O peso da formação na Selecção Nacional

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Tenho visto que estamos em declínio no que concerne a formação de jogadores e que fomos ultrapassados pelos rivais. Se não é mentira que outros investem mais, a nossa cultura de "jogador Português" sempre nos permitiu colocar os melhores dos melhores na selecção, a maioria das vezes em proporções muito superiores às de qualquer clube Português. Sendo assim, apresento um pequeno "estudo" em que coloco o número de jogadores formados por clube em todas as idas oficiais da nossa selecção a Campeonatos do Mundo e Europeus desde o ano 1996.


Porto (6) - Carlos Secretário; Domingos; Fernando Couto; Folha; Pedro Barbosa; Vitor Baía
Sporting (3) - Jorge Cadete; Luís Figo; Porfírio
Benfica (3) - Paulo Madeira; Paulo Sousa; Rui Costa
Rio Ave (2) - Alfredo; Paulinho Santos
Académica (1) - Dimas
Almada (1) - Oceano
Boavista (1) - João Pinto
Estoril (1) - Hélder
Famalicão (1)- Vitor Paneira
Oliveira do Douro (1) - José Tavares
Salgueiros (1) - Sá Pinto

Conclusão: Em '96, o maior clube formador foi o Porto, com 6 jogadores. De constatar, também, que em 22 jogadores encontramos representados 11 clubes formadores, uma marca bastante interessante. O Sporting figura em 2º lugar a par do Benfica, com 3 jogadores formados.


Porto (6) - Carlos Secretário; Fernando Couto; Jorge Costa; Rui Jorge; Sérgio Conceição; Vitor Baía
Sporting (2) - Beto; Luís Figo
Benfica (2) - Paulo Sousa; Rui Costa
Boavista (2) - João Vieira Pinto; Nuno Gomes
Académica (1) - Dimas
Belenenses (1) - Pedro Espinha
Braga (1) - Quim
Estrela da Amadora (1) - Abel Xavier
O Elvas (1) - José Vidigal
Gil Vicente (1) - Capucho
Oriental (1)- Costinha
Palmense (1) - Paulo Bento
Salgueiros (1) - Sá Pinto
Santa Clara (1) - Pauleta

Conclusão: 2000 foi um ano ainda mais diverso. Mais uma vez, o maior clube formador foi o Porto, com 6 jogadores. Sporting, Benfica e Boavista encontram-se empatados na segunda posição, com 2 jogadores cada. Até à data, a nossa formação ainda não tinha demonstrado o seu potencial completo. A título de curiosidade, neste Europeu encontram-se representados 14 clubes formadores.


Porto (6) - Fernando Couto; Jorge Costa; Pedro Barbosa; Rui Jorge; Sérgio Conceição; Vitor Baía
Sporting (4) - Beto; Hugo Viana; Luís Figo; Marco Caneira
Boavista (3) - João Vieira Pinto; Nuno Gomes; Petit
Benfica (2) - Paulo Sousa; Rui Costa
Estrela da Amadora (2) - Abel Xavier; Jorge Andrade
Gil Vicente (1) - Capucho
Montijo (1)- Ricardo
Palmense (1) - Paulo Bento
Santa Clara (1) - Pauleta
Torreense (1) - Nélson
Vitória de Setúbal (1) - Frechaut

Conclusão: 2002 Marca um ano de viragem. Apesar do Porto continuar em primeiro lugar, conseguimos distanciar-nos dos restantes e duplicar a quantidade de jogadores colocados nas competições de selecção. O Boavista continua a marcar terreno como clube formador e temos, de novo, 11 clubes representados.


Sporting (5) - Beto; Cristiano Ronaldo; Luís Figo; Nuno Valente; Simão
Benfica (3) - Maniche; Moreira; Rui Costa
Porto (3) - Fernando Couto; Hélder Postiga; Rui Jorge
Boavista (2) - Nuno Gomes; Petit
Braga (2) - Quim; Tiago
Estrela da Amadora (2) - Jorge Andrade; Miguel
Amarante (1) - Ricardo Carvalho
Estoril (1) - Paulo Ferreira
Montijo (1) - Ricardo
Nacional SP (1) - Deco
Oriental (1) - Costinha
Santa Clara (1) - Pauleta

Conclusão: Aqui está o ponto de viragem. O Sporting acrescenta mais 1 jogador aos formados no clube, perfazendo um total de 5 jogadores ao serviço da selecção. Destaque para a redução para metade do número de atletas do Porto e para o aumento do Benfica, ficando a par do clube do norte. Estão presentes 12 clubes formadores.


Sporting (7) - Caneira; Cristiano Ronaldo; Hugo Viana; Luís Boa Morte; Luís Figo; Nuno Valente; Simão
Boavista (3) - Nuno Gomes; Petit; Ricardo Costa
Benfica (2) - Maniche; Paulo Santos
Braga (2) - Quim; Tiago
Amarante (1) - Ricardo Carvalho
Estoril (1) - Paulo Ferreira
Estrela da Amadora (1) - Miguel
Montijo (1) - Ricardo
Nacional SP (1) - Deco
Oriental (1) - Costinha
Porto (1) - Heldér Postiga
Santa Clara (1) - Pauleta
Vitória de Guimarães (1) - Fernando Meira

Conclusão: Mais um ano em crescimento, onde o nosso clube mantém o primeiro lugar da lista e passa a ter representados 7 jogadores da formação. O Porto quase desapareceu, sendo que o Boavista passa a ser o 2º clube mais formador. 13 clubes formadores marcam presença.


Sporting (7) - Cristiano Ronaldo; João Moutinho; Miguel Veloso; Nani; Ricardo Quaresma; Rui Patrício; Simão
Boavista (4) - Bosingwa; Nuno Gomes; Petit; Raul Meireles
Porto (3) - Bruno Alves; Hélder Postiga; Hugo Almeida
Vitória de Guimarães (2) - Fernando Meira; Nuno
Amarante (1) - Ricardo Carvalho
Benfica (1) - Jorge Ribeiro
Corinthians AL (1) - Pepe
Estoril (1) - Paulo Ferreira
Estrela da Amadora (1) - Miguel
Montijo (1) - Ricardo
Nacional SP (1) - Deco

Conclusão: Mais uma competição de selecções em que o Sporting lidera no número de jogadores formados no clube, continuando a apresentar 7 atletas. O Porto conseguiu recuperar para o 3º lugar e o Boavista lidera isolado o segundo posto. Estão representados, como já começa a ser norma, 11 clubes.


Sporting (4) - Beto; Cristiano Ronaldo; Miguel Veloso; Simão
Porto (3) - Bruno Alves; Daniel Fernandes; Hugo Almeida
Boavista (2) - Raul Meireles; Ricardo Costa
Braga (2) - Eduardo; Tiago
Vitória de Guimarães (2) - Duda; Pedro Mendes
Amarante (1) - Ricardo Carvalho
Belenenses(1) - Rubén Amorim
Campomaiorense (1) - Rolando
Corinthians AL (1) - Pepe
Estoril (1) - Paulo Ferreira
Estrela da Amadora (1) - Miguel
Marítimo(1) - Danny
Nacional SP (1) - Deco
Poções (1) - Liédson
Rio Ave (1) - Fábio Coentrão

Conclusão: Apesar de continuar na frente, o Sporting perdeu terreno e foi quase alcançado pelo Porto. Boavista começa a perder fulgor e o Benfica, por incrível que pareça, não apresenta jogadores. Estão representados 15 clubes, o maior número até agora.


Sporting (10) - Beto; Cristiano Ronaldo; Custódio; Hugo Viana; João Moutinho; Miguel Veloso; Nani; Ricardo Quaresma; Rui Patrício; Silvestre Varela
Porto (3) - Bruno Alves; Hélder Postiga; Hugo Almeida
Benfica (2) - João Pereira; Nélson Oliveira
Boavista (2) - Raul Meireles; Ricardo Costa
Alverca (1) - Miguel Lopes
Braga (1) - Eduardo
Campomaiorense (1) - Rolando
Corinthians AL (1) - Pepe
Rio Ave (1) - Fábio Coentrão
União da Madeira (1) - Rubén Micael

Conclusão: Este é a competição de selecções em que apresentamos o maior número de jogadores de sempre, com 10 atletas, quase metade da selecção. Em comparação, os nosso rivais, combinados, apresentam apenas metade do número de jogadores formados. Por curiosidade, é também a competição onde menos clubes formadores se encontram representados.
Aqui é que se vê a diferença entre a nossa formação e a dos outros. Enquanto que eles andam todos orgulhosos de ter uma batelada de miúdos nos sub-15, 16, 17, etc, na Seleção Nacional AA, a grande maioria dos jogadores é formado no Sporting. Aliás, a diferença já se começa a notar nos escalões jovens mais velhos (sub-19, 20, 21).

Eles podem andar a ganhar tudo nos escalões de formação. Ganham troféus atrás troféus, campeonatos e mais campeonatos, vão a finais europeias e tudo... Mas depois somos nós que tiramos proveito da formação - fornecer jogadores à equipa A - e eles ficam a olhar.

Daqui a uns 4/5 anos, vamos olhar para a Seleção e ver William, Cédric, João Mário, Iuri, Chaby, Tobias, Mané, Esgaio, Podence, Riquicho, Palhinha, etc, etc, etc. Com sorte, eles são capazes de pôr lá 1 ou 2. Eles também têm muito talento lá para o Seixal, disso não duvido. Jovens como Bernardo Silva, João Cancelo, Ivan Cavaleiro, Rochinha, Hélder Costa, Nuno Santos, Gonçalo Guedes, Romário, etc, têm talento, qualidade e potencial. De sobra. Mas isso não chega. É preciso que sejam bem acompanhados, que tenham quem os faça crescer, quem lhes proporcione as condições necessárias para que a transição futebol júnior/sénior corra da melhor maneira. E nisso eles são MUITO inferiores a nós.
23/03/2013   19/08/2014