FIFA destaca formação Sporting CP: William e Moneytinho...

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Citar
William e Moutinho, o passado e o futuro de mãos dadas na seleção

À primeira vista têm muito pouco em comum. Um tem 1,85m de altura, o outro apenas 1,70; o primeiro dá os primeiros passos na seleção portuguesa com quatro jogos realizados, o segundo tem toda a experiência que 68 partidas internacionais oferecem. Mas William Carvalho e João Moutinho têm um passado e, sobretudo, um futuro próximo em comum. E ambos procuram atingir a glória com a seleção portuguesa na Copa do Mundo da FIFA.

O início da história foi pintada a verde e branco. O Sporting, que se orgulha de ser o único clube do mundo a formar dois Jogadores do Ano FIFA – Luís Figo e Cristiano Ronaldo -, está habituado a formar extremos de grande qualidade. Além das duas estrelas já citadas, foi lá que cresceram, por exemplo, Paulo Futre, Simão Sabrosa e Nani. Porém, nos últimos anos, também o meio-campo da seleção portuguesa tem saído a ganhar com a formação dos Leões.

O passado primeiro e por ordem de chegada. João Moutinho estreou-se no Sporting com apenas 17 anos em 2004/05 e, depois, tornou-se no mais jovem capitão da equipa, onde passou seis épocas de grande sucesso.  Quase dez anos depois, os adeptos leoninos começaram a aplaudir um caso que promete tornar-se muito sério no futebol mundial.

William Carvalho chegou quase incógnito a Alvalade no início de 2013/14. Mas, tal como Moutinho, precisou de poucos minutos para convencer os adeptos e a critica. Típico número 6, de processos simples e ultra eficazes, chegou à seleção apenas no Play-off contra a Suécia, mas mais do que a tempo para entrar nos 23 para a Copa do do Mundo da FIFA. Então, qual o segredo do sucesso da formação do Sporting?

“Temos mais cinco ou seis jogadores na seleção que foram formados no Sporting. Acho que isso diz tudo do bom trabalho que se faz nos escalões de formação”, afirma William, à FIFA, referindo-se aos companheiros Beto, Rui Patrício, Miguel Veloso, Nani, Varela e, claro, Moutinho.

“O segredo é ter  grandes profissionais que dão todo o apoio aos jovens jogadores, pessoas que têm uma grande visão sobre o futuro. No meu caso, e de muitos outros, estamos a falar de Aurélio Pereira”, responde Moutinho, referindo-se ao chefe do departamento de prospeção do Sporting.

A primeira vez... de ambos
Apesar de serem de “gerações” diferentes – Moutinho tem 27 anos e William 22 -, ambos os jogadores se preparam para disputar o primeiro Mundial das suas carreiras.

“Claro que é uma grande honra para mim estar no Brasil. Deus quis que fosse este o meu primeiro Mundial”, refere Moutinho que, surpreendentemente, ficou fora das escolhas para a Copa do Mundo da África do Sul 2010, mesmo que, antes da estreia desta segunda-feira contra a Alemanha, já conte com 68 jogos com as quinas ao peito.

A situação de William é bem diferente e o jogador nascido em Angola é o primeiro a admitir isso. “Claro que no início da época não imaginava estar aqui. Mas acho que fiz bons jogos pelo Sporting e estou a cumprir o sonho de qualquer jogador: atuar num Mundial”, diz, entusiasmado, o médio.

E esse é, seguramente, o ponto mais importante a unir a história dos dois jogadores. O passado é história e o futuro pinta-se com as cores da seleção portuguesa e com a ambição de fazer uma campanha inesquecível na Copa do Mundo da FIFA.
http://pt.fifa.com/worldcup/news/y=2014/m=6/news=william-e-moutinho-o-passado-e-o-futuro-de-maos-dadas-2371750.html
É de pensar que o Sporting é muito grande, e que são estas coisas que valem muito para um clube. São estas coisas que trazem sportinguismo ao clube. Isto não é quantificável. Isto não são 6%, 7%... Isto é o Sporting! Isso traz coisas muito importantes ao Sporting. Fervor sportinguista, acima de tudo! - João Benedito, 20-06-2010
A parte do Montinho era tãooo desnecessária.