Iniciados 2014/15 - CAMPEÕES NACIONAIS!!

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Sim, mas acho a quantidade absurda, é que os putos mesmo jogando no Sporting, vibram com o benfica fora da competição deles.
Na escola do meu filho (7 anos) ele é o único Sportinguista na turma. E na escola primária dele há mais portistas que Sportinguistas, lampiões nem se fala. E isto em Évora.

Btw, por falar em Évora, o puto que nos deu o campeonato no último minuto no Seixal é de cá de Évora e segundo me disse um amigo meu, não é Sportinguista. E no entanto...  ;)
"É o estilo do homem, nada a fazer! Em termos de comunicação é um nabo! Mas o meu pai sempre me ensinou que o que nos define é o que fazemos e não o que dizemos! Por isso, enquanto houver obra feita que se lixe o estilo. Durante anos era só estilo e obra zero!!"

Sempre acreditei que fossem CAMPEÕES. PARABÉNS.
Desculpem ser só agora mas ando a trabalhar que nem um louco para pagar as propinas.
Agora é revalidar o título na próxima época também com uma boa geração.
11-06-2015
Uma formação de campeões


O que têm em comum a equipa de iniciados e a formação Sub-16 do Sporting? Ambas se sagraram campeãs, na última jornada, com vitórias sobre o Benfica. Para além disso, os dois conjuntos contam com uma completa sintonia entre equipa técnica e plantel, que lhes permitiu ultrapassar as dificuldades inerentes a uma longa época e atingirem a glória no momento chave.

Pedro Venâncio e Bavikson Biai, técnico e capitão dos iniciados ‘verde e brancos’, dão a cara por todo o grupo e analisam a época de sucesso realizada pela equipa. A total partilha de ideias e de objectivos entre jogadores e equipa técnica foi uma das mais-valias dos campeões nacionais, que se viram recompensados pelo título alcançado. “Vale a pena todo o esforço que é feito ao longo do ano para ser campeão e desfrutar de ir ao Jamor e festejar em Alvalade. É importante porque eles nunca mais vão esquecer isto”, conta Pedro Venâncio.

Do lado dos Sub-16, campeões distritais de Lisboa, cabe a Pedro Gonçalves, treinador ‘leonino’, e a Daniel Bragança, capitão de equipa, dar voz às palavras partilhadas por todo o grupo. “Senti que era um objectivo cumprido. Fizemos uma grande temporada, com altos e baixos, mas fomos sempre muito fortes e, quando tínhamos de ganhar, ganhámos”, explica Daniel Bragança.

Leia toda a reportagem nesta edição do Jornal Sporting, que já se encontra nas bancas.

http://www.sporting.pt/Noticias/Clube/notclube_destaqueforma%C3%A7ao_110615_149859.asp