Discussão sobre as modalidades do SCP - Geral

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.


Bolas..., não tinha dado conta da derrota do SLB no voleibol...  :dance:
"É fraqueza entre ovelhas ser Leão." (Lusíadas, I-68)
Citar
O Fim-de-semana Verde e Branco: Três lideranças isoladas e um apuramento europeu!
Por André Dias - 27/11/2018

Mais uma semana, mais um resumo. Semana de excelentes resultados (apenas se registaram vitórias!) com o destaque maior a ir inevitavelmente para o inédito apuramento do Andebol para a liguilha de acesso aos Oitavos-de-Final da EHF Champions League, seguido do Ténis de Mesa feminino, Hóquei em Patins e Voleibol masculino que alcançaram a liderança isolada dos respectivos Campeonatos Nacionais, os dois primeiros de forma invicta! Eis o resumo, o mais completo possível:

Andebol: Os Bicampeões Nacionais venceram a AA Avanca por 24-30 (14-16 ao intervalo) na 11.ª jornada da Primeira Fase do Campeonato Nacional e o Besiktas MHT por 34-28 (20-16 ao intervalo) na nona jornada do Grupo C da EHF Champions League, conseguindo alcançar um inédito apuramento para a próxima fase, quando ainda falta uma jornada da fase de grupos. Seguem-se as deslocações aos redutos do CF Os Belenenses (28 de Novembro; 20h00) e Bjerringbro Silkeborg (2 de Dezembro; 15h50).

Carambola: O Sporting CP venceu o Real SC por 1-3, apurando-se assim para as Meias-Finais do Torneio de Abertura.

Futebol feminino: As Bicampeões Nacionais venceram o Valadares Gaia FC por 0-2 na oitava jornada do Campeonato Nacional com golos de Diana Silva e Carolina Mendes. Segue-se a deslocação ao Estádio Municipal de Vila Verde para defrontar o Vilaverdense FC no dia 2 de Dezembro, Domingo, pelas 15 horas.

Futebol masculino: Os Leões venceram o Lusitano FC por 1-4 na Quarta Eliminatória da Taça de Portugal. Seguem-se as deslocações ao Azerbaijão para defrontar o Qarabag pelas 17h55 de 29 de Novembro, Quinta-Feira, e a Vila do Conde (Rio Ave FC) às 20h15 de 3 de Dezembro, Segunda-Feira.

Futsal feminino: A formação orientada por Carlos Reis venceu o CR Golpilheira por 5-0 e na próxima jornada desloca-se ao reduto do GD Valverde, estando o encontro agendado para as 19 horas de 1 de Dezembro, Sábado.

Futsal masculino: Os Tricampeões Nacionais venceram a AD Fundão por 3-1 numa partida adiada por duas ocasiões (primeiro por interdição do Pavilhão João Rocha e depois por problemas de inflitrações no Pavilhão Municipal do Casal Vistoso, acabando por se realizar no Pavilhão do CR Leões de Porto Salvo). A turma orientada por Nuno Dias mantém assim a perseguição ao líder SL Benfica, com menos cinco pontos que os encarnados. Segue-se uma semana com dois jogos, um de acerto de calendário e outro de “continuação” da prova: recepção ao Eléctrico FC na Quarta-Feira, 28 de Novembro, pelas 20h30 no Pavilhão João Rocha e deslocação ao reduto do Viseu 2001 pelas 14h30 de Sábado, 1 de Dezembro.

Hóquei em Patins: Os Campeões Nacionais venceram o HC Turquel por 0-4 e o FC Porto por 5-3, isolando-se assim na liderança da tabela classificativa com 17 pontos, mais dois que o OC Barcelos, mais três que SL Benfica, Riba D’Ave HC e UD Oliveirense e quatro que o FC Porto. A turma orientada por Paulo Freitas prepara agora novo desafio da Liga Europeia, desta feita a deslocação ao reduto do HC Liceo, jogo marcado para as 20 horas lusas de 1 de Dezembro, Sábado.

Pólo Aquático: Os Leões conquistaram a segunda vitória no Campeonato Nacional ao baterem a Académica por 17-10 na quarta jornada da Primeira Fase do Campeonato Nacional. Na próxima jornada os verde e brancos deslocam-se ao reduto do SSCM Paredes, partida agendada para 1 de Dezembro, Sábado.

Pool feminino: As verde e brancas venceram o SNKC Lisboa por 2-0 e na próxima jornada defrontam a Casa do SL Benfica de Algueirão Mem Martins.

Pool masculino: Os Leões venceram o SNKC Lisboa “C” por 3-1, somando assim a sua quarta vitória consecutiva. Segue-se o jogo com o Inferno da Bica “B”.

Pool Português: O Sporting CP venceu o SL Benfica por 9-3 para a Taça de Portugal e por 9-4 para o Campeonato Nacional, prova para a qual os verde e brancos também levaram a melhor sobre o SL Benfica “B” (5-9).

Ténis de Mesa feminino: As Leoas venceram o Campeão Nacional CTM Mirandela por 3-2 na oitava jornada da Primeira Fase do Campeonato Nacional, sendo agora líderes isoladas e invictas, com 19 pontos averbados! O próximo desafio é para a European Champions League Women, com a turma verde e branca a defrontar os franceses do TT Saint Quentinois fora de portas no dia 30 de Novembro, Sexta-Feira, pelas 18h30 de Portugal Continental, naquele que será o duelo pela passagem à próxima fase da principal competição europeia de clubes.

Ténis de Mesa masculino: Os Tricampeões Nacionais somaram dois triunfos pela margem máxima (0-4) frente aos madeirenses do CD 1.º Maio e AD Galomar. Os Leões preparam agora três compromissos caseiros consecutivos: Borussia Dusseldorf (Table Tennis Champions League), ADC Ponta do Pargo e CD São Roque (Campeonato Nacional) nos dias 30 de Novembro e 1 e 2 de Dezembro, respectivamente. O encontro europeu disputa-se no Pavilhão João Rocha, enquanto que os dois jogos a contar para o Campeonato Nacional terão lugar na Sala do Multidesportivo Sporting.

Voleibol feminino: A turma orientada por Rui Pedro Costa venceu o Ala Nun’Álvares por 2-3 (22-25; 26-24; 14-25; 25-23; 12-15), consolidando assim o segundo lugar, com 28 pontos totalizados. Segue-se a recepção ao CN Ginástica, estando a partida da 12.ª jornada marcada para as 18h30 de 2 de Dezembro, Domingo, no Pavilhão João Rocha.

Voleibol masculino: Os Campeões Nacionais ascenderam à liderança isolada da tabela classificativa, fruto da vitória diante do VC Viana por 3-0 (25-15; 25-19; 25-20) e da derrota do SL Benfica diante da AJ Fonte do Bastardo. Seguem-se dois jogos no Pavilhão João Rocha: no dia 27 de Novembro, terça-feira, pelas 20 horas diante dos bielorrusos do Stroitel Minsk (CEV Challenge Cup; dezasseis-avos de final) e dia 1 de Dezembro, Sábado, pelas 17 horas perante o Esmoriz GC (Campeonato Nacional; 13.ª jornada).


Bola na Rede

Citar
O Fim-de-semana Verde e Branco: Ténis de Mesa dá cartas na Europa!
Por André Dias - 04/12/2018

Mais uma semana, mais um resumo. Semana muito boa para as equipas Verde e Brancas, com o destaque maior a ir inevitavelmente para as duas equipas de Ténis de Mesa que somaram triunfos e apuramentos europeus, não deixando também de destacar o apuramento do Futebol masculino para a próxima fase da Liga Europa. A única derrota veio da Dinamarca com o Andebol a não conseguir alcançar o primeiro lugar do grupo, o que não apaga o brilhantismo do apuramento para a próxima fase da competição conseguido na jornada anterior. Eis o resumo, o mais completo possível:

Andebol: Resultados distintos fora de portas, ambos tangenciais: vitória diante do CF Os Belenenses por 30-31 (15-18 ao intervalo) que permite aos Bicampeões Nacionais manterem-se no topo da tabela classificativa a par do FC Porto e derrota na Dinamarca perante o Bjerringbro-Silkeborg por 29-28 (16-16 ao intervalo) que faz com que os Leões terminem o Grupo C da EHF Champions League no segundo posto, o que quer dizer que a turma de Alvalade irá encontrar os romenos do Dínamo de Bucareste na eliminatória de acesso aos Oitavos-de-Final da principal prova europeia de clubes. Seguem-se a recepção ao Arsenal Devesa para a 13.ª jornada da Primeira Fase do Campeonato Nacional (Quarta-Feira, 5 de Dezembro; 18 horas) e a deslocação a Gondomar para defrontar o Gondomar Cultural nos Dezasseis-Avos-de-Final da Taça de Portugal (Sábado, 8 de Dezembro; 19 horas).

Carambola: A equipa A venceu a equipa B por 4-0 nas meias-finais do Torneio de Abertura, indo agora disputar a final da prova diante do CB Amadora.

Futebol feminino: As Bicampeões Nacionais venceram o Vilaverdense FC por 0-7 na nona jornada do Campeonato Nacional com golos de Diana Silva (2), Ana Borges, Ana Capeta (2) e Joana Marchão, sendo que as Leoas ainda beneficiaram de um autogolo das minhotas. Na próxima jornada há jogo grande: o Sporting CP recebe o SC Braga na luta pela liderança.

Futebol masculino: Os Leões venceram o Qarabag por 1-6, garantindo assim o apuramento para os Dezasseis-Avos-de-Final da Liga Europa, e o Rio Ave FC por 1-3, mantendo o segundo lugar no Campeonato Nacional. Segue-se a recepção ao CD Aves no dia 9 de Dezembro, Domingo, pelas 20 horas.

Futsal feminino: A formação orientada por Carlos Reis venceu o GD Valverde por 1-5, com golos de Débora Queiroz (2), Margarida Silva, Cátia Morgado e Jéssica Cordeiro, sendo que Raquel Fernandes fez o tento de honra da turma da casa. O próximo encontro será para a Quarta Eliminatória da Taça de Portugal, com as Leoas a receberem o Santa Luzia FC, estando a partida agendada para o fim-de-semana de 16 de Dezembro.

Futsal masculino: Vitórias ante os recém-promovidos Eléctrico FC e Viseu 2001 por 6-3 e 3-8, respectivamente. Segue-se a recepção ao Rio Ave FC, estando a partida da 13.ª jornada inicialmente agendada para as 16 horas de 8 de Dezembro, Domingo, no Pavilhão João Rocha.

Hóquei em Patins: Os Campeões Nacionais venceram o HC Liceo com uma reviravolta em plena Corunha. Carlo Di Banedetto colocou a formação galega na frente, mas Toni Pérez, Ferran Font e Raul Marín (2) foram os autores dos golos que permitem que os Leões se mantenham no topo do Grupo B da Liga Europeia com nove pontos somados, fruto de vitórias nos três encontros disputados. Seguem-se a deslocação ao reduto da AD Oeiras (5 de Dezembro, Quarta-Feira, 21 horas) e a recepção ao HC Braga (8 de Dezembro, Sábado, 20 horas).

Pólo Aquático: Os Leões empataram diante do SSCM Paredes a 10 golos numa jornada que acabou por ser invertida, tendo sido assim disputada nas piscinas do Multidesportivo Sporting. Na próxima jornada o Sporting CP defronta o CA Pacense.

Pool Português: A equipa A perdeu com a equipa B por 6-9 em mais uma jornada da Primeira Fase do Campeonato Nacional. Segue-se a recepção ao Retiro com História.

Ténis de Mesa feminino: As Leoas fecharam a Fase de Grupos da European Champions League Women com uma vitória sobre o TT Saint Quentinois por 2-3 que se traduziu no apuramento para os Quartos-de-Final da competição. Um feito histórico da turma verde e branca que fecha assim o ano de 2018 com chave de ouro!

Ténis de Mesa masculino: Os Tricampeões Nacionais somaram três triunfos em três dias, um deles com contornos históricos. A formação orientada por Chen Shi Chao derrotou o actual Campeão Europeu Borussia Dusseldorf por 3-2, garantindo assim matematicamente o terceiro lugar e o consequente apuramento para a ETTU Cup quando ainda falta disputar a última jornada da Fase de Grupos da Table Tennis Champions League; pela segunda época consecutiva os Leões derrotam o campeão em título, recordando que na temporada passada a turma de Alvalade havia batido os russos do Fakel Gazprom por 3-1 na segunda volta da fase de grupos. Para o Campeonato Nacional os verde e brancos venceram a ADC Ponta do Pargo por 4-0 e o CD São Roque por 4-1, isolando-se na topo da classificação, fruto de 24 pontos totalizados em seis encontros disputados, cinco vencidos por 4-0 e um por 4-1. Segue-se a deslocação à República Checa para defrontar o TTC Ostrava 2016, estando a última partida de 2018 agendada para as 15 horas lusas de 7 de Dezembro, Sexta-Feira.

Voleibol feminino: A turma orientada por Rui Pedro Costa venceu o CN Ginástica por 3-0 (25-12; 25-15; 25-18) e na próxima jornada recebe a AA São Mamede.

Voleibol masculino: Os Campeões Nacionais venceram o Stroitel Minsk por 3-1 (25-19; 25-23; 25-27; 25-17) na Primeira Mão dos Dezasseis-Avos de Final da CEV Challenge Cup e o Esmoriz GC por 1-3 (15-25; 25-23; 20-25; 15-25) numa partida que acabou por ser invertida, tendo sido disputada em Esmoriz. Na Quarta-Feira, 5 de Dezembro, os Leões deslocam-se a Minsk, estando a partida diante do Stroitel Minsk agendada para as 16 horas locais, 19 de Portugal Continental.


Bola na Rede

É incrível aquilo que o Sporting cresceu em 5 anos.

Em 2013 tínhamos futsal, um andebol que não ganhava o campeonato há mais de 10 anos e um atletismo em decadência.

Em 2018 temos títulos nacionais em futsal (tri), andebol (bi), hóquei e vólei. A grande maioria dos títulos no atletismo. Mas mais do que os títulos nacionais temos os títulos europeus com F4 em futsal e hóquei e títulos europeus em andebol, hóquei e atletismo.

Esta época já garantimos a F4 no futsal, a passagem a fase a eliminar no andebol, com boas hipóteses de chegar á F4 de hóquei e com aspirações legitimas no vólei.

"Um clube tão grande como os maiores da Europa"

Um fantástico trabalho que deve ser elogiado e aplaudido por todos os Sportinguistas.
Citar
Sporting: um clube tão grande como os maiores da Europa!
Por Jorge Faria Sousa - 06/12/2018

O arranque desta temporada desportiva tem sido marcado pelo sucesso europeu do ecletismo do Sporting Clube de Portugal. O clube de Alvalade compete nas maiores competições da Europa, em várias modalidades.

No andebol, o Sporting fez história. Pela primeira vez, uma equipa portuguesa passou aos 1/16 de final da EHF Champions League. Num grupo extremamente forte, com o Matalurg da Macedónia, os turcos do Besiktas, o Chekhovskiye Medvedi, o Tatran Presov e os dinamarqueses do Silkeborg, os leões liderados por Hugo Canela, onde brilham vários craques do andebol internacional, apurou-se no segundo lugar deste grupo C. No play-off, ditou o sorteio que irão defrontar o Dínamo de Bucareste da Roménia e poderão continuar a sonhar em conquistar a Europa. Tendo ainda como grande objetivo a conquista do Tricampeonato.

No futsal, os tricampeões nacionais carimbaram o passaporte para estar, pela terceira vez consecutiva, na final-four, desta feita na UEFA Futsal Champions League. Numa ronda de elite realizada no Pavilhão João Rocha, o Sporting eliminou o eterno rival, Benfica, num ambiente extraordinário, com o apoio dos sportinguistas. Os leões vão disputar o título de campeões europeus de futsal, em conjunto com Inter Movistar, Barcelona e Kairat Almaty. O grande sonho dos sportinguistas, vencer o título que falta ao longo palmarés do futsal leonino que já conta com mais de 100 troféus. Os objetivos são claros, lutar pelo título europeu, e vencer o Tetracampeonato, Taça da Liga e Taça de Portugal. Para isso, Nuno Dias tem à sua disposição um coletivo muito forte e que se reforçou para esta temporada, que tem vindo a crescer e assimilar os processos e o modelo de jogo pretendido.

No Hóquei em Patins, o Sporting liderado por Paulo Freitas, está a fazer um arranque de temporada interessante. À passagem da sétima jornada, o Sporting lidera o campeonato nacional. Na Liga Europeia, os leões continuam a lutar pela glória europeia somando três jogos e outras tantas vitórias e liderando o grupo B. O grupo do Sporting é composto pelos italianos do Forte dei Marmi, pelos espanhóis do Liceo da Coruña e os alemães do Herringen. Recorde-se que, na temporada passada, a equipa leonina voltou a estar na meia-final da Liga Europeia, cerca de 30 anos depois. O objetivo esta temporada além de revalidar o título nacional, é chegar o mais longe possível na Liga Europeia e lutar por conquistar o troféu.

Além destas três modalidades, recorde-se que no futebol feminino o Sporting disputou a Liga dos Campeões; o voleibol fez história ao passar aos oitavos-de-final da Challenge Cup, ao ganhar ao Stroitel de Minsk. O clube de Alvalade faz parte da elite do desporto europeu ainda no ténis de mesa, no atletismo com vista à participação da Taça dos Campeões Europeus de Corta-Mato.


Bola na Rede


Nesta fase acharia preferível a criação de uma equipa sénior de hóquei-patins feminina do que de basquetebol sénior.
E sairia mais barato.
Nesta fase acharia preferível a criação de uma equipa sénior de hóquei-patins feminina do que de basquetebol sénior.
E sairia mais barato.
Para acontecer como no Futsal e perdermos todos os anos para as galinhas na minha opinião não vale a pena.
Nesta fase acharia preferível a criação de uma equipa sénior de hóquei-patins feminina do que de basquetebol sénior.
E sairia mais barato.

Se conseguirmos arranjar formação feminina podemos começar por aí. Equipa sénior muito dificilmente conseguiríamos algum título nos próximos anos.
"É um orgulho estar no Sporting. Quem não conhece o Sporting sabe muito pouco de futebol"  Tales  3-9-2010
Nesta fase acharia preferível a criação de uma equipa sénior de hóquei-patins feminina do que de basquetebol sénior.
E sairia mais barato.

Se conseguirmos arranjar formação feminina podemos começar por aí. Equipa sénior muito dificilmente conseguiríamos algum título nos próximos anos.

Os títulos não são o único fim no caso do basquetebol. Teremos a principal modalidade mundial de pavilhão, a mais emotiva, e sem a qual a grandeza do clube nas modalidades de pavilhão é certo que existe mas sem G grande. Além de que quando formos campeões haverá mais glória do que em qualquer das outras quatro... Precisamente porque será mais difícil..., essa é a diferença entre glória e vitória... a dificuldade do feito.

"É fraqueza entre ovelhas ser Leão." (Lusíadas, I-68)
Nesta fase acharia preferível a criação de uma equipa sénior de hóquei-patins feminina do que de basquetebol sénior.
E sairia mais barato.

Se conseguirmos arranjar formação feminina podemos começar por aí. Equipa sénior muito dificilmente conseguiríamos algum título nos próximos anos.

Os títulos não são o único fim no caso do basquetebol. Teremos a principal modalidade mundial de pavilhão, a mais emotiva, e sem a qual a grandeza do clube nas modalidades de pavilhão é certo que existe mas sem G grande. Além de que quando formos campeões haverá mais glória do que em qualquer das outras quatro... Precisamente porque será mais difícil..., essa é a diferença entre glória e vitória... a dificuldade do feito.

Acho que é discutível dizer que é a mais emotiva ou a principal, ou até a mais difícil.
É aceitável essa interpretação, assim como outras.
Uma coisa é o basquetebol na Europa ou no resto do mundo, outra é em Portugal, onde tem um estatuto e uma importância diferente.
......
Uma coisa é o basquetebol na Europa ou no resto do mundo, outra é em Portugal, onde tem um estatuto e uma importância diferente.

A grandeza do Sporting Clube de Portugal irá progressivamente alavancar esse estatuto e essa importância... Está na natureza deste clube...
"É fraqueza entre ovelhas ser Leão." (Lusíadas, I-68)
Quem constrói um pavilhão destes tem de ter uma equipa sénior masculina de basquetebol. E ambiciosa, capaz de discutir títulos.

Isto parece-me tão evidente que não sei como há dúvidas. Não se pode desvalorizar uma modalidade destas para depois valorizar modalidades a que ninguém assiste.

Se for possível ter todas perfeito, mas quem tem um pavilhão como o João Rocha tem de ter equipas de modalidades que se forem às finais enchem o pavilhão de sportinguistas. É fervor para o ecletismo.

Comunique-se melhor as modalidades, trabalhe-se melhor a questão das boxes, aumentem os patrocínios (até andam com jantares com parceiros e tudo), aumentem as receitas do clube em dia de jogo e canalizem esse dinheiro para modalidades.

Esta tabela faz me ter um profundo nojo dos croquettes. Vamos embora, que esta tabela continue a aumentar em 2019!
Quem constrói um pavilhão destes tem de ter uma equipa sénior masculina de basquetebol. E ambiciosa, capaz de discutir títulos.

Isto parece-me tão evidente que não sei como há dúvidas. Não se pode desvalorizar uma modalidade destas para depois valorizar modalidades a que ninguém assiste.

Se for possível ter todas perfeito, mas quem tem um pavilhão como o João Rocha tem de ter equipas de modalidades que se forem às finais enchem o pavilhão de sportinguistas. É fervor para o ecletismo.

Comunique-se melhor as modalidades, trabalhe-se melhor a questão das boxes, aumentem os patrocínios (até andam com jantares com parceiros e tudo), aumentem as receitas do clube em dia de jogo e canalizem esse dinheiro para modalidades.

Lá está, mais uma vez voltamos ao campo do discutível.
A única modalidade universal é o futebol.
Vai perguntar às ilhas britânicas o impacto do basquetebol lá, p. ex.
Quem constrói um pavilhão destes tem de ter uma equipa sénior masculina de basquetebol. E ambiciosa, capaz de discutir títulos.

Isto parece-me tão evidente que não sei como há dúvidas. Não se pode desvalorizar uma modalidade destas para depois valorizar modalidades a que ninguém assiste.

Se for possível ter todas perfeito, mas quem tem um pavilhão como o João Rocha tem de ter equipas de modalidades que se forem às finais enchem o pavilhão de sportinguistas. É fervor para o ecletismo.

Comunique-se melhor as modalidades, trabalhe-se melhor a questão das boxes, aumentem os patrocínios (até andam com jantares com parceiros e tudo), aumentem as receitas do clube em dia de jogo e canalizem esse dinheiro para modalidades.

Lá está, mais uma vez voltamos ao campo do discutível.
A única modalidade universal é o futebol.
Vai perguntar às ilhas britânicas o impacto do basquetebol lá, p. ex.

Mas se como se está a falar de modalidades de pavilhão, a comparação tem de ser entre o basquetebol e o futsal... E o primeiro é claramente muito mais universal do que o segundo... Talvez porque o futsal tem muito tempo de jogo perfeitamente inócuo em que se percebe que as jogadas vão dar em nada,  ou porque é mais recente, ou... Mas o certo é que o basquetebol é a grande modalidade de pavilhão...
A grandeza de vencer as quatro modalidades de pavilhão seguintes perde o G grande quando se constata que ao clube que realizou tal feito falta o basquetebol sénior masculino, mesmo que este não jogasse na divisão principal... Parece-me.

E já agora, basquetebol nas ilhas britânicas.
http://www.zerozero.pt/jogo.php?id=5634803
"É fraqueza entre ovelhas ser Leão." (Lusíadas, I-68)
PRIMEIROS 32 JOGOS OFICIAIS NO JOÃO ROCHA - 40845 ESPECTADORES

PRIMEIROS 32 JOGOS OFICIAIS NO JOÃO ROCHA EM 2018/2019 - 43627 ESPECTADORES