NBA |2018 - 2019

0 Membros e 2 Visitantes estão a ver este tópico.

-13.

É incrível como as dinâmicas dos old Warriors continuam todas lá, apenas algo adormecidas.

E com isso regressam igualmente as insuficiências|vícios de um modelo de jogo alucinante, de movimento permanente, e sem capacidade exterior para lá de apenas dois indivíduos. :mrgreen: Há momentos onde a ânsia pela decisão rápida, pelo antecipar do próximo movimento, pelo pensamento dois bloqueios mais à frente apenas avoluma - como hoje! - as perdas de bola desnecessárias, mas o mero prazer de os ver neste registo que durante alguns anos gerou uma satisfação basquetebolista tão pura na minha pessoa, dá-me logo uma enorme satisfação. É (quase) nostálgico ver o Draymond Green a galopar metros a uma velocidade bizarra, ou tê-lo a organizar tanto (!) em halfcourt, ou a ver tanto bloqueio sob bloqueio em tão poucos segundos.

Dito isto: as lacunas do seu modelo pós-Harrison Barmes são bastante expostas quando Kevin Durant não está presente. A equipa não tem uma 2ª unidade digna de playing time e não existem atiradores para lá da dupla de backcourt, expõe demasiado a eficiência do ataque nos ombros de dois intervenientes e quando os lançamentos não surgem, não existe uma referência que pause o jogo, acalme o tempo de ataque e garanta easy points para estancar hemorragias. É uma equipa mais humana, num desenho mais falível mas que em noite sim, e são várias, ou (quase) todas, produz aquele que é para mim o basket mais bonito|inteligente|colectivo que alguma vez vi. Hoje Portland quer mais, embora o Lillard esteja de rastos fisicamente.

Warriors sem KD... 5V-0D... e show-time!

Maquina de basket!

Warriors sem KD... 5V-0D... e show-time!

2ª parte demolidora: 57-33.

Eu adoro o Terry Stotts mas hoje acho que esteve mal em quase tudo.

Foi demasiado lento a responder à run do 3.º período, não quis alterar a tradicional rotação da equipa e quando respondeu não investiu na dupla que estava a gerar dificuldades no garrafão de Golden State: Kanter - Collins. :menos: Foi demasiado mal aproveitada a ausência de Stephen Curry, Draymond Green e Andre Iguoudala durante os 4|5 minutos iniciais do último período de jogo. Diga-se que terá sido, quiçá, o canto do cisne para o Damian Lillard. Ele está de gatas. Mãos nos joelhos. Passada pesada. Pouca clarividência. É só coração a partir daqui.
Ver os Warriors sem o toldo de ódio e azia que me me cobriu durante 4 largos anos é incrível. :mrgreen:

O Curry é qualquer coisa. Soberbo. Ainda me lembro quando discutia que o Irving poderia ser inserido na mesma linha do Steph. Risório. Só tenho pena que o KD se tenha juntado aos Warriors nestes 3 anos. Possivelmente, tirou-me mais um título (ou não), e tirou-nos, sobretudo, de 3 anos de Steph Curry como peça principal dos Warriors.

Vai-te embora, KD. O mundo do basquetebol suplica.

Enviado do meu SM-G950F através do Tapatalk



"In Northeast Ohio, nothing is given. Everything is earned. You work for what you have.

I’m ready to accept the challenge. I’m coming home." - LeBron James
Os Blazers não têm qualquer chance.

Chegou a ser incomodativo ver os GS começarem a aumentar vantagem e a única solução que tinham era lançar de 3 sem qualquer preparação ou entrar para o cesto o homem que leva a bola para o ataque.

Isto é basket? Muito fraquinho
Os Blazers não têm qualquer chance.

Chegou a ser incomodativo ver os GS começarem a aumentar vantagem e a única solução que tinham era lançar de 3 sem qualquer preparação ou entrar para o cesto o homem que leva a bola para o ataque.

Isto é basket? Muito fraquinho
O Lillard jogou tudo o que sabe contra os Thunder e desde aí só tem feito m**** seja contra os Warriors ou contra os Nuggets e assim é complicado
"Eu posso não ter escrito SPORTINGUISTA na testa mas tenho no coração"

Lloris; Pavard, Varane, Umtiti, Hernández; Kanté, Pogba, Matuidi; Mbappé, Griezmann, Giroud; Tolisso, N'Zonzi, Fekir - Merci (15/07/2018, Moscou)
o Lillard ontem se não fraturou costelas andou lá perto pelo que saiu hoje na imprensa, após levar com o looney em cima
o Lillard ontem se não fraturou costelas andou lá perto pelo que saiu hoje na imprensa, após levar com o looney em cima

@Urso Chang foi no 2.º jogo da série, esse incidente com o Looney.*

Spoiler: mostrar



Eu também não sabia - nem creio que tenha ido a público antes do 3.º - mas justifica a paupérrima exibição. Honestamente, não me recordo de nunca o ter visto tão pouco influente|decisivo|acertivo|confiante, nem na sua época de rookie. :menos: Em related news, a NBA quis escaldar um pouco nos últimos dias, sobretudo depois da entrevista no First Take do Magic Johnson. Levou alguidar e lavou as peúgas todas que para lá tinha. :mrgreen:

Chuva de pontos em Portland onde Leonard a fazer o jogo da vida dele com 25 pontos na primeira parte 
"Eu posso não ter escrito SPORTINGUISTA na testa mas tenho no coração"

Lloris; Pavard, Varane, Umtiti, Hernández; Kanté, Pogba, Matuidi; Mbappé, Griezmann, Giroud; Tolisso, N'Zonzi, Fekir - Merci (15/07/2018, Moscou)
Passeio para os Warriors, que vão à 5ª final consecutiva. Melhor só os Celtics nos anos 50 que foram a umas 10.

Agora é ver quem os acompanha, se Bucks ou Raptors.
"Nem Roma, nem a Academia se reconstroem num dia." - VARANDAS, Frederico (2019)
Os Blazzers devem ter passado a maior parte da série à frente do marcador, em 3 dos 4 jogos chegam ao último período e aos instantes finais a ganhar e perdem os 4.  :lol:

Os Warriors estão com muita confiança, estão habituados a estes momentos e nunca ficam nervosos, lidam com todas as posses de bola com tranquilidade e sabem bem o que fazer. Do outro lado sempre que as vantagens diminuíam notava-se logo que a equipa tremia por todos os lados, nos momentos decisivos acusaram a pressão. O Lilliard e o CJ então não deram uma para a caixa quando o momento o exigia.
DENVER  :-X   :'(  :sick:

Acho que Toronto era capaz de dar mais trabalho aos Warrrios, que os Bucks. Apesar de os últimos terem home court advantage.

CJ carregou os Blazers big time, nesta série. Gosto muito do Lillard, por todas as razões e mais algumas, mas o burburinho que se gerou devido ao walk off shot contra os Thunder, a juntar a toda a rivalidade pessoal com o Westbrook, deu uma força do c****** a uma narrativa que, a mim, me pareceu completamente desproporcional. Felizmente, ou infelizmente (para ele), já desceu um bocadinho à terra.

Estava low key a torcer por Denver. No matchup contra os Warriors, ainda assim, acho que seriam um perigo maior que esta equipa de Portland. O backcourt de Denver daria menos trabalho aos splash bros, que poderiam descansar um pouco mais na defesa, mas Portland não tem soluções interiores que castiguem os Warriors naquilo onde eles são, vá lá, menos fortes.

Numa shooting battle, todos nós sabemos quem sai por cima. A hipótese de serem eliminados, acabou quando Houston não conseguiu fazer o que nunca fez.

PS: Bucks vs Raptors vai ser 🔥
Isto é a morte do artista. É uma versão melhorada do Torsiglieri, mas para um Sporting campeão não chega.

"All the people that was rooting on me to fail, at the end of the day they have to wake up tomorrow and have the same life that they had before they woke up today," James said. | "Lebron is not as good as Michael Jordan ? C´mon! Lebron is in a class by himself!" O.Robertson said.
Apesar de os últimos terem home court advantage.

@KingJames têm os dois home court advantage perante Golden State.



Stephen Curry: 37 pontos, 13 ressaltos, 11 assistências.

É a definição de generational player num só ser humano.

Foi ele quem segurou a equipa da avalanche ofensiva dos Blazers nos 24 minutos iniciais e é nele que estão as linhas mais inacreditáveis para uma Final de Conferência. 36.5 PTS, 8.3 REB, 7.3 AST em 46-42-93. É um prazer ver este bicho a lançar como se a contínua tivesse a ameaçar de castigo quem ainda está no recreio. :mrgreen: Kevin Durant, Andre Iguoudala, DeMarcus Cousins de fora e este homem a limpar o Oeste.

Baby Dinosaurs are almoooooooost there :twisted:

É fixe não ter ninguém para apoiar nos Playoffs, assim ficamos mais imunes a estas overreactions sazonais.

Isto é a morte do artista. É uma versão melhorada do Torsiglieri, mas para um Sporting campeão não chega.

"All the people that was rooting on me to fail, at the end of the day they have to wake up tomorrow and have the same life that they had before they woke up today," James said. | "Lebron is not as good as Michael Jordan ? C´mon! Lebron is in a class by himself!" O.Robertson said.
Baby Dinosaurs are almoooooooost there :twisted:

É fixe não ter ninguém para apoiar nos Playoffs, assim ficamos mais imunes a estas overreactions sazonais.

Os baby dinosaurs vão fazer o que melhor sabem e perder o jogo em casa. A história vai prevalecer, Toronto tem de honrar o passado. Giannis vai ter jum jogo monstruoso ao nível do LeBron contra Detroit e vai levar a série para  Milwaukee. Assim, na final o Drake pode voltar a tirar o seu equipamento dos Warriors do armário.

--
E por em babies, o baby Stephen ASmith é genial :rotfl:

« Última modificação: Maio 24, 2019, 13:19 pm por i0tech »
Desde que os Rockets foram eliminados, que estou por Toronto. :mrgreen:

A diferença que a entrada do Leonard fez naquela equipa é brutal. É um vencedor nato, um grande jogador mesmo. Apesar da sua personalidade sóbria não o fazer surgir nos primeiros nomes quando pensamos numa superstar, é impossível negar que Kawhi Leonard é dos melhores da sua geração.

Têm dois jogos para eliminar Milwaukee, se bem que a grande oportunidade é agora no próximo, em casa. Se o conseguirem, não sei se vão bater Golden State, obviamente, mas acho que têm uma melhor chance que os Bucks, principalmente se o Durant demorar a regressar.
"Nem Roma, nem a Academia se reconstroem num dia." - VARANDAS, Frederico (2019)
Estou a curtir esta série, a pimenta que o drake e a filha do dono dos Bucks meteram ainda ajudou mais. O próximo jogo vai ser quentinho. Assim é que eu gosto.

Acho que vai cair para Toronto, o Bledsoe e o Middleton não me convencem. Acho que são bué overrated. Se os Bucks derem um máximo ao Middleton vão-se arrepender. Já o Brogdon acho o contrário, gosto do tipo.
O Kawhi é o melhor jogador das 4 equipas que estão em jogo.

Não esquecer que ele, praticamente sozinho, estava a varrer os GSW em Oakland, na série com os Spurs, até o Zaza o ter lesionado.

Melhor 2-way player da atualidade and it's not even close.
O Kawhi a carregar Toronto. VanFleet e Powell a tirarem grande exibições. Os Bucks tinham a eliminatória na mão, mesmo naquele 3º jogo que caiu para os Raptors eles estiveram bem mal mas estiveram à beira de ganhar.

Os Bucks são de longe a melhor equipa das duas mas arriscam-se a ser eliminados. Ainda me parece que vai cair para os Bucks, isto se o Bledsoe, Middleton e o Mirotic começarem a jogar, se tivessem a jogar como deve ser parece-me que ia dar sweep.
Fiquei acordado até tardíssimo para ver Kawhi a liderar Toronto à primeira Final da NBA da sua história (24 anos). Muito bom.

Se vencerem Golden State, marcam um capítulo muito poderoso na NBA ao juntarem-se aos Cavs de LeBron e Kyrie como os únicos a conseguirem bater uma das melhores equipas da história. Gostava que acontecesse, com o Kawhi a receber o seu segundo MVP das Finals.
"Nem Roma, nem a Academia se reconstroem num dia." - VARANDAS, Frederico (2019)