando o Sporting)



   Dois cartões amarelos exibidos a jogadores do Paços de Ferreira, um em cada parte, primeiro a Luiz Phellype (37), ao saltar e abalroar Ristovski, e já perto do fim a Rafael Assis (86). Do lado do Sporting, um cartão amarelo exibido na 2.ª parte a Acuña (64), por agarrar por trás o seu adversário que lhe fugia pela lateral e entrava nas imediações da grande-área.

   Vídeo-árbitro: Hélder Malheiro e Bruno Jesus analisaram a regularidade do lance do 1.º golo e decidiram bem, validando o tento de Bas Dost (20), num golo sem qualquer infracção, apesar da demora no pontapé de saída no meio-campo e reclamações dos jogadores pacenses, com o árbitro Bruno Esteves a dizer-lhes que não estava a conseguir ouvir a comunicação do VAR. A principal intervenção ocorreu no golo anulado a Bas Dost (77), por aparentemente estar ligeiramente adiantado ao último defesa, por estar inclinado para a frente. Lance do qual Mário Felgueiras saiu lesionado na mão, ao tentar desarmar o remate do holandês. Depois, nas situações de eventual grande-penalidade na grande-área do Paços de Ferreira, na primeira parte sobre Coates (33), no fim do jogo sobre Palhinha (90), cometidas por Rafael Assis, a dupla do VAR deixou sempre seguir, anuindo a decisão do árbitro em deixar jogar.
« Última modificação: Abril 26, 2018, 19:27 pm por HULK VERDE »