Pedro, o Leão Citadino.

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Registo o enorme trabalho do pasquim a bola, é meritória a forma como entrevistam tanta gente cuja opinião é de extrema importância para os sportinguistas.

Obrigado Serpa e delgado.

Sent from my Redmi Note 3 using Tapatalk

A continuidade e a sua credibilidade trouxeram-nos a esta triste realidade. Basta!

Expulsar o gajo, porquê? Até o próprio sabe que ninguém conta com ele.

Ontem, ao não comparecer, ficou claro a sua falta de estofo para um cargo desta importância. Tinha compromissos profissionais? E depois? Não quer ser Presidente do Sporting? Se nem esse sacrifício está pronto a fazer, quanto mais o resto.
Vamos colocar as coisas nestes termos. Eu conheço pessoas que são anti-Bruno militantes. Até conheço quem já me tenha dito: se o Bruno concorrer contra uma pedra, eu voto na pedra! Pois bem, esses, que felizmente não são muitos, nas últimas eleições votaram em branco! Até o gajo que disse que preferia votar numa pedra a votar no Bruno...

Posto isto, este gajo não tem vergonha, sei lá... De existir?!
''You have forgotten who you are and so have forgotten me. Look inside yourself, Simba. You are more than what you have become. You must take your place in the Circle of Life.'' Mufasa, Lion King, 1994

''These are dark times, there is no denying. Our world has perhaps faced no greater threat than it does today. But I say this to our citizenry: We, ever your servants, will continue to defend your liberty and repel the forces that seek to take it from you!'' Rufus Scrimgeour, Minister for Magic
Vamos colocar as coisas nestes termos. Eu conheço pessoas que são anti-Bruno militantes. Até conheço quem já me tenha dito: se o Bruno concorrer contra uma pedra, eu voto na pedra! Pois bem, esses, que felizmente não são muitos, nas últimas eleições votaram em branco! Até o gajo que disse que preferia votar numa pedra a votar no Bruno...
Posto isto, este gajo não tem vergonha, sei lá... De existir?!
Como já disse a várias pessoas, várias vezes, os ex-Croquetteiros que conheço afirmam todos, alto e bom som, que não querem que BdC saia, pelo menos enquanto estiver a recuperar o clube.
Mas, neste fórum, insistem em criar rostos da oposição, mesmo quando não existe nenhum. Ou acham que alguém no seu perfeito juízo apostaria num Severino ou PMR para candidato?! Só se fosse para perder!
PF deixem de dar a PMR (e aos outros) uma importância que não tem, nunca teve e nunca terá. Com isso (dar-lhe/s importância) só estão a puxá-lo(s) para cima!
« Última modificação: Fevereiro 20, 2018, 02:02 am por one_o_six »
«Opiniões divergentes não significam ataques pessoais»
um tipo que se candidata a presidente do Sporting e no dia em que se decide, se calhar as medidas que terão o maior impacto de sempre na vida do clube, o homem põe-se ao fresco e diz "olhem eu não posso ir mas vão lá votar por mim.." (mais ou menos isto). Os ratos não têm nome...mas este tem já que é a cara de tudo o que de mau andaram a fazer no nosso clube anos e anos.
um tipo que se candidata a presidente do Sporting e no dia em que se decide, se calhar as medidas que terão o maior impacto de sempre na vida do clube, o homem põe-se ao fresco e diz "olhem eu não posso ir mas vão lá votar por mim.." (mais ou menos isto). Os ratos não têm nome...mas este tem já que é a cara de tudo o que de mau andaram a fazer no nosso clube anos e anos.

Isto. E um dos braços direitos nem a tempo de votar no JR chegou.

SL
um tipo que se candidata a presidente do Sporting e no dia em que se decide, se calhar as medidas que terão o maior impacto de sempre na vida do clube, o homem põe-se ao fresco e diz "olhem eu não posso ir mas vão lá votar por mim.." (mais ou menos isto). Os ratos não têm nome...mas este tem já que é a cara de tudo o que de mau andaram a fazer no nosso clube anos e anos.
A criatura já tinha uma viagem de trabalho marcada para Israel, quando saiu a convocatória da AG. Desta vez tem desculpa.
«Opiniões divergentes não significam ataques pessoais»
Excelente artigo. Felizmente, PMR não tem qualquer representatividade no universo sportinguista e nunca chegará à presidência do Clube.
Só não tenho vergonha de ser do clube dele, porque de certeza que ele não é do mesmo clube que o meu.
Rato
Ricardo Viegas 34 anos faleceu a 23-05-2017 num trágico acidente de mota. Espero mantê-lo sempre vivo, pois para além de meu tio/irmão era um dos mais fanáticos Sportinguistas que conheci. Para além de espalhar o Sporting por todo o mundo onde passava, esteve nas últimas deslocações ao estrangeiro, e no fatídico acidente levava uma camisola do Sporting, como seu último desejo foi enterrado da forma que mais gostava de estar vestido.
Citar
MADEIRA RODRIGUES: «PERCEBE-SE AGORA O PORQUÊ DA AGITAÇÃO DE BRUNO DE CARVALHO»
Antigo candidato à presidência comenta levantamento do sigilo bancário ao líder do Sporting

Madeira Rodrigues reagiu ao levantamento do sigilo bancarário a Bruno de Carvalho, notícia avançada esta quinta-feira pelo 'Correio da Manhã', considerando que o presidente do Sporting não pode impedir que "a verdade venha ao de cima".

 "O incómodo de Bruno de Carvalho é que, ao contrário do que conseguiu fazer com o meu pedido de auditoria, com a Justiça não pode inventar condições patéticas para impedir que a verdade venha ao de cima. Percebe-se agora finalmente o porquê da sua agitação nos tempos recentes. Que esta dúvida acabe depressa é o que todos os sportinguistas/ados/achos esperam", referiu o antigo candidato à presidência do Sporting.
Claro, não podia faltar  :lol: :lol:
Claro, não podia faltar  :lol: :lol:
Mas à AG já faltou. Rato miserável!
Claro, não podia faltar  :lol: :lol:
Mas à AG já faltou. Rato miserável!
O gajo tinha uma ida em trabalho a Israel marcada ainda antes de sair a convocatória, tem desculpa.
É certo que não iria fazer nada à AG, mas também não se pode dizer que fugiu.
«Opiniões divergentes não significam ataques pessoais»
Citar
MADEIRA RODRIGUES: «FOMOS OS ÚNICOS COM CORAGEM DE MOSTRAR QUE HAVIA ALTERNATIVA»
Artigo de opinião do ex-candidato à presidência do Sporting, um ano após as eleições

No dia em que se assinala um ano sobre o último ato eleitoral no Sporting, publicamos na íntegra o artigo de opinião que recebemos este domingo de Pedro Madeira Rodrigues, candidato derrotado por Bruno de Carvalho a 4 de março de 2017 (9,49% dos votos contra 86,13% do presidente reeleito).


"As eleições mais concorridas de sempre do Sporting decorreram há precisamente um ano. É com um orgulho cada vez maior que olho para trás e vejo como a minha equipa e eu fomos os únicos com a coragem de mostrar que havia alternativa a este caminho que está a descaracterizar o Sporting e sem sequer o tornar mais ganhador. Ao mesmo tempo fica um sabor cada vez mais amargo de não termos tido tempo e capacidade para nos darmos a conhecer e conseguido dar mais luta ao rolo compressor do populismo e da, na altura, quase endeusada dupla Carvalho/Jesus. Combater muita mentira e demagogia era sempre difícil e a máquina propagandista estava muito bem montada. Apesar de tudo, nomeadamente no debate, ficaram claras as diferenças de projetos e de personalidades.

Tivemos entre as eleições e hoje mais um ano de várias vergonhas protagonizadas por Bruno de Carvalho a começar logo no dia das eleições com aquela sessão de fotografias tipo Mickey na Disneylândia, o não atender o meu telefonema nem responder à minha mensagem de parabéns (na verdade, não se pode esperar de quem está habituado a ser um perdedor nato que saiba o comportamento a ter quando ganha) e um discurso onde veio ao de cima a sua já conhecida faceta brejeira (e estou a ser cuidadoso para não me levantarem um processo disciplinar agora que foi instalada uma espécie de ditadura).

Desportivamente, seguiu-se mais um ano marcado por uma revolução no plantel (já sabemos quem beneficia com mais comissões) e mais investimentos milionários numa equipa montada apenas para o presente que praticamente descartou a formação .... que até foi quem permitiu que houvesse dinheiro para este desvario. Carvalho queixa-se muito do Sporting que herdou mas o que lhe tem valido para fazer esta cada vez mais evidente ruinosa política desportiva são os miúdos que já cá estavam como Bruma, Illori, Arias, Salomão, Cedric, João Mario, Dier, Adrien, Esgaio, Rúben Semedo, Tobias Figueiredo, Wilson Eduardo, etc. Slimani é a exceção que confirma a regra. E não me venham com a conversa dos grandes negócios que fizemos porque o futebol mudou muito nos últimos anos e a inflação disparou ao nível dos passes de jogadores. William Carvalho, Gelson Martins (desculpem mas não lhe consigo perdoar tão facilmente o que ele fez mas se calhar é também por se ter deixado facilmente instrumentalizar nas últimas eleições) e Rui Patrício preparam-se para ser os próximos da formação pré-Carvalho a sair sem serem campeões.

O facto é que esta época, pela primeira vez em muitos anos, acabámos um jogo contra o Benfica com menos elementos da formação do que eles e o mesmo aconteceu no início deste jogo com o FC Porto e os resultados ficaram aquém do prometido. Invariavelmente, lá aparecemos com as desculpas de sempre (na verdade, não tenho qualquer dúvida que aquele lance sobre o Doumbia seria sempre penálti na nossa área) a tentar disfarçar culpas próprias.

É bom que não fique sem registo mais este compromisso falhado por Carvalho, que nos prometeu o campeonato na última gala do Sporting. Ao menos que consigamos fazer no mínimo o que Marco Silva fez recentemente na Taça e possamos ir longe na Liga Europa. É o que todos esperamos. Ser os sucessores do Moreirense na ‘Taça Lucílio Baptista’ é muito muito pouco.

Ao nível das modalidades aí estamos aparentemente em condições de ter resultados mais condizentes com os investimentos feitos mas o exemplo do voleibol mostra bem que o que basta aqui é apenas o dinheiro e não há grande segredo ou necessidade de uma política desportiva bem planeada e executada. 

Este ano foi ainda marcado por vários episódios menos edificantes, protagonizados pelo mesmo ‘artista de circo’, desde o anúncio do filho no intervalo do jogo, a promoção de uma familiar, os negócios obscuros por explicar, a subserviência em relação ao FC Porto, a publicação da lista dos ‘Sportingados’, etc, etc, e que teve o seu momento mais alto na realização de uma dupla Assembleia Geral que apenas conseguiu ajudar a desestabilizar a equipa, dividir os sportinguistas e arranjar ainda mais inimigos externos. Tudo só para Bruno de Carvalho massajar o seu ego, tentar perpetuar-se no poder e fugir às prometidas eleições caso não fossemos campeões.

E agora? Em minha opinião os mesmos que conseguiram segurar Jesus no ano passado e evitar na altura a contratação de Pedro Martins já não o conseguirão fazer este ano, senão rapidamente seria o próprio Carvalho a cair e isso não poderia acontecer. Assim, na incapacidade de algum treinador com prestígio aceitar trabalhar com Bruno de Carvalho lá teremos uma promessa a ter que lidar com o desestabilizador-mor que, como dissemos há um ano, trouxe coisas positivas ao nosso clube mas é cada vez mais um ativo tóxico para o nosso clube e para o desporto em geral.

Queria acabar por voltar a agradecer publicamente a todos os que fizeram comigo aquela caminhada no ano passado e ainda a todos os que votaram na nossa lista. Não é grande consolo termos tido razão antes do tempo mas é reconfortante poder viver estes tempos difíceis de cabeça erguida e, na altura mais difícil, ter lutado pelos valores históricos do Sporting que, apesar de tudo, ainda acabarão por prevalecer.

Viva o Sporting!

Pedro Madeira Rodrigues"
Citar
Ao nível das modalidades aí estamos aparentemente em condições de ter resultados mais condizentes com os investimentos feitos mas o exemplo do voleibol mostra bem que o que basta aqui é apenas o dinheiro e não há grande segredo ou necessidade de uma política desportiva bem planeada e executada. 

Este tipo é mesmo execrável

Só leio o Rodrigues (e os da laia dele, como o PHRodriguesZ) para saber o que nunca poderei defender.
Estarei sempre do outro lado
"O Sporting é nosso outra vez"
(declaração de Bruno de Carvalho, 42º presidente do Sporting Clube de Portugal, aos sócios do clube, em 23 de Março de 2013).
Citar
Ao nível das modalidades aí estamos aparentemente em condições de ter resultados mais condizentes com os investimentos feitos mas o exemplo do voleibol mostra bem que o que basta aqui é apenas o dinheiro e não há grande segredo ou necessidade de uma política desportiva bem planeada e executada. 

Este tipo é mesmo execrável

Só leio o Rodrigues (e os da laia dele, como o PHRodriguesZ) para saber o que nunca poderei defender.
Estarei sempre do outro lado

Grande verdade  :clap:

Mas normalmente essa gente morre afogada no proprio vomito ... é só deixar passar o tempo.
O timming para intervir é sempre o mesmo, após os desaires no futebol.
A forma é sempre a mesma, pela imprensa.

Personagem nojenta...

"Never try to teach a pig to sing. It is a waste of your time, and it annoys the pig."
Tá visto que o urso não esqueceu a data em que teve uma derrota estrondosa. Tá certo.....

SL
E assim vão as alianças e compadrios.
E assim vão as alianças e compadrios.

Tudo coisas "sem importância".


PS - Gostei do penteado novo.  :twisted:
'Sporting tem 106 anos' - Henrique Monteiro, nomeado para a comissão de fiscalização por JMS - 05/06/2018

"Faço um apelo ao meu querido amigo Luís Filipe Vieira: por favor tenha calma porque nós ainda vamos a tempo de salvar o Sporting e o meu amigo não nos vai fazer essa desfeita" - Dionísio Castro - Junho 2018